SlideShare uma empresa Scribd logo
Bacias hidrográficas brasileiras Professor Waender Soares
Bacias hidrográficas brasileiras. bacia hidrográfica  ou  bacia de drenagem   de  um curso de água é o conjunto de terras que fazem a drenagem da água das chuvas para esse curso de água e seus  afluentes
Rios de planaltos
Ideal para construir hidrelétricas. Devido à natureza do relevo, no Brasil predominam os rios de planalto, que apresentam rupturas de declive, vales encaixados, entre outras características, que lhes conferem um alto potencial para a geração de energia elétrica. Encachoeirados e com muitos desníveis entre a nascente e a foz, os rios de planalto apresentam  grandes quedas-d’água.
Eclusas do rio Tietê para navegação
Rios de planícies Usados basicamente para a navegação fluvial, por não apresentarem cachoeiras e saltos em seu percurso. Como exemplo, podem ser citados alguns rios da bacia Amazônica (região Norte) e da bacia Paraguaia (região Centro-Oeste, ocupando áreas do Pantanal Mato-Grossense). Entre os grandes rios nacionais, apenas o Amazonas e o Paraguai são predominantemente de planície e largamente utilizados para a navegação.
Embarque e desembarque de passageiros e carga em Juruti : navegação entre Manaus e Oriximiná pelo Rio Amazonas
Hidrografia do Brasil  ,[object Object]
 
Bacias Hidrográficas do Brasil.
Bacia do Amazonas. ,[object Object]
 
 
Porto de Manaus.
Bacia Tocantins-Araguaia ,[object Object]
Hidrelétrica de Tucuruí.
Temporada no  Rio Araguaia .
Bacia platina ,[object Object],[object Object],[object Object]
Bacia do Paraná ,[object Object]
Hidrelétrica de Itaipu Binacional – Brasil e Paraguai.
Bacia do São Francisco. Nasce em Minas Gerais, na serra da Canastra, atravessando os estados da Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe. O Rio São Francisco é o principal curso d'água da bacia, com cerca de 2.700 km de extensão e 168 afluentes. De grande importância política, econômica e social, principalmente para a região nordeste do país, é navegável por cerca de 1.800 km, desde Pirapora, em Minas Gerais, até a cachoeira de Paulo Afonso. O principal aglomerado populacional da bacia do São Francisco corresponde à Região Metropolitana de Belo Horizonte, na região do Alto São Francisco.
Transposição do São Francisco.
 
Bacia do Rio Doce.
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Dominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticosDominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticos
Pessoal
 
Brasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticosBrasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticos
Professor
 

Mais procurados (20)

Vegetação Brasileira
Vegetação BrasileiraVegetação Brasileira
Vegetação Brasileira
 
Bacias hidrográficas
Bacias hidrográficasBacias hidrográficas
Bacias hidrográficas
 
Bacias hidrográficas do Brasil
Bacias hidrográficas do BrasilBacias hidrográficas do Brasil
Bacias hidrográficas do Brasil
 
Biomas
BiomasBiomas
Biomas
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
7º ano unidade 6 - Nordeste do Brasil
7º ano   unidade 6 - Nordeste do Brasil7º ano   unidade 6 - Nordeste do Brasil
7º ano unidade 6 - Nordeste do Brasil
 
TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO
TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCOTRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO
TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO
 
Bacia hidrográfica amazônica
Bacia hidrográfica amazônicaBacia hidrográfica amazônica
Bacia hidrográfica amazônica
 
Dominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticosDominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticos
 
7° ano região sudeste e sul
7° ano   região sudeste e sul7° ano   região sudeste e sul
7° ano região sudeste e sul
 
Climas do-brasil
Climas do-brasilClimas do-brasil
Climas do-brasil
 
Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas Brasileiras
Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas BrasileirasHidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas Brasileiras
Hidrografia- Principais partes de um rio; Bacias Hidrográficas Brasileiras
 
Vegetação do brasil
Vegetação do brasilVegetação do brasil
Vegetação do brasil
 
Região Nordeste
Região NordesteRegião Nordeste
Região Nordeste
 
Oceanos e mares
Oceanos e maresOceanos e mares
Oceanos e mares
 
Relevo
RelevoRelevo
Relevo
 
Agropecuária Brasileira - Geografia
Agropecuária Brasileira - GeografiaAgropecuária Brasileira - Geografia
Agropecuária Brasileira - Geografia
 
Brasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticosBrasil – domínios morfoclimáticos
Brasil – domínios morfoclimáticos
 
Hidrografia no brasil
Hidrografia no brasilHidrografia no brasil
Hidrografia no brasil
 
Hidrografia do Brasil
Hidrografia do Brasil   Hidrografia do Brasil
Hidrografia do Brasil
 

Destaque (10)

ÁFRICA
ÁFRICAÁFRICA
ÁFRICA
 
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO TOCANTINS ARAGUAIA
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO TOCANTINS ARAGUAIABACIA HIDROGRÁFICA DO RIO TOCANTINS ARAGUAIA
BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO TOCANTINS ARAGUAIA
 
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA 2° Ano B
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA  2° Ano BBACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA  2° Ano B
BACIA HIDROGRÁFICA TOCANTINS - ARAGUAIA 2° Ano B
 
DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.
DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.
DESIGUALDADES SOCIECONÔMICAS.
 
Relatório de gestão 2011 – epe
Relatório de gestão 2011 – epeRelatório de gestão 2011 – epe
Relatório de gestão 2011 – epe
 
Geo araguaia
Geo araguaiaGeo araguaia
Geo araguaia
 
Apresentação tocantins araguaia v4
Apresentação   tocantins araguaia v4Apresentação   tocantins araguaia v4
Apresentação tocantins araguaia v4
 
Bacia Tocantins - Araguaia
Bacia Tocantins - AraguaiaBacia Tocantins - Araguaia
Bacia Tocantins - Araguaia
 
Bacias hidrograficas do brasil
Bacias hidrograficas do brasilBacias hidrograficas do brasil
Bacias hidrograficas do brasil
 
Bacia hidrográfica do tocantins
Bacia hidrográfica do tocantinsBacia hidrográfica do tocantins
Bacia hidrográfica do tocantins
 

Semelhante a Bacias hidrográficas brasileiras

Bacias hidrográficas
Bacias hidrográficasBacias hidrográficas
Bacias hidrográficas
dennysosm
 
Bacias hidrográficas
Bacias hidrográficasBacias hidrográficas
Bacias hidrográficas
IPA Metodista
 
Hidrografia brasileira
Hidrografia brasileiraHidrografia brasileira
Hidrografia brasileira
dela28
 
Bacias hidrográficas brasileiras
Bacias hidrográficas brasileirasBacias hidrográficas brasileiras
Bacias hidrográficas brasileiras
Carlão Otavio
 
Hidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos Eduardo
Hidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos EduardoHidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos Eduardo
Hidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos Eduardo
valdeniDinamizador
 
As grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileirasAs grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileiras
Raquel Avila
 
A Hidrografia Brasileira ( Geografia)
A Hidrografia Brasileira ( Geografia)A Hidrografia Brasileira ( Geografia)
A Hidrografia Brasileira ( Geografia)
valdeniDinamizador
 
Hidrografia Brasileira - Maiara
Hidrografia Brasileira - MaiaraHidrografia Brasileira - Maiara
Hidrografia Brasileira - Maiara
valdeniDinamizador
 

Semelhante a Bacias hidrográficas brasileiras (20)

Hidrografia 6ªresumo
Hidrografia 6ªresumoHidrografia 6ªresumo
Hidrografia 6ªresumo
 
Aspectos fisicos do brasil
Aspectos fisicos do brasilAspectos fisicos do brasil
Aspectos fisicos do brasil
 
Bacias hidrográficas
Bacias hidrográficasBacias hidrográficas
Bacias hidrográficas
 
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras  Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
Aula 4: Bacias Hidrográficas Brasileiras
 
Bacias hidrograficas
Bacias hidrograficasBacias hidrograficas
Bacias hidrograficas
 
A Bacia Amazônica
 A Bacia Amazônica A Bacia Amazônica
A Bacia Amazônica
 
Bacias hidrográficas
Bacias hidrográficasBacias hidrográficas
Bacias hidrográficas
 
Bacias_hidrograficas. Água no mundo. Tipos de drenagens;
Bacias_hidrograficas. Água no mundo. Tipos de drenagens;Bacias_hidrograficas. Água no mundo. Tipos de drenagens;
Bacias_hidrograficas. Água no mundo. Tipos de drenagens;
 
Modulo 10 - As águas no Brasil
Modulo 10 - As águas no BrasilModulo 10 - As águas no Brasil
Modulo 10 - As águas no Brasil
 
Hidrografia e hidreletricas no brasil
Hidrografia e hidreletricas no brasilHidrografia e hidreletricas no brasil
Hidrografia e hidreletricas no brasil
 
Hidrografia brasileira
Hidrografia brasileiraHidrografia brasileira
Hidrografia brasileira
 
áGuas continentais do brasil
áGuas continentais do brasiláGuas continentais do brasil
áGuas continentais do brasil
 
Bacias hidrográficas 2014
Bacias hidrográficas 2014Bacias hidrográficas 2014
Bacias hidrográficas 2014
 
Bacias hidrográficas brasileiras
Bacias hidrográficas brasileirasBacias hidrográficas brasileiras
Bacias hidrográficas brasileiras
 
Hidrografia do brasil
Hidrografia do brasilHidrografia do brasil
Hidrografia do brasil
 
Hidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos Eduardo
Hidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos EduardoHidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos Eduardo
Hidrografia Brasileira - Rogerio, Carlos Eduardo
 
As grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileirasAs grandes bacias hidrográficas brasileiras
As grandes bacias hidrográficas brasileiras
 
A Hidrografia Brasileira ( Geografia)
A Hidrografia Brasileira ( Geografia)A Hidrografia Brasileira ( Geografia)
A Hidrografia Brasileira ( Geografia)
 
Bacias Hidrográficas
Bacias HidrográficasBacias Hidrográficas
Bacias Hidrográficas
 
Hidrografia Brasileira - Maiara
Hidrografia Brasileira - MaiaraHidrografia Brasileira - Maiara
Hidrografia Brasileira - Maiara
 

Mais de Waender Soares

Assembleia 31 de março de 2015
Assembleia 31 de março de 2015Assembleia 31 de março de 2015
Assembleia 31 de março de 2015
Waender Soares
 
Kit Justiça 2015 Sind-UTE/MG
Kit Justiça 2015 Sind-UTE/MGKit Justiça 2015 Sind-UTE/MG
Kit Justiça 2015 Sind-UTE/MG
Waender Soares
 

Mais de Waender Soares (20)

Kit justiça 2021 sind-utemg-v2-3
Kit justiça 2021 sind-utemg-v2-3Kit justiça 2021 sind-utemg-v2-3
Kit justiça 2021 sind-utemg-v2-3
 
Ficha de-filiacao-rede-estadual-2018
Ficha de-filiacao-rede-estadual-2018Ficha de-filiacao-rede-estadual-2018
Ficha de-filiacao-rede-estadual-2018
 
Resolucao see n 4.112 de 07 de janeiro de 2019 quadro de pessoal
Resolucao see n 4.112 de 07 de janeiro de 2019 quadro de pessoalResolucao see n 4.112 de 07 de janeiro de 2019 quadro de pessoal
Resolucao see n 4.112 de 07 de janeiro de 2019 quadro de pessoal
 
Kit Justiça - 2018 SIND-UTE/MG. Principais ações propostas pelo Departamento ...
Kit Justiça - 2018 SIND-UTE/MG. Principais ações propostas pelo Departamento ...Kit Justiça - 2018 SIND-UTE/MG. Principais ações propostas pelo Departamento ...
Kit Justiça - 2018 SIND-UTE/MG. Principais ações propostas pelo Departamento ...
 
Resolução see nº 3205, de 26 dezembro de 2016 - Quadro de pessoal 2017
Resolução see nº 3205, de 26 dezembro de 2016 - Quadro de pessoal 2017 Resolução see nº 3205, de 26 dezembro de 2016 - Quadro de pessoal 2017
Resolução see nº 3205, de 26 dezembro de 2016 - Quadro de pessoal 2017
 
Oficio circular sbsee nº208 16 reposição.
Oficio circular sbsee nº208 16 reposição.Oficio circular sbsee nº208 16 reposição.
Oficio circular sbsee nº208 16 reposição.
 
Reso lução see nº 3 .118, de 17 de nov embro de 2016 designação 2017
Reso lução see nº 3 .118, de 17 de nov embro de 2016  designação 2017Reso lução see nº 3 .118, de 17 de nov embro de 2016  designação 2017
Reso lução see nº 3 .118, de 17 de nov embro de 2016 designação 2017
 
Resolução see inscricao e designacao 2017
Resolução see inscricao e designacao 2017Resolução see inscricao e designacao 2017
Resolução see inscricao e designacao 2017
 
Ficha de filiação
Ficha de filiaçãoFicha de filiação
Ficha de filiação
 
Informa 133 Sind-UTE/MG Campanha salarial 2016.
Informa 133 Sind-UTE/MG Campanha salarial 2016.Informa 133 Sind-UTE/MG Campanha salarial 2016.
Informa 133 Sind-UTE/MG Campanha salarial 2016.
 
RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015
RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015 RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015
RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015
 
RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015
RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015 RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015
RESOLUÇÃO SEE Nº 2836, DE 28 DE DEZEMBRO DE 2015
 
Orientação para concessão de afastamento em férias-prêmio dos servidores da S...
Orientação para concessão de afastamento em férias-prêmio dos servidores da S...Orientação para concessão de afastamento em férias-prêmio dos servidores da S...
Orientação para concessão de afastamento em férias-prêmio dos servidores da S...
 
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO PUBLICA LISTA COM MAIS DE 17 MIL PROMOÇÕES D...
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO PUBLICA LISTA COM MAIS DE 17 MIL PROMOÇÕES D...SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO PUBLICA LISTA COM MAIS DE 17 MIL PROMOÇÕES D...
SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO PUBLICA LISTA COM MAIS DE 17 MIL PROMOÇÕES D...
 
Resolução 2784 - 24 de julho 2015 Reposicionamento de certificação.
Resolução 2784 - 24 de julho 2015 Reposicionamento de certificação.Resolução 2784 - 24 de julho 2015 Reposicionamento de certificação.
Resolução 2784 - 24 de julho 2015 Reposicionamento de certificação.
 
Projeto de lei nº 1.504/ 2015
Projeto de lei nº 1.504/ 2015Projeto de lei nº 1.504/ 2015
Projeto de lei nº 1.504/ 2015
 
Governo do estado apresenta nova proposta ao sind-UTE/MG no dia 17 de abril d...
Governo do estado apresenta nova proposta ao sind-UTE/MG no dia 17 de abril d...Governo do estado apresenta nova proposta ao sind-UTE/MG no dia 17 de abril d...
Governo do estado apresenta nova proposta ao sind-UTE/MG no dia 17 de abril d...
 
Assembleia 31 de março de 2015
Assembleia 31 de março de 2015Assembleia 31 de março de 2015
Assembleia 31 de março de 2015
 
Kit Justiça 2015 Sind-UTE/MG
Kit Justiça 2015 Sind-UTE/MGKit Justiça 2015 Sind-UTE/MG
Kit Justiça 2015 Sind-UTE/MG
 
Pauta de reivindicacões 2014
Pauta de reivindicacões 2014 Pauta de reivindicacões 2014
Pauta de reivindicacões 2014
 

Último

AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 

Último (20)

Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40Atividade português 7 ano página 38 a 40
Atividade português 7 ano página 38 a 40
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadessDesastres ambientais e vulnerabilidadess
Desastres ambientais e vulnerabilidadess
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados NacionaisAmérica Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
América Latina: Da Independência à Consolidação dos Estados Nacionais
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptxAULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
AULA Saúde e tradição-3º Bimestre tscqv.pptx
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na IgrejaJunho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
Junho Violeta - Sugestão de Ações na Igreja
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 

Bacias hidrográficas brasileiras

  • 1. Bacias hidrográficas brasileiras Professor Waender Soares
  • 2. Bacias hidrográficas brasileiras. bacia hidrográfica ou bacia de drenagem de um curso de água é o conjunto de terras que fazem a drenagem da água das chuvas para esse curso de água e seus afluentes
  • 4. Ideal para construir hidrelétricas. Devido à natureza do relevo, no Brasil predominam os rios de planalto, que apresentam rupturas de declive, vales encaixados, entre outras características, que lhes conferem um alto potencial para a geração de energia elétrica. Encachoeirados e com muitos desníveis entre a nascente e a foz, os rios de planalto apresentam grandes quedas-d’água.
  • 5. Eclusas do rio Tietê para navegação
  • 6. Rios de planícies Usados basicamente para a navegação fluvial, por não apresentarem cachoeiras e saltos em seu percurso. Como exemplo, podem ser citados alguns rios da bacia Amazônica (região Norte) e da bacia Paraguaia (região Centro-Oeste, ocupando áreas do Pantanal Mato-Grossense). Entre os grandes rios nacionais, apenas o Amazonas e o Paraguai são predominantemente de planície e largamente utilizados para a navegação.
  • 7. Embarque e desembarque de passageiros e carga em Juruti : navegação entre Manaus e Oriximiná pelo Rio Amazonas
  • 8.
  • 9.  
  • 11.
  • 12.  
  • 13.  
  • 15.
  • 17. Temporada no Rio Araguaia .
  • 18.
  • 19.
  • 20. Hidrelétrica de Itaipu Binacional – Brasil e Paraguai.
  • 21. Bacia do São Francisco. Nasce em Minas Gerais, na serra da Canastra, atravessando os estados da Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe. O Rio São Francisco é o principal curso d'água da bacia, com cerca de 2.700 km de extensão e 168 afluentes. De grande importância política, econômica e social, principalmente para a região nordeste do país, é navegável por cerca de 1.800 km, desde Pirapora, em Minas Gerais, até a cachoeira de Paulo Afonso. O principal aglomerado populacional da bacia do São Francisco corresponde à Região Metropolitana de Belo Horizonte, na região do Alto São Francisco.
  • 23.  
  • 24. Bacia do Rio Doce.
  • 25.