Caderno 5 - PACTO

939 visualizações

Publicada em

Este caderno é dividido em duas partes. A primeira trata especificamente do
trabalho com as figuras geométricas, enfatizando o reconhecimento daquelas mais
presentes na nossa vida, bem como do desenvolvimento da habilidade de classificar.
A segunda, está centrada na educação cartográfica e nas questões sobre orientação,
localização e lateralidade

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Caderno 5 - PACTO

  1. 1. Professora formadora Andréa Perez Leinat
  2. 2. O caderno 5 está dividido em duas partes: Figuras geométricas Educação cartográfica e questões sobre orientação, localização e lateralidade
  3. 3. Objetivos Gerais do caderno Fornecer subsídios que permitam auxiliar o professor a desenvolver trabalhos pedagógicos, possibilitando às crianças: construir noções de localização e movimentação no espaço físico para a orientação espacial em diferentes situações do cotidiano e reconhecer figuras geométricas presentes no ambiente.
  4. 4. Objetivos Específico • Representar informalmente a posição de pessoas e objetos e dimensionar espaços por meio de desenhos, croquis, plantas baixas, mapas e maquetes, desenvolvendo noções de tamanho, de lateralidade, de localização, de direcionamento, de sentido e de vistas; • Reconhecer seu próprio corpo como referencial de localização e deslocamento no espaço;
  5. 5. • Observar, experimentar e representar posições de objetos em diferentes perspectivas, considerando diferentes pontos de vista e por meio de diferentes linguagens; • Identificar e descreve a movimentação de objetos no espaço a partir de um referente, identificando mudanças de direção e de sentido;
  6. 6. • Observar, manusear, estabelecer comparações entre objetos do espaço físico e objetos geométricos (esféricos, cilíndricos, cônicos, cúbicos, piramidais, prismáticos) sem uso obrigatório de nomenclatura, reconhecendo corpos redondos e não redondos; • Planificar modelos de sólidos geométricos e construir modelos de sólidos a partir de superfícies planificadas;
  7. 7. • Perceber as semelhanças e diferenças entre cubos e quadrados, paralelepípedos e retângulos, pirâmides e triângulos, esferas e círculos; • construir e representar figuras geométricas planas, reconhecendo e descrevendo informalmente características como número de lados e de vértices;
  8. 8. • Descrever, comparar e classificar verbalmente figuras planas ou espaciais por características comuns, mesmo que apresentadas em diferentes disposições.;
  9. 9. Atividades - Grupos
  10. 10. Aprofundando o Tema 5 Grupos de Trabalhos G 1: Dimensão, semelhança e forma; A geometria e o ciclo de Alfabetização; páginas 07 a 09 – E.E. Antônio Carlos de Brito G 2: Primeiros elementos de geometria; páginas 18 a 29 – E.E. Mario Spinelii
  11. 11. G 3: Conexões da geometria com a arte; páginas 30 a 47 – E.E. Deputado Dormevil Faria G 4: Cartografias; páginas 48 a 59 – E.E. São José G 5: A lateralidade e os modos de ver e representar; páginas 60 a 72 – E.E. Vale do Guaporé
  12. 12. Apresentações... Geometria
  13. 13. DIMENSÃO, SEMELHANÇA E FORMA A GEOMETRIA E O CICLO DE ALFABETIZAÇÃO
  14. 14. Registros de trajetos por meio de: • expressão oral; • desenhos; • relatos escritos. Registros da localização por meio de: • desenhos; • papel quadriculado; • croquis; • mapas.
  15. 15. O estudo da Geometria é importante para o exercício de muitas profissões como, por exemplo, na Engenharia Civil.
  16. 16. Planificar uma caixa de creme dental Planificação 1. Planificação 2.
  17. 17. Em uma sacola não transparente colocam-se vários sólidos. A criança deve pegar um deles, de olhos fechados, e descrevê-lo: Se tem pontas, se tem vértices, quantas arestas, se é arredondado... Essa atividade deve ser utilizada para a identificação de atributos, classificação de formas e identificação de propriedades.
  18. 18. PRIMEIROS ELEMENTOS DA GEOMETRIA
  19. 19. • Quando trabalhamos geometria com as crianças, um dos materiais clássicos é o tangram.
  20. 20. …um chinês que possuía um azulejo da I Dinastia Chinesa e que era o seu encanto.
  21. 21. Um dia, ao afagá-lo pela vigésima quinta vez, deixou-o cair partindo-se em sete pedaços.
  22. 22. Apanhou-os do chão e colocou-os sobre a mesa …
  23. 23. …e, muito triste sentou-se e chorou até que adormeceu.
  24. 24. Os pedaços de azulejo, fartos de formarem um quadrado, meditaram e procuraram uma forma diferente.
  25. 25. Movimentaram-se e surgiu um triângulo.
  26. 26. Bem, é diferente mas não gostamos!
  27. 27. Voltaram a rodopiar e surgiu, desta vez, um retângulo.
  28. 28. Comentaram entre si: Parece um quadrado, só que engordou para um dos lados!
  29. 29. Moveram-se novamente e eis que surge um gato.
  30. 30. Ah, agora sim, um gato com vida e bem diferente do quadrado!
  31. 31. Mas o gato teve fome.
  32. 32. Construiram um barco e foram à pesca.
  33. 33. Apanharam um peixe que deram ao gato.
  34. 34. Decidiram voar e tomaram a forma de um pássaro e voaram.
  35. 35. Voltaram e resolveram assustar o chinês, transformando-se na sua figura.
  36. 36. Este ao acordar, foi buscar a cola para colar os pedaços do azulejo.
  37. 37. Porém, ao olhar para cima da mesa, verificou que os pedaços do azulejo se tinham transformado na sua figura e, admirou-se!
  38. 38. Enervado, olhou e com receio movimentou alguns daqueles pedaços, aparecendo-lhe um cão.
  39. 39. - Olha que giro, estes pedaços parecem mágicos!
  40. 40. Voltou a reunir os pedaços e …
  41. 41. ... surgiu um cisne.
  42. 42. Apresentações... Geometria
  43. 43. CONEXÕES DA GEOMETRIA COM A ARTE
  44. 44. Nas obras de Oscar Niemeyer?
  45. 45. Teatro Paiol - Curitiba Ponto de ônibus - Curitiba
  46. 46. Nas obras de Alfredo Volpi
  47. 47. Nas obras de Escher
  48. 48. A casca do abacaxi O favo de mel O casco da tartaruga
  49. 49. CARTOGRAFIAS
  50. 50. Trabalhar caça ao tesouro
  51. 51. A LATERALIDADE E OS MODOS DE VER E REPRESENTAR
  52. 52. Desenvolver com os vossos alunos na sala de aula os : Jogo 20 – Jogo das Figuras – p. 57 Jogo 21 – Dominó Geométrico – p.59 Jogo 22 - Equilíbrio Geométrico – p. 61 Explorar: objetivos, desenvolvimento, avaliação e questionamentos possíveis. Apresentar à turma no proximo encontro os pontos positivos e negativos.

×