Corpos, superação e degraus evolutivos

569 visualizações

Publicada em

Alma, corpos e degraus evolutivos

Publicada em: Espiritual
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
569
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Corpos, superação e degraus evolutivos

  1. 1. ALMA CORPO MENTAL SUPERIOR E INFERIOR PERISPÍRITO DUPLO VITAL CORPO FÍSICO
  2. 2. Temos VÁRIOS corpos, os quais, se interrelacionam e devem coexistir em harmonia.
  3. 3. O primeiro corpo é físico, O segundo corpo é a energia vital, a bioenergia, denominado duplo vital ; O terceiro é o corpo astral ou duplo astral, também denominado perispirito; O quarto corpo é o mental inferior ou alma animal, sede do pensamento concreto e das emoções. O quinto corpo é o mental superior , sede do ego reencarnante, ou alma humana; O sexto corpo é a Consciência Divina, do Eu Profundo ; O Sétimo corpo é a essência divina não-individualizada, sem forma nem corpo, invisível e imponderável denominado Eu Superior, ou Mônada Divina.
  4. 4. FÍSICO O corpo físico é o veiculo de manifestação , enquanto encarnado, dos corpos emocional, mental e espiritual; Devemos evitar vícios físicos e comportamentais, que possam prejudicar nosso bem estar espiritual;
  5. 5. Relaciona-se com o processamento de nossos pensamentos, emoções e percepções. CORPOS MENTAIS Pensamentos, crenças, habilidades são controladas pela nossa mente.
  6. 6. . MENTAL SUPERIOR E INFERIOR O corpo mental é responsável pelos nossos registros cósmicos; ou seja, o que fazemos e o que somos fica gravado; O corpo mental inferior, seria a mente do dia-a-dia, abstrata; Esta mente inferior deve ser controlada e educada para a construção e definição da personalidade; É impossível ter uma mente superior equilibrada sem antes equilibrar a mente inferior. Mente inferior desequilibrada ocasiona desequilíbrios no corpo mental superior e desequilibra nosso corpo físico.
  7. 7. CORPO ESPIRITUAL O corpo espiritual (etérico) é onde se localiza a Consciência Divina; Se somos imagem e semelhança do Criador mas somos imperfeitos , então, essa semelhança à Deus se dá no corpo superior, que é a Luz emanada do Eterno.
  8. 8. . O corpo emocional é onde arquivamos os nossos sentimentos, sejam eles positivos ou negativos; Os arquivos emocionais são cumulativos, portanto, tais sentimentos negativos podem nos acompanhar pelas vidas e teremos que superá-los;
  9. 9. . SUPERANDO AS EMOCÕES NEGATIVAS As emoções são os indicadores do conteúdo vibracional do ser. Usemos as emoções como o caminho para alcançar o Bem-Estar. Quando se elabora uma emoção positiva, nossos corpos ,vão se EQUILIBRAR.
  10. 10. Praticamente todo mundo tem dificuldades emocionais que atrapalham seu equilíbrio espiritual; É importante tomar consciência destas dificuldades, para lidar cada vez melhor com a vida, e ter cada vez mais capacidade para se superar.
  11. 11. Temos que lidar bem com nossos sentimentos; Lidar bem com nossos sentimentos é que poderemos trabalhar nossas reações emotivas e nos melhorar; As vezes, as pessoas não percebem os seus sentimentos e reações emocionais; Daí vem as dificuldades de modificarmos a nossa a forma de agir e reagir .
  12. 12. Existem maneiras de nos desapegarmos das ilusões transitórias da vida , e isso é chamado de evolução espiritual, ou crescimento pessoal, ou crescimento interior, ou de despertar espiritual ; Essa expansão, ocorre á medida que, o indivíduo consegue aceitar sua auto-imagem, as coisas que lhe trazem angústia e as que causam dor. À medida que o individuo toma conhecimento de suas limitações ele pode lidar melhor com isso, sendo mais realista consigo mesmo e se trabalhando para superar-se.
  13. 13. Algumas pessoas não se superam por falta de autoconhecimento; Reconhecer os defeitos como o orgulho, o preconceito, o egoísmo a vaidade, raivas, comodismos, prepotências, entre outros; Devemos nos autoanalisar, pois se não enxergamos nossos defeitos, não iremos corrigi-los; À medida que se toma consciência de si próprio, pode-se corrigir e melhorar, e com isto obter a evolução espiritual. Esse é o objetivo maior da vida.
  14. 14. . Com a evolução espiritual podemos nos aceitar e também podemos minimizar aquilo que nos traz angustia e dor; As pessoas que conseguem esta evolução, não sofrerão tanto com as situações que deverão enfrentar para resolver suas limitações; Isso facilitará a melhora da qualidade do viver.
  15. 15. . Quando nos desapegarmos das transitoriedades não teremos mais angústia, dor psicológica; Nossa auto-imagem não será mais ferível e nos livramos de todos os pensamentos e sentimentos que trazem emoções ruins; Quem conseguir isso, viverá só com sentimentos e pensamentos bons; Alcançará uma paz inabalável e uma sabedoria plena para ajudar a si mesmo e aos outros para também superarem suas limitações.
  16. 16. . O despertar, depende unicamente de nossas decisões, pois somos filhos da Luz Divina, criados á imagem e semelhança de Deus; A consciência é o veiculo que nos leva ao nosso Deus interno que está em tudo e é tudo; Está é a unificação da consciência, é a plenitude, é saber que somos parte de tudo e tudo é parte de nós; Quando obtemos o despertar espiritual saberemos e sentiremos que somos parte de tudo.
  17. 17. .“É muito difundido que são necessárias milhares de reencarnações para subir os degraus evolutivos e obter o despertar espiritual , mas isso não é a regra e nem a lei; O tempo de chegar subir os degraus evolutivos é o tempo de enfrentar e superar nossos problemas e falhas.
  18. 18. DEGRAUS EVOLUTIVOS o primeiro degrau, é o momento do começo, do mundo físico, das relações, do descobrimento, da sexualidade, das conquistas do materialismo ou da matéria como fonte da consolidação do aprendizado ; É necessário , auto avaliar-se , começar o trabalho de esclarecimento e religação ao cosmos, e nunca nos esquecer das palavras de Luz: “É dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado e é morrendo que se vive para a vida eterna”.
  19. 19. DEGRAUS EVOLUTIVOS O segundo degrau, é alcançado, quando da necessidade de encontrar um meio de religar ao Pai Criador, da necessidade de devoção ; É o espelhismo, onde temos a necessidade de nos agrupar a outros seres que contigo partilhem da mesma conduta; É a época de provarmos através da dedicação e devoção que somos um ser de crédito e altruísta; é a época de aceitar a vivência da vida espiritual como a principal . .
  20. 20. . DEGRAUS EVOLUTIVOS O terceiro degrau é alcançado, quando buscamos as respostas ao nosso passado; Quando as coisas materiais e a própria vida física, já não são mais nossa única realidade; onde buscamos através de conhecimentos internos as nossas respostas; É o momento onde nossas ações e condutas estão no coração; É quando buscamos uma integração maior com o plano espiritual; É o momento da transfiguração, mudança de conduta, de postura, de conceitos, é momento da escolha da direção a ser tomada, é o momento do auto-perdão, é o reconhecimento da Divina Presença.
  21. 21. DEGRAUS EVOLUTIVOS O quarto degrau é o momento da renuncia á matéria; É o contato com o reino espiritual; É o conhecimento de dois mundos, de duas vidas, a física e a espiritual, libertando-se do apego a matéria; É o controle do ego, é a libertação do mundo físico como matéria, é o reconhecimento do corpo físico, como um transporte para o crescimento espiritual; É o momento, onde não existe complicações físicas, mentais ou psicológicas capaz de atingir-nos.
  22. 22. DEGRAUS EVOLUTIVOS O quinto degrau é o momento da revelação de seu destino, do surgimento do novo, a preparação da queda do véu da ilusão da materialidade; É vontade da liberdade de contato com o mundo angelical; É a libertação do ego e religar-se à Deus, como fonte supridora da vida; É o poder do verbo e do poder mental, é o amor incondicional atuando em tudo e em todos, é à vontade de ascender, de subir os degraus evolutivos.
  23. 23. DEGRAUS EVOLUTIVOS O sexto degrau, é o momento da Decisão; É chegado o momento da fixação em um Objetivo maior; É o momento onde junto à criação Divina se faz a Cooperação evolutiva; a Co-criação
  24. 24. DEGRAUS EVOLUTIVOS O sétimo degrau, é a identificação com a nossa Essência Divina; É o Eterno em vida; É Amor e Sabedoria.
  25. 25. MEIOS DE SUBIR OS DEGRAUS
  26. 26. Existe um universo invisível aos nossos sentidos físicos ordinários. De acordo com nossa sintonia, atraímos bons e más influências e energias. CUIDAR DAS SINTONIAS
  27. 27. MEN SANA IN CORPORIS SANO. CUIDAR DOS CORPOS
  28. 28. Entretanto, deve-se evitar intoxicar nosso corpo, pois ele é o nosso templo de auto-burilamento. Cuidar daquilo que absorvemos. “Não é o que entra pela boca o que torna uma pessoa impura, mas o que sai da boca, isto sim, corrompe a pessoa”.Mateus, 15:11
  29. 29. Meditar quanto ao sentido da vida é uma ótima maneira de encontrar paz e equilíbrio interior CUIDAR DO EQUILÍBRIO INTERIOR
  30. 30. Perceber os aspectos belos da vida e da natureza é estímulo positivo para mente e corpo. CUIDAR DAS PERCEPÇÕES
  31. 31. Evitar os pensamentos e sentimentos negativos pois eles serão canalizados para nossos corpos, causando efeitos nocivos. CUIDAR DOS PENSAMENTO E SENTIMENTOS
  32. 32. A oração é a respiração da alma. Você deve orar não só quando as coisas vão mal, mas, sempre, como a respiração. Aliás, sem oração a sua saúde espiritual estará em perigo. CUIDAR DE ORAR
  33. 33. Nosso verdadeiro destino: Aprender sempre; Evoluir pela sabedoria e amor; Conexão com Deus e com a sua obra; Participar na co-criação. A dimensão espiritual é a nossa verdadeira natureza. Somos espíritos vivendo experiências corporais.

×