SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
ENEM - RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE FÍSICA PROFESSOR: WALDIR
MONTENEGRO(SALESIANO SANTO ANTÔNIO)
Exercício 1
Em nosso cotidiano, utilizamos as palavras “calor” e “temperatura” de forma diferente de como elas são
usadas no meio científico. Na linguagem corrente, calor é identificado como “algo quente” e temperatura
mede a “quantidade de calor de um corpo”. Esses significados, no entanto, não conseguem explicar
diversas situações que podem ser verificadas na prática.
Do ponto de vista científico, que situação prática mostra a limitação dos conceitos corriqueiros de calor
e temperatura?
a) A temperatura da água pode ficar constante durante o tempo em que estiver fervendo.
b) Uma mãe coloca a mão na água da banheira do bebê para verificar a temperatura da água.
c) A chama de um fogão pode ser usada para aumentar a temperatura da água em uma panela.
d) A água quente que está em uma caneca é passada para outra caneca a fim de diminuir sua
temperatura.
e) Um forno pode fornecer calor para uma vasilha de água que está em seu interior com menor
temperatura do que a dele.
Resposta A
Durante a ebulição a temperatura da água permanece constante, embora receba calor da fonte.
Isto mostra a limitação do conceito corriqueiro de temperatura como sendo a medida da
quantidade de calor de um corpo.
Exercício 2
Todo carro possui uma caixa de fusíveis, que são utilizados para proteção dos circuitos elétricos. Os
fusíveis são constituídos de um material de baixo ponto de fusão, como o estanho, por exemplo, e se
fundem quando percorridos por uma corrente elétrica igual ou maior do que aquela que são capazes de
suportar. O quadro a seguir mostra uma série de fusíveis e os valores de corrente por eles suportados.
Um farol usa uma lâmpada de gás halogênio de 55 W de potência que opera com 36 V. Os
dois faróis são ligados separadamente, com um fusível para cada um, mas, após um mau
Aluno (a): ________________________________________ n° ______ 3° Ano/turma A_____
Professor (a): _WALDIR MONTENEGRO Data: _____/_____/2013.
ATIVIDADE: ENEM-2013 Valor:____
QUESTÕES RASURADAS NÃO SERÃO VÁLIDAS PARA FINS DE CORREÇÃO
funcionamento, o motorista passou a conectá-los em paralelo, usando apenas um fusível.
Dessa forma, admitindo-se que a fiação suporte a carga dos dois faróis, o menor valor de
fusível adequado para proteção desse novo circuito é o
a) azul. b) preto. c) laranja.
d) amarelo. e) vermelho.
Resposta C
Cálculo da intensidade da corrente que percorre cada farol:
P = U.i => 55 = 36 . i => i ≈ 1,53 A
Cálculo da intensidade da corrente total que percorre o fusível:
I = i + i => I ≈ 3,06 A
Os fusíveis azul e amarelo suportam correntes menores do que 3,06 A. O fusível
que suporta a menor corrente elétrica e que protege o circuito é o laranja.
Exercício 3
As ondas eletromagnéticas, como a luz visível e as ondas de rádio, viajam em linha reta
em um meio homogêneo. Então, as ondas de rádio emitidas na região litorânea do Brasil
não alcançariam a região amazônica do Brasil por causa da curvatura da Terra. Entretanto
sabemos que é possível transmitir ondas de rádio entre essas localidades devido à
ionosfera.
Com ajuda da ionosfera, a transmissão de ondas planas entre o litoral do Brasil e a região
amazônica é possível por meio da
a) reflexão. b) refração. c) difração. d) polarização.
e) interferência.
Resposta A
Devido à reflexão na ionosfera as ondas de rádio podem ser transmitidas a
grandes distâncias.
Exercício 4
Com o objetivo de se testar a eficiência de fornos de micro-ondas, planejou-se o
aquecimento em 10 °C de amostras de diferentes substâncias, cada uma com determinada
massa, em cinco fornos de marcas distintas. Nesse teste, cada forno operou à potência
máxima.
O forno mais eficiente foi aquele que
a) forneceu a maior quantidade de energia às amostras.
b) cedeu energia à amostra de maior massa em mais tempo.
c) forneceu a maior quantidade de energia em menos tempo.
d) cedeu energia à amostra de menor calor específico mais lentamente.
e) forneceu a menor quantidade de energia às amostras em menos tempo.
Resposta C
O forno mais eficiente fornece maior quantidade de calor no menor intervalo de
tempo.
Exercício 5
Júpiter, conhecido como o gigante gasoso, perdeu uma das suas listras mais proeminentes,
deixando o seu hemisfério sul estranhamente vazio. Observe a região em que a faixa
sumiu, destacada pela seta
A aparência de Júpiter é tipicamente marcada por duas faixas escuras em sua atmosfera –
uma no hemisfério norte e outra no hemisfério sul. Como o gás está constantemente em
movimento, o desaparecimento da faixa no planeta relaciona-se ao movimento das
diversas camadas de nuvens em sua atmosfera. A luz do Sol, refletida nessas nuvens, gera
a imagem que é captada pelos telescópios, no espaço ou na Terra.
O desaparecimento da faixa sul pode ter sido determinado por uma alteração
a) na temperatura da superfície do planeta.
b) no formato da camada gasosa do planeta.
c) no campo gravitacional gerado pelo planeta.
d) na composição química das nuvens do planeta.
e) na densidade das nuvens que compõem o planeta.
Resposta E
A luz refletida nas nuvens gera a imagem captada. O movimento das diversas
camadas da atmosfera do planeta pode ter alterado a densidade das nuvens no
hemisfério sul, tendo como consequência o desaparecimento da citada faixa.
Exercício 6
As cidades industrializadas produzem grandes proporções de gases como o CO2, o principal
gás causador do efeito estufa. Isso ocorre por causa da quantidade de combustíveis fósseis
queimados, principalmente no transporte, mas também em caldeiras industriais. Além
disso, nessas cidades concentram-se as maiores áreas com solos asfaltados e concretados,
o que aumenta a retenção de calor, formando o que se conhece por “ilhas de calor”. Tal
fenômeno ocorre porque esses materiais absorvem o calor e o devolvem para o ar sob a
forma de radiação térmica.
Em áreas urbanas, devido à atuação conjunta do efeito estufa e das “ilhas de calor”,
espera-se que consumo de energia elétrica
a) diminua devido à utilização de caldeiras por indústrias metalúrgicas.
b) aumente devido ao bloqueio da luz do sol pelos gases do efeito estufa.
c) diminua devido à não necessidade de aquecer a água utilizada em indústrias.
d) aumente devido à necessidade de maior refrigeração de indústrias e residências.
e) diminua devido à grande quantidade de radiação térmica reutilizada.
Resposta D
Devido ao efeito estufa e às ilhas de calor ocorre um aumento da temperatura de
determinadas áreas urbanas, acarretando o uso de aparelhos de ar condicionado
e sistemas de refrigeração. Isto implica no aumento do consumo de energia
elétrica.
Exercício 7
Sob pressão normal (ao nível do mar), a água entra em ebulição à temperatura de 100 °C.
Tendo por base essa informação, um garoto residente em uma cidade litorânea fez a
seguinte experiência:
• Colocou uma caneca metálica contendo água no fogareiro do fogão de sua casa.
• Quando a água começou a ferver, encostou cuidadosamente a extremidade mais estreita
de uma seringa de injeção, desprovida de agulha, na superfície do líquido e, erguendo o
êmbolo da seringa, aspirou certa quantidade de água para seu interior, tapando-a em
seguida.
• Verificando após alguns instantes que a água da seringa havia parado de ferver, ele
ergueu o êmbolo da seringa, constatando, intrigado, que a água voltou a ferver após um
pequeno deslocamento do êmbolo.
Considerando o procedimento anterior, a água volta a ferver porque esse deslocamento
a) permite a entrada de calor do ambiente externo para o interior da seringa.
b) provoca, por atrito, um aquecimento da água contida na seringa.
c) produz um aumento de volume que aumenta o ponto de ebulição da água.
d) proporciona uma queda de pressão no interior da seringa que diminui o ponto de
ebulição da água.
e) possibilita uma diminuição da densidade da água que facilita sua ebulição.
Resposta D
Ao erguer o êmbolo diminui a pressão que o vapor exerce sobre a água e
conseqüentemente diminui a temperatura de ebulição. Por isso, a água passa a
ferver a uma temperatura inferior a 100 ºC.
Exercício 8
A fonte de energia representada na figura, considerada uma das mais limpas e
sustentáveis do mundo, é extraída do calor gerado
a) pela circulação do magma no subsolo.
b) pelas erupções constantes dos vulcões.
c) pelo sol que aquece as águas com radiação ultravioleta.
d) pela queima do carvão e combustíveis fósseis.
e) pelos detritos e cinzas vulcânicas.
Resposta A
Pela circulação do magma no subsolo a água subterrânea é aquecida. Os vapores
formados movimentam as turbinas gerando energia elétrica.
Exercício 9
Observe a tabela seguinte. Ela traz especificações técnicas constantes no manual de
instruções fornecido pelo fabricante de uma torneira elétrica.
Considerando que o modelo de maior potência da versão 220 V da torneira suprema foi
inadvertidamente conectada a uma rede com tensão nominal de 127 V, e que o aparelho
está configurado para trabalhar em sua máxima potência. Qual o valor aproximado da
potência ao ligar a torneira?
a) 1.830 W b) 2.800 W c) 3.200 W
d) 4.030 W e) 5.500 W
Resposta A
Vamos inicialmente admitir que a resistência elétrica da torneira seja constante.
De P = U2
/R, vem: P = (127)2
/R (1) e 5500 = (220)2
/R (2)
Dividindo membro a membro (1) por (2), resulta:
P/5500 = (127)2
/(220)2
=> P = 1833 W
Exercício 10
A energia elétrica consumida nas residências é medida, em quilowatt-hora, por meio de um
relógio medidor de consumo. Nesse relógio, da direita para esquerda, tem-se o ponteiro da
unidade, da dezena, da centena e do milhar. Se um ponteiro estiver entre dois números,
considera-se o último número ultrapassado pelo ponteiro. Suponha que as medidas
indicadas nos esquemas seguintes tenham sido feitas em uma cidade em que o preço do
quilowatt-hora fosse de R$ 0,20.
O valor a ser pago pelo consumo de energia elétrica registrado seria de
a) R$ 41,80. b) R$ 42.00. c) R$ 43.00. d) R$ 43,80. e) R$ 44,00.
Resposta: E
Leitura atual: 2783 kWh
Leitura do mês passado: 2563 kWh
Energia elétrica consumida: 2783 kWh - 2563 kWh = 220 kWh
Se 1 kWh custa R$ 0,20, então 220 kWh custarão R$ 44,00
Exercício 11
Duas irmãs que dividem o mesmo quarto de estudos combinaram de comprar duas caixas
com tampas para guardarem seus pertences dentro de suas caixas, evitando, assim, a
bagunça sobre a mesa de estudos. Uma delas comprou uma metálica, e a outra, uma caixa
de madeira de área e espessura lateral diferentes, para facilitar a identificação. Um dia as
meninas foram estudar para a prova de Física e, ao se acomodarem na mesa de estudos,
guardaram seus celulares ligados dentro de suas caixas.
Ao longo desse dia, uma delas recebeu ligações telefônicas, enquanto os amigos da outra
tentavam ligar e recebiam a mensagem de que o celular estava fora da área de cobertura
ou desligado.
Para explicar essa situação, um físico deveria afirmar que o material da caixa, cujo telefone
celular não recebeu as ligações é de
a) madeira, e o telefone não funcionava porque a madeira não é um bom condutor de
eletricidade.
b) metal, e o telefone não funcionava devido à blindagem eletrostática que o metal
proporcionava.
c) metal, e o telefone não funcionava porque o metal refletia todo tipo de radiação que nele
incidia.
d) metal, e o telefone não funcionava porque a área lateral da caixa de metal era maior.
e) madeira, e o telefone não funcionava porque a espessura desta caixa era maior que a
espessura da caixa de metal.
Resposta B
O material da caixa, cujo telefone celular não recebeu as ligações deve ser de
metal.
A caixa metálica produz o fenômeno da blindagem eletrostática. No interior da
caixa o campo elétrico é nulo.
Exercício 12
Um grupo de cientistas liderado por pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia
(Caltech), nos Estados Unidos, construiu o primeiro metamaterial que apresenta valor
negativo do índice de refração relativo para a luz visível. Denomina-se metamaterial um
material óptico artificial, tridimensional, formado por pequenas estruturas menores do que
o comprimento de onda da luz, o que lhe dá propriedades e comportamentos que não são
encontrados em materiais naturais. Esse material tem sido chamado de “canhoto”.
Disponível em: http://inovacaotecnologica.com.br.Acesso em: 28 abr.
2010 (adaptado).
Considerando o comportamento atípico desse metamaterial, qual é a figura que representa
a refração da luz ao passar do ar para esse meio?
Resposta D
Seja S a superfície que separa os dois meios, R o raio incidente, R’ o raio
refratado R’ e a normal N no ponto de incidência I. Para a passagem da luz do ar
para um meio natural os raios R e R’ estão em quadrantes opostos.
Para a passagem da luz do ar para um metamaterial os raios R e R’ estão em
quadrantes adjacentes:
Exercício 13
Durante uma obra em um clube, um grupo de trabalhadores teve de remover uma
escultura de ferro maciço colocada no fundo de uma piscina vazia. Cinco trabalhadores
amarraram cordas à escultura e tentaram puxá-la para cima, sem sucesso.
Se a piscina for preenchida com água, ficará mais fácil para os trabalhadores removerem a
escultura, pois a
a) escultura flutuará. Dessa forma. os homens não precisarão fazer força para remover a
escultura do fundo.
b) escultura ficará com peso menor, Dessa forma, a intensidade da força necessária para
elevar a escultura será menor.
c) água exercerá uma força na escultura proporcional a sua massa, e para cima. Esta força
se somará á força que os trabalhadores fazem para anular a ação da força peso da
escultura.
d) água exercerá uma força na escultura para baixo, e esta passará a receber uma força
ascendente do piso da piscina. Esta força ajudará a anular a ação da força peso na
escultura.
e) água exercerá uma força na escultura proporcional ao seu volume, e para cima. Esta
força se somará à força que os trabalhadores fazem, podendo resultar em uma força
ascendente maior que o peso da escultura.
Resposta E
A água exerce na escultura uma força vertical, de baixo para cima e de
intensidade igual ao peso do líquido deslocado. Tal força é denominada empuxo. A
intensidade do empuxo é proporcional ao volume de líquido deslocado que é o
volume imerso da escultura. O empuxo, deste modo, tornará mais fácil a tarefa
dos trabalhadores em erguer a escultura.
Exercício 14
Deseja-se instalar uma estação de geração de energia elétrica em um município localizado
no interior de um pequeno vale cercado de altas montanhas de difícil acesso. A cidade é
cruzada por um rio, que é fonte de água para consumo, irrigação das lavouras de
subsistência e pesca. Na região, que possui pequena extensão territorial, a incidência solar
é alta o ano todo. A estação em questão irá abastecer apenas o município apresentado.
Qual forma de obtenção de energia, entre as apresentadas, é a mais indicada para ser
implantada nesse município de modo a causar o menor impacto ambiental?
a) Termelétrica, país é possível utilizar a água do rio no sistema de refrigeração.
b) Eólica, pois a geografia do local é própria para a captação desse tipo de energia.
c) Nuclear, pois o modo de resfriamento de seus sistemas não afetaria a população.
d) Fotovoltaica, pois é possível aproveitar a energia solar que chega à superfície do local.
e) hidrelétrica, pois o rio que corta o município é suficiente para abastecer a usina
construída.
Resposta D
A geração de energia elétrica mais indicada é por meio de células fotovoltáicas,
pois na região citada é alta a incidência solar durante o ano todo.
se somará á força que os trabalhadores fazem para anular a ação da força peso da
escultura.
d) água exercerá uma força na escultura para baixo, e esta passará a receber uma força
ascendente do piso da piscina. Esta força ajudará a anular a ação da força peso na
escultura.
e) água exercerá uma força na escultura proporcional ao seu volume, e para cima. Esta
força se somará à força que os trabalhadores fazem, podendo resultar em uma força
ascendente maior que o peso da escultura.
Resposta E
A água exerce na escultura uma força vertical, de baixo para cima e de
intensidade igual ao peso do líquido deslocado. Tal força é denominada empuxo. A
intensidade do empuxo é proporcional ao volume de líquido deslocado que é o
volume imerso da escultura. O empuxo, deste modo, tornará mais fácil a tarefa
dos trabalhadores em erguer a escultura.
Exercício 14
Deseja-se instalar uma estação de geração de energia elétrica em um município localizado
no interior de um pequeno vale cercado de altas montanhas de difícil acesso. A cidade é
cruzada por um rio, que é fonte de água para consumo, irrigação das lavouras de
subsistência e pesca. Na região, que possui pequena extensão territorial, a incidência solar
é alta o ano todo. A estação em questão irá abastecer apenas o município apresentado.
Qual forma de obtenção de energia, entre as apresentadas, é a mais indicada para ser
implantada nesse município de modo a causar o menor impacto ambiental?
a) Termelétrica, país é possível utilizar a água do rio no sistema de refrigeração.
b) Eólica, pois a geografia do local é própria para a captação desse tipo de energia.
c) Nuclear, pois o modo de resfriamento de seus sistemas não afetaria a população.
d) Fotovoltaica, pois é possível aproveitar a energia solar que chega à superfície do local.
e) hidrelétrica, pois o rio que corta o município é suficiente para abastecer a usina
construída.
Resposta D
A geração de energia elétrica mais indicada é por meio de células fotovoltáicas,
pois na região citada é alta a incidência solar durante o ano todo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação - Conteúdo vinculado ...
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação   - Conteúdo vinculado ...Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação   - Conteúdo vinculado ...
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação - Conteúdo vinculado ...Rodrigo Penna
 
1º simulado unicamp 2016 (1ª fase) física
1º simulado unicamp 2016 (1ª fase)   física1º simulado unicamp 2016 (1ª fase)   física
1º simulado unicamp 2016 (1ª fase) físicaGustavo Mendonça
 
Enem habilidades mais cobradas nas questões de física
Enem   habilidades mais cobradas nas questões de físicaEnem   habilidades mais cobradas nas questões de física
Enem habilidades mais cobradas nas questões de físicatioivys
 
Termologia intensivão
 Termologia intensivão Termologia intensivão
Termologia intensivãoRildo Borges
 
Simulado Enem 2009 CiêNcias Da Natureza 30 07 09
Simulado Enem 2009 CiêNcias Da Natureza 30 07 09Simulado Enem 2009 CiêNcias Da Natureza 30 07 09
Simulado Enem 2009 CiêNcias Da Natureza 30 07 09BIOLOGO TOTAL
 
Lista 13 calorimetria
Lista 13 calorimetriaLista 13 calorimetria
Lista 13 calorimetriarodrigoateneu
 
Termologia thompson
Termologia thompsonTermologia thompson
Termologia thompsonAlcance Enem
 
Questões Corrigidas, em Word: Transmissão de Calor - Conteúdo vinculado ao ...
Questões Corrigidas, em Word:  Transmissão de Calor  - Conteúdo vinculado ao ...Questões Corrigidas, em Word:  Transmissão de Calor  - Conteúdo vinculado ao ...
Questões Corrigidas, em Word: Transmissão de Calor - Conteúdo vinculado ao ...Rodrigo Penna
 
Questõesdetermologia1
Questõesdetermologia1Questõesdetermologia1
Questõesdetermologia1afpinto
 
Novo 11 f_texto[teste3]
Novo 11 f_texto[teste3]Novo 11 f_texto[teste3]
Novo 11 f_texto[teste3]omeireles
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...Videoaulas De Física Apoio
 
Questões Corrigidas, em Word: Calorimetria - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word: Calorimetria   - Conteúdo vinculado ao blog    ...Questões Corrigidas, em Word: Calorimetria   - Conteúdo vinculado ao blog    ...
Questões Corrigidas, em Word: Calorimetria - Conteúdo vinculado ao blog ...Rodrigo Penna
 
Comentário Prova de Física p/ Papiloscopista da PTC-GO 2015
Comentário Prova de Física p/ Papiloscopista da PTC-GO 2015Comentário Prova de Física p/ Papiloscopista da PTC-GO 2015
Comentário Prova de Física p/ Papiloscopista da PTC-GO 2015Estratégia Concursos
 
Exercicios de 1 lei da termodinamica
Exercicios de 1 lei da termodinamicaExercicios de 1 lei da termodinamica
Exercicios de 1 lei da termodinamicatiowans
 
Ufmg 1997-1ª - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoenem.blogspot.c...
Ufmg 1997-1ª - Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoenem.blogspot.c...Ufmg 1997-1ª - Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoenem.blogspot.c...
Ufmg 1997-1ª - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoenem.blogspot.c...Rodrigo Penna
 

Mais procurados (20)

Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação - Conteúdo vinculado ...
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação   - Conteúdo vinculado ...Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação   - Conteúdo vinculado ...
Questões Corrigidas, em Word: Temperatura e Dilatação - Conteúdo vinculado ...
 
1º simulado unicamp 2016 (1ª fase) física
1º simulado unicamp 2016 (1ª fase)   física1º simulado unicamp 2016 (1ª fase)   física
1º simulado unicamp 2016 (1ª fase) física
 
Enem habilidades mais cobradas nas questões de física
Enem   habilidades mais cobradas nas questões de físicaEnem   habilidades mais cobradas nas questões de física
Enem habilidades mais cobradas nas questões de física
 
Termologia intensivão
 Termologia intensivão Termologia intensivão
Termologia intensivão
 
Lista 29 moderna
Lista 29 modernaLista 29 moderna
Lista 29 moderna
 
Simulado Enem 2009 CiêNcias Da Natureza 30 07 09
Simulado Enem 2009 CiêNcias Da Natureza 30 07 09Simulado Enem 2009 CiêNcias Da Natureza 30 07 09
Simulado Enem 2009 CiêNcias Da Natureza 30 07 09
 
Prova física substitutiva
Prova física substitutivaProva física substitutiva
Prova física substitutiva
 
Lista 13 calorimetria
Lista 13 calorimetriaLista 13 calorimetria
Lista 13 calorimetria
 
Termologia thompson
Termologia thompsonTermologia thompson
Termologia thompson
 
Questões Corrigidas, em Word: Transmissão de Calor - Conteúdo vinculado ao ...
Questões Corrigidas, em Word:  Transmissão de Calor  - Conteúdo vinculado ao ...Questões Corrigidas, em Word:  Transmissão de Calor  - Conteúdo vinculado ao ...
Questões Corrigidas, em Word: Transmissão de Calor - Conteúdo vinculado ao ...
 
Prova ENEM de 1998
Prova ENEM de 1998Prova ENEM de 1998
Prova ENEM de 1998
 
Questõesdetermologia1
Questõesdetermologia1Questõesdetermologia1
Questõesdetermologia1
 
Lista 23 refração
Lista 23 refraçãoLista 23 refração
Lista 23 refração
 
Novo 11 f_texto[teste3]
Novo 11 f_texto[teste3]Novo 11 f_texto[teste3]
Novo 11 f_texto[teste3]
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...www.aulasdefisicaapoio.com - Física -  Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física - Exercícios Resolvidos de Hidrostática ...
 
"Somos Físicos" Física e Vestibular
"Somos Físicos" Física e Vestibular"Somos Físicos" Física e Vestibular
"Somos Físicos" Física e Vestibular
 
Questões Corrigidas, em Word: Calorimetria - Conteúdo vinculado ao blog ...
Questões Corrigidas, em Word: Calorimetria   - Conteúdo vinculado ao blog    ...Questões Corrigidas, em Word: Calorimetria   - Conteúdo vinculado ao blog    ...
Questões Corrigidas, em Word: Calorimetria - Conteúdo vinculado ao blog ...
 
Comentário Prova de Física p/ Papiloscopista da PTC-GO 2015
Comentário Prova de Física p/ Papiloscopista da PTC-GO 2015Comentário Prova de Física p/ Papiloscopista da PTC-GO 2015
Comentário Prova de Física p/ Papiloscopista da PTC-GO 2015
 
Exercicios de 1 lei da termodinamica
Exercicios de 1 lei da termodinamicaExercicios de 1 lei da termodinamica
Exercicios de 1 lei da termodinamica
 
Ufmg 1997-1ª - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoenem.blogspot.c...
Ufmg 1997-1ª - Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoenem.blogspot.c...Ufmg 1997-1ª - Conteúdo vinculado ao blog      http://fisicanoenem.blogspot.c...
Ufmg 1997-1ª - Conteúdo vinculado ao blog http://fisicanoenem.blogspot.c...
 

Destaque

Atividades de física lentes 2013 prof waldir montenegro
Atividades de física lentes 2013 prof waldir montenegroAtividades de física lentes 2013 prof waldir montenegro
Atividades de física lentes 2013 prof waldir montenegroWaldir Montenegro
 
Projeto de atuação física -versão final 2013-1 (1)
Projeto de atuação   física -versão final 2013-1 (1)Projeto de atuação   física -versão final 2013-1 (1)
Projeto de atuação física -versão final 2013-1 (1)Waldir Montenegro
 
Atividades de física indução magnética 2013 prof waldir montenegro
Atividades de física indução magnética  2013 prof waldir montenegroAtividades de física indução magnética  2013 prof waldir montenegro
Atividades de física indução magnética 2013 prof waldir montenegroWaldir Montenegro
 
Exatas cssa exercícios sobre mru prof waldir montenegro
Exatas cssa exercícios sobre mru prof waldir montenegroExatas cssa exercícios sobre mru prof waldir montenegro
Exatas cssa exercícios sobre mru prof waldir montenegroWaldir Montenegro
 
Atividades física 2 ano prof. waldir montenegro
Atividades física 2  ano prof. waldir montenegroAtividades física 2  ano prof. waldir montenegro
Atividades física 2 ano prof. waldir montenegroWaldir Montenegro
 
1º ano cssa as leis de newton e suas aplicações prof waldir montenegro
1º ano cssa as leis de newton e suas aplicações  prof waldir montenegro1º ano cssa as leis de newton e suas aplicações  prof waldir montenegro
1º ano cssa as leis de newton e suas aplicações prof waldir montenegroWaldir Montenegro
 
Atividades de física 2014 out MCU 1° ano prof waldir montenegro
Atividades de física 2014 out  MCU 1° ano  prof   waldir montenegroAtividades de física 2014 out  MCU 1° ano  prof   waldir montenegro
Atividades de física 2014 out MCU 1° ano prof waldir montenegroWaldir Montenegro
 
1° ANO /SALESIANO SANTO ANTÔNIO(CSSA).ATIVIDADES DE FÍSICA SOBRE ENERGIA,TRAB...
1° ANO /SALESIANO SANTO ANTÔNIO(CSSA).ATIVIDADES DE FÍSICA SOBRE ENERGIA,TRAB...1° ANO /SALESIANO SANTO ANTÔNIO(CSSA).ATIVIDADES DE FÍSICA SOBRE ENERGIA,TRAB...
1° ANO /SALESIANO SANTO ANTÔNIO(CSSA).ATIVIDADES DE FÍSICA SOBRE ENERGIA,TRAB...Waldir Montenegro
 
Simulado de física 1° ano 2013 prof waldir
Simulado de física 1° ano  2013 prof waldirSimulado de física 1° ano  2013 prof waldir
Simulado de física 1° ano 2013 prof waldirWaldir Montenegro
 
Qualidades fisiologicas do som 2º ano prof waldir montenegro cssa
Qualidades fisiologicas do som 2º ano prof waldir montenegro cssaQualidades fisiologicas do som 2º ano prof waldir montenegro cssa
Qualidades fisiologicas do som 2º ano prof waldir montenegro cssaWaldir Montenegro
 
MRUV Atividades de Física rse 1° ano prof Waldir Montenegro 2015
MRUV Atividades de Física rse 1° ano  prof Waldir  Montenegro 2015MRUV Atividades de Física rse 1° ano  prof Waldir  Montenegro 2015
MRUV Atividades de Física rse 1° ano prof Waldir Montenegro 2015Waldir Montenegro
 
Óptica da visão professor waldir montenegro
Óptica da visão professor  waldir montenegroÓptica da visão professor  waldir montenegro
Óptica da visão professor waldir montenegroWaldir Montenegro
 
Atividades 1 ano .trabalho e energia.prof. waldir montenegro 10
Atividades 1 ano .trabalho e energia.prof. waldir montenegro 10Atividades 1 ano .trabalho e energia.prof. waldir montenegro 10
Atividades 1 ano .trabalho e energia.prof. waldir montenegro 10Waldir Montenegro
 
2 exatas cssa exercícios sobre mhs prof waldir montenegro
2 exatas cssa  exercícios sobre mhs prof waldir montenegro2 exatas cssa  exercícios sobre mhs prof waldir montenegro
2 exatas cssa exercícios sobre mhs prof waldir montenegroWaldir Montenegro
 
Aula sobre magnetismo 9° ano cssa
Aula  sobre magnetismo 9° ano  cssaAula  sobre magnetismo 9° ano  cssa
Aula sobre magnetismo 9° ano cssaWaldir Montenegro
 
2409 atividades de física assunto mru e mruv prof waldir montenegro
2409 atividades de física assunto mru  e  mruv prof waldir montenegro2409 atividades de física assunto mru  e  mruv prof waldir montenegro
2409 atividades de física assunto mru e mruv prof waldir montenegroWaldir Montenegro
 
Atividades 1 ano .empuxo e estática prof.waldir montenegro
Atividades 1 ano .empuxo  e estática prof.waldir montenegroAtividades 1 ano .empuxo  e estática prof.waldir montenegro
Atividades 1 ano .empuxo e estática prof.waldir montenegroWaldir Montenegro
 
Atividades física 2 ano prof. waldir montenegro
Atividades física 2  ano prof. waldir montenegroAtividades física 2  ano prof. waldir montenegro
Atividades física 2 ano prof. waldir montenegroWaldir Montenegro
 

Destaque (18)

Atividades de física lentes 2013 prof waldir montenegro
Atividades de física lentes 2013 prof waldir montenegroAtividades de física lentes 2013 prof waldir montenegro
Atividades de física lentes 2013 prof waldir montenegro
 
Projeto de atuação física -versão final 2013-1 (1)
Projeto de atuação   física -versão final 2013-1 (1)Projeto de atuação   física -versão final 2013-1 (1)
Projeto de atuação física -versão final 2013-1 (1)
 
Atividades de física indução magnética 2013 prof waldir montenegro
Atividades de física indução magnética  2013 prof waldir montenegroAtividades de física indução magnética  2013 prof waldir montenegro
Atividades de física indução magnética 2013 prof waldir montenegro
 
Exatas cssa exercícios sobre mru prof waldir montenegro
Exatas cssa exercícios sobre mru prof waldir montenegroExatas cssa exercícios sobre mru prof waldir montenegro
Exatas cssa exercícios sobre mru prof waldir montenegro
 
Atividades física 2 ano prof. waldir montenegro
Atividades física 2  ano prof. waldir montenegroAtividades física 2  ano prof. waldir montenegro
Atividades física 2 ano prof. waldir montenegro
 
1º ano cssa as leis de newton e suas aplicações prof waldir montenegro
1º ano cssa as leis de newton e suas aplicações  prof waldir montenegro1º ano cssa as leis de newton e suas aplicações  prof waldir montenegro
1º ano cssa as leis de newton e suas aplicações prof waldir montenegro
 
Atividades de física 2014 out MCU 1° ano prof waldir montenegro
Atividades de física 2014 out  MCU 1° ano  prof   waldir montenegroAtividades de física 2014 out  MCU 1° ano  prof   waldir montenegro
Atividades de física 2014 out MCU 1° ano prof waldir montenegro
 
1° ANO /SALESIANO SANTO ANTÔNIO(CSSA).ATIVIDADES DE FÍSICA SOBRE ENERGIA,TRAB...
1° ANO /SALESIANO SANTO ANTÔNIO(CSSA).ATIVIDADES DE FÍSICA SOBRE ENERGIA,TRAB...1° ANO /SALESIANO SANTO ANTÔNIO(CSSA).ATIVIDADES DE FÍSICA SOBRE ENERGIA,TRAB...
1° ANO /SALESIANO SANTO ANTÔNIO(CSSA).ATIVIDADES DE FÍSICA SOBRE ENERGIA,TRAB...
 
Simulado de física 1° ano 2013 prof waldir
Simulado de física 1° ano  2013 prof waldirSimulado de física 1° ano  2013 prof waldir
Simulado de física 1° ano 2013 prof waldir
 
Qualidades fisiologicas do som 2º ano prof waldir montenegro cssa
Qualidades fisiologicas do som 2º ano prof waldir montenegro cssaQualidades fisiologicas do som 2º ano prof waldir montenegro cssa
Qualidades fisiologicas do som 2º ano prof waldir montenegro cssa
 
MRUV Atividades de Física rse 1° ano prof Waldir Montenegro 2015
MRUV Atividades de Física rse 1° ano  prof Waldir  Montenegro 2015MRUV Atividades de Física rse 1° ano  prof Waldir  Montenegro 2015
MRUV Atividades de Física rse 1° ano prof Waldir Montenegro 2015
 
Óptica da visão professor waldir montenegro
Óptica da visão professor  waldir montenegroÓptica da visão professor  waldir montenegro
Óptica da visão professor waldir montenegro
 
Atividades 1 ano .trabalho e energia.prof. waldir montenegro 10
Atividades 1 ano .trabalho e energia.prof. waldir montenegro 10Atividades 1 ano .trabalho e energia.prof. waldir montenegro 10
Atividades 1 ano .trabalho e energia.prof. waldir montenegro 10
 
2 exatas cssa exercícios sobre mhs prof waldir montenegro
2 exatas cssa  exercícios sobre mhs prof waldir montenegro2 exatas cssa  exercícios sobre mhs prof waldir montenegro
2 exatas cssa exercícios sobre mhs prof waldir montenegro
 
Aula sobre magnetismo 9° ano cssa
Aula  sobre magnetismo 9° ano  cssaAula  sobre magnetismo 9° ano  cssa
Aula sobre magnetismo 9° ano cssa
 
2409 atividades de física assunto mru e mruv prof waldir montenegro
2409 atividades de física assunto mru  e  mruv prof waldir montenegro2409 atividades de física assunto mru  e  mruv prof waldir montenegro
2409 atividades de física assunto mru e mruv prof waldir montenegro
 
Atividades 1 ano .empuxo e estática prof.waldir montenegro
Atividades 1 ano .empuxo  e estática prof.waldir montenegroAtividades 1 ano .empuxo  e estática prof.waldir montenegro
Atividades 1 ano .empuxo e estática prof.waldir montenegro
 
Atividades física 2 ano prof. waldir montenegro
Atividades física 2  ano prof. waldir montenegroAtividades física 2  ano prof. waldir montenegro
Atividades física 2 ano prof. waldir montenegro
 

Semelhante a Atividades de física para o enem 2013 prof waldir montenegro 2000

Ficha de exercícios 10º e 11º ano
Ficha de exercícios 10º e 11º anoFicha de exercícios 10º e 11º ano
Ficha de exercícios 10º e 11º anoFisica-Quimica
 
Fichaformativa10ano 11ano
Fichaformativa10ano 11anoFichaformativa10ano 11ano
Fichaformativa10ano 11anoFisica-Quimica
 
Prova do pism 2010
Prova do pism 2010Prova do pism 2010
Prova do pism 2010Felipe Cesar
 
Exercícios sobre termologia
Exercícios sobre termologiaExercícios sobre termologia
Exercícios sobre termologiaRoberto Bagatini
 
1 lista de_exercicios_do_3_ano_em_3_bim_2011_fis_c
1 lista de_exercicios_do_3_ano_em_3_bim_2011_fis_c1 lista de_exercicios_do_3_ano_em_3_bim_2011_fis_c
1 lista de_exercicios_do_3_ano_em_3_bim_2011_fis_cRaphaela Reale
 
Corg 2ano-calorimetria-120229182800-phpapp02
Corg 2ano-calorimetria-120229182800-phpapp02Corg 2ano-calorimetria-120229182800-phpapp02
Corg 2ano-calorimetria-120229182800-phpapp02Paulo Souto
 
Atividades de física 2° ano prof waldir montenegro cssa 2014
Atividades de física 2° ano prof waldir  montenegro cssa  2014Atividades de física 2° ano prof waldir  montenegro cssa  2014
Atividades de física 2° ano prof waldir montenegro cssa 2014Waldir Montenegro
 
fisica-e-novo-enem com aplicações para o médio.ppt
fisica-e-novo-enem com aplicações para o médio.pptfisica-e-novo-enem com aplicações para o médio.ppt
fisica-e-novo-enem com aplicações para o médio.pptAssisTeixeira2
 
Atividade de revisão 3º bimestre
Atividade de revisão 3º bimestreAtividade de revisão 3º bimestre
Atividade de revisão 3º bimestrecledilson gomes
 

Semelhante a Atividades de física para o enem 2013 prof waldir montenegro 2000 (20)

Prova ENEM de 1999
Prova ENEM de 1999Prova ENEM de 1999
Prova ENEM de 1999
 
Ficha de exercícios 10º e 11º ano
Ficha de exercícios 10º e 11º anoFicha de exercícios 10º e 11º ano
Ficha de exercícios 10º e 11º ano
 
Fichaformativa10ano 11ano
Fichaformativa10ano 11anoFichaformativa10ano 11ano
Fichaformativa10ano 11ano
 
Lista 2 termodinamica
Lista 2 termodinamicaLista 2 termodinamica
Lista 2 termodinamica
 
CALORIMETRIA
CALORIMETRIACALORIMETRIA
CALORIMETRIA
 
Prova do pism 2010
Prova do pism 2010Prova do pism 2010
Prova do pism 2010
 
Exercícios sobre termologia
Exercícios sobre termologiaExercícios sobre termologia
Exercícios sobre termologia
 
Lista Termologia (T4)
Lista Termologia (T4)Lista Termologia (T4)
Lista Termologia (T4)
 
Enem2016
Enem2016Enem2016
Enem2016
 
Revisão enem
Revisão enemRevisão enem
Revisão enem
 
Lista Termologia (T2)
Lista Termologia (T2)Lista Termologia (T2)
Lista Termologia (T2)
 
1 lista de_exercicios_do_3_ano_em_3_bim_2011_fis_c
1 lista de_exercicios_do_3_ano_em_3_bim_2011_fis_c1 lista de_exercicios_do_3_ano_em_3_bim_2011_fis_c
1 lista de_exercicios_do_3_ano_em_3_bim_2011_fis_c
 
206 calorimetria
206 calorimetria206 calorimetria
206 calorimetria
 
Corg 2ano-calorimetria-120229182800-phpapp02
Corg 2ano-calorimetria-120229182800-phpapp02Corg 2ano-calorimetria-120229182800-phpapp02
Corg 2ano-calorimetria-120229182800-phpapp02
 
Atividades de física 2° ano prof waldir montenegro cssa 2014
Atividades de física 2° ano prof waldir  montenegro cssa  2014Atividades de física 2° ano prof waldir  montenegro cssa  2014
Atividades de física 2° ano prof waldir montenegro cssa 2014
 
fisica-e-novo-enem com aplicações para o médio.ppt
fisica-e-novo-enem com aplicações para o médio.pptfisica-e-novo-enem com aplicações para o médio.ppt
fisica-e-novo-enem com aplicações para o médio.ppt
 
Lista 2° ano
Lista 2° anoLista 2° ano
Lista 2° ano
 
questoes Fisica
 questoes Fisica questoes Fisica
questoes Fisica
 
Simulado enem
Simulado enemSimulado enem
Simulado enem
 
Atividade de revisão 3º bimestre
Atividade de revisão 3º bimestreAtividade de revisão 3º bimestre
Atividade de revisão 3º bimestre
 

Mais de Waldir Montenegro

Atividades avaliativas de matemática contagem, arranjo , premutação e combina...
Atividades avaliativas de matemática contagem, arranjo , premutação e combina...Atividades avaliativas de matemática contagem, arranjo , premutação e combina...
Atividades avaliativas de matemática contagem, arranjo , premutação e combina...Waldir Montenegro
 
Lista de exercícios sobre refração luminosa 2º ano
Lista de exercícios sobre refração luminosa 2º anoLista de exercícios sobre refração luminosa 2º ano
Lista de exercícios sobre refração luminosa 2º anoWaldir Montenegro
 
Lista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssa
Lista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssaLista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssa
Lista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssaWaldir Montenegro
 
Trabalho e energia – exercícios 2 – prof waldir montenegro salesiano santo ...
Trabalho e energia – exercícios 2 – prof  waldir montenegro  salesiano santo ...Trabalho e energia – exercícios 2 – prof  waldir montenegro  salesiano santo ...
Trabalho e energia – exercícios 2 – prof waldir montenegro salesiano santo ...Waldir Montenegro
 
Atividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegro
Atividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegroAtividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegro
Atividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegroWaldir Montenegro
 
Atividades de física 1° ano prof waldir montenegro .queda livre e lançamentos
Atividades de física 1° ano prof waldir  montenegro .queda livre e lançamentosAtividades de física 1° ano prof waldir  montenegro .queda livre e lançamentos
Atividades de física 1° ano prof waldir montenegro .queda livre e lançamentosWaldir Montenegro
 
Resumo dos modelos atômicos química 9° ano prof waldir montenegro 2º bim 2014
Resumo dos modelos atômicos  química 9° ano prof waldir montenegro 2º bim 2014Resumo dos modelos atômicos  química 9° ano prof waldir montenegro 2º bim 2014
Resumo dos modelos atômicos química 9° ano prof waldir montenegro 2º bim 2014Waldir Montenegro
 
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGROModelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGROWaldir Montenegro
 
1 lista de_exercicios_do_1_bim_do_3_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb
1 lista de_exercicios_do_1_bim_do_3_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb1 lista de_exercicios_do_1_bim_do_3_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb
1 lista de_exercicios_do_1_bim_do_3_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulombWaldir Montenegro
 
Atividades de física 1° ano prof waldir salesiano 2014
Atividades de física 1° ano prof waldir  salesiano 2014Atividades de física 1° ano prof waldir  salesiano 2014
Atividades de física 1° ano prof waldir salesiano 2014Waldir Montenegro
 
Atividades de ciências para o 9° ano prof waldir 2014
Atividades de ciências para o 9° ano prof waldir 2014Atividades de ciências para o 9° ano prof waldir 2014
Atividades de ciências para o 9° ano prof waldir 2014Waldir Montenegro
 
Atividades de física 1° ano prof waldir montenegro 2014
Atividades de física 1° ano prof waldir  montenegro 2014Atividades de física 1° ano prof waldir  montenegro 2014
Atividades de física 1° ano prof waldir montenegro 2014Waldir Montenegro
 
Atividades avaliativas de matemática 2° ano 2014 prof waldir montenegro
Atividades avaliativas de matemática 2° ano 2014 prof waldir montenegroAtividades avaliativas de matemática 2° ano 2014 prof waldir montenegro
Atividades avaliativas de matemática 2° ano 2014 prof waldir montenegroWaldir Montenegro
 
Atividades de matemática 2° ano trigonometria no triângulo retângulo prof wal...
Atividades de matemática 2° ano trigonometria no triângulo retângulo prof wal...Atividades de matemática 2° ano trigonometria no triângulo retângulo prof wal...
Atividades de matemática 2° ano trigonometria no triângulo retângulo prof wal...Waldir Montenegro
 
Atividades de física 3 ano prof waldir montenegro 2014
Atividades de física 3 ano prof waldir  montenegro 2014Atividades de física 3 ano prof waldir  montenegro 2014
Atividades de física 3 ano prof waldir montenegro 2014Waldir Montenegro
 
Aula eletrostática prof waldir montenegro
Aula  eletrostática prof waldir montenegroAula  eletrostática prof waldir montenegro
Aula eletrostática prof waldir montenegroWaldir Montenegro
 
Atividades de física 2 ano prof waldir montenegro 2014
Atividades de física 2  ano prof waldir  montenegro 2014Atividades de física 2  ano prof waldir  montenegro 2014
Atividades de física 2 ano prof waldir montenegro 2014Waldir Montenegro
 
Atividades de química 9° a e b ano prof waldir montenegro 2014
Atividades de química 9° a e b ano prof waldir  montenegro 2014Atividades de química 9° a e b ano prof waldir  montenegro 2014
Atividades de química 9° a e b ano prof waldir montenegro 2014Waldir Montenegro
 
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir Montenegro 2014
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir  Montenegro 2014Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir  Montenegro 2014
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir Montenegro 2014Waldir Montenegro
 

Mais de Waldir Montenegro (20)

Atividades avaliativas de matemática contagem, arranjo , premutação e combina...
Atividades avaliativas de matemática contagem, arranjo , premutação e combina...Atividades avaliativas de matemática contagem, arranjo , premutação e combina...
Atividades avaliativas de matemática contagem, arranjo , premutação e combina...
 
Lista de exercícios sobre refração luminosa 2º ano
Lista de exercícios sobre refração luminosa 2º anoLista de exercícios sobre refração luminosa 2º ano
Lista de exercícios sobre refração luminosa 2º ano
 
Lista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssa
Lista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssaLista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssa
Lista de exercícios sobre colisões mecânicas 1º ano cssa
 
Trabalho e energia – exercícios 2 – prof waldir montenegro salesiano santo ...
Trabalho e energia – exercícios 2 – prof  waldir montenegro  salesiano santo ...Trabalho e energia – exercícios 2 – prof  waldir montenegro  salesiano santo ...
Trabalho e energia – exercícios 2 – prof waldir montenegro salesiano santo ...
 
Atividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegro
Atividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegroAtividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegro
Atividade avaliativa de física e química 9º ano prof waldir montenegro
 
Aula cursinho enem 2014
Aula cursinho enem 2014Aula cursinho enem 2014
Aula cursinho enem 2014
 
Atividades de física 1° ano prof waldir montenegro .queda livre e lançamentos
Atividades de física 1° ano prof waldir  montenegro .queda livre e lançamentosAtividades de física 1° ano prof waldir  montenegro .queda livre e lançamentos
Atividades de física 1° ano prof waldir montenegro .queda livre e lançamentos
 
Resumo dos modelos atômicos química 9° ano prof waldir montenegro 2º bim 2014
Resumo dos modelos atômicos  química 9° ano prof waldir montenegro 2º bim 2014Resumo dos modelos atômicos  química 9° ano prof waldir montenegro 2º bim 2014
Resumo dos modelos atômicos química 9° ano prof waldir montenegro 2º bim 2014
 
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGROModelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
Modelos Atômicos -CSSA 2014.PROF: WALDIR MONTENEGRO
 
1 lista de_exercicios_do_1_bim_do_3_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb
1 lista de_exercicios_do_1_bim_do_3_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb1 lista de_exercicios_do_1_bim_do_3_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb
1 lista de_exercicios_do_1_bim_do_3_ano_do_em_eletr_e_forca_de_coulomb
 
Atividades de física 1° ano prof waldir salesiano 2014
Atividades de física 1° ano prof waldir  salesiano 2014Atividades de física 1° ano prof waldir  salesiano 2014
Atividades de física 1° ano prof waldir salesiano 2014
 
Atividades de ciências para o 9° ano prof waldir 2014
Atividades de ciências para o 9° ano prof waldir 2014Atividades de ciências para o 9° ano prof waldir 2014
Atividades de ciências para o 9° ano prof waldir 2014
 
Atividades de física 1° ano prof waldir montenegro 2014
Atividades de física 1° ano prof waldir  montenegro 2014Atividades de física 1° ano prof waldir  montenegro 2014
Atividades de física 1° ano prof waldir montenegro 2014
 
Atividades avaliativas de matemática 2° ano 2014 prof waldir montenegro
Atividades avaliativas de matemática 2° ano 2014 prof waldir montenegroAtividades avaliativas de matemática 2° ano 2014 prof waldir montenegro
Atividades avaliativas de matemática 2° ano 2014 prof waldir montenegro
 
Atividades de matemática 2° ano trigonometria no triângulo retângulo prof wal...
Atividades de matemática 2° ano trigonometria no triângulo retângulo prof wal...Atividades de matemática 2° ano trigonometria no triângulo retângulo prof wal...
Atividades de matemática 2° ano trigonometria no triângulo retângulo prof wal...
 
Atividades de física 3 ano prof waldir montenegro 2014
Atividades de física 3 ano prof waldir  montenegro 2014Atividades de física 3 ano prof waldir  montenegro 2014
Atividades de física 3 ano prof waldir montenegro 2014
 
Aula eletrostática prof waldir montenegro
Aula  eletrostática prof waldir montenegroAula  eletrostática prof waldir montenegro
Aula eletrostática prof waldir montenegro
 
Atividades de física 2 ano prof waldir montenegro 2014
Atividades de física 2  ano prof waldir  montenegro 2014Atividades de física 2  ano prof waldir  montenegro 2014
Atividades de física 2 ano prof waldir montenegro 2014
 
Atividades de química 9° a e b ano prof waldir montenegro 2014
Atividades de química 9° a e b ano prof waldir  montenegro 2014Atividades de química 9° a e b ano prof waldir  montenegro 2014
Atividades de química 9° a e b ano prof waldir montenegro 2014
 
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir Montenegro 2014
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir  Montenegro 2014Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir  Montenegro 2014
Atividades de física 9° A e B ano prof: Waldir Montenegro 2014
 

Atividades de física para o enem 2013 prof waldir montenegro 2000

  • 1. ENEM - RESOLUÇÃO DAS QUESTÕES DE FÍSICA PROFESSOR: WALDIR MONTENEGRO(SALESIANO SANTO ANTÔNIO) Exercício 1 Em nosso cotidiano, utilizamos as palavras “calor” e “temperatura” de forma diferente de como elas são usadas no meio científico. Na linguagem corrente, calor é identificado como “algo quente” e temperatura mede a “quantidade de calor de um corpo”. Esses significados, no entanto, não conseguem explicar diversas situações que podem ser verificadas na prática. Do ponto de vista científico, que situação prática mostra a limitação dos conceitos corriqueiros de calor e temperatura? a) A temperatura da água pode ficar constante durante o tempo em que estiver fervendo. b) Uma mãe coloca a mão na água da banheira do bebê para verificar a temperatura da água. c) A chama de um fogão pode ser usada para aumentar a temperatura da água em uma panela. d) A água quente que está em uma caneca é passada para outra caneca a fim de diminuir sua temperatura. e) Um forno pode fornecer calor para uma vasilha de água que está em seu interior com menor temperatura do que a dele. Resposta A Durante a ebulição a temperatura da água permanece constante, embora receba calor da fonte. Isto mostra a limitação do conceito corriqueiro de temperatura como sendo a medida da quantidade de calor de um corpo. Exercício 2 Todo carro possui uma caixa de fusíveis, que são utilizados para proteção dos circuitos elétricos. Os fusíveis são constituídos de um material de baixo ponto de fusão, como o estanho, por exemplo, e se fundem quando percorridos por uma corrente elétrica igual ou maior do que aquela que são capazes de suportar. O quadro a seguir mostra uma série de fusíveis e os valores de corrente por eles suportados. Um farol usa uma lâmpada de gás halogênio de 55 W de potência que opera com 36 V. Os dois faróis são ligados separadamente, com um fusível para cada um, mas, após um mau Aluno (a): ________________________________________ n° ______ 3° Ano/turma A_____ Professor (a): _WALDIR MONTENEGRO Data: _____/_____/2013. ATIVIDADE: ENEM-2013 Valor:____ QUESTÕES RASURADAS NÃO SERÃO VÁLIDAS PARA FINS DE CORREÇÃO
  • 2. funcionamento, o motorista passou a conectá-los em paralelo, usando apenas um fusível. Dessa forma, admitindo-se que a fiação suporte a carga dos dois faróis, o menor valor de fusível adequado para proteção desse novo circuito é o a) azul. b) preto. c) laranja. d) amarelo. e) vermelho. Resposta C Cálculo da intensidade da corrente que percorre cada farol: P = U.i => 55 = 36 . i => i ≈ 1,53 A Cálculo da intensidade da corrente total que percorre o fusível: I = i + i => I ≈ 3,06 A Os fusíveis azul e amarelo suportam correntes menores do que 3,06 A. O fusível que suporta a menor corrente elétrica e que protege o circuito é o laranja. Exercício 3 As ondas eletromagnéticas, como a luz visível e as ondas de rádio, viajam em linha reta em um meio homogêneo. Então, as ondas de rádio emitidas na região litorânea do Brasil não alcançariam a região amazônica do Brasil por causa da curvatura da Terra. Entretanto sabemos que é possível transmitir ondas de rádio entre essas localidades devido à ionosfera. Com ajuda da ionosfera, a transmissão de ondas planas entre o litoral do Brasil e a região amazônica é possível por meio da a) reflexão. b) refração. c) difração. d) polarização. e) interferência. Resposta A Devido à reflexão na ionosfera as ondas de rádio podem ser transmitidas a grandes distâncias. Exercício 4 Com o objetivo de se testar a eficiência de fornos de micro-ondas, planejou-se o aquecimento em 10 °C de amostras de diferentes substâncias, cada uma com determinada massa, em cinco fornos de marcas distintas. Nesse teste, cada forno operou à potência máxima. O forno mais eficiente foi aquele que a) forneceu a maior quantidade de energia às amostras. b) cedeu energia à amostra de maior massa em mais tempo. c) forneceu a maior quantidade de energia em menos tempo. d) cedeu energia à amostra de menor calor específico mais lentamente. e) forneceu a menor quantidade de energia às amostras em menos tempo.
  • 3. Resposta C O forno mais eficiente fornece maior quantidade de calor no menor intervalo de tempo. Exercício 5 Júpiter, conhecido como o gigante gasoso, perdeu uma das suas listras mais proeminentes, deixando o seu hemisfério sul estranhamente vazio. Observe a região em que a faixa sumiu, destacada pela seta A aparência de Júpiter é tipicamente marcada por duas faixas escuras em sua atmosfera – uma no hemisfério norte e outra no hemisfério sul. Como o gás está constantemente em movimento, o desaparecimento da faixa no planeta relaciona-se ao movimento das diversas camadas de nuvens em sua atmosfera. A luz do Sol, refletida nessas nuvens, gera a imagem que é captada pelos telescópios, no espaço ou na Terra. O desaparecimento da faixa sul pode ter sido determinado por uma alteração a) na temperatura da superfície do planeta. b) no formato da camada gasosa do planeta. c) no campo gravitacional gerado pelo planeta. d) na composição química das nuvens do planeta. e) na densidade das nuvens que compõem o planeta. Resposta E A luz refletida nas nuvens gera a imagem captada. O movimento das diversas camadas da atmosfera do planeta pode ter alterado a densidade das nuvens no hemisfério sul, tendo como consequência o desaparecimento da citada faixa. Exercício 6 As cidades industrializadas produzem grandes proporções de gases como o CO2, o principal gás causador do efeito estufa. Isso ocorre por causa da quantidade de combustíveis fósseis queimados, principalmente no transporte, mas também em caldeiras industriais. Além disso, nessas cidades concentram-se as maiores áreas com solos asfaltados e concretados, o que aumenta a retenção de calor, formando o que se conhece por “ilhas de calor”. Tal fenômeno ocorre porque esses materiais absorvem o calor e o devolvem para o ar sob a
  • 4. forma de radiação térmica. Em áreas urbanas, devido à atuação conjunta do efeito estufa e das “ilhas de calor”, espera-se que consumo de energia elétrica a) diminua devido à utilização de caldeiras por indústrias metalúrgicas. b) aumente devido ao bloqueio da luz do sol pelos gases do efeito estufa. c) diminua devido à não necessidade de aquecer a água utilizada em indústrias. d) aumente devido à necessidade de maior refrigeração de indústrias e residências. e) diminua devido à grande quantidade de radiação térmica reutilizada. Resposta D Devido ao efeito estufa e às ilhas de calor ocorre um aumento da temperatura de determinadas áreas urbanas, acarretando o uso de aparelhos de ar condicionado e sistemas de refrigeração. Isto implica no aumento do consumo de energia elétrica. Exercício 7 Sob pressão normal (ao nível do mar), a água entra em ebulição à temperatura de 100 °C. Tendo por base essa informação, um garoto residente em uma cidade litorânea fez a seguinte experiência: • Colocou uma caneca metálica contendo água no fogareiro do fogão de sua casa. • Quando a água começou a ferver, encostou cuidadosamente a extremidade mais estreita de uma seringa de injeção, desprovida de agulha, na superfície do líquido e, erguendo o êmbolo da seringa, aspirou certa quantidade de água para seu interior, tapando-a em seguida. • Verificando após alguns instantes que a água da seringa havia parado de ferver, ele ergueu o êmbolo da seringa, constatando, intrigado, que a água voltou a ferver após um pequeno deslocamento do êmbolo. Considerando o procedimento anterior, a água volta a ferver porque esse deslocamento a) permite a entrada de calor do ambiente externo para o interior da seringa. b) provoca, por atrito, um aquecimento da água contida na seringa. c) produz um aumento de volume que aumenta o ponto de ebulição da água. d) proporciona uma queda de pressão no interior da seringa que diminui o ponto de ebulição da água. e) possibilita uma diminuição da densidade da água que facilita sua ebulição. Resposta D Ao erguer o êmbolo diminui a pressão que o vapor exerce sobre a água e conseqüentemente diminui a temperatura de ebulição. Por isso, a água passa a ferver a uma temperatura inferior a 100 ºC. Exercício 8
  • 5. A fonte de energia representada na figura, considerada uma das mais limpas e sustentáveis do mundo, é extraída do calor gerado a) pela circulação do magma no subsolo. b) pelas erupções constantes dos vulcões. c) pelo sol que aquece as águas com radiação ultravioleta. d) pela queima do carvão e combustíveis fósseis. e) pelos detritos e cinzas vulcânicas. Resposta A Pela circulação do magma no subsolo a água subterrânea é aquecida. Os vapores formados movimentam as turbinas gerando energia elétrica. Exercício 9 Observe a tabela seguinte. Ela traz especificações técnicas constantes no manual de instruções fornecido pelo fabricante de uma torneira elétrica.
  • 6. Considerando que o modelo de maior potência da versão 220 V da torneira suprema foi inadvertidamente conectada a uma rede com tensão nominal de 127 V, e que o aparelho está configurado para trabalhar em sua máxima potência. Qual o valor aproximado da potência ao ligar a torneira? a) 1.830 W b) 2.800 W c) 3.200 W d) 4.030 W e) 5.500 W Resposta A Vamos inicialmente admitir que a resistência elétrica da torneira seja constante. De P = U2 /R, vem: P = (127)2 /R (1) e 5500 = (220)2 /R (2) Dividindo membro a membro (1) por (2), resulta: P/5500 = (127)2 /(220)2 => P = 1833 W Exercício 10 A energia elétrica consumida nas residências é medida, em quilowatt-hora, por meio de um relógio medidor de consumo. Nesse relógio, da direita para esquerda, tem-se o ponteiro da unidade, da dezena, da centena e do milhar. Se um ponteiro estiver entre dois números, considera-se o último número ultrapassado pelo ponteiro. Suponha que as medidas indicadas nos esquemas seguintes tenham sido feitas em uma cidade em que o preço do quilowatt-hora fosse de R$ 0,20. O valor a ser pago pelo consumo de energia elétrica registrado seria de a) R$ 41,80. b) R$ 42.00. c) R$ 43.00. d) R$ 43,80. e) R$ 44,00. Resposta: E Leitura atual: 2783 kWh Leitura do mês passado: 2563 kWh Energia elétrica consumida: 2783 kWh - 2563 kWh = 220 kWh Se 1 kWh custa R$ 0,20, então 220 kWh custarão R$ 44,00 Exercício 11 Duas irmãs que dividem o mesmo quarto de estudos combinaram de comprar duas caixas com tampas para guardarem seus pertences dentro de suas caixas, evitando, assim, a
  • 7. bagunça sobre a mesa de estudos. Uma delas comprou uma metálica, e a outra, uma caixa de madeira de área e espessura lateral diferentes, para facilitar a identificação. Um dia as meninas foram estudar para a prova de Física e, ao se acomodarem na mesa de estudos, guardaram seus celulares ligados dentro de suas caixas. Ao longo desse dia, uma delas recebeu ligações telefônicas, enquanto os amigos da outra tentavam ligar e recebiam a mensagem de que o celular estava fora da área de cobertura ou desligado. Para explicar essa situação, um físico deveria afirmar que o material da caixa, cujo telefone celular não recebeu as ligações é de a) madeira, e o telefone não funcionava porque a madeira não é um bom condutor de eletricidade. b) metal, e o telefone não funcionava devido à blindagem eletrostática que o metal proporcionava. c) metal, e o telefone não funcionava porque o metal refletia todo tipo de radiação que nele incidia. d) metal, e o telefone não funcionava porque a área lateral da caixa de metal era maior. e) madeira, e o telefone não funcionava porque a espessura desta caixa era maior que a espessura da caixa de metal. Resposta B O material da caixa, cujo telefone celular não recebeu as ligações deve ser de metal. A caixa metálica produz o fenômeno da blindagem eletrostática. No interior da caixa o campo elétrico é nulo. Exercício 12 Um grupo de cientistas liderado por pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), nos Estados Unidos, construiu o primeiro metamaterial que apresenta valor negativo do índice de refração relativo para a luz visível. Denomina-se metamaterial um material óptico artificial, tridimensional, formado por pequenas estruturas menores do que o comprimento de onda da luz, o que lhe dá propriedades e comportamentos que não são encontrados em materiais naturais. Esse material tem sido chamado de “canhoto”. Disponível em: http://inovacaotecnologica.com.br.Acesso em: 28 abr. 2010 (adaptado). Considerando o comportamento atípico desse metamaterial, qual é a figura que representa a refração da luz ao passar do ar para esse meio?
  • 8. Resposta D Seja S a superfície que separa os dois meios, R o raio incidente, R’ o raio refratado R’ e a normal N no ponto de incidência I. Para a passagem da luz do ar para um meio natural os raios R e R’ estão em quadrantes opostos. Para a passagem da luz do ar para um metamaterial os raios R e R’ estão em quadrantes adjacentes: Exercício 13 Durante uma obra em um clube, um grupo de trabalhadores teve de remover uma escultura de ferro maciço colocada no fundo de uma piscina vazia. Cinco trabalhadores amarraram cordas à escultura e tentaram puxá-la para cima, sem sucesso. Se a piscina for preenchida com água, ficará mais fácil para os trabalhadores removerem a escultura, pois a a) escultura flutuará. Dessa forma. os homens não precisarão fazer força para remover a escultura do fundo. b) escultura ficará com peso menor, Dessa forma, a intensidade da força necessária para elevar a escultura será menor. c) água exercerá uma força na escultura proporcional a sua massa, e para cima. Esta força
  • 9. se somará á força que os trabalhadores fazem para anular a ação da força peso da escultura. d) água exercerá uma força na escultura para baixo, e esta passará a receber uma força ascendente do piso da piscina. Esta força ajudará a anular a ação da força peso na escultura. e) água exercerá uma força na escultura proporcional ao seu volume, e para cima. Esta força se somará à força que os trabalhadores fazem, podendo resultar em uma força ascendente maior que o peso da escultura. Resposta E A água exerce na escultura uma força vertical, de baixo para cima e de intensidade igual ao peso do líquido deslocado. Tal força é denominada empuxo. A intensidade do empuxo é proporcional ao volume de líquido deslocado que é o volume imerso da escultura. O empuxo, deste modo, tornará mais fácil a tarefa dos trabalhadores em erguer a escultura. Exercício 14 Deseja-se instalar uma estação de geração de energia elétrica em um município localizado no interior de um pequeno vale cercado de altas montanhas de difícil acesso. A cidade é cruzada por um rio, que é fonte de água para consumo, irrigação das lavouras de subsistência e pesca. Na região, que possui pequena extensão territorial, a incidência solar é alta o ano todo. A estação em questão irá abastecer apenas o município apresentado. Qual forma de obtenção de energia, entre as apresentadas, é a mais indicada para ser implantada nesse município de modo a causar o menor impacto ambiental? a) Termelétrica, país é possível utilizar a água do rio no sistema de refrigeração. b) Eólica, pois a geografia do local é própria para a captação desse tipo de energia. c) Nuclear, pois o modo de resfriamento de seus sistemas não afetaria a população. d) Fotovoltaica, pois é possível aproveitar a energia solar que chega à superfície do local. e) hidrelétrica, pois o rio que corta o município é suficiente para abastecer a usina construída. Resposta D A geração de energia elétrica mais indicada é por meio de células fotovoltáicas, pois na região citada é alta a incidência solar durante o ano todo.
  • 10. se somará á força que os trabalhadores fazem para anular a ação da força peso da escultura. d) água exercerá uma força na escultura para baixo, e esta passará a receber uma força ascendente do piso da piscina. Esta força ajudará a anular a ação da força peso na escultura. e) água exercerá uma força na escultura proporcional ao seu volume, e para cima. Esta força se somará à força que os trabalhadores fazem, podendo resultar em uma força ascendente maior que o peso da escultura. Resposta E A água exerce na escultura uma força vertical, de baixo para cima e de intensidade igual ao peso do líquido deslocado. Tal força é denominada empuxo. A intensidade do empuxo é proporcional ao volume de líquido deslocado que é o volume imerso da escultura. O empuxo, deste modo, tornará mais fácil a tarefa dos trabalhadores em erguer a escultura. Exercício 14 Deseja-se instalar uma estação de geração de energia elétrica em um município localizado no interior de um pequeno vale cercado de altas montanhas de difícil acesso. A cidade é cruzada por um rio, que é fonte de água para consumo, irrigação das lavouras de subsistência e pesca. Na região, que possui pequena extensão territorial, a incidência solar é alta o ano todo. A estação em questão irá abastecer apenas o município apresentado. Qual forma de obtenção de energia, entre as apresentadas, é a mais indicada para ser implantada nesse município de modo a causar o menor impacto ambiental? a) Termelétrica, país é possível utilizar a água do rio no sistema de refrigeração. b) Eólica, pois a geografia do local é própria para a captação desse tipo de energia. c) Nuclear, pois o modo de resfriamento de seus sistemas não afetaria a população. d) Fotovoltaica, pois é possível aproveitar a energia solar que chega à superfície do local. e) hidrelétrica, pois o rio que corta o município é suficiente para abastecer a usina construída. Resposta D A geração de energia elétrica mais indicada é por meio de células fotovoltáicas, pois na região citada é alta a incidência solar durante o ano todo.