Levantar as mãos em êxtase e adoração
Dançar, gingar, pular
Dança litúrgica e Coreografia
Cair no chão, gargalhar sem fim
Ana Paula Valadão anda no palcodurante uma apresentação como sefosse um leão, e depois disse terrecebido a “unção do leão”...
 Muitas adotaram práticas litúrgicas onde se  incluem essas manifestações Isso inclui expressões corporais como:
 As igrejas adotam em maior ou menor  medida essas manifestações. As que adotam são acusadas de:  Prestar culto emocion...
 Deus está derramando sua unção sobre seu  povo, um avivamento de louvor. Quando o Espírito se move, coisas  incomuns ac...
1. Reafirmar a Confissão de Fé: “O modo aceitável deadorar o verdadeiro Deus é instituído por Ele mesmo e étão limitado po...
1. Segundo as Escrituras, o culto a Deus é a razão principal daexistência humana e que na história do povo de Deus, nelasr...
“O modo aceitável de adorar o verdadeiroDeus é instituído por Ele mesmo e é tãolimitado por sua vontade revelada, que nãod...
 Hinos e cânticos espirituais Leitura da Palavra Orações, petições, ação de graças Pregação da Palavra Ceia e Batismo...
 Relacionadas com o ambiente de culto:  Amplificação do som, mídia  Arrumação do salão, móveis  Horário, iluminação, d...
“A profetisa Miriã, irmã de Arão, tomouum tamborim, e todas as mulheressaíram atrás dela com tamborins e comdanças” (Ex 15...
“As mulheres de todas as cidades deIsrael saíram ao encontro do rei Saul,cantando e dançando, com tambores,com júbilo e co...
A dança de roda fazia parte da cultura do AntigoOriente Médio, como meio de diversão:“Saindo as filhas de Siló a dançar e...
A dança em Israel era diferente de diversos tipos de dança populares no Brasil de hoje, que estão associadas a um estilo ...
 “Saul despiu a sua túnica, e profetizou diante de  Samuel, e, sem ela, esteve deitado em terra todo  aquele dia e toda a...
 Expressões físicas como o cair e o rolar no  chão, tremores, choro alto, contorções,  saltos, risos descontrolados, e co...
 Na Bíblia, essas reações físicas são resultado da  percepção das grandes verdades de Deus. A grande maioria dessas mani...
 “Tendo Salomão acabado de fazer ao Senhor toda  esta oração e súplica, estando de joelhos e com as  mãos estendidas para...
 “Salomão... ajoelhou-se em presença de  toda a congregação de Israel, estendeu as  mãos para o céu” (2Cr 6.13). “... aj...
  Então, a ira de Balaque se acendeu contra Balaão, e    “  bateu ele as suas palmas” (Nm 24.10). “Eles constituíram Joá...
 Fazia parte da cultura oriental bater palmas  para expressar as emoções de todos os tipos. Bater palmas como apreciação...
 O centro do culto é Deus e não o homem. Para que haja edificação é preciso que haja  entendimento, compreensão. Postur...
Culto  na  igreja
Culto  na  igreja
Culto  na  igreja
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Culto na igreja

989 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
989
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Culto na igreja

  1. 1. Levantar as mãos em êxtase e adoração
  2. 2. Dançar, gingar, pular
  3. 3. Dança litúrgica e Coreografia
  4. 4. Cair no chão, gargalhar sem fim
  5. 5. Ana Paula Valadão anda no palcodurante uma apresentação como sefosse um leão, e depois disse terrecebido a “unção do leão” da parte deDeus.O Cordeiro e o Leão - Diante do Trono.flv
  6. 6.  Muitas adotaram práticas litúrgicas onde se incluem essas manifestações Isso inclui expressões corporais como:
  7. 7.  As igrejas adotam em maior ou menor medida essas manifestações. As que adotam são acusadas de:  Prestar culto emocional e pragmático  Imitar os pentecostais para atrair gente  Desvirtuar o culto bíblico As que não adotam são acusadas de:  Ortodoxia morta, frieza, sem vida  Culto formal, que não fala ao coração
  8. 8.  Deus está derramando sua unção sobre seu povo, um avivamento de louvor. Quando o Espírito se move, coisas incomuns acontecem. Não podemos amarrar ou limitar o Espírito, mas deixá-lo livre. Os tradicionais estão perdendo a benção por causa da incredulidade e frieza contra o Espírito.
  9. 9. 1. Reafirmar a Confissão de Fé: “O modo aceitável deadorar o verdadeiro Deus é instituído por Ele mesmo e étão limitado por sua vontade revelada, que não deve seradorado segundo as imaginações dos homens ou sugestõesde Satanás nem sob qualquer representação visível ou dequalquer outro modo não prescrito nas santas Escrituras”2. São inconvenientes todas as formas de expressão quepossam distanciar os adoradores dos princípiosreformados, como as expressões corporais acentuadas,entre as quais estão incluídas práticas tais, como dançaslitúrgicas e coreografias;3. Determinar aos ministros que sejam zelosos quanto aosanto culto do Senhor, repudiando todo “fogo estranho”,não ordenado na Palavra, e que, conseqüentemente,provoca a sua santa ira sobre os displicentes e infiéis.
  10. 10. 1. Segundo as Escrituras, o culto a Deus é a razão principal daexistência humana e que na história do povo de Deus, nelasregistradas, fica bem claro que as crises espirituais causam anegligência na adoração e displicência quanto à forma de adorar,atitudes sempre reprovadas pelo Senhor.2. Tempos de reforma e reavivamentos espirituais trazem comoconseqüência a purificação do culto, tendo “a lei do Senhor” comoreferência;3. A Confissão de Fé de Westminster, fundamentada na Bíblia,afirma ser a forma de celebrar o culto público elementodeterminante para que as igrejas particulares sejam mais oumenos puras;4. A diversidade de opiniões teológicas quanto à matéria, mesmodentro da ortodoxia reformada.
  11. 11. “O modo aceitável de adorar o verdadeiroDeus é instituído por Ele mesmo e é tãolimitado por sua vontade revelada, que nãodeve ser adorado segundo as imaginações doshomens ou sugestões de Satanás nem sobqualquer representação visível ou de qualqueroutro modo não prescrito nas santasEscrituras”Confissão de Fé da IPB
  12. 12.  Hinos e cânticos espirituais Leitura da Palavra Orações, petições, ação de graças Pregação da Palavra Ceia e Batismo Ofertas Recolhimento das ofertas Bênção Apostólica
  13. 13.  Relacionadas com o ambiente de culto:  Amplificação do som, mídia  Arrumação do salão, móveis  Horário, iluminação, decoração Relacionadas com o culto em si:  A ordem do culto (seqüência)  Acompanhamento com instrumentos  Coros, corais, solos
  14. 14. “A profetisa Miriã, irmã de Arão, tomouum tamborim, e todas as mulheressaíram atrás dela com tamborins e comdanças” (Ex 15.20).“Vindo, pois, Jefté a Mispa, a sua casa,saiu-lhe a filha ao seu encontro, comadufes e com danças” (Jz 11.34).“Davi dançava com todas as suas forçasdiante do Senhor” (2Sm 6.14).
  15. 15. “As mulheres de todas as cidades deIsrael saíram ao encontro do rei Saul,cantando e dançando, com tambores,com júbilo e com instrumentos demúsica” (1Sm 18.6).“Louvai-o com adufes e danças...” (Sl150.4).
  16. 16. A dança de roda fazia parte da cultura do AntigoOriente Médio, como meio de diversão:“Saindo as filhas de Siló a dançar em rodas, saívós das vinhas, e arrebatai, dentre elas, cada umsua mulher...” (Jz 21.21).“Nós vos tocamos flauta, e não dançastes...”(Mt 11.17).“O filho mais velho estivera no campo; e,quando voltava, ao aproximar-se da casa, ouviu amúsica e as danças” (Lc 15.25).
  17. 17. A dança em Israel era diferente de diversos tipos de dança populares no Brasil de hoje, que estão associadas a um estilo de vida mundano e rebelde, ao erotismo e à sensualidade.Existem danças que são absolutamente ingênuas. Entretanto, não são estas que são tocadas e dançadas em boates, recepções, carnaval, etc.No ambiente do povo de Deus, era algo culturalmente associado às vitórias de Javé e a um modo inocente e puro de expressar alegria.
  18. 18.  “Saul despiu a sua túnica, e profetizou diante de Samuel, e, sem ela, esteve deitado em terra todo aquele dia e toda aquela noite...” (1Sm 19.24). “Esta era a aparência da glória do Senhor; vendo isto, caí com o rosto em terra e ouvi a voz de quem falava.” (Ez 1.28). “Quando o vi, caí a seus pés como morto. Porém ele pôs sobre mim a mão direita, dizendo: Não temas...” (Ap 1.17). “Fiquei, pois, eu só e contemplei esta grande visão, e não restou força em mim; o meu rosto mudou de cor e se desfigurou, e não retive força alguma. Contudo, ouvi a voz das suas palavras; e, ouvindo- a, caí sem sentidos, rosto em terra” (Dn 10.8,9).
  19. 19.  Expressões físicas como o cair e o rolar no chão, tremores, choro alto, contorções, saltos, risos descontrolados, e coisas semelhantes, não são jamais encorajadas nas Escrituras, e nem mesmo apresentadas como sinal da presença de Deus. Em contraste, o que se vê hoje são pregadores que procuram conscientemente provocar reações como: “cair no Espírito,” riso, tremores, palpitações, entre outros.
  20. 20.  Na Bíblia, essas reações físicas são resultado da percepção das grandes verdades de Deus. A grande maioria dessas manifestações físicas hoje não são resultado da pregação clara, inequívoca, direta, das grandes verdades de Deus. Uma das características dos movimentos que promovem isso é a pregação superficial, onde estão ausentes os temas que provocaram esse tipo de reação no passado: a santidade, a ira, a justiça de Deus e seu amor.
  21. 21.  “Tendo Salomão acabado de fazer ao Senhor toda esta oração e súplica, estando de joelhos e com as mãos estendidas para os céus...” (1Re 8.54). “Dia após dia, venho clamando a ti, Senhor, e te levanto as minhas mãos” (Sl 88.9). “Os montes te vêem e se contorcem; passam torrentes de água; as profundezas do mar fazem ouvir a sua voz e levantam bem alto as suas mãos” (Hb 3.10). “Quero, portanto, que os varões orem em todo lugar, levantando mãos santas, sem ira e sem animosidade” (1Tm 2.8).
  22. 22.  “Salomão... ajoelhou-se em presença de toda a congregação de Israel, estendeu as mãos para o céu” (2Cr 6.13). “... ajoelhemos diante do Senhor, que nos criou” (Sl 95.6). “Estêvão... ajoelhando-se, clamou em alta voz...” (At 7.60). “Paulo... pôs-se de joelhos e orou com todos eles” (At 20.36).
  23. 23.  Então, a ira de Balaque se acendeu contra Balaão, e “ bateu ele as suas palmas” (Nm 24.10). “Eles constituíram Joás como rei, e o ungiram, e bateram palmas, e gritaram: Viva o rei!” (2Re 11.12). “Batei palmas, todos os povos; celebrai a Deus com vozes de júbilo” (Sl 47.1). “Todos os que passam pelo caminho batem palmas, assobiam e meneiam a cabeça sobre a filha de Jerusalém” (Lm 2.15). “Eis que bato as minhas palmas com furor contra a exploração que praticaste” (Ez 22.13). “Não há remédio para a tua ferida; a tua chaga é incurável; todos os que ouvirem a tua fama baterão palmas sobre ti” (Naum 3.19).
  24. 24.  Fazia parte da cultura oriental bater palmas para expressar as emoções de todos os tipos. Bater palmas como apreciação e louvor pode ter feito parte da devoção dos judeus, mas as palmas não eram usadas para acompanhar as músicas no culto a Deus – o ritmo não permitia. Palmas podem ser usadas com critério e discrição para acompanhar a música, e nunca como expressão de espiritualidade.
  25. 25.  O centro do culto é Deus e não o homem. Para que haja edificação é preciso que haja entendimento, compreensão. Posturas físicas podem ajudar a expressar as emoções, mas não são sinônimo de espiritualidade e culto aceitável a Deus. Não devemos introduzir no culto expressões e posturas físicas que não encontram fundamento na Bíblia. Culto é entrega, dedicação, serviço espiritual, que envolve espírito e mente.

×