Oito erros comuns ao blogar

363 visualizações

Publicada em

Texto traduzido enviado por Marcela Angelotto - Voluntária Online. O texto dá dicas para melhorar os posts de seu blog.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
363
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Oito erros comuns ao blogar

  1. 1. Oito Erros Comuns ao Blogar (Que Aprendemos daPior Maneira)Link: http://socialmediatoday.com/ginidietrich/696166/eight-common-blogging-mistakes?utm_source=smt_newsletter&utm_medium=email&utm_campaign=newsletterTraduzido por Marcela Angelotto – Voluntário Tradutor Online do Instituto Voluntário sem AçãoQuando nós começamos o Spin Sucks, aproximadamente seis anos atrás (vá em frente eolhe o primeiro post; é HORRÍVEL), pensamos que éramos muito espertos.Não apenas o URL spinsucks.com estava disponível, mas nós ainda tínhamos um pequeno e 1 2divertido acrônimo: FADS - FightAgainstDestructive Spin .Nós criamos um calendário editorial e todos éramos responsáveis por blogar, desdeestagiários até eu.Nosso objetivo era blogar sobre as coisas bobas que as pessoas fazem para prejudicar a 3percepção da indústria de relações públicas e perpetuar a imagem do spin doctor .Foi. Um. Desastre.Não existia uma voz comum, não existia um tema comum, nós não tínhamos a menor ideia 4sobre SEO ou links ou usar imagens ou calls-to-action , ou, bem, nada relacionado a umbom blog.Mas nós continuamos, na esperança de que um dia descobriríamos.E nós descobrimos!Mas não foi sem muitos erros e alguma dor.Dito isso, existem vários erros que nós cometemos no começo e que ainda vemos bloggerscometerem. Então eu criei uma lista de oito coisas a se considerar quando estiver blogando.1. Vincular conteúdo ao que está acontecendo no mundo. Pode estar na sua indústria,uma lição aprendida com eventos mundiais ou até mesmo cultura pop. Alguns dos post doblog mais populares seguem a linha "Três Lições de Relacionamento que Kim KardashianMe Ensinou" ou "Lições Aprendidas com o Desastre de Susan G. Komem". 52. Pense sobre seus links internos . Nós procuramos ter um link interno a cada 100palavras. Você quer que os links estejam relacionados ao assunto e reforçar a ideia de que1 Em inglês, fads significa modismos, manias. O acrónimo em português seria LCSD - Luta Contra oSpin Destrutivo.2 Em relações públicas, spin é uma forma de propaganda manipulativa.3 Spin doctor é um especialista em relações públicas e comunicação política, pode ser chamado ummanipulador de opinião.4 Calls-to-actionsão links oufunções de uma página na internet que levam os usuários à realizar ações(links de navegaçãooude compras, por exemplo).5 Linkinterno é um link que abre uma outra página que está dentro do próprio site.
  2. 2. você está proporcionando conteúdo. No que se refere ao número 8 nessa lista, tente incluirum link interno em cada post do seu blog, apenas para que você seja avisado quandoalguém roubar seu conteúdo (e será roubado).3. Ligue-se à pessoas. Quando você lê um post no blog ou um artigo que realmente gostou,cria a oportunidade pra você criar seu próprio conteúdo a partir dele, ligue-se ao post ou oartigo original do autor, a página "sobre mim", ou perfil do Google+. Isso não apenas ajuda 6seu SEO, como também avisa a pessoa que você está dando um pouco de link love e,tipicamente, ela virá não apenas para comentar mas para compartilhar o que você escreveu. 74. Use um auxílio para SEO . Quando você está começando e não sabe como a otimizaçãode motores de busca funciona, pode procurar ajuda em ferramentas como Scribe SEO ouYoast. Instale e use. Eles vão ensinar o que está faltando e logo você fará sozinho.5. Use um sistema de comentários. Se você tem um blog no WordPress, já existe umsistema de comentários próprio. Mas, se você instalar um sistema como Livefyre, ele ajuda acriar conversação e comunidade. O sistema do WordPress permite que as pessoas sejamavisadas quando alguém comenta apenas seu comentário, mas o Livefyre permite que aspessoas sejam avisadas quando qualquer um comenta, estimulando o interesse, aconversação e o debate.6. Escreva manchetes atraentes. Uma das maneiras mais fáceis de fazer isso é digitar noGoogle o que você acha que vai usar pra sua manchete. Veja que tipo de coisas aparecem.Você vai estar competindo com a Forbes ou FastCompany pela mesma manchete? Ou acompetição é mínima e você pode dominar a categoria? Combine isso com a compreensãode como as pessoas buscam quando estão procurando o conteúdo que você estácompartilhando e você terá a vitória.7. Proporcione botões de compartilhamento de mídias sociais. Eu ainda estouimpressionado com a quantidade de blogs que eu visito que não proporcionam 8compartilhamento de mídias sociais. Existem VÁRIOS plugins que podem ser usados parafacilmente permitir que os leitores compartilhem seu conteúdo. Eu sou fã de DiggDigg eJugnoo. Eu me arriscaria a supor que sou um dos poucos que toma as medidas extras paraencurtar um link, ir para as redes sociais e compartilhar o conteúdo se o blog não tem osbotões de compartilhamento. Mas o conteúdo tem que ser magnífico para que eu faça esseesforço adicional. Facilite para seus leitores compartilharem!8. Use ferramentas anti-scraping. Existem "fazendeiros" de conteúdo cujo único trabalho éde mover-se através da blogosfera e scrape (ou roubar) conteúdo e então publicar em seuspróprios sites/blogs. A maioria deles é automatizada, o que significa que robôs o fazem,então você pode usar uma ferramenta como o AntiScraper que avisa quando alguém rouba6 Link love significa postar ou compartilhar links de sites ou blogs que você gosta, admira ou consideraútil.7 SEO, do termo em ingles Search Engine Optimization (Otimização de Motores de Busca), é o conjuntode estratégias com o objetivo de melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados dossites de buscas.8 Plugin é programa de computador usado para adicionar funções a outros programas maiores,provendo alguma funcionalidade especial ou muito específica
  3. 3. seu conteúdo. Ele também cria um link que diz às pessoas onde o conteúdo foiprimeiramente publicado, o que torna a duplicação válida aos olhos do Google.Acredite em mim quando eu digo, nem todo mundo (nem mesmo bloggers bem-estabelecidos) faz essas coisas em todos os posts.Que outras coisas você acha que estão faltando nos blogs?

×