SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
DEFEITOS DO NEGOCIO JURÍDICO – CLASSIFICAÇÃO<br />VICIOS DE CONSENTIMENTOSCONCEITOS/ ESPÉCIES / ELEMENTOSDOLOCONCEITO:- É a intenção de prejudicar alguém;- Dolus malus: provocado por terceiro;- Dolus Bonus: Artifício sem finalidade de prejudicar;Espécies de Dolo:Quanto a Extensão dos seus efeitos:Essencial: Art. 145,CC-principal;Acidental: Art.146,CC-Ñ é causa determinante de vínculo-perdas e danos.Quanto à atuação do agente:Positivo: o agente tem ação comissiva;Negativo: art.147,cc : omissão,o agente se abstem-omissão dolosa.Dolo de Terceiro: Art.148,CC;Dolo de Representante de uma das partes:Art.149,CC – Conhecido como dolo dos limites da responsabilidade;Dolo Recíproco/Bilateral/Compensatório – Art.150,CC- O judiciário repudia e determina que as partes assuma os prejuízos.Dolo com Dolo: se compensamOBS: Essencial- Anula        /////   Acidental – Perdas e danosERROCONCEITO:- Falsa percepção da realidade ou completo desconhecimento. Se tivesse o conhecimento não teria realizado o NJ.Erro: Estado de espírito positivo (falsa percepção);Ignorância: estado de espírito negativo( completo desconhecimento).Doutrina classificatória: será ANULAVEL somente se for:Essencial(substancial) ≠Acidental – art. 138,CC;Escusável: erro desculpável, justificado;                                    +Real: gerar um prejuízoEspécies de Erro: Art. 139,CCError in negotio – 139,I,CC       /  Erro de fatoEx.: doação X comodato Locação X comodatoError in Corpore – Art. 139,I, CC    / Erro de fato concretoEx.: errar no objeto principal, incide na identidade do bem.Error in Substantia – Art. 139,I ,CCEx.; erro  na  qualidade do objeto.Error in Persona – Art. 139,II, CCerro de Incide sobre a identidade ou sobre a qualidade da pessoa.  direito               Error Juris – Art. 139,III, CC                                                                      (norma)O erro de direito. Sobre o desconhecimento da normaPrincípio da Conservação:Art.142,CC- Acidental, sanável;Art. 144,CC- Convalescimento do erro;Art. 143,CC- RetificaçãoFalso motivo: Art. 140,CC : só vicia a vontade, quando expresso;Transmissão errônea da vontade: Art. 141,CCPessoa interposta (mensageiro) – Núncio;Instrumento / meio / fax / e-mail.COAÇÃOCONCEITO:- Ameaça / Violência/ Pressão injusta. É o mesmo que forçar alguém a fazer ou deixar de fazer algo. – FORÇAR+AMEAÇAR+INTIMIDAR+IMINENTEEspécies de Coação:Física(vis absoluta): Não deixa possibilidade de reação da vitima.Moral(vis compulsiva): Exerce um temor sobre a vítima/viciando a vontade manifestada no NJ;Requisitos da Coação:Violência psicológica / Declaração de vontade viciada / Receio sério e fundado de grave dano à pessoa, família ou aos bens do paciente;Causas excludentes da Coação:Ameaça de exercício regular de direito;Ameaça de um mal impossível.ex.: terremoto;Iminente;Ameaça recai sobre o próprio agente;Coação exercida por terceiro.ESTADO DE PERIGOCONCEITO:- Situação de extrema necessidade que conduz uma pessoa a celebrar o NJ,assume obrigação desproporcional e excessiva conhecida pela outra parte.Elementos do Estado de Perigo:Situação de necessidade: tem a necessidade de salvar;Iminência de dano atual(físico/moral) e grave(concreto);Nexo de causalidade entre a declaração e o perigo de grave dano;Conhecimento do perigo pela outra parte;Assunção de obrigação excessivamente onerosa.Efeitos do Estado de Perigo:ANULADO: perigo+conhecimento+obrigação onerosa;Teoria de enriquecimento sem causa;Boa fé – risco – equilíbrio: há uma ponderação, acordo sobre a declaração.LESÃOCONCEITO:- É uma deformação da manifestação de vontade, por fatores pessoais do agente. Se vincula numa obrigação excessivamente onerosa,(desproporcional) por inexperiência ou necessidade.Ofensa patrimonial: diminuição do patrimônio, abuso do poder econômico.Elementos da Lesão:Objetivo ou Material: Prestações excessivas;Subjetivo ou Imaterial: Premente/urgente necessidade inexperiência.OBS: A lesão se dá em contratos comutativos≠aleatórios, aqueles que as prestações e contra-prestações são conhecidas por ambas as partes. Verificar o momento e o tempo.Efeitos da Lesão:ANULADO: Se desfaz da obrigação que vinculou.Princípio da Conservação: As partes estipulam o que é justo, dão validade, algo que estava lesado. Conserva-se o NJ.INFORMAÇÕES IMPORTANTESDEFEITOS DO NEGÓCIO JURÍDICO: DECEL + FRAUDE CONTRA CREDORES = GERA ANULAÇÃO DO NEGÓCIO JURÍDICOVICIOS DE CONSENTIMENTOS: DECEL ( Dolo, Erro, Coação, Estado de Perigo, Lesão)VICIOS SOCIAL : SIMULAÇÃO E FRAUDE CONTRA CREDORESVICIOS SOCIAISCONCEITOS/ ESPÉCIES / ELEMENTOSSIMULAÇÃOCONCEITO:-Não é um defeito do NJ, é um Vício Social. Celebra-se um Negócio Jurídico ou pelo menos aparenta ser normal, mas pretende atingir outros efeitos jurídicos.APARENTE/SIMULAM/DISTORCEM para enganar terceiros ou fraudar a lei.Características:É em regra, negócio jurídico bilateral: Sempre vão ter duas partes juntas para enganar alguém ou fraudar a lei.É sempre acordada com a outra parte ou com as pessoas a quem ela destina;É um declaração desconforme com a intenção;É realizada com intuito de enganar terceiro ou fraudar a lei.Espécies de Simulação:Absoluta: As partes não realizam N.J. algum, fingem, destorcem, aparentam a situação do N.J. buscando outros efeitos jurídicos intencional;Relativa: As partes de fato Celebram o N.J., só que nesse N.J. eles tem a intenção de prejudicar um terceiro ou fraudar a lei;Efeitos da Simulação:Quando ocorre a simulação o N.J. é NULO. Na essência NULO-ABSOLUTA;Relativa Simulada: Pode ser valida, se as partes quiserem o objetivo de enganar terceiro ou fraudar a lei.OBS.: Agora no nosso código não tem mais simulação PRETENDIDA ou INOCENTE, tudo é SIMULAÇÃO.FRAUDE CONTRA CREDORESCONCEITO:- É todo ato suscetível de diminuir ou onerar seu patrimônio praticado por devedor insolvente, ou a beira de insolvência com a intenção de prejudicar credor preexistente pela sua redução patrimonial.Elementos constitutivos:Objeto(Eventus domini) : Insolvente;Subjetivo(Consilium fraudes): Conluio fraudulento – Má fé.Hipóteses Legais:Atos de transmissão gratuita de bens ou remissão de dívida – art.158,CC.Só precisa mostrar o eventus domini. O estado da insolvência é objetivo.Credor Quirográfario: Título ou documento escrito que demonstre ser credor de alguém, tem a garantia do patrimônio geral do devedor.-Credor sem garantia.Credor Privilegiado: Tem algumas garantias especiais do patrimônio específico do devedor.Atos de transmissão onerosa. -Art.159,CC: Notório.Quando o devedor já tem títulos protestados ou  quando o réu em ação de cobrança. É preciso demonstrar os elementos objetivo e subjetivo.Pagamento antecipado da dívida: Concurso de credores/ é preciso demonstrar somente o eventus domini ( elemento objetivo);Concessão Fraudulenta de Garantias: art. 163,CC: O devedor concede garantia a um dos credores( concurso de credores) – Demonstrar só eventus domini.Ação Pauliana ou Revocatória: O credor que entra para garantir o patrimônio do devedor. ( anular o N.J.).Legitimidade ativa:. Credores quirografários – pré  existentes. - art.158,CC;. Só os credores que já eram ao tempo da alienação fraudulenta. Art.158,§§1ºe2ºLegitimidade passiva:.Devedor Insolvente. Pessoa que celebrou o ato e o terceiro que haja atuando de má fé.Fraude não ultima: art.160,CC: Não teve a fraude concluída até o final;Validade dos negócios ordinários celebrados de boa fé pelo devedor. Art.164,CC.<br />
Quadro explicativo defeitos do n j
Quadro explicativo defeitos do n j

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Foca no-resumo-coisa-julgada-ncpc
Foca no-resumo-coisa-julgada-ncpcFoca no-resumo-coisa-julgada-ncpc
Foca no-resumo-coisa-julgada-ncpcEsdrasArthurPessoa
 
Rosana Júlia Binda - Responsabilidade Civil
Rosana Júlia Binda - Responsabilidade CivilRosana Júlia Binda - Responsabilidade Civil
Rosana Júlia Binda - Responsabilidade CivilJordano Santos Cerqueira
 
Uma polêmica sobre a teoria geral do processo
Uma polêmica sobre a teoria geral do processoUma polêmica sobre a teoria geral do processo
Uma polêmica sobre a teoria geral do processoVinicius B. da Silva
 
Teoria geral das obrigações parte 1
Teoria geral das obrigações   parte 1Teoria geral das obrigações   parte 1
Teoria geral das obrigações parte 1Pitágoras
 
Capítulo 1 origem e fundamento do direito das sucessóes
Capítulo 1   origem e fundamento do direito das sucessóesCapítulo 1   origem e fundamento do direito das sucessóes
Capítulo 1 origem e fundamento do direito das sucessóesDimensson Costa Santos
 
Direito civil-i-parte-geral (1)
Direito civil-i-parte-geral (1)Direito civil-i-parte-geral (1)
Direito civil-i-parte-geral (1)Alzira Dias
 
Direito Civil (Obrigações) - Adimplemento e Extinção das Obrigaçõe
Direito Civil (Obrigações) - Adimplemento e Extinção das ObrigaçõeDireito Civil (Obrigações) - Adimplemento e Extinção das Obrigaçõe
Direito Civil (Obrigações) - Adimplemento e Extinção das ObrigaçõeDayane Barros
 
Foca no resumo competencia - ncpc
Foca no resumo   competencia - ncpcFoca no resumo   competencia - ncpc
Foca no resumo competencia - ncpcEsdrasArthurPessoa
 
Donaciones por causa de muerte
Donaciones por causa de muerteDonaciones por causa de muerte
Donaciones por causa de muertefatimaregalado
 
Aula 12 direito penal i - o nexo de causalidade, resultado e tipicidade
Aula 12  direito penal i -  o nexo de causalidade, resultado e tipicidadeAula 12  direito penal i -  o nexo de causalidade, resultado e tipicidade
Aula 12 direito penal i - o nexo de causalidade, resultado e tipicidadeUrbano Felix Pugliese
 
Direito processual civil aula 1
Direito processual civil   aula 1Direito processual civil   aula 1
Direito processual civil aula 1Fabiano Manquevich
 
Direito Civil - Sucessões - Unidade V - Inventário e Partilha (cont.)
Direito Civil - Sucessões - Unidade V -  Inventário e Partilha (cont.)Direito Civil - Sucessões - Unidade V -  Inventário e Partilha (cont.)
Direito Civil - Sucessões - Unidade V - Inventário e Partilha (cont.)Jordano Santos Cerqueira
 
2012 1semana8fatojurdicoatualizado-120416080805-phpapp02
2012 1semana8fatojurdicoatualizado-120416080805-phpapp022012 1semana8fatojurdicoatualizado-120416080805-phpapp02
2012 1semana8fatojurdicoatualizado-120416080805-phpapp02Alzira Dias
 
Classificação dos contratos - CIVIL 3
Classificação dos contratos  - CIVIL 3Classificação dos contratos  - CIVIL 3
Classificação dos contratos - CIVIL 3tuliomedeiross
 
Direito penal i lei penal no espaço
Direito penal i   lei penal no espaçoDireito penal i   lei penal no espaço
Direito penal i lei penal no espaçoUrbano Felix Pugliese
 
La hipoteca (Derecho Civil
La hipoteca (Derecho CivilLa hipoteca (Derecho Civil
La hipoteca (Derecho Civilugmaderecho
 

Mais procurados (20)

Aula 12
Aula 12Aula 12
Aula 12
 
Recursos Proc Civl
Recursos Proc CivlRecursos Proc Civl
Recursos Proc Civl
 
Foca no-resumo-coisa-julgada-ncpc
Foca no-resumo-coisa-julgada-ncpcFoca no-resumo-coisa-julgada-ncpc
Foca no-resumo-coisa-julgada-ncpc
 
Rosana Júlia Binda - Responsabilidade Civil
Rosana Júlia Binda - Responsabilidade CivilRosana Júlia Binda - Responsabilidade Civil
Rosana Júlia Binda - Responsabilidade Civil
 
Uma polêmica sobre a teoria geral do processo
Uma polêmica sobre a teoria geral do processoUma polêmica sobre a teoria geral do processo
Uma polêmica sobre a teoria geral do processo
 
Teoria geral das obrigações parte 1
Teoria geral das obrigações   parte 1Teoria geral das obrigações   parte 1
Teoria geral das obrigações parte 1
 
Capítulo 1 origem e fundamento do direito das sucessóes
Capítulo 1   origem e fundamento do direito das sucessóesCapítulo 1   origem e fundamento do direito das sucessóes
Capítulo 1 origem e fundamento do direito das sucessóes
 
Direito civil-i-parte-geral (1)
Direito civil-i-parte-geral (1)Direito civil-i-parte-geral (1)
Direito civil-i-parte-geral (1)
 
Direito Civil (Obrigações) - Adimplemento e Extinção das Obrigaçõe
Direito Civil (Obrigações) - Adimplemento e Extinção das ObrigaçõeDireito Civil (Obrigações) - Adimplemento e Extinção das Obrigaçõe
Direito Civil (Obrigações) - Adimplemento e Extinção das Obrigaçõe
 
Foca no resumo competencia - ncpc
Foca no resumo   competencia - ncpcFoca no resumo   competencia - ncpc
Foca no resumo competencia - ncpc
 
Antijuridicidad
AntijuridicidadAntijuridicidad
Antijuridicidad
 
Donaciones por causa de muerte
Donaciones por causa de muerteDonaciones por causa de muerte
Donaciones por causa de muerte
 
Aula 12 direito penal i - o nexo de causalidade, resultado e tipicidade
Aula 12  direito penal i -  o nexo de causalidade, resultado e tipicidadeAula 12  direito penal i -  o nexo de causalidade, resultado e tipicidade
Aula 12 direito penal i - o nexo de causalidade, resultado e tipicidade
 
Direito processual civil aula 1
Direito processual civil   aula 1Direito processual civil   aula 1
Direito processual civil aula 1
 
Direito Civil - Sucessões - Unidade V - Inventário e Partilha (cont.)
Direito Civil - Sucessões - Unidade V -  Inventário e Partilha (cont.)Direito Civil - Sucessões - Unidade V -  Inventário e Partilha (cont.)
Direito Civil - Sucessões - Unidade V - Inventário e Partilha (cont.)
 
2012 1semana8fatojurdicoatualizado-120416080805-phpapp02
2012 1semana8fatojurdicoatualizado-120416080805-phpapp022012 1semana8fatojurdicoatualizado-120416080805-phpapp02
2012 1semana8fatojurdicoatualizado-120416080805-phpapp02
 
Classificação dos contratos - CIVIL 3
Classificação dos contratos  - CIVIL 3Classificação dos contratos  - CIVIL 3
Classificação dos contratos - CIVIL 3
 
Direito civil 4
Direito civil 4Direito civil 4
Direito civil 4
 
Direito penal i lei penal no espaço
Direito penal i   lei penal no espaçoDireito penal i   lei penal no espaço
Direito penal i lei penal no espaço
 
La hipoteca (Derecho Civil
La hipoteca (Derecho CivilLa hipoteca (Derecho Civil
La hipoteca (Derecho Civil
 

Destaque

2012.1 semana 10 defeitos do negócio jurídico i
2012.1 semana 10  defeitos do negócio jurídico i2012.1 semana 10  defeitos do negócio jurídico i
2012.1 semana 10 defeitos do negócio jurídico ijacsf_direito
 
Eae 68 - vícios e defeitos - roteiro da aula
Eae   68 - vícios e defeitos - roteiro da aulaEae   68 - vícios e defeitos - roteiro da aula
Eae 68 - vícios e defeitos - roteiro da aulaNorberto Scavone Augusto
 
108606969 mapas-mentais-direito-civil
108606969 mapas-mentais-direito-civil108606969 mapas-mentais-direito-civil
108606969 mapas-mentais-direito-civilmarinhokel
 
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNTModelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNTRosineia Oliveira dos Santos
 

Destaque (6)

Cuadro sinoptico
Cuadro sinopticoCuadro sinoptico
Cuadro sinoptico
 
2012.1 semana 10 defeitos do negócio jurídico i
2012.1 semana 10  defeitos do negócio jurídico i2012.1 semana 10  defeitos do negócio jurídico i
2012.1 semana 10 defeitos do negócio jurídico i
 
Eae 68 - vícios e defeitos - roteiro da aula
Eae   68 - vícios e defeitos - roteiro da aulaEae   68 - vícios e defeitos - roteiro da aula
Eae 68 - vícios e defeitos - roteiro da aula
 
Quadro sinótico
Quadro sinóticoQuadro sinótico
Quadro sinótico
 
108606969 mapas-mentais-direito-civil
108606969 mapas-mentais-direito-civil108606969 mapas-mentais-direito-civil
108606969 mapas-mentais-direito-civil
 
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNTModelo de artigo científico básico - com normas ABNT
Modelo de artigo científico básico - com normas ABNT
 

Semelhante a Quadro explicativo defeitos do n j

Teoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios Jurídicos
Teoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios JurídicosTeoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios Jurídicos
Teoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios JurídicosDayane Barros
 
2012.1 semana 11_-_defeitos_do_neg_cio_jur_dico_ii
2012.1 semana 11_-_defeitos_do_neg_cio_jur_dico_ii2012.1 semana 11_-_defeitos_do_neg_cio_jur_dico_ii
2012.1 semana 11_-_defeitos_do_neg_cio_jur_dico_iijacsf_direito
 
2012.1 semana 11 defeitos do negócio jurídico ii
2012.1 semana 11   defeitos do negócio jurídico  ii2012.1 semana 11   defeitos do negócio jurídico  ii
2012.1 semana 11 defeitos do negócio jurídico iijacsf_direito
 
Teoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios Jurídicos
Teoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios JurídicosTeoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios Jurídicos
Teoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios JurídicosDayane Barros
 
Direito penal iii estelionato e outras fraudes
Direito penal iii   estelionato e outras fraudesDireito penal iii   estelionato e outras fraudes
Direito penal iii estelionato e outras fraudesUrbano Felix Pugliese
 
Invalidade do negócio jurídico
Invalidade do negócio jurídicoInvalidade do negócio jurídico
Invalidade do negócio jurídicovolemar
 
Aato fato, negocio juridico
Aato fato, negocio juridicoAato fato, negocio juridico
Aato fato, negocio juridicoAlzira Dias
 
Defeitos do Negócio Jurídico - Erro ou Ignorância
Defeitos do Negócio Jurídico - Erro ou IgnorânciaDefeitos do Negócio Jurídico - Erro ou Ignorância
Defeitos do Negócio Jurídico - Erro ou IgnorânciaVanessa Silva
 
Aula.revisão.rc
Aula.revisão.rcAula.revisão.rc
Aula.revisão.rcDenis Luiz
 
Estelionato, receptação e imunidades
Estelionato, receptação e imunidadesEstelionato, receptação e imunidades
Estelionato, receptação e imunidadescrisdupret
 
Dos crimes contra a honra
Dos crimes contra a honraDos crimes contra a honra
Dos crimes contra a honraMarcoospauloo
 
01 Direito empresarial Falencias LFG Alexandre Gialluca
01 Direito empresarial Falencias  LFG Alexandre Gialluca01 Direito empresarial Falencias  LFG Alexandre Gialluca
01 Direito empresarial Falencias LFG Alexandre GiallucaPaulist Pessoa Batuta
 
Direito Empresarial Falencias LFG Alexandre Gialluca
Direito Empresarial  Falencias  LFG  Alexandre GiallucaDireito Empresarial  Falencias  LFG  Alexandre Gialluca
Direito Empresarial Falencias LFG Alexandre GiallucaEsdras Arthur Lopes Pessoa
 
Dir civil uni_2011_responsab_1
Dir civil uni_2011_responsab_1Dir civil uni_2011_responsab_1
Dir civil uni_2011_responsab_1Deivid canto
 
Noções Introdutórias de Responsabilidade Civil
Noções Introdutórias de Responsabilidade CivilNoções Introdutórias de Responsabilidade Civil
Noções Introdutórias de Responsabilidade CivilJunior Ozono
 
Apostila Conhecimentos Bancários
Apostila Conhecimentos BancáriosApostila Conhecimentos Bancários
Apostila Conhecimentos BancáriosAfnj
 

Semelhante a Quadro explicativo defeitos do n j (20)

Teoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios Jurídicos
Teoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios JurídicosTeoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios Jurídicos
Teoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios Jurídicos
 
2012.1 semana 11_-_defeitos_do_neg_cio_jur_dico_ii
2012.1 semana 11_-_defeitos_do_neg_cio_jur_dico_ii2012.1 semana 11_-_defeitos_do_neg_cio_jur_dico_ii
2012.1 semana 11_-_defeitos_do_neg_cio_jur_dico_ii
 
2012.1 semana 11 defeitos do negócio jurídico ii
2012.1 semana 11   defeitos do negócio jurídico  ii2012.1 semana 11   defeitos do negócio jurídico  ii
2012.1 semana 11 defeitos do negócio jurídico ii
 
Fraudes contra credores
Fraudes contra credoresFraudes contra credores
Fraudes contra credores
 
Teoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios Jurídicos
Teoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios JurídicosTeoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios Jurídicos
Teoria Geral do Direito Civil - Defeitos dos Negócios Jurídicos
 
Direito penal iii estelionato e outras fraudes
Direito penal iii   estelionato e outras fraudesDireito penal iii   estelionato e outras fraudes
Direito penal iii estelionato e outras fraudes
 
Invalidade do negócio jurídico
Invalidade do negócio jurídicoInvalidade do negócio jurídico
Invalidade do negócio jurídico
 
Aato fato, negocio juridico
Aato fato, negocio juridicoAato fato, negocio juridico
Aato fato, negocio juridico
 
Defeitos do Negócio Jurídico - Erro ou Ignorância
Defeitos do Negócio Jurídico - Erro ou IgnorânciaDefeitos do Negócio Jurídico - Erro ou Ignorância
Defeitos do Negócio Jurídico - Erro ou Ignorância
 
Aula.revisão.rc
Aula.revisão.rcAula.revisão.rc
Aula.revisão.rc
 
Elementos acidentais pdf jnlf
Elementos acidentais pdf jnlfElementos acidentais pdf jnlf
Elementos acidentais pdf jnlf
 
Negocio juridico
Negocio juridicoNegocio juridico
Negocio juridico
 
Estelionato, receptação e imunidades
Estelionato, receptação e imunidadesEstelionato, receptação e imunidades
Estelionato, receptação e imunidades
 
Dos crimes contra a honra
Dos crimes contra a honraDos crimes contra a honra
Dos crimes contra a honra
 
Estado de necessidade
Estado de necessidadeEstado de necessidade
Estado de necessidade
 
01 Direito empresarial Falencias LFG Alexandre Gialluca
01 Direito empresarial Falencias  LFG Alexandre Gialluca01 Direito empresarial Falencias  LFG Alexandre Gialluca
01 Direito empresarial Falencias LFG Alexandre Gialluca
 
Direito Empresarial Falencias LFG Alexandre Gialluca
Direito Empresarial  Falencias  LFG  Alexandre GiallucaDireito Empresarial  Falencias  LFG  Alexandre Gialluca
Direito Empresarial Falencias LFG Alexandre Gialluca
 
Dir civil uni_2011_responsab_1
Dir civil uni_2011_responsab_1Dir civil uni_2011_responsab_1
Dir civil uni_2011_responsab_1
 
Noções Introdutórias de Responsabilidade Civil
Noções Introdutórias de Responsabilidade CivilNoções Introdutórias de Responsabilidade Civil
Noções Introdutórias de Responsabilidade Civil
 
Apostila Conhecimentos Bancários
Apostila Conhecimentos BancáriosApostila Conhecimentos Bancários
Apostila Conhecimentos Bancários
 

Mais de volemar

Temas para monografia
Temas para monografiaTemas para monografia
Temas para monografiavolemar
 
Monografia (salvo automaticamente)
Monografia (salvo automaticamente)Monografia (salvo automaticamente)
Monografia (salvo automaticamente)volemar
 
Monografia (salvo automaticamente)
Monografia (salvo automaticamente)Monografia (salvo automaticamente)
Monografia (salvo automaticamente)volemar
 
Mario quintana
Mario quintanaMario quintana
Mario quintanavolemar
 
Hans kelsen
Hans kelsenHans kelsen
Hans kelsenvolemar
 
10 direito empresarial - completo
10   direito empresarial - completo10   direito empresarial - completo
10 direito empresarial - completovolemar
 
8 direito do trabalho
8   direito do trabalho8   direito do trabalho
8 direito do trabalhovolemar
 
1 estatuto e etica oab
1  estatuto e etica oab1  estatuto e etica oab
1 estatuto e etica oabvolemar
 
Direito penal i parte geral
Direito penal i   parte geralDireito penal i   parte geral
Direito penal i parte geralvolemar
 
Interpretação constituicional
Interpretação constituicionalInterpretação constituicional
Interpretação constituicionalvolemar
 
Ciências políticas pensadores
Ciências políticas   pensadoresCiências políticas   pensadores
Ciências políticas pensadoresvolemar
 
Ciências políticas pensadores
Ciências políticas   pensadoresCiências políticas   pensadores
Ciências políticas pensadoresvolemar
 
Direito penal ii teoria geral da pena
Direito penal ii teoria geral da penaDireito penal ii teoria geral da pena
Direito penal ii teoria geral da penavolemar
 
Prescrição e decadência
Prescrição e decadênciaPrescrição e decadência
Prescrição e decadênciavolemar
 
Educação de qualidade
Educação de qualidadeEducação de qualidade
Educação de qualidadevolemar
 
Resenha como fazer
Resenha como fazerResenha como fazer
Resenha como fazervolemar
 
Valores família
Valores  famíliaValores  família
Valores famíliavolemar
 
Apresentação eudcação e mobilidade social
Apresentação eudcação e mobilidade socialApresentação eudcação e mobilidade social
Apresentação eudcação e mobilidade socialvolemar
 

Mais de volemar (20)

Temas para monografia
Temas para monografiaTemas para monografia
Temas para monografia
 
Monografia (salvo automaticamente)
Monografia (salvo automaticamente)Monografia (salvo automaticamente)
Monografia (salvo automaticamente)
 
Monografia (salvo automaticamente)
Monografia (salvo automaticamente)Monografia (salvo automaticamente)
Monografia (salvo automaticamente)
 
Mario quintana
Mario quintanaMario quintana
Mario quintana
 
Hans kelsen
Hans kelsenHans kelsen
Hans kelsen
 
10 direito empresarial - completo
10   direito empresarial - completo10   direito empresarial - completo
10 direito empresarial - completo
 
9 cdc
9   cdc9   cdc
9 cdc
 
8 direito do trabalho
8   direito do trabalho8   direito do trabalho
8 direito do trabalho
 
1 estatuto e etica oab
1  estatuto e etica oab1  estatuto e etica oab
1 estatuto e etica oab
 
Direito penal i parte geral
Direito penal i   parte geralDireito penal i   parte geral
Direito penal i parte geral
 
Interpretação constituicional
Interpretação constituicionalInterpretação constituicional
Interpretação constituicional
 
Ciências políticas pensadores
Ciências políticas   pensadoresCiências políticas   pensadores
Ciências políticas pensadores
 
Ciências políticas pensadores
Ciências políticas   pensadoresCiências políticas   pensadores
Ciências políticas pensadores
 
Sursis
SursisSursis
Sursis
 
Direito penal ii teoria geral da pena
Direito penal ii teoria geral da penaDireito penal ii teoria geral da pena
Direito penal ii teoria geral da pena
 
Prescrição e decadência
Prescrição e decadênciaPrescrição e decadência
Prescrição e decadência
 
Educação de qualidade
Educação de qualidadeEducação de qualidade
Educação de qualidade
 
Resenha como fazer
Resenha como fazerResenha como fazer
Resenha como fazer
 
Valores família
Valores  famíliaValores  família
Valores família
 
Apresentação eudcação e mobilidade social
Apresentação eudcação e mobilidade socialApresentação eudcação e mobilidade social
Apresentação eudcação e mobilidade social
 

Último

Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 

Último (20)

Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 

Quadro explicativo defeitos do n j

  • 1. DEFEITOS DO NEGOCIO JURÍDICO – CLASSIFICAÇÃO<br />VICIOS DE CONSENTIMENTOSCONCEITOS/ ESPÉCIES / ELEMENTOSDOLOCONCEITO:- É a intenção de prejudicar alguém;- Dolus malus: provocado por terceiro;- Dolus Bonus: Artifício sem finalidade de prejudicar;Espécies de Dolo:Quanto a Extensão dos seus efeitos:Essencial: Art. 145,CC-principal;Acidental: Art.146,CC-Ñ é causa determinante de vínculo-perdas e danos.Quanto à atuação do agente:Positivo: o agente tem ação comissiva;Negativo: art.147,cc : omissão,o agente se abstem-omissão dolosa.Dolo de Terceiro: Art.148,CC;Dolo de Representante de uma das partes:Art.149,CC – Conhecido como dolo dos limites da responsabilidade;Dolo Recíproco/Bilateral/Compensatório – Art.150,CC- O judiciário repudia e determina que as partes assuma os prejuízos.Dolo com Dolo: se compensamOBS: Essencial- Anula ///// Acidental – Perdas e danosERROCONCEITO:- Falsa percepção da realidade ou completo desconhecimento. Se tivesse o conhecimento não teria realizado o NJ.Erro: Estado de espírito positivo (falsa percepção);Ignorância: estado de espírito negativo( completo desconhecimento).Doutrina classificatória: será ANULAVEL somente se for:Essencial(substancial) ≠Acidental – art. 138,CC;Escusável: erro desculpável, justificado; +Real: gerar um prejuízoEspécies de Erro: Art. 139,CCError in negotio – 139,I,CC / Erro de fatoEx.: doação X comodato Locação X comodatoError in Corpore – Art. 139,I, CC / Erro de fato concretoEx.: errar no objeto principal, incide na identidade do bem.Error in Substantia – Art. 139,I ,CCEx.; erro na qualidade do objeto.Error in Persona – Art. 139,II, CCerro de Incide sobre a identidade ou sobre a qualidade da pessoa. direito Error Juris – Art. 139,III, CC (norma)O erro de direito. Sobre o desconhecimento da normaPrincípio da Conservação:Art.142,CC- Acidental, sanável;Art. 144,CC- Convalescimento do erro;Art. 143,CC- RetificaçãoFalso motivo: Art. 140,CC : só vicia a vontade, quando expresso;Transmissão errônea da vontade: Art. 141,CCPessoa interposta (mensageiro) – Núncio;Instrumento / meio / fax / e-mail.COAÇÃOCONCEITO:- Ameaça / Violência/ Pressão injusta. É o mesmo que forçar alguém a fazer ou deixar de fazer algo. – FORÇAR+AMEAÇAR+INTIMIDAR+IMINENTEEspécies de Coação:Física(vis absoluta): Não deixa possibilidade de reação da vitima.Moral(vis compulsiva): Exerce um temor sobre a vítima/viciando a vontade manifestada no NJ;Requisitos da Coação:Violência psicológica / Declaração de vontade viciada / Receio sério e fundado de grave dano à pessoa, família ou aos bens do paciente;Causas excludentes da Coação:Ameaça de exercício regular de direito;Ameaça de um mal impossível.ex.: terremoto;Iminente;Ameaça recai sobre o próprio agente;Coação exercida por terceiro.ESTADO DE PERIGOCONCEITO:- Situação de extrema necessidade que conduz uma pessoa a celebrar o NJ,assume obrigação desproporcional e excessiva conhecida pela outra parte.Elementos do Estado de Perigo:Situação de necessidade: tem a necessidade de salvar;Iminência de dano atual(físico/moral) e grave(concreto);Nexo de causalidade entre a declaração e o perigo de grave dano;Conhecimento do perigo pela outra parte;Assunção de obrigação excessivamente onerosa.Efeitos do Estado de Perigo:ANULADO: perigo+conhecimento+obrigação onerosa;Teoria de enriquecimento sem causa;Boa fé – risco – equilíbrio: há uma ponderação, acordo sobre a declaração.LESÃOCONCEITO:- É uma deformação da manifestação de vontade, por fatores pessoais do agente. Se vincula numa obrigação excessivamente onerosa,(desproporcional) por inexperiência ou necessidade.Ofensa patrimonial: diminuição do patrimônio, abuso do poder econômico.Elementos da Lesão:Objetivo ou Material: Prestações excessivas;Subjetivo ou Imaterial: Premente/urgente necessidade inexperiência.OBS: A lesão se dá em contratos comutativos≠aleatórios, aqueles que as prestações e contra-prestações são conhecidas por ambas as partes. Verificar o momento e o tempo.Efeitos da Lesão:ANULADO: Se desfaz da obrigação que vinculou.Princípio da Conservação: As partes estipulam o que é justo, dão validade, algo que estava lesado. Conserva-se o NJ.INFORMAÇÕES IMPORTANTESDEFEITOS DO NEGÓCIO JURÍDICO: DECEL + FRAUDE CONTRA CREDORES = GERA ANULAÇÃO DO NEGÓCIO JURÍDICOVICIOS DE CONSENTIMENTOS: DECEL ( Dolo, Erro, Coação, Estado de Perigo, Lesão)VICIOS SOCIAL : SIMULAÇÃO E FRAUDE CONTRA CREDORESVICIOS SOCIAISCONCEITOS/ ESPÉCIES / ELEMENTOSSIMULAÇÃOCONCEITO:-Não é um defeito do NJ, é um Vício Social. Celebra-se um Negócio Jurídico ou pelo menos aparenta ser normal, mas pretende atingir outros efeitos jurídicos.APARENTE/SIMULAM/DISTORCEM para enganar terceiros ou fraudar a lei.Características:É em regra, negócio jurídico bilateral: Sempre vão ter duas partes juntas para enganar alguém ou fraudar a lei.É sempre acordada com a outra parte ou com as pessoas a quem ela destina;É um declaração desconforme com a intenção;É realizada com intuito de enganar terceiro ou fraudar a lei.Espécies de Simulação:Absoluta: As partes não realizam N.J. algum, fingem, destorcem, aparentam a situação do N.J. buscando outros efeitos jurídicos intencional;Relativa: As partes de fato Celebram o N.J., só que nesse N.J. eles tem a intenção de prejudicar um terceiro ou fraudar a lei;Efeitos da Simulação:Quando ocorre a simulação o N.J. é NULO. Na essência NULO-ABSOLUTA;Relativa Simulada: Pode ser valida, se as partes quiserem o objetivo de enganar terceiro ou fraudar a lei.OBS.: Agora no nosso código não tem mais simulação PRETENDIDA ou INOCENTE, tudo é SIMULAÇÃO.FRAUDE CONTRA CREDORESCONCEITO:- É todo ato suscetível de diminuir ou onerar seu patrimônio praticado por devedor insolvente, ou a beira de insolvência com a intenção de prejudicar credor preexistente pela sua redução patrimonial.Elementos constitutivos:Objeto(Eventus domini) : Insolvente;Subjetivo(Consilium fraudes): Conluio fraudulento – Má fé.Hipóteses Legais:Atos de transmissão gratuita de bens ou remissão de dívida – art.158,CC.Só precisa mostrar o eventus domini. O estado da insolvência é objetivo.Credor Quirográfario: Título ou documento escrito que demonstre ser credor de alguém, tem a garantia do patrimônio geral do devedor.-Credor sem garantia.Credor Privilegiado: Tem algumas garantias especiais do patrimônio específico do devedor.Atos de transmissão onerosa. -Art.159,CC: Notório.Quando o devedor já tem títulos protestados ou quando o réu em ação de cobrança. É preciso demonstrar os elementos objetivo e subjetivo.Pagamento antecipado da dívida: Concurso de credores/ é preciso demonstrar somente o eventus domini ( elemento objetivo);Concessão Fraudulenta de Garantias: art. 163,CC: O devedor concede garantia a um dos credores( concurso de credores) – Demonstrar só eventus domini.Ação Pauliana ou Revocatória: O credor que entra para garantir o patrimônio do devedor. ( anular o N.J.).Legitimidade ativa:. Credores quirografários – pré existentes. - art.158,CC;. Só os credores que já eram ao tempo da alienação fraudulenta. Art.158,§§1ºe2ºLegitimidade passiva:.Devedor Insolvente. Pessoa que celebrou o ato e o terceiro que haja atuando de má fé.Fraude não ultima: art.160,CC: Não teve a fraude concluída até o final;Validade dos negócios ordinários celebrados de boa fé pelo devedor. Art.164,CC.<br />