Aula1concretomatec 120507165933-phpapp01

123 visualizações

Publicada em

concreto

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
123
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula1concretomatec 120507165933-phpapp01

  1. 1. CONCRETO MATERIAIS E TÉCNICAS DE CONSTRUÇÃO IV PROF. SUNAO KISHI PROF. EDUARDO DE CARVALHO PEREIRA
  2. 2. NOMENCLATURA • PASTA=cimento+água • ARGAMASSA=PASTA+agregado miúdo • CONCRETO=ARGAMASSA+agregado graúdo • CONCRETO ARMADO=CONCRETO+armadura passiva • CONCRETO PROTENDIDO=CONCRETO+armaduras passiva e ativa
  3. 3. CONCRETO - DEFINIÇÃO
  4. 4. AGREGADO MIÚDO
  5. 5. AGREGADO GRAÚDO
  6. 6. RESISTÊNCIA DO CONCRETO A resistência do concreto à compressão, depende de vários fatores, entre os mais importantes, podemos citar: • tipo do cimento: existem cimentos de várias categorias, que interferem não somente na resistência do concreto, como também na velocidade de pega ou de endurecimento, na proteção contra agentes agressivos, etc. • relação água x cimento: fator decisivo na resistência, quanto maior a relação maior será a porosidade da pasta, portanto menor será a resistência. • resistência dos agregados. • Fórma e granulometria dos agregados: os mais arredondados,dão mais trabalhabilidade. • Aditivos: produtos que adicionados em pequena proporção,modificam as propriedades do concreto. no que diz respeito à resistência, agem na massa de concreto, também no sentido de controlar a porosidade.
  7. 7. TRABALHABILIDADE DO CONCRETO • Está relacionada com o processo executivo. O concreto deverá ter uma consistência adequada para que quando lançado nas formas, preencha-as completamente. • + água = > trabalhabilidade = < resistência
  8. 8. CONSISTÊNCIA DO CONCRETO • Depende principalmente da quantidade de água. Aumentando a quantidade de água a mistura fresca torna-se mais mole,mais plástica,mais trabalhável. • A consistência é medida pelo método do abatimento do tronco de cone (slump test)
  9. 9. CONCRETAGEM ENVOLVE: TRANSPORTE; LANÇAMENTO; ADENSAMENTO e CURA TRANSPORTE • Diz respeito à sua locomoção até a obra e posterior deslocamento até seu local de lançamento,quando o concreto é comprado em central. • Utilizam-se caminhões betoneira de até 8 metros cúbicos. • Tempo máximo de transporte é de 90 minutos (150 minutos até o fim do adensamento) 9Henrique Dinis / Eduardo Deghiara
  10. 10. LANÇAMENTO Lançar o concreto nas formas PODE SER EFETUADO ATRAVÉS DE BOMBEAMENTO ATRAVÉS DE MANGOTES PODE SER EFETUADO POR CARRINHOS E JERICAS 10
  11. 11. LANÇAMENTO CONCRETO BOMBEADO – DETALHES
  12. 12. ADENSAMENTO Adensamento é o procedimento para se eliminar os vazios (resistência do concreto). Após o espalhamento do concreto nas formas que é feito por meio de pás e enxadas procede-se ao ADENSAMENTO : MANUAL: consiste em socar o concreto com soquetes ou vergalhões. VIBRAÇÃO: feito com um equipamento chamado vibrador de imersão ou agulha
  13. 13. ADENSAMENTO Faz parte do serviço de adensamento, o acabamento da superfície efetuado simultaneamente.
  14. 14. CURA • É a operação final da obtenção do concreto,que consiste em evitar a retração hidráulica,quando o concreto ainda não desenvolveu resistência suficiente para evitar a formação de fissuras.
  15. 15. MÉTODOS DE CURA • Molhagem contínua das superfícies expostas . • Proteção com tecidos ou papel mantidos úmidos. • Cobertura com lonas plásticas,podendo se utilizar vapor. • Aplicação de emulsão que formam películas impermeáveis. • Período de 7 a 14 dias.
  16. 16. • A boa proporcionalidade dos materiais deve garantir, na obra, a resistência característica fck e as demais qualidades que se deseja para o concreto, como durabilidade, baixa deformabilidade,impermeabilidade, consistência etc.
  17. 17. Traço do Concreto • A resistência do concreto é estudada previamente, antes da mistura de seus materiais constituintes, quais sejam, as britas, as areias, o cimento, a água e os aditivos, cujas proporções são estimadas, através de procedimentos (dosagem)para a determinação do traço do concreto. • Após a mistura ter sido efetuada, retira-se da massa, material para a moldagem de corpos de prova, os quais serão então submetidos a ensaios de ruptura, averiguando-se as resistências previstas foram obtidas.
  18. 18. ENSAIO DE RESISTÊNCIA
  19. 19. RESISTÊNCIA CARACTERÍSTICA DO CONCRETO Resistência característica à compressão – fck • A resistência característica é aquela que ocorre aos 28 dias após a moldagem do corpo de prova. fck = fc28d • Usa como unidade o MPa (megaPascal) • 1 MPa = 10 kgf/cm2
  20. 20. CLASSES DE RESISTÊNCIA CLASSIFICAÇÃO DO CONCRETO PELO Fck C20 significa: fck= 20 Mpa Concretos usuais variam de C20 a C50: • C20 – pequenas estruturas ou residências, em que as estruturas sejam revestidas. • C25 a C30 - construção predial em geral, em que se requer baixas deformações e permeabilidade (se reflete em durabilidade); em concreto aparente, etc. • C30 A C40 - concreto protendido e edifícios com sistemas estruturais não convencionais. • C40 a C50 – casos especiais em que se deseja esbeltez dos elementos estruturais, como: edifícios altos e cascas. É utilizado especialmente em pilares de edifícios altos.
  21. 21. Influência da Relação Água/Cimento, na Resistência do Concreto A relação água- cimento, é a proporção entre o total de água adicionada ao concreto, e o cimento, ambos medidos em peso. As quantias de água podem ser assim subdivididas: AH: Água de hidratação. É a quantidade necessária de água para a hidratação do cimento. AE: Água Excedente. É a quantidade de água lançada na mistura, além da água de hidratação, para garantir as condições de trabalhabilidade da massa, durante a moldagem das peças. A relação água/cimento, é expressa pela seguinte relação: (peso) (peso)AT =A/CRelação cimento
  22. 22. Relação Água/Cimento Em geral, o valor da relação A/C, para atingir resistência máxima, está entre 0,35 a 0,40. Em concretos sem o controle tecnológico, somente a título de curiosidade, a relação A/C ,está em torno de 0,7 a 0,8.
  23. 23. Variação da Resistência do Concreto com a Idade
  24. 24. Resistências Características do Concreto A resistência característica do concreto, equivale à tensão de ruptura dos corpos de prova, aos 28 dias. Nesta condição, temos que considerar separadamente, os dois tipos distintos de solicitações, a de compressão e a de tração. As resistências características, podem ser designadas, como abaixo: fck - resistência à compressão do concreto. ftk - resistência à tração do concreto. Na falta de ensaios, pode-se admitir que a resistência a tração do concreto, equivale a 10% da resistência a compressão. 10 f =f ck tk

×