Conferência Trabalhar em 2025: as forças da Mudança

943 visualizações

Publicada em

Conferência Trabalhar em 2025: as forças da Mudança, a 5 de Junho de 2014 na Escola Profissional Cristovão Colombo

Publicada em: Carreiras
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
943
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
338
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • EVA – Economic Value Added
    VAT – Valor Acrescentado por Trabalhador
    Avaliação de desempenho é para calcular esse valor
    Siadap – modelo velha gestão
  • Conferência Trabalhar em 2025: as forças da Mudança

    1. 1. Trabalhar em 2025: as forças da Mudança
    2. 2. Valerá a pena fazer previsões sobre a vida profissional em 2025? Sim, precisamos de uma imagem de futuro para tomar decisões. Lynda Gratton
    3. 3. Prever e errar, é só começar. Nassim Taleb (30,2%) (37,8%) (8,8%) (4,3%) (6,3%) (0,8%)
    4. 4. 1. O que estaremos a fazer, os meus amigos, os meus filhos e eu? 2. Como estarei a viver a minha vida profissional às 10 da manhã? 3. Com quem me encontrarei para almoçar? 4. Que tarefas estarei a desempenhar? 5. Que competências serão dominantes e mais valorizadas? 6. Onde estarei a viver? 7. Como se adaptarão a minha família e amigos ao meu trabalho? 8. Quem me pagará? 9. Como vou reformar-me? 10.Que percurso de carreira deverei desenvolver? (Lynda Gratton)
    5. 5. George Bush (1997)
    6. 6. iDesk Apple (2012)
    7. 7. Se o seu trabalhoSe o seu trabalho não énão é verdadeiramenteverdadeiramente especial,especial, não interessanão interessa se trabalhase trabalha arduamente,arduamente, é trabalhoé trabalho genérico.genérico. Michael Goldhaber,Michael Goldhaber, WiredWired Se o seu trabalho não é verdadeiramente especial,Se o seu trabalho não é verdadeiramente especial, não interessa se trabalha arduamente, énão interessa se trabalha arduamente, é trabalho genéricotrabalho genérico. Manuel Castells. Manuel Castells
    8. 8. No mundo que estamos criando muito rapidamente, vamos ver cada vez mais coisas que se parecem com ficção científica, e cada vez menos coisas que se parecem com empregos. Andrew McAfee
    9. 9. Até 2015, a Europa perderá 1,2 milhões de empregos devido ao “outsourcing” para a Ásia.
    10. 10. 1. Pode alguém, noutro lugar, fazer mais barato? 2. Pode um computador fazer mais rápido? 3. O que faço tem procura nesta era da abundância? (Daniel Pink)
    11. 11. 350.000 engenheiros licenciados por anos 50% F500 deslocalizou o desenvolvimento de software para a India (Daniel Pink)
    12. 12. Mais de 50% das crianças nascidas depois de 2000 viverão mais de 100 anos. Estudo do Governo do Reino Unido
    13. 13. A Teoria da Dessincronização sugere que diferentes segmentos da sociedade movem-se a diferentes velocidades: a tecnologia move-se a 100 km/h, os negócios a 80 km/h, o governo a 40 km/h e a educação a 20 km/h. Alvin Toffler
    14. 14. Insegurança e Precariedade
    15. 15. Tendências: Trabalho temporário e Trabalho em part-time Em 2009, 53% dos trabalhadores terá vínculos laborais precários. Organização Internacional do Trabalho (OIT)
    16. 16. Menos 12% de emprego a tempo completo. Mais 118% de emprego a tempo parcial. Expresso 1/3/2014
    17. 17. Um emprego para a vida Uma vida com muitos empregos diferentes
    18. 18. Muitas das formas de trabalho que tomamos como certas nos últimos 20 anos: trabalhar das 9 às 5, permanecer numa única empresa, passar tempo com a família, tirar os fins de semana de folga, trabalhar com pessoas que conhecemos bem, começam a desaparecer. Lynda Gratton
    19. 19. - Formação de banda larga - Individualismo e Competição - Hiperespecialização - Network e Cooperação
    20. 20. Até 2025, 80% dos empregos serão reconfigurados. Lynda Gratton ?
    21. 21. A maior parte das pessoas: - Nunca planeou a sua vida (propósito) - Nunca se preparou verdadeiramente - Vive a vida em piloto automático
    22. 22. 1. Quais são os potenciais acontecimentos que podem afectar-me? 2. Quais são os fatores mais importantes que influenciarão a minha vida profissional? 3. O que devo fazer para garantir que estou no caminho certo para criar uma carreira resistente ao futuro numa era de turbulência? (Lynda Gratton)
    23. 23. É impossível saber quando um “ponto de inflexão” vai perturbar a sua carreira. A única coisa garantida acerca do futuro é que vai acontecer mais cedo e de forma mais estranha do que se julga. Reid Hoffman
    24. 24. Pouco importa a cidade em que vive, o negócio ou a indústria para a qual trabalha, o tipo de trabalho que faz, neste momento a sua carreira pode estar a seguir o mesmo caminho que Detroit. Reid Hoffman
    25. 25. É a tragédia da modernidade, tal como acontece com os pais neuróticos e superprotetores, aqueles que nos procuram ajudar são os que mais nos prejudicam. Nassim Taleb
    26. 26. O êxito da sua carreira depende tanto das suas competências individuais como da capacidade da sua rede de as amplificar. Reid Hoffman
    27. 27. of yourself as a WORK-IN-PROGRESS ST IN YOURSELF every single day
    28. 28. Vitorino Seixas http://aminhacarreira.wordpress.com http://www.scoop.it/t/economia-social http://blogdaformacao.wordpress.com http://pt-pt.facebook.com/vitorino.seixas 5 de Junho de 2014 EPCC - IFACC

    ×