E-book MBV 3

1.236 visualizações

Publicada em

E-book nº3 do Movimento Blog Voluntário, realizado em 2009 com o objetivo de diminuir o analfabetismo digital.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.236
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

E-book MBV 3

  1. 1. e-books 2009 Dicas imperdíveis de blogueiros voluntários, postadas em abril 2009, em mais de 100 blogs nacionais e reunidas pelo Instituto Voluntários em Ação em quatro livros formato pdf. Livro 1: Computador . Ferramentas Livro 2: Internet . Segurança na Rede . Informática Livro 3: Blogs . Conselhos e Reflexões . Comércio Eletrônico Livro 4: Redes Sociais . Pesquisa . Sites interessantes
  2. 2. Livro 3 ... Blogs • Como postar comentários em blogs por Marcelo Moraes • Como dar uma melhorada no visual do seu blog! por Bruno Hofstatter • Hospedagens e Servidores de Blogs por Tamirez Santos • Morte dos blogs? por João Alvarenga (copiado de Jéssica) • Não deixe o seu ser o próximo blog abandonado da blogosfera por Atrê • Tutorial para criação de blog e publicação no Blogger por Rodrigo Ribeiro • O que é Creative Commons? por Gabriel Dread • Como criar um blog no Blogger por Juliana • O que é um blog, como fazer e a importância de um blog por Cátia Kitahara • Ser blogueira é ocupar as mãos pescando palavras - filosofia por Mara • Como criar um blog e torná-lo popular por Daniele Barizon • Blog...por que não? por Maria Paraguaçu de S. Cardoso • Criar um blog por Gabriela Magnani • Feed? o que é isso? por Fábio Carvalho • O RSS e você por Lucia Freitas • Como aumentar as visitas do meu blog de maneira rápida e prática por Gustavo Tampa • Parcerias - Como ter mais visitas em meu blog? por Gustavo Tampa • Blog com fundo fixo por Joanirse Ortiz
  3. 3. Como postar comentários em blogs por Marcelo Moraes URL: http://digitaqueeuteleio.blogspot.com Os blogs dispõem de uma opção muito importante: o campo de comentários. Ele permite aos leitores interagir com o autor do blog, permitindo-lhes concordar ou discordar do mesmo, deixando registrado os seus pontos de vista a respeito do assunto publicado. Além, também, de servir de retorno ao autor sobre o que ele vem publicando em seu blog (feedback). Porém, nem todos compreendem muito bem como se faz para postar um comentário em um blog. Saiba como deixar o seu ao visitar os endereços da web que apresentam este recurso. Os blogs são os mais comuns. Passo 1: Onde eu clico para comentar? Geralmente, esta opção encontra-se no final de cada postagem (também chamada de post), ou no ínício junto ao título, como mostrado a seguir: Final do post Início do post (próximo ao título) Ao clicar nela, aparecerá uma nova janela: o campo de comentários.
  4. 4. Passo 2: Que dados eu devo colocar? A caixa de comentários apresenta algumas opções de identificação para o visitante, conforme o modelo do blog. Veja algumas de acordo com dois modelos mais comuns de se encontrar neles: Modelo A Name: para adicionar o nome do visitante (quem vai comentar) Email: inserir o e-mail do visitante; Website: adicionar o site, blog, fotolog do visitante (caso tenha um). Your comment: é o espaço para deixar o seu comentário. Após digitar o comentário, clique em "Submit Comment"/"Enviar comentário" e pronto! O seu comentário foi enviado. A opção "Notificar-me os comentários mais recentes via e-mail", você pode marcá-la se desejar acompanhar os futuros comentários que os visitantes deixarem no post que comentou. Se optar em marcá-la, faça isso ANTES de enviar o seu comentário.
  5. 5. Modelo B Digite o comentário no espaço em branco; Em "Comentar como:", clique na seta do campo "Selecionar perfil..." Escolha uma das opções de identificação: Conta do Google: comentar utilizando a sua conta do Google (se caso tiver); OpenID: preencher com o seu endereço da web (site, blog, fotolog) - se tiver; Nome/URL: preencher com o seu nome e o seu endereço da Web, no campo URL (se caso tiver); *Anônimo: sem identificação do visitante.
  6. 6. Clicando em "Visualisar", você poderá ver como ficará a mensagem antes de ser enviada. Se precisar alterá-la, basta clicar no "x" que aparece no canto superior da janela: Clique em "Postar comentário" e pronto. Seu comentário foi enviado. Como dar uma melhorada no visual do seu blog! por Bruno Hofstatter URL: http://atalho10.blogspot.com Para todo blog, é necessario um assunto interessante, e é claro, que é preciso também ter um visual relativamente bom, então você que ainda é um pouco novo no assunto, pode seguir estes passos: Primeiro É necessario que você encontre um template, você pode achar em vários lugares, mas o Atalho10 recomenda que você de uma olhada primeiro nesses lugares abaixo: Dicas Blogger O blog Dicas Blogger tem vários Templates disponiveis para download, e ainda possui varios artigos de dicas para bloggeiros iniciantes. Templates Novo Blogger Esse blog possui uma enorme variedade de templates para você. É bom dar uma olhada! Templates para Você Possui não apenas templates, mas sim, uma enorme variedade de recursos para o seu blog! Segundo Agora que você ja escolheu o Template, você tera que fazer o seguinte: Caso o Template esteja zipado ( formato .zip ) você vai ter que extrair o o arquivo que esta em XML, para a pasta que você achar melhor Agora que esta tudo pronto, você tera que ir no seu blog, de preferencia no blogger. Vá em Editar HTML Click no botão “escolher arquivo” Ache o arquivo que você tinha estraído ( o arquivo em formato XML ) Assim que você achar o arquivo, o selecione, e click em “abrir”. Depois, click no botão “Fazer Upload” Quando o blog confirmar que esta tudo certo, click no botão “Salvar Modelo” Terceiro Aproveite seu blog com um visual novo e melhorado.
  7. 7. Hospedagens e Servidores de Blogs por Tamirez Santos URL : http://www.etternal.com.br Olá! Hoje vim fazer o post do Movimento Blog Voluntário. Achei muito legal a iniciativa dos organizadores, que esse ano vem com um objetivo diferente do ano passado, visando ajudar aqueles que estão ingressando no mundo da internet, montando um e-book com as dicas dadas pelos blogueiros. Pensando nisso, vou fazer o meu post primeiramente voltado para quem está se iniciando no mundo dos blogs. Quando você se interessa por fazer um blog a primeira dúvida que surge é “onde vou hospedá-lo?”. Hoje, o universo de servidores de hospedagem é muito grande, se podendo escolher com bastante flexibilidade entre tantas opções. Então, aqui vai uma lista de servidores de blog gratuitos, pagos, que suportam php, ou só html. Servidores de Blog: Blogger.com Blogger.com.br Terra Blog Blog-se Blig Blog Sapo Weblog Tblog Twoday Hospedagens Pagas: Plic Plac Hiper Club EvoHost Mix OnLine InWay Hospedagens Gratuitas: Vila Bol Geocities Novo XPG 50Webs Webs 000Web Host
  8. 8. HBE HostWQ Award Space Free Web Space Morte dos blogs?por João Alvarenga (copiado de Jéssica) URL: http://insightyourblogger.blogspot.com/ Ao ler a entrevista com o Jason Calacanis na edição 103 da Revista Www.com.br, fiquei chocada com tantas “verdades” ditas sobre a blogosfera. A palavra verdade está entre aspas porque dizer que a blogosfera está regredindo pode não ser uma verdade do senso comum. Jason pondera que atualmente “blogar é diferente”. Vamos entender por que ele pensa assim? Calacanis foi um dos blogueiros mais prolíferos da web. Ele é fundador do Weblogs, Inc. Agora, desistindo da blogosfera, está tentando reinventar o mecanismo de busca com o projeto Mahalo, lançado há um ano e meio. Ele garante que seus artigos são melhores que os do Wikipédia porque tem pessoas reais e pagas trabalhando e checando-os de fato. Sobre a blogosfera, Jason afirma que no início os blogs permitiam uma troca de idéias autêntica e “hoje eles têm mais a ver com marketing, promoção e iscar links”. Em geral regrediram, mas ele admite que ainda existam ótimos blogs, só a maioria deles não promove uma troca essencialmente autêntica. “A blogosfera está numa encruzilhada. Ou encontram uma forma de lidar com todo o ruído ou irão entrar em colapso”, diz. Concordar ou não com as declarações do Jason não é o mais importante. O motivo de compartilhar fragmentos desta entrevista foi para nos fazer refletir. Ficam as perguntas no ar: O que estamos publicando em nossos respectivos blogs é original?
  9. 9. Só estamos ‘tapando os buracos’ com assuntos repetitivos e irrelevantes declarando coerência para atrair comentários e links? Quais os nossos reais objetivos perante a blogosfera? Não deixe o seu ser o próximo blog abandonado da blogosfera por Atrê URL : http://conversaatrevida.blogspot.com/ Um belo dia a gente finalmente resolve deixar de ser só visitante e assume que também deseja ser blogueiro e aí começa a nossa jornada pra tentar descobrir como construir um blog. Primeira coisa é saber sobre o que queremos escrever, até porque essa informação vai servir de guia para todo resto. Depois de esquentar a cabeça tentando fazer a melhor escolha entre as muitas plataformas que possibilitam você a ter um, ao entrar você percebe que a ‘casa’ é boa, mas não tem a ‘sua cara’. Aí surgem as dúvidas normais a todo mundo: Onde encontrar um template que tenha a ‘nossa’ cara? Uma, duas ou três colunas? Posts inteiros ou com ‘leia mais’? E talvez o mais difícil, o tapete de entrada do blog, o cabeçalho. Será que o título ta bom? Qual cor usar? Coloco foto? Depois você procura daqui, busca dali e descobre que buscadores como o Google ajudam na tarefa de deixar o blog com o seu jeito com as inúmeras dicas e códigos que vão deixá-lo mais colorido, repleto de imagens e gadgets legais. Sem contar nos inúmeros templates, muitos gratuitos, que você encontra para download. Nessa busca vai descobrir que a tarefa de deixar o blog do jeito que você deseja pode ser mais simples ou bem difícil dependendo da plataforma que você escolher. Algumas, como o Blogger, tem fácil acesso ao HTML; você vai poder mudar ou adicionar coisas de forma bem simples, já plataformas como o Wordpress requerem mais conhecimento e paciência pra realizar mudanças....Mas tem tantos plugins TÃO legais de serem usados. Você decide por um, deixa ‘mais ou menos’ do jeito que você queria (normal você ficar tentado a sempre mudar alguma coisa no blog). Aí você faz o primeiro post... E se não for alguém com uma lista de amigos ‘off blog’ enorme, vai perceber rapidinho que nem sempre uma ‘bela casa’ desperta interesse nos outros, até porque a blogsfera é praticamente um condomínio com um número incontável de blogs e todos eles esperando receber visitas. Lembre de ser simpático, visite os outros, MAS pelo amor de Deus, FALE algo mais do que o só ‘adorei seu blog’ ou ‘vamos trocar links’. Mas mesmo você opinando sobre os assuntos, muitas vezes ninguém vai te visitar... Nem mesmo
  10. 10. o dono do blog que você tanto freqüenta e comenta. E então você corre a procura os blogs que dão inúmeras dicas de ‘como aumentar seu número de visitas’, ‘como chamar a atenção para o seu blog’, ‘como estimular as pessoas a comentarem’ (e vai perceber que muitos dos blogs que dão esse tipo de dicas também estão ‘as moscas’). E, claro, coloca um contador de visitas pra saber se ninguém entra no seu blog ou se só os ‘tímidos, os apressados e os de dedos ‘mudos’ (ah, e os mal educados) passam por ele (tudo bem também você ficar bravo, entre parênteses,claro, com a turma que te ignora....rs) E normal também você ficar deprimido a cada vez que postar algo que você acha que é SUPER interessante, mas seu post não interessar mais ninguém e ir ficando mais deprimido quando entrar em blogs onde as pessoas comentam MUITO e você não vê nada de TÃO interessante lá. Verdade é que talvez o seu post não seja assim tão ‘super’ ou os posts dos outros blogs não sejam assim tão sem graça. Acredite, não existe uma receita para seu blog ‘bombar’, mas tem uma receita pra você não desanimar e abandonar algo que você curte muito (porque se é blogueiro só pra ‘zoar’ então se o seu blog sumir, NEM você vai se importar mesmo). Fale sobre coisas que VOCÊ gosta ou acredita. Fale sobre sexo, bichos, poemas, receitas, seu regime, sonhos, chateações... Qualquer uma dessas coisas ou muitas outras podem interessar muita gente ou não interessar ninguém, mas se você escrever sobre as coisas que acredita ou gosta elas vão te dar forças pra continuar escrevendo, buscando imagens que ‘casem’ bem com seus textos, procurando assuntos que te despertem a vontade de expor suas idéias. E não se engane, um bom post da trabalho, mesmo que não renda elogios. Muitas vezes requer pesquisa pra você não falar ‘bobagem’ sobre algo sério e mesmo se for um post ‘apenas sobre algo que você quer comentar’, ainda assim requer ser escrito, reescrito, lido mais uma vez (e verificar a ortografia antes de postar é uma BOA idéia). Enfim, esse não é um texto de ‘como ser blogueiro’, é mais um desejo de que não haja tantos blogs abandonados. Eu já tive na lista de links alguns bons blogs cujos blogueiros cansaram de ‘falar sozinhos’, como me disseram. O Conversa Atrevida mesmo já foi um blog que correu o risco de ser mais um blog abandonado na blogosfera e hoje já tem até domínio próprio, está apenas esperando a ‘nova casa’ ficar pronta. Mas é verdade, algumas vezes entrei nele e pensei em não voltar mais. Muitas vezes eu me sentia mantendo um ‘monólogo’ e não uma conversa, mas aprendi que, se não há fórmula pra fazer os outros terem interesse em nos ler e muito menos em comentar sobre o que falamos, um blog precisa de que pelo menos o dono dele acredite nele. Se nós desistimos do nosso blog porque os outros não se interessam por ele, vai ver que no fundo ele é desinteressante mesmo já que nem quem escreve ali se interessa a continuar mostrando que ele é bom. E acredite, no fim não tem um número de visitantes ou comentários que te faça feliz. Quando você alcança a média de 5 é a felicidade, quando alcança 15 é o céu, ao passar de 20 dá um aperto no peito... E depois disso, quanto mais tiver, mas vai querer. É quase um ciclo vicioso.....rs Confuso isso? Talvez... Assim como a blogosfera.
  11. 11. Que a gente ADORA! Então se você está se iniciando nesse mundo de blogueiros, relaxa. Eu ainda espero ver meu blog crescer. Se você não desistir, com certeza a gente ainda vai trocar muita informações e links na blogosfera. Tutorial para criação de blog e publicação no Blogger por Rodrigo Ribeiro URL: http://rodrigoartmanha.blogspot.com/
  12. 12. O que é Creative Commons? por Gabriel Dread URL : http://irradiandoluz.blogspot.com Creative Commons(CC): alguns direitos reservados - que palavrão é esse? Não sei se você já reparou no rodapé do meu blogue, pode-se ler: Licença Creative Commons Mas afinal, o que significa isso?? Segundo a Wikipedia, Creative Commons (tradução literal: criação comum; também conhecido pela sigla CC) pode denominar tanto um conjunto de licenças padronizadas para gestão aberta, livre e compartilhada de conteúdos e informação (copyleft), quanto a homônima organização sem fins lucrativos estadunidense que os redigiu e mantém a atualização e discussão a respeito delas. Não entendeu? Significa que o CC funciona bem diferente do do famoso Cêzinho "Copyright", ou Direito Autoral. O Direito Autoral "protege" a obra, ou seja, ela não poderá ser usada sem autorização do autor. Por que isso é ruim? Porque se a obra é protegida pelo "C", para que alguém possa aproveitar uma vírgula que seja desta obra, terá que arcar com uma burocracia incrível... As licenças Creative Commons (Cê Cê), por outro lado, foram idealizadas para permitir a padronização de declarações de vontade no tocante ao licenciamento e distribuição de conteúdos culturais em geral (textos, músicas, imagens, filmes e outros), de modo a facilitar seu compartilhamento e recombinação, sob a égide de uma filosofia copyleft. As licenças criadas pela organização permitem que detentores de copyright (isto é, autores de conteúdos ou detentores de direitos sobre estes; neste Blogue sou eu, Gabriel Dread) possam abdicar em favor do público de alguns dos seus direitos inerentes às suas criações, ainda que retenham outros desses direitos. Segundo o site do Creative Commons Brasil, O CC é um novo sistema, construído com a lei
  13. 13. atual de direitos autorais, que possibilita a você compartilhar suas criações com outros e utilizar música, filmes, imagens, e textos online que estejam marcados com uma licença Creative Commons. No caso deste blogue aqui (Irradiando Luz), eu optei pela licença Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 2.5 Brasil License. Isso significa que você pode copiar, distribuir, exibir e executar a obra, ou até mesmo criar obras derivadas. Basta que você atribua o que usou, referenciando na sua obra o original, colocando o seguinte link: Gabriel Siqueira / CC BY-NC 2.5 No entanto, essa liberdade toda tem uma restrição: Uso Não-Comercial. Você não pode utilizar esta obra com finalidades comerciais. Entendeu? Não? Então veja esta animação, de apenas 6 minutos e 43 segundos, criada pelo pessoal do CêCê, que explica isso de uma maneira engraçada e interessante (pra não falar criativa): http://www.youtube.com/watch?v=izSOrOmxRgE Como criar um blog no Blogger por Juliana URL: http://dicasblogger.blogspot.com/ Entre os dias 24, 25 e 26 de abril estará acontecendo o Movimento Blog Voluntário, onde os blogueiros inscritos deverão postar algo de útil para quem ainda não tem muita intimidade com o mundo virtual. O Dicas Blogger já participou no ano passado e hoje venho dar a minha contribuição ensinando a criar , passo-a-passo, um blog no Blogger/Blogspot. Visualize o link: http://docs.google.com/present/view?skipauth=true&id=df9875tg_6gzqhb5g2 Agradeço aos twitters @rogeriobauru, @CarolinaRosa e @VanVanPimenta por terem se apresentado como voluntários para testarem esta apresentação, a fim de verificarem se a mesma estava didática e de fácil assimilação para os usuários iniciantes. O que é um blog, como fazer e a importância de um blog por Cátia Kitahara URL: http://wordpress-br.com Blog é um tipo de página de internet que pode ser atualizada rapidamente por pessoas sem conhecimentos técnicos, com artigos organizados cronologicamente, sempre com o mais recente exibido no topo da página. Esses artigos, chamados de posts, tratam de assuntos e temas variados
  14. 14. de acordo com o tipo de blog em que são publicados. Inicialmente os blogs eram identificados com diários online, pois eram predominatemente sites pessoais. Hoje em dia existem blogs corporativos, blogs de notícias, blogs de música, de vídeo, de fotos, etc. O formato dos blogs Um blog geralmente é composto de duas ou três colunas verticais. A principal e mais larga é reservada para os posts, enquanto que nas demais aparecem listas de links para outros blogs ou sites sobre o mesmo tema (ou não), menus de navegação, arquivos do blog, etc. Comentários Uma característica importante dos blogs é a possibilidade das pessoas deixarem comentários sobre os posts publicados, criando uma interação entre o blogueiro (dono do blog) e o seu público. Essa característica é que define o blog como uma importante mídia social, que promove a formação de redes de pessoas que compartilham o mesmo interesse na internet. Importância dos blogs Os blogs desempenham um papel importante hoje em dia, pois tornam as notícias independentes das fontes tradicionais, como rádio, TV e mídia impressa, democratizando a informação. Como ter um blog Qualquer pessoa pode ter um blog, existem vários sites que fornecem um espaço e a ferramenta para criação e edição de blogs de forma gratuíta. Alguns dos mais populares são: Blogger e WordPress. Como esses serviços são totalmente online, você não precisa ter um computador com internet na sua casa para ter um blog. Você pode ter seu blog mesmo que só possa acessar a internet em locais públicos, como na escola, bibliotecas, telecentros e lan houses. Comece o seu! Ser blogueira é ocupar as mãos pescando palavras por Mara URL: http://fazendoestrelas.blogspot.com/ Hoje, dia 24 de abril, é iniciado o Movimento Blog Voluntário, e segue pelos dias 25 e 26. Eu sou uma blogueira inscrita no Movimento cujo objetivo é melhorar o ambiente global e local. Ser blogueira é ocupar as mãos pescando palavras. A rede é feita de palavras. A minha contribuição é incentivar a escrita. Escrever para tornar presente a ausência. Escrever para manter próximos os elos distantes. Escrever para se encontrar. Escrever para dar vida eterna aos instantes efêmeros. Escrever para se conhecer nas entranhas. Escrever para criar pontes em busca dos outros. Escrever para romper a espessa crosta da solidão. Escrever para explodir em paixão. Escrever para criar um ritual onde a palavra é a própria magia. Escrever para aceitar ou negar e transformar o mundo. Escrever para se sentir viva. Escrever para renovar o grande estoque de palavras que há em nós. Escrever para ter a marca registrada do ser pensante. Escrever como treino de inteligência. Crie um blog e escreva, mas escreva sem destroçar o nosso amado idioma, sem barbarizar a língua portuguesa.
  15. 15. Como criar um blog e torná-lo popular por Daniele Barizon URL: http://neointerativo.blogspot.com/ Oi, pessoal! Esse é o primeiro post para o Movimento Blog Voluntário. Achei que seria bacana começar do começo, falando, é claro, sobre um assunto que muito nos tem interessado nos últimos dias. A dica, então, é a básica: Como, afinal, criar um blog? Pode parecer uma questão boba, mas não é. Embora seja razoavelmente simples, sempre tem um amigo ou conhecido que, de vez em quando, surge com alguma dúvida a respeito. Atendendo a pedidos, seguem as coordenadas, na íntegra, dointerney.net, ótimo para este tipo de consulta: O que é um blog ou weblog ? Como fazer/criar um blog ? Quer se tornar blogueiro ? Blog é uma abreviação de weblog, qualquer registro freqüente de informações pode ser considerado um blog (últimas notícias de um jornal online por exemplo).A maioria das pessoas tem utilizado os blogs como diários pessoais, porém um blog pode ter qualquer tipo de conteúdo e ser utilizado para diversos fins. Uma das vantagens das ferramentas de blog é permitir que os usuários publiquem seu conteúdo sem a necessidade de saber como são construídas páginas na internet, ou seja, sem conhecimento técnico especializado.Quem já possui um site pode aproveitar uma ferramenta de blog para atualizar seu conteúdo de maneira rápida e descomplicada, em qualquer lugar da internet basta digitar seu login e senha, escrever o que quer publicar e clicar num botão. Conhecendo HTML e outras ferramentas de web permitirá que você incremente seu blog, conferindo a ele um aspecto extremamente profissional, ou então você pode também encaixar seu blog dentro do site, transformando algumas seções em blogs. De uma certa forma os blogs são CMS's (Content Management System) mais simples. Experimente: faça o seu próprio Blog - apesar de ser um link da revista Macmania as instruções valem para usuários de qualquer computador e de qualquer sistema operacional. Se você dispensa o blá blá blá então vá diretamente no Blogger.com e crie o seu blog. Se preferir, conheça outros
  16. 16. blogs antes de criar o seu, aliás tome cuidado para não criar um blog com o nome de um que já existe, você pode ser confundido com outra pessoa. Um cuidado importante na criação do endereço do seu blog: Não utilize os caracteres [, ], _, +, &. Apesar de serem aceitos em alguns sistemas no momento do cadastro, eles podem não funcionar nos browsers de alguns usuários: já vi vários casos de blogs do tipo 'blog_fulano.blog.com.br' onde alguns acessam e outros não acessam, o problema é o símbolo '_' no endereço. Outros sistemas de Blog disponíveis são: Weblogger (em português) BliG (em português) Pop Blog (em português) Blog-se (em português) Blogger.com.br (em português) My 1 blog (em português) Pitas (em inglês) Diaryland (em inglês) LiveJournal (em inglês) The Open Diary (em inglês) Xanga.com (em inglês) Blog-City (em inglês) Blog Studio (em inglês) WebCrimson (em inglês) Blogsome (em inglês) WordPress (em inglês) Espero que tenha ajudado. Até a próxima
  17. 17. No segundo post para o Movimento Blog Voluntário, vamos dar continuidade ao assunto blog. Uma vez criado, bacana. Mas o serviço, claro, não está concluído. Temos que saber, afinal, o que fazer para "ganhar" leitores. Segue o passo a passo, dica do GF Soluções para tornar nossa página atrativa: 14 passos para tornar seu blog popular: 1. Nome do blog - Escolha um nome simples de memorizar, para que os leitores sempre se lembrem do nome do seu blog. Pode ser diferente da URL, já que os browsers de hoje conseguem localizar facilmente um link através do nome do blog. 2. Sequência de atualização - Defina uma sequência de atualização para o blog e seja fiel a esse sequência. Pense dessa maneira, se você não for fiel ao blog por que seus leitores seriam? 3. Cuidado com a publicidade - Tome muito cuidado com o excesso de publicidade no blog. O leitor está a procura de informação e poderá se sentir ofendido com esse excesso. O ideal é que você alcance uma quantidade significativa de artigos antes de pensar em colocar adsense, ou qualquer outro programa para ganhar dinheiro com o blog. 4. Publicação de textos - Não tenha pressa em publicar seus textos, leia com atenção, corrija os erros de português, defina um título que dê a noção exata do que aguarda o leitor. 5. Link outros blogs - Exercite a política da boa vizinhança. Quando escrever um artigo busque textos relacionados ao assunto e link no seu texto. Um link sincero agrada os leitores que terão uma informação mais embasada e ao blogueiro linkado que se sentirá valorizado. 6. Crie um BlogRoll - Crie uma seção Recomendo no seu blog, e não estou falando aqui de troca de links, mas sim de indicação de blogs que você lê e considera relevantes para seus leitores.
  18. 18. 7. Cuidado com as parcerias - Analise com cuidado suas parcerias, não associe o nome de seu blog a pornografia, pirataria, e qualquer outro conteúdo que não está de acordo com o público que visita seu blog. 8. Comente em outros blogs - Leu um texto interessante em outro blog? Comente. 9. Responda os comentários - Se programe para responder a todos os comentários deixados no seu blog. 10. Aprenda a fazer parcerias - Evite pedir parcerias, para entender como fazer parcerias leia o artigo do The Bestcomo conseguir melhores parcerias e troca de links. 11. Se apresente para os buscadores - Cadastre seu blog nos buscadores, para que a indexação dos seus artigos seja mais rápida. Leia esse artigo no BrPoint sobre como cadastrar meu site no Google, Yahoo e MSN. 12. Utilize técnicas de SEO - Não sabe o que é SEO? Então acesse o Mestre SEO e confira o tutorial que eles disponibilizam sobre SEO. 13. Escreva Guest Posts - Guest posts significa, literalmente, artigos de convidados, ou seja, você é convidado para escrever em outro blog. A vantagem é que você irá colocar um texto seu em um blog com maior visibilidade. Se o seu texto agradar aos leitores do blog certamente eles visitarão seu blog também. 14. Redes Sociais - Participe de redes sociais como Orkut, diHITT, Rec6, entre outras. A divulgação em redes sociais irá alavancar o seu blog no começo, antes da indexação pelos buscadores como o Google, e irá suprir a necessidade de buscar parcerias logo nos primeiros dias de vida do blog. Esse assunto é tão amplo que decidi parar o artigo por aqui e fazer uma continuação amanhã somente sobre o assunto redes sociais. Blog...por que não? por Maria Paraguaçu de S. Cardoso URL: http://www.cafecompoliticanews.blogspot.com Se você tem um hobby ou é um expert em determinado assunto e gosta de escrever, por que não criar um blog e compatilhar com outras pessoas aquilo que você sabe? Você adora maquiagem, é uma pessoa fashion, antenada em moda, que tal um blog sobre moda? Você pode acabar virando referência na web sobre o tema. Já pensou? Além disso você até ganhar uma graninha ou então usar esse espaço como vitrine para a sua vida profissional. Depois de tomar a decisão de criar o seu blog, você precisa ter alguns cuidados na hora de escrever os seus textos, especialmente com a grafia das palavras. Nada mais grave do que cometer erros de português, afinal é a sua imagem que está em jogo. E vamos combinar que assassinar a
  19. 19. nossa língua arranha qualquer imagem, se for de um blogueiro então...hmmm, nem me fale! Abuse de textos curtos. Seja claro e objetivo! Atualize seu blog sempre. Não siga o mal exemplo desta blogueira que vos fala, ou melhor, vos escreve agora e que passa dias sem postar nada. Regrinha básica: procure conhecer bem o seu público-alvo, afinal saber para quem você escreve é fundamental. E aí, já criou o seu blog? Então agora divulgue !Qual é mesmo o endereço? Ah, dependendo do objetivo do seu blog, anuncie em canais de busca, como o Google ou o Yahoo. Quem sabe você não vira celebridade na blogosfera? Criar um blog por Gabriela Magnani URL: http://gabisbitencourt.blogspot.com Comece criando coragem para apertar no Crie um blog, que você irá achar em qualquer Blogger (que termine com blogspot.com), e siga as instruções. Em pouquíssimo tempo você já terá o seu cantinho para falar sobre o que quiser sem ninguém ficar mandando você calar a boca. Quando visualizar o painel, clique em Nova postagem e só. Muito fácil, né? Mas na hora de enfeitar que a coisa complica. Começando pelo layout/template. Tem tantos sites onde você pode achar um, que a pessoa enlouquece. Mas respire fundo e procure um que tenha sua cara. Foi difícil para mim, mas logo você acha algum. Alguns layouts você precisa colocar direto no html, e outros no gadgets (que você acha no botão "layout" ou "personalizar"). Existem também vários banners e botões animados. Tem também a caixinha. Normalmente, só depois de alguns meses de blogosfera que você começa a pensar nessas coisas. Vai começar a sua caça á coisas fofinhas e que chamem atenção. Nas horas de desespero,Dicas Blogger é a solução. Acredite, quanto mais você tenta procurar coisas assim, mais fica ansioso para saber como vai ficar quando colocar em prática o que aprendeu. Agora respire fundo, passeie muito, pule de pára-quedas e escale montanhas, porque a criatividade é o maior obstáculo deste mundo. Feed? o que é isso? por Fábio Carvalho URL: http://bloggigabyte.blogspot.com/ Vamos explicar o que é Feed de uma maneira bem dinâmica e fácil de entender. Imaginemos tal situação: Você acorda de manhã, escova os dentes, se veste e sai pra comprar pão, passa na farmacia, compra aquele remedinho pra resaca [rsrsrs] e dá um pulinho no mercado pra comprar geléia pra colocar no pão. Quando você sai do mercado lembra que tem que passar no banco e sacar um troco, porque tem que pagar a escola dos guris hoje. Ufa, viu em quantos lugares você foi? A padaria, a farmacia, o mercado, o banco, a escola...
  20. 20. Quando você precisa ficar antenado nas novidades digitais, é a mesma coisa. Quando você liga seu computador e conecta a intenet, é como se você estivesse acordando, você passa no portal de notícias pra ver o trânsito anter de ir trabalhar, depois dá uma espiada no canal de fofocas pra ver se a Britney se ferrou de novo [rsrsrs], acessa o portal de novelas pra ver se aquele galã apanhou ou não do bandido... Passa no Blog Gigabyte pra conferir as novidades e por aí vai... Mas e se você pudesse reunir todas as informações num só lugar? Como se você acordasse e na porta de sua casa tivesse uma cesta com pão, geléia, aspirina, o boleto do colégio PAGO e ainda um envelope com algum dinheiro pras necessidades. Isso existe, pelo menos em relação as novidades digitais.. rsrsrs. Chama-se Feed. o Feed nada mais é que essa "cesta" que carrega todas as suas preferencias de acordo com o que você escolhe. É um agregador de noticias digitais que reune todas as informaçoes oferecidas pelos sites que você escolhe. Você escolhe dentre varios agregadores de Feed existentes no competitivo universo web e agrega a ele todos os sites que você visita com frequencia, assim, quando você acordar e acessar a internet, pode ir direto para o seu "leitor" e vai ficar interado de tudo que vem rolando nos sites que você inscreveu. Facil não? Agregadores (leitores): Existem diversas opções, sendo os mais famosos, o Google Reader, o Bloglines e o Netvibes. Vou dar como exemplo o Google Reader porque estou mais familiarizado com ele, sem contar que podemos usar nossa querida conta do Google. Na imagem ao lado nota-se que o link "Todos os itens" refere-se à todas as novidades que os sites que você inscreveu publicaram enquanto você não estava on-line, Lembra da Cesta? na minha cesta aí do lado, tem + de 1000 itens.. é que eu leio muito tá gente, rsrsrs. Onde eu acho esses Feed's?? se eu assobiar eles vem?? Não, se assobiar acho eu que não venha não.
  21. 21. Mas se você for bem curioso e procurar no seus sites favoritos, vai achar um link pros Feed's do site/blog. O simbolo mundial do Feed é esse aí -> Qualquer variação dessa imagem tá valendo. hoje em dia tem milhares de variações desse quadrado aí.. E aí galerinha, já aprendeu o que é feed?? Então é hora de praticar.. inscrevam o Feed do Blog Gigabyte e comecem a usar o Reader de vocês... Ao chegar na pagina do nosso feed, no canto direito da pagina, vocês vão encontrar as opções de agregadores (Readers ou Leitores) . 82 pessoas já inscreveram, só falta você.. Ah, quase que eu esqueço de falar que dá pra inscrever Feed por e-mail também. É só entrar lá naCentral de Feeds do Blog Gigabyte e conhecer as opções. Não são todos os sites que oferecem essa ferramenta mais o numero vem crescendo com a inclusão digital. Você recebe as atualizações dos sites via e-mail. (Dããrr) [ Dica da Srta.Lua ] Tio Fábio, não entendí nada...O que é feed? Ja ví que você é burro mesmo e só vai no tranco, se depois desse vídeo aí você não aprender o que é Feed, joga essa bosta de computador fora.. #malditainclusãodigital : http://www.youtube.com/watch?v=6yLU0EFAJw4
  22. 22. O RSS e você por Lucia Freitas URL: http://www.ladybugbrazil.com Hoje começa o Movimento Blog Voluntário. A idéia é postar, por três dias seguidos, dicas de como usar ferramentas na internet. Hoje eu vou re-publicar um tutorial que fiz para os jornalistas de um grupo de discussão – que não conheciam e não usavam o RSS. É um apanhadão de muita coisa que já foi publicada por aí. O básico: RSS é uma extensão de linguagem (como doc, rtf e odt ou xls e ppt). O que esta “língua” faz é tirar todas as imagens de uma página da internet e converter em texto puro, chamado de feed, que pode ser lido com agregadores. Os agregadores são programas (on-line ou instalados no computador) que lêem este formato. É um sistema parecidíssimo com o que as agências de notícia usam para distribuir o seu conteúdo para assinantes. Por isso mesmo, em inglês o processo se chama syndication. Entenderam? O assunto é difícil então vai de novo: de um lado uma informação em texto puro. Do outro, um programa que lê esta assinatura. Um entregador de pizza, como diz minha amiga Ana Carmen, que te leva notícia quentinha. Um jeito de ler montanhas de informação sem ter que ir a cada um dos seus sites/blogs preferidos. Chegou a hora de você agir (e ter notícia quentinha embaixo dos olhos). Existem feeds disponíveis em jornais, revistas (se bem que muitas vezes só o título, sem nenhum conteúdo) e também para podcasts (áudio on-line), blogs, videos, twitter, etc. Até o orkut tem agregador de feed. Quem tem conta e acrescenta seus sites lá, oferece leitura fresquinha pros amigos. Ainda não entendeu? Lee LeFever explica (ele é bem mais simples que eu): http://www.youtube.com/watch?v=6yLU0EFAJw4 Escolha o agregador Para começar a ser um ser mais antenado, a primeira tarefa (e não é fácil) é descobrir qual o seu agregador preferido. Antes de dar a lista, aviso: programa é algo muito pessoal. É preciso testar, ver qual é melhor para o seu olho, a sua experiência. Quando estiver on-line, lembre você é o rei e o centro. Se não for bom pra você, mande passear sem medo. Quem organizou toda a informação abaixo foi o Rssficado
  23. 23. Para quem tem acesso discado, o melhor é instalar um programa que funcione no seu micro. Você acessa a internet, desce as novidades e lê tranqüilamente no conforto da sua máquina. Nome Descrição Plataforma Licença FeedReader Famoso agregador de feeds para Windows. É leve, customizável e muito simples de usar. Windows Open Source FeedDemon Um dos mais completos agregadores de desktop. Possui integração (Limitada) com o Bloglines. Como forma de concorrer com um número cada vez maior de leitores de feeds (Online e offline) deixou de ser pago e agora é possível fazer o seu download gratuitamente. Windows Freeware Thunderbird Leitor de e-mails da Fundação Mozilla com agregador de feeds embutido. Windows, Linux, Unix e MacOS Open Source NetNewsWire Agregador famoso no mundo dos Macs. Possui integração com o NewsGator. Mac OS X Freeware Awasu Um agregador que tenta inovar a forma de consumir feeds RSS. Windows Freeware Akregator Agregador embutido no famoso ambiente gráfico KDE. Linux (KDE) Open Source Firefox Live Bookmarks Leitor (Muito simples) que vem integrado com o navegador Firefox. Windows, Linux, Unix e Mac OS Open Source Opera Navegador de internet que possui cliente de e-mail, IRC,BitTorre nt e RSS. Windows e Linux Freeware
  24. 24. Internet Explorer 7 O navegador de internet mais famoso do mundo incorporou na sua versão 7 um agregador de feeds para aqueles que não querem instalar outro programa para esse fim. Não requer mais validação do Windows para ser instalado. Windows Freeware RSSOwl Agregador baseado em Java. Windows, Linux, Unix, Mac OS Open Souce Online: estes agregadores funcionam em páginas da web. São gratuitos e alguns permitem compartilhar as notícias por e-mail ou com seus contatos no sistema. Nome Descrição Google Reader O leitor de feeds do gigante das buscas Google. Depois de uma completa reformulação traz uma interface completamente intuitiva. Bloglines O agregador mais famoso de todos. Interface simples e fácil. Newshutch Alternativa ao Bloglines com uma interface mais bem acabada que o último. NewsGator Mais um concorrente do Bloglines. Investe em uma interface mais bonita e integração com o NetNewsWire. Wasabi Agregador de feeds brasileiro. Possui a função de agregador social, facilitando o acesso a todo conteúdo que os amigos produzem.
  25. 25. Rojo Agregador voltado para o compartihamento de notícias. Mantém sua rede de contatos conectada ao que você anda lendo. Alesti Agregador com visual de leitor de e-mails. Muito fácil de usar e muito robusto, suportando centenas de feeds ao mesmo tempo. Escolha seus feeds Agora é hora de escolher o que deseja ler. Todos os grandes veículos de comunicação já aderiram ao RSS há muito tempo. Eles também servem para acompanhar as atualizações em blogs sem ter que ir até lá. Se tiver mais dúvidas, grite pro São Google (que é minha fonte favorita). Como aumentar as visitas do meu blog de maneira rápida e prática por Gustavo Tampa URL: http://www.tampablog.org Criou seu blog, personalizou layout, aprendeu a mexer nas ferramentas do blog, fez parcerias e seus textos ainda não tem muitas visitas? Então aqui vai uma excelente dica para você: Agregadores de Conteúdo O lance é o seguinte: Existem certos “portais” que funcionam único e exclusivamente para levar seus leitores para blogs de assuntos variados. Estes portais tem um ótimo número de acessos, pois eles filtram o conteúdo bom do ruim, como uma peneirona de posts. A concorrência por um link nesses portais é grande, mas é muito simples conseguir se destacar neles e conseguir muitas visitas. Nestes portais, pouco importa o tamanho do seu blog, se ele é ou não “bonitinho” ou se você esta atualizando ele diariamente ou não. O que irá contar para você ser linkado por eles é apenas uma coisa: Post de qualidade! Textos copiados, vídeos velhos ou conteúdo repetitivo não rola! Para se dar bem nos portais direcionadores é essencial criar coisas novas e interessantes. Você cria seu post normalmente em seu blog e após publicá-lo acessa um portal direcionador para
  26. 26. enviar seu link. A navegação neles é bem simples, pois o destaque do site (além dos links dos posts enviados) é o “Envie seu link”. Na grande maioria não precisa de cadastro, basta preencher uma “ficha” de envio com os dados do blog, link do post à ser publicado, a área correspondente ao tema do post e, se necessário, uma imagem que tenha algo a ver com o assunto. Ah, é importante você adicionar o banner do respectivo portal em seu blog, como uma parceria de blogs. Em média estes portais enviam em um link publicado de 600 à 1500 visitas. Isso mesmo, com apenas um link publicado. Se você conseguir uns dois links por semana terá muitas visitas novas. O mais importante disso é conseguir novos leitores fieis, que leiam o post que foi indicado pelo portal, acessem os outros posts do arquivo e voltem a visitar seu blog diariamente e, talvez, assine seu feed para receber as atualizações de forma rápida. Os três principais direcionadores de conteúdos brasileiro são: http://ueba.com.br/ http://ocioso.com.br/ http://linklog.com.br/ Entre e envie seus links!
  27. 27. Como ter mais visitas em meu blog? (Parcerias) por Gustavo Tampa URL: http://www.tampablog.org No primeiro post do “Movimento Blog Voluntário #2009”, irei responder a uma questão básica: Como ter mais visitas em meu blog? Esta é uma dúvida que todo blogueiro iniciante tem. O sujeito cria seu blog, personaliza ele direitinho, cria suas postagens e nem os próprios amigos dão valor ao que ele faz. O segredo esta em uma pequena palavra chamada: “PARCERIAS”. Saiba abaixo então dicas importantes para se criar um banner e ir atrás de parceiros que possam lhe render visitas extras. O primeiro passo, sem dúvidas, é criar parcerias com outros blogs. Procure blogs que tenham assuntos parecidos com o tema de seu blog, isso será ainda mais proveitoso. A blogosfera tem como padrão a parceria de banners, como vocês podem ver na sidebar aqui do TampaBlog!. Os tamanhos, normalmente, são de 120×60 pixels e, em geral, são imagens estáticas. O melhor é incluir o seu logo no banner, para criar uma identidade do seu blog para com seu leitor. Mas imagens que englobem o assunto principal do blog e/ou mascotes também são válidos. Seja cara de pau, não tenha medo e nem vergonha de pedir parceria. Mas acima de tudo seja sempre educado. Os blogueiros tem coração grande e estão sempre dispostos a ajudar uns aos outros, porém, simplesmente odeiam pedidos de parceria mal feitos. Seja direto e educado. Apresente seu blog para que o blogueiro que estiver pedindo parceria conheça o seu trabalho melhor. Outro ponto importante é inserir o código do seu banner direto em sua sidebar. Além de pedir parcerias, outros leitores de seu blog podem querer ajudá-lo sem prévio aviso e, com o código do banner no blog, tem a possibilidade de inserir seu banner no blog deles. E acredite: Apesar da pessoas estarem sentadas e só movimentarem os braços e mãos, muitos blogueiros tem uma tremenda preguiça de “criar” o código do banner de alguém para ajudá-lo. Se você não faz idéia de como criar um código de banner, é simples! Basta você pegar um código padrão e trocar os links para os de seu blog e de sua imagem. Abaixo você tem acesso ao modelo básico de um código para banner e só precisa substituir o que esta sendo pedido: <a href=”http://ENDEREÇO DO SEU BLOG” target=”_blank”><img src=”http://ENDEREÇO DA IMAGEM DO SEU BLOG” border=”0?></a>
  28. 28. *Endereço da imagem: É necessário hospedar sua imagem em algum servidor e existem ótimos serviços gratuitos para isso. Os mais indicados estão listados abaixo, basta cadastrar-se e enviar sua imagem para ele. http://imageshack.us/ http://photobucket.com/ http://www.flickr.com/ Agora, vá em frente! Capriche em seu banner (não deixe muito poluído) e corra atrás de parcerias. Lembre-se que o melhor é procurar blogs pequenos e/ou médios, pois os grandes blogs tem uma política mais restrita para atender os parceiros. Espero que tenha sido útil, amanhã tem mais! Blog com fundo fixopor Joanirse Ortiz URL: http://dicasetutoriaisjojo.blogspot.com/ Postando minha contribuição ao Movimento Blog Voluntário. Algumas pessoas tem me perguntado como ter um blog com fundo fixo. Modelo AQUI. Bom... Fui à pesquisa e com a ajuda da amiga Kátia Villar aprendi como fazer e estou ensinando aqui. 1º Passo: Acesse o Painel de seu blog e clique em Layout.
  29. 29. 2º Passo: Em Layout clique em Escolher novo modelo e escolha Minima. Após clique em Salvar Modelo. 3º Passo: Agora clique em Editar HTML.
  30. 30. 4º Passo: Dentro do HTML procure por body. 5º Passo: Abaixo de "background:$bgcolor;" insira o seguinte código background-image: url (endereço da imagem); background-position:center; background-repeat:no-repeat; background-attachment:fixed; Vai ficar assim:
  31. 31. 6º Passo: Hospede o seu Back (layout de fundo) na internet e coloque o endereço gerado onde diz "ENDEREÇO DA IMAGEM" na figura acima. Clique em visualizar, para ver se está tudo ok e depois em Salvar Modelo. Prontinho!!! Seu blog está com um fundo fixo!!! Qualquer coisa, é só deixar um recadinho!!! Se souber estarei ajudando!!! Beijos!!! Joanirse
  32. 32. Imagens em janela rolante Para publicar imagens em janela rolante faça o seguinte: 1º Passo: Escolha e copie o modelo de janela desejado aqui 2º Passo: Abra o layout de seu blog e adicione um novo gadget (Painel - Layout - Adicionar um novo gadget)
  33. 33. Na tela que abre escolha "HTML/JavaScript" 3º Passo: Dê um título para o gadget e cole o código da janela que escolheu. Observe que no código tem um local que diz: "Escrever o texto aqui". É nesse local que vamos colocar o código das imagens.
  34. 34. 4º Passo: Agora vamos criar os códigos para as imagens. Para isso vamos utilizar o BrImagens. Obs.: Antes...observe a largura de sua janela e redimensione as imagens para um tamanho um pouquinho menor. Se não fizer isso, aparecerá só um pedaço da imagem. Agora clique aqui. Olhe a tela que abre.
  35. 35. 5º Passo: Clique em "Procurar" e localize a imagem em seu computador. Após clique em "Upload Imagem". Após efetuado o upload, vai abrir uma outra tela. Nessa tela copie o último código.
  36. 36. 6º Passo: Agora vamos voltar ao novo gadget criado e colar o código da imagem no local que diz "Escrever o texto aqui". Faça os Passos 5 e 6 tantas quantas forem as imagens que deseja postar e vá colocando uma abaixo da outra no gadget que criou.
  37. 37. Eu coloquei 3 imagens. Observe que dei um "enter" entre elas para não ficarem uma grudada na outra. Para visualizar, clique em "Formato Rich Text". Tudo ok? Clique em Salvar então!!! Prontinho!!!
  38. 38. ... Conselhos e Reflexões • Seja Original, não copie... por Rayan Camargos • Saber informática é importante pra quê ? por Celso Ricardo • Inclusão digital de quem...? por Luciano Silvestre • Dicas de boas maneiras na comunicação via web por Fernando Palermo • O Saber por Claudio • Quando a idéia não vêm por Rafael Zanatta • Especialmente nosso problema por Leandro Damasio • Ajudando a quem está começando – MBV 2009 por Wallace Pereira • Minha História por Livie Kaori Kominato • Mão no mouse, mão no mundo por Luisa Iva • Como escrever com autoridade na Web por Gus Fune • Uma Aula com o Tio Rom por Romulo Alves Baptista • A experiência de ter um Blog por Kaléu Caminha Seja Original, não copie... por Rayan Camargos URL: http://cinquentasorrisos.blogspot.com Você já ouviu falar em direitos autorais? Na internet também eles existem e devem ser respeitados. Ao colocar um texto em seu blog , adicionar uma imagem, ou qualquer outra coisa que por ventura não tenha sido criado por você, sua pessoa deve então adicionar os devidos créditos pela autoria. Isso só não deverá ocorrer quando não se encontrar a fonte criadora, se o caso for esse pode-se educadamente deixar um aviso pedindo a quem souber a autoria entrar em contato que você adicionara os créditos. Assim você respeita o direito alheio e é bem visto na blogosfera. E não é nada legal mesmo tentar se aproveitar da criação alheia e levar os louros da fama por isso. Então galera fiquem espertos com relação a isso, está previsto no código penal e pode gerar muita dor de cabeça e processos na justiça ok.
  39. 39. Saber informática é importante pra quê ? por Celso Ricardo URL:http://celsoricardo.com Se alguém me fizesse essa pergunta nos anos 80 quando eu tinha pouco mais de 7 anos (nasci em 74) eu diria que não era importante, apesar de a Microsoft ter sido criada em 1975 e os computadores fazerem parte do dia-a-dia das empresas a algum tempo também. Mas a partir do momento que a informática invadiu não só as empresas maciçamente (substituindo as máquinas de escrever) como também as residências quem faz essa pergunta é uma pessoa totalmente desinformada. Já tem algum tempo que tudo, eu disse tudo, é feito a base de computador… de informática, enfim de tecnologia. A informática já faz parte das nossas vidas, quer a pessoa queira ou não e isso não tem retrocesso, daqui pra frente isso ficará mais contundente e quem não souber informática está fora do mercado de trabalho. E isso não é uma adivinhação, é uma constatação. Se você ainda resiste com essa idéia, pode começar a se acostumar… faça um curso de informática e prepare-se para o mercado de trabalho que será muito mais seletivo nos anos vindouros. Muita gente ainda tem aquela idéia de que informática é coisa de nerd que fica trancado dentro do quarto por horas, uma pessoa anti-social, sem amigos e totalmente isolado do mundo. Esse estigma faz parte do passado, hoje em dia quem sabe informática tem chances muito grandes de conseguir um ótimo emprego, com um ótimo salário e em uma empresa de grande porte. Você que ainda não conhece esse mundo virtual, pense nos beneficios que você terá conhecendo essa ferramenta e mais ainda, como você poderá ser uma pessoa mais entusiasmada e mais dinâmica. Bom, o post era pra ajudar e eu acho que a maior ajuda que eu posso dar é incentivar a pessoa a entrar pro mundo da informática procurando cursos, conversar com pessoas que conhecem as ferramentas e mais ainda, o que eu acho mais importante… ter vontade de aprender. Inclusão digital de quem...? por Luciano Silvestre URL: http://www.aartederefletir.blogspot.com Na longínqua época do descobrimento, houve uma "troca de presentes" entre índios e portugueses, nativos e estrangeiros, entre explorados e exploradores por assim dizer. Em àquele choque de culturas, portugueses "generosamente presenteavam" os habitantes daquele belo território, com espelhos, relógios, etc... (ouro até!) os nativos afetuosamente davam-lhe a honra de portar os objetos característicos de suas tribos, colares, adereços, enfim... Pois bem, o que essa conversa do passado tem a ver com inclusão digital? Talvez o fato de que, o modo como essa inclusão tem sido feita, talvez não esteja incluindo ninguém. Muitas vezes, os computadores nas mãos de pessoas mal instruídas, são como os espelhos e relógios nas mãos dos índios. Concretamente não se pode entender inclusão, como uma simples alfabetização informatizada do Windows e pacotes de escritório. A pessoa deve compreender aquele complexo aparelho que está
  40. 40. à sua frente, afim de que este possa de fato melhorar sua vida, seu dia-a-dia. O que se faz com uma torneira se não há água para escorrer por ela? Muito bem, como pode haver inclusão digital se não há linha telefônica e professores capacitados para ministrarem tal inclusão? Simplesmente não se inclui......! Desde a década de 90, acadêmicos e especialistas em tecnologia da informação deram início á uma série de debates sobre um quadro preocupante e que pouco mudou, países subdesenvolvidos e em desenvolvimento, estão perdendo muito por falta de informação. Sem meios necessários e recursos apropriados, tais países deixam para trás um grande leque de opções sobre como aquecer a economia e melhorar os baixos índices sociais. Deve-se questionar até que ponto uma inclusão acontece realmente, e a relação que esta tem com a própria inclusão social. Quem e como estamos incluindo? Dicas de boas maneiras na comunicação via web por Fernando Palermo URL: http://falapalermo.blogspot.com Quando você escrever um e-mail ou mesmo mandar mensagens por chat, Orkut, MSN ou Skype, evite escrever palavras em caixa alta (maiúscula) porque ESCREVER USANDO APENAS MAIÚSCULAS PASSA A NÍTIDA IMPRESSÃO DE QUE VOCÊ ESTÁ GRITANDO. Assim, quando você quiser destacar uma frase, expressão ou palavra, use bold(negrito) ou coloque o que você quer destacar entre *asteriscos*. Outra boa dica é escrever suas mensagens sempre de maneira clara, breve e objetiva. A maioria das pessoas com as quais você se relaciona na net somente vai lhe conhecer pelo que você escreve. E também pelo modo como escreve. Assim, evite os erros gramaticais ou de digitação, revise o que você escrever e confira se está claro o que você deseja comunicar. Evite usar dez palavras para expressar o que poderia ser comunicado com apenas cinco. O Saber por Claudio URL: http://claudioalbano.blogspot.com/ Estamos num momento de conhecer, é preciso SABER. Lembro de Sócrates dizendo “só sei que nada sei”, lindo sócrates mas, convenhamos, hoje, temos que saber. Temos que saber para poder dirigir a realidade da existência que nos pertence no eterno agora. Estamos contidos na vida e temos que contê-la em nós. Estamos na Era da Conexão Sabemos que a conexão é informação E sabemos que precisamos saber Arriscaria até fazer um axioma
  41. 41. "EU SOU O QUE EU SEI" Existe, é claro, a mesma verdade dita de outra forma "EU SOU O QUE EU SINTO" O fato é que o saber do ser humano influe diretamente na realidade da sua existência E isso não seria uma coisa de se abrir mão nem de se contestar porque o auge da ciência física na sua mais profunda realidade quântica mostra que o observador define a posição da partícula sub atômica no tubo do collider e provoca o colapso de onda a mente é quem diz, a partícula está AQUI. Fato científico, é preciso querer, é preciso saber aonde quer olhar, porque é lá que ESTÁ. Precisamos abrir os olhos, principalmente para a linguística do pensamento que tenta nos enganar com palavras costuradas no passado – é o costume de ser assim – esse assim que nós somos, na maioria das vezes, não somos nós mesmos. Estamos em uma massa pensante de 7 bilhões que recobre o solo do planeta gente, terra, planeta mente. 7 bilhões de pensamentos em órbita do sol – que imensa grandeza nós somos e no entanto nos apequenamos numa conexão rasteira imediata porque não lembramaos o quanto é vasta a infinita dimensão da vida, a infinita plenitude de um milionéssimo de segundo onde está contido todos os mundos, todo o universo, todo o tempo, todo o espaço e mais um pontinho vazio chamado EU. O EU tem que ser ímpar para ser igual, porque todos os Eus são ímpares. Por isso que se diz “somos todos um” Porque o átomo de cálcio do meu osso já existia muito antes de eu nascer aliás, nós não nascemos, nós continuamos, somos reagrupados, porque todos os átomos do meu corpo têm 15 bilhões de anos. A matéria é a mesma mas, agora existe uma diferença, a realidade é quântica É a mesma realidade de antes mas a diferença é que AGORA SABEMOS. É preciso saber... Para viver... É preciso saber viver... Porque a vida é linda. Linda vida.
  42. 42. Quando a idéia não vêm por Rafael Zanatta URL: http://www.rzanatta.wordpress.com Antes de escrever pode-se destacar os pontos principais Muitas pessoas que iniciam um blog sentem-se euforicamente empolgadas com a possibilidade de expressar as ideias que antes eram discutidas apenas entre amigos ou em ambientes de estudo/trabalho. Com o passar do tempo, porém, todos os planos de produzir semanalmente 3 ou mais posts começam a ser revistos porque as ideias que antes pareciam brotar de tudo quanto é lugar simplesmente secaram. Quando este fenômeno acontece (e acredito que seja entre 1 a 6 meses de vida de um blog) as pessoas tendem a desistir do projeto, justamente quando ele está na fase de “se mostrar ao mundo”, digamos assim. O que fazer quando isso ocorre? O processo de criação varia de uma pessoa para outra, mas para mim é fato que nossas conclusões vem dos resultados de nossas observações a respeito do que acontece. Assim, deve-se ter em mente que as ideias são resultado do “nosso ponto de vista” aliado à nossa “percepção do ambiente”. Ao juntar esses dois fatores criamos um ambiente criativo muito poderoso que, sem dúvida nenhuma, não nos deixa ficar uma semana sem pelo menos um post. Abaixo algumas dicas finais: • Qual a sua opinião sobre a leitura que você realizou? Concorda? • Você estava no ônibus, como meu amigo Rafinha, e foi questionada sobre algo. Essa experiência não merece um comentário? • Seu professor apresentou uma ideia sensacional sobre determinado assunto. Não vale a pena reproduzir essa ideia e fazer com que mais pessoas tenham conhecimento dela? Essas e muitas outras são oportunidades para driblar “a falta de ideias” que todo blogueiro se queixa. Pense um pouco! Se você prestasse atenção em tudo que acontece por aí dava pra escrever muito mais! Se eu escrevo sobre futebol eu preciso assistir a jogos para poder fazer minhas análises, ler notícias
  43. 43. dos clubes para saber como eles estão. Da mesma forma, se o propósito do blog é falar sobre economia, administração, não adianta pensar que você vai utiliza-lo para propor suas maravilhosas teorias de bar. Elas servem para uma dúzia de posts, não mais do que isso. Especialmente nosso problema por Leandro Damasio URL: http://www.leandrodamasio.com/ Como nenhuma outra geração na história universal, a nossa juventude viveu, rapidamente, uma ruptura extrema de valores. Dentre os milhares de anos em que a civilização humana habitou este planeta, foi há menos de 20 que experimentou a internet, isto sem o que nossa vida perderia grande parte do significado. As mais variadas tecnologias com as quais cotidianamente convivemos não apenas eram inimagináveis há alguns séculos, mas talvez indesejáveis. Não seria exagero dizer que pela primeira vez nasceu uma geração perdida. Somos uma geração cuja tradição não exitou educar. O conhecimento não se passa mais do passado para o presente. Porque nossos pais sabiam menos do que nós ligar um computador ou um aparelho celular. Se a ligação entre o passado e o futuro, essa ligação que somos nós, já dificultosamente encontra sustentação no passado, então há uma crise inevitável na tradição. Como usar os velhos conceitos para explicar o presente? Precisamos readaptá-los. É assim que se vê a ascensão de palavras como a democracia eletrônica, e-service, e-gov, e-commerce e tantos outros. Conceitos assim cada vez mais revelarão o nosso tempo e criarão bases sólidas para uma nova tradição, que só podia ser construída da nossa geração para frente. Quais as conseqüências sociais dessas novas teorias e ferraemntas? O ensino à distância, por exemplo, seria uma alternativa para melhorarmos o desempenho educacional? Vejamos o Brasil: um país com avanço educacional muito lento em relação a outros países. Mesmo sendo o país mais rico da américa latina, o Brasil perde para Argentina e para o Chile nos índices de analfabetismo. O mais agravante, no entanto, é o analfabetismo funcional (saber ler, mas não conseguir interpretar o texto). Para cada 10 brasileiros, 7 são analfabetas funcionais. Quantos não são os analfabetos digitais! Eis uma nova preocupação. Mais uma dessas novidades da nossa geração. Já que o passado não conseguiu nos educar, lancemos mão do futuro. É importante lançar o pensamento para longe. Nem que seja para investigar as possibilidades e conseqüências de uma ação. Este post é dedicado ao Movimento Blog Voluntário, na sua luta contra o analfabetismo digital.
  44. 44. Ajudando a quem está começando por Wallace Pereira URL: http://www.tigredemuleta.net/ Estamos no meio do(s) O(s) Dia(s) Global(is) do Voluntariado Jovem. Nos dias 24, 25 (hoje) e 26 de abril, pessoas do mundo inteiro estarão trabalhando para melhorar o ambiente global e local. No mundo digital, numa ação voltada ao combate do analfabetismo digital, o Movimento Blog Voluntário, mobilizou centenas de blog no ano passado e agora em 2009 a história se repete, só que com um detalhe: os melhores posts serão reunidos em um e-book, para servir como um guia para essa gente. Apesar do Tigre de Muleta ser um blog voltado para o humor e entretenimento, temos a consciência digital que nem tudo é diversão. Lendo artigos sobre Inclusão Digital encontrei algo muito interessante escrito pelo Professor Valdemar W. Setzer, falando sobre o Projeto Um laptop por criança. Suponhamos, no entanto, que a inclusão digital é algo importante, o que estou de acordo quanto a adultos. Como deve ser feita? M. Warschauer, relata experiências feitas na Índia [WAR 03]. Comprovou-se que a inclusão digital em pessoas com pouca escolarização só funciona quando existe o que se denomina “intermediador”: uma pessoa que dá assistência aos que querem usar o computador, ensinando-os e ajudando-os a usá-lo e como obter as informações que necessitam, por exemplo na Internet. O artigo menciona que “quiosques” abertos, de livre acesso e semintermediador, simplesmente não traziam nenhum benefício. Nesse caso, as crianças e jovens, e mesmo adultos, acabam usando os computadores para coisas inúteis, como joguinhos eletrônicos, conversas on-line (chats), etc. Leia todo o conteúdo aqui. Então quero voltar minha postagens para os tais intermediadores, pois sem eles nosso mundo estará perdido. Qualquer pessoa pode ser um intermediador entre o analfabeto e/ou leigo digital e o computador, desde que já tenha uma certa experiência e intimidade com o micro. Uma dica “federal” é que utilizem o Manual de Informática Básica para Instrutores, disponível na página do Portal Inclusão Digital do Governo Federal. São 119 páginas com instruções para treinamento com software livre, edição e formatação de textos e planilhas, internet e correio eletrônico. E intermediadores, importante, mas muito importante mesmo, faça com que os analfabetos digitais de hoje, que estão sob sua responsabilidade, tornem-se os intermediadores de amanhã. Desenvolva neles a vontade de aprender e passar seu conhecimento adiante. Mostrem também que a internet não se resume a chats, MSN e orkut e sites de fofoca. Foto: Menina em LAN House no centro do Rio de Janeiro, fazendo montagens com fotos usando o Paint
  45. 45. Minha História por Livie Kaori Kominato URL: http://www.livik2.wordpress.com Oi Galera! Bom… hoje vou fazer o meu papel como blogueira para o Movimento Blog Voluntário! Fiquei pensando como incentivar vocês, e acho que a história do “liviK2°s bl°g” seria o melhor jeito! Bom… tudo começou há pouco mais de um ano, no dia 17 de abril! Uma amiga já blogueira, a Nitz do blog O Baralho! me convenceu de que eu poderia começar uma história legal nesse mundinho, aí fiquei caçando a idéia pra ele. Num belo dia, lá do outro lado do planeta ( na China) durante uma viagem de trabalho, tive a idéia de fazer o que hoje vocês acompanham aqui. Comecei sem interesse algum de que o que eu colocasse aqui fosse realmente visto por outras pessoas, distantes e desconhecidas! Mas puxa, deu tão certo perto das minhas mínimas expectativas que fico super contente. Lógico, graças a vocês que acompanham! Os elogios que recebo me incentivam a dar continuidade todos os dias ( apesar da minha ausência sometimes!). É tão bom! E com essa historinha queria incentivar vocês TODOS a começar a colocar em prática essa idéia que fervilha aí na sua mente! Vale a pena, se sinta vivo! Muuuuuuito obrigada galera! Bj.ks! Mão no mouse, mão no mundo por Luisa Iva URL: http://pontopulalinha.blogspot.com/ - Ai, meu Deus! Respirou. Já transpirava. Não estava tanto calor assim. - Ai, meu Deus! Exercício mental também cansa. Ela sabia disso. Coçou a cabeça uma, duas vezes. Apoiou a mão no queixo. - Ui... E agora? Ela sabia que não era por ali. Sabia disso. Já tinha visto alguém fazer diferente antes. O que mesmo a Julinha lhe tinha explicado? Como era que se fazia? - Ai, meu Deus! Deus já devia estar preocupado de tanto que lhe evocava o nome. Ela transpirava. Trinta minutos já haviam corrido. “Agora vai, agora vai.” Não foi. Não foi mesmo. Tudo errado. Teria que desfazer o que já tinha feito? - Ai, meu Deus! Ela tinha dado ênfase no “a” do ai. Isso não era bom, era desespero. Mas ela estava determinada. Esticou os braços, alongou o pescoço. Tudo lhe doía. Na sua época, pensava, nada disso era necessário. Era-se feliz simplesmente. Sem fast-food, sem videogame, sem celular e sem aquela maquininha que lhe tirava o sono.
  46. 46. A luz que dela saía era encantadora, realmente fascinante. Via os mais jovens mexerem nela com tanta facilidade... Por que lhe resultava tão difícil? Mas ela não desistia. Já tinha conseguido selecionar o texto na página da internet. Estava tudo azulzinho. Suspirou, respirou fundo, agarrou aquele “trequinho de clicar”. Botão direito. - Ai, meu Deus! Abriu uma janelinha. Chegou mais perto para ver. Leu baixinho. - Copiar. Uhm... Copiar. Apertou meio desconfiada. Não percebeu, mas tinha prendido a respiração. Abriu o Word. - Ai, meu Deus! Olhou a página em branco. Botão direito. Janelinha aberta. - Colar. Clicou. Fechou os olhos levemente. Quando soltou a respiração, a página já estava toda preenchida. Benditas letrinhas! Sorriu pela sua conquista. - Ai, meu Deus! Dessa vez, não era um apelo, era agradecimento. Como escrever com autoridade na Web por Gus Fune URL: http://papodehomem.com.br Esse post é parte do Movimento Blog Voluntário, puxado pelo Rafael Ziggy, do Sim Viral. O editor-in-chief do PdH me passou a missão de educar os iliteratos digitais, sob qualquer ótica, explorando os temas web, tecnologia e seus possíveis usos. Ótimo, gostei. Vou começar ensinando o exército de Roque Júniors do teclado a produzir conteúdo digerível. A seguir, oito dicas para escrever melhor e envolver seu leitor. 1. Feche todos seus programas As 25 abas do Firefox, o Msn, o Gtalk, e qualquer outra merda que coloque você à disposição dos outros. O máximo que deve permanecer aberto é seu audio player, com alguma trilha sonora que o inspire. Deixar distrações abertas torna seu raciocínio errático e limitado, fazendo com que tenda a buscar pelas soluções mais fáceis e escreva posts factuais, sem gosto, limitados.
  47. 47. 2. Pesquise A leitura na tela de um computador é 25% mais lenta do que em uma folha de papel, sabiam? Quando cita alguma informação nova, que atinja o interesse de seu leitor, ele automaticamente vai avaliar todo o resto de seu texto com mais atenção. Leitores fiéis surgem como retorno de um trabalho bem feito. Não espere ganhar os 5 minutos do tempo de alguém caso não esteja disposto a oferecer o seu. 3. Compre um dicionário de sinônimos e antônimos Faça uso dele, vai expandir seu conhecimento, enriquecer seus textos e elevar o nível cultural de seus leitores. 4. Não use exclamações em excesso!!! Elas são recursos literários que devem ser usados com moderação, para transmitir sua personalidade e enfatizar os pontos chave de seus textos. O uso desmedido dá a entender que você se empolga com absolutamente qualquer coisa, não tem auto-controle, bom senso e, logo, não é alguém confiável, em posição para discorrer sobre o assunto. A não ser que seu assunto seja a estupidez. 5. Idem acima. Para pontos de interrogação. Entendeu, pequeno asno??? 6. Parênteses costumam ser desnecessários Assim como ! e ?, vale a prudência. Raramente os parênteses fazem algo que períodos simples não dariam conta de resolver. (o excesso deles transmite um pensamento confuso e hesitante, não aconselhável para quem trabalha com textos envolvendo uma posição de autoridade) 7. Conte histórias, Forrest Quando comecei a escrever essa coluna, buscava as respostas para as perguntas em experiências próprias, na de amigos, conhecidos, vizinhos, desconhecidos, tudo misturado em uma grande costura. Ao colocar seus posts dentro de um contexto que o leitor possa enxergar, ele será transportado para dentro do tema, vai sentir, ativar as sinapses correspondentes e compreender suas intenções com muito mais facilidade. Fim. 8. Coloque-se no lugar do leitor Escreva. Releia. Avalie. Faça isso com todos os seus posts, invertendo seu ponto de vista. Aprenda a sentir as emoções transmitidas pelo texto. O processo chega a ser culinário, cada palavra removida/incluída é um novo tempero.
  48. 48. Não preciso nem comentar o erro mais nojento de todos, que é escrever palavras com a grafia errada. Usem o Aúrélio quando estiverem em dúvida. Basta, essas 8 já são mais do que a curta capacidade de reter conteúdo recente da maioria das pessoas dá conta de acumular ou sequer colocar em prática. Aproveitem. Uma Aula com o Tio Rom por Romulo Alves Baptista URL: http://aleatoriamenterom.blogspot.com/ Foto: Filme "Sociedade dos Poetas Mortos" Brincadeiras à parte. Começando a conversa seria. Eu sou um dos vários blogueiros que aderiram ao M.B.V. (Movimento Blog Voluntario) que tem como objetivo acabar com o analfabetismo digital. Estive pensando bastante sobre o que escrever e no fim das contas ficou a maldita duvida sobre o
  49. 49. que falar. E eis que me veio uma idéia: redação. Pode parecer besteira, mas escrever de forma clara e coerente é muito bom, seja para quem escreve, seja para quem lê. E para uma boa escrita temos que nos livrar das manias obtidas através do uso (cada vez mais constantes) do MSN, ICQ (alguém ainda usa isso?), Twitter, Orkut. Um texto cheio de analogismos pode ajudar a escrever um texto mais rápido? Sim. Mas e quando isso começa a atrapalhar outras áreas da vida da pessoa? Hum.. complicado. É o caso de constantes utilizações de vc, tc, naum, pq, dentre outras milhares. Vemos casos em que existe a falha absurda de separação de silabas em locais nunca antes imaginados. É compreensível que utilizemos essas formas em locais tais como o Twitter (que disponibiliza apenas 140 caracteres), mas não justifica a utilização constante em todos os meios de comunicação. Mas o que vemos é o uso indiscriminado das varias formas de analogias mesmo em textos manuscritos. Um exemplo pessoal. Eu sou um dos vários universitários (formandos) que se disponibilizaram para corrigir as provas de outros períodos da matéria a qual estou me formando. E vejo cada caso absurdo em que alunos escrevem as coisas mais alucinadas do mundo. Iniciam frase sem letra maiúscula; devoram virgulas; esquecem queporque é escrito assim e não pq; já chegou ao ponto de ver assim ser escrito axim. Sem falar das outras atrocidades que lemos por aí. Por mais que eu tente ajudar muitas das pessoas que se chegam até mim e a outros formandos, não temos como atender um contingente tão abrangente. Mas sempre que podemos, fazemos o que nos está ao alcance. Existem algumas dicas que eu costumo mostrar para as pessoas que querem melhorar sua escrita, concordância, dentre outras coisas e como o objetivo deste texto é exatamente isso, vou passar as dicas a vocês. 1º - Leia mais. Pode parecer besteira, mas a verdade é que aquela pessoa que lê bastante começa a desenvolver um olhar critico para alguns erros gramaticais. Essa pessoa quando lê algo que parece estranho/errado aos olhos, se sente incomodado com o mesmo e busca a forma correta. 2º - Use o dicionário. Não é vergonha nenhuma recorrer ao conhecido como “Pai dos Burros”. A verdade é que sempre achei essa terminologia muito errada. Porque uma pessoa dita burra, nunca iria recorrer a um dicionário para consultar a forma correta de escrita, fonética ou outro motivo qualquer. Tanto não é vergonha nenhuma, que muitos turistas carregam em suas bolsas de viagem, os dicionários referentes a linguagem utilizada no país que estão visitando. 3º - Use o Microsoft Word. Apesar de ser contra o que eu vou dizer agora, admito que a ferramenta, quando programada de forma correta, pode ser de grande auxilio. Seja na hora de apontar os erros de escrita, seja na hora de mostrar falhas na concordância de um texto. Tudo bem que de vez em quando, o Word faz das suas, mas nem mesmo um programa de computador pode ser totalmente perfeito. Ademais é apenas um programa, certo? Bem, espero que eu possa ter ajudado, mesmo que pouco, a melhorar a desenvoltura dos usuários de serviços virtuais.
  50. 50. A experiência de ter um Blogpor Kaléu Caminha URL: http://kaleu.caminha.nom.br/blog Primeiro, o que é um blog? O pessoal o eGov de São Paulo já respondeu isso pra gente no vídeo a seguir, são só 3 min. vale bastante a pena: O que é um Blog? A atividade criadora Existe um anseio em cada um de nós por criar, por contribuir em algo para a humanidade, para si mesmo. Criamos o tempo todo através de quadros, falas, danças, palavras. O blog, na sua insignificância como ferramenta técnica nos oferece o poder de colocar ao mundo nossas criações, de certa forma ele é apenas mais uma pequena parte das tecnologias que hoje nos permitem ser criadores o tempo todo, formadores da humanidade de forma mais plena. Um novo blog apenas acrescenta, enriquece, porque permite que as suas criações possam significar não apenas para você, mas para qualquer um, em qualquer parte do mundo. Blogar também nos faz refletir sobre nossas criações: “Ao blogar nos confrontamos com a tela branca, com o qual não só colocaremos para fora e nossas idéias, mas também receberemos críticas, via comentários, num processo em que o ato silêncioso e solitário da leitura, passe a ganhar vida externa, ao compartilhar reflexões.” De certa forma, imortal e atemporal. O que você faz hoje pode nao lhe interessar mais amanhã, mas poderá interessar a outra pessoa amanhã, ano que vem, ou mesmo daqui há alguns séculos. Tudo o que estamos criando hoje permanece ao longo do tempo, disponível, acessível, vivo. Tudo o que criamos pode ser usado por outros para novas criações, e assim por diante, o que nos torna, em parte, infinitos. Imagine seus netos, daqui a 30, 40 anos podendo conhecer seu avô pelo que ele criou e está acessível na internet, nos arquivos da família. Um texto técnico pode até ser totalmente insignificante no futuro, mas uma opinião, um relato, uma poesia, isso é eterno enquanto puder ser visto, admirado, compartilhado. Gestão do Conhecimento Pensar nos netos pode ser pretensão demais, mas pense em você, daqui a dois ou três anos, no seu mestrado ou doutorado querendo lembrar algo sobre aquele conceito que você estudou durante a faculdade, será que vai ser fácil se encontrar em meio ao seus diretórios de arquivos? Ou ainda, pense em poder, daqui há algum tempo ler as suas poesias adolescentes, ou mesmo se você é um professor e quer melhorar as suas aulas, imagine-se recorrendo ao seu blog para coletar as opiniões dos alunos, as informações oferecidas por eles e produzir algo novo, criar, recriar, recrear, se divertir. Criando e cultivando amizades Agora, depois de termos pensado tanto em nós, tente visualizar os seus amigos de faculdade, o que cada um deles faz? no que está trabalhando? quais são os planos deles para o futuro? Bem, você sempre pode perguntar, mas duvido muito que você possa fazer isso toda semana.. Agora imagine que seus amigos, assim como você, também relatem seus estudos e planos em um blog, imagine-se em apenas 10 ou 20 minutos descobridno o que seus amigos e colegas tem feito
  51. 51. assim podendo ajudá-los ou apoiá-los ainda que você esteja longe ou apenas não possa falar com eles todos os dias sobre tudo. Encontrar pessoas que sonham ou pensam sobre o que você pensa ou mesmo que são absurdamente opostas ao que você acredita agora é possível em escala mundial. Essa caracteristica, possibilitada pelas ferramentas de busca como o google permite que pessoas que você nunca viu conheçam o seu trabalho, talvez um pouco sobre a sua vida e possam se aproximar, transformarem-se em amigos, em novos laços profissionais ou acadêmicos, enfim, a grande magia dos blogs é possibilitar contato infinito e atemporal entre todos nós sem que precisemos recorrer a leitura de mentes ou teletransporte. Por fim, ter um blog é, na minha visão, estar mais presente em todo o mundo, o tempo todo.
  52. 52. ... Comércio eletrônico • Compre com segurança pela Internet por Rodrigo R. Neto • Ganhando mais com anúncios BuscaPé por Lester Gomes Gu Compre com segurança pela Internet por Rodrigo R. Neto URL: http://www.informacaovirtual.com/iv Todos os dias milhares de pessoas tornam-se novos internautas e, muitas vezes, grande parte destas pessoas, por falta de conhecimento técnico ou inexperiência, acaba sendo enganada por pessoas e empresas de má fé que literalmente roubam o dinheiro dos incautos. Muitas pessoas ainda sentem medo de comprar coisas pela internet, por não confiarem ou até mesmo por não saberem ao certo em quem confiar. Eu posso garantir que comprar pela internet é seguro sim, desde que seguidas algumas regras básicas de segurança. Acredito até que seja mais seguro comprar numa loja virtual do que numa loja real, já que o próprio fato de você se deslocar da sua casa para ir até uma loja envolve riscos maiores dos que os encontrados no mundo virtual. No final desta matéria você vai encontrar uma série de links interessantes sobre este assunto. Onde comprar? A primeira coisa que você deve levar em conta na hora de comprar algo pela rede é se a loja virtual é idônea. Para isso, siga estas dicas: 1. Compre apenas em lojas virtuais que possuam CNPJ. Você pode consultar o CNPJ da empresa na Receita Federal e nos órgãos de defesa do consumidor (PROCON), para saber se há alguma restrição;
  53. 53. 2. Faça uma rápida pesquisa na internet, usando o Google ou outro buscador de sua preferência, para ver se há comentários positivos ou negativos sobre a empresa; 3. Tente encontrar pessoas que já compraram nessa loja para saber se elas enfrentaram algum problema; 4. Dê preferência a empresas conhecidas, tradicionais e que também, se possível, possuam lojas físicas; 5. Desconfie de preços muito abaixo dos praticados pelo mercado, pois isso pode indicar um possível golpe; 6. Verifique se a empresa possui endereço, telefone fixo ou serviço 0800. Desconfie de empresas que disponibilizam apenas o e-mail como forma de contato; 7. Verifique se o site é seguro na hora em que você estiver efetuando uma compra ou fazendo um cadastro. Deve aparecer “https://” ao invés de “http://”, na barra de endereço do seu navegador. Na barra de status (na parte inferior do navegador) deve aparecer um cadeado amarelo; 8. Exija sempre nota fiscal e garantia do produto comprado; 9. Utilize serviços como o Buscapé ou Bondfaro para, além de pesquisar o menor preço, verificar a qualificação da empresa; 10. Outra excelente opção de serviço oferecida pelo Buscapé é o Confiômetro, uma ferramenta que tem por finalidade registrar as opiniões dos consumidores sobre o atendimento, compra e venda de produtos e serviços; 11. Você também pode recorrer ao site Reclame Aqui, considerado o maior site da América Latina em defesa do consumidor. Como pagar? Geralmente as lojas virtuais oferecem várias formas de pagamento aos seus cliente como, boleto bancário, transferência eletrônica, cartão de crédito ou débito, financiamento, etc. Pagamentos feitos com cartão de crédito são mais práticos e o produto é liberado mais rapidamente para entrega. Mas se seu computador tiver com alguma falha de segurança, você pode estar correndo o risco de ter seus dados roubados. Por isso, mantenha seu computador com o anti-vírus sempre atualizado. A forma mais segura de efetuar o pagamento é através do boleto bancário, no entanto esta opção faz com que sua entrega demore um pouco mais. Prazo de entrega Fique atento ao prazo de entrega informado pela loja. Caso o produto demore além do tempo previsto, faça uma reclamação por escrito à empresa. Caso o problema não seja solucionado, procure o PROCON, ou algum outro órgão de defesa do consumidor, da sua cidade para fazer a reclamação.
  54. 54. Produto trocado ou com defeito Proceda da mesma forma que no item anterior. É importante lembrar que você deve sempre guardar os comprovantes de compra e pagamento. Não delete os e-mails recebidos e enviados, pois eles podem servir como prova. Faça sempre valer o seu direito de consumidor. Quero comprar algo usando o Mercado Livre. É seguro? Tomando os devidos cuidados, sim, é seguro. O Mercado Livre não é uma loja virtual, mas sim uma comunidade de vendedores e compradores. Um vendedor no ML pode ser uma pessoa física ou jurídica. Comprar através do ML exige cuidado, paciência e uma boa dose de sorte, pois existe um risco maior de você ser lesado. Mas com as seguintes dicas, o risco de você ter algum problema ao comprar no ML fica bastante reduzido: 1. Antes de efetuar a compra, verifique a qualificação do vendedor. Se a porcentagem de qualificação negativa for muito grande, o risco de você ter algum problema na negociação é alto; 2. Verifique também os comentários positivos e negativos feitos sobre este vendedor; 3. Dê preferência a vendedores que aceitam pagamento através de Mercado Pago ou Sedex a Cobrar, mesmo que você não faça o pagamento através destes métodos, indica que o vendedor possui uma boa qualificação e isso aumenta a garantia de que o produto será entregue; 4. Existem muitos vendedores ainda sem qualificação no ML, isso não significa que eles sejam desonestos, mas sim que são novos vendedores. Se você quiser dar um voto de confiança a eles, procure comprar produtos de menor valor, como um pendrive, por exemplo. Não caia na besteira de já sair comprando um Notebook de R$ 3.500,00, pois você pode quebrar a cara. Conclusão Não tenha medo de fazer compras pela internet, aproveite os benefícios e o conforto oferecidos por este sistema de compras. Uma grande vantagem de se fazer compras pela internet, além da praticidade, é o fato de que muitos produtos possuem um preço menor do que os vendidos nas lojas físicas, isso porque o custo para manter uma loja física é muito maior. Fique sempre atento, pesquise bastante antes de comprar qualquer coisa e faça um excelente negócio.
  55. 55. Ganhando mais com anúncios BuscaPé por Lester Gomes Gu URL: http://olhardofuturodigital.blogspot.com Quem e que possui um blog e não gostaria de torna-lo rentável do fim do mês? Existem vários programas afiliados que lhe possibilitam ganhar um trocado se for bem implementado no seu blog como o Google Adsense, HotWords, BuscaPé, UOL Afiliados, dentre vários outros existentes. Na web possuem sites especializados que possuem ferramentas que lhe ajudam a obter uma vitrine personalizadas e sempre atualizadas de acordo com as tags escolhidas para chamar maior atenção dos seus leitores. Como a maioria das internautas já tem medo de comprar na internet vê esse tipo de anuncioe não dão muita credibilidade pensando que e algo malicioso e não visita, conseqüentemente não gera renda, e os poucos clicks gerados você irá ter que dividir com com a prestadora dos serviços da vitrine, como forma de pagamento do serviço, ou seja, você acaba ganhando menos. A melhor opção para esta situação no meu ponto de vista e ficar com os anúncios gerados pelo programa de afiliados BuscaPé, pois em geral estão sendo bem mais eficientes hoje e lhe geram uma renda maior *Dica: não fique colocando muitos anúncios no seu blog, coloque no máximo três tipos de programas afiliados e bem distribuídos, para que seu blog não perca o foco, que é o de transmitir conhecimento e não o de publicidade, que aumentando a poluição visual do blog que não é legal :-) Agora leia o Livro 4

×