SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Compreensão e Interpretação
        de textos
Texto
É um conjunto de ideias organizadas e
  relacionadas entre si , formando um todo
  significativo capaz de produzir INTERAÇÃO
  COMUNICATIVA (capacidade de CODIFICAR E
  DECODIFICAR)
Contexto
Interligação entre informações
  anteriores e posteriores.
Intertexto
Comumente os textos apresentam
 referências diretas ou indiretas a outros
 autores através de citações. Esse tipo de
 recurso denomina-se INTERTEXTO.
Interpretação de texto
   Identificar a ideia principal do texto;

   Identificar as ideias secundárias, ou
    fundamentações, as argumentações,
    ou explicações, que levam ao
    esclarecimento das questões
    apresentadas na prova.
No vestibular o candidato
     é convidado a:
   Identificar:

É reconhecer os elementos fundamentais de uma
  argumentação, de um processo, de uma época
  (neste caso, procuram-se os verbos e os
  advérbios, os quais definem o tempo).
   Comparar:

É descobrir as relações de semelhanças ou
  de diferenças entre as situações do texto.
• Comentar:

É relacionar o conteúdo apresentado com
  uma realidade, opinando a respeito.
   Resumir:

É concentrar as ideias centrais e/ou secundárias
  em um só parágrafo.
• Parafrasear:

É reescrever o texto com outras palavras.
Exemplo de paráfrase

     O Homem Unido.

 1.   A integração do homem.
 2.   A integração da humanidade.
 3.   A união do homem.
 4.   Homem + Homem = Mundo
 5.   A macacada se uniu. (sátira)
Interpretar X Compreender
Interpretar
    Explicar, Comentar, Julgar, Tirar
     Conclusões, Deduzir.

    Tipos de Enunciados:

1.   Através do texto infere-se que:
2.   É possível deduzir que:
3.   O autor permite concluir que:
4.   Qual é a intenção do autor ao afirmar que:
Compreender
    Intelecção, Entendimento, Atenção ao
     que realmente está escrito.

    Tipos de Enunciados:

1.   O texto diz que...
2.   É sugerido pelo autor que...
3.   De acordo com o texto, é correta ou
     errada a afirmação...
Erros de interpretação
   Extrapolação: Ocorre quando se sai do contexto,
    acrescentando ideias que não estão no texto, quer por
    conhecimento prévio quer pela imaginação.

   Redução: É o oposto da extrapolação. Dá-se atenção
    apenas a um aspecto, esquecendo que um texto é um
    conjunto de ideias.

   Contradição: Não raro, o texto apresenta ideias
    contrárias às do candidato, fazendo-o tirar conclusões
    equivocadas e, consequentemente, errando a questão.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIAAULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
AULA 3 - COESÃO E COERÊNCIA
 
Coesao e-coerencia
Coesao e-coerenciaCoesao e-coerencia
Coesao e-coerencia
 
GêNero Textual Carta
GêNero Textual CartaGêNero Textual Carta
GêNero Textual Carta
 
Coesão e coerencia
Coesão e coerenciaCoesão e coerencia
Coesão e coerencia
 
Resenha
ResenhaResenha
Resenha
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
 
Resenha crítica
Resenha crítica Resenha crítica
Resenha crítica
 
Slides sobre reportagem
Slides sobre reportagemSlides sobre reportagem
Slides sobre reportagem
 
Elementos da comunicação
Elementos da comunicaçãoElementos da comunicação
Elementos da comunicação
 
Inferência
InferênciaInferência
Inferência
 
Características do anúncio publicitário
Características do anúncio publicitárioCaracterísticas do anúncio publicitário
Características do anúncio publicitário
 
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
LÍNGUA PORTUGUESA | 1ª SÉRIE | HABILIDADE DA BNCC - (EM13LP02) D15
 
Linguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação ILinguagem e comunicação I
Linguagem e comunicação I
 
Aula 02 interpretação de textos
Aula 02 interpretação de textosAula 02 interpretação de textos
Aula 02 interpretação de textos
 
1 coesão textual - referencial e sequencial
1   coesão textual - referencial e sequencial1   coesão textual - referencial e sequencial
1 coesão textual - referencial e sequencial
 
Ambiguidade
AmbiguidadeAmbiguidade
Ambiguidade
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
 
9º ano E. F. II - Interpretação de Texto
9º ano E. F. II - Interpretação de Texto9º ano E. F. II - Interpretação de Texto
9º ano E. F. II - Interpretação de Texto
 
Texto literário e não literário
Texto literário e não literárioTexto literário e não literário
Texto literário e não literário
 
Coesão
CoesãoCoesão
Coesão
 

Semelhante a Compreensão e interpretação de textos: estratégias para identificar ideias principais e secundárias

Produção de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativo
Produção de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativoProdução de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativo
Produção de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativocomplementoindirecto
 
1ª série E. M. - Interpretação de Texto
1ª série E. M. - Interpretação de Texto1ª série E. M. - Interpretação de Texto
1ª série E. M. - Interpretação de TextoAngélica Manenti
 
Produção de leituras e análise de textos
Produção de leituras e análise de textosProdução de leituras e análise de textos
Produção de leituras e análise de textosSérgio Assis
 
Análise textual
Análise textualAnálise textual
Análise textuallittlevic4
 
Apostila de portugues com nova ortografia
Apostila de portugues com nova ortografiaApostila de portugues com nova ortografia
Apostila de portugues com nova ortografiaSalomao Severo da Silva
 
Texto Dissertativo-Argumentativo
Texto Dissertativo-ArgumentativoTexto Dissertativo-Argumentativo
Texto Dissertativo-Argumentativo7 de Setembro
 
Redação: Texto dissertivo-argumentativo
Redação: Texto dissertivo-argumentativoRedação: Texto dissertivo-argumentativo
Redação: Texto dissertivo-argumentativo7 de Setembro
 
Técnicas de leitura
Técnicas de leituraTécnicas de leitura
Técnicas de leituraCláudia
 
Como escrever texto_científico
Como escrever texto_científicoComo escrever texto_científico
Como escrever texto_científicomatemagico10lula
 
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃOTipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO Sônia Maciel Alves
 
Apostila petrobras português e matemática
Apostila petrobras   português e matemáticaApostila petrobras   português e matemática
Apostila petrobras português e matemáticaRodolfo Rodrigo Acosta
 
Como fazer uma boa redação
Como fazer uma boa redaçãoComo fazer uma boa redação
Como fazer uma boa redaçãoSheila Sheilinha
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAMarcelo Cordeiro Souza
 

Semelhante a Compreensão e interpretação de textos: estratégias para identificar ideias principais e secundárias (20)

Interpretação de textos
Interpretação de textosInterpretação de textos
Interpretação de textos
 
Produção de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativo
Produção de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativoProdução de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativo
Produção de texto - Percursos da escrita - Texto argumentativo
 
1ª série E. M. - Interpretação de Texto
1ª série E. M. - Interpretação de Texto1ª série E. M. - Interpretação de Texto
1ª série E. M. - Interpretação de Texto
 
Análise de Textos
Análise de TextosAnálise de Textos
Análise de Textos
 
1 lingua portuguesa
1 lingua portuguesa1 lingua portuguesa
1 lingua portuguesa
 
Produção de leituras e análise de textos
Produção de leituras e análise de textosProdução de leituras e análise de textos
Produção de leituras e análise de textos
 
Topico_Frasal_(2).pdf
Topico_Frasal_(2).pdfTopico_Frasal_(2).pdf
Topico_Frasal_(2).pdf
 
Análise textual
Análise textualAnálise textual
Análise textual
 
Apostila de portugues com nova ortografia
Apostila de portugues com nova ortografiaApostila de portugues com nova ortografia
Apostila de portugues com nova ortografia
 
Texto Dissertativo-Argumentativo
Texto Dissertativo-ArgumentativoTexto Dissertativo-Argumentativo
Texto Dissertativo-Argumentativo
 
Redação: Texto dissertivo-argumentativo
Redação: Texto dissertivo-argumentativoRedação: Texto dissertivo-argumentativo
Redação: Texto dissertivo-argumentativo
 
PARTE 1- 1 - 153.pdf
PARTE 1- 1 - 153.pdfPARTE 1- 1 - 153.pdf
PARTE 1- 1 - 153.pdf
 
Técnicas de leitura
Técnicas de leituraTécnicas de leitura
Técnicas de leitura
 
01 lingua portuguesa
01 lingua portuguesa01 lingua portuguesa
01 lingua portuguesa
 
Como escrever texto_científico
Como escrever texto_científicoComo escrever texto_científico
Como escrever texto_científico
 
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃOTipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
Tipologia textual: DESCRIÇÃO, NARRAÇÃO, DISSERTAÇÃO
 
Apostila petrobras português e matemática
Apostila petrobras   português e matemáticaApostila petrobras   português e matemática
Apostila petrobras português e matemática
 
Resumo_e_resenha.ppt
Resumo_e_resenha.pptResumo_e_resenha.ppt
Resumo_e_resenha.ppt
 
Como fazer uma boa redação
Como fazer uma boa redaçãoComo fazer uma boa redação
Como fazer uma boa redação
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 

Último

PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 

Último (20)

PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 

Compreensão e interpretação de textos: estratégias para identificar ideias principais e secundárias

  • 2. Texto É um conjunto de ideias organizadas e relacionadas entre si , formando um todo significativo capaz de produzir INTERAÇÃO COMUNICATIVA (capacidade de CODIFICAR E DECODIFICAR)
  • 4. Intertexto Comumente os textos apresentam referências diretas ou indiretas a outros autores através de citações. Esse tipo de recurso denomina-se INTERTEXTO.
  • 5. Interpretação de texto  Identificar a ideia principal do texto;  Identificar as ideias secundárias, ou fundamentações, as argumentações, ou explicações, que levam ao esclarecimento das questões apresentadas na prova.
  • 6. No vestibular o candidato é convidado a:
  • 7. Identificar: É reconhecer os elementos fundamentais de uma argumentação, de um processo, de uma época (neste caso, procuram-se os verbos e os advérbios, os quais definem o tempo).
  • 8. Comparar: É descobrir as relações de semelhanças ou de diferenças entre as situações do texto.
  • 9. • Comentar: É relacionar o conteúdo apresentado com uma realidade, opinando a respeito.
  • 10. Resumir: É concentrar as ideias centrais e/ou secundárias em um só parágrafo.
  • 11. • Parafrasear: É reescrever o texto com outras palavras.
  • 12. Exemplo de paráfrase  O Homem Unido. 1. A integração do homem. 2. A integração da humanidade. 3. A união do homem. 4. Homem + Homem = Mundo 5. A macacada se uniu. (sátira)
  • 14. Interpretar  Explicar, Comentar, Julgar, Tirar Conclusões, Deduzir.  Tipos de Enunciados: 1. Através do texto infere-se que: 2. É possível deduzir que: 3. O autor permite concluir que: 4. Qual é a intenção do autor ao afirmar que:
  • 15. Compreender  Intelecção, Entendimento, Atenção ao que realmente está escrito.  Tipos de Enunciados: 1. O texto diz que... 2. É sugerido pelo autor que... 3. De acordo com o texto, é correta ou errada a afirmação...
  • 16. Erros de interpretação  Extrapolação: Ocorre quando se sai do contexto, acrescentando ideias que não estão no texto, quer por conhecimento prévio quer pela imaginação.  Redução: É o oposto da extrapolação. Dá-se atenção apenas a um aspecto, esquecendo que um texto é um conjunto de ideias.  Contradição: Não raro, o texto apresenta ideias contrárias às do candidato, fazendo-o tirar conclusões equivocadas e, consequentemente, errando a questão.