O SANGUE DE CRISTO
[Salmo de Davi para o músico-mor, sobre instrumento Gitite]O SENHOR, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome em toda ate...
A vida possui uma história. Os cientistas buscam a história doUniverso. Os historiadores a história humana. Cada ser human...
HissopoHá um ponto em que a história divina se interlaça com a históriahumana. Há um momento em que os céus de fundem a te...
Todo aquele que imagina a inexistência de Deus é um tolo. Eperecem sem glória, porque não desejaram esquadrinhar a existên...
A revelação divina nas Escrituras, a história de Cristo, o testemunhodos profetas, tudo isso é um testemunho verdadeiro. T...
6 Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teubraço; porque o amor é forte como a morte; o ciúme é cruelcom...
Os profetas apontavam para isso.Para um amor eterno que venceria a disputa com a morte.Não somente dentro das Escrituras. ...
14. Ele que nos odeia, ó terra, ele que luta contra nós, ele que éhostil para nós com sua mente e suas armas! Tu deves sub...
Nós nascemos envoltos em água e com certo derramamento desangue. Um dos sinais de que o bebê está há instantes para nascer...
assim, independente do tipo de parto, natural ou por cesariana,envoltos ou impregnados de água e de sangue. O cordão umbil...
essencial para a vida, ele possui o oxigênio que todas nossas célulasnecessitam para metabolizar energia. Há um processo c...
fazia um mês que Jacó estava na casa de Labão,A omissão intencional desta realidade no momento anterior citado épara que i...
Deus a representa do modo mais pleno através do sangue. Se seusopro concede a vida, através do sangue ela permanece. O san...
morte aparentemente reina e encobre com seu véu todas as geraçõesdaqueles que um dia viveram na terra.Desiludidos com a es...
Deus olha o sangue de Abel derramado e se horroriza. Ao menos éassim que Ele se mostra nas Escrituras. Porque é isso que E...
Pelo poder do Espírito um apóstolo de nome João verá pela primeiravez esse lugar celestial. E suas descrições nos esclarec...
portas das casas onde habitavam fossem manchadas com o sanguedo cordeiro sacrificado.A terrível noite chegou e com ela a d...
Não havia esperança para o homem, sua fragilidade, suasenfermidades espirituais, seu egoísmo e a necessidade de retribuiçã...
Mas só haveria um único modo de realizar tal coisa, de modoirremediável, mágico, transcendente.Morrendo.Quebrando.Quando J...
também reintegraria, reuniria, re-consagraria a DEUS bilhões deanjos.Quando o soldado romano fura o coração de Jesus com a...
Os céus mudaram na morte do Cordeiro.Porque o sangue fora derramado.Não entendemos ao Deus vivente como um ser que possua ...
Em nenhum outro há salvação,porque debaixo do céu nenhum outro nomehá,dado entre os homens,pelo qual devamos ser salvos.At...
O eco da voz de Jesus ainda reverberava nos corações:João 521Pois, da mesma forma que o Pai ressuscita os mortos elhes dá ...
e
Entraria no Santo dos Santos, ou Santíssimo a sala sagrada ondeficava a arca da aliança no interior do templo.O Santuário,...
concerto um pouco do sangue do sacrifício realizado no altar no átrioexterno do santuário.Somente uma única vez por ano. S...
Ainda existem hoje rituais sanguinários em religiões de origemafricana, em determinadas manifestações tribais ao redor do ...
A atividade nutre as famílias e as industrias de Faroe, a centenas deanos. Com a comunicação das ilhas ao restante da comu...
**- Os judeus há mais de 3000 anos abatem os animais no ritual denominado "kasher",por degola, sendo usadas facas longas, ...
entregasse as autoridades com planos claros de enviá-lo para amorte. Muitos foram testemunhas oculares de milagres jamais ...
ficava uma mesa onde haviam pães que eram substituídosdiariamente. E um altar onde o incenso era também acesodiariamente. ...
Então aconteceu:Chegando o dia de Pentecoste, estavam todos reunidos num sólugar. ||Português: Nova Versão Internacional||...
tornados participantes desse amor. Recebendo pela fé esse ato derenuncia, para o perdão de nossos pecados.Romanos 3:24-25 ...
Bem- Aventurados aqueles que LAVAM as suas vestes no sangue doCordeiroE outra vez:Eles os venceram pelo Sangue do Cordeiro...
Temos os efeitos LEGAIS do sangue da CRUZ e os efeitosESPIRITUAIS da VIDA de JESUS.Observação:O sangue é a VIDA de CRISTO ...
INTERNA, podemos orar usando a IMAGEM que é o sangue. MasEXTERNAMENTE, é com o uso da AUTORIDADE que temos queaprender a l...
Apocalipse 1:5 (JNT) Aquele que nos ama, que nos libertou de nossospecados pelo preço de seu sangue..Atos 2:28 (Liv) "E ag...
O sangue(1)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O sangue(1)

391 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
391
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O sangue(1)

  1. 1. O SANGUE DE CRISTO
  2. 2. [Salmo de Davi para o músico-mor, sobre instrumento Gitite]O SENHOR, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome em toda aterra, pois puseste a tua glória sobre os céus!Tu ordenaste força da boca das crianças e dos que mamam, porcausa dos teus inimigos, para fazer calar ao inimigo e ao vingador.Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelasque preparaste;Que é o homem mortal para que te lembres dele? e o filho dohomem, para que o visites?Pois pouco menor o fizeste do que os anjos, e de glória e de honra ocoroaste.Welington Corporation
  3. 3. A vida possui uma história. Os cientistas buscam a história doUniverso. Os historiadores a história humana. Cada ser humanopossui uma única e extraordinária história. Nossa história pode sercontada de diversas maneiras. Se perguntar a sua avó, a seu pai, asua irmã ou a sua mãe sobre a história de sua vida, cada um contaráfatos sobre você de uma ótica diferente, de uma visão própria,embora sejam sobre a mesma pessoa certamente poderiam serescritos quatro livros ou quatro roteiros tendo como base uma únicahistória. Depende por quem ela está sendo contada. E não seriamhistórias diferentes, seriam na verdade histórias complementares,elas se completam para contar fatos marcantes, momentosengraçados, situações interessantes ou poéticos que marcaram a suaexistência.Não se podem escrever todos os fatos sobre a vida de alguém.Porque no mesmo instante ocorrem fatos biológicos, fatos químicos,eventos elétricos e magnéticos, movimentos, palavras, pensamentos,atitudes, sentimentos, reações acontecendo do nível quântico àspequenas transformações do universo ao redor de nós. Nossa históriaúnica, se contada da primeira célula até o ultimo suspiro, faltariambibliotecas para armazená-la.Então os biógrafos quando escrevem algo a respeito de alguém nãodescrevem fatos fisiológicos que ocorrem no corpo do individuoenquanto ele sorri, enquanto ele corre. Resumem-se a dizer o que elerealizou através do uso de seu corpo, de sua voz, de seuspensamentos.A eternidade possui uma história. Igualmente Deus.AS Escrituras são uma biografia resumida dele. E do mesmo modo,resumem-se a dizer o que ele realizou através do uso de seu corpo,de sua voz, de seus pensamentos. E de centenas de testemunhas eautores diferentes.Porém para contar parte dessa história não bastaria o testemunhohumano. Seria necessário entrevistá-lo. Seria necessário conhecerfatos de seu tempo além do tempo, ouvindo coisas dele que somenteEle e os anjos poderiam saber.E é basicamente essa a proposta dos profetas.
  4. 4. HissopoHá um ponto em que a história divina se interlaça com a históriahumana. Há um momento em que os céus de fundem a terra. E demodo dramático.A ciência e a tecnologia e a utopia cientifica rangem os dentesquando o mítico deixa de ser mítico. Para o cético Deus é outra lenda,uma utopia, uma alucinação. Fruto de algum processo sociológico,uma idéia ultrapassada fruto do misticismo humano. Um conto, umafábula, um sonho, uma quimera.Porque a falsa ciência é meio-cega e bastante surda. O maligno quedela desdenha a convidou, sorrateiramente, a dançar, ainda menina.E enquanto dançava com ela a matou.O ceticismo é uma menina morta dançando de mão em mão depessoas tolas que imaginam miticamente que ela está viva.A maior de todas as mentiras é dizerem que os profetas mentiram eque não existem realidades espirituais. Juntamente com a fábula deque Cristo não ressuscitou, seguida da mentira de que ele nãoexistiu.A morte possui muitas formas de manifestar-se. E possui muitasvozes.Então essa apostila não é para os-mortos-que-dançam-com-a-menina-morta.
  5. 5. Todo aquele que imagina a inexistência de Deus é um tolo. Eperecem sem glória, porque não desejaram esquadrinhar a existênciapara conhecer os mistérios divinos.2 A glória de Deus é encobrir as coisas; mas a glória dos reis é esquadrinhá-las.Crer em quem é desleal para com a dádiva da vida é meio caminhopara a insanidade.9 Como dente quebrado, e pé deslocado, é a confiança no homem desleal, no dia daangústia.O incrédulo é desleal para com Deus. E confiar no que ele te diz trarádores ainda maiores quando o dia da angustia chegar.A alma sem fé imagina saber que sabe, pisa nos escombros de suaesperança, gritando enlouquecida. E corre apressadamente para oabismo, desejando arrastar todos consigo.Há uma porta que conduz aos mistérios da eternidade. Davi olhavaespantado os céus estrelados num tempo sem poluição. E a cantodas estrelas reverberava em seu coração.Todas as galáxias gritam altissonantemente: DEUS.È impossível ao homem que as contempla não ouvir essa voz.A não ser que ele não queira.Porque é impossível ao homem que anseia a verdade não encontra-la. Se não a achou não a amou de modo suficiente.Preferiu a meretriz chamada mentira ao amor da Sunamita, chamadaverdade...7 Tu és toda formosa, amada minha, e em ti não há mancha.9 Enlevaste-me o coração, minha irmã, noiva minha; enlevaste-me o coração com um dos teus olhares, com um dos colares doteu pescoço.10 Quão doce é o teu amor, minha irmã, noiva minha! quantomelhor é o teu amor do que o vinho! e o aroma dos teusungüentos do que o de toda sorte de especiarias!A beleza da revelação de Deus e de seu amor revelado em Cristo écomo de uma moça lindíssima por quem se está apaixonado.
  6. 6. A revelação divina nas Escrituras, a história de Cristo, o testemunhodos profetas, tudo isso é um testemunho verdadeiro. Traduzem umahistória de amor tão poderosa quanto a morte.
  7. 7. 6 Põe-me como selo sobre o teu coração, como selo sobre o teubraço; porque o amor é forte como a morte; o ciúme é cruelcomo o Seol; a sua chama é chama de fogo, verdadeiralabareda do Senhor.Havia na sala dos antigos lres dos gregos uma chama que sempreeraa mantida acesa, onde os patriarcas das famílias agiam comosacerdotes entoando canticos de adoração, crendo seremresguardados pelo poder da chama e dos espiritos dos seusancestrais. No tabernáculo as lampadas sobre o altar de ouro eramrenovads diariamente para que sua chama jamais se extinguisse.Quando o sumosacerdote entrava no santuário com a bacia desangue em suas mãos passaria diante de chamas de lampadas queestavam a séculos acesas. A chama representava em muitas culturaso amor, a paixão, o desejo, e a própria vida. No templo simbolizava apresença divina. Porque a presença de Deus é VIDA. Vida que jamaistermina. E seu amor é uma chama de fogo, uma labareda que saidele, tão poderoso como a própria morte.No filme indiano Devdas, Ashwairya apaixonada manteve umalampada acesa por todos os anos que se manteve afastada de seuamor. Porque ela ansiava um amor eterno;
  8. 8. Os profetas apontavam para isso.Para um amor eterno que venceria a disputa com a morte.Não somente dentro das Escrituras. Nos livros sagrados dos Vedas,escritos em sanscrito e 1000 anos antes que Cristo nascesse poderiaser lidoHymns of the Atharva-VedaXII, 1. Hymn to goddess Earth.14. Him that hates us, O earth, him that battles against us, him thatis hostile towards us with his mind and his weapons, do thou subjectto us, anticipating (our wish) by deed!
  9. 9. 14. Ele que nos odeia, ó terra, ele que luta contra nós, ele que éhostil para nós com sua mente e suas armas! Tu deves submete-lopara nós, antecipando (nosso desejo) através de escritura!O antigo a terra aponta alguém que odeia o ser humano, que anseiaa guerra, que necessita ser SUBMETIDO, dominado, vencido. E queisso poderia acontecer se a posse da terra fosse antecipada atravésde uma escritura. Se houvesse um documento de valor eterno que oimpedisse sua hostilidade. O texto é tão espantoso que é quase comose lessemos as Escrituras.Hissopo
  10. 10. Nós nascemos envoltos em água e com certo derramamento desangue. Um dos sinais de que o bebê está há instantes para nascer éo rompimento do saco aminiótico, uma bolsa cheia de liquido que oenvolve.O liquido aminiótico é importante porque:O líquido amniótico envolve o bebê durante todo o seudesenvolvimento, dentro do saco amniótico, também conhecido comobolsa d água. Ele serve para:• Amortecer choques e movimentos bruscos.• Impedir que o cordão umbilical seja comprimido, o que prejudicariao fornecimento de oxigênio para o bebê.• Manter uma temperatura constante dentro do útero.• Proteger o bebê contra infecções.• Permitir que o bebê se movimente, desenvolvendo os músculos e osossos.• Ajudar na formação do sistema digestivo e respiratório, já que obebê "inspira" e "expira" o líquido, e o engole, eliminando-o na formade urina.A mãe literalmente verte água, quase 1 litro, quando a criança nasce.Independente do tipo de parto sempre haverá sangramentos emvirtude da separação e expulsão da placenta. Todos nós nascemos
  11. 11. assim, independente do tipo de parto, natural ou por cesariana,envoltos ou impregnados de água e de sangue. O cordão umbilicalainda mantém cerca de 70 ml de sangue, que inclusive hoje faz partede uma grande polemica pelo interesse e mesmo compra do mesmode várias instituições, privadas e publicas, tendo em vista ser rico emcélulas tronco, podendo ser conservado por cerca de vinte anos eainda manter suas propriedades regenerativas. As células tronco sãoaquelas que tem o poder de se transformar, em tese, em qualquertipo de tecido humano.O sangue é um tecido orgânico, vivo, um tecido liquido, sem o qual éimpossível viver. Através dele todas as células do nosso organismorecebem nutrientes, e eliminam as toxinas. Ele transporta hormônios,os remédios, o oxigênio, controla a temperatura corporal. O sangueé continuamente bombeado, por todo o tempo de nossa existênciaatravés de nosso corpo através do coração. O coração é uma“bomba” muscular complexa de cerca de 300 gramas. Durante os 70anos que dura em média uma vida, o coração bate mais de 2,5bilhões de vezes, a um ritmo médio de 70 pulsações por minuto, ebombeia 224 milhões de litros de sangue para o corpo de um homeme mais de 295 milhões para o de uma mulher (as mulheres têmesperança de vida maior). Nossa bomba vital movimenta oequivalente a 435 toneladas de sangue até que, enfim, pare defuncionar. m coração normal bombeia 70 ml por batida. Umbatimento cardíaco normal é de 72 batidas por minuto. Portanto, umcoração médio bombeia 5 litros por minuto. Em outras palavras,bombeia 7.200 litros por dia, quase 2.628.000 litros por ano ou184.086.000 litros até os 70 anos de idade. Na terceira semana aindana fase embrionária o feto terá três camadas principais de onde seoriginarão todos seus tecidos. E já existirá uma circulação sanguíneae um coração, um fluxo de sangue distinto de sua mãe. A concepçãohumana é algo fantástico. Duas células oriundas de dois seresdiferentes se fundirão, óvulo e zigoto, se combinarão somandoestruturas que contém trilhões de informações, que denominamos deDNA, para fazerem surgir um novo ser. Tudo que o futuro corpo setornará está escrito num pequeno trecho de matéria orgânicasomente visível com um poderoso microscópio. As duas primeirascélulas que formarão o ser humano se dividirão até formaremmilhares. E essas milhares, similares aquelas das quais se dividiramnum dado instante, darão origem a células diferentes do que elassão. A criação dos tecidos e sua especialização é algo decomplexidade não desvendada pela ciência humana. Em três ouquatro semanas já haverá, um coração pulsando e um sistemacirculatório com células sanguíneos. Ainda não existem pulmões,baço, fígado ou rins, mas já existe sangue no futuro ser humano.Quando o fluxo sanguineo é cortado para algum órgão ou membro,este imediatamente começa a morrer. O ar que respiramos é
  12. 12. essencial para a vida, ele possui o oxigênio que todas nossas célulasnecessitam para metabolizar energia. Há um processo continuo nointerior das células que transforma glicose através do oxigênio emenergia. A respiração celular é uma das bases da vida. E quemconduz a glicose e o oxigênio até as células é o nosso sangue. Osangue é quem comunica a respiração ao corpo. Dois processos,respiração e sangue se completam para gerar condições de vidaorgânica. Ele é o meio termo entre os elementos e nosso organismo.O meio de transporte que encaminha as proteínas, a água, osminerais e elementos da terra na qual vivemos que farão parte dostecidos após absorvidos e transformados.Os antigos egípcios deram a base para o desenvolvimento damedicina grega entendiam a importância do sangue.O autor do Papiro de Smith possuía até uma vaga ideia do sistemacardíaco Desenvolveram a sua teoria de "canais" que transportavamar, água ou sangue através do corpo em analogia com o rio Nilo: seestagnava, as colheitas perdiam vitalidade; e aplicaram este princípioao corpo: se a pessoa adoecia usar-se-ia laxantes de forma adesbloquear os "canais".[3]O sangue é vida, em essência. Sua perda ou derramamento anunciaa morte. Quando Abel é assassinado pelo seu irmão Deus falou que osangue de Abel absorvido pela terra clamava a Ele.Gênesis 410Disse o Senhor: O que foi que você fez? Escute! Da terra osangue do seu irmão está clamando.11 Agora amaldiçoado é você pela terra[18], que abriu a boca parareceber da sua mão o sangue do seu irmão.No sangue do jovem assassinado havia uma voz, um profundosignificado.Retornando ao instante em que Eva é conduzida até Adão, eleexclama: “Ossos dos meus ossos, carne de minha carne”.Estranhamos o fato de ele não ter dito sangue de meu sangue. Emtodas as expressões semelhantes ocorridas nos anos posteriores,ainda no relato de Genesis, a descendência será denominada sangue.Labão exclamaria a Jacó:Gênesis 2914 Então Labão lhe disse: “Você é sangue do meu sangue[98]”. Já
  13. 13. fazia um mês que Jacó estava na casa de Labão,A omissão intencional desta realidade no momento anterior citado épara que imaginemos que Adão não conhecia ainda o sangue porquenão o havia contemplado, porque até aquele momento não se ferira.Ou porque não compreendia seu significado.A primeira vez que o sangue será visto nas Escrituras será na mortede um irmão através de seu irmão. Na perda de uma vida. Nopróximo momento quando o termo for anunciado será atrelado parasempre a este significado.Gênesis 94 Mas não comam carne com sangue, que é vida.A palavra VIDA no original em hebraico é nefesh. Diversas vezestraduzidas na Escrituras como sinônimo de ALMA.Gênesis 46:26 Todas as almas que vieram com Jacó ao Egito, quesaíram dos seus lombos, fora as mulheres dos filhos de Jacó, todasforam sessenta e seis almas.Quando Deus se aproxima de Adão, ainda sem vida, sopra-lhe asnarinas e concede a ele uma alma. Concede-lhe uma nefesh outorna-o uma nefesh, um ser vivente.‫נפש‬ nepheshA palavra VIDA é invariavelmente NEPHESH. Quando é dito que aVIDA está no sangue é escrito, a nephesh está no sangue.Gênesis 27Então o Senhor Deus formou o homem[8] do pó da terra esoprou em suas narinas o fôlego de vida, e o homem se tornouum ser vivente.A identidade estava determinada, uma eterna relação vida/sangue. Avida é algo assombroso e manifesta no nosso mundo de inúmerosmodos. Não definimos vida, mas a vemos, ainda que invisivel,manifesta de milhões de maneiras e ainda assim a reconhecemos,seja no vôo de um gavião, no salto de uma baleia, na corrida de umantílope, no urro de um leão. Percebemos sua presença quandoabraçamos um filho, uma esposa, um amigo.
  14. 14. Deus a representa do modo mais pleno através do sangue. Se seusopro concede a vida, através do sangue ela permanece. O sangue éentão a escolha divina para representar a vida. Porque dela, tãocerto como do ar, necessitamos para viver.A violência humana é representada pelo derramamento do sangue.Todas as grandes matanças foram produzidas pelo ódio, pelo desejode dominar, pelo desrespeito a vida. Nas duras batalhas daantiguidade os locais de batalha se enchiam de sangue derramado.Vivemos num mundo onde milhões de indivíduos foram ceifados davida de um modo violento.“rios de sangue”, “sangue suor e lágrimas”, “sangue inocente”,“sangue derramado”, “a preço de sangue”, “ a sangue frio”, “sede desangue”.A morte cessa os sonhos, os planos, cessa a vida, destrói apersonalidade, a essência do ser, o som de sua voz. A morte cala,silencia os seres. A morte cessa os sentimentos, o movimento, aação.O desejo da vida que não cessa, da vida eterna está presente emtoda a história humana. O TAJ MAHAL é um monumento grandioso asaudade de um homem de sua esposa, erigido a cerca de 400 anos.Os heróis gregos, assim como os vikings desejavam serrememorados, relembrados por suas façanhas para perpetuar seunome pelas gerações futuras. Assim milhares de soberanos e nobresrealizaram obras suntuosas, magníficas, tais como as pirâmides doEgito, os palácios da Índia, enterros e obras monumentais erigidasem todo o mundo no intuito de perpetuidade. As múmias de váriasculturas eram tentativas de evitar a decomposição do corpo, naesperança que um dia esse corpo pudesse voltar a vida. Nos diasatuais milhares pagam por camaras de criogenia na esperança queseus corpos preservados possam um dia tornar a viver com osavanços da ciência e da medicina.Mas a morte cessa o homem, dissipa o sopro original, destrói anephesh.Para haver vida eterna necessário seria que o sangue jamais deixassede fluir, ou correr, por canais que jamais degenerassem num ser quejamais parasse de respirar. Mas tal coisa é impossível ao ser humanoatual, no universo em que vive, onde as coisas se degeneram, onde a
  15. 15. morte aparentemente reina e encobre com seu véu todas as geraçõesdaqueles que um dia viveram na terra.Desiludidos com a esperança da continuidade na terra os homenssonharam então com outros lugares, outras dimensões ondepudessem viver sem a dependência de um corpo. Sem a necessidadedo sangue. Ou da respiração.Mas é impressionante como a vida é refletida nesse dois atos, napulsação de um coração e na respiração. Não há cenário espiritualque reflita a vida de modo pleno, sem o direito a respirar ou ao calorde um corpo irrigado pelo sangue.O homem ânseia a vida como anseia o ar que respira. A vida é umbem preciosismo. Porque para nós ela representa basicamente tudo.Porque sem ela nada existe.Nós mostramos em nós mesmos o apego ao sopro e ao sangue, odesejo de viver para sempre. Há um eco desse clamor em nós,presente a cada vez que presenciamos a perda de alguém. Nosindignamos quando uma bala perdida encontra uma jovem mãe, nosrevoltamos quando alguém entra armado numa escola e impede quecrianças possam ter livre curso em suas vidas. Nós não queremosque a vida cesse.Porque a terra clama ainda pelo sangue derramado de Abel. E juntodela, nós. A morte é nossa inimiga.Somos companheiros da indignação divina. Nós nos colocamosimediatamente do lado do senhor no Éden, nunca ao lado de Caim.Seu clamor se confunde com nosso pensamentos: PORQUE VOCE FEZISSO CAIM? Porque você matou a vida?Essa indignidade é refletida nas palavras de Deus que contém omaior dos mistérios.DEUS INDIGNADO COM A MORTE.SE é DEUS que criou a morte, afinal ele não é o criador de tudo?Porque então está INDIGNADO?Começa aqui a apresentação do maior mistério do universo,escondido do homem desde que o primeiro abriu os olhos pelaprimeira vez.Para entender o mistério do sangue e da vida, é necessário viajarpelo tempo, indo além do tempo através de uma janela abertaatravés do único poder no universo capaz de nos conduzir até lá. Arevelação divina. Necessito dos olhos de testemunhas nascidas oucriadas antes do inicio dos tempos. Necessito olhar a eternidadeatravés dos olhos de Deus.Mas antes estar de pé diante da mancha de sangue aos pés doCriador, na terra recém-criada.
  16. 16. Deus olha o sangue de Abel derramado e se horroriza. Ao menos éassim que Ele se mostra nas Escrituras. Porque é isso que Ele querdemonstrar;Esse eco no coração de Deus é discernido por toda a Criação. Algunsa recebem com alegria e outros com tremendo pesar; Os que arecebem com alegria são os tremendos poderes de trevas e forçasespirituais da maldade presentes e coniventes com o crime cometido.Dois pais ainda serão avisados da perda de seu segundo filho. E nãoserá Caim que os avisará.Quero retornar um pouco mais no tempo. Quando seres de poderespantoso foram concebidos, formados por Deus e comissionadospara realização de suas grandes obras.A vida multiforme já enchia lugares por nós desconhecidos. Um tipode vida superior a todo tipo de vida existente no mundo. Um tipo devida transcendente, poderoso, a vida manifesta nos anjos, querubinse arcanjo. Só há um tipo de vida mais espetacular em todo oUniverso, é a vida de um Espírito Eterno, a vida do ser que criou osanjos, a vida primordial. Uma vida tão elevada quanto misteriosa,inconcebivel, que nós não compreendemos por não sermos capazesde compreender. Um vida eterna, de um ser imortal, que diferentedos demais que já possuem tal imortalidade, nunca teve um inicio ejamais terá fim.Deus reuniu seu exército de seres transcendentes numa região quenão é perscrutável através de instrumentos humanos, de nossaciência, de nossa tecnologia. Um lugar tão excelso que também não éatingido espiritualmente. Inacessível, invisível e pleno de suapresença. E ali nesse lugar sagrado, no interior de um outro universo,Ele instalou coisas, coisas santas, ele colocou construções e peças decoisas que ainda sequer haviam sido imaginadas. É dito nasEscrituras que no lugar onde Deus habita de modo pleno, ou onde elese manifesta em toda sua majestade e glória, existe um santuário.Jesus afirmou um dia que a casa de seu Pai possuía muitas moradas.Mas dentre elas, um lugar especial foi escolhido e separado parainstalar uma igreja celestial, dar inicio a um culto antes donascimento da terra. Nos é revelado que essas coisas tinham formasdefinidas, um altar, um castiçal, uma arca semelhante ao ouro compequenas formas dos querubins reais. Nos é declarado que naeternidade havia uma tenda. E dentro dela coisas que um dia serãocopiadas para serem utilizadas na terra.Só saberemos de sua existência depois que o Espírito de Deus fossederramado sobre a Igreja de Cristo, quando se cumprisse pelo poderde uma outra realidade absoluta chamada Profecia:Joel
  17. 17. Pelo poder do Espírito um apóstolo de nome João verá pela primeiravez esse lugar celestial. E suas descrições nos esclareceramprofundamente.Quando dois mil anos antes do revelação do Apocalipse Moisés subirao monte Sinai que parece estar pegando fogo ao longe como umvulcão em atividade, ele receberá de anjos visões claras destesobjetos preexistentes e anteriores ao ser humano.João nos dará em Apocalipse pequenos flashes de coisasextraordinárias e detalhes reveladores. Anjos vestidos com vestessacerdotais ministram num santuário não construído por mãoshumanas!Então o véu de mistério começa a se rasgar.Exatamente como no dia em que Jesus morreu.Deus ainda diante do sangue de Abel derramado no chão, mas acimade sua cabeça, no lugar de onde veio visitar o jardim, há umsantuário que é similar ao que um dia será revelado a Moisés.Abel havia morrido, mas antes dele, antes de nascer seu pai, umritual eterno repetia no meio de lugares celestiais uma representaçãode algo de dimensões desconhecidas;Os anjos ministravam coisas que não entendiam e repetiam gestos einstruções sobre coisas misteriosas a eles mesmos. Os anjosrepresentavam a futura morte de seu Senhor;Por quase dois mil anos um tabernáculo na terra será reverenciadocomo um lugar de culto com a repetição de um único grande refrão.Em cada holocausto, em cada sacrificio, em cada ovelha, bode,bezerro e novilha morta: Sem sangue derramado, não haverápurificação dos pecados.Por muito tempo essa realidade foi celebrada, relembrada, instituidasobre artefatos que traziam a imagem de coisas celestiais.O tabernáculo gritava e ecoava: Sangue.Quando o povo de Israel estaava cativo do Egito, dois grandes sinaisforam dados que envolviam sangue. Na época a medicina incipienteacreditava que o fluxo sanguíneos no corpo se assemelhava ao Nilo. Eo Nilo fora tornado em sangue pelos prodígios realizados por Moisés.Na noite anterior ao décimo prodígio for instituída a mais sagradainstituição israelita. A páscoa. Eles mataram e prepararamapressadamente um cordeiro, e a ordem expressa para protegê-losda terrível mortandade que estava por vir era que as travas das
  18. 18. portas das casas onde habitavam fossem manchadas com o sanguedo cordeiro sacrificado.A terrível noite chegou e com ela a devastação de uma geração deegípcios. Logo após eles atravessam a pé secos um inusitado meio desalvação, que também simbolizaria uma a travessia através dosangue. Porque esse é o significado do mar vermelho.Quando os israelitas atravessam o mar vermelho um grupo de anjosministra num santuário invisível, ainda antes da primeira vez que otabenáculo for erguido.A morte é uma realidade universal. Para seres humanos. Não paraanjos ou para um Deus que vive para todo o sempre. Mas o pecadohumano não lhe permite permanecer ligado a fonte da VIDA que éDeus;O pecado transformou a vida humana. Tirou dela a eternidade e lheconcedeu a mortalidade. O pecado mata. Um poder tão hediondo emaligno que fez cessar na humanidade a sua eternidade.Se Adão e Eva não tivessem pecado, viveriam para sempre. Outeriam acesso a poderes que lhes permitiriam ser renovados parasempre.Só há um modo de conceder a eternidade ao homem. Só há um meiode transformá-lo, de transmutá-lo, de regenerá-lo.Deus não teria como impedir a morte do homem se ele pecasse.Porque ELE MESMO DECRETOU. Porque LEIS ESPIRITUAIS ETERNASFORAM QUEBRADAS. Porque O KARMA assim exigiria. A lei espiritualda retribuição. Tudo que o homem plantar assim ceifará; Karma é umantigo conceito oriental, tanto no Budismo como nas escriturasVédicas que retrata a imutabilidade de que o universo devolve aohomem o bem ou o mal que este realizar invariavelmente; Por issocreêm no reincarnacionismo. Como poderia um assassino não pagar aperda de uma vida com a própria vida? Como poderia alguém evoluirespiritualmente sem antes cumprir na terra os atos necessários pararedimir suas faltas?Estamos diante do sangue de Abel. Estamos diante de um Deusindignado. Quero que você veja o sangue no chão. Quero que vocêlevante seus olhos e olhe agora na direção que Deus está olhando.Seu olhar atravessa o tempo e a eternidade;E para numa cruz onde um inocente está morrendo. Seu nome éJesus;No dia em que Jesus morreu toda a eternidade parou. O ministériocelestial parou.
  19. 19. Não havia esperança para o homem, sua fragilidade, suasenfermidades espirituais, seu egoísmo e a necessidade de retribuiçãodas faltas cometidas. Mas, além disso, para que o homem pudesseviver eternamente ele necessitaria ser PURIFICADO.De que adianta viver a eternidade com o coração cheio de amargura,rancor ou desamor? De que adianta conceder a vida a uma lamadistorcida, entristecida, avarenta, rabugenta? O ser humano écarente de virtudes, é cheio de paixões e vaidades, fraquezas moraise vícios da alma. Seu coração de dia e de noite é inclinado a realizarcoisas ruins.É diante deste dilema que Deus está aos pés do corpo enterrado deAbel. Sim. Caim o escondeu. Somente as marcas do sanguepermaneciam visíveis.Como REDIMIR CAIM?E todos os outros que agiriam com a mesma perversidade?Como transformar o coração humano, como influenciá-lo, comoretirar o homem do domínio do pecado?Tudo isso estava em curso antes do ser humano vir a existir.Sim, Deus conhecia o poder do maligno e a força do pecado. E quesomente uma coisa no universo poderia redimir leis espirituais eeternas quebradas. Uma Lei superior.AS LEIS DIVINAS PROCEDEM DE DEUS;Que lei pode ser maior do que as leis que emanam de Deus?Uma única.Algo tão transcendente e tão maravilhoso que está acima de todas asleis do universo. Um principio primordial. Uma Lei acima de todas asleis. Duas na verdade.A lei do Amor e a Lei da VIDA.Paulo as denominou, Lei do Espírito e Vida.Porque Deus é maior que todas as suas leis. E sua VIDA é e sempreserá o maior poder, a mais sublime força de toda a esfera daexistência. Maior que todos os anjos, maior que todas as realidades.Sua VIDA; SUA VIDA;Propôs então algo monstruoso, inacreditável e louco. Tão assombrosoque os anjos cantariam em regozijo, e permaneceriam mileniosdeclarando o absurdo de sua santidade;Ele compartilharia sua ESSENCIA, sua NATUREZA e sua VIDA com ohomem.
  20. 20. Mas só haveria um único modo de realizar tal coisa, de modoirremediável, mágico, transcendente.Morrendo.Quebrando.Quando Jesus morre há num santuário gigantesco, no milenar templode Salomão reformado um imenso véu. Possui cerca de 12 metros dealtura e cerca de 200 kilos. Possui quatro grossas camadas e só podiaser erguido com auxilio de carroças e cavalos. Quando Jesus morre ovéu que separava o Santo lugar do atrio externo é rasgado de alto abaixo diante de 3000 pesssoas;Interessante como nas escrituras sagradas escritas em Sânscritoficou bem definida a personificação do destino. Assim como noXintoísmo, no Taoísmo, em milhares de filosofias orientais. Mas oevangelho de Cristo aponta para um ato capaz de mudar não só odestino de um individuo, antes o destino de todos.Um ato que envolvia sangue. A proposta de Deus diante do sanguede Abel significará um segundo derramamento de sangue, que domesmo modo embeberia novamente a terra.A terra seria curada pela morte de Cristo.Não somente a terra.Não somente a terra.O pecado que manifestou-se na terra contaminou antes aos céus. Opecado não se inicia na terra. Nem a morte. Eles nascem no coraçãoda eternidade, lá onde os anjos hoje habitam.Anjos pecariam. O mistério da transformação interior de seressuperiores ao ser humano, mais poderosos e sublimes, conduzindo-osa pecar nunca foi revelado ao ser humano.Jamais entenderemos como um ser perfeito como um querubimvivendo num lugar absolutamente incontaminado, se contaminou.A destruição da santidade angelical é incompreensível para nós.Uma das coisas. Porque existe um segundo mistério. Aquilo que fezanjos pecarem não afetou a toda a comunidade. Uns escolheram nãopecar, do mesmo modo, voluntariamente.O poder maligno manifesto foi poderoso o suficiente para afetar aosanjos e ao mesmo tempo incapaz de fazer com que todos caíssem.O mistério da Vida que Jesus derramaria se estende até os céus. Osangue derramado atingiria pela magnitude de sua importância todasas esferas da existência. Jesus salvaria o homem pelo seu gesto, mas
  21. 21. também reintegraria, reuniria, re-consagraria a DEUS bilhões deanjos.Quando o soldado romano fura o coração de Jesus com a lança paraverificar se já havia morrido, João que observa próximo vê saindouma grande quantidade de sangue misturada com o que ele imaginaser água. Algumas teorias médicas surgiram para explicar de ondeteria vindo a água, como por exemplo, de seus pulmões perfuradostambém pela lança para atingir o coração. Independente de suaorigem, é isso que João ver jorrar. Porque a morte de Jesus seriaconsiderado pelo próprio Cosmos como um trabalho de parto.Isaías 4214Fiquei muito tempo em silêncio, e me contive, calado. Mas agora, como mulher em trabalho departo, eu grito, gemo e respiro ofegante.Algo ocorreu, uma nova ordem nasceu no instante em que Jesusmorreu. Sua morte afetou os reinos espirituais, as potestades, ospoderes e as soberanias, a estrutura espiritual do universo mudara.Colossenses 1:19-23 (NVI) Pois foi do agrado de Deus quenele habitasse toda a plenitude, e por meio dele reconciliasseconsigo todas as coisas, tanto as que estão na terra quanto asque estão no céu, estabelecendo a paz pelo seu sanguederramado na cruz.Jesus mudava a história humana e a história celestial. Nãoentendemos como o tempo atua nos lugares celestiais. A únicareferencia a isso é um texto profético que declara que “Mil anos sãopara Deus como um dia, do mesmo modo que um dia se assemelhama mil anos” mas independente do modo como operam relógios nocéu, sua história mudou.Os céus, os lugares celestiais foram mudados pela morte do Cordeirode Deus que tira o pecado do mundo.Seiscentos anos antes de Jesus morrer um profeta de nome Ezequielvê a seres celestiais chamados de Querubins e eles são compostos,cada um deles com a face de uma águia, de um novilho, de um leão edo rosto de um ser humano.Trinta anos após a ressurreição de Jesus quando João recebe a visãodas coisas celestiais os querubins já não possuem tal composição.Eles sofreram uma transformação. Os querubins vistos por Joãopossuem cada um uma única face.
  22. 22. Os céus mudaram na morte do Cordeiro.Porque o sangue fora derramado.Não entendemos ao Deus vivente como um ser que possua umcoração, que bombeie sangue ou que respire.As Escrituras não revelam quase nada a respeito dos corpos dosseres celestiais e muito menos sobre o corpo divino. Mas uma coisanos é dita, as Escrituras declaram que Deus respira.Mesmo que seja um corpo espiritual, nesse corpo celestial a VIDA érepresentada por sua respiração. Mesmo que ele não necessiterespirar para viver.Mas através de Cristo Deus representaria seu sangue. Tomando umcorpo da humanidade, em Cristo Deus caminhava no meio dahumanidade. Cristo reúne o mistério divino da manifestação plena deDeus na terra. Para ser rejeitado, para ser humilhado, para ser traídoe para ser morto.As Escrituras Védicas declaram que a manifestação divina veioatravés de diversos homens santos a que denominou de avatares.Creio em Deus levantando homens espirituais em diversos lugares daterra, pessoas de caráter e de consciência tremenda.Mas nenhum deles, por mais plenos e espirituais que fossem secomparam a Cristo. Se houve um profeta que tenha se manifesto aospovos da antiguidade e as nações, mesmo em nosso tempo, somenteum poderia te-lo enviado.Cristo.Nenhum deles ao morrer libertou o ser humano da morte. Nenhumdeles ao ter seu nome pronunciado influencia no reino espiritual comdomínio, com poder e com Autoridade.Os demônios não respeitam e nem consideram a nenhum outrohomem. Porque a nenhum outro nome foi outorgado tamanho Podere tamanha Autoridade.E chegando-se Jesus ,disse: É me dado TODO o poder no céu e na Terra,Mt 28:18Nem mesmo anjos superiores ao homem receberam um nome tãomaravilhoso como Cristo recebeu.Jesus herdou um mais excelente nome do que os anjos. Hb 1:4Nenhum outro homem recebeu um nome com o poder de salvar aalma de outro homem.
  23. 23. Em nenhum outro há salvação,porque debaixo do céu nenhum outro nomehá,dado entre os homens,pelo qual devamos ser salvos.Atos 4:12Romanos 1411Porque está escrito: “ “Por mim mesmo jurei”, diz o Senhor, “diantede mim todo joelho se dobrará e toda língua confessará que souDeus”” [89].Filipenses 210para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, nos céus, na terra edebaixo da terra,Por que Jesus não era um avatar. Era muito mais que isso.Por milhares de anos anjos proclamaram num lugar celestial, paraeles mesmos, o dia do calvário. Por cerca de 1400 anos o tabernáculoe depois dele o templo de Salomão profetizaram o momento doCalvário.A VIDA que corria em CRISTO era a mais sobrenatural de todas asvidas. Ele possuía mais do que uma simples alma humana.Mateus 115os cegos vêem, os aleijados andam, os leprosos[52] são purificados, os surdos ouvem, os mortossão ressuscitados, e as boas novas são pregadas aos pobres;O poder que lhe foi outorgado era além da imaginação e antes delenenhum homem jamais realizou tais feitos. Nenhum profeta,nenhum sacerdote, nenhuma pessoa cheia de fé. O PODER doEspírito sobre ele era ilimitado. Porque a VIDA que nele havia erainigualávelmente PURA.Porque nele não havia PECADO.Todos os homens que morreram na terra possuem uma naturezapecaminosa. A mais angelical criança, o mais santo homem vivendonão se compara a pureza e a santidade existente em Cristo. Jesus eramais santo que as crianças que abençoava. A vida que havia nele eratão espetacular que não foi contaminada pela natureza humana.Antes, sua Vida contaminou a natureza humana.Do meio dia até as três horas da tarde os céus escureceram sobreJerusalém. Anoiteceu em pleno dia.No instante em que Jesus morreu houve um terremoto sentido emtoda a região da Judéia. Um cemitério que ficava em Jerusalém foiextremamente sacudido, de tal modo que piras funerárias caíram nochão e sepulcros centenários tiveram suas portas arrancadas.
  24. 24. O eco da voz de Jesus ainda reverberava nos corações:João 521Pois, da mesma forma que o Pai ressuscita os mortos elhes dá vida, o Filho também dá vida a quem ele quer.25Eu lhes afirmo que está chegando a hora, e já chegou, em queos mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e aqueles quea ouvirem, viverão.No sepulcro semidestruido o impossível aconteceu. Um relatosobrenatural, de um evento de proporções indiscritiveis registradosomente num dos evangelhos.Mateus 2752Os sepulcros se abriram, e os corpos de muitos santos quetinham morrido foram ressuscitados.53E, saindo dos sepulcros, depois da ressurreição de Jesus,entraram na cidade santa e apareceram a muitos.O universo foi impactado com a morte de Cristo. De maneirairremediável.Uma vez por ano o sumo sacerdote
  25. 25. e
  26. 26. Entraria no Santo dos Santos, ou Santíssimo a sala sagrada ondeficava a arca da aliança no interior do templo.O Santuário, tenda da congregação ou tabernáculo possuía duasgrandes cortinadas. Uma ficava na entrada do Santuário e outraantes do santíssimo.Uma única vez por ano ultrapassavaria segunda cortinada entrandonum lugar de completa escuridão, derramava sobre a arca do
  27. 27. concerto um pouco do sangue do sacrifício realizado no altar no átrioexterno do santuário.Somente uma única vez por ano. Somente o sumo sacerdote.As representações divinas no Velho Testamento não são muitoagradáveis aos olhos do homem moderno alimentado a base de muitafilosofia grega.
  28. 28. Ainda existem hoje rituais sanguinários em religiões de origemafricana, em determinadas manifestações tribais ao redor do mundo.Para a criança criada num mundo de comida industrializada, a visãode sangue de animais sendo derramado é assunto de grandesabatedouros, ou documentários do Discovery Channel sobre caçada abaleias, ou atividades de caça de golfinhos nas costas da Noruega.
  29. 29. A atividade nutre as famílias e as industrias de Faroe, a centenas deanos. Com a comunicação das ilhas ao restante da comunidadeeuropéia ONG`s lutam para a diminuição da dependência destaatividade pesqueira. Muitas criticas foram feitas aos jovens de Faroe,acusando-os de realizarem rituais de passagem, coisas do gênero, oque não é verdade. Não é um esporte, é ainda hoje a base desobrevivência de diversas famílias de Faroe.Mas ver o MAR VERMELHO nos enche de indignação. Mesmo nãosendo sangue de um ser humano.O tabernáculo viu rios de sangue. Contudo, não tanto quanto denossos abatedouros. São milhares de litros de sangue derramados.No Brasil No Brasil eram abatidos, anualmente em 1992:- 13 milhões de bois.- 10 milhões de porcos- 943 milhões de aves.(Dados publicados pela Revista Veja de 18 de Março de 1992)E muitos são abatidos com requintes de crueldade. Até cavalos.Claro que existem práticas mais humanas no abate de animais.
  30. 30. **- Os judeus há mais de 3000 anos abatem os animais no ritual denominado "kasher",por degola, sendo usadas facas longas, bem afiadas: o golpe tem que ser certeiro,cortando carótidas, jugular, esôfago, traquéia e nervos - tudo sob a assistência de umrabino, que aprovará ou não o aproveitamento da carne.Mas esses milhares de litros não nos trazem, na sociedade moderna,nenhum ensinamento. Só desencanto, só a lembrança de que nós sóvivemos através de sua carne. Se os animais do mundo morressem,a fome mataria mais de 3 bilhões de seres humanos em poucassemanas.Aquilo que os sacrifícios do tabernáculo declaravam ao vento, e quenós não vemos, acontece milhares de vezes todos os dias em todo omundo.E diante dos olhos dos adolescentes até sua velhice a imagem fixa danecessidade do sangue. Como uma indicação, como um sinal, comoum alerta.O sangue simbolizava VIDA e por milhares de anos os israelitasentenderam que só poderia haver perdão dos pecados, se houvessederramamento de sangue.Uma sombra, até que ocorresse o supremo sacrifício.A morte de Jesus foi um ato de traição. Ele é morto pela traição deum amigo. Note que Jesus não foi amarrado num altar e nenhumsacerdote pegou um cutelo com uma oração oferecendo-o como“cordeiro que tira os pecados” num ato sacerdotal.A morte de Jesus foi um ato de coragem, fruto de um julgamentocorrompido, porque os sacerdotes odiaram sua posição contra ausura. Odiaram sua sabedoria que os calava continuamente.Os sacerdotes da época de Jesus, Caifas e Anãs eram falsários. EmJerusalém nos tempos de Jesus seu autor cita a possibilidade delesterem comprado linhagens genealógicas falsas para seremconsiderados pertencentes a tribo de Levi e por conseqüência aptos aexercer o sacerdócio. Transformaram dois mil anos de história numcomércio onde até as ofertas eram negociadas com em bazaresárabes dentro do próprio templo.O sacrifício de Jesus é um ato de amizade deliberado, sendoconsiderado como um sacrifício pelo fato dele de antemão entenderque a rejeição de seu amor o levaria até o patíbulo, no caso umacruz.Os grupos religiosos que cercavam ao sacerdócio corrompido eramtão perturbados, tão contaminados, tão distorcidos a nível moral eespiritual que criaram uma situação para apedrejar uma moça nafrente de Jesus. Eles pagaram para que um dos discípulos o
  31. 31. entregasse as autoridades com planos claros de enviá-lo para amorte. Muitos foram testemunhas oculares de milagres jamais vistosna terra. Um homem cego de nascença curado é expulso da presençadeles porque os acusou de incredulidade. Não era somenteincredulidade, era a rejeição de coisas de valor inenarráveis paramanter o status quo. O ser humano não lhes importava mais quesuas posições eclesiásticas, a verdade era somente uma questão amenor. Jesus havia respondido questionamentos que há mais de 100anos os círculos de teologia de sua época questionavam. Mas nem osmilagres, sinais e maravilhas, nem sua sabedoria e nem seuevangelho poderosíssimo o impediram de ser odiado.Jesus usará a CRUZ. A cruz será seu grande triunfo. Todos nósmorremos sem poder transmitir a fagulha divina que há em nós paraoutro ser humano. Não podemos criar a vida. Não podemos doar anossa vida, apesar de podermos doar nossos órgãos. Porque a vidanão é nossa, não nos pertence. A vida não procede de nós.Mas a vida procedia dele. Ele tinha esse poder de compartilhar não afagulha, mas o relâmpago escondido em seu interior. O milagre docalvário é de alguém que pode perder a vida. Mas que cumprida asleis da eternidade, recebeu o poder de tornar a obte-la.João 19:30 (RA) Quando, pois, Jesus tomou o vinagre, disse: Estáconsumado! E, inclinando a cabeça, rendeu o espírito.Comentário Conhecimento Bíblico: "Tetelestai" é a palavra gregausada para o frase "está consumado". Recibos de impostos em papiroforam encontrados com a palavra grega "Tetelestai" escrita neles, oque significa "liquidado".Nós não conhecemos a morte.Mas Jesus a conhecia. Completamente.Ao terceiro dia o processo de cura no corpo de um homembrutalmente assassinado tem inicio. O sangue que não existia maisvolta a circular, tecidos mortos são regenerados e o morto torna arespirar.Jesus retorna a vida em sua humanidade. No mesmo corpo fruto doamor de Maria.Transbordante de saúde, e cheio de SANGUE.O tabernáculo mostra sobre todas as coisas uma caminhada notempo, um percurso que se inicia na eternidade passada até omomento presente.E mostra uma a travesia entre três mundos, pelo menos. Terra,debaixo da terra e céus. Uma viagem impressionante através dasdimensões.A entrada do tabernáculo é o nascimento de Cristo. O altar dotabernáculo é a cruz onde Jesus morreria. Após a primeira cortina
  32. 32. ficava uma mesa onde haviam pães que eram substituídosdiariamente. E um altar onde o incenso era também acesodiariamente. Fala da ressurreição. Nasceu, morreu, venceu.Mas ainda faltava uma etapa. O sacerdote ele vai do altar até o santodos santos, após a segunda cortinada, onde estava a arca doconcerto.Jesus avisa pata Maria no jardim da ressurreição para que ela não osegure porque NECESSITA SUBIR PARA O SEU PAI.Quarenta dias após a ressurreição Jesus ascende até o lugar dascoisas celestiais, após uma longa viagem de cerca de 33 anos.Ele havia descido dos céus e agora para ele retornava. Diferente. Nãosabemos como Jesus se apresentava na eternidade passada ou antesda encarnação. Sequer se ele podia ser visto distinto do Pai. Talvezos anjos só enxergassem a DEUS, um único ser.Mas o homem feito de carne e sangue, ainda, retornava. Jesus nuncamais será o mesmo da eternidade passada. Assim como os Querubinsque se transformaram fisicamente, ele também MUDOU, assumiu aforma humana para sempre.Imagine os anjos que ministraram por milhares de anos notabernáculo celestial FINALMENTE entenderam o significado de cadauma daquelas coisas. Até mesmo de suas vestes.Esse é o final da caminhada em que o sacerdote da terra entraria nosanto dos santos. Jesus é um cordeiro revoltado que resolveu selevantar do altar e entrar ele mesmo no santo dos santos. Jesus é osumosacerdote que se apresenta como se fosse um sacrifício vivo,não diante da arca com estatuetas de querubim, mas diante dosquerubins reais e de toda a assembléia de anjos. Anjos por demaisespantados, diga-se de passagem.Esse é o significado do texto de HebreusEntão ocorrerá o milagre. Dez dias fazendo não sei o que naeternidade, exato qüinquagésimo dia da festa de pentecostes, umadas festas judaicas, ocorrerá a ultima etapa do sacrifício nos céus.O sacerdote levitico na terra se ajoelharia diante do altar confessandoos pecados de seu povo, crendo no perdão outorgado através dosangue do cordeiro.Jesus não se ajoelhou. Pelo contrário ficou de pé. Ao lado do trono ederramou pelo poder do Espírito Santo a sua VIDA na humanidade.
  33. 33. Então aconteceu:Chegando o dia de Pentecoste, estavam todos reunidos num sólugar. ||Português: Nova Versão Internacional||Atos||2||12De repente veio do céu um som, como de um vento muitoforte, e encheu toda a casa na qual estavam assentados. ||Português: Nova Versão Internacional||Atos||2||23E viram o que parecia línguas de fogo, que se separaram epousaram sobre cada um deles. ||Português: Nova VersãoInternacional||Atos||2||34Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falarnoutras línguas, conforme o Espírito os capacitava.O significado do sangue de Cristo é na pratica VIDA DE DEUSderramada pelo homem. Por mais paradoxal que seja essa frase. Emresumo, de algum modo, essa vida sobrenatural pode ser comunicadaao ser humano.São então dois momentos plenos de significados relativos ao sangue:- A Cruz do Calvário- HOJE.A CRUZ:O sangue derramado significa perdão para os pecados cometidos.Significa um alto preço pela redenção humana. Significa favor.Colossenses 1:14 (Liv) ... foi ele que comprou nossa liberdade comseu sangue e perdoou nossos pecados.Lucas 22:20 (JNT) "Este cálice é a nova aliança ratificada pelo meusangue, que está sendo derramado por vocês.A cruz significa um ato pelo qual eu posso me tornar aceitável diantede Deus. É o momento em que somos justificados. Uma vez quecremos nessa loucura, aceitando esse ato de amor profundo, somos
  34. 34. tornados participantes desse amor. Recebendo pela fé esse ato derenuncia, para o perdão de nossos pecados.Romanos 3:24-25 (NVI) ...sendo justificados gratuitamentepor sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus.Deus o apresentou como sacrifício para propiciação mediantea fé, pelo seu sangue...Marcos 14:24 (TEB) Jesus disse, "Este é meu sangue que éderramado para muitos, meu sangue que sela a aliança de Deus".Quando isso ocorre o tempo retrocede. Como se a cruz aindaestivesse erguida. Como se pudéssemos retornar ao passado. A cruzestava erguida dentro do coração de Deus quando ele estavaindignado ao lado do sangue de Abel.Hebreus 12:23-24 (Phi) ...Vocês se aproximaram de Deus, ojuiz de todos, e do espírito dos justos aperfeiçoados, e deJesus, Mediador do novo acordo, e do sangue purificador, quenos conta uma história melhor do que a do sangue de Abel.A cruz é uma realidade incontornável, presente todos os dias,relembrada, sofrida, sentida, abraçada integralmente pela essênciadivina.O mistério da aceitação da cruz transforma o cerne de nossas vidas.Crer no sacrifício nos transforma. O poder manifesto na morte deCristo chega até nós.HOJE:O nosso ontem é tratado pelo sangue derramado no calvário. Onosso hoje, em que continuamente pecamos, é tratado pelo sanguede Jesus, ou por sua VIDA. Há um processo de comunicação entre océu e a terra, em que aquilo que existe m Cristo nos é concedidomediante o espírito de Deus. O Espírito nos interliga a Cristo, aohomem a direita do Pai, aquele que foi morto, mas que vive paratodo o sempre, conforme Apocalipse.A VIDA de CRISTO FLUI DELE, manifesta-se a partir dele, ecoa nouniverso, penetra nossas mentes, renova nossas almas, revitalizanosso interior.Apocalipse diz:
  35. 35. Bem- Aventurados aqueles que LAVAM as suas vestes no sangue doCordeiroE outra vez:Eles os venceram pelo Sangue do Cordeiro e pela palavra de seutestemunho e não amaram as suas vidas até a morte.O primeiro fala do tempo presente e o segundo do tempo futuro davida dos que crêem.Tempo presenteLavar as vestes em sangue não é uma coisa bonita de se fazer. Osignificado é espiritual. Vestes simbolizam nossos pensamentos enossos sentimentos. Significa uma camada de nossa vida que nosreveste. Contatar a vida e o mundo nos desgasta, nos fere, noscontamina! Vivemos em meio a uma sociedade idólatra, hipócrita,maligna. Lidamos com pessoas opressas, mentirosas, maldosas. Nomundo ainda residem forças espirituais malignas.Tempo futuroEles os venceram pelo Sangue do CordeiroEles quem, venceram a quem, afinal de contas?Eles são os que um dia crerão no Evangelho, em especial um grupoque nascerá nos dias da manifestação do AntiCristo, mas a promessaé extensível a todos nós, que para esse grupo, representamos opassado. O vencido é o assassino primordial, um ser espiritual demaldade e malignidade extremas, que odeia o ser humano, cujopropósito é sempre roubar, matar e destruir.A maldade humana é a força de seu reino. O sangue destrói suaforça, o impede de dominar, de usar o mal que em nós ainda habita.A morte de Cristo o tornou menor. E o a Vida o anula.Efésios 1:7 (NVI) Nele temos a redenção por meio de seu sangue, operdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus,Um dos grandes mistérios dessa vida que procede de Cristo é o poderpara destruição do pecado em nós, porque se dissemos que nãotemos pecado nós estaremos mentindo, já dizia João. Lavar lembraum ato continuo, é permitir termos contato com essa Vida através daCOMUNHÃO com o Espírito de DEUS.
  36. 36. Temos os efeitos LEGAIS do sangue da CRUZ e os efeitosESPIRITUAIS da VIDA de JESUS.Observação:O sangue é a VIDA de CRISTO operando em nós para santificação,purificação e transformação, ela opera em nós REGENERAÇÃO. Não éarma para expulsão de demônios.Tal VIDA nos torna aptos a usar armas espirituais. A IGREJA que orapelo poder do sangue de Jesus para expulsão de demônios não estáfazendo absolutamente nada. A VIDA ou o sangue não afeta aosdemônios. Do mesmo modo que Jesus, inda que presente nãoexpulsava demônios até usar sua AUTORIDADE, que por sinal lhe eraCONCEDIDA mediante o PODER do ESPÍRITO.Meio confuso, eu sei. QUEM concede PODER a IGREJA é o ESPIRITOSANTO.QUEM concede PURIFICAÇÂO é a VIDA.Poder – Espírito SANTOPurificação – Sangue.Hebreus 10:22 (Phi) Aproximemo-nos [de Deus] com coraçõesverdadeiros e cheios de confiança, sabendo que o âmago do nossoser foi purificado pela aspersão de seu sangue, assim como nossocorpo é limpo, lavado com água pura.Cristãos usam a frase “O SANGUE DE Jesus tem poder” Como ummantra, como uma invocação mágica, como um ato de fé. Na maioriadas vezes movida pelo puro desespero. “eu te expulso- ESSA È AORDEM – pelo sangue de JESUS – essa é a confusão. Os demôniosnão saem porque você invoca ao Sangue. Saem porque você ORDENAque eles saiam.Lembro da triste experiência quando orava atrás de uma pessoaopressa que o sangue de Jesus tinha poder. Eu só pensava. Oendemoninhado olhou para mim e disse: “EU sei que no sangue deJesus há poder”. E só. Acabou a historinha, deu nem bola pra mim.Continuou seu caminho cheio de doce e amarga opressão.Uma vergonha, uma pagação de mico espiritual. Uma ingenuidade,uma infantilidade. Levou um pouco de tempo pra eu aprender. AVIDA DE CRISTO pertence a IGREJA. Os demônios não tem parte comela. ELES a VEEM sobre a IGREJA, ela PROTEGE aos que crêem deinvestidas espirituais. A VIDA DE CRISTO OPERA EM NÓS. Senecessitarmos de uma libertação de alguma situação espiritual
  37. 37. INTERNA, podemos orar usando a IMAGEM que é o sangue. MasEXTERNAMENTE, é com o uso da AUTORIDADE que temos queaprender a lidar.João 653Jesus lhes disse: Eu lhes digo a verdade: Se vocês nãocomerem a carne do Filho do homem e não beberem o seusangue, não terão vida em si mesmos.54Todo aquele que come a minha carne e bebe o meu sanguetem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia.55Pois a minha carne é verdadeira comida e o meu sangue éverdadeira bebida.56Todo aquele que come a minha carne e bebe o meu sanguepermanece em mim e eu nele.João 1934Em vez disso, um dos soldados perfurou o lado de Jesus comuma lança, e logo saiu sangue e água.Lucas 1150Pelo que, esta geração será considerada responsável pelosangue de todos os profetas, derramado desde o princípio domundo:51desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias, que foimorto entre o altar e o santuário. Sim, eu lhes digo, estageração será considerada responsável por tudo isso.1 Pedro 1:18-19 (Phi) Mas vocês tem que ver que vocês foramresgatados do jeito fútil do seu viver, passado através de suastradições, não com pagamento em dinheiro desse mundo. Não, opreço na verdade foi o sangue de Cristo, o cordeiro sacrificial, semdefeito e sem mancha.
  38. 38. Apocalipse 1:5 (JNT) Aquele que nos ama, que nos libertou de nossospecados pelo preço de seu sangue..Atos 2:28 (Liv) "E agora, cuidado! Alimentem e pastoreiem o rebanhode Deus - a igreja, que foi comprada com seu sangue - pois o EspíritoSanto os considera responsáveis como pastores".Hebreus 10:29 (BLH) Então, o que acontecerá com os que desprezamo Filho de Deus e consideram como coisa sem valor o sangue doacordo de Deus, que os purificou? E o que acontecerá com queminsulta o Espírito do Deus que o ama? Imaginem como será piorainda o castigo que essa pessoa vai merecer!Mateus 26:27,28 (Phi) ..."Bebam isso, todos vocês, pois é o meusangue, o sangue do novo acordo derramado para libertar muitos deseus pecados.Efésios 2:13 (RA) Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveislonge, fostes aproximados pelo sangue de Cristo.

×