Jornal Escola Kids

1.311 visualizações

Publicada em

Trabalho Colaborativo com participação dos alunos, primeira edição

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Jornal Escola Kids

  1. 1. Jornal EscolaKids A importância do estudo do Bullying é para alertar os alunos, professores e pais que nenhum ser humano merece sofrer violência . Não importa que o Bullying sejaEditorial praticado na Anderson Gonçalves da Silva O estudo do BULLYING: UMA LI ÇÃO Rose Mary Fraga Pereira DE VIDA E DE EDUCA ÇÃO escola, no trabalho e Washington Felix Rocha Sandra Vescovi Negri até mesmo em POR QUE PESSOAS QUE SOFREM COM O BULLYING TêM MEDO DE DENUNCIAR? casa. As pessoas O Jornal Escola PORQUE ELAS TêM MEDO DE PERDER SUA merecem respeito,Kids, motivado pelo FAMÍLIA. ISSO ACONTECE EM VÁRIAS independente do FAMÍLIAS. CASOS COMO ESSES, DEVEM SER que elas sejam.Projeto Tribuna na DENUNCIADOS, PORQUE PODE PREJUDICAREscola é parte PESSOAS INOCENTES. Todos são seresintegrante do “Projeto OS AGRESSORES DEVEM PAGAR POR ESSES humanos e têm CRIMES DE BULLYING. É IMPORTANTE SABER direitos iguais.Escola Vix”. Tem por QUE PODEMOS CONTAR COM A FAMíLIA E OSobjetivo propiciar aos POLÍCIAIS. Vamos respeitá-los.educandos uma na escola TEMOS QUE aprender LIDAR Nós não gostamos COM O PROBLEMA DO BULLYING E OUVIR A de ter um país comformação para a leitura LIÇÃO QUE OS BONS PAIS ENSINAM.e escrita, bem como AVISO: pessoasoferecer à comunidade SE VOCÊ SOFRE COM O BULLYING, discriminadas, DENUNCIE, PODE AJUDAR VOcê E MUITOS como nossos filhosescolar um espaço para OUTROs QUE TAMBéM SOFREM.divulgação e e nossos netos.informação de fatos SABRINA SILVA & CLARA WALGER Vamos combater opertinentes aos bullying nasconteúdos escolares Crônica - Um dia no parque escolas e nascom abordagens e Em um dia, um grupo de amigos estavam casas. Não vamosmatérias produzidas todos juntos em frente à escola .Todos de judogi, deixar o mundoatravés de entrevistas, traje para o esporte - Judô que eles praticavam. discriminar os serespesquisas e produção Todos estavam a espera do seu professor,que por humanos.de imagens, tendo acaso houve um incidente e ele não pôde Patrick de Almeida.como protagonistas os comparecer. A mais velha do grupo, Fernanda teve a Josileia Santos Loures .alunos(as) da 6ª série ideia de ir passear no parque, todos os outrosA, com envolvimento concordaram com ela.de professores(as), Chegando no parque,que estava poucopedagogas(as), direção movimentado, pois era um dia de semana,elese toda a comunidade sentaram na grama fizeram uma roda até,então,escolar. Pietra fala: -Vamos brincar de verdade ou consequência ? Todos concordam,Eduarda pega sua garrafa de água e todos começam a brincar . Algumas horas depois,começa a garoar. Pietra decide ir embora, pois daí uma hora,ela tinha médico marcado . Eduarda, Fernanda, Kelly, Jorge e Marcos ficaram brincando de pular um por cima do outro e todos ainda de judogi. Mais tarde, todos vão embora supercansados.
  2. 2. Jornal EscolaKids POESIAS HISTÓRIAS BÍBLICAS A MOCIDADE “ ALEGRA-TE, JOVEM, NA TUA JUVENTUDE, E RECREI-SE O TEU CORAÇÃO NOS DIAS DA TUA MOCIDADE, ANDA PELOS CAMINHOS QUE SATISFAZEM O TEU CORAÇÃO E AGRADAM AOS TEUS OLHOS; SABE, PORÉM, QUE DE TODAS ESSAS COISAS DEUS TE PEDIRÁ CONTAS. AFASTA, POIS, DO TEU CORAÇÃO O DESGOSTO, REMOVE DA TUA CARNE A DOR, PORQUE A JUVENTUDE E A PRIMAVERA DA VIDA SÃO VAIDADES.” Eclesiaste 11-09 Evellyn Ramos Couto e Karoline BOITATÁ Freitas Ela é uma cobra enorme que mora Produção  de  texto  numa gruta muito escura no meio da sobre o bullying    floresta. O boitatá dorme muito e de tanto viver no escuro seus olhos                    Bullyingcresceram e ficaram grandes como dois é um tema difícil de retratar, faróis incendiando tudo o que vê, até porque quem sofre bullying não encontrar um par de olhos brilhantes denuncia por medo das ameaças para satisfazer o apetite. dos agressores. Na maioria das vezes o bullying ocorre nas escolas. Bullying é uma agressão física ou mental praticada geralmente no ambiente escolar. Vou te quebrar !! Desculpa por favor!!
  3. 3. Jornal EscolaKids MULA SEM CABEÇA Matheus Silva e Daniel Dizem que quando uma mulher se apaixona por um padre ela vira uma mula sem cabeça e toda noite de sexta- feira ela sai galopando por ai assombrando todo mundo que encontra pelo caminho. Seu galope é tão forte que dá para ouvir de longe, ela relincha muito alto e solta fogo pelas ventas. Este é o grande mistério que até hoje ninguémO Boto consegue resolver, mas quem se aproxima acaba seO boto é um animal encantado que vive no rio Amazonas. queimando. O encanto sóEle não é gente mais gosta de namorar, pois se transforma desaparece quando alguémem homem. consegue tirar o freio de ferroÀ noite ele vira um homem alegre, bonito e forte, que vai que ela leva no pescoço. Nesteàs festas da região e dança com lindas mulheres, mas momento ela se transformanunca tira o seu chapéu da cabeça. numa mulher vestida deEle toma muito cuidado para ir embora antes do branco.amanhecer, se não o encanto se quebra.Ao deixar o sol bater em sua pele, vira boto novamente.Se ele levar as mulheres para o rio, elas passarão o resto davida encantadas e seus filhos serão chamados de filho do boto. Os Três Porquinhos GersonEra uma vez três porquinhos. Eles moravam com suamãe, um dia os três decidiram sair de casa para fazer suaprópria casa. O primeiro fez a casa de palha. Chegou um loboe disse: _ Abra se não eu sopro! Ele soprou, soprou e a casacaiu. O porquinho saiu correndo para a casa do segundoporquinho. A casa do segundo porquinho era de madeira e olobo soprou e soprou até a casa cair, e os dois porquinhossaíram correndo para casa do seu outro irmão. O terceiro fezuma casa de tijolos. _ Abra irmão, disse os dois porquinhosque chegavam. Eles entraram na casa e disseram que o loboestava correndo atrás deles. O terceiro porquinho foi e pegouum caldeirão, encheu de água fervendo. Enquanto isso, o loboassoprou e cansou de assoprar, a casa nem se mexeu, o lobosubiu pela chaminé ,os porquinhos tiraram a tampa docaldeirão e o lobo caiu dentro, os porquinhos levaram ocaldeirão para a floresta.Os três porquinhos viveram felizes para sempre.
  4. 4. Jornal Escola KidsCultura Popular na sala de aula Edson Patrício de Souza (Sagaz) Há cerca de três meses iniciamos um projetodiferenciado na 6ª série A e na 6ª série B, sob acoordenação da professora Rose, em parceria com oTempo Integral. A oficina de Letra e Rima éministrada por Sagaz, educador social de Hip-Hop,objetiva desenvolver o gosto pela leitura e escrita ejá faz parte do conteúdo de Língua Portuguesa destesegundo semestre letivo. Cultura Popular na construção de cidadãos mais críticos O objetivo é apresentar aos alunos letras de Rap e poemas relacionados aos seguintes eixostemáticos: Política, Cultura, Educação, Meio Ambiente, Esporte, Lazer. A partir desse reconhecimento,as turmas, divididas em pequenos grupos, fazem a análise do material e passam a construir seuspróprios textos, explorando a musicalidade e a força de expressão das palavras. É com essa nova didática, que toma por referência uma parte dessa cultura popular, o universodo Hip-Hop, que se pretende tornar possível a construção de cidadãos mais críticos e preparados paracompreender a realidade que os cerca. Projeto Escola Vix Projeto Alfabetizar Edna Bicalho Coutinho Sandra Vescovi Negri Washington Felix Rocha Este é um recurso educacional, integrante do "Projeto Escola Vix", ferramenta colaborativa em construção, com participação do coletivo da Escola Municipal de Ensino Fundamental Ceciliano Abel de Almeida na perspectiva da inclusão digital, escolar e social. Acesse www.fotolog.terra.com.br/emefcaa Acesse www.fotolog.terra.com.br/alfabetizar

×