SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
NUTRIENTES PROFº WAGNER FERRARI
CARBOIDRATOS – VISÃO GERAL  Os carboidratos são as biomoléculas mais abundantes na natureza. desempenham uma ampla variedade de funções, entre elas:  Fonte de energia; Reserva de energia; Estrutural; O carboidrato é a única fonte de energia aceita pelo cérebro, importante para o funcionamento do coração e todo sistema nervoso. O corpo armazena carboidratos em três lugares: fígado   e músculo (glicogênio) e sangue (glicose).
CARBOIDRATOS - CLASSIFICAÇÃO MONOSSACARÍDEOS: estruturas simples(Glicose; Galactose  e  Frutose) DISSACARÍDEOS: junção da dois monossacarídeos; POLISSACARÍDEOS: estruturas muito complexas pode, ser: O Amido: É o polissacarídeo de reserva da célula vegetal. O Glicogênio: É o polissacarídeo de reserva da célula animal A Celulose: É o carboidrato mais abundante na natureza. Possui função estrutural na célula vegetal
PROTEÍNAS - CONCEITO GERAL As proteínas são as moléculas orgânicas mais abundantes e importantes nas células e perfazem 50% ou mais de seu peso seco. São encontradas em todas as partes de todas as células, uma vez que são fundamentais sob todos os aspectos da estrutura e função celulares. Existem muitas espécies diferentes de proteínas, cada uma especializada para uma função biológica diversa.  São os constituintes básicos da vida: tanto que seu nome deriva da palavra grega "proteios", que significa "em primeiro lugar". Nos animais, as proteínas correspondem a cerca de 80% do peso dos músculos desidratados, cerca de 70% da pele e 90% do sangue seco. Mesmo nos vegetais as proteínas estão presentes.
PROTEÍNAS - CONSTITUIÇÃO AMINOÁCIDOS CARACTERÍSTICAS GERAIS  São as unidades fundamentais das proteínas.  Todas as proteínas são formadas a partir da ligação em seqüência de apenas 20 aminoácidos.  Existem, além destes 20 aminoácidos principais, alguns aminoácidos especiais, que só aparecem em alguns tipos de proteínas. Glicina - Histidina - Fenilalanina - Alanina - Asparagina -Valina - Serina - Glutamina - Triptofano – Cisteína – Prolina -  Treonina- Tirosina - Lisina - Ácido Aspártico Leucina - Ácido Glutâmico - Isoleucina - Arginina - Metionina
PROTEÍNAS- FUNÇÕES Catalisadores; Elementos estruturais (colágeno) e sistemas contráteis; Armazenamento(ferritina);  Veículos de transporte (hemoglobina);  Hormônios;  Anti-infecciosas (imunoglobulina); Enzimáticas (lipases); Nutricional (caseína); Agentes protetores. Devido as proteínas exercerem uma grande variedade de funções na célula, estas podem ser divididas em dois grandes grupos: Dinâmicas - Transporte, defesa, catálise de reações, controle do metabolismo e contração, por exemplo;  Estruturais - Proteínas como o colágeno e elastina, por exemplo, que promovem a sustentação estrutural da célula e dos tecidos.
LIPÍDIOS Os lipídios, também chamados de gorduras, são biomoléculas orgânicas compostas, principalmente, por moléculas de hidrogênio, oxigênio, carbono. Fazem parte ainda da composição dos lipídios outros elementos como, por exemplo, o fósforo Os lipídios possuem a característica de serem insolúveis na água. Porém, são solúveis nos solventes orgânicos (álcool, éter, benzina, etc).Os lipídios possuem quatro funções básicas nos organismos: Fornecimento de energia para as células. Porém, estas preferem utilizar primeiramente a energia fornecida pelos glicídios.  Alguns tipos de lipídios participam da composição das membranas celulares.  Nos animais endodérmicos, atuam como isolantes térmicos.  Facilitação de determinadas reações químicas que ocorrem no organismo dos seres vivos. Possuem esta função os seguintes lipídios: hormônios sexuais, vitaminas lipossolúveis (vitaminas A, K, D e E) e as prostaglandinas. Principais fontes de lipídios (alimentos): Margarinas - Milho- Aveia – Soja – Gergilim – Cevada - Trigo integral – Centeio - Óleo de canola - Óleo de soja - Óleo de peixes
VITAMINAS
SAIS MINERAIS - INFORMAÇÕES Diferentemente dos carboidratos, lipídios e proteínas, os sais minerais são substâncias inorgânicas, ou seja, não podem ser produzidos por seres vivos. Sua maior parte está concentrada nos ossos. Entre os mais conhecidos estão o cálcio, o fósforo, o potássio, o enxofre, o sódio, o magnésio, o ferro, o cobre, o zinco, o selênio, o cromo, etc.  Estas substâncias inorgânicas possuem funções muito importantes no corpo e a falta delas pode gerar desequilíbrios na saúde. Contudo, há alguns minerais como, por exemplo, o alumínio e o boro, que podem estar presentes no corpo sem nenhuma função.  Principais funções dos sais minerais: Os minerais possuem um papel bastante importante em nosso organismo. Atuam como componentes importantes na formação e manutenção dos ossos do corpo humano (principalmente os fosfatos de cálcio); Através de sua ação que as reações enzimáticas são reguladas; Participam da composição de algumas moléculas orgânicas; Agem na manutenção do equilíbio osmótico; 
SAIS MINERAIS - FONTES Cálcio:  Forma ossos e dentes; atua no funcionamento dos músculos e nervos e na coagulação do sangue.      Alimentos: Laticínios e hortaliças de folhas verdes (brócoli, espinafre) Fósforo:  Forma ossos e dentes; participa da transferência de energia e da molécula dos ácidos nucléicos.          Alimentos: Carnes, aves, peixes, ovos, laticínios, feijões e ervilhas. Sódio:  Ajuda no equilíbrio dos líquidos do corpo e no funcionamento dos nervos e das membranas da célula.          Alimentos: Sal de cozinha e sal natural dos alimentos Cloro: Age junto com o sódio e forma o ácido clorídrico do estômago.          Alimentos: Encontra-se combinado ao sódio no sal comum.
SAIS MINERAIS - FONTES Potássio: Age com o sódio no equilíbrio de líquidos e no funcionamento dos nervos e das membranas.        Alimentos: Frutas, verduras, feijão, leite, cereais. Magnésio: Forma a clorofila; atua em várias reações químicas junto com enzimas e vitaminas; ajuda na formação dos ossos e no funcionamento de nervos e músculos. Alimentos: Hortaliças de folhas verdes, cereais, peixes, carnes, ovos, feijão, soja e banana. Ferro: Forma a hemoglobina, que ajuda a levar oxigênio e atua na respiração celular. Alimentos: Fígados, carnes, gema de ovo, pinhão, legumes e hortaliças de folhas verdes. Iodo: Faz parte dos hormônios da tireóide, que controlam a taxa de oxidação da célula e crescimento.  Alimentos: Sal de cozinha iodado, peixes e frutos do mar. Flúor: Fortalece ossos e dentes      Alimentos: Água fluoretada, peixes, chás e em pequena quantidade em todos os alimentos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Vitaminas, Lipídios, Proteínas e Ácidos nucleicos.
Vitaminas, Lipídios, Proteínas e Ácidos nucleicos.Vitaminas, Lipídios, Proteínas e Ácidos nucleicos.
Vitaminas, Lipídios, Proteínas e Ácidos nucleicos.Luana D'Luna
 
A química dos alimentos famasul
A química dos alimentos famasulA química dos alimentos famasul
A química dos alimentos famasulmonicaaugusta2
 
Alimentos e-nutrientes
Alimentos e-nutrientesAlimentos e-nutrientes
Alimentos e-nutrientesthiagoluiz6
 
Componentes orgânicos: Carboidratos
Componentes orgânicos: CarboidratosComponentes orgânicos: Carboidratos
Componentes orgânicos: CarboidratosWerner Mendoza Blanco
 
Lipídios ( Power Point )
Lipídios ( Power Point )Lipídios ( Power Point )
Lipídios ( Power Point )Bio
 
Função dos nutrientes 1
Função dos nutrientes 1Função dos nutrientes 1
Função dos nutrientes 1zfatima123
 
Cinzas e minerais: elementos traço
Cinzas e minerais: elementos traçoCinzas e minerais: elementos traço
Cinzas e minerais: elementos traçoDANIELLE BORGES
 
Qumica alimentos mont'alverne
Qumica alimentos mont'alverneQumica alimentos mont'alverne
Qumica alimentos mont'alverneNetto Paes
 
Macronutrientes
MacronutrientesMacronutrientes
Macronutrientesmarcossage
 
Nutrição
NutriçãoNutrição
Nutriçãocezaoo
 
Aula de Minerais - alimentos e alimentação
Aula de Minerais - alimentos e alimentaçãoAula de Minerais - alimentos e alimentação
Aula de Minerais - alimentos e alimentaçãoMarília Gomes
 
Aula 8º ano - Os alimentos
Aula 8º ano - Os alimentosAula 8º ano - Os alimentos
Aula 8º ano - Os alimentosLeonardo Kaplan
 
Alimentos e qualidade de vida
Alimentos  e qualidade de vida Alimentos  e qualidade de vida
Alimentos e qualidade de vida DonaRayane
 
14. Os alimentos e seus nutrientes III - Nutrientes simples vitaminas e minerais
14. Os alimentos e seus nutrientes III - Nutrientes simples vitaminas e minerais14. Os alimentos e seus nutrientes III - Nutrientes simples vitaminas e minerais
14. Os alimentos e seus nutrientes III - Nutrientes simples vitaminas e mineraisLuci Freitas
 

Mais procurados (20)

Vitaminas, Lipídios, Proteínas e Ácidos nucleicos.
Vitaminas, Lipídios, Proteínas e Ácidos nucleicos.Vitaminas, Lipídios, Proteínas e Ácidos nucleicos.
Vitaminas, Lipídios, Proteínas e Ácidos nucleicos.
 
Bio01
Bio01Bio01
Bio01
 
A química dos alimentos famasul
A química dos alimentos famasulA química dos alimentos famasul
A química dos alimentos famasul
 
Componentes orgânicos: Proteínas
Componentes orgânicos: ProteínasComponentes orgânicos: Proteínas
Componentes orgânicos: Proteínas
 
Macronutrientes
MacronutrientesMacronutrientes
Macronutrientes
 
Alimentos e-nutrientes
Alimentos e-nutrientesAlimentos e-nutrientes
Alimentos e-nutrientes
 
Nutrientes
NutrientesNutrientes
Nutrientes
 
Componentes orgânicos: Carboidratos
Componentes orgânicos: CarboidratosComponentes orgânicos: Carboidratos
Componentes orgânicos: Carboidratos
 
Lipídios ( Power Point )
Lipídios ( Power Point )Lipídios ( Power Point )
Lipídios ( Power Point )
 
Função dos nutrientes 1
Função dos nutrientes 1Função dos nutrientes 1
Função dos nutrientes 1
 
Cinzas e minerais: elementos traço
Cinzas e minerais: elementos traçoCinzas e minerais: elementos traço
Cinzas e minerais: elementos traço
 
Qumica alimentos mont'alverne
Qumica alimentos mont'alverneQumica alimentos mont'alverne
Qumica alimentos mont'alverne
 
Macronutrientes
MacronutrientesMacronutrientes
Macronutrientes
 
Nutrição
NutriçãoNutrição
Nutrição
 
Aula de Minerais - alimentos e alimentação
Aula de Minerais - alimentos e alimentaçãoAula de Minerais - alimentos e alimentação
Aula de Minerais - alimentos e alimentação
 
Aula 8º ano - Os alimentos
Aula 8º ano - Os alimentosAula 8º ano - Os alimentos
Aula 8º ano - Os alimentos
 
Oligoelementos
OligoelementosOligoelementos
Oligoelementos
 
Alimentos e qualidade de vida
Alimentos  e qualidade de vida Alimentos  e qualidade de vida
Alimentos e qualidade de vida
 
Proteínas
ProteínasProteínas
Proteínas
 
14. Os alimentos e seus nutrientes III - Nutrientes simples vitaminas e minerais
14. Os alimentos e seus nutrientes III - Nutrientes simples vitaminas e minerais14. Os alimentos e seus nutrientes III - Nutrientes simples vitaminas e minerais
14. Os alimentos e seus nutrientes III - Nutrientes simples vitaminas e minerais
 

Destaque

Anaeróbios
Anaeróbios Anaeróbios
Anaeróbios dapab
 
Biologia: Nutrição das bactérias
Biologia: Nutrição das bactériasBiologia: Nutrição das bactérias
Biologia: Nutrição das bactériasletosgirl
 
Ecologia microbiana
Ecologia microbianaEcologia microbiana
Ecologia microbianaLuisNoche
 
Bioquímica componentes inorgânicos e orgânicos
Bioquímica   componentes inorgânicos e orgânicosBioquímica   componentes inorgânicos e orgânicos
Bioquímica componentes inorgânicos e orgânicoscarreiralopes
 

Destaque (8)

Anaeróbios
Anaeróbios Anaeróbios
Anaeróbios
 
Visão geral do metabolismo
Visão geral do metabolismoVisão geral do metabolismo
Visão geral do metabolismo
 
Apresentação bactérias
Apresentação bactériasApresentação bactérias
Apresentação bactérias
 
Nutrição bactriana
Nutrição bactrianaNutrição bactriana
Nutrição bactriana
 
Biologia: Nutrição das bactérias
Biologia: Nutrição das bactériasBiologia: Nutrição das bactérias
Biologia: Nutrição das bactérias
 
Ecologia microbiana
Ecologia microbianaEcologia microbiana
Ecologia microbiana
 
Aula slides bacteriologia
Aula slides   bacteriologiaAula slides   bacteriologia
Aula slides bacteriologia
 
Bioquímica componentes inorgânicos e orgânicos
Bioquímica   componentes inorgânicos e orgânicosBioquímica   componentes inorgânicos e orgânicos
Bioquímica componentes inorgânicos e orgânicos
 

Semelhante a Nutrientes

A química dos alimentos famasul
A química dos alimentos famasulA química dos alimentos famasul
A química dos alimentos famasulmonicaaugusta2
 
A química dos alimentos famasul
A química dos alimentos famasulA química dos alimentos famasul
A química dos alimentos famasulmonicaaugusta2
 
Undiade 3 atividade 1material digital ildina
Undiade 3 atividade 1material digital ildinaUndiade 3 atividade 1material digital ildina
Undiade 3 atividade 1material digital ildinaIldina Soares
 
Nutrição, alimentação equilibrada
Nutrição, alimentação equilibradaNutrição, alimentação equilibrada
Nutrição, alimentação equilibradaIldina Soares
 
Slides sobre alimentação
Slides sobre alimentaçãoSlides sobre alimentação
Slides sobre alimentaçãothayscler
 
Compostos inorgânicos e orgânicos [modo de compatibilidade]
Compostos inorgânicos e orgânicos  [modo de compatibilidade]Compostos inorgânicos e orgânicos  [modo de compatibilidade]
Compostos inorgânicos e orgânicos [modo de compatibilidade]César Milani
 
ENFERMAGEM - MÓDULO I - NUTRIÇÃO E DIETÉTICA.pptx
ENFERMAGEM - MÓDULO I - NUTRIÇÃO E DIETÉTICA.pptxENFERMAGEM - MÓDULO I - NUTRIÇÃO E DIETÉTICA.pptx
ENFERMAGEM - MÓDULO I - NUTRIÇÃO E DIETÉTICA.pptxLarissaMorais89
 
Bioquimica-Composicao Quimica da Celula.pdf
Bioquimica-Composicao Quimica  da Celula.pdfBioquimica-Composicao Quimica  da Celula.pdf
Bioquimica-Composicao Quimica da Celula.pdfFeridoZitoJonas
 
7 ficha de trabalho 9ano-_20_21
7  ficha de trabalho 9ano-_20_217  ficha de trabalho 9ano-_20_21
7 ficha de trabalho 9ano-_20_21manuelafonseca
 
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)Cíntia Ribeiro
 
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagemNutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagemIvone Reges
 
BIOQUIMIA - Introdução.pptxppppppppppppppp
BIOQUIMIA - Introdução.pptxpppppppppppppppBIOQUIMIA - Introdução.pptxppppppppppppppp
BIOQUIMIA - Introdução.pptxpppppppppppppppVictorGomes173122
 
QuíM. De Alim. I Minerais
QuíM. De Alim. I   MineraisQuíM. De Alim. I   Minerais
QuíM. De Alim. I MineraisRicardo Stefani
 

Semelhante a Nutrientes (20)

A química dos alimentos famasul
A química dos alimentos famasulA química dos alimentos famasul
A química dos alimentos famasul
 
A química dos alimentos famasul
A química dos alimentos famasulA química dos alimentos famasul
A química dos alimentos famasul
 
Undiade 3 atividade 1material digital ildina
Undiade 3 atividade 1material digital ildinaUndiade 3 atividade 1material digital ildina
Undiade 3 atividade 1material digital ildina
 
Nutrição, alimentação equilibrada
Nutrição, alimentação equilibradaNutrição, alimentação equilibrada
Nutrição, alimentação equilibrada
 
Nutrição
NutriçãoNutrição
Nutrição
 
Nutrientes
NutrientesNutrientes
Nutrientes
 
Slides sobre alimentação
Slides sobre alimentaçãoSlides sobre alimentação
Slides sobre alimentação
 
Compostos inorgânicos e orgânicos [modo de compatibilidade]
Compostos inorgânicos e orgânicos  [modo de compatibilidade]Compostos inorgânicos e orgânicos  [modo de compatibilidade]
Compostos inorgânicos e orgânicos [modo de compatibilidade]
 
Nutrientes
NutrientesNutrientes
Nutrientes
 
Nutrientes 3.5.11
Nutrientes 3.5.11Nutrientes 3.5.11
Nutrientes 3.5.11
 
Alimentação saudável
Alimentação saudávelAlimentação saudável
Alimentação saudável
 
Proteínas funções.
Proteínas        funções.Proteínas        funções.
Proteínas funções.
 
ENFERMAGEM - MÓDULO I - NUTRIÇÃO E DIETÉTICA.pptx
ENFERMAGEM - MÓDULO I - NUTRIÇÃO E DIETÉTICA.pptxENFERMAGEM - MÓDULO I - NUTRIÇÃO E DIETÉTICA.pptx
ENFERMAGEM - MÓDULO I - NUTRIÇÃO E DIETÉTICA.pptx
 
Bioquimica-Composicao Quimica da Celula.pdf
Bioquimica-Composicao Quimica  da Celula.pdfBioquimica-Composicao Quimica  da Celula.pdf
Bioquimica-Composicao Quimica da Celula.pdf
 
7 ficha de trabalho 9ano-_20_21
7  ficha de trabalho 9ano-_20_217  ficha de trabalho 9ano-_20_21
7 ficha de trabalho 9ano-_20_21
 
6a série os nutrientes
6a série   os nutrientes6a série   os nutrientes
6a série os nutrientes
 
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem (1)
 
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagemNutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem
Nutricao saude-1-capitulo-1-ano-de-enfermagem
 
BIOQUIMIA - Introdução.pptxppppppppppppppp
BIOQUIMIA - Introdução.pptxpppppppppppppppBIOQUIMIA - Introdução.pptxppppppppppppppp
BIOQUIMIA - Introdução.pptxppppppppppppppp
 
QuíM. De Alim. I Minerais
QuíM. De Alim. I   MineraisQuíM. De Alim. I   Minerais
QuíM. De Alim. I Minerais
 

Mais de wagneripo

CADERNO DE PROVA ENEM 2000
CADERNO DE PROVA ENEM 2000CADERNO DE PROVA ENEM 2000
CADERNO DE PROVA ENEM 2000wagneripo
 
GABARITO 2º DIA ENEM 2009
GABARITO 2º DIA ENEM 2009GABARITO 2º DIA ENEM 2009
GABARITO 2º DIA ENEM 2009wagneripo
 
GABARITO 1º DIA ENEM 2009
GABARITO 1º DIA ENEM 2009GABARITO 1º DIA ENEM 2009
GABARITO 1º DIA ENEM 2009wagneripo
 
PROVA ENEM 2010 1º DIA
PROVA ENEM 2010 1º DIAPROVA ENEM 2010 1º DIA
PROVA ENEM 2010 1º DIAwagneripo
 
PROVA ENEM 2012 2º DIA
PROVA ENEM 2012 2º DIAPROVA ENEM 2012 2º DIA
PROVA ENEM 2012 2º DIAwagneripo
 
PROVA ENEM 2012 2º DIA
PROVA ENEM 2012 2º DIAPROVA ENEM 2012 2º DIA
PROVA ENEM 2012 2º DIAwagneripo
 
PROVA ENEM 2012 1º DIA
PROVA ENEM 2012 1º DIAPROVA ENEM 2012 1º DIA
PROVA ENEM 2012 1º DIAwagneripo
 
DICAS DE REDAÇÃO
DICAS DE REDAÇÃODICAS DE REDAÇÃO
DICAS DE REDAÇÃOwagneripo
 
GABARITO ENEM 2013
GABARITO ENEM 2013GABARITO ENEM 2013
GABARITO ENEM 2013wagneripo
 
GABARITOS DAS PROVAS ENEM 2013
GABARITOS DAS PROVAS ENEM 2013GABARITOS DAS PROVAS ENEM 2013
GABARITOS DAS PROVAS ENEM 2013wagneripo
 
Dia2 amarelo
Dia2 amareloDia2 amarelo
Dia2 amarelowagneripo
 
CADERNO AMARELO 2º DIA
CADERNO AMARELO 2º DIACADERNO AMARELO 2º DIA
CADERNO AMARELO 2º DIAwagneripo
 
CADERNO BRANCO 1º DIA.
CADERNO BRANCO 1º DIA.CADERNO BRANCO 1º DIA.
CADERNO BRANCO 1º DIA.wagneripo
 
Magnetismo no Cotidiano
Magnetismo no CotidianoMagnetismo no Cotidiano
Magnetismo no Cotidianowagneripo
 
O magnetismo no cotidiano
O magnetismo no cotidianoO magnetismo no cotidiano
O magnetismo no cotidianowagneripo
 

Mais de wagneripo (20)

CADERNO DE PROVA ENEM 2000
CADERNO DE PROVA ENEM 2000CADERNO DE PROVA ENEM 2000
CADERNO DE PROVA ENEM 2000
 
GABARITO 2º DIA ENEM 2009
GABARITO 2º DIA ENEM 2009GABARITO 2º DIA ENEM 2009
GABARITO 2º DIA ENEM 2009
 
GABARITO 1º DIA ENEM 2009
GABARITO 1º DIA ENEM 2009GABARITO 1º DIA ENEM 2009
GABARITO 1º DIA ENEM 2009
 
PROVA ENEM 2010 1º DIA
PROVA ENEM 2010 1º DIAPROVA ENEM 2010 1º DIA
PROVA ENEM 2010 1º DIA
 
PROVA ENEM 2012 2º DIA
PROVA ENEM 2012 2º DIAPROVA ENEM 2012 2º DIA
PROVA ENEM 2012 2º DIA
 
PROVA ENEM 2012 2º DIA
PROVA ENEM 2012 2º DIAPROVA ENEM 2012 2º DIA
PROVA ENEM 2012 2º DIA
 
PROVA ENEM 2012 1º DIA
PROVA ENEM 2012 1º DIAPROVA ENEM 2012 1º DIA
PROVA ENEM 2012 1º DIA
 
DICAS DE REDAÇÃO
DICAS DE REDAÇÃODICAS DE REDAÇÃO
DICAS DE REDAÇÃO
 
GABARITO ENEM 2013
GABARITO ENEM 2013GABARITO ENEM 2013
GABARITO ENEM 2013
 
GABARITOS DAS PROVAS ENEM 2013
GABARITOS DAS PROVAS ENEM 2013GABARITOS DAS PROVAS ENEM 2013
GABARITOS DAS PROVAS ENEM 2013
 
Dia2 amarelo
Dia2 amareloDia2 amarelo
Dia2 amarelo
 
CADERNO AMARELO 2º DIA
CADERNO AMARELO 2º DIACADERNO AMARELO 2º DIA
CADERNO AMARELO 2º DIA
 
CADERNO BRANCO 1º DIA.
CADERNO BRANCO 1º DIA.CADERNO BRANCO 1º DIA.
CADERNO BRANCO 1º DIA.
 
Magnetismo no Cotidiano
Magnetismo no CotidianoMagnetismo no Cotidiano
Magnetismo no Cotidiano
 
O magnetismo no cotidiano
O magnetismo no cotidianoO magnetismo no cotidiano
O magnetismo no cotidiano
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
 
7ª série
7ª série7ª série
7ª série
 
7ª série
7ª série7ª série
7ª série
 
7ª série
7ª série7ª série
7ª série
 
7ª série
7ª série7ª série
7ª série
 

Último

O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docCarolineWaitman
 

Último (20)

O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 

Nutrientes

  • 2. CARBOIDRATOS – VISÃO GERAL Os carboidratos são as biomoléculas mais abundantes na natureza. desempenham uma ampla variedade de funções, entre elas: Fonte de energia; Reserva de energia; Estrutural; O carboidrato é a única fonte de energia aceita pelo cérebro, importante para o funcionamento do coração e todo sistema nervoso. O corpo armazena carboidratos em três lugares: fígado e músculo (glicogênio) e sangue (glicose).
  • 3. CARBOIDRATOS - CLASSIFICAÇÃO MONOSSACARÍDEOS: estruturas simples(Glicose; Galactose e Frutose) DISSACARÍDEOS: junção da dois monossacarídeos; POLISSACARÍDEOS: estruturas muito complexas pode, ser: O Amido: É o polissacarídeo de reserva da célula vegetal. O Glicogênio: É o polissacarídeo de reserva da célula animal A Celulose: É o carboidrato mais abundante na natureza. Possui função estrutural na célula vegetal
  • 4. PROTEÍNAS - CONCEITO GERAL As proteínas são as moléculas orgânicas mais abundantes e importantes nas células e perfazem 50% ou mais de seu peso seco. São encontradas em todas as partes de todas as células, uma vez que são fundamentais sob todos os aspectos da estrutura e função celulares. Existem muitas espécies diferentes de proteínas, cada uma especializada para uma função biológica diversa. São os constituintes básicos da vida: tanto que seu nome deriva da palavra grega "proteios", que significa "em primeiro lugar". Nos animais, as proteínas correspondem a cerca de 80% do peso dos músculos desidratados, cerca de 70% da pele e 90% do sangue seco. Mesmo nos vegetais as proteínas estão presentes.
  • 5. PROTEÍNAS - CONSTITUIÇÃO AMINOÁCIDOS CARACTERÍSTICAS GERAIS São as unidades fundamentais das proteínas. Todas as proteínas são formadas a partir da ligação em seqüência de apenas 20 aminoácidos. Existem, além destes 20 aminoácidos principais, alguns aminoácidos especiais, que só aparecem em alguns tipos de proteínas. Glicina - Histidina - Fenilalanina - Alanina - Asparagina -Valina - Serina - Glutamina - Triptofano – Cisteína – Prolina - Treonina- Tirosina - Lisina - Ácido Aspártico Leucina - Ácido Glutâmico - Isoleucina - Arginina - Metionina
  • 6. PROTEÍNAS- FUNÇÕES Catalisadores; Elementos estruturais (colágeno) e sistemas contráteis; Armazenamento(ferritina);  Veículos de transporte (hemoglobina);  Hormônios;  Anti-infecciosas (imunoglobulina); Enzimáticas (lipases); Nutricional (caseína); Agentes protetores. Devido as proteínas exercerem uma grande variedade de funções na célula, estas podem ser divididas em dois grandes grupos: Dinâmicas - Transporte, defesa, catálise de reações, controle do metabolismo e contração, por exemplo; Estruturais - Proteínas como o colágeno e elastina, por exemplo, que promovem a sustentação estrutural da célula e dos tecidos.
  • 7. LIPÍDIOS Os lipídios, também chamados de gorduras, são biomoléculas orgânicas compostas, principalmente, por moléculas de hidrogênio, oxigênio, carbono. Fazem parte ainda da composição dos lipídios outros elementos como, por exemplo, o fósforo Os lipídios possuem a característica de serem insolúveis na água. Porém, são solúveis nos solventes orgânicos (álcool, éter, benzina, etc).Os lipídios possuem quatro funções básicas nos organismos: Fornecimento de energia para as células. Porém, estas preferem utilizar primeiramente a energia fornecida pelos glicídios. Alguns tipos de lipídios participam da composição das membranas celulares. Nos animais endodérmicos, atuam como isolantes térmicos. Facilitação de determinadas reações químicas que ocorrem no organismo dos seres vivos. Possuem esta função os seguintes lipídios: hormônios sexuais, vitaminas lipossolúveis (vitaminas A, K, D e E) e as prostaglandinas. Principais fontes de lipídios (alimentos): Margarinas - Milho- Aveia – Soja – Gergilim – Cevada - Trigo integral – Centeio - Óleo de canola - Óleo de soja - Óleo de peixes
  • 9. SAIS MINERAIS - INFORMAÇÕES Diferentemente dos carboidratos, lipídios e proteínas, os sais minerais são substâncias inorgânicas, ou seja, não podem ser produzidos por seres vivos. Sua maior parte está concentrada nos ossos. Entre os mais conhecidos estão o cálcio, o fósforo, o potássio, o enxofre, o sódio, o magnésio, o ferro, o cobre, o zinco, o selênio, o cromo, etc.  Estas substâncias inorgânicas possuem funções muito importantes no corpo e a falta delas pode gerar desequilíbrios na saúde. Contudo, há alguns minerais como, por exemplo, o alumínio e o boro, que podem estar presentes no corpo sem nenhuma função. Principais funções dos sais minerais: Os minerais possuem um papel bastante importante em nosso organismo. Atuam como componentes importantes na formação e manutenção dos ossos do corpo humano (principalmente os fosfatos de cálcio); Através de sua ação que as reações enzimáticas são reguladas; Participam da composição de algumas moléculas orgânicas; Agem na manutenção do equilíbio osmótico; 
  • 10. SAIS MINERAIS - FONTES Cálcio: Forma ossos e dentes; atua no funcionamento dos músculos e nervos e na coagulação do sangue. Alimentos: Laticínios e hortaliças de folhas verdes (brócoli, espinafre) Fósforo: Forma ossos e dentes; participa da transferência de energia e da molécula dos ácidos nucléicos. Alimentos: Carnes, aves, peixes, ovos, laticínios, feijões e ervilhas. Sódio: Ajuda no equilíbrio dos líquidos do corpo e no funcionamento dos nervos e das membranas da célula. Alimentos: Sal de cozinha e sal natural dos alimentos Cloro: Age junto com o sódio e forma o ácido clorídrico do estômago. Alimentos: Encontra-se combinado ao sódio no sal comum.
  • 11. SAIS MINERAIS - FONTES Potássio: Age com o sódio no equilíbrio de líquidos e no funcionamento dos nervos e das membranas. Alimentos: Frutas, verduras, feijão, leite, cereais. Magnésio: Forma a clorofila; atua em várias reações químicas junto com enzimas e vitaminas; ajuda na formação dos ossos e no funcionamento de nervos e músculos. Alimentos: Hortaliças de folhas verdes, cereais, peixes, carnes, ovos, feijão, soja e banana. Ferro: Forma a hemoglobina, que ajuda a levar oxigênio e atua na respiração celular. Alimentos: Fígados, carnes, gema de ovo, pinhão, legumes e hortaliças de folhas verdes. Iodo: Faz parte dos hormônios da tireóide, que controlam a taxa de oxidação da célula e crescimento. Alimentos: Sal de cozinha iodado, peixes e frutos do mar. Flúor: Fortalece ossos e dentes Alimentos: Água fluoretada, peixes, chás e em pequena quantidade em todos os alimentos.