mídias digitais e impressas

100 visualizações

Publicada em

midias

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
100
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

mídias digitais e impressas

  1. 1. impressora ou dispositivo de impressão é um periférico que, quando conectado a um computador ou a uma rede de computadores, tem a função de dispositivo de saída, imprimindo textos, gráficos ou qualquer outro resultado de uma aplicação. Herdando a tecnologia das máquinas-de-escrever, as impressoras sofreram drásticas mutações ao longo dos tempos. Também com o evoluir da computação gráfica, as impressoras foram-se especializando a cada uma das vertentes. Assim, encontram-se impressoras optimizadas para desenho vectorial e para raster, e outras optimizadas para texto. A tecnologia de impressão foi incluída em vários sistemas de comunicação, como o fax.
  2. 2. Um scanner de vulnerabilidades é um software que, dado um determinado alvo, seja ele um software, um computador ou um dispositivo de rede, irá analisá-lo em busca de vulnerabilidades existentes no alvo. O scanner irá, sistematicamente, testar o alvo em busca de pontos vulneráveis a ataques (senhas padrão, serviços inseguros escutando emportas públicas, sistemas vulneráveis a falhas conhecidas, por exemplo). Pode ser utilizado tanto para prevenção, na busca de falhas para correção, quanto para ataques, na identificação de vulnerabilidades acessíveis ao atacante Um scanner de vulnerabilidades é um software que, dado um determinado alvo, seja ele um software, um computador ou um dispositivo de rede, irá analisá-lo em busca de vulnerabilidades existentes no alvo. O scanner irá, sistematicamente, testar o alvo em busca de pontos vulneráveis a ataques (senhas padrão, serviços inseguros escutando emportas públicas, sistemas vulneráveis a falhas conhecidas, por exemplo). Pode ser utilizado tanto para prevenção, na busca de falhas para correção, quanto para ataques, na identificação de vulnerabilidades acessíveis ao atacante

×