Tabela de distribuição de frequências para variáveis quantitativas contínuas.docx 1

3.973 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.973
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tabela de distribuição de frequências para variáveis quantitativas contínuas.docx 1

  1. 1. Distribuição de frequências
  2. 2. Tabela primitiva • Vamos considerar a descrição estatística de variáveis quantitativas. Exemplo: estatura de 40 alunos • A este tipo de tabela não-organizada damos o nome de tabela primitiva.
  3. 3. Rol • A tabela obtida após a ordenação (crescente ou decrescente) dos dados é chamada rol. O rol facilita descobrir na tabela qual o menor valor, maior valor, amplitude, etc…
  4. 4. Distribuição de frequências • Para facilitar ainda mais a leitura da tabela, podemos agrupar os valores em intervalos (classes) e contar quantos elementos estão incluídos em cada classe (frequência).
  5. 5. Distribuição de frequências Rol: 154├ 158 é um intervalo fechado à esquerda e aberto à direita, tal que 154 ≤ x < 158.
  6. 6. Distribuição de frequências O resultado é uma distribuição de frequências com intervalo de classes: Assim, ganhamos em simplicidade, mas perdemos em detalhes. Dados agrupados em distribuição de frequências são chamados dados agrupados.
  7. 7. Elementos de uma distribuição de frequências: 1.Classes
  8. 8. Elementos de uma distribuição de frequências: 2.Limites de classes
  9. 9. Elementos de uma distribuição de frequências: 3. Amplitude de classe
  10. 10. Elementos de uma distribuição de frequências: 4. Amplitude total da distribuição
  11. 11. Elementos de uma distribuição de frequências: 4. Amplitude total da distribuição
  12. 12. Elementos de uma distribuição de frequências: 5. Amplitude amostral
  13. 13. Elementos de uma distribuição de frequências: 6. Ponto médio de uma classe
  14. 14. Elementos de uma distribuição de frequências: 7. Frequência de classe • A frequência simples (ou absoluta) é representada por fi No nosso exemplo temos: f1 = 4, f2 = 9, f3 = 11, etc... • A soma de todas as frequências é representada pelo somatório: Σfi = n
  15. 15. Construção de distribuições de frequências: 1. determinação da quantidade de classes A primeira coisa a decidir na construção de uma tabela de distribuição de frequências é o número de classes a ser usado. A seguinte regra pode ser útil: k ~ 1 + 3,3 log n Ex: se tivermos 80 dados, então k ~ 1 + 3,3 log 80 k ~ 7
  16. 16. Construção de distribuições de frequências: 2. determinação da amplitude das classes Determina-se a amplitude de classe, dividindo-se a amplitude amostral pelo número de classes. Arredonde o resultado para mais, até um número conveniente. Esse arredondamento para mais não somente é conveniente como também garante que todos os valores sejam incluídos na tabela de frequência.
  17. 17. Construção de distribuições de frequências: 3. determinação dos limites de classe Escolhe-se como limite inferior da primeira classe o menor valor ou um valor ligeiramente inferior a ele. Esse valor serve como ponto de partida. Some a amplitude de classe e o ponto de partida, obtendo o segundo limite inferior; e assim por diante. Relacione os limites inferiores de classe em uma coluna e introduza os limites superiores, que podem ser facilmente determinados a esta altura.
  18. 18. Construção de distribuições de frequências: 4. determinação das frequências Conte o número de elementos em cada classe, que será a frequência.
  19. 19. Tipos de frequências
  20. 20. Tipos de frequências
  21. 21. Tipos de frequências
  22. 22. Tipos de frequências
  23. 23. Tipos de frequências
  24. 24. Tabela de distribuição de frequências
  25. 25. Distribuição sem intervalo de classe
  26. 26. Distribuição sem intervalo de classe
  27. 27. Gráficos de distribuição de frequências: Histogramas
  28. 28. Gráficos de distribuição de frequências: Histogramas
  29. 29. Gráficos de distribuição de frequências: Polígono de frequências
  30. 30. Gráficos de distribuição de frequências: Polígono de frequências

×