Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP
Faculdade de Engenharia Química – FEQ
Gestão Estratégica de Produção
Empréstim...
Índice
Introdução............................................................................................................
Introdução
Antes ela era considerada apenas uma aliada dos bancos, principalmente na hora de
reduzir as filas nos caixas. ...
A prática é um sucesso em todo o mundo
O que parece brincadeira é uma prática séria e comum nos sites de relacionamento
fi...
Segundo Mattiuzzo, que trabalhou por 17 anos no sistema bancário, a procura pela
rede social financeira tem sido maior por...
A Fairplace não faz qualquer tipo de concessão direta de empréstimos,
financiamentos, crédito direto, aplicações financeir...
Zopa
Lançado em 2005, e comparado ao eBay e Betfair pela imprensa do Reino Unido,
Zopa foi uma das primeiras empresas em u...
Figura 3: Site da Zopa
Prosper
Mutuários solicitar empréstimos pessoais em Prosper e investidores (individual ou
instituci...
A ideia do serviço é obtido a partir de conceitos Banking Group, tais como
associações de poupança e crédito rotativo. Out...
Figura 4: Site da Prosper
Outras sites de empréstimos P2P
Green Note
Página 10 de 14
Figura 5: Apresentação do site da empresa GreenNote
GlobeFunder
Figura 6: Site da Globefunder
Lending Karma
Página 11 de 14
Figura 7: Site da Lending Karma
Lending Club
Figura 10: Site Lending Club
Os grandes e pequenos Bancos
Os bancos tradicion...
Os bancos continuam contando com uma série de vantagens: capacidade, experiência e
segurança. Qualidades que, sem dúvida, ...
Referencias Bibliográficas
Site: Pde (Portal do Empréstimo) - Empréstimo Social em Comunidade Online:
http://www.portaldoe...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

20130809 empréstimo online p2 p_grupo 2

756 visualizações

Publicada em

Prévia do trabalho Final do nosso grupo sobre Empréstimo online (P2P)

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
756
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

20130809 empréstimo online p2 p_grupo 2

  1. 1. Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP Faculdade de Engenharia Química – FEQ Gestão Estratégica de Produção Empréstimo Online P2P Integrantes do grupo: Rogério Pires Thiago Porcel Tiago Lucon Willian Soares Trabalho final da disciplina Sistemas de Informação sob orientação do Profº Luciel Henrique de Oliveira.
  2. 2. Índice Introdução..............................................................................................................................................3 A prática é um sucesso em todo o mundo.............................................................................................4 Fairplace.................................................................................................................................................4 Embasamento Jurídico...................................................................................................................5 Zopa........................................................................................................................................................7 Estados Unidos...............................................................................................................................7 Itália................................................................................................................................................7 Prosper...................................................................................................................................................8 Avaliação do Risco de Crédito.........................................................................................................9 Prosper Ratings...............................................................................................................................9 Outras sites de empréstimos P2P.........................................................................................................10 Green Note.......................................................................................................................................10 GlobeFunder.....................................................................................................................................11 Lending Karma..................................................................................................................................11 Lending Club.....................................................................................................................................12 Os grandes e pequenos Bancos............................................................................................................12 Conclusão.............................................................................................................................................13 Referencias Bibliográficas.....................................................................................................................14 Página 2 de 14
  3. 3. Introdução Antes ela era considerada apenas uma aliada dos bancos, principalmente na hora de reduzir as filas nos caixas. Agora, a internet pode virar uma concorrente, principalmente quando se fala de empréstimos online. Geralmente, se pensa no pedido de empréstimo feito através de um módulo online. Na realidade, assim como a web e as redes sociais influenciaram as mídias e o marketing com as dinâmicas virais, elas também estão influenciando fortemente os produtos financeiros como os empréstimos. Esse novo conceito mistura redes sociais como Facebook e LinkedIn e o site de leilões Mercado Livre. O objetivo é aproximar dois tipos de clientes: os que têm interesse em emprestar recursos para receber em troca uma remuneração e os endividados que buscam taxas menos extorsivas. Esse sistema exclui a intermediação bancária para a concessão de empréstimos e oferece pequenas quantias a juros mais baixos do que os praticados no mercado. Nos Estados Unidos, essas comunidades funcionam desde 2006. Um sistema de empréstimo, ou melhor, de microcrédito gerido com dinâmicas sociais é chamado de Social Lending. Social Lending, traduzindo ao pé da letra nada mais é que um empréstimo social e o que significa isso? São empréstimos realizados on-line entre pessoas físicas (peer-to-peer, “P2P”), mais ou menos como se você fizesse um empréstimo com um parente ou amigo e não com um banco ou uma financeira. A diferença é que você não conhece necessariamente seu credor e as taxas de juro são bem mais baixas do que as que você pagaria para um banco. E isso existe organizada e formalmente? Sim! Como forma de investimento, a pessoa que precisa de dinheiro apresenta uma proposta de forma de pagamento e taxa de juros que está disposta a pagar e se essa proposta te agradar, você empresta o dinheiro para ela. A característica destas comunidades consiste na atenção especial às pessoas que possuem um objetivo em comum: conseguir dinheiro. Existem novas formas de se conseguir dinheiro e as comunidades independentes se posicionam como opções decisivas quando se trata de crédito. Olhando como o lado investidor, os retornos costumam serem maiores do que o da renda fixa, em modalidades como o CDB e a poupança. Especialista em finanças e economia admitem: “Têm riscos, mas administráveis”. Página 3 de 14
  4. 4. A prática é um sucesso em todo o mundo O que parece brincadeira é uma prática séria e comum nos sites de relacionamento financeiro em outras partes do mundo, como Estados Unidos e China. A consultoria Gartner calcula que, desde o surgimento do modelo, há quatro anos, são feitos empréstimos equivalentes a US$ 650 milhões ao ano. Em 2013, a previsão é de que esse mercado movimente US$ 3,3 bilhões. Por enquanto, no Brasil, o valor dos empréstimos fica entre R$ 1 mil e R$ 5 mil. A tendência é que a maturidade do mercado faça esses montantes crescerem, como ocorreu nos Estados Unidos. A Prosper, a maior rede de empréstimo entre pessoas do mundo, abre pedidos de até US$ 25 mil. Chris Larsen criou a companhia em 2006 pouco antes do estouro da bolha de crédito no mercado imobiliário americano. O sucesso da sua iniciativa está nos números. Hoje, 960 mil pessoas estão cadastradas na Prosper e o montante de empréstimos se aproxima de US$ 1 bilhão. Mais importante que isso, Larsen viu sua experiência ser reproduzida em outras partes do mundo: o Comunitae, na Espanha, o Wokai, na China, e o Zopa, que está na Itália, no Reino Unido, Japão e Estados Unidos. À primeira vista, esse tipo de empréstimo se parece com práticas ilegais de agiotagem. Porém, só são considerados fora da lei brasileira aqueles que cobram juros extorsivos ou exigem a penhora de bens, como imóveis ou automóveis. Fairplace Com apenas dois meses de atividade, a Fairplace já contava com 2 mil cadastrados. Os investidores depositaram R$ 230 mil e R$ 194 mil foram emprestados, apesar de os pedidos de empréstimos chegarem a quase R$ 2 mi. A diferença entre o volume solicitado e o dinheiro liberado deve-se ao baixo risco que o credor quer correr. Sócio da Fairplace, Eldes Mattiuzzo afirma que, no Brasil, por conta dos altos juros cobrados, a rede social de empréstimo tem tudo para dar certo. "Como o spread bancário no país é um dos maiores do mundo, o potencial de empréstimos diretos entre pessoas é muito grande. As taxas de administração e de regulação, que pesam muito para os bancos, não existem para a nossa rede. Por isso, há condições de se cobrar juros menores.” A Fairplace obriga o cadastrado a estar sempre com o perfil completo e atualizado. É com base nele e nos dados da Serasa que cada solicitante do empréstimo ganha uma nota, que vai do topo AAA ao piso E. A utilização das letras é semelhante à que as agências de classificação de risco usam para medir a inadimplência. Quanto mais próximo ao E, maior é a possibilidade de um calote e, como consequência, os juros são mais altos. O investidor escolhe para que tipo de tomador ele vai emprestar. Os juros para quem é AAA está, em média, em 2,43% ao mês. Para quem é considerado de risco médio, o juro é de 4,18% ao mês. Numa financeira, essa mesma pessoa pagaria 8%. Para quem está emprestando, só para risco baixo, é possível um retorno mensal de 2,99% ao mês". Página 4 de 14
  5. 5. Segundo Mattiuzzo, que trabalhou por 17 anos no sistema bancário, a procura pela rede social financeira tem sido maior por parte das pessoas que desejam quitar dívidas. Há ainda interessados em abrir pequenos negócios e financiar estudos ou viagens. Nesse primeiro momento o foco da Fairplace é no microcrédito e os empréstimos ficam entre R$ 1 mil e R$ 5 mil. Figura 1: Site da Fairplace Como funciona na Fairplace? O portal funciona da seguinte maneira: divulga os pedidos de empréstimos, com valor e qual será o destino do dinheiro (casamento, pós-graduação, novo negócio), que podem ser analisados pelos investidores, os quais oferecem o montante. Através de um mecanismo de leilão reverso, aqueles que desejam um empréstimo fazem o seu pedido (Oferta de Empréstimo), e aqueles dispostos a investir escolhem para quem emprestar. A Plataforma opera de tal forma que quem toma um empréstimo o faz de diversas pessoas ao mesmo tempo, e quem investe também investe em várias pessoas, pulverizando seus investimentos e obtendo excelentes retornos com alto grau de previsibilidade. Embasamento Jurídico Os contratos de empréstimos entre pessoas são formalizados à taxa máxima legal de 12% ao ano. O restante da Remuneração paga aos investidores é complementado diretamente pela Fairplace através de bonificação por conta da parceria feita entre Investidores e Fairplace. A Fairplace é uma comunidade de empréstimos constituída sob a forma de sociedade empresária limitada e que atua em estreita observância à legislação brasileira aplicável à espécie, em especial o Código Civil e o Código de Defesa do Consumidor. Trata-se de uma sociedade prestadora de serviços de aproximação e captação de empréstimos entre particulares por meio virtual, disponibilizando para tanto uma plataforma segura, intuitiva e inteligente que favorece aos usuários a aproximação útil para a conclusão dos negócios pretendidos na modalidade “peer-to-peer”, da forma que lhes for mais conveniente. Página 5 de 14
  6. 6. A Fairplace não faz qualquer tipo de concessão direta de empréstimos, financiamentos, crédito direto, aplicações financeiras vinculadas ou garantidas, investimentos em mercados imobiliários ou operações assemelhadas, motivo pelo qual não se constitui como instituição financeira sob o controle do BACEN ou da CVM. A atividade da FAIRPLACE está regulada, sobretudo, nos artigos 425, 406, 586, 591, 693 a 709 todos do Código Civil. Página 6 de 14
  7. 7. Zopa Lançado em 2005, e comparado ao eBay e Betfair pela imprensa do Reino Unido, Zopa foi uma das primeiras empresas em um grupo emergente de serviços peer-to-peer permitidas pela internet. Foi criado por uma equipa de gestão elaborado a partir de muitos daqueles que fundou Egg no Reino Unido. A empresa está sediada em Londres e apoiado pela Benchmark Capital e Wellington Partners. Em 2006, o Observatório Futures Sociais publicou um estudo intitulado "Internet Based Lending social", que procura compreender os antecedentes de empréstimos sociais, traçando paralelos com as sociedades amigáveis. O estudo utilizou Zopa como uma importante fonte de material de estudo de caso. Zopa opera no Reino Unido. É usado para operar na Itália, o Japão e os EUA, cada um com um modelo um pouco diferente. No entanto, as operações no exterior ou fechou ou foi desmembrada. Estados Unidos Zopa, lançado em os EUA em parceria com seis cooperativas de crédito em 04 de dezembro de 2007, mas fechado para novos negócios em 08 de outubro de 2008, devido à preocupação de Zopa que as taxas de inadimplência de novos mutuários poderia subir além dos níveis aceitáveis, conforme a situação econômica se deteriorou em os EUA. O modelo dos EUA foi significativamente diferente do que em outros lugares devido a restrições regulatórias. Os clientes podem ser "Investidores" ou "mutuários". Os mutuários podem obter um empréstimo via Zopa de uma das Cooperativas de Crédito. Mutuários, então, publicar um perfil na Zopa dando alguns detalhes sobre si mesmos. Investidores compraram Zopa um Certificado de Depósito Bancário. Os investidores foram capazes de ajudar os mutuários, oferecendo-lhes uma fatia do retorno sobre seu CD, reduzindo o montante dos juros que o mutuário tinha que pagar. Se os investidores suficientes ajudou um único mutuário, em seguida, todos os seus reembolsos poderia ser coberto. Itália Zopa Itália corre um modelo muito semelhante ao de Zopa Reino Unido, com a ressalva de que as taxas para os mutuários são uma função do seu risco. Em 10 de julho de 2009, Zopa foi escrito fora dos corretores financeiros italianos registar pelo Ministério de Economia e Finanças, sobre a indicação do Banco Central italiano. Zopa Itália suspendeu novas admissões, mas continuou a gerir os empréstimos existentes. Após esta Zopa Itália terminou seus laços com Zopa em dezembro de 2011 e mudou seu nome de marca para Smartika. Smartika recebeu uma nova autorização de um Instituto pagamento pelo Banco Central italiano em fevereiro de 2012 e reiniciou suas operações em março de 2012. Página 7 de 14
  8. 8. Figura 3: Site da Zopa Prosper Mutuários solicitar empréstimos pessoais em Prosper e investidores (individual ou institucional) pode financiar em qualquer lugar a partir de US $ 25 a US $ 35.000 por pedido de empréstimo. Prosper lida com a agregação e desembolso de fundos para os mutuários e, em seguida, os serviços de empréstimos, coleta e distribuição de pagamentos e juros de volta para os investidores de empréstimo. Para a maioria de sua história, Prosper agiu como um mercado de leilões on-line eBay estilo, com credores e devedores em última instância determinam as taxas de empréstimo através de um sistema de leilão holandês-like. Efetivo 19 dezembro de 2010, Prosper ajuizou nova Prospecto com a SEC, mudando seu modelo de negócios para usar taxas pré-definidas determinado unicamente pela Prosper baseado em uma fórmula avaliar o risco de crédito de cada mutuário. De acordo com a nova abordagem, os credores já não determinar a taxa de empréstimo através de descoberta de preço em um leilão. Em vez disso, eles simplesmente escolher se quer ou não investir na taxa de empréstimo que Prosper preços algoritmo atribui ao empréstimo após analisa relatório do tomador de crédito e informações financeiras. Prosper verifica a identidade dos mutuários e selecionar dados pessoais antes de empréstimos de financiamento e gerencia todas as etapas do serviço de empréstimo. Do Prosper empréstimos pessoais são totalmente amortizados por um período de um, três ou cinco anos, sem penalidades de pré-pagamento. Prosper gera receita pela cobrança de uma taxa única sobre empréstimos financiados a partir de mutuários e avaliar uma taxa anual de manutenção de crédito para os investidores. Página 8 de 14
  9. 9. A ideia do serviço é obtido a partir de conceitos Banking Group, tais como associações de poupança e crédito rotativo. Outras idéias que nortearam derivam os conceitos de microcrédito e microfinanças. Prosper publica estatísticas de desempenho em seu site e todos os dados de mercado está disponível ao público para análise] Todas as transações são em dólares americanos;. Credores e devedores devem ser residentes dos EUA. Da Prosper 10,69% taxa anualizada experiente de retorno, líquido de comissões, para o período de 1 de Julho de 2009 a 30 de setembro de 2011 foi auditado de forma independente pela Ashland Partners & Company, LLP, em dezembro de 2011. Prosper aberto ao público no dia 5 de fevereiro de 2006. Prosper foi fundado por Chris Larsen (o fundador da E-empréstimo) e John Witchel e é apoiada por Accel Partners, Agilus Ventures, Benchmark Capital, CrossLink Capital, DAG Ventures, Draper Fisher Jurvetson, Fidelity Ventures, Omidyar Network (um veículo de investimento de fundador do eBay, Pierre Omidyar), Meritech Capital Partners, TomorrowVentures (um veículo de investimento do Google presidente executivo Eric Schmidt), e investidores QED (um veículo de investimento de CapitalOne co-fundador Nigel Morris). Avaliação do Risco de Crédito Prosper tem proporcionado uma quantidade crescente de informações sobre potenciais mutuários ao longo do tempo, além de fazer várias alterações à sua política de crédito. Antes de seu "período de silêncio" e 2009 2008 registro na SEC, a empresa forneceu "Grades de Crédito" e outras informações de crédito sobre seus potenciais credores. Após o registro na SEC, a empresa criou um novo modelo, que determinou "Prosper Ratings" em seu lugar. Além disso, novos potenciais mutuários foram obrigados a ter uma Experian Scorex PLUS pontuação de crédito de pelo menos 640, enquanto retornam os mutuários só precisa de uma pontuação de 600 para solicitar um empréstimo. Prosper Ratings Desde o registro na SEC, em 2009, Prosper tem proporcionado um proprietário "Prosper Rating" para futuros mutuários com base na estimativa de "taxa de perda estimada" que o mutuário da empresa. Segundo a empresa, esse número é "determinada por dois pontos: (1) a pontuação de crédito, obtidos a partir de uma agência oficial de informação de crédito, e (2) o Índice Prosper, figurou em casa com base na população prosperar." Prosper Ratings, de menor risco para maior risco, são rotulados AA, A, B, C, D, E, e HR ("Alto Risco"). Prosper Classificação: AA A B C D E HR Estima Taxa Média de perda anual: 0,00% -1,99% 2,00% -3,99% 4,00% -5,99% 6,00% -8,99% 9,00% -11,99% 12,00% -14,99% 15,00% + Página 9 de 14
  10. 10. Figura 4: Site da Prosper Outras sites de empréstimos P2P Green Note Página 10 de 14
  11. 11. Figura 5: Apresentação do site da empresa GreenNote GlobeFunder Figura 6: Site da Globefunder Lending Karma Página 11 de 14
  12. 12. Figura 7: Site da Lending Karma Lending Club Figura 10: Site Lending Club Os grandes e pequenos Bancos Os bancos tradicionais (grandes ou pequenos) precisam expandir sua atenção e suas práticas de negócio caso queiram abranger um modelo mais amplo de possibilidades. Existem novas formas de se conseguir dinheiro e as comunidades independentes se posicionam como opções interessantes quando se trata de crédito. Página 12 de 14
  13. 13. Os bancos continuam contando com uma série de vantagens: capacidade, experiência e segurança. Qualidades que, sem dúvida, também podem ser ofertadas nos seus serviços online. Se as comunidades independentes ofertam produtos competitivos, cabe aos bancos o desenvolvimento de novos serviços aliados ao compromisso garantido pela instituição financeira. A atual tendência de facilitação de créditos e abaixamento de juros pelos bancos tradicionais, também pode ser interpretada como uma reação as atuais formas alternativas de empréstimos presente no mercado. Conclusão O desenvolvimento da informática e tecnologia de informação permitiu o desenvolvimento dessa nova forma de investimento: comunidade de investimento “Peer to Peer”. Como o empréstimo é feito online, muitas vezes, entre pessoas que não se conhecem, ter uma tecnologia de informação avançada, com proteções contra fraudes e uma boa segurança das informações, é fundamental para o bom funcionamento do “P2P lending”. Apesar de ser no Brasil ser muito recente, foi lançado somente em 2010, deve ter uma boa aceitação. Mesmo tendo crédito abundante e com a política de redução de juros no Brasil, uma comunidade de empréstimos na internet ainda tem vantagens em relação ao método tradicional de investimento e de obtenção de empréstimo. A primeira vantagem é a financeira e a secunda é o lado filosófico. Em sites de empréstimos de pessoa para pessoa, o investidor avalia o perfil de quem precisa de dinheiro e pode escolher para qual finalidade prefere emprestar. Conforme os empréstimos online se tornarem mais populares, deve enfrentar a fúria das grandes instituições financeiras, visto que este é uma boa forma de obter empréstimos e deve roubar espaço, e consequentemente lucro dos bancos. Página 13 de 14
  14. 14. Referencias Bibliográficas Site: Pde (Portal do Empréstimo) - Empréstimo Social em Comunidade Online: http://www.portaldoemprestimo.com/comunidade-de-emprestimos/emprestimo-social-em- comunidade-online/. Site: GFT Brasil – Banking Communities, oportunidade ou ameaça?: http://www.gft.com/br/pt/index/empresa/newsletter/newsletter_1_2011/bankingcommunities. html. Site: InfoMoney: Comunidade de empréstimo pela web chegam ao Brasil: http://www.infomoney.com.br/noticias/noticia/1848254. Acessado em Site: Fairplace – Comunidade de empréstimo: https://www.fairplace.com.br/portal/engine/AboutUs/init.hl. Site: Personal Loans and Online Investing – Peer to Peer Lending: http://www.prosper.com/. Site: Zopa UK Loans – Get a great rate loan from Zopa Lenders: http://uk.zopa.com/. Site: GreenNote – The higher education donor network: https://www.greennote.com/. Site: globefunder: http://globefunder.ddii.com/. Acessado em 12/06/2012. Site: LendingKarma – The Smartest Way to Manage your Loan: http://www.lendingkarma.com/. Site: LendingClub – Investor earn better returns, borrowers pay lower rates: http://www.lendingclub.com/. Página 14 de 14

×