SlideShare uma empresa Scribd logo

Pregando as parábolas de jesus o semeador

1 de 8
Baixar para ler offline
Pregando as Parábolas de Jesus.

O Semeador [os quatro solos].
                                                                          (Mt 13:3-9,18-23)




 Jean-François Millet – O Semeador – 1850 – Em exposição no Walters Art Museum – Baltimore-EUA



                              Esta mensagem visa mostrar aos semeadores -
                              irmãos, missionários e pastores, pregadores em
                              geral, que o ser humano reage de diferentes
                              maneiras à pregação da Palavra de Deus conforme
                              Jesus mostrou nos 4 diferentes tipos de solos desta
                                                                                                 1




                              conhecida parábola.
                                                                                                 Página
Pregando as Parábolas de Jesus.

O Semeador [os quatro solos].
                                                          (Mt 13:3-9,18-23)


INTRODUÇÃO.
    1. Quando Jesus pregava o evangelho do Reino dos Céus (Mt 4:17,23),
         Ele nem sempre encontrava um público tão receptivo...
             a. Mesmo quando fez milagres, alguns não se arrependeram -
                  Mt 11:20-24.
             b. Alguns tentaram enganá-lo, para então terem motivos de
                  acusá-lo - Mt 12:9-14.
Foi certamente por esta razão que Jesus passou a ensinar publicamente por
meio de parábolas - Mt 13:10-13.
    2. O problema que Jesus enfrentava era que muitas pessoas, apesar de
         terem ouvidos para ouvir, seus corações se tornaram endurecidos -
         Mt 13:14-15.
    3. Para ilustrar esse problema Jesus contou uma parábola que veio a ser
         conhecida como A Parábola do Semeador.
             a. Também pode ser adequadamente chamada de: A Parábola
                  dos Quatro Solos.
             b. Ou ainda: A Parábola da Semente.
Foi dita para ilustrar as diferentes reações à mensagem do evangelho.
    4. A parábola em si é registrada em Mateus 13:3-9 (também em Marcos
         4:3-9 e Lucas 8:4-8) - LEIA!
             a. É uma das poucas parábolas em que temos a interpretação
                  do próprio Jesus no contexto.
             b. A importância desta parábola em particular é reforçada pelas
                  palavras de Jesus registradas em Marcos 4:13...
                        “Não compreendeis esta parábola?
                Como, então, compreender todas as parábolas?”
O valor desta parábola se torna mais evidente à luz da explicação de Jesus.
                                                                               2




Por ela podemos nos ver como realmente somos no que diz respeito ao
                                                                               Página




modo como recebemos a Palavra em nossa vida.
I. A PARÁBOLA EXPLICADA.
A. O semeador.
  1. Não é especificamente mencionado aqui, mas comparando com Mt
     13:37...
         a. Este texto é a explicação da Parábola do Joio e o Trigo...
         b. No qual Jesus explica: “O que semeia a boa semente é o Filho
              do Homem”.
  2. Por isso, é provável que o semeador nesta parábola faça referência
     imediata ao próprio Senhor Jesus Cristo.
  3. Mas também é possível aplicar, por inferência, a todo aquele que,
     nos dias de hoje, proclama fielmente a mensagem do Filho do
     Homem.

B. A semente.
  1. A semente é a palavra do Reino - Mateus 13:19a.
  2. Isto é, o evangelho do Reino, que era o tema recorrente da pregação
     de Jesus - Mt 4:23.
  3. E foi também um elemento importante da pregação apostólica - At.
     8:12; 28:30-31.

C. A beira do caminho (o primeiro solo).
  1. Este solo representa aquele que “...ouve e não entende” - Mt 13:19a.
  2. Muito provavelmente, estes são os que endureceram o coração
     antes mesmo de ouvir a Palavra - Mt 13:15.
  3. As aves representam o maligno (chamado de diabo em Lc 8:12).
         a. Que arrebata a Palavra daqueles cujo coração está
             endurecido.
         b. Sua condição, portanto, é de estar cego para o evangelho
             pela ação do diabo - 2Co 4:3-4.
  4. Ainda que Satanás contribua para a sua cegueira espiritual, ela
     acontece também pela dureza do seu próprio coração!

D. O solo rochoso (o segundo solo).
  1. Este solo representa aquele que...
                                                                            3




         a. “Ouve a palavra e logo a recebe com alegria” - Mt 13:20.
                                                                            Página




         b. “Mas não tem raiz em si mesmo, por isso dura apenas pouco
             tempo” - Mt 13:21a.
c. “Quando surge a tribulação ou a perseguição por causa da
             palavra, logo se escandaliza” - Mt 13:21b.
  2. Alguns ouvem a Palavra e a recebem com muita alegria...
         a. Mas, estão sem raiz, pois não são fundamentados na Palavra,
         b. De modo que quando os problemas surgem, não há
             resistência e o tropeço ocorre.
  3. Aqui aprendemos que uma recepção emocional, sem uma base
     sólida na Palavra de Deus não permitirá uma posição firme contra a
     tribulação e a perseguição.

E. Entre os espinhos (o terceiro solo).
  1. Este solo representa o que...
         a. “Ouve a palavra” - Mt 13:22a.
         b. Mas cuja capacidade de dar frutos é sufocada por:
                   1) “cuidados deste mundo” - Mt 13:22b;
                   2) “sedução das riquezas” - Mt 13:22c;
                   3) “prazeres da vida” (acrescentado em Lc 8:14).
  2. Como esses três espinhos podem nos tornar infrutíferos é explicado
     em outras partes da Palavra de Deus...
         a. Cuidados deste mundo.
                   1) Podem nos levar a ficar despreparados para o dia
                       da vinda de Cristo - Lc 21:34-36.
                   2) O perigo nos cuidados e ansiedades é que eles
                       podem distrair nossa mente do que é realmente
                       importante - Lc 12:29-32.
         b. Sedução das riquezas.
                   1) Este perigo é descrito em 1 Timóteo 6:9-10.
                   2) Mais uma vez, o perigo das riquezas é que ela
                       desvia nossa atenção para longe de Deus, fazendo-
                       nos sentir auto-suficientes - 1Tm 6:17.
         c. Prazeres da vida.
                   1) Estes envolvem os prazeres da carne em especial,
                       para desviar nossa mente das coisas do Espírito - Gl
                       5:17.
                   2) O apóstolo Paulo nos adverte seriamente: O que se
                                                                              4




                       semeia na carne é impossível colher no Espírito! -
                                                                              Página




                       Gl 6:7-9.
F. A boa terra (o quarto solo).
    1. Este solo representa o que...
             a. “Ouve a palavra e a compreende” - Mt 13:23a.
             b. “Dá fruto e produz muito” - Mt 13:23b.
             c. Lucas acrescenta que ele ouve “a palavra com um coração
                 bom e reto”, e “retém a palavra e dá fruto com
                 perseverança” - Lc 8:15.
    2. Aqueles com “um coração bom e reto”, então, são os...
             a. Que vão entender a Palavra de Deus, e...
             b. Que vão guardá-la, e com paciência, produzir frutos em sua vida!
    3. Eles serão como os bereanos, que foram elogiados por serem nobres,
        cuja nobreza é vista na forma como eles:
             a. “Receberam a palavra com toda prontidão”.
             b. “Examinando diariamente as Escrituras para descobrir se
                 estas coisas eram assim” - Atos 17:11.
    4. Note a importância do “entendimento” em relação aos “frutos”...
             a. Jesus fez a conexão entre os dois nesta parábola - Mt 13:23.
             b. Paulo liga os dois quando escreve sobre o evangelho que
                 produz frutos entre os Colossenses: “... desde o dia em que
                 ouviste e entendeste a graça de Deus em verdade” -
                 Colossenses 1:6.
Quando alguém entende, frutifica mais facilmente, mas a chave para a
compreensão está em ter um “coração bom e reto”, disposto a ouvir e aprender!
    5. E que tipo de fruto será esse? Existem diferentes tipos...
             a. O fruto da conquista de almas para Cristo - Rm 1:13.
             b. O fruto da santificação - Rm 6:22.
             c. O fruto do Espírito (isto é, o caráter de Cristo) - Gl 5:22-23.
    6. Uma observação importante é que nem todos vão ter a mesma
        produtividade...
             a. “Alguns cem, outros sessenta, e outros trinta” - Mt 13:23.
             b. Como ilustrado na Parábola dos Talentos, uns podem ter mais, de
                 acordo com a capacidade que Deus lhes deu - Mt 25:14-15.
             c. Seja qual for a nossa capacidade, devemos exercê-la em
                 conformidade - 1Pe 4:10-11.
Com a explicação dada pelo próprio Senhor Jesus, devemos ter poucos
                                                                                   5
                                                                                   Página




problemas de compreensão na Parábola do Semeador e nas verdades
espirituais Jesus estava ensinando.
II. A PARÁBOLA APLICADA.
No entanto, uma coisa é compreendê-lo, outra muito diferente é fazer a
aplicação do mesmo. Precisamos fazer a aplicação de maneira instigante, por
isso, deixe-me perguntar-lhe: Que tipo de solo você é?

A. Você é como o “solo à beira do caminho”?
    1. Se você já ouviu o evangelho de Cristo e seu Reino, mas ainda não é
       um cristão...
    2. Você pode estar no processo de endurecimento do seu coração!
    3. Desse modo está suscetível ao engano de Satanás, que de alguma
       forma, quer cegá-lo e não permitir que a Palavra de Deus tenha o
       efeito desejado em você!

B. Você é como o “solo rochoso”?
    1. Se você recebeu o evangelho alguma vez, mas não está sendo
       fundamentado na fé...
    2. Você provavelmente vai cair quando a perseguição ou tentação vier
       pelo caminho!

C. Você é como o “solo com espinhos”?
   1. Se você recebeu o evangelho alguma vez, mas está se tornando
       muito preocupado com os cuidados, as riquezas e os prazeres deste
       mundo...
   2. Você não será capaz de dar fruto!
Lembre-se do que Jesus disse sobre ramos que não produzem frutos! - Jo 15:1-6.

D. Você é como “a boa terra”?
    1. Se você tiver recebido o evangelho, e está dando frutos...
    2. Então você tem demonstrado várias coisas importantes:
           a. Você tem um coração bom e reto!
           b. Você veio a entender a Palavra de Deus!
           c. Você manteve a perseverança!
    3. E assim a Palavra de Deus tem sido capaz de produzir o efeito
       pretendido em sua vida!
                                                                                 6
                                                                                 Página

Recomendados

Discipulado ciclo básico ieadp aula 01 - caruaru- 2014
Discipulado ciclo básico ieadp   aula 01 - caruaru- 2014Discipulado ciclo básico ieadp   aula 01 - caruaru- 2014
Discipulado ciclo básico ieadp aula 01 - caruaru- 2014Arthur Luna
 
Apresentação discipulado infantil
Apresentação discipulado infantil Apresentação discipulado infantil
Apresentação discipulado infantil Andréia Eufrazio
 
Mordomia Cristã na IASD - Apelo à unidade
Mordomia Cristã na IASD - Apelo à unidadeMordomia Cristã na IASD - Apelo à unidade
Mordomia Cristã na IASD - Apelo à unidadeC. Soares
 
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...
HISTÓRIAS BÍBLICAS PARA CRIANÇAS - O LIVRO DE GÊNESISDisponível em: www.porta...leitemel
 
Jogral o arrebatamento
Jogral o arrebatamentoJogral o arrebatamento
Jogral o arrebatamento1921682541
 
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUSAPOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUS
APOSTILA DO OBREIRO NO SERVIR A DEUSPASTOR CARLOS SILVA
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoÉder Tomé
 
Caderno de respostas vida de jesus
Caderno de respostas   vida de jesusCaderno de respostas   vida de jesus
Caderno de respostas vida de jesusSandra Fuso
 
APOSTILA DISCIPULADO BASICO
APOSTILA DISCIPULADO BASICOAPOSTILA DISCIPULADO BASICO
APOSTILA DISCIPULADO BASICOBispoAlberto
 
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdfSEDUC-PA
 
Estudos por esta causa me ponho de joelhos
Estudos  por esta causa me ponho de joelhosEstudos  por esta causa me ponho de joelhos
Estudos por esta causa me ponho de joelhosJoel Silva
 
Os três campos de batalha parte 3 - nas regiões celestiais
Os três campos de batalha   parte 3 - nas regiões celestiaisOs três campos de batalha   parte 3 - nas regiões celestiais
Os três campos de batalha parte 3 - nas regiões celestiaisEscola Bíblica Sem Fronteiras
 
O Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.com
O Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.comO Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.com
O Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.comleitemel
 
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidadeDiscipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidadeChristian Lepelletier
 
Ellen White e fechamento da porta da graça
Ellen White e fechamento da porta da graçaEllen White e fechamento da porta da graça
Ellen White e fechamento da porta da graçaEzequiel Gomes
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaÉder Tomé
 
1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregaçõesGesiel Oliveira
 
Escatologia - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, Bodas do Cordeiro, Ceia das ...
Escatologia - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, Bodas do Cordeiro, Ceia das ...Escatologia - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, Bodas do Cordeiro, Ceia das ...
Escatologia - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, Bodas do Cordeiro, Ceia das ...RODRIGO FERREIRA
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósÉder Tomé
 
Lição 4 - O Poder de Jesus Cristo sobre os Demônios
Lição 4 - O Poder de Jesus Cristo sobre os DemôniosLição 4 - O Poder de Jesus Cristo sobre os Demônios
Lição 4 - O Poder de Jesus Cristo sobre os DemôniosÉder Tomé
 
Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.
Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.
Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.Éder Tomé
 
50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas IItamar Freire
 
Encontros de catequese
Encontros de catequeseEncontros de catequese
Encontros de catequesesheilajo
 
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,Felicio Araujo
 

Mais procurados (20)

Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de CristoLição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
Lição 14 - Vivendo com a Mente de Cristo
 
Caderno de respostas vida de jesus
Caderno de respostas   vida de jesusCaderno de respostas   vida de jesus
Caderno de respostas vida de jesus
 
APOSTILA DISCIPULADO BASICO
APOSTILA DISCIPULADO BASICOAPOSTILA DISCIPULADO BASICO
APOSTILA DISCIPULADO BASICO
 
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
12 LIÇÕES DO DISCIPULADO - NOVA.pdf
 
Estudos por esta causa me ponho de joelhos
Estudos  por esta causa me ponho de joelhosEstudos  por esta causa me ponho de joelhos
Estudos por esta causa me ponho de joelhos
 
Os três campos de batalha parte 3 - nas regiões celestiais
Os três campos de batalha   parte 3 - nas regiões celestiaisOs três campos de batalha   parte 3 - nas regiões celestiais
Os três campos de batalha parte 3 - nas regiões celestiais
 
O Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.com
O Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.comO Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.com
O Livro de Êxodo a 1 Samuel Disponível em: www.portadesiao.blogspot.com
 
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidadeDiscipulado um-a-um crescimento com qualidade
Discipulado um-a-um crescimento com qualidade
 
Ellen White e fechamento da porta da graça
Ellen White e fechamento da porta da graçaEllen White e fechamento da porta da graça
Ellen White e fechamento da porta da graça
 
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser SuestimadaLição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
Lição 1 – Batalha Espiritual – A Realidade não Pode ser Suestimada
 
1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações
 
Escatologia - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, Bodas do Cordeiro, Ceia das ...
Escatologia - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, Bodas do Cordeiro, Ceia das ...Escatologia - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, Bodas do Cordeiro, Ceia das ...
Escatologia - Arrebatamento, Tribunal de Cristo, Bodas do Cordeiro, Ceia das ...
 
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nósLição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
Lição 10 - Santificação: vontade e chamado de Deus para nós
 
Lição 4 - O Poder de Jesus Cristo sobre os Demônios
Lição 4 - O Poder de Jesus Cristo sobre os DemôniosLição 4 - O Poder de Jesus Cristo sobre os Demônios
Lição 4 - O Poder de Jesus Cristo sobre os Demônios
 
O pecado de Davi
O pecado de DaviO pecado de Davi
O pecado de Davi
 
Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.
Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.
Lição 12 - A necessidade do batismo com o Espírito Santo.
 
50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I
 
Encontros de catequese
Encontros de catequeseEncontros de catequese
Encontros de catequese
 
Ministério com crianças e a Infância
Ministério com crianças e a InfânciaMinistério com crianças e a Infância
Ministério com crianças e a Infância
 
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
 

Destaque (20)

Dinâmica a parábola do semeador
Dinâmica a parábola do semeadorDinâmica a parábola do semeador
Dinâmica a parábola do semeador
 
Parabola do Semeador
Parabola do SemeadorParabola do Semeador
Parabola do Semeador
 
Parábola do Semeador
Parábola do SemeadorParábola do Semeador
Parábola do Semeador
 
Parábola do semeador
Parábola do semeadorParábola do semeador
Parábola do semeador
 
O semeador
O semeadorO semeador
O semeador
 
O semeador
O semeadorO semeador
O semeador
 
A parábola do semeador
A parábola do semeadorA parábola do semeador
A parábola do semeador
 
Parabola do-semeador
Parabola do-semeadorParabola do-semeador
Parabola do-semeador
 
Parábola do semeador
Parábola do semeadorParábola do semeador
Parábola do semeador
 
Semeador
SemeadorSemeador
Semeador
 
Atividades da parábola do semeador
Atividades da parábola do semeadorAtividades da parábola do semeador
Atividades da parábola do semeador
 
Apresentação aula parabola do semeador
Apresentação aula parabola do semeadorApresentação aula parabola do semeador
Apresentação aula parabola do semeador
 
Parábola do semeador
Parábola do semeadorParábola do semeador
Parábola do semeador
 
A parábola do semeador
A parábola do semeadorA parábola do semeador
A parábola do semeador
 
O Semeador
O SemeadorO Semeador
O Semeador
 
No chão da escola acontecências de um universo apaixonante
No chão da escola   acontecências de um universo apaixonanteNo chão da escola   acontecências de um universo apaixonante
No chão da escola acontecências de um universo apaixonante
 
RCC Curionópolis
RCC CurionópolisRCC Curionópolis
RCC Curionópolis
 
Amor De Pai
Amor De PaiAmor De Pai
Amor De Pai
 
Pedi e obtereis item 18 e 19
Pedi e obtereis item 18 e 19Pedi e obtereis item 18 e 19
Pedi e obtereis item 18 e 19
 
Buscai e achareis 1 a 5
Buscai e achareis 1 a  5Buscai e achareis 1 a  5
Buscai e achareis 1 a 5
 

Semelhante a Pregando as parábolas de jesus o semeador

Pregando as parábolas de Jesus - A semente de mostarda
Pregando as parábolas de Jesus - A semente de mostardaPregando as parábolas de Jesus - A semente de mostarda
Pregando as parábolas de Jesus - A semente de mostardaRev. Giovanni Guimarães
 
Pregando as Parábolas de Jesus - O Joio e o Trigo
Pregando as Parábolas de Jesus - O Joio e o TrigoPregando as Parábolas de Jesus - O Joio e o Trigo
Pregando as Parábolas de Jesus - O Joio e o TrigoRev. Giovanni Guimarães
 
Pregando as parábolas de Jesus - O fermento
Pregando as parábolas de Jesus - O fermentoPregando as parábolas de Jesus - O fermento
Pregando as parábolas de Jesus - O fermentoRev. Giovanni Guimarães
 
Lição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptx
Lição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptxLição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptx
Lição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptxEAgoraSenhor
 
Aula Jonatas 20: Parábolas do Reino 1: A parábola do semeador
Aula Jonatas 20: Parábolas do Reino 1: A parábola do semeadorAula Jonatas 20: Parábolas do Reino 1: A parábola do semeador
Aula Jonatas 20: Parábolas do Reino 1: A parábola do semeadorAndre Nascimento
 
Aula Jonatas 21: As parábolas do reino 2: Candeia, semente e grão de mostarda
Aula Jonatas 21: As parábolas do reino 2: Candeia, semente e grão de mostardaAula Jonatas 21: As parábolas do reino 2: Candeia, semente e grão de mostarda
Aula Jonatas 21: As parábolas do reino 2: Candeia, semente e grão de mostardaAndre Nascimento
 
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018Ramón Zazatt
 
Semeador
SemeadorSemeador
SemeadorFUNVIC
 
O_plano_divino_atraves_dos_seculos_-_N._Lawrence_Olson_by_Levita.pdf
O_plano_divino_atraves_dos_seculos_-_N._Lawrence_Olson_by_Levita.pdfO_plano_divino_atraves_dos_seculos_-_N._Lawrence_Olson_by_Levita.pdf
O_plano_divino_atraves_dos_seculos_-_N._Lawrence_Olson_by_Levita.pdfMarcondesLima9
 
Lição 2 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus
Lição 2 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de DeusLição 2 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus
Lição 2 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de DeusHamilton Souza
 
O CUIDADO AO FALAR E A RELIGIÃO PURA - LIÇÃO 5 - 3°TRI.2014
O CUIDADO AO FALAR E A RELIGIÃO PURA - LIÇÃO 5 - 3°TRI.2014O CUIDADO AO FALAR E A RELIGIÃO PURA - LIÇÃO 5 - 3°TRI.2014
O CUIDADO AO FALAR E A RELIGIÃO PURA - LIÇÃO 5 - 3°TRI.2014Pr. Andre Luiz
 
Lição 2- Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus
Lição 2- Para Ouvir e Anunciar a Palavra de DeusLição 2- Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus
Lição 2- Para Ouvir e Anunciar a Palavra de DeusÉder Tomé
 
ASSIM DIZ O SENHOR
ASSIM DIZ O SENHORASSIM DIZ O SENHOR
ASSIM DIZ O SENHORibpd
 
Boletim Novembro 2011
Boletim Novembro 2011Boletim Novembro 2011
Boletim Novembro 2011willams
 
UII - 5 Principios Biblicos 2009
UII - 5 Principios Biblicos 2009UII - 5 Principios Biblicos 2009
UII - 5 Principios Biblicos 2009Ramón Zazatt
 
Uii5principiosbiblicos2009 090512213137-phpapp02
Uii5principiosbiblicos2009 090512213137-phpapp02Uii5principiosbiblicos2009 090512213137-phpapp02
Uii5principiosbiblicos2009 090512213137-phpapp02Jorge Gomes
 

Semelhante a Pregando as parábolas de jesus o semeador (20)

Pregando as parábolas de Jesus - A semente de mostarda
Pregando as parábolas de Jesus - A semente de mostardaPregando as parábolas de Jesus - A semente de mostarda
Pregando as parábolas de Jesus - A semente de mostarda
 
Lbcpad
Lbcpad Lbcpad
Lbcpad
 
Pregando as Parábolas de Jesus - O Joio e o Trigo
Pregando as Parábolas de Jesus - O Joio e o TrigoPregando as Parábolas de Jesus - O Joio e o Trigo
Pregando as Parábolas de Jesus - O Joio e o Trigo
 
Pregando as parábolas de Jesus - O fermento
Pregando as parábolas de Jesus - O fermentoPregando as parábolas de Jesus - O fermento
Pregando as parábolas de Jesus - O fermento
 
Lição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptx
Lição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptxLição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptx
Lição 02 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus.pptx
 
Aula Jonatas 20: Parábolas do Reino 1: A parábola do semeador
Aula Jonatas 20: Parábolas do Reino 1: A parábola do semeadorAula Jonatas 20: Parábolas do Reino 1: A parábola do semeador
Aula Jonatas 20: Parábolas do Reino 1: A parábola do semeador
 
Aula Jonatas 21: As parábolas do reino 2: Candeia, semente e grão de mostarda
Aula Jonatas 21: As parábolas do reino 2: Candeia, semente e grão de mostardaAula Jonatas 21: As parábolas do reino 2: Candeia, semente e grão de mostarda
Aula Jonatas 21: As parábolas do reino 2: Candeia, semente e grão de mostarda
 
Evangelismo pessoal
Evangelismo pessoalEvangelismo pessoal
Evangelismo pessoal
 
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
 
Semeador
SemeadorSemeador
Semeador
 
O_plano_divino_atraves_dos_seculos_-_N._Lawrence_Olson_by_Levita.pdf
O_plano_divino_atraves_dos_seculos_-_N._Lawrence_Olson_by_Levita.pdfO_plano_divino_atraves_dos_seculos_-_N._Lawrence_Olson_by_Levita.pdf
O_plano_divino_atraves_dos_seculos_-_N._Lawrence_Olson_by_Levita.pdf
 
Lição 2 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus
Lição 2 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de DeusLição 2 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus
Lição 2 - Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus
 
O CUIDADO AO FALAR E A RELIGIÃO PURA - LIÇÃO 5 - 3°TRI.2014
O CUIDADO AO FALAR E A RELIGIÃO PURA - LIÇÃO 5 - 3°TRI.2014O CUIDADO AO FALAR E A RELIGIÃO PURA - LIÇÃO 5 - 3°TRI.2014
O CUIDADO AO FALAR E A RELIGIÃO PURA - LIÇÃO 5 - 3°TRI.2014
 
Lição 2- Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus
Lição 2- Para Ouvir e Anunciar a Palavra de DeusLição 2- Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus
Lição 2- Para Ouvir e Anunciar a Palavra de Deus
 
ASSIM DIZ O SENHOR
ASSIM DIZ O SENHORASSIM DIZ O SENHOR
ASSIM DIZ O SENHOR
 
Missões e as redes sociais
Missões e as redes sociaisMissões e as redes sociais
Missões e as redes sociais
 
Boletim Novembro 2011
Boletim Novembro 2011Boletim Novembro 2011
Boletim Novembro 2011
 
UII - 5 Principios Biblicos 2009
UII - 5 Principios Biblicos 2009UII - 5 Principios Biblicos 2009
UII - 5 Principios Biblicos 2009
 
Uii5principiosbiblicos2009 090512213137-phpapp02
Uii5principiosbiblicos2009 090512213137-phpapp02Uii5principiosbiblicos2009 090512213137-phpapp02
Uii5principiosbiblicos2009 090512213137-phpapp02
 
Bna dom comum a 15 o semeador
Bna dom comum a 15 o semeadorBna dom comum a 15 o semeador
Bna dom comum a 15 o semeador
 

Mais de Rev. Giovanni Guimarães

Sinais de que seu coração se tornou endurecido
Sinais de que seu coração se tornou endurecidoSinais de que seu coração se tornou endurecido
Sinais de que seu coração se tornou endurecidoRev. Giovanni Guimarães
 
4 práticas para recuperar a paixão pelo ministério
4 práticas para recuperar a paixão pelo ministério4 práticas para recuperar a paixão pelo ministério
4 práticas para recuperar a paixão pelo ministérioRev. Giovanni Guimarães
 
Absorvendo a correção: A marca de um homem maduro.
Absorvendo a correção: A marca de um homem maduro.Absorvendo a correção: A marca de um homem maduro.
Absorvendo a correção: A marca de um homem maduro.Rev. Giovanni Guimarães
 
Construindo famílias que suportam tempestades
Construindo famílias que suportam tempestadesConstruindo famílias que suportam tempestades
Construindo famílias que suportam tempestadesRev. Giovanni Guimarães
 
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibam
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibamSermões para jovens - Quero que meus filhos saibam
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibamRev. Giovanni Guimarães
 
Pregando as parábolas de Jesus - os trabalhadores da vinha
Pregando as parábolas de Jesus - os trabalhadores da vinhaPregando as parábolas de Jesus - os trabalhadores da vinha
Pregando as parábolas de Jesus - os trabalhadores da vinhaRev. Giovanni Guimarães
 
Construindo famílias que suportam tempestades.
Construindo famílias que suportam tempestades.Construindo famílias que suportam tempestades.
Construindo famílias que suportam tempestades.Rev. Giovanni Guimarães
 
Preparem se para as maiores notícias da história.
Preparem se para as maiores notícias da história.Preparem se para as maiores notícias da história.
Preparem se para as maiores notícias da história.Rev. Giovanni Guimarães
 
8 razões pelas quais a maioria das igrejas não consegue ultrapassar o número ...
8 razões pelas quais a maioria das igrejas não consegue ultrapassar o número ...8 razões pelas quais a maioria das igrejas não consegue ultrapassar o número ...
8 razões pelas quais a maioria das igrejas não consegue ultrapassar o número ...Rev. Giovanni Guimarães
 
4 tipos de igrejas que vão morrer em breve
4 tipos de igrejas que vão morrer em breve4 tipos de igrejas que vão morrer em breve
4 tipos de igrejas que vão morrer em breveRev. Giovanni Guimarães
 
7 coisas que a bíblia diz sobre os órfãos
7 coisas que a bíblia diz sobre os órfãos7 coisas que a bíblia diz sobre os órfãos
7 coisas que a bíblia diz sobre os órfãosRev. Giovanni Guimarães
 

Mais de Rev. Giovanni Guimarães (20)

A batalha do pastor contra seu smartphone
A batalha do pastor contra seu smartphoneA batalha do pastor contra seu smartphone
A batalha do pastor contra seu smartphone
 
Sinais de que seu coração se tornou endurecido
Sinais de que seu coração se tornou endurecidoSinais de que seu coração se tornou endurecido
Sinais de que seu coração se tornou endurecido
 
4 práticas para recuperar a paixão pelo ministério
4 práticas para recuperar a paixão pelo ministério4 práticas para recuperar a paixão pelo ministério
4 práticas para recuperar a paixão pelo ministério
 
Absorvendo a correção: A marca de um homem maduro.
Absorvendo a correção: A marca de um homem maduro.Absorvendo a correção: A marca de um homem maduro.
Absorvendo a correção: A marca de um homem maduro.
 
Construindo famílias que suportam tempestades
Construindo famílias que suportam tempestadesConstruindo famílias que suportam tempestades
Construindo famílias que suportam tempestades
 
Não há atalhos para restauração
Não há atalhos para restauraçãoNão há atalhos para restauração
Não há atalhos para restauração
 
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibam
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibamSermões para jovens - Quero que meus filhos saibam
Sermões para jovens - Quero que meus filhos saibam
 
Pregando as parábolas de Jesus - os trabalhadores da vinha
Pregando as parábolas de Jesus - os trabalhadores da vinhaPregando as parábolas de Jesus - os trabalhadores da vinha
Pregando as parábolas de Jesus - os trabalhadores da vinha
 
Construindo famílias que suportam tempestades.
Construindo famílias que suportam tempestades.Construindo famílias que suportam tempestades.
Construindo famílias que suportam tempestades.
 
Prepare se para o milagre!
Prepare se para o milagre!Prepare se para o milagre!
Prepare se para o milagre!
 
Prepare se para ser instrumento de deus.
Prepare se para ser instrumento de deus.Prepare se para ser instrumento de deus.
Prepare se para ser instrumento de deus.
 
Preparem se para as maiores notícias da história.
Preparem se para as maiores notícias da história.Preparem se para as maiores notícias da história.
Preparem se para as maiores notícias da história.
 
Prepare se para encontrar o salvador.
Prepare se para encontrar o salvador.Prepare se para encontrar o salvador.
Prepare se para encontrar o salvador.
 
Para um rapaz interessado na minha filha
Para um rapaz interessado na minha filhaPara um rapaz interessado na minha filha
Para um rapaz interessado na minha filha
 
7 coisas que maus líderes dizem
7 coisas que maus líderes dizem7 coisas que maus líderes dizem
7 coisas que maus líderes dizem
 
8 razões pelas quais a maioria das igrejas não consegue ultrapassar o número ...
8 razões pelas quais a maioria das igrejas não consegue ultrapassar o número ...8 razões pelas quais a maioria das igrejas não consegue ultrapassar o número ...
8 razões pelas quais a maioria das igrejas não consegue ultrapassar o número ...
 
4 tipos de igrejas que vão morrer em breve
4 tipos de igrejas que vão morrer em breve4 tipos de igrejas que vão morrer em breve
4 tipos de igrejas que vão morrer em breve
 
Quando as pessoas comparam pastores
Quando as pessoas comparam pastoresQuando as pessoas comparam pastores
Quando as pessoas comparam pastores
 
7 coisas que a bíblia diz sobre os órfãos
7 coisas que a bíblia diz sobre os órfãos7 coisas que a bíblia diz sobre os órfãos
7 coisas que a bíblia diz sobre os órfãos
 
Mãos de mãe
Mãos de mãeMãos de mãe
Mãos de mãe
 

Último

Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptxjoseciceroroberto197
 
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...advbrunomoretti
 
Novena De Santo Onofre
Novena De Santo OnofreNovena De Santo Onofre
Novena De Santo OnofreNilson Almeida
 
Novena De Santa Teresinha
Novena De Santa TeresinhaNovena De Santa Teresinha
Novena De Santa TeresinhaNilson Almeida
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxCelso Napoleon
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdfSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdfjoseciceroroberto197
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxjoseciceroroberto197
 
Oração Pedindo Sabedoria E Discernimento
Oração Pedindo Sabedoria E DiscernimentoOração Pedindo Sabedoria E Discernimento
Oração Pedindo Sabedoria E DiscernimentoNilson Almeida
 
Oração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeOração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeNilson Almeida
 
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdfApresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdfengrobertomourafilho
 
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo MiguelLimpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo MiguelNilson Almeida
 
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptxMarta Gomes
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxjoseciceroroberto197
 
Novena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada ConceiçãoNovena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada ConceiçãoNilson Almeida
 
Orações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasOrações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasNilson Almeida
 

Último (20)

Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Quadrado.pptx
 
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
 
Novena De Santo Onofre
Novena De Santo OnofreNovena De Santo Onofre
Novena De Santo Onofre
 
Orações Vocacionais
Orações VocacionaisOrações Vocacionais
Orações Vocacionais
 
Novena De Santa Teresinha
Novena De Santa TeresinhaNovena De Santa Teresinha
Novena De Santa Teresinha
 
Invocação À Luz
Invocação À LuzInvocação À Luz
Invocação À Luz
 
Orações Vocacionais
Orações VocacionaisOrações Vocacionais
Orações Vocacionais
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdfSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Oração Pedindo Sabedoria E Discernimento
Oração Pedindo Sabedoria E DiscernimentoOração Pedindo Sabedoria E Discernimento
Oração Pedindo Sabedoria E Discernimento
 
Oração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeOração Da Sobriedade
Oração Da Sobriedade
 
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdfApresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
 
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo MiguelLimpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
 
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
4.2.3 - Ressurreição da carne - Paraíso - Inferno - Pugatório.pptx
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
 
Reflexão para grupos sobre a carta de Quaresma 2024 Parte 1
Reflexão para grupos sobre a carta de Quaresma 2024 Parte 1Reflexão para grupos sobre a carta de Quaresma 2024 Parte 1
Reflexão para grupos sobre a carta de Quaresma 2024 Parte 1
 
Novena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada ConceiçãoNovena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada Conceição
 
Carta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdf
Carta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdfCarta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdf
Carta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdf
 
Orações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasOrações Cristãs Diárias
Orações Cristãs Diárias
 

Pregando as parábolas de jesus o semeador

  • 1. Pregando as Parábolas de Jesus. O Semeador [os quatro solos]. (Mt 13:3-9,18-23) Jean-François Millet – O Semeador – 1850 – Em exposição no Walters Art Museum – Baltimore-EUA Esta mensagem visa mostrar aos semeadores - irmãos, missionários e pastores, pregadores em geral, que o ser humano reage de diferentes maneiras à pregação da Palavra de Deus conforme Jesus mostrou nos 4 diferentes tipos de solos desta 1 conhecida parábola. Página
  • 2. Pregando as Parábolas de Jesus. O Semeador [os quatro solos]. (Mt 13:3-9,18-23) INTRODUÇÃO. 1. Quando Jesus pregava o evangelho do Reino dos Céus (Mt 4:17,23), Ele nem sempre encontrava um público tão receptivo... a. Mesmo quando fez milagres, alguns não se arrependeram - Mt 11:20-24. b. Alguns tentaram enganá-lo, para então terem motivos de acusá-lo - Mt 12:9-14. Foi certamente por esta razão que Jesus passou a ensinar publicamente por meio de parábolas - Mt 13:10-13. 2. O problema que Jesus enfrentava era que muitas pessoas, apesar de terem ouvidos para ouvir, seus corações se tornaram endurecidos - Mt 13:14-15. 3. Para ilustrar esse problema Jesus contou uma parábola que veio a ser conhecida como A Parábola do Semeador. a. Também pode ser adequadamente chamada de: A Parábola dos Quatro Solos. b. Ou ainda: A Parábola da Semente. Foi dita para ilustrar as diferentes reações à mensagem do evangelho. 4. A parábola em si é registrada em Mateus 13:3-9 (também em Marcos 4:3-9 e Lucas 8:4-8) - LEIA! a. É uma das poucas parábolas em que temos a interpretação do próprio Jesus no contexto. b. A importância desta parábola em particular é reforçada pelas palavras de Jesus registradas em Marcos 4:13... “Não compreendeis esta parábola? Como, então, compreender todas as parábolas?” O valor desta parábola se torna mais evidente à luz da explicação de Jesus. 2 Por ela podemos nos ver como realmente somos no que diz respeito ao Página modo como recebemos a Palavra em nossa vida.
  • 3. I. A PARÁBOLA EXPLICADA. A. O semeador. 1. Não é especificamente mencionado aqui, mas comparando com Mt 13:37... a. Este texto é a explicação da Parábola do Joio e o Trigo... b. No qual Jesus explica: “O que semeia a boa semente é o Filho do Homem”. 2. Por isso, é provável que o semeador nesta parábola faça referência imediata ao próprio Senhor Jesus Cristo. 3. Mas também é possível aplicar, por inferência, a todo aquele que, nos dias de hoje, proclama fielmente a mensagem do Filho do Homem. B. A semente. 1. A semente é a palavra do Reino - Mateus 13:19a. 2. Isto é, o evangelho do Reino, que era o tema recorrente da pregação de Jesus - Mt 4:23. 3. E foi também um elemento importante da pregação apostólica - At. 8:12; 28:30-31. C. A beira do caminho (o primeiro solo). 1. Este solo representa aquele que “...ouve e não entende” - Mt 13:19a. 2. Muito provavelmente, estes são os que endureceram o coração antes mesmo de ouvir a Palavra - Mt 13:15. 3. As aves representam o maligno (chamado de diabo em Lc 8:12). a. Que arrebata a Palavra daqueles cujo coração está endurecido. b. Sua condição, portanto, é de estar cego para o evangelho pela ação do diabo - 2Co 4:3-4. 4. Ainda que Satanás contribua para a sua cegueira espiritual, ela acontece também pela dureza do seu próprio coração! D. O solo rochoso (o segundo solo). 1. Este solo representa aquele que... 3 a. “Ouve a palavra e logo a recebe com alegria” - Mt 13:20. Página b. “Mas não tem raiz em si mesmo, por isso dura apenas pouco tempo” - Mt 13:21a.
  • 4. c. “Quando surge a tribulação ou a perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza” - Mt 13:21b. 2. Alguns ouvem a Palavra e a recebem com muita alegria... a. Mas, estão sem raiz, pois não são fundamentados na Palavra, b. De modo que quando os problemas surgem, não há resistência e o tropeço ocorre. 3. Aqui aprendemos que uma recepção emocional, sem uma base sólida na Palavra de Deus não permitirá uma posição firme contra a tribulação e a perseguição. E. Entre os espinhos (o terceiro solo). 1. Este solo representa o que... a. “Ouve a palavra” - Mt 13:22a. b. Mas cuja capacidade de dar frutos é sufocada por: 1) “cuidados deste mundo” - Mt 13:22b; 2) “sedução das riquezas” - Mt 13:22c; 3) “prazeres da vida” (acrescentado em Lc 8:14). 2. Como esses três espinhos podem nos tornar infrutíferos é explicado em outras partes da Palavra de Deus... a. Cuidados deste mundo. 1) Podem nos levar a ficar despreparados para o dia da vinda de Cristo - Lc 21:34-36. 2) O perigo nos cuidados e ansiedades é que eles podem distrair nossa mente do que é realmente importante - Lc 12:29-32. b. Sedução das riquezas. 1) Este perigo é descrito em 1 Timóteo 6:9-10. 2) Mais uma vez, o perigo das riquezas é que ela desvia nossa atenção para longe de Deus, fazendo- nos sentir auto-suficientes - 1Tm 6:17. c. Prazeres da vida. 1) Estes envolvem os prazeres da carne em especial, para desviar nossa mente das coisas do Espírito - Gl 5:17. 2) O apóstolo Paulo nos adverte seriamente: O que se 4 semeia na carne é impossível colher no Espírito! - Página Gl 6:7-9.
  • 5. F. A boa terra (o quarto solo). 1. Este solo representa o que... a. “Ouve a palavra e a compreende” - Mt 13:23a. b. “Dá fruto e produz muito” - Mt 13:23b. c. Lucas acrescenta que ele ouve “a palavra com um coração bom e reto”, e “retém a palavra e dá fruto com perseverança” - Lc 8:15. 2. Aqueles com “um coração bom e reto”, então, são os... a. Que vão entender a Palavra de Deus, e... b. Que vão guardá-la, e com paciência, produzir frutos em sua vida! 3. Eles serão como os bereanos, que foram elogiados por serem nobres, cuja nobreza é vista na forma como eles: a. “Receberam a palavra com toda prontidão”. b. “Examinando diariamente as Escrituras para descobrir se estas coisas eram assim” - Atos 17:11. 4. Note a importância do “entendimento” em relação aos “frutos”... a. Jesus fez a conexão entre os dois nesta parábola - Mt 13:23. b. Paulo liga os dois quando escreve sobre o evangelho que produz frutos entre os Colossenses: “... desde o dia em que ouviste e entendeste a graça de Deus em verdade” - Colossenses 1:6. Quando alguém entende, frutifica mais facilmente, mas a chave para a compreensão está em ter um “coração bom e reto”, disposto a ouvir e aprender! 5. E que tipo de fruto será esse? Existem diferentes tipos... a. O fruto da conquista de almas para Cristo - Rm 1:13. b. O fruto da santificação - Rm 6:22. c. O fruto do Espírito (isto é, o caráter de Cristo) - Gl 5:22-23. 6. Uma observação importante é que nem todos vão ter a mesma produtividade... a. “Alguns cem, outros sessenta, e outros trinta” - Mt 13:23. b. Como ilustrado na Parábola dos Talentos, uns podem ter mais, de acordo com a capacidade que Deus lhes deu - Mt 25:14-15. c. Seja qual for a nossa capacidade, devemos exercê-la em conformidade - 1Pe 4:10-11. Com a explicação dada pelo próprio Senhor Jesus, devemos ter poucos 5 Página problemas de compreensão na Parábola do Semeador e nas verdades espirituais Jesus estava ensinando.
  • 6. II. A PARÁBOLA APLICADA. No entanto, uma coisa é compreendê-lo, outra muito diferente é fazer a aplicação do mesmo. Precisamos fazer a aplicação de maneira instigante, por isso, deixe-me perguntar-lhe: Que tipo de solo você é? A. Você é como o “solo à beira do caminho”? 1. Se você já ouviu o evangelho de Cristo e seu Reino, mas ainda não é um cristão... 2. Você pode estar no processo de endurecimento do seu coração! 3. Desse modo está suscetível ao engano de Satanás, que de alguma forma, quer cegá-lo e não permitir que a Palavra de Deus tenha o efeito desejado em você! B. Você é como o “solo rochoso”? 1. Se você recebeu o evangelho alguma vez, mas não está sendo fundamentado na fé... 2. Você provavelmente vai cair quando a perseguição ou tentação vier pelo caminho! C. Você é como o “solo com espinhos”? 1. Se você recebeu o evangelho alguma vez, mas está se tornando muito preocupado com os cuidados, as riquezas e os prazeres deste mundo... 2. Você não será capaz de dar fruto! Lembre-se do que Jesus disse sobre ramos que não produzem frutos! - Jo 15:1-6. D. Você é como “a boa terra”? 1. Se você tiver recebido o evangelho, e está dando frutos... 2. Então você tem demonstrado várias coisas importantes: a. Você tem um coração bom e reto! b. Você veio a entender a Palavra de Deus! c. Você manteve a perseverança! 3. E assim a Palavra de Deus tem sido capaz de produzir o efeito pretendido em sua vida! 6 Página
  • 7. CONCLUSÃO. 1. Quando Jesus terminou de contar sua parábola do Semeador, Ele clamou: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça!” - Mt 13:9. 2. É evidente, a partir da explicação do próprio Jesus, que nem todos realmente ouvem! 3. É importante que nós escutemos bem, quando a Palavra de Deus é proclamada, por que é o modo como a fé é obtida - Rm 10:17. 4. Como você tem ouvido esta parábola de Jesus e Sua explicação? a. Se você é outra coisa que não seja “boa terra”, você precisa arrepender-se hoje! b. Para que na próxima ocasião, aprenda o que Jesus fará quando voltar para reunir o Seu Reino! - Mt 13:24-30,36-43. Caro amigo e irmão, você pode realmente ter um coração bom e reto. Ouça, analise, compreenda e aceite o evangelho de Jesus Cristo, o evangelho do Seu Reino! 7 Página
  • 8. O Rev. Giovanni M. Guimarães é formado no SPN – Seminário Presbiteriano do Norte, em Recife no ano 2000 e ordenado ao sagrado ministério em dezembro do mesmo ano. Casado com a pedagoga e missionária Abilene é pai de Giulia e Arthur e atualmente é pastor na Igreja Presbiteriana do Carnaubal, em Mossoró. Contatos: (84) 9660-9271 webminst@ig.com.br 8 Página