O homem, um ser especial

2.236 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.236
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
165
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O homem, um ser especial

  1. 1. O H O M E M, um ser especial Wéllington Nunes de Trindade wellington.consultoria@2me.com.br Igreja Batista Aliança Joinville/SC Brasil O ser humano é realmente um ser especial, ele foi criado por DEUS. O ser humanonão foi jogado do céu para a terra, ele foi criado de uma maneira muito peculiar e por ummotivo muito nobre, vamos discorrer sobre isso. Nós dificilmente vamos ver um elefante saltando de pára-quedas, ou uma moscamergulhando em águas profundas procurando petróleo ou ainda uma baleia cavando um túnelpara passar o Metrô. Somente o homem tem inteligência suficiente para desenvolver estascoisas e isso o torna diferente dos outros seres criados por DEUS. Em Gênesis 1.26 dizem as Escrituras: “Também disse DEUS: Façamos o homem ànossa imagem, conforme a nossa semelhança; e tenha ele domínio sobre os peixes do mar,sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos osrépteis que rastejam pela terra”. Depois que Deus criou os céus, a terra, as águas, as plantase os animais era necessário que alguém administrasse todo esse empreendimento e o Todo-Poderoso criou o ser humano com incumbência de cuidar da obra criada. Também emGênesis 2.15 está registrado: “Tomou, pois, o Senhor DEUS ao homem e o colocou no jardimdo Éden para o cultivar e o guardar”. Querer proteger a natureza simplesmente porque o mundo vai acabar não é um bommotivo, a motivação correta é proteger a natureza porque DEUS assim ordenou. A motivaçãodeve ser estar centrada no Criador e não na criação. No entanto, o ser humano foi criado com um propósito ainda mais nobre, mais valioso,mais importante, ou seja mais sublime, DEUS o criou para ter um relacionamento com o ele.Não qualquer relacionamento, mas um relacionamento íntimo, duradouro e que gerasse aglorificação do próprio DEUS. A palavra grega que traduzida por “Homem” (anthropos) é uma combinação depalavras, que significa literalmente “aquele que olha para cima”. Isto implica que o homempode invocar o ser superior em oração, se prostrar em atitude de reverência e depois selevantar em atitude de obediência. O Homem foi criado para a GLÓRIA de DEUS. Em Isaías 43.6-7 temos: “Direi aonorte: Entrega! E ao Sul: não retenhas! Trazei meus filhos de longe e minhas filhas, dasextremidades da terra, a todos os que são chamados pelo meu nome, e os que criei para a
  2. 2. minha glória, e que formei e fiz”. Atos17.24-29 diz ainda: “O Deus que fez o mundo e tudo oque nele existe, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãoshumanas. Nem é servido por mãos humanas, como se de alguma coisa precisasse; pois elemesmo é quem a todos dá vida, respiração e tudo mais; de um só fez toda a raça humanapara habitar sobre toda a face da terra, havendo fixado os tempos previamente estabelecidose os limites da sua habitação; para buscarem a Deus se, porventura, tateando, o possamachar, bem que não está longe de cada um de nós; pois nele vivemos, e nos movemos, eexistimos, como alguns dos vossos poetas têm dito: Porque dele também somos geração.Sendo, pois, geração de Deus, não devemos pensar que a divindade é semelhante ao ouro, àprata ou à pedra, trabalhados pela arte e imaginação do homem”. DEUS colocou no homem algo que nenhum outro ser criado tem: a capacidade depensar, raciocinar, criar. Vejamos alguns exemplos disso:  Em 585 a.C um grego chamado Thales de Mileto conseguiu prever com precisão um eclipse do sol;  Em 260 a.C, outro grego chamado Aristarco elaborou uma tese de que a Terra era um planeta que girava em torno do sol;  Em 1450, o alemão Johann Gutemberg inventou a prensa de tipos móveis que permitia a impressão de páginas em quantidade razoável e com muito boa qualidade;  Em 1896, o físico francês Becquerel descolbriu a radioatividade. São notáveis os avanços científicos da humanidade, a invenção da roda, os estudosdas ciências médicas, os avanços na química, a construção de máquinas, o domínio daenergia elétrica, a máquina de tele-transporte já existe. O homem é um ser inteligente e isso éinegável. O conhecimento científico não deve ser um fim em si mesmo, esse conhecimentodeve levar o homem a um patamar mais elevado em termos de adoração a DEUS, poisatravés do desenvolvimento científico, o ser humano pode ver e entender de maneira aindaque superficial a capacidade criativa do Todo-Poderoso. Por outro lado, acredito que DEUSdeve se sentir satisfeito quando o ser humano coloca todo o seu conhecimento e potencialcriativo recebidos DEle, em favor do seu próximo. A inteligência humana está fundamentada em DEUS. O homem é inteligente porqueDEUS lhe deu esta capacidade. Fomos feitos a Sua imagem e semelhança (Gn 1.26). DEUS criou um ser para ter relacionamento com Ele, logo o ser humano não podeviver isolado, nem do Criador e nem dos outros seres humanos, em Gn 2.18 lemos: “Dissemais o Senhor DEUS: Não é bom que homem esteja só; far-lhe-ei uma auxiliadora que lheseja idônea”, e em Gn 3.8a temos ainda: “Quando ouviram a voz do Senhor DEUS, queandava no jardim pela viração do dia...”. DEUS dotou o homem da capacidade de tomar decisões, de escolher, de agir movidopor algo, esse algo é a busca do ser humano de ser relacionar com o seu próximo (o
  3. 3. confinamento solitário é a maior crueldade que um ser humano pode sofrer), o seu próximo ésempre o parâmetro para que ele tome decisões, sejam elas boas ou ruins. O isolamentohumano não está de acordo com propósito divino. O homem foi criado para viver, a morte não faz parte do propósito de DEUS para ohomem. Onde o homem vai passar a eternidade? E essa resposta é algo pessoal de cada serhumano. Mesmo o mais cético dos homens em algum momento de crise, no momento que seacabam as suas forças, as suas dores aumentam ou já lhe falta a capacidade de vislumbrar ofuturo, ele começa a pensar na possibilidade de buscar o ser Superior. O pecado entrou na vida do ser humano e deturpou a sua motivação existencial, Gn3.17: “E a Adão disse: Visto que atendeste a voz de tua mulher e comeste da árvore que eu teordenara não comesses, maldita é a terra por tua causa; em fadigas obterás dela o sustentodurante os dias de tua vida”. Agora o homem começa a lutar pela sua sobrevivência e elecomeça a maquinar o mal, começa a desenvolver coisas para destruir os outros sereshumanos (tortura, bombas, armas de fogo), as guerras, as lutas começam a fazer parte datrajetória do homem aqui na terra. DEUS vê o homem como seu tesouro, como seu bem precioso e todos tem acapacidade de adorá-lo, porque o próprio criador assim o fez. Mesmo na condição dedesajustado por causa do pecado, DEUS espera que o ser humano retorne e o glorifique. Tg1.18 nos informa que: “Pois segundo o seu querer, ele nos gerou pela palavra da verdade,para que fossemos como que primícias das suas criaturas”. Ec 7.29 nos informa ainda: “Eis oque tão somente achei: que DEUS fez o homem reto, mas ele se meteu em muitas astúcias”.Mas em 2Pe 3.9 DEUS nos convida: “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda quealguns a têm por tardia. Ele é longânimo para convosco, não querendo que ninguém se perca,senão que todos venham a se arrepender”. Vamos voltar para o Senhor, Ele nos espera de braços abertos. A nossa real motivação para viver deve estar centrada em estarmos juntos a DEUS eao nosso próximo.Referências Bibliográficas1) Gurgacz, Glaci.; Nascimento, Zinara Marcet de A., Metodologia do Trabalho Científico com Enfoquenas Ciências Exatas, 1 Joinville: Sociesc, 2007, p. 20-22. para citação ou referência a este texto utilize TRINDADE, W. N. – O Homem, um ser especial. Joinville, Consulsoldas, 2013. Disponível em: < http://consulsoldas.blogspot.com.br/>

×