 Maria Veraci Oliveira
Queiroz
Doutora em
Enfermagem. Professora
do Curso de Graduação
em Enfermagem da
Universidade Esta...
 A IRC (Insuficiência Renal Crônica) constitui um importante
problema de saúde pública.
 É caracterizada pela perda prog...
Quais as necessidades apontadas como relevantes
para elaborar o instrumento didático facilitador de
Educação em Saúde?
Com...
A finalidade desta pesquisa
foi trabalhar uma proposta
de ES junto aos portadores
de doença renal crônica
submetidos a hem...
Trata-se de uma
pesquisa descritiva,
com enfoque na
análise qualitativa.
Foi realizada em um
serviço de
hemodiálise e diál...
 As informações colhidas e
analisadas proporcionaram
um entendimento;
 Percepção sobre o
material educativo para os
cuid...
 Instrumentos educativos
para o cuidado em saúde
os fazem vislumbrar o
acesso a conhecimentos
que venham a esclarecer
as ...
 Foi evidenciado no estudo que os doentes renais crônicos
em hemodiálise anseiam por participar de atividades
educativas;...
QUEIROZ, Maria Veraci Oliveira; DANTAS, Maria Catarina de
Queiroz; RAMOS, Islane Costa; JORGE Maria Salete Bessa;
TECNOLOG...
TECNOLOGIA DO CUIDADO AO PACIENTE RENAL CRÔNICO: ENFOQUE EDUCATIVO-TERAPÊUTICO A PARTIR DAS NECESSIDADES DOS SUJEITOS
TECNOLOGIA DO CUIDADO AO PACIENTE RENAL CRÔNICO: ENFOQUE EDUCATIVO-TERAPÊUTICO A PARTIR DAS NECESSIDADES DOS SUJEITOS
TECNOLOGIA DO CUIDADO AO PACIENTE RENAL CRÔNICO: ENFOQUE EDUCATIVO-TERAPÊUTICO A PARTIR DAS NECESSIDADES DOS SUJEITOS
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

TECNOLOGIA DO CUIDADO AO PACIENTE RENAL CRÔNICO: ENFOQUE EDUCATIVO-TERAPÊUTICO A PARTIR DAS NECESSIDADES DOS SUJEITOS

650 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
650
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TECNOLOGIA DO CUIDADO AO PACIENTE RENAL CRÔNICO: ENFOQUE EDUCATIVO-TERAPÊUTICO A PARTIR DAS NECESSIDADES DOS SUJEITOS

  1. 1.  Maria Veraci Oliveira Queiroz Doutora em Enfermagem. Professora do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Ceará, Brasil.  Maria Catarina de Queiroz Dantas Especialista em Nefrologia em Enfermagem. Enfermeira do Centro de Diálise de Mossoró. Ceará, Brasil.  Islane Costa Ramos Mestre em Cuidados Clínicos em Saúde e Enfermagem. Enfermeira do Hospital Universitário Walter Cantídio e Hospital Monte Klinikum. Ceará, Brasil.  Maria Salete Bessa Jorge Doutora em Enfermagem. Professora Titular da UECE. Pesquisadora do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Ceará, Brasil.
  2. 2.  A IRC (Insuficiência Renal Crônica) constitui um importante problema de saúde pública.  É caracterizada pela perda progressiva e irreversível da função renal, condicionando o paciente a realizar terapias de substituição da função renal;  É necessário realizar terapêutica contínua;  O educador em saúde deve conhecer a realidade, a visão de mundo, e a expectativa de casa sujeito As reflexões sobre o enfoque terapêutico-educativo como atividades de cuidado emergiram da nossa experiência como enfermeiros, reconhecendo a carência de conhecimentos básicos que nos deem subsídios para decidir e agir sobre a condição de saúde dos pacientes.
  3. 3. Quais as necessidades apontadas como relevantes para elaborar o instrumento didático facilitador de Educação em Saúde? Com base em suas concepções, o que um instrumento didático que oriente os cuidados à saúde do paciente com IRC deve priorizar?
  4. 4. A finalidade desta pesquisa foi trabalhar uma proposta de ES junto aos portadores de doença renal crônica submetidos a hemodiálise, resultando na criação de um instrumento que propicie a aprendizagem dos assuntos destacados como mais relevantes pelos doentes, para que isso lhes possa trazer melhoria na qualidade vida.
  5. 5. Trata-se de uma pesquisa descritiva, com enfoque na análise qualitativa. Foi realizada em um serviço de hemodiálise e diálise peritoneal da cidade de Mossoró, Rio Grande do Norte, Brasil, o qual atende, aproximadamente, 135 pacientes em terapia renal substitutiva.
  6. 6.  As informações colhidas e analisadas proporcionaram um entendimento;  Percepção sobre o material educativo para os cuidados com a saúde;  Material educativo adequado na orientação dos cuidados à saúde.
  7. 7.  Instrumentos educativos para o cuidado em saúde os fazem vislumbrar o acesso a conhecimentos que venham a esclarecer as diversas dúvidas sobre a doença;  O enfermeiro deve ter, além da fundamentação científica e da competência técnica, conhecimentos dos aspectos que levam em consideração os sentimentos, necessidades e desejos do paciente sob sua orientação.  É importante oferecer e desenvolver um programa de educação para o autocuidado e escolha da terapia de substituição renal aos indivíduos que estão perdendo a função renal, ainda em nível ambulatorial.
  8. 8.  Foi evidenciado no estudo que os doentes renais crônicos em hemodiálise anseiam por participar de atividades educativas;  Como mais um recurso de cuidado que pode contribuir com reflexões-ações, superando as adversidades impostas pela doença, não apenas no âmbito biológico, mas também no atendimento das necessidades psicossociais do paciente renal crônico;  Acreditamos que será uma proposta a ser aceita e renovada por muitos que acreditam e empreendem esforços para inovar o cuidado.
  9. 9. QUEIROZ, Maria Veraci Oliveira; DANTAS, Maria Catarina de Queiroz; RAMOS, Islane Costa; JORGE Maria Salete Bessa; TECNOLOGIA DO CUIDADO AO PACIENTE RENAL CRÔNICO: ENFOQUE EDUCATIVO-TERAPÊUTICO A PARTIR DAS NECESSIDADES DOS SUJEITOS; Texto Contexto Enferm, Florianópolis, 2008.

×