SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 36
Baixar para ler offline
CAPA
Presidente: Oscar Linhares Ferro
Superintendente: Celso Freitas
Gerente de Desenvolvimento Social: Deise Sartori
Equipe Técnica do Programa Preparação
para o Trabalho
Coordenadora: Claudia Barone
Orientadoras Pedagógicas: Daniela Nunes e Michelle
Caetano
Assistente do Programa Inserção: Jaqueline Bastos
Estagiária do Programa Inserção: Enny Silva
Jornalista Responsável: Marcio Sno (MTB: 52.888/SP)
Criação e Arte Final: Liga da Kriação
Assistente de Programas Sociais: Rubi Novaes
Conselho Editor: Íris Macias e Victor Souza
Educadores envolvidos: Ana Paula Moreira, Ana
Paula Paixão de Amorim, Andréa Áurea de Souza Cruz,
Cledson Jesus do Carmo, Eliane Célia da Silva Colvara,
Emilene Gutierrez de Campos, Flavio Motta, Janice
Quinqueto, Luciana Cunha de Figueiredo, Marcela
Cardoso de Carvalho, Marcelo Coelho Lira, Maria Lúcia
Tomé Branco, Mariana Gonçalves Rodrigues, Marta
Cardoso de Carvalho, Rafael Rix Geronimo, Ricardo
Kazuhide Tanikawa, Rosana Ribeiro da Silva e
Sandra da Silva Peixoto
Organizações Sociais PPT 2012 / 2013
» Associação Cidadania Ativa do Jd. Macedônia - ACAM
» Comunidade Missionária de Villarégia - Santa Júlia
» Movimento Renovador Paulo VI Lar Irmã Inês
» Centro Popular de Defesa dos Direitos Humanos
Frei Tito de Alencar Lima - Cidade Julia
» Associação à Criança, ao Adolescente e Jovem do
Icaraí - ACAJI
» Centro Social São José
» Associação dos Moradores da Vila Arco Íris - AMAI
Sede Social: Rua Amacás, 243 - Jd. Leônidas Moreira
CEP 05792-030 - São Paulo/SP Tel: 11 5843 2900
www.acomunitaria.org.br
N
o Jovem F5 primamos
pelo direito à comunicação.
Ele é o espaço onde todos
os jovens do Projeto Preparação
Para o Trabalho (PPT) da Ação
Comunitária têm a oportunidade
de escrever, dizer o que pensam, em que
acreditam, destacar o que acham importante e mostrar
suas atuações e interferências na comunidade.
Fazendo isso, os jovens que trabalharam para que esta
edição do F5 se tornasse realidade, se comprometeram
em desenvolver a proatividade, criticidade, capacidade
de argumentação e de relacionamento intra e interpessoal
durante a realização das atividades propostas.
Durante o processo de construção do F5 neste semestre,
alguns valores emergiram nessa galera que trabalha junto e
misturada, tais como a cooperação, solidariedade, o respeito
e a tolerância.
Um exemplo foi a “Balada Sem Álcool”, que aconteceu em
algumas organizações parceiras e que se refletiu nessa edição
por meio de temáticas como conscientização sobre o consumo
responsável de álcool e cultura e lazer na comunidade.
Esperamos que você aprecie a formação e o conhecimento
que os jovens apresentam!
Ano 4 | Edição 7 | Janeiro 2013
Expediente
Agradecimentos
A Ação Comunitária gostaria de agradecer aos parceiros que
colaboraram das mais diversas formas:
• Ambev
• Banco Espírito Santo
• Bic
• Bradesco
• Centro de Serviços
Frango Assado Sudoeste
• Comissária Aérea
Brasília Ltda
• Dextron Management
Consulting
• Itaú
• Liki Restaurantes Ltda
• Machado Meyer
• Promon
• PWC
• Rao Restaurante
• Rohr
• Ultragaz
de escrever, dizer o que pensam, em que
A elaboração do Jornal Jovem F5 é um processo
de descoberta desenvolvido em grupo pelos
jovens do PPT e resultado da parceria entre a
Ação Comunitária e o FUMCAD (Fundo Municipal
da Criança e do Adolescente).
A publicação tem como objetivo apoiar o trabalho
com os jovens, fomentando a formação de pessoas mais
críticas e autônomas ao analisarem a realidade que os cerca.
O processo se inicia com os educadores, que apresentam a proposta
do F5 aos jovens, explicando o porquê de cada caderno. Então, estes
se organizam em grupos e, durante o projeto, identificam assuntos que
interessam em explorar, registrando suas opiniões e pontos de vistas por
meio de diversas formas (debates, fotografias, entrevistas, textos opinativos etc).
Ostextossãoproduzidosduranteosemestreapartirdasatividadespropostas.Destaforma,todaexperiênciapodevirarmatéria!
Nas organizações parceiras da Ação Comunitária, os educadores sugerem temas motivadores de debates como: cidadania,
mundo do trabalho, cultura, sexualidade e vida em comunidade.
Ao final, os jovens enviam os textos, que são avaliados por uma Comissão Editorial - que inclui a participação de jovens - e
selecionados para integrar esta publicação. Este Jornal é distribuído para organizações parceiras da Ação Comunitária, escolas
da região e parceiros financiadores da nossa organização.
Capa: O Álcool na Vida dos Jovens
Construção do Jovem F5
Índice Mais Destaques
D! 	DESEMBUCHA!...................04
TE 	 O TRAMPO E EU.................07
P 	 PPT......................................11
SC 	 SE CUIDA............................17
T! 	 TÔ NA ÁREA!......................22
JM 	 JUNTOS E MISTURADOS...26
PC 	 PLANTAR E COLHER...........29
TN 	 É TUDO NOSSO..................32
Meu Primeiro Emprego
É hora de conquistar o primeiro emprego!
Mas, e aí, o que é certo fazer?
10
O que leva uma pessoa a exagerar no uso do álcool?
Será que é por influência de amigos?
Cultura na Periferia
Atividades de Ongs e Assossiações que proporcionam
uma convivência melhor entre os jovens.
Tecnologia Verde
Você sabe o que é Tecnologia Verde?
Produtos que não agridem o meio ambiente.
18
26
31
DESEMBUCHA!PARA A GALERA DAR A SUA OPINIÃO SOBRE OS TEMAS QUESTIONADOS
D!
04 AÇÃO COMUNITÁRIA
A
questão é que muitos pais querem participar da vida dos seus filhos, mas os filhos têm medo de
se abrir, do que seus pais podem pensar dependendo do assunto. Então preferem escolher seus
amigos, que podem até ajudar, mas não com tanta experiência e maturidade como os pais.
Sendo assim, jovens deixem seus pais conversarem com vocês!
Pode ser o melhor diálogo diante da dúvida.
Jovens: deixem seus pais participarem de suas vidas!
Diálogo com os pais
Por: Jéssica Santos, Paulo Victor e Robert Teixeira (ACAJI)
Hoje em dia os jovens reclamam
da falta de diálogo com seus pais,
mas será que eles estão dando
abertura para isto acontecer?
D!
ED. 07 | JANEIRO 2013 DESEMBUCHA! 05
A tecnologia está tomando conta das cabeças dos
jovens e, por isso, passam grande parte do tempo
na internet, especialmente em redes sociais.
Mas, e aí, você jovem, o que acha disso? Será que o
errado é a existência da internet ou a forma como
está sendo utilizada?
Na maioria das vezes, os jovens não estão usando a
internet da maneira correta. Ela pode ser utilizada
como importante fonte de pesquisas, descobertas,
bate-papo com amigos, troca de informações...
Porém, as pessoas preferem se agredir verbalmente
em redes sociais, incentivar o consumo de drogas,
marcar encontros com pessoas estranhas que
podem levar a um fim não muito agradável.
Muitas vezes, os jovens postam em redes sociais
fotos íntimas e informações particulares as quais
facilitam que qualquer pessoa saiba por completo
sobre suas vidas.
Porém, é preciso ter cuidado, cautela, pois nunca
sabemos quem está do outro lado do computador,
quais são as verdadeiras intenções. Por isso, tome
cuidado com o que você faz diante das redes sociais.
Por: Jéssica Santos, Paulo Victor e Robert Teixeira (ACAJI)
Por: Maike Matos e Elizama Pereira Barros (São José)
Rede
Sociais
Em maio de 2011, em decisão inédita, o Supremo Tribunal
Federal (STF) reconheceu a união civil entre os homossexuais.
A partir da decisão, casais formados por companheiros do
mesmo sexo passaram a ter direitos como: herança, pensão
por morte ou separação e declaração compartilhada do
Imposto de Renda, entre outros.
Casais homoafetivos
TRAJETÓRIAS
E TRAJETOS
Qual sua opinião a respeito?
Os homossexuais são pessoas comuns.
A sociedade discrimina muito esses casais.
Pelo caminho da religiosidade isso acaba se
tornando um tabu, um “bicho de sete cabeças”,
quando na realidade é tudo simples: duas pes-
soas que se amam têm o direito de ficar juntas,
independente se são do mesmo sexo ou não.
Denise Berto, 17 anos
Aceito os direitos dos casais gays, se é lei
devemos cumprir. Mas não concordo em
aceitar que dois homens e duas mulheres
criem filhos. Isso é abominável aos meus
olhos e aos olhos de Deus.
Anônimo, 16 anos
Com o passar dos anos tudo evoluiu,
menos a tolerância, o respeito e a
dignidade ao próximo. Gays ainda são
discriminados e, lamentavelmente, são
alvos de grupos violentos. E tudo isso por
um preconceito bobo.
Milena Santos Sousa, 16 anos
O governo decidiu ampliar a carga horária das aulas
de português e matemática, excluindo as aulas de
ciências, o que prejudica a formação dos alunos.
Escola em tempo integral pode ser uma atraente
forma na melhoria da educação, mas se o governo
melhorasse o ensino escolar em seu tempo normal
poderia até mesmo abrir oportunidades de cursos
gratuitos de línguas, preparação ao trabalho,
informática, entre outros, não seria necessário
escolas integrais e o ensino seria de qualidade.
Por: Thalita Moreira (Núcleo de Comunicação)
Escolas de tempo integral não terão aulas de ciências.
Mudanças do governo de SP atingem até 3º ano do ensino
fundamental e recebem críticas. O objetivo é reforçar aulas
de português e matemática.
resolve?
Escola Integral
D!
ED. 07 | JANEIRO 2013DESEMBUCHA!06
Por: Karina Oliveira (AMAI)
Sempre corri atrás, assim como quando a paixão chegou.
Você quer ganhá-la e tê-la mais e mais
E é assim que luto para conquistar meus sonhos
E é assim que luto para conquistar meu emprego
E assim luto por minha independência e evolução profissional
Seja ela qual for, luto com todo fervor, com competência e amor
Na insistência de sempre progredir e melhorar mais
Quando se fala em jovem lembramos da adolescência e, logo,
dos “problemas de adolescentes”. Há quem diga que os jovens
são “problemáticos”, arrumam confusões, sofrem “por nada”,
não têm responsabilidades e que ainda não viram nada da vida.
Mentira! Jovens sofrem, têm problemas, responsabilidades e já
viram bastante coisa da vida!
O comportamento revoltado, dramático e incompreensível dos
jovens tem justificativas (e ótimas por sinal). As causas podem
ser: o primeiro amor, o mau relacionamento com os pais e as
suas cobranças, a pressão da escola e dos vestibulares e a
vontade de ser livre.
O que mais complica são os estudos. Para quem pensa que os
jovens só curtem a fase boa da vida deve ficar sabendo que
quando se está na reta final do Ensino Médio e entrando na
universidade, as cobranças crescem. Como por exemplo:
trabalhos, provas, cursos, apresentações, vestibular e muito
mais. Isso pira com a cabeça de qualquer um! Sem contar na
pressão que os pais fazem, que não dá pra saber se estão ou
não apostando todas as fichas em um futuro promissor e de
sucesso. Isso tudo faz com que os jovens fiquem loucos!
Por isso, eles precisam de mais compreensão e de companhia
que os entendam para que fiquem mais tranquilos.
Por: Laryssa Macedo (ACAM)
Comportamento
dos jovens do século XXI
Será que os jovens são todos iguais?
Claro que não! Pessoas são diferentes,
todo mundo é diferente. Não seria
diferente com os jovens. Apesar de os
problemas serem parecidos, sempre vai
haver um jovem mais responsável,
outro mais relaxado, um tímido,
outro que “fala pelos cotovelos”...
As únicas semelhanças são a idade e
o que acontece com eles nessa fase.
Diferenças
de um jovem
para outro
Não Desista!Não Desista!
O TRAMPO E EUMUNDO DO TRABALHO, OPORTUNIDADES, PRIMEIRO EMPREGO, LEIS TRABALHISTAS, DICAS DE CURSOS, CONCURSOS E VESTIBULARES
TE
07AÇÃO COMUNITÁRIA
Obs.: Na área de comunicação,
embora esteja tão em alta no país, ainda
faltam profissionais capacitados.
»» As áreas mais promissoras no Brasil
»» Empresas que mais empregam jovens
»» Os 10 estágios mais bem pagos
xperiências do primeiro
Emprego
xperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiro
Por: Juan Oliveira (AMAI)
Por: Bianca Ferreira Saldanha e Daniela Ferreira de Souza (AMAI)
Comecei a trabalhar com quase 14 anos em
uma granja. Eu fazia tudo. Mas o que eu fazia
com mais frequência era dissecar e matar
galinhas.
Trabalhei lá até meus 15 anos. Depois, surgiu
outra oportunidade. Um amigo trabalhou
durante muito tempo em uma empresa muito
boa. Quando saiu, recebeu uma boa quantia.
Ele não queria trabalhar para ninguém.
E me falou a ideia que teve:
– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho
experiência com clientes, com o capital
e você com a mão de obra.
Topei. Deu certo. Trabalhei até os 17 anos.
Eu fazia de tudo: desde serviços de office boy
até administrativos. Foi um tempo bom.
Hoje, com 18 anos, trabalho com ele
novamente, mas de outra forma.
Penso dessa maneira e segue uma dica para
quem está começando: tenha paciência e
aprenda. Para quem está iniciando a luta
fará muita diferença!
A Curriculum, site de empregos que atua na América Latina, fez uma lista com
o levantamento das áreas mais promissoras nos próximos anos. Ela mostra
que grandes eventos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, já impulsionam
alguns setores. Confira a lista abaixo
Saúde Hotelaria
19,9 % 49,9 %
Pesquisas »»
»» As áreas mais promissoras no Brasil»» As áreas mais promissoras no Brasil
Por: Bianca Ferreira Saldanha e Daniela Ferreira de Souza (AMAI)
– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho fará muita diferença!fará muita diferença!fará muita diferença!fará muita diferença!
A Curriculum, site de empregos que atua na América Latina, fez uma lista com
o levantamento das áreas mais promissoras nos próximos anos. Ela mostra
que grandes eventos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, já impulsionam
alguns setores.
Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»
3 » Engenharia Eletrônica R$1.204,50
4 » Economia R$ 1.165,58
5 » Engenharia Civil: R$ 1.100,58
6 » Engenharia Mecânica: R$ 1.051,48
7 » Marketing: R$ 1.030,29
8 » Eletrotécnica: R$ 989,73
9 » Engenharia Elétrica: 924,85
10 » Administração Hospitalar: R$ 916,33
1º Mc Donald’s
2º Predicta
3º Chentech
4º Tempo Serviços
5º Rhede Reciclar
6º Zema
7º Edsha do Brasil
8º Gazin
9º Vizagio
10º Pharma
R$ 916,33
Engenharia Mecatrônica
R$ 1.259,23
2Engenharia de Produção
R$ 1.436,72
1
TE
ED. 07 | JANEIRO 2013O TRAMPO E EU08
Dicas
para:
Entrevista
de emprego
Por: Cristhyan de Almeida e Thiago Oliveira Mota (ACAM)
1 Mantenha boa postura durante toda
a entrevista. Ela pode ser um de
seus diferenciais. Vai te ajudar a expressar
confiança naquilo que você está dizendo
e passar uma melhor imagem para o
entrevistador.
2 Evite falar gírias. Buscar uma linguagem
culta e respeitando a norma padrão é
essencial para obter um bom desempenho
durante a entrevista. Lembrando que não é
necessário falar de uma forma muito com-
plicada, procure se expressar com palavras
simples, de preferência, que você conheça
muito bem o significado.
7 Procure não fazer rodeios com suas
respostas. Objetividade é muito
importante no momento em que você
estiver respondendo ao entrevistador.
Além de tornar a entrevista algo menos
maçante, revelará muitos aspectos sobre a
sua personalidade e contribuirá para que sua
entrevista flua da melhor maneira possível.
3 Mantenha contato visual com o
entrevistador o tempo todo.
O contato visual é um dos principais sinais
de autoconfiança que você pode transmitir
para alguém. Também vai ajudar a
demonstrar certeza em tudo aquilo que
você está falando.
9 Nunca minta para o entrevistador. As
pessoas que realizam as entrevistas
não estão ali por mero acaso. Não seria muito
inusitado se sua entrevista fosse feita por um
psicólogo, portanto, caso você mentisse ele
certamente iria perceber e você pode entrar
em contradição. Fora o constrangimento,
ficaria a impressão de que você é uma pessoa
que não possui ética.
8 Pesquise sobre a empresa. Essa pesquisa
é muito importante, e o entrevistador
lhe dará alguns pontos quando perceber
que você de fato se interessa pela empresa
e pelo cargo.
6 Não decore suas respostas. Caso você
não responda com naturalidade, esteja
certo de que o entrevistador irá perceber e
isso pode te custar alguns pontos. Incorpore
as respostas, responda apenas o que deve
responder. Porém não tente memorizar
nenhum discurso ou roteiro, para não ser
surpreendido no momento da entrevista.
4 Não esqueça o currículo. Levá-lo
para a entrevista de emprego é
algo imprescindível. Muitas vezes, o
entrevistador irá conduzir a entrevista
com base em seu currículo. Por meio
dele é que terá as primeiras impressões e
noções de suas habilidades e competências.
5 Vista-se adequadamente. Seu traje
não deve compor nada de muito
exagerado, se vista de acordo com a
ocasião. Aqui vão algumas dicas para você
montar o seu look no dia da entrevista:
»Não utilize roupas decotadas ou
muito curtas;
»Use sempre roupa social ou esporte fino;
»Não use maquiagem muito pesada;
»Use um perfume mais suave, pois o
entrevistador pode ter o olfato sensível.
»Suas roupas devem combinar,
principalmente, meias e calça;
»Procure optar por um sapato preto.
TE
ED. 07 | JANEIRO 2013 09O TRAMPO E EU
Muitas vezes o mercado de trabalho passa a impressão de ser algo fácil de ingressar, mas isso não é verdade. Os cursos
preparatórios estão justamente para auxiliar o jovem a entrar para no mercado e, por isso, são muito importantes para
garantir seu desempenho no trabalho e para o seu currículo.
Cursos
Vestibulares
preparatórios
técnicos
•INSCREVA-SE NA MAIOR QUANTIDADE DE VESTIBULARES POSSÍVEIS
• FAÇA CURSOS PRÉ-VESTIBULARES
• ESTUDE
Muitos dos vestibulares são gratuitos. Então, há grandes oportunidades em mãos, não custa
nada inscrever-se não é? Para quem deseja fazer faculdade, o vestibular auxilia até mesmo
em uma bolsa de 100%.
Por mais que você possa rever alguns conteúdos por conta própria,
alguns como: matemática, física, química e biologia, dão sempre
mais trabalho e são quase que obrigatórios terem um professor
para explicar. Os cursos pré-vestibulares ensinam o que é preciso
nessas matérias para conseguir boa nota no vestibular.
Obviamente devemos estudar não acha? Mas foque
o máximo que puder, pois o vestibular abre grandes
portas para quem quer ingressar na faculdade.
Planeje seu tempo para que possa estudar
tranquilamente, sem que algum imprevisto
o atrapalhe.
Ter um idioma a mais no currículo
pode ser um diferencial enorme, tanto
para conseguir o emprego como para
aumentar o piso salarial. Idiomas como
inglês e espanhol são importantíssimos
no mercado de trabalho hoje em dia e
podem te abrir muitas portas.
Ultimamente o mercado de trabalho
está com falta de técnicos, então os
investimentos em cursos técnicos são
essenciais para os jovens. Com isso terá
mais chances de conseguir um cargo
maior em uma empresa que deseja.
de idiomas
TE
ED. 07 | JANEIRO 2013O TRAMPO E EU10
É hora de conquistar o primeiro emprego!
Mas e aí, o que é certo fazer? Como se comportar?
Nossa...Quantas dúvidas!
É natural surgirem várias dúvidas quando chega a hora de
conseguir o primeiro emprego.
Seguem as dicas!
Tomar conhecimentos de vagas por meio de amigos
(a chamada “indicação”), ou de sites, jornais, entre outros.
Verificar o perfil da vaga (escolaridade, idade) e se você
se enquadra ou não no perfil.
Formular um currículo. Entregá-lo no local de interesse
(não se pode esquecer que o currículo é o seu cartão de
visita, ou seja, prepare-o com muito carinho!).
Na hora da entrevista, se vista com cores neutras. Nada de
saias, vestidos curtos ou blusas com decotes. Use calças
sociais, porém, dependendo da vaga, pode até ser jeans,
mas de cor escura.
Acessórios (brincos, anéis, colares) discretos, quanto
menor, melhor. Maquiagem e esmalte devem ser
bem clarinhos.
Estude o currículo antes de uma entrevista, tenha
conhecimento de si, pratique a autoconfiança. Isso será
o seu diferencial.
Vamos lá, faça a diferença!
Jovem
Aprendiz
O que é
ser um...
Por: Herbert de Lima,
Marcos Henrique e Renan Augusto (ACAJI)
Por: Herbert de Lima, Marcos Henrique
e Renan Augusto (ACAJI)
O RAP DO
TRAMPO E EU
Compositores - Karina Oliveira e Levi Candido
Cantor - Juan Oliveira (AMAI)
É algo relativo,
que me ajuda a viver
A minha profissão
é linda de se ver
As horas passam e as
experiências vão crescendo
E o Trampo e
Eu desenvolvendo talentos
Segura aí, vai vendo
Atividade, competência
com nossos direitos
E o PPT e seus alunos,
lutando sempre por respeito
O Programa Jovem Aprendiz é uma ação do Ministério
do Trabalho e Emprego, que determina que empresas
de médio e grande porte reservem cotas que variam
entre 5 a 15% para contratarem jovens de 14 a 24 anos.
O horário de trabalho dos jovens que participam do
Programa deve ser de 4, 6 ou 8 horas, dependendo
do estabelecimento e do programa de curso.
Já os menores de 18 anos não podem exercer
atividades perigosas, trabalhar em horário noturno,
realizar hora extra e também desenvolver trabalho
externo, como office boy.
Essa é mais uma opção para o jovem que está à
procura de um emprego.
Meu Primeiro
Emprego
PPTRELATOS E EXPERIÊNCIAS DO PROGRAMA PREPARAÇÃO PARA O TRABALHO
P
11AÇÃO COMUNITÁRIA
É um programa muito bom, porque
aprendemos a trabalhar em equipe
e lidar com as diferenças de opiniões.
Mais disposição, porque antes
do programa eu tinha um pouco
de preguiça e o PPT me trouxe
mais motivação.
• Os educadores, que ensinam de modo
diferente, com mais atenção e dedicação.
• O PPT se diferencia dos outros por não
ser apenas teórico, mas bastante prático.
Estou gostando bastante, pois antes
eu era muito desorganizada e, comeu era muito desorganizada e, com
o PPT, tive uma visão diferente de
como me preparar melhor e cumprir
meus compromissos.
Organização e responsabilidade.
Mudei muito, senti o peso deMudei muito, senti o peso de
como se eu fosse realmente uma
funcionária, com tarefas e deveres
a cumprir.
• Ele nos ensina a nunca desistir e• Ele nos ensina a nunca desistir e
aumenta a visão do que estamos fazendo.
• Autoconfiança. Vou me sentir muito mais
segura em uma entrevista de emprego.
Estou gostando e aprendendoEstou gostando e aprendendo
muito sobre nossa postura
em uma empresa.
Responsabilidade. Não conseguiaResponsabilidade. Não conseguia
fazer nenhum trabalho na escola, e
hoje sim, pois os educadores do PPT
me influenciaram a melhorar.
• Aprendi várias coisas importantes• Aprendi várias coisas importantes
sobre minha futura carreira profissional.
• No PPT se conquista mais
responsabilidade.
Festa – Balada da Amizade
Por: Bruna Oliveira, Nathalia Araújo e Tainá Áires de Lima (AMAI)
O objetivo da festa foi ensinar que não precisamos consumir bebida
alcoólica para nos divertir. As educadoras nos surpreenderam com
uma festa que animou a todos.
Dia “D”...
Este foi um dia em que fizemos dinâmicas que todos participaram
e um precisou do outro. Dividimos em três grupos: os cegos,
os mudos e os amarrados. Os mudos receberam a informação e
tiveram que transmitir para os amarrados que orientaram os cegos
a cumprirem a missão.
O mais difícil foi compreender os mudos e guiar os cegos a fazerem
as atividades. O propósito foi mostrar que precisamos uns dos outros.
Por: Bruno A Partezani, Daiana Fedelix e Giovana de Carvalho (Paulo VI)
Reunimos depoimentos de jovens PPTs em uma tabela para comparar as respostas. Confira!
Jonatas
Pedroso
17 anos
Péricles
Leão
16 anos16 anos
Thayna
Montovani
Thayna
Montovani
Thayna
15 anos15 anos
Qual sua opinião sobre o PPT?
Qual foi a maior mudança
depois de sua entrada no PPT?
Aponte dois principais motivos que te
levam a indicar o PPT a outros jovens.
E o que acontece então
nesse PPT ?
E o que acontece então
nesse PPT ?Vamos ver?
P
ED. 07 | JANEIRO 2013PPT12
PPTPor: Daiana Fedelix da Silva (Paulo VI)
Deixei minha TV
E vim aqui pro PPT
Oportunidades encontrei
Um futuro brilhante avistei
O eixo Cultural
Foi bacana, foi legal
Aprendi a me expressar
Em mim mesmo confiar
No eixo Autogestão
Não foi fácil, não.
Tive que me conhecer
E trabalhar muito para crescer
Já no eixo Trabalho
Não preciso nem dizer
Responsabilidade e competência
É o que mais podemos aprender
Foi uma experiência incrível
Que nunca vou esquecer
Vou lembrar todos os dias
Da minha Família PPT
Quem sou eu? Por: William Ribeiro (São José)
Sou uma pessoa persistente que não desiste do que quer!
Me apego fácil às pessoas em minha volta
E às vezes esqueço que algumas delas são passageiras.
Até hoje uma das melhores escolhas foi ter participado do PPT.
Não é difícil dizer quem sou eu,
Difícil é saber quem eu vou ser...
Estou em uma fase de diversas escolhas,
Que são decisivas para o meu futuro.
Encontro apoio em minha família biológica
E na família do coração chamada Família PPT.
Eu sou uma pessoa divertida que apesar de todos os desafios.
Insisti em sorrir e a não desistir!
Pense em você
Pense no seu presente
Pense no seu futuro
Pense na sua vida
Enfim, pense de modo geral
Pense nas oportunidades
Pense na qualidade
Pense se vai valer a pena
Enfim, faça uma análise
Pense no profissionalismo,
Pense na qualificação
Pense no desenvolvimento
social
Enfim, pense no PPT
Não deixe de
pensar em valores
Por: Valéria Rodrigues (AMAI)
Não deixe deNão deixe deNão deixe de
pensar em valorespensar em valorespensar em valores
P
ED. 07 | JANEIRO 2013 13PPT
As mudanças que o PPT
proporcionou na vida
de meu filho
Por: Valéria Rodrigues, Matheus Renan Barbosa,
Nayara Batista de Oliveira e Luiz Henrique Mendes (AMAI)
Em termos profissionais, meu filho está se superando,
pois formalmente tem postura, é esforçado.
Com todas essas mudanças, fui na primeira reunião e
pude perceber o quanto os educadores do PPT se
preocupam com o desenvolvimento dos jovens.
Farei o que preciso for para ver meu filho bem
empregado e com um orçamento que dê para
sustentar sua família.
Ótimo! Minha filha adquiriu mais responsabilidade.
Ficou mais centrada nos seus objetivos.
Está conseguindo se comunicar melhor. Em casa não para
de falar de suas experiências positivas no PPT, de como
está sendo produtivo e como renderá na vida profissional.
Além disso, passa a maior parte do seu tempo focada nas
atividades escolares e do programa. Com isso, não fica tanto
em frente ao computador e com outras coisas que a distraem.
Minha filha nunca deu trabalho, ou fez coisas erradas. Sinto
que ela está evoluindo, tanto na vida, quanto na mente.
Nilzete Barbosa, responsável pela jovem Valéria Rodrigues.
Aminha filha tem evoluído muito. Tanto em termos
pessoais, como profissionais. O PPT está servindo
para estimular sua capacidade e clareza no que diz.
Também notei mais responsabilidade nos seus
compromissos e deveres. Isso, de fato, é muito
importante para o mercado de trabalho, que virá
posteriormente.
Estou sentindo muito orgulho dela e que, por
consequência, que ela tenha uma vida bem
confortável financeiramente. É mais importante
ela estar focada no PPT a ter que ficar em casa
ou até mesmo fazendo coisas erradas.
Adriana Batista, responsável pela jovem Nayara Batista.
Rosângela Silva, responsável pela jovem Matheus Renan
Desde que meu filho iniciou o PPT não tenho como
falar suas mudanças, pois são muitas! Isso, sem
dúvida, foi o que eu sempre quis. Começando por suas
responsabilidades e maturidade muito notória: só o vejo
honrando com seus compromissos e até mesmo fazendo
algumas coisas relacionadas ao que ele aprende no PPT.
Estou muito contente com isso e só tenho que agradecer
ao PPT por essas mudanças repentinas!
Benedita Mendes, responsável pela jovem Luiz Henrique
P
ED. 07 | JANEIRO 2013PPT14
Por: Bruna Oliveira, Nathália Araújo e Tainá Áires de Lima (AMAI)
O PPT é fundamental aos jovens, pois permite a
nossa “sobrevivência” no mercado de trabalho,
levando em consideração que as pessoas são vistas
na sociedade de acordo com a função que exercem.
Quando entramos no PPT, estamos aceitando os
valores e as regras, combinados de forma coletiva.
PP
Eixo autogestão
Aborda vários temas que são
fundamentais, como o Projeto de
Vida, que prioriza o que há de
mais importante em nossas vidas.
Eixo trabalho
Ensina a utilizar a tecnologia em
nosso favor, explora cada ferramenta
e informa os riscos que corremos ao
usá-la incorretamente.
Eixo cultural
Estimula o dinamismo, a perda da
timidez, ensina a ter postura e utilizar
a criatividade.
“Concluo o PPT e inicio o curso da minha vida. Sei que vou encontrar
degraus aos quais vencerei passo a passo. Conto com uma grande ajuda,
graças a tudo que aprendi neste programa.
Levarei estes ensinamentos pelo resto da minha vida, tanto pessoal quanto
profissional. Cada atividade que eu fiz foi com muita dedicação, que vou
usar tudo. Não tenho muito que falar apenas agradecer pela oportunidade
e também não somente por terem ensinado, mas por me fazerem aprender.
Gostei de ter vivido cada momento, por ter feito novos amigos, ocupado as
minhas tardes que eu sei que terei um ótimo retorno.
”
Maike Matos, 16 anos
“O PPT foi muito importante
para a minha vida. Ensinou-me vários
assuntos sobre o mercado de trabalho e me
ajudou a ver melhor minhas qualidades e os
pontos a serem melhorados.”
Elizama Pereira Barros, 17 anos
“Para mim o PPT foi uma oportunidade, pois consegui desenvolver
algumas habilidades que não conhecia e também me preparei para
o mercado de trabalho
”.
Lays dos Santos Silveira, 18 - Ex PPT do 1º Semestre 2012.
Documentários
“O PPT foi uma experiência
que mudou o meu eu, desde a minha
personalidade à minha forma de falar, pensar
e agir. Posso dizer em uma palavra que o PPT
representa SUPERAÇÃO.
”
Willian Alencar Silva,19
- Ex PPT do
1º Semestre de 2012.
P
ED. 07 | JANEIRO 2013 15PPT
Por: Ketlin Rozemberg, Thayná Mantovani,
Isabela de Melo Pereira e Guilherme Oliveira Passos (Paulo VI)
J
ovens de Responsa é um programa desenvolvido
pela AMBEV (Companhia de Bebidas das Américas),
em parceria com ONGs de todo o país, com intuito de
prevenir o uso indevido do álcool por menores de 18 anos.
No início, contava com quatro ONGs e, em 2012, saltou para
18 organizações.
Uma das ONGs parceiras é a Ação Comunitária. Os jovens
atendidos pelo Programa Preparação para o Trabalho (PPT)
desta organização tiveram a oportunidade de conhecer a
proposta “Jovens de Responsa” e acessar conteúdos voltados
para a conscientização sobre o uso do álcool na juventude.
Os jovens demonstraram bastante curiosidade pelo
assunto abordado e se identificaram por meio de suas
próprias experiências.
Todas as “ONGs de Responsa”, como são conhecidas,
têm a função de criar atividades específicas de inclusão
social, cultural, esportiva, de acordo com o local. Tudo é
acompanhado de perto pela AMBEV que organiza
regularmente um workshop com as instituições para que
todos estejam por dentro de suas atividades e possam
trocar experiências.
O programa atua também com os comerciantes de regiões
de baixa renda, em busca de bares que vendem bebida a
menores. Orientam o consumidor a beber de forma correta,
e os comerciantes que cumprem os combinados, ganham
a reforma de seu estabelecimento.
Em 2011 mais de 355 bares foram sensibilizados com a
iniciativa. E desde sua criação, o Jovens de Responsa
conseguiu impactar mais de 4.300 jovens.
Então galera! Já está mais do que provado que para passar
momentos agradáveis com amigos e se divertir não são
necessários o álcool e nem embriaguez.
Jovens de
Responsa e PPT
Vamos ter o consumo consciente,
com responsabilidade!
P
ED. 07 | JANEIRO 2013PPT16
Por: Fabiana Flores, Jenifer Diana, Jennifer Dias e Laís dos Santos (ACAJI)
O Programa de Preparação para o Trabalho (PPT) é oferecido para jovens de 15 anos e
meio a 21 anos e que estejam cursando, no mínimo, a 8ª série.
O PPT prepara os jovens para o mercado de trabalho e ainda vai além: trabalhando
também o pessoal de cada um. Afinal, o pessoal e o profissional caminham lado a lado.
Composto por três eixos – Autogestão, Cultural e Trabalho, o programa oferece a
oportunidade de desenvolver o seu projeto de vida, jornal da comunidade, mediação de
leitura, conhecimentos culturais, informática e noções de escritório. Ou seja, é completo!
Conheça o PPT!
Por: Bruna Oliveira, Nathalia Araújo e Tainá Áires de Lima (AMAI)
EX-PPT
Entrevista com
Nome: Thais dos Santos Coelho
Idade: 19 anos
Organização: Núcleo Socioeducativo
Nossa Senhora Aparecida / Jardim Pedreira
Educadores: Paulo, Isabel e Roney
Ano: 2008
Então, vai
ficar aí parado?
Lógico que não!
Busque informações e inscreva-se
em uma organização mais próxima
da sua casa e que ofereça o PPT.
No mês das crianças fizemos uma festa com
o PML: com pintura facial, sorteio de livros,
esculturas de balões, mediação, brincadeiras.
Foi um PML diferente!
q PML
Nem sempre acontece como planejamos.
Mas,é um projeto que me ajudou muito em
algumas escolhas.
q Projeto de Vida
Visitamos a Empresa Macro, a Bolsa de Valores,
o Pátio do Colégio, o Sport Club Corinthians e
o Centro de São Paulo.
q Atividades Externas
Fizemos uma peça abordando temas como
preconceito, trabalho infantil, furto, brigas,
álcool e drogas, com base em histórias reais.
q Finalização do PPT
SE CUIDAQUALIDADE DE VIDA, BEM ESTAR, ESPORTES, NUTRIÇÃO E SAÚDE
SC
17AÇÃO COMUNITÁRIA
Ai!
Espinhas!Eu tenho
O que causa?
As principais causas das espinhas são: a alteração hormonal,
estresse, falta de limpeza no rosto, oleosidade, maquiagem
vencida, cremes gordurosos, se alimentar de frituras,
refrigerantes e gorduras, protetor solar não adequado para a
pele, fatores genéticos e exposição solar.
Como Prevenir?
Para ter um rosto limpo e sem espinhas devemos remover
a maquiagem e não dormir com ela. Tome cuidado com os
produtos que usa no rosto, dependendo do produto pode
causar espinhas.
Comer produtos mais saudáveis como: frutas, legumes,
vitaminas e verduras. Não usar o cabelo cobrindo o rosto e
não ficar muito tempo no sol. Dica: antes de dormir passe
um pouco de própolis com um algodão sobre o rosto, que
ajuda na prevenção.
Espremer: Sim ou Não?
Não podemos espremer espinhas, pois isso pode causar
sequelas como cicatrizes e manchas, além de poder causar
uma infecção facial.
Comer chocolates causa espinhas?
Muitos jovens evitam comer chocolate com medo de ficar
cheio de espinhas, porém isso ainda não foi comprovado
cientificamente.
Muitas pessoas comem chocolate para amenizar uma
ansiedade e tensão, e o resultado é o aparecimento de
espinhas, mas não pelo chocolate e sim pelo estresse e
alteração hormonal.
Quando for comer um chocolate, faça sem pensar que ele
causará as espinhas.
Por: Leticia de Araujo Santana e Fernanda Bittencourt Gonçalves (Paulo VI)
Mais informações: www.toquedapele.com/2010/02/dicas.html / clinicapedrocavalcanti.com.br/tag/pele / www.garotasmodernas.com
MATÉRIA DE CAPA
CAPAMATÉRIA DE CAPA
18 AÇÃO COMUNITÁRIA
C
Muitas perguntas surgem na mente de um jovem e algumas delas são:
O que leva uma pessoa a exagerar no uso do álcool? Será que é por influência de amigos?
É a curiosidade de experimentar algo diferente?
Seja qual for o motivo, tudo pode se tornar muito perigoso, afinal, quanto mais se consome mais prejudicial será.
Muitas vezes no embalo de uma música, na balada, o jovem começa com uma simples “cervejinha”, mas não demora nada, o
perigo se aproxima, pois começa o exagero até chegar ao ponto de perder a noção dos próprios atos.
Então, o arrependimento da forma como se comportou.
A pergunta que sempre deve ficar martelando na cabeça do jovem é: o exagero no consumo do álcool serve para quê?
O Governo do Estado de São Paulo criou uma lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos. O motivo é
que o álcool pode causar dependência química e, em excesso, provoca graves males à saúde.
Porém, mesmo sendo proibida para menores, a ingestão de álcool por adolescentes cresceu nos últimos anos e é hoje um grande
problema de saúde pública, já que depois de dependente do álcool, a criança ou adolescente, terá problemas psicológicos e físicos.
No PPT da Villaregia, em Itapecerica da Serra, os jovens tiveram algumas aulas para discutir sobre o uso de álcool e também
prepararam um encontro para discutir com os pais. Foi um encontro totalmente esclarecedor e de conscientização e, para
finalizar, os jovens convidaram os pais para uma dinâmica bem divertida e com a participação de todos, inclusive dos educadores.
Fique esperto!
Baladas
A influência do Álcool
na vida dos jovens
Por: Gleice Silva, Igor Henrique, Jonathan Nascimento e Thaynara Moreira (ACAJI)
sem
Por : Lucas Rodrigues, Herikles André Danilo (Villaregia)
Álcool: Proibição que Gera Prevenção!
C
ED. 07 | JANEIRO 2013 19MATÉRIA DE CAPA
Plantão Jornal da Comunidade
Com uma Balada sem Álcool, o ACAJI mostrou para os jovens do PPT do segundo semestre de 2012 que não é preciso uso de
bebida alcoólica para se divertir!
Confira uma entrevista com Igor Henrique (15 anos),
um dos jovens que participou da festa:
Como você reagiu quando soube que não teria bebida alcoólica na festa?
R: Fiquei um pouco desanimado, pois com a bebida eu poderia “me soltar” mais e curtir mais a festa.
E como foi a festa, pra você?
R: No começo fiquei um pouco tímido, mas depois fui me soltando e me diverti bastante com meus amigos do PPT.
E no final da festa, o seu conceito de não ter bebida alcoólica para se divertir, mudou?
R: Mudou, porque eu me diverti e não precisei de bebidas alcoólicas.
SC
ED. 07 | JANEIRO 2013SE CUIDA20
Ginecologista
Urologista
e
FD Vergonha
Muitos jovens sentem muita vergonha de ir ao médico quando
se trata das “partes íntimas”.
É comum entre as mulheres ir ao ginecologista pelo menos uma
vez ao ano. Elas são mais cuidadosas, vaidosas e quase sem
nenhum preconceito ou vergonha.
Já entre os homens isso já não é comum, pois não se sentem muito
bem em ir a um urologista. Pensam no lado “machista”, que “isso é
coisa de mulher” e muitas vezes acabam passando por apuros e até
uma doença grave.
FD Porque devemos ir?
Devemos ir porque com saúde não se brinca e é sempre bom prevenir.
Os adolescentes conhecem cada vez mais cedo os prazeres sexuais, sem a prevenção ou sem consultar um médico e, com isso,
o número de doenças aumenta a cada ano.
FD Que doenças podem ser prevenidas?
No caso das mulheres, além da gravidez precoce, podem ser prevenidas doenças como infecção vaginal e até mesmo câncer no
colo do útero.
Nos homens podem ser prevenidas doenças sexualmente transmissíveis, infecção na próstata, torção do testículo e até câncer.
Não importa: devemos sempre prevenir.
FD Observação
Citamos alguns exemplos, para que você saiba que deve ir ao ginecologista ou ao urologista, não só quando começa a ter
relação sexual, mas também quando passa da fase criança à pré-adolescência.
Mais informações: www.abcdasaude.com.br/artigo.php?688 | www.unfpa.org.br/Arquivos/guia_sexualidade.pdf
Por: Letícia de Araújo Santana e Crislaine Rodrigues Paixão (Paulo VI)
F
D
“Fui ao ginecologista somente uma vez, fiquei com muita vergonha e com medo
de como poderia ser. Era um médico homem, ele me examinou e ficou tudo bem.”
Monize da Silva, 21 anos
“Costumo ir ao ginecologista uma vez por ano.
Nas primeiras vezes me senti muito mal, mas depois peguei amizade com
o meu médico. Ele é homem e me examina.”
Thayna Montovane, 15 anos
Depoimentos
“Fui ao ginecologista somente uma vez, fiquei com muita vergonha e com medo
de como poderia ser. Era um médico homem, ele me examinou e ficou tudo bem.”
Nas primeiras vezes me senti muito mal, mas depois peguei amizade com
SC
ED. 07 | JANEIRO 2013 21SE CUIDA
Música ajuda a melhorar a saúde?
Sim, a música nos ajuda e muito!
De acordo com especialistas, mover o corpo na dança pode ajudar a eliminar muitas
doenças e ter disposição sempre.
A dança é uma arte para a qual me entrego de corpo e alma. Sou quem realmente
sou quando danço, e me sinto bem dançando. Sinto que me ajuda a melhorar a
disposição e a minha saúde. Gosto de aprender e ensinar.
Muitas músicas nos descrevem, algumas letras nos tocam e nos deixam tristes. Mas, outras nos deixam muito felizes!
A música é muito importante! É como uma companhia, principalmente para os adolescentes que amam um fone de
ouvido, ouvindo uma boa música de seu gosto.
Aí vai um conselho: dance, cante, ensine. O importante é se movimentar e ser feliz!
Rap do Se Cuida!
Por: Aline dos Santos Silva (AMAI)
A vida é só uma, então se cuida
Um dia ela acaba e você nem vai ver
A vida é assim com todo mundo
Não tem como ser diferente com você
Pense no futuro
Pense no futuro, sempre
Um dia ele se vai e você fica esperando voltar
Para poder planejar
Como será daqui para frente?
Vou esperar
Vamos esperar sentados?
Não espere, não aguarde, não se cale
O mundo não espera, ele anda e você fica
E é assim
É a árvore da vida seguindo a sua rotina
Só cabe a você entrar nela para mudar
É pra mudar
É pro mundo mudar
Faça a diferença
Seja a diferença
Deixa o seu legado aí pro mundo ver
O melhor que você pode ser
Curiosidades!
Por: Ingrid Talita Batista da Silva (AMAI)
Se cuida!!! Se cuidar faz parte da vida.
O organismo humano é composto por aproximadamente 75% de água e
ela forma diversos sais minerais para o corpo.
A água é considerada solvente universal, pois é capaz de dissolver várias
substâncias. Ela transporta nutrientes e resíduos das células e participa
na manutenção da temperatura do organismo.
Por: Bruno Almeida (AMAI)
Você tem sono excessivo?
Veja o que pode ser!
Por: Ketlin Rozemberg, Thayná Mantovani, Isabela de Melo Pereira
e Guilherme Oliveira Passos (Paulo VI)
Muitas pessoas têm sono excessivo durante o
dia e, para maioria delas, é consequência de
uma noite mal dormida ou uma madrugada em claro
por conta de trabalhos escolares. Em alguns casos não
se trata de uma sonolência normal, e será que todos sabem que
o sono pode ser uma doença?
Narcolepsia. Esse é o nome da doença que mais estranhamento
causa. Muitas pessoas a conhecem como “preguiça”. No entan-
to, é uma doença pouco conhecida e atinge um em cada dois mil
indivíduos. Seu diagnóstico é extremamente difícil, podendo che-
gar a dois anos para obtê-lo corretamente.
O principal sintoma é o sono excessivo, além de fraqueza do cor-
po quando acordado, incapacidade de falar ou mover-se durante
o sono (ou quando acabado de acordar) e ainda alucinações.
Não há uma cura para a Narcolepsia e o tratamento inclui
remédios, além de mudanças no estilo de vida que podem
atenuar os sintomas.
Muitas receitas
preparadas com
ovos crus, como a
cobertura de bolo
podem conter
bactérias.
Se alimentar
bem, também é
importante.
Você
sabia?
TÔ NA ÁREA! T!
22 AÇÃO COMUNITÁRIA
PARTICIPAÇÃO SOCIAL, VOLUNTARIADO, AÇÕES MUNDIAIS, ATUAÇÃO
NA COMUNIDADE, CIDADANIA E AÇÕES COLETIVAS
T!T!
PARTICIPAÇÃO SOCIAL, VOLUNTARIADO, AÇÕES MUNDIAIS, ATUAÇÃO
Jovens que
participaram
dessa ação:
z Natalia da Silva Santos
z Gabriela Pereira da Silva
z Gabriel Lima Campos
z Talita Santana dos Santos
z Davi de Sousa Geronimo
z Jonas de Sousa Geronimo
z Jailma da Purificação Leite
z Whashington Rodrigues de Carvalho
na rua do
Ação de limpeza
Bairro
Por: Natalia da Silva Santos (AMAI)
Na AMAI percebemos que a rua e a calçada estavam
constantemente sujas e não existiam cestos de lixo.
Resolvemos então fazer uma limpeza geral e
organizarmos o espaço.
O projeto foi muito bem executado pelo grupo: chegamos
e fizemos realmente o que tínhamos que fazer. Tivemos o
apoio dos moradores e a atividade foi um sucesso!
Todos estavam muito envolvidos com o projeto e todos os
vizinhos da rua nos deram permissão para colocarmos as
fotos no jornal que mostram o antes e o depois.
T!
ED. 07 | JANEIRO 2013 23TÔ NA ÁREA!
Por: Elizama Pereira Barros e Yanka Cristina Ribeiro (São José)
Em um breve levantamento sobre os assuntos que
mais incomodam a população do nosso bairro,
verificamos que a quantidade de lixo nas ruas e a
violência são os que mais preocupam a nossa
comunidade, seguido da falta de calçadas para
pedestres e sinalização adequada.
Com o objetivo de conscientizar a população sobre
os cuidados com a coleta seletiva realizamos o
Movimento ReutilizAção, que reuniu o Centro Social
São José - PPT, CEI Manacás, CEI Ana de Fátima,
Cooperativa Grajaú e Ação Comunitária.
Quais os principais problemas que a população da Vila São José enfrenta diariamente?
Luiz das Neves Silva – Eu vivo com minha família há mais de 30 anos aqui nesse bairro.
Meus filhos cresceram aqui. O que me preocupa um pouco é a quantidade de lixo nas
ruas. Há alguns anos quando chovia alagava tudo aqui no Largo São José. As pessoas
mesmo vendo tudo isso, não se alertam para o futuro, jogam de tudo nas ruas.
Eu tenho dois netinhos e gostaria que eles pudessem brincar nas ruas como os pais
deles fizeram, só que agora não dá. As ruas estão sujas e perigosas.
Ariosvaldo Mendes – Sou aposentado e moro nesse bairro há 17 anos. As coisas não
andam boas. É muita violência. Nas pracinhas vemos agora muitos moradores de rua
usando drogas. O lugar onde eles ficam geralmente tem muita sujeira que é outra coisa
que me preocupa. Lá em casa separo garrafas e papelão. Só que fico nervoso quando os
catadores mexem em todo meu lixo.
MOVIMENTODE
ReutilizAÇÃO!
Por: Andrielly Albuquerque (ACAM)
O que é ação cidadã?
É uma atividade desenvolvida pelo eixo
Trabalho, na qual é proposta a realização
de uma festa para arrecadar fundos para
a comunidade.
Nesta atividade o principal é
trabalhar com metas, um
organograma e uma hierarquia
para que o objetivo seja
alcançado. A festa ajuda a
adquirir habilidades como: trabalhar
sob pressão, em equipe, organização,
comunicação, entre outras.
Ação Cidadã...
UMA VIAGEM AO NORDESTE
A Festa Nordestina foi bastante produtiva, pois me mostrou o
verdadeiro significado de trabalhar em equipe, além de conseguir
bater a meta proposta. Me senti realizada por ter participado
deste projeto.
Janaina Schindler, 15 anos
A festa do meu semestre foi bem organizada, apesar de algumas
pessoas não aceitarem outra opinião, teve um grande sucesso.
Muito trabalho sob pressão, mas no final a recompensa foi muito
grande. Já nesse semestre foi bem organizada, a comida estava muito
boa, foi muito lucrativa e nesse dia o pessoal conseguiu trabalhar em
equipe, foi muito boa. Foi um trabalho de grande sucesso. Os jovens
são demais!
Rosangela Viera Caetano, 19 anos, educanda do 1º Semestre de 2012
DEPOIMENTOS
os cuidados com a coleta seletiva realizamos o
Movimento ReutilizAção, que reuniu o Centro Social
São José - PPT, CEI Manacás, CEI Ana de Fátima,
Cooperativa Grajaú e Ação Comunitária.
Quais os principais problemas que a população da Vila São José enfrenta diariamente?
Eu vivo com minha família há mais de 30 anos aqui nesse bairro.
Meus filhos cresceram aqui. O que me preocupa um pouco é a quantidade de lixo nas
ruas. Há alguns anos quando chovia alagava tudo aqui no Largo São José. As pessoas
Eu tenho dois netinhos e gostaria que eles pudessem brincar nas ruas como os pais
Sou aposentado e moro nesse bairro há 17 anos. As coisas não
andam boas. É muita violência. Nas pracinhas vemos agora muitos moradores de rua
usando drogas. O lugar onde eles ficam geralmente tem muita sujeira que é outra coisa
que me preocupa. Lá em casa separo garrafas e papelão. Só que fico nervoso quando os
NORDESTE
T!
ED. 07 | JANEIRO 2013TÔ NA ÁREA!24
No Brasil temos vários grupos de movimentos juvenis que, por meio dessa manifestação
cultural, vêm se organizando e desenvolvendo várias ações de protagonismo juvenil.
A Nação Hip Hop Brasil, de São Paulo, é um desses movimentos que vêm discutindo
alguns programas e projetos, dentre os quais:
|» Democratização;
|» Pontos de cultura acessíveis à periferia e que trabalhem os elementos do Hip Hop;
|» Incentivo, com apoio técnico, à produção cultural dos jovens a periferia;
|» Respeito pelo movimento.
JuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenil
Protagonismo
Mas, o que é o HIP HOP?
Um movimento cultural? Social? Juvenil?
Graffiti
Break
É o movimento do corpo
por meio da dança.
Hip Hop
Um
movimento
de cultura
juvenil, que
reúne diferentes
manifestações artísticas.
Rap(rhythm and poetry)
Ritmo e poesia,
a expressão
músico-verbal
proferida pelo
MC (mestre de
cerimônias).
Representando as artes
plásticas por desenhos
coloridos feitos
por grafiteiros, nas
ruas das cidades
espalhadas
pelo mundo.
JuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenil
ProtagonismoProtagonismoProtagonismoProtagonismoProtagonismoProtagonismo
JuvenilJuvenilJuvenil
Protagonismo
JuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenil
Protagonismo
JuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenil
Protagonismo
JuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenil
Protagonismo
JuvenilJuvenilJuvenil
Protagonismo
BreakBreak
É o movimento do corpo
por meio da dança.
Por : André Queiroz, Rafaela Giovanna, Barbara Lousi (Villaregia)
A cada dia cresce o número de jovens que estão descobrindo novos caminhos e
possibilidades de viver melhor nas periferias das grandes cidades. Eles fazem parte
do Movimento Hip Hop, que é um meio de mobilização, conscientização política e
exercício da cidadania e, é claro, de manifestação artística e cultural.
Dia do Talento
Intervenção no Centro Social São José
Por: Maike Matos (São José)
O Dia do Talento foi aberto para a
comunidade com atividades que animaram
o público. O evento contou com: oficina de
graffiti, apresentações de dança e música,
sarau de poesias e palestra sobre o uso
consciente da água.
Foi de grande importância participar
da intervenção, pois pude conhecer um
pouco mais sobre o graffiti, que muitas vezes
é visto como vandalismo. Na mesma oficina
tive oportunidade de conhecer técnicas para
me aprimorar nessa arte e um pouco de sua
história. Creio que não foi só proveitoso para
mim, como para o Centro Social São José
também, pois pudemos deixar o espaço com
a “nossa cara”. Na finalização grafitamos o
muro da organização. Fico feliz de ter deixado
a nossa marca.
O evento aconteceu com o apoio da Ação
Comunitária e da empresa Passarelli.
T!
ED. 07 | JANEIRO 2013 25TÔ NA ÁREA!
“Estamos na área, estamos na E.E. Condomínio
Carioba Recanto Marisa. Acabamos de chegar.
São 15h e acontece agora o intervalo das
quintas séries.”
Depois do término, fomos para a 5ª D. Nessa
sala ficamos, o professor nos deixou a vontade.
Passamos as regras. A sala estava uma bagunça,
e o Whashington falou:
– Quem está me ouvindo bata uma palma!
– Quem está me ouvindo faça silêncio!
E deu certo. Fizemos uma fila de garotos e outra de garotas.
Descemos com eles e fomos para o pátio, realizamos a dinâmica
“da pipoca” e depois a “do limãozinho”. No começo foi difícil.
A Luana perguntou se eles estavam gostando, e eles responderam:
“não!” Ficamos um pouco tristes, mas não desanimamos. Então
fomos para o pátio fazermos as dinâmicas, tirar fotos e filmar tudo.
Com a dinâmica eles se animaram muito, “todo movimento”,
“trenzinho”, “July Baby” e “melancia”.
Para nossa surpresa, quando estávamos nos despedindo das
crianças, elas não queriam que terminasse, e gritavam: “Não
termina, estamos gostando.” Mas tivemos que deixá-los.
E seguiram a rotina do dia na escola.
O PML é uma experiência incrível. Com o contato
com crianças, as levamos para o mundo da leitura.
O objetivo é colocar em prática algumas ações como
trabalho em grupo, planejamento, organização das
salas, leitura, dinâmicas etc.
Afinal, por que o PML
é importante?
Por: Jessica Karoline Costa da Silva (AMAI)
#… No começo as crianças não estavam muito interessadas.
Mas conseguimos conquistar a confiança e o carinho delas. Fiquei
muito feliz com o trabalho do grupo (Rafaela, Gessica Cristina,
Jessica Carolina, Jonas e a colaboração especial de Whashington,
Jailma, e Davi). - Luana Thainá de Almeida
#… Na minha experiência com o PML de hoje tive que
controlar minhas emoções, pois foi um dia diferente e desafiador.
E também um dia produtivo para todos nós. - Gessica Cristina
Rodrigues de Souza
#… Foi um pouco difícil no começo. Mas, no final, deu
tudo certo. Isso nos ajudou, nos trouxe aprendizado e diversão.
- Aelma de Jesus Bonfim
Por: Jessica Karoline Costa da Silva, Luana Thaina de Almeida,
Rafaela Coimbra Portela, Aelma de Jesus Bonfim
e Gessica Cristina Rodrigues de Souza (AMAI)
T!T!
“Estamos na área, estamos na E.E. Condomínio
Carioba Recanto Marisa. Acabamos de chegar.
sala ficamos, o professor nos deixou a vontade.
Passamos as regras. A sala estava uma bagunça,
Por: Jessica Karoline Costa da Silva (AMAI)
Vivência do PML em
uma escola estadual
Com foco na formação
dos educadores como mediadores de
leitura para biblioteca, escola, creches e núcleossocioeducativos, o projeto começou em 1997, com aparceria da Fundação Abrinq com o Colégio Equipe e o
Banco Citibank como financiador.
Assim que os alunos do Colégio Equipe iniciaram com a mediaçãode leitura para jovens do Heliópolis, surgiu o Projeto Jovem Mediadorde Leitura, em parceria com A Cor da Letra. A proposta era que osjovens e adolescentes da periferia pudessem atuar como mediadoresnas comunidades voluntariamente.
Em 2001 foi criado o Projeto Mudando a História com patrocínioda Nokia, no intuito de realizar capacitações a novos jovens.A partir de 2010, já sem o financiamento, os jovense as instituições continuaram a se mobilizarem
para que o Projeto continuasse.
Histór
ia do PML
Depoimentos de jovens que participaram desse PML
JUNTOS & MISTURADOSDIVERSIDADE, COMPORTAMENTO, OPINIÃO E CULTURA
JM
26 AÇÃO COMUNITÁRIA
Cultura na periferiaPor: Liliane Rodrigues (Núcleo de Comunicação)
H á muitos bairros periféricos na cidade de São Paulo, onde habitam a maior
parte da população paulistana, sendo as crianças e os jovens os que prevalecem
como maior parte da periferia.
Para afastar esses jovens da violência são realizadas atividades pequenas, que
infelizmente ainda não conseguem alcançar a todos, mas ONGs, associações e
algumas pessoas tomam iniciativas para criar atividades atrativas, tais como: dar
aulas de teatro, dança, e artes plásticas, isso para gerar uma expansão cultural e o
jovem conhecer melhor a sua cultura e outros costumes diferentes dos seus.
Essas atitudes (que por alguns ainda são vistas como uma besteira e perda de tempo)
proporcionam uma convivência melhor entre os jovens, além de dar oportunidades
para aqueles que não têm condições de pagar aulas, mas que desejam seguir uma
carreira artística.
JM
ED. 07 | JANEIRO 2013 27JUNTOS & MISTURADOS
Alguns adolescentes e crianças se reúnem
em centros culturais de sua cidade para
aprender diversas atividades como:
teatro, ballet, Hip Hop, crochê,
jogos, artes, entre outros. No
programa Escola da Família (que
funciona aos finais de semana das
9h ás 18h), estudantes bolsistas de
universidades “tomam conta” da
escola para levar ensino e diversão
para os moradores do bairro onde
se encontra a instituição. É um local onde os
jovens podem se reunir para jogar futebol, andar
de skate e encontrar os amigos. Além dessas
atividades tem o Acessa Escola (que funciona de
segunda a sexta das 7h ás 20h), lá os estudantes
podemacessarainternet,fazertrabalhosescolares
e entrar em suas redes sociais, tudo totalmente
gratuito! E mais: podem fazer uso da biblioteca e
participar do grêmio estudantil. Finais de semana
parados em casa nunca mais!
Por: Thalita Moreira
(Núcleo de Comunicação)
Por: Mayara Santos Tavares (Núcleo de Comunicação)
Por: Liliane Rodrigues (Núcleo de Comunicação)
A dança é uma das formas artísticas de expressar um sentimento ou passar
uma mensagem específica. Ela está presente em algumas religiões como forma
de adoração há muito tempo e, através desta forma, foram nascendo outras
formas de dança e com outras várias finalidades.
“A dança é a minha vida e não existe esse papo de “não sei dançar”, acredito
que o simples movimento que se faz ao andar já é uma forma de se expressar,
pois ninguém anda igual ao outro e, isso mostra como você é, trazendo sua
personalidade. A dança também é isso: trazer sua personalidade, sua forma de
ser a cada passo que você der.”
Participo de um grupo chamado Family Lockers faço aula de Loking “o pai” do hip hop, da dança urbana.
Por ter sido o pioneiro de todos os tipos de dança urbana, ela é uma modalidade pouco conhecida, é
dançada com funk antigo, como James Brown e requer muita energia para ser dançada, pois a música pede isso.
O grupo foi formado com o término do PPT na organização Centro de Convivência Santa Dorotéia. Um educador da ONG
teve a vontade de montar esse grupo com a finalidade de abrir um espaço para os jovens, pois eles só trabalham com
crianças, e para o grupo do PPT não se separar. Estamos com 5 meses de aula e já fizemos várias apresentações. É um
grupo novo, não são todos ex PPTs, mas já nos consideramos uma família.
Ao ritmo da dança
Gostos Musicais
Oficinas de teatro
Ballet e Hip Hop Existem vários gêneros e subgêneros de músicas
para agradar a todos os gostos. Mas na prática
não é assim... Sempre há controvérsias sobre
um estilo musical e outro. E ainda há “cam-
panhas” conhecidas como “Doe um fone para
um funkeiro”, “Unidos contra o Rock”, “Uni-
dos contra o sertanejo”, “Unidos contra One
Direction”, etc.
Muitos julgam, expõem uns aos outros, já que
os seus determinados gostos influem no seu
modo de se vestir, gerando assim agressões
físicas e verbais. Muitos dizem que os estilos
musicais não influenciam na personalidade,
mas não é o que ocorre realmente - afirma o
professor Adrian North, da universidade esco-
cesa Heriot-Watt, que estuda os vínculos entre
as personalidades das pessoas
e o tipo de música que
gostam de ouvir.
Enfim, os gostos musicais
abrangem o estilo de
vida e a personalidade
das pessoas.
JM
ED. 07 | JANEIRO 2013JUNTOS & MISTURADOS28
Diversidade Sexual
Todas as pessoas, independente de praticarem ou não o sexo, possuem sexualidade desde a infância. Quando atingem
a adolescência vão direcionando seu olhar, seus interesses para o sexo que lhes é mais atraente. Como a maioria das
pessoas tem orientação heterossexual, ou seja: se interessam pelo sexo oposto, convencionou-se que esse é o
comportamento “normal”. Dessa forma, as pessoas que não seguem esse modelo acabam, muitas vezes, sendo
apontadas pela sociedade e às vezes pela própria família, como anormais,
doentes, pervertidas entre outras classificações preconceituosas.
A descoberta é um dos pontos mais importantes na formação dos
adolescentes e com isso geram dúvidas e questionamentos
que ele faz para si mesmo.
A homossexualidade e/ou bissexualidade fazem parte
do processo, descoberta e “amadurecimento sexual”
para alguns indivíduos essa fase é importante
para definir seu tipo de relacionamento
sexual no futuro.
Hobby da galera
Quando chega o final de semana, bate aquela dúvida:
“O que vou fazer hoje?”
Independente do estilo e da classe social, há vários lugares
onde os jovens podem passar seu dia, por exemplo: museus,
teatros, cinemas, feiras culturais e parques.
nNomuseuémaisparapessoasqueseinteressamporconhe-
cimento, tanto pelo passado como pelos tempos atuais;
n O teatro e o cinema podem ser escolhidos pelo gosto dos
jovens, (comédia, drama, romance, etc.);
n A feira cultural é frequentada por quem gosta de arte
e cultura;
n O parque é um ambiente calmo, para pessoas que gostam
deler,fazerpiqueniquecomafamília,passarumtempocom
os amigos ou até mesmo com quem gosta.
Os melhores parques encontrados no estado de São Paulo:
Parque Vila Lobos: Localizado na Av. Prof. Fonseca Rodrigues,
1655 Alto de Pinheiros (próximo a estação Vila Lobos da CPTM).
Parque Ibirapuera: Localizado na Av. Pedro Álvares Cabral, Moema.
Parque do Lago Francisco Rizzo (Parque do Riso): Localizado na
Rua Alberto Giosa, 320, Quinhaú / Embu das Artes.
Parque das Hortênsias: Localizado na Pça. Miguel Ortega, 500
Taboão da Serra (em frente à prefeitura).
A dica foi dada agora divirta-se!
Por: Ariana de Abreu (Núcleo de Comunicação)
Para se proteger na internet nunca coloque
seus dados pessoais em sites que você não
conhece, pois algumas pessoas podem ter
acesso e utilizarem essas informações para
descobrir o que você faz, onde mora, poden-
do até te roubar ou violentar.
Segurança da criança na internet é impor-
tante, por isso, sempre informe para uma
criança não utilizar determinados sites e
bloqueá-los, como os de bate-papo e simi-
lares, para que ela não corra maiores riscos
com pessoas desconhecidas.
Antes de comprar algo pela
internet, pesquise sobre
a empresa, a loja,
ou então per-
gunte a alguém
que já comprou
nesse local. Ver
se está tudo seguro
mesmo para que
você não tenha gastos
indevidos e o produto
não chegue.
Gosta de interagir?
Como se cuidar na Internet?
Por: Whashington Rodrigues de Carvalho (AMAI)
com pessoas desconhecidas.
Antes de comprar algo pela
internet, pesquise sobre
a empresa, a loja,
gunte a alguém
que já comprou
nesse local. Ver
se está tudo seguro
mesmo para que
você não tenha gastos
indevidos e o produto
Por: Mayara Santos Tavares (Núcleo de Comunicação)
PLANTAR E COLHERPROBLEMAS AMBIENTAIS, PESQUISAS E SOLUÇÕES
PC
29AÇÃO COMUNITÁRIA
Atualmente as empresas e ONGs estão se preocupando muito com o meio ambiente. A exemplo disso, a Bayer criou o
programa “Bayer Jovens Embaixadores Ambientais”.
E claro que os jovens não poderiam ficar de fora! Por isso, foi discutido o tema cidadania na Semana da Participação da
Vida Pública do PPT da Villaregia, quando cada cidadão deve plantar uma sementinha, para que o nosso mundo melhore.
Com isso, tornaram-se protagonistas de uma história revitalizando uma praça que fica próxima a organização.
Deixe você também sua marca e plante sua sementinha!
Conheça mais sobre o projeto Bayer Jovens Embaixadores Ambientais em:
http://www.bayerjovens.com.br/pt/home/
Por: Aline Santos Pereira, Ana Beatriz Saturino e Jaqueline Maria de Jesus (Villaregia)
Ambientais
Embaixadores
PC
ED. 07 | JANEIRO 2013PLANTAR E COLHER30
Lixo eletrônico é todo material eletroeletrônico que perde a validade, ou seja, não está bom para
uso e, por isso, precisa ser descartado. E é aí que surge o grande problema: onde jogar esse lixo?
Sabe quando temos em casa um computador velho, sem funcionamento, ou até mesmo pilhas, baterias, televisão e queremos
desfazer desses materiais e não sabemos como? Pois bem, com o grande avanço das novas tecnologias está se produzindo mui-
to lixo eletrônico, que é jogado em local errado, ou seja, junto com o lixo comum que acaba poluindo o meio ambiente. Demo-
rando milhares de anos para se decompor, além de causar graves danos à saúde.
Nós, jovens, estamos cada vez mais contribuindo para isso: queremos tecnologias novas, mas o que fazer com as antigas?
Fique ligado, aí vão algumas dicas de como desfazer-se de forma correta dos lixos eletrônicos:
I O primeiro passo para evitar a poluição do meio ambiente é fazer a coleta seletiva em casas,
escolas e empresas. O lixo eletrônico deve sempre ser separado dos resíduos orgânicos e dos
materiais recicláveis (papel, plástico, metal).
I Para não provocar a contaminação e poluição do meio ambiente, o correto é fazer o descarte
em locais apropriados como empresas e cooperativas que atuam na área de reciclagem.
I Celulares e suas baterias podem ser entregues nas empresas de telefonia celular.
Elas encaminham estes resíduos de forma a não provocar danos ao meio ambiente.
Faça a sua parte! O meio ambiente agradece!
Ei, você aí! É, você mesmo! Me diz o que é poluição sonora? O que? Não sabe?
Pois então, poluição sonora são ruídos que causam estresse, incômodo, agressividade, aumento de pressão, surdez etc.
Como de costume nós, jovens, temos a mania de escutar música no fone de ouvido no último volume. Às vezes o som está tão
alto que o colega que está ao lado consegue escutar a música que está tocando em nossos fones. Além
disso, existem aquelas pessoas, que ligam o som do carro ou até mesmo em casa num volume muito
alto, sem se preocupar com o próximo que não é obrigado a ouvir a mesma música que se ouve.
Importante lembrar que ouvir música alta no fone pode trazer
problemas de audição.
E incomodar os vizinhos da nossa comunidade ouvindo música com volume
alto pode causar desentendimento entre as pessoas. E isso não é legal.
Bom senso e educação não fazem mal a ninguém. Não é mesmo?
Poluição Sonora
Lixo Eletrônico
Entrevista Andréa Souza » educadora do ACAJI
Qual tipo de poluição que mais a incomoda?
Sons altos, carros com funk muito alto.
Esse som causa algum estresse específico?
Sim, um grande incômodo e a sensação de impotência por não poder fazer
nada para não causar conflitos.
Você acha que a poluição sonora do dia a dia acaba sendo motivo de tanto
estresse para a sociedade?
Sim, pois as pessoas ficam com a mente sempre cheia e não há muitos momentos de rela-
xamento, o que acaba levando as pessoas a um estresse muito alto que pode causar doenças.
alto que o colega que está ao lado consegue escutar a música que está tocando em nossos fones. Além
disso, existem aquelas pessoas, que ligam o som do carro ou até mesmo em casa num volume muito
alto, sem se preocupar com o próximo que não é obrigado a ouvir a mesma música que se ouve.
ACAJIACAJIACAJI
Você acha que a poluição sonora do dia a dia acaba sendo motivo de tanto
Sim, pois as pessoas ficam com a mente sempre cheia e não há muitos momentos de rela-
xamento, o que acaba levando as pessoas a um estresse muito alto que pode causar doenças.
Por: Bruna Karoline Santos, Gabriela Cristina da Silva, Gabriel Moura, Samara Nunes e Valéria Silva (ACAJI)
Por: Bruna Karoline Santos, Gabriela Cristina da Silva, Gabriel Moura, Samara Nunes e Valéria Silva (ACAJI)
Nós, jovens, estamos cada vez mais contribuindo para isso: queremos tecnologias novas, mas o que fazer com as antigas?
O primeiro passo para evitar a poluição do meio ambiente é fazer a coleta seletiva em casas,
escolas e empresas. O lixo eletrônico deve sempre ser separado dos resíduos orgânicos e dos
Para não provocar a contaminação e poluição do meio ambiente, o correto é fazer o descarte
PC
ED. 07 | JANEIRO 2013 31PLANTAR E COLHER
Você sabe o que é
Tecnologia Verde?
Muitas empresas adquiriram a tecnologia verde pensando em preservar o meio ambiente. Essa tecnologia são
todos os produtos que as empresas produzem e que não atingem o meio ambiente como: carros elétricos,
carregador de celular solar etc.
Um dos carros que colaboram com o meio ambiente é o E-Buster. A parte mais importante deste carro é o seu motor
elétrico de 114 HP [horse power, ou seja, potência do motor] movido por uma bateria de íon-litio de 315kg. Isso já
diminuiu a poluição, pois não utiliza nenhum tipo de combustível.
Outro produto é o carro Seed que colabora com o meio ambiente por ter baixíssimo nível de poluição sonora, sem
poluição atmosférica e seu consumo é até cinco vezes menor se comparado a um carro flex e a maior parte dos
componentes deste carro é de origem reciclável.
O carregador de celular solar colabora com o meio ambiente por não consumir energia elétrica. Além disso, o uso é prático
e eficaz e tem benefícios que em qualquer lugar que o consumidor esteja pode recarregar seu aparelho celular.
Essas empresas também intencionam conquistar a população que está disposta a diminuir os danos ao planeta. Com isso
ganhamos todos, pois essa atitude faz com que novos produtos sejam fabricados com menor impacto ao meio ambiente.
Mas não é só dessa maneira que podemos ajudar. Cabe também adotar a economia verde em nossas vidas.
Podemos reciclar, não jogar lixo nas ruas, preservar o meio ambiente em nossa comunidade para que
possamos ter um futuro melhor.
Por: Augusto Angelo da Silva, Thiago da Silva Kuhnen e Isabela de Melo Pereira (Paulo VI)
Mas não é só dessa maneira que podemos ajudar. Cabe também adotar a economia verde em nossas vidas.
Podemos reciclar, não jogar lixo nas ruas, preservar o meio ambiente em nossa comunidade para que
possamos ter um futuro melhor.
É TUDO NOSSOEXPERIÊNCIAS, RELATOS E ACONTECIMENTOS DA COMUNIDADE
TN
32 AÇÃO COMUNITÁRIA
Por: Thalita Moreira (Núcleo de Comunicação)
A prefeitura de Embu Guaçu instalou
academias ao ar livre para incentivar a prática
de atividades físicas e melhorar a qualidade
de vida da população. As academias foram
instaladas nas praças Eunice Domingues
da Silva (Cipó), Heitor Freire de Carvalho
(próxima à Escola Paschoal Carlos Magno –
Jardim Brasil) e na Área de Lazer do Jardim
São Paulo.
Nesses espaços podem ser encontrados
equipamentos como: surf, simulador de
caminhada, rotação dupla diagonal e vertical,
alongador, esqui, multiexercitador, pressão
de pernas, remada sentada e simulador de
cavalgada. Segundo especialistas, esses
equipamentos exercitam várias partes do
corpo, mas alertam que os usuários devem
fazer uma caminhada ou corrida antes do uso
da academia, para evitar lesões musculares.
em Embu Guaçu
Academia ao
ar Livre
Agora é só reunir a família e praticar
exercícios totalmente gratuitos!
Diversão em dose dupla!
TN
ED. 07 | JANEIRO 2013 33É TUDO NOSSO
TNTN
Por: Ariana de Abreu (Núcleo de Comunicação)
A
entrevista que segue foi realizada por uma jovem dentro da sua comunidade.
Ela buscou informações sobre o Programa Preparação para o Trabalho (PPT)
por meio do contato com alunos, ex-alunos e educadores participantes.
Entrevistacom ex-alunos do curso PPT
Lucas Marçal: O curso Preparação Para o Trabalho é
oferecido pela Ação Comunitária, uma ONG que divulga
projetos em várias regiões da cidade de São Paulo.
Indicado para jovens de 15 a 21 anos, onde o jovem pode
descobrir até sua vocação em algo que nunca pensou que
conseguiria. Para fazer o curso você precisa comparecer
em uma das organizações mais próximas do seu bairro
ou município. O curso tem duração total de 5 meses e
é composto por três eixos: Trabalho, Cultura e Autogestão.
Explique o que
é o PPT?
Explique o que
é o PPT?
Como os jovens reagem ao
primeiro dia de curso?
Como os jovens reagem ao
primeiro dia de curso?
Quais habilidades adquiridas
no curso?
Quais habilidades adquiridas
no curso?
O que você achou quando acabo curso?O que você achou quando acabo curso?
O que você achou da atividade
Simulado do Processo Seletivo?
O que você achou da atividade
Simulado do Processo Seletivo?
Gleice Souza: No primeiro dia é tudo muito difícil ,
pois não nos conhecemos, somos tímidos, e ainda tem
aquele que não gosta de participar.
Eude Santos: Ficamos tímidos porque não conhecemos
ninguém e com medo de falar alguma besteira.
Gleice Souza: Aprendemos a nos expressar e a falar
corretamente, e a desenvolver nossa expressão corporal e
raciocínio lógico.
Eude Santos: Aprendi a falar em público e a lidar com
situações difíceis.
Baby Mello: Aprendi a ter foco nos meus objetivos e a
trabalhar em equipe.
Lidia Santo: Muito bom! É um simulado que nos dá a
oportunidade de por nossos conhecimentos adquiridos
em prática e aprendemos como nos comportar numa
entrevista.
Thaisa Chavez: O processo seletivo foi uma forma de nos
preparar para uma entrevista. Eles fizeram parecer real,
nos avaliaram e deu muito certo! Depois desse processo
seletivo fictício eu pude me conhecer cada dia mais.
Leonardo Securio: Gostei bastante, pois prepara o
jovem para um futuro processo seletivo em alguma
empresa, com muitas dicas, dinâmicas, além de
como se comportar, o que fazer e como se vestir,
particularmente gostei muito!
Thaisa Chavez: Quando acabou o curso senti muita falta das atividades que eu e meus colegas produzíamos. Mas hoje coloco
em prática tudo o que aprendi. Fico feliz de saber que eu participei de um projeto desses.
Leonardo Securio: Fiquei muito triste, porque não iria mais ver a maioria dos meus amigos e educadores, além de ser difícil
achar um curso que foge da rotina como o PPT, mas ao mesmo tempo, consegue ser tão legal e que a maioria adora e quando
acaba sente saudade.
TN
ED. 07 | JANEIRO 2013AÇÃO COMUNITÁRIA34
Todos os nossos serviços são gratuitos e nossos recursos são provenientes de aportes de empresas parceiras,
da Lei Rouanet e também do FUMCAD (Fundo Municipal da Criança e do Adolescente).
Visite nosso site
www.acomunitaria.org.br
Curta nossa página no Facebook
www.facebook.com/acaocomunitaria
A Ação Comunitária é uma ONG sem fins lucrativos, fundada em 1967,
que trabalha pela inclusão e proteção social de crianças, adolescentes e
jovens por meio da educação.
Localizada na região do Campo Limpo, zona sul da cidade de São Paulo, conta
com a parceria de mais de 30 organizações de bairro na implantação de seus diversos
programas socioeducacionais:
Acreditamos que educação
transforma vidas e que juntos
poderemos fazer muito mais.
É um programa
para crianças de
até 5 anos. Focado
no estímulo oportuno
para desenvolvimento
de competências
e habilidades
para a vida.
Primeiras LetrasPrimeiras Letras
Programa de educação
complementar no
contraturno escolar,
recebe crianças e
adolescentes de
até 15 anos, com
muito foco no
protagonismo juvenil.
Crê-SerCrê-Ser
Para adolescentes e
jovens de 15 anos e
meio até 21, o
programa foca
na capacitação para o
primeiro emprego com
técnicas dinâmicas e
atraentes aos jovens.
Preparação
Para o Trabalho
Preparação
Para o Trabalho
Para jovens a partir
dos18 anos, os cursos
oferecidos formam
garçons e garçonetes e
também vendedores
de loja por meio de
técnicas de vendas.
Cursos
Profissionalizantes
Cursos
Profissionalizantes
Você Conheçe a
AÇÃO COMUNITÁRIA?
Você Conheçe a
AÇÃO COMUNITÁRIA?
É um programa semestral da Ação
Comunitária, que tem como objetivo
desenvolver aspectos pessoais e
profissionais em jovens de 15 e meio
a 21 anos, auxiliando a inserí-lo no
mercado de trabalho.
Em outras palavras, o programa trabalha
ética, moral, planejamento, comportamento,
vocabulário, iniciativa, desenvoltura, entre
outros, que vão te ajudar no momento
de conquistar aquele tão sonhado
primeiro emprego.
Além disso, o PPT te ajuda a montar o seu
Projeto de Vida, em que você analisa sua
realidade, vê como pode mudar aquilo
que não gosta e vai caminhando rumo a
tudo aquilo que deseja para seu futuro...
legal, né? ; )
Esta pode ser sua chance de começar
a realizar muitos de seus sonhos!
Entre no nosso site e preencha seu cadastro,
que entraremos em contato!
www.acomunitaria.org.br
D
urante a construção do F5 os jovens que tem interesse em investir na criatividade
podem elaborar desenhos relacionados com o projeto desenvolvido ao longo do
semestre. Ao final desse processo eles participam de um concurso que escolherá
o desenho vencedor por meio de uma votação via rede social NING.
SE LIGA NESSA!!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Descrição das oficinas projeto "Cidadania e Política nas Escolas 2015"
Descrição das oficinas projeto "Cidadania e Política nas Escolas 2015"Descrição das oficinas projeto "Cidadania e Política nas Escolas 2015"
Descrição das oficinas projeto "Cidadania e Política nas Escolas 2015"JCI Londrina
 
Relatório Anual de Atividades 2015
Relatório Anual de Atividades 2015Relatório Anual de Atividades 2015
Relatório Anual de Atividades 2015JCI Londrina
 
Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016
Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016
Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016CADI BRASIL
 
Bolhetim educação social janeiro 2014
Bolhetim educação social   janeiro 2014Bolhetim educação social   janeiro 2014
Bolhetim educação social janeiro 2014Daniela Azevedo
 
RELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADI
RELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADIRELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADI
RELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADICADI BRASIL
 
Nosso jornal pronto (1)
Nosso jornal pronto (1)Nosso jornal pronto (1)
Nosso jornal pronto (1)Debora Carpin
 
20191101 DW Debate: Escolas Comunitárias de Angola: Um Contributo para a Esco...
20191101 DW Debate: Escolas Comunitárias de Angola: Um Contributo para a Esco...20191101 DW Debate: Escolas Comunitárias de Angola: Um Contributo para a Esco...
20191101 DW Debate: Escolas Comunitárias de Angola: Um Contributo para a Esco...Development Workshop Angola
 
Muitos lugares para_aprender
Muitos lugares para_aprenderMuitos lugares para_aprender
Muitos lugares para_aprenderVira e Mexe
 
Unicef pt guia tenho_votonamatéria
Unicef pt guia tenho_votonamatériaUnicef pt guia tenho_votonamatéria
Unicef pt guia tenho_votonamatériaIsabelPereira2010
 
Uma jornada de vitórias pdf
Uma jornada de vitórias pdfUma jornada de vitórias pdf
Uma jornada de vitórias pdfLau Barboza
 
9 paz na escola construindo valores
9  paz na escola construindo valores9  paz na escola construindo valores
9 paz na escola construindo valoresjuniorfuleragem
 
Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013
Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013
Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013 Vasco Casimiro
 
Relatório anual 2014 OP4:14
Relatório anual 2014 OP4:14Relatório anual 2014 OP4:14
Relatório anual 2014 OP4:14João Barros
 
Desafio profissional portifóli
Desafio profissional  portifóliDesafio profissional  portifóli
Desafio profissional portifólilenice2015
 

Mais procurados (20)

Cartaz liga te
Cartaz liga teCartaz liga te
Cartaz liga te
 
Descrição das oficinas projeto "Cidadania e Política nas Escolas 2015"
Descrição das oficinas projeto "Cidadania e Política nas Escolas 2015"Descrição das oficinas projeto "Cidadania e Política nas Escolas 2015"
Descrição das oficinas projeto "Cidadania e Política nas Escolas 2015"
 
Relatório Anual de Atividades 2015
Relatório Anual de Atividades 2015Relatório Anual de Atividades 2015
Relatório Anual de Atividades 2015
 
Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016
Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016
Boletim CADI - Valença. III trimestre 2016
 
PPP 2016 dialogado 18-03-16
PPP 2016 dialogado 18-03-16PPP 2016 dialogado 18-03-16
PPP 2016 dialogado 18-03-16
 
Bolhetim educação social janeiro 2014
Bolhetim educação social   janeiro 2014Bolhetim educação social   janeiro 2014
Bolhetim educação social janeiro 2014
 
RELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADI
RELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADIRELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADI
RELATÓRIO DE TRANSPARÊNCIA DO CADI
 
Nosso jornal pronto (1)
Nosso jornal pronto (1)Nosso jornal pronto (1)
Nosso jornal pronto (1)
 
Consiso
Consiso Consiso
Consiso
 
Instituto Amaivos _ apresentação 2020
Instituto Amaivos _ apresentação 2020Instituto Amaivos _ apresentação 2020
Instituto Amaivos _ apresentação 2020
 
20191101 DW Debate: Escolas Comunitárias de Angola: Um Contributo para a Esco...
20191101 DW Debate: Escolas Comunitárias de Angola: Um Contributo para a Esco...20191101 DW Debate: Escolas Comunitárias de Angola: Um Contributo para a Esco...
20191101 DW Debate: Escolas Comunitárias de Angola: Um Contributo para a Esco...
 
Muitos lugares para_aprender
Muitos lugares para_aprenderMuitos lugares para_aprender
Muitos lugares para_aprender
 
Unicef pt guia tenho_votonamatéria
Unicef pt guia tenho_votonamatériaUnicef pt guia tenho_votonamatéria
Unicef pt guia tenho_votonamatéria
 
Jornal- 1ª Edição
Jornal- 1ª EdiçãoJornal- 1ª Edição
Jornal- 1ª Edição
 
Apresentação oficial da Universidade Metodista de São Paulo
Apresentação oficial da Universidade Metodista de São PauloApresentação oficial da Universidade Metodista de São Paulo
Apresentação oficial da Universidade Metodista de São Paulo
 
Uma jornada de vitórias pdf
Uma jornada de vitórias pdfUma jornada de vitórias pdf
Uma jornada de vitórias pdf
 
9 paz na escola construindo valores
9  paz na escola construindo valores9  paz na escola construindo valores
9 paz na escola construindo valores
 
Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013
Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013
Mais Juventude Mais Cartaxo 2011-2013
 
Relatório anual 2014 OP4:14
Relatório anual 2014 OP4:14Relatório anual 2014 OP4:14
Relatório anual 2014 OP4:14
 
Desafio profissional portifóli
Desafio profissional  portifóliDesafio profissional  portifóli
Desafio profissional portifóli
 

Semelhante a Capa: O Álcool na Vida dos Jovens

Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013
Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013
Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013Vocação
 
ESS- "Interação entre jovens e idosos, um caminho a percorrer"
ESS- "Interação entre jovens e idosos, um caminho a percorrer"ESS- "Interação entre jovens e idosos, um caminho a percorrer"
ESS- "Interação entre jovens e idosos, um caminho a percorrer"Ilda Bicacro
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Wagner Menegare
 
Slidefinaldo pa(firminizia)
Slidefinaldo pa(firminizia)Slidefinaldo pa(firminizia)
Slidefinaldo pa(firminizia)firminizia
 
Slidefinaldo pa(firminizia)
Slidefinaldo pa(firminizia)Slidefinaldo pa(firminizia)
Slidefinaldo pa(firminizia)firminizia
 
Slidefinaldo pa(firminizia)
Slidefinaldo pa(firminizia)Slidefinaldo pa(firminizia)
Slidefinaldo pa(firminizia)firminizia
 
Newsletter SocioAmbientar 2014/1
Newsletter SocioAmbientar 2014/1Newsletter SocioAmbientar 2014/1
Newsletter SocioAmbientar 2014/1Aghata Gonsalves
 
Boneca do informativo l dez
Boneca do informativo l  dezBoneca do informativo l  dez
Boneca do informativo l dezMilena Sant'Ana
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Geny Carvalho
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Rona2525
 
Jornaldaescolatancredoneves setembro2013
Jornaldaescolatancredoneves setembro2013Jornaldaescolatancredoneves setembro2013
Jornaldaescolatancredoneves setembro2013daiskvaleria
 
Projeto design de estande
Projeto design de estandeProjeto design de estande
Projeto design de estandekarennalima
 
Apresentação Comercial Amai-vos
Apresentação Comercial Amai-vosApresentação Comercial Amai-vos
Apresentação Comercial Amai-vosAmai-vos Instituto
 
Apresentação Consultor Educacional Ricardo Chagas
Apresentação Consultor Educacional Ricardo Chagas Apresentação Consultor Educacional Ricardo Chagas
Apresentação Consultor Educacional Ricardo Chagas Ricardo Chagas
 
Plano de Ação Intel 10
Plano de Ação Intel 10Plano de Ação Intel 10
Plano de Ação Intel 10Lúcia Peres
 

Semelhante a Capa: O Álcool na Vida dos Jovens (20)

Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013
Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013
Jornal Jovem F5 - 2a. Edição/2013
 
ESS- "Interação entre jovens e idosos, um caminho a percorrer"
ESS- "Interação entre jovens e idosos, um caminho a percorrer"ESS- "Interação entre jovens e idosos, um caminho a percorrer"
ESS- "Interação entre jovens e idosos, um caminho a percorrer"
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08
 
Slidefinaldo pa(firminizia)
Slidefinaldo pa(firminizia)Slidefinaldo pa(firminizia)
Slidefinaldo pa(firminizia)
 
Slidefinaldo pa(firminizia)
Slidefinaldo pa(firminizia)Slidefinaldo pa(firminizia)
Slidefinaldo pa(firminizia)
 
Slidefinaldo pa(firminizia)
Slidefinaldo pa(firminizia)Slidefinaldo pa(firminizia)
Slidefinaldo pa(firminizia)
 
Newsletter SocioAmbientar 2014/1
Newsletter SocioAmbientar 2014/1Newsletter SocioAmbientar 2014/1
Newsletter SocioAmbientar 2014/1
 
Boneca do informativo l dez
Boneca do informativo l  dezBoneca do informativo l  dez
Boneca do informativo l dez
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08
 
Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08Slides desigualdade social 25 08
Slides desigualdade social 25 08
 
Trabalho de encerramento da Oficina Mídias Sociais
Trabalho de encerramento da Oficina Mídias SociaisTrabalho de encerramento da Oficina Mídias Sociais
Trabalho de encerramento da Oficina Mídias Sociais
 
A leitura.
A leitura.A leitura.
A leitura.
 
Jornaldaescolatancredoneves setembro2013
Jornaldaescolatancredoneves setembro2013Jornaldaescolatancredoneves setembro2013
Jornaldaescolatancredoneves setembro2013
 
Verbete - PEPS
Verbete - PEPSVerbete - PEPS
Verbete - PEPS
 
Artigo selfie perfil corrigido.docx
Artigo selfie perfil corrigido.docxArtigo selfie perfil corrigido.docx
Artigo selfie perfil corrigido.docx
 
Artigo selfie perfil corrigido
Artigo selfie perfil corrigidoArtigo selfie perfil corrigido
Artigo selfie perfil corrigido
 
Projeto design de estande
Projeto design de estandeProjeto design de estande
Projeto design de estande
 
Apresentação Comercial Amai-vos
Apresentação Comercial Amai-vosApresentação Comercial Amai-vos
Apresentação Comercial Amai-vos
 
Apresentação Consultor Educacional Ricardo Chagas
Apresentação Consultor Educacional Ricardo Chagas Apresentação Consultor Educacional Ricardo Chagas
Apresentação Consultor Educacional Ricardo Chagas
 
Plano de Ação Intel 10
Plano de Ação Intel 10Plano de Ação Intel 10
Plano de Ação Intel 10
 

Mais de Vocação

Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET
Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET
Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET Vocação
 
Projeto Vocação Sustentável | CONDECA
Projeto Vocação Sustentável | CONDECA Projeto Vocação Sustentável | CONDECA
Projeto Vocação Sustentável | CONDECA Vocação
 
Construindo Vínculos Comunitários
Construindo Vínculos ComunitáriosConstruindo Vínculos Comunitários
Construindo Vínculos ComunitáriosVocação
 
Fortalecendo Projetos de Vida
Fortalecendo Projetos de VidaFortalecendo Projetos de Vida
Fortalecendo Projetos de VidaVocação
 
Festival ABCD Inglaterra - Participação da ONG Vocação
Festival ABCD Inglaterra - Participação da ONG VocaçãoFestival ABCD Inglaterra - Participação da ONG Vocação
Festival ABCD Inglaterra - Participação da ONG VocaçãoVocação
 
Projeto de vida: Caminhos para o desenvolvimento integral
Projeto de vida: Caminhos para o desenvolvimento integralProjeto de vida: Caminhos para o desenvolvimento integral
Projeto de vida: Caminhos para o desenvolvimento integralVocação
 
Família: Participação Cidadã
Família: Participação CidadãFamília: Participação Cidadã
Família: Participação CidadãVocação
 
Articulação Sociocultural 2015 - PROAC
Articulação Sociocultural 2015 - PROAC Articulação Sociocultural 2015 - PROAC
Articulação Sociocultural 2015 - PROAC Vocação
 
Som, Ritmo e Movimento 2015 - ROUANET
Som, Ritmo e Movimento 2015 - ROUANETSom, Ritmo e Movimento 2015 - ROUANET
Som, Ritmo e Movimento 2015 - ROUANETVocação
 
Música em Ação 2015 - FUMCAD
Música em Ação 2015 - FUMCADMúsica em Ação 2015 - FUMCAD
Música em Ação 2015 - FUMCADVocação
 
Jovens de Ação 2015 - FUMCAD
Jovens de Ação 2015 - FUMCADJovens de Ação 2015 - FUMCAD
Jovens de Ação 2015 - FUMCADVocação
 
Família Comunidade em Rede 2015 - FUMCAD
Família Comunidade em Rede 2015 - FUMCADFamília Comunidade em Rede 2015 - FUMCAD
Família Comunidade em Rede 2015 - FUMCADVocação
 
Proposta Torneio Beneficente de Golfe 2014 Ação Comunitária
Proposta Torneio Beneficente de Golfe 2014 Ação ComunitáriaProposta Torneio Beneficente de Golfe 2014 Ação Comunitária
Proposta Torneio Beneficente de Golfe 2014 Ação ComunitáriaVocação
 
Brincadeiras que educam 2014 - FUMCAD
Brincadeiras que educam 2014 - FUMCADBrincadeiras que educam 2014 - FUMCAD
Brincadeiras que educam 2014 - FUMCADVocação
 
Familias que Educam 2014 - FUMCAD
Familias que Educam 2014 - FUMCADFamilias que Educam 2014 - FUMCAD
Familias que Educam 2014 - FUMCADVocação
 
Projeto Conexão Jovem 2014 - FUMCAD
Projeto Conexão Jovem 2014 - FUMCADProjeto Conexão Jovem 2014 - FUMCAD
Projeto Conexão Jovem 2014 - FUMCADVocação
 
8a. Edição - Projeto Som, Ritmo e Movimento 2014 - ROUANET
8a. Edição - Projeto Som, Ritmo e Movimento 2014 - ROUANET8a. Edição - Projeto Som, Ritmo e Movimento 2014 - ROUANET
8a. Edição - Projeto Som, Ritmo e Movimento 2014 - ROUANETVocação
 
Livro "O Jovem e Seu Projeto de Vida"
Livro "O Jovem e Seu Projeto de Vida"Livro "O Jovem e Seu Projeto de Vida"
Livro "O Jovem e Seu Projeto de Vida"Vocação
 
Livro "Viver Comunidade! Lazer e Fortalecimento Comunitário"
Livro "Viver Comunidade! Lazer e Fortalecimento Comunitário"Livro "Viver Comunidade! Lazer e Fortalecimento Comunitário"
Livro "Viver Comunidade! Lazer e Fortalecimento Comunitário"Vocação
 

Mais de Vocação (19)

Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET
Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET
Plano Anual de Atividades - LEI ROUANET
 
Projeto Vocação Sustentável | CONDECA
Projeto Vocação Sustentável | CONDECA Projeto Vocação Sustentável | CONDECA
Projeto Vocação Sustentável | CONDECA
 
Construindo Vínculos Comunitários
Construindo Vínculos ComunitáriosConstruindo Vínculos Comunitários
Construindo Vínculos Comunitários
 
Fortalecendo Projetos de Vida
Fortalecendo Projetos de VidaFortalecendo Projetos de Vida
Fortalecendo Projetos de Vida
 
Festival ABCD Inglaterra - Participação da ONG Vocação
Festival ABCD Inglaterra - Participação da ONG VocaçãoFestival ABCD Inglaterra - Participação da ONG Vocação
Festival ABCD Inglaterra - Participação da ONG Vocação
 
Projeto de vida: Caminhos para o desenvolvimento integral
Projeto de vida: Caminhos para o desenvolvimento integralProjeto de vida: Caminhos para o desenvolvimento integral
Projeto de vida: Caminhos para o desenvolvimento integral
 
Família: Participação Cidadã
Família: Participação CidadãFamília: Participação Cidadã
Família: Participação Cidadã
 
Articulação Sociocultural 2015 - PROAC
Articulação Sociocultural 2015 - PROAC Articulação Sociocultural 2015 - PROAC
Articulação Sociocultural 2015 - PROAC
 
Som, Ritmo e Movimento 2015 - ROUANET
Som, Ritmo e Movimento 2015 - ROUANETSom, Ritmo e Movimento 2015 - ROUANET
Som, Ritmo e Movimento 2015 - ROUANET
 
Música em Ação 2015 - FUMCAD
Música em Ação 2015 - FUMCADMúsica em Ação 2015 - FUMCAD
Música em Ação 2015 - FUMCAD
 
Jovens de Ação 2015 - FUMCAD
Jovens de Ação 2015 - FUMCADJovens de Ação 2015 - FUMCAD
Jovens de Ação 2015 - FUMCAD
 
Família Comunidade em Rede 2015 - FUMCAD
Família Comunidade em Rede 2015 - FUMCADFamília Comunidade em Rede 2015 - FUMCAD
Família Comunidade em Rede 2015 - FUMCAD
 
Proposta Torneio Beneficente de Golfe 2014 Ação Comunitária
Proposta Torneio Beneficente de Golfe 2014 Ação ComunitáriaProposta Torneio Beneficente de Golfe 2014 Ação Comunitária
Proposta Torneio Beneficente de Golfe 2014 Ação Comunitária
 
Brincadeiras que educam 2014 - FUMCAD
Brincadeiras que educam 2014 - FUMCADBrincadeiras que educam 2014 - FUMCAD
Brincadeiras que educam 2014 - FUMCAD
 
Familias que Educam 2014 - FUMCAD
Familias que Educam 2014 - FUMCADFamilias que Educam 2014 - FUMCAD
Familias que Educam 2014 - FUMCAD
 
Projeto Conexão Jovem 2014 - FUMCAD
Projeto Conexão Jovem 2014 - FUMCADProjeto Conexão Jovem 2014 - FUMCAD
Projeto Conexão Jovem 2014 - FUMCAD
 
8a. Edição - Projeto Som, Ritmo e Movimento 2014 - ROUANET
8a. Edição - Projeto Som, Ritmo e Movimento 2014 - ROUANET8a. Edição - Projeto Som, Ritmo e Movimento 2014 - ROUANET
8a. Edição - Projeto Som, Ritmo e Movimento 2014 - ROUANET
 
Livro "O Jovem e Seu Projeto de Vida"
Livro "O Jovem e Seu Projeto de Vida"Livro "O Jovem e Seu Projeto de Vida"
Livro "O Jovem e Seu Projeto de Vida"
 
Livro "Viver Comunidade! Lazer e Fortalecimento Comunitário"
Livro "Viver Comunidade! Lazer e Fortalecimento Comunitário"Livro "Viver Comunidade! Lazer e Fortalecimento Comunitário"
Livro "Viver Comunidade! Lazer e Fortalecimento Comunitário"
 

Último

Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzAlexandrePereira818171
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimWashingtonSampaio5
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 

Último (20)

Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mimJunto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
Junto ao poço estava eu Quando um homem judeu Viu a sede que havia em mim
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 

Capa: O Álcool na Vida dos Jovens

  • 2. Presidente: Oscar Linhares Ferro Superintendente: Celso Freitas Gerente de Desenvolvimento Social: Deise Sartori Equipe Técnica do Programa Preparação para o Trabalho Coordenadora: Claudia Barone Orientadoras Pedagógicas: Daniela Nunes e Michelle Caetano Assistente do Programa Inserção: Jaqueline Bastos Estagiária do Programa Inserção: Enny Silva Jornalista Responsável: Marcio Sno (MTB: 52.888/SP) Criação e Arte Final: Liga da Kriação Assistente de Programas Sociais: Rubi Novaes Conselho Editor: Íris Macias e Victor Souza Educadores envolvidos: Ana Paula Moreira, Ana Paula Paixão de Amorim, Andréa Áurea de Souza Cruz, Cledson Jesus do Carmo, Eliane Célia da Silva Colvara, Emilene Gutierrez de Campos, Flavio Motta, Janice Quinqueto, Luciana Cunha de Figueiredo, Marcela Cardoso de Carvalho, Marcelo Coelho Lira, Maria Lúcia Tomé Branco, Mariana Gonçalves Rodrigues, Marta Cardoso de Carvalho, Rafael Rix Geronimo, Ricardo Kazuhide Tanikawa, Rosana Ribeiro da Silva e Sandra da Silva Peixoto Organizações Sociais PPT 2012 / 2013 » Associação Cidadania Ativa do Jd. Macedônia - ACAM » Comunidade Missionária de Villarégia - Santa Júlia » Movimento Renovador Paulo VI Lar Irmã Inês » Centro Popular de Defesa dos Direitos Humanos Frei Tito de Alencar Lima - Cidade Julia » Associação à Criança, ao Adolescente e Jovem do Icaraí - ACAJI » Centro Social São José » Associação dos Moradores da Vila Arco Íris - AMAI Sede Social: Rua Amacás, 243 - Jd. Leônidas Moreira CEP 05792-030 - São Paulo/SP Tel: 11 5843 2900 www.acomunitaria.org.br N o Jovem F5 primamos pelo direito à comunicação. Ele é o espaço onde todos os jovens do Projeto Preparação Para o Trabalho (PPT) da Ação Comunitária têm a oportunidade de escrever, dizer o que pensam, em que acreditam, destacar o que acham importante e mostrar suas atuações e interferências na comunidade. Fazendo isso, os jovens que trabalharam para que esta edição do F5 se tornasse realidade, se comprometeram em desenvolver a proatividade, criticidade, capacidade de argumentação e de relacionamento intra e interpessoal durante a realização das atividades propostas. Durante o processo de construção do F5 neste semestre, alguns valores emergiram nessa galera que trabalha junto e misturada, tais como a cooperação, solidariedade, o respeito e a tolerância. Um exemplo foi a “Balada Sem Álcool”, que aconteceu em algumas organizações parceiras e que se refletiu nessa edição por meio de temáticas como conscientização sobre o consumo responsável de álcool e cultura e lazer na comunidade. Esperamos que você aprecie a formação e o conhecimento que os jovens apresentam! Ano 4 | Edição 7 | Janeiro 2013 Expediente Agradecimentos A Ação Comunitária gostaria de agradecer aos parceiros que colaboraram das mais diversas formas: • Ambev • Banco Espírito Santo • Bic • Bradesco • Centro de Serviços Frango Assado Sudoeste • Comissária Aérea Brasília Ltda • Dextron Management Consulting • Itaú • Liki Restaurantes Ltda • Machado Meyer • Promon • PWC • Rao Restaurante • Rohr • Ultragaz de escrever, dizer o que pensam, em que
  • 3. A elaboração do Jornal Jovem F5 é um processo de descoberta desenvolvido em grupo pelos jovens do PPT e resultado da parceria entre a Ação Comunitária e o FUMCAD (Fundo Municipal da Criança e do Adolescente). A publicação tem como objetivo apoiar o trabalho com os jovens, fomentando a formação de pessoas mais críticas e autônomas ao analisarem a realidade que os cerca. O processo se inicia com os educadores, que apresentam a proposta do F5 aos jovens, explicando o porquê de cada caderno. Então, estes se organizam em grupos e, durante o projeto, identificam assuntos que interessam em explorar, registrando suas opiniões e pontos de vistas por meio de diversas formas (debates, fotografias, entrevistas, textos opinativos etc). Ostextossãoproduzidosduranteosemestreapartirdasatividadespropostas.Destaforma,todaexperiênciapodevirarmatéria! Nas organizações parceiras da Ação Comunitária, os educadores sugerem temas motivadores de debates como: cidadania, mundo do trabalho, cultura, sexualidade e vida em comunidade. Ao final, os jovens enviam os textos, que são avaliados por uma Comissão Editorial - que inclui a participação de jovens - e selecionados para integrar esta publicação. Este Jornal é distribuído para organizações parceiras da Ação Comunitária, escolas da região e parceiros financiadores da nossa organização. Capa: O Álcool na Vida dos Jovens Construção do Jovem F5 Índice Mais Destaques D! DESEMBUCHA!...................04 TE O TRAMPO E EU.................07 P PPT......................................11 SC SE CUIDA............................17 T! TÔ NA ÁREA!......................22 JM JUNTOS E MISTURADOS...26 PC PLANTAR E COLHER...........29 TN É TUDO NOSSO..................32 Meu Primeiro Emprego É hora de conquistar o primeiro emprego! Mas, e aí, o que é certo fazer? 10 O que leva uma pessoa a exagerar no uso do álcool? Será que é por influência de amigos? Cultura na Periferia Atividades de Ongs e Assossiações que proporcionam uma convivência melhor entre os jovens. Tecnologia Verde Você sabe o que é Tecnologia Verde? Produtos que não agridem o meio ambiente. 18 26 31
  • 4. DESEMBUCHA!PARA A GALERA DAR A SUA OPINIÃO SOBRE OS TEMAS QUESTIONADOS D! 04 AÇÃO COMUNITÁRIA A questão é que muitos pais querem participar da vida dos seus filhos, mas os filhos têm medo de se abrir, do que seus pais podem pensar dependendo do assunto. Então preferem escolher seus amigos, que podem até ajudar, mas não com tanta experiência e maturidade como os pais. Sendo assim, jovens deixem seus pais conversarem com vocês! Pode ser o melhor diálogo diante da dúvida. Jovens: deixem seus pais participarem de suas vidas! Diálogo com os pais Por: Jéssica Santos, Paulo Victor e Robert Teixeira (ACAJI) Hoje em dia os jovens reclamam da falta de diálogo com seus pais, mas será que eles estão dando abertura para isto acontecer?
  • 5. D! ED. 07 | JANEIRO 2013 DESEMBUCHA! 05 A tecnologia está tomando conta das cabeças dos jovens e, por isso, passam grande parte do tempo na internet, especialmente em redes sociais. Mas, e aí, você jovem, o que acha disso? Será que o errado é a existência da internet ou a forma como está sendo utilizada? Na maioria das vezes, os jovens não estão usando a internet da maneira correta. Ela pode ser utilizada como importante fonte de pesquisas, descobertas, bate-papo com amigos, troca de informações... Porém, as pessoas preferem se agredir verbalmente em redes sociais, incentivar o consumo de drogas, marcar encontros com pessoas estranhas que podem levar a um fim não muito agradável. Muitas vezes, os jovens postam em redes sociais fotos íntimas e informações particulares as quais facilitam que qualquer pessoa saiba por completo sobre suas vidas. Porém, é preciso ter cuidado, cautela, pois nunca sabemos quem está do outro lado do computador, quais são as verdadeiras intenções. Por isso, tome cuidado com o que você faz diante das redes sociais. Por: Jéssica Santos, Paulo Victor e Robert Teixeira (ACAJI) Por: Maike Matos e Elizama Pereira Barros (São José) Rede Sociais Em maio de 2011, em decisão inédita, o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a união civil entre os homossexuais. A partir da decisão, casais formados por companheiros do mesmo sexo passaram a ter direitos como: herança, pensão por morte ou separação e declaração compartilhada do Imposto de Renda, entre outros. Casais homoafetivos TRAJETÓRIAS E TRAJETOS Qual sua opinião a respeito? Os homossexuais são pessoas comuns. A sociedade discrimina muito esses casais. Pelo caminho da religiosidade isso acaba se tornando um tabu, um “bicho de sete cabeças”, quando na realidade é tudo simples: duas pes- soas que se amam têm o direito de ficar juntas, independente se são do mesmo sexo ou não. Denise Berto, 17 anos Aceito os direitos dos casais gays, se é lei devemos cumprir. Mas não concordo em aceitar que dois homens e duas mulheres criem filhos. Isso é abominável aos meus olhos e aos olhos de Deus. Anônimo, 16 anos Com o passar dos anos tudo evoluiu, menos a tolerância, o respeito e a dignidade ao próximo. Gays ainda são discriminados e, lamentavelmente, são alvos de grupos violentos. E tudo isso por um preconceito bobo. Milena Santos Sousa, 16 anos O governo decidiu ampliar a carga horária das aulas de português e matemática, excluindo as aulas de ciências, o que prejudica a formação dos alunos. Escola em tempo integral pode ser uma atraente forma na melhoria da educação, mas se o governo melhorasse o ensino escolar em seu tempo normal poderia até mesmo abrir oportunidades de cursos gratuitos de línguas, preparação ao trabalho, informática, entre outros, não seria necessário escolas integrais e o ensino seria de qualidade. Por: Thalita Moreira (Núcleo de Comunicação) Escolas de tempo integral não terão aulas de ciências. Mudanças do governo de SP atingem até 3º ano do ensino fundamental e recebem críticas. O objetivo é reforçar aulas de português e matemática. resolve? Escola Integral
  • 6. D! ED. 07 | JANEIRO 2013DESEMBUCHA!06 Por: Karina Oliveira (AMAI) Sempre corri atrás, assim como quando a paixão chegou. Você quer ganhá-la e tê-la mais e mais E é assim que luto para conquistar meus sonhos E é assim que luto para conquistar meu emprego E assim luto por minha independência e evolução profissional Seja ela qual for, luto com todo fervor, com competência e amor Na insistência de sempre progredir e melhorar mais Quando se fala em jovem lembramos da adolescência e, logo, dos “problemas de adolescentes”. Há quem diga que os jovens são “problemáticos”, arrumam confusões, sofrem “por nada”, não têm responsabilidades e que ainda não viram nada da vida. Mentira! Jovens sofrem, têm problemas, responsabilidades e já viram bastante coisa da vida! O comportamento revoltado, dramático e incompreensível dos jovens tem justificativas (e ótimas por sinal). As causas podem ser: o primeiro amor, o mau relacionamento com os pais e as suas cobranças, a pressão da escola e dos vestibulares e a vontade de ser livre. O que mais complica são os estudos. Para quem pensa que os jovens só curtem a fase boa da vida deve ficar sabendo que quando se está na reta final do Ensino Médio e entrando na universidade, as cobranças crescem. Como por exemplo: trabalhos, provas, cursos, apresentações, vestibular e muito mais. Isso pira com a cabeça de qualquer um! Sem contar na pressão que os pais fazem, que não dá pra saber se estão ou não apostando todas as fichas em um futuro promissor e de sucesso. Isso tudo faz com que os jovens fiquem loucos! Por isso, eles precisam de mais compreensão e de companhia que os entendam para que fiquem mais tranquilos. Por: Laryssa Macedo (ACAM) Comportamento dos jovens do século XXI Será que os jovens são todos iguais? Claro que não! Pessoas são diferentes, todo mundo é diferente. Não seria diferente com os jovens. Apesar de os problemas serem parecidos, sempre vai haver um jovem mais responsável, outro mais relaxado, um tímido, outro que “fala pelos cotovelos”... As únicas semelhanças são a idade e o que acontece com eles nessa fase. Diferenças de um jovem para outro Não Desista!Não Desista!
  • 7. O TRAMPO E EUMUNDO DO TRABALHO, OPORTUNIDADES, PRIMEIRO EMPREGO, LEIS TRABALHISTAS, DICAS DE CURSOS, CONCURSOS E VESTIBULARES TE 07AÇÃO COMUNITÁRIA Obs.: Na área de comunicação, embora esteja tão em alta no país, ainda faltam profissionais capacitados. »» As áreas mais promissoras no Brasil »» Empresas que mais empregam jovens »» Os 10 estágios mais bem pagos xperiências do primeiro Emprego xperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiroxperiências do primeiro Por: Juan Oliveira (AMAI) Por: Bianca Ferreira Saldanha e Daniela Ferreira de Souza (AMAI) Comecei a trabalhar com quase 14 anos em uma granja. Eu fazia tudo. Mas o que eu fazia com mais frequência era dissecar e matar galinhas. Trabalhei lá até meus 15 anos. Depois, surgiu outra oportunidade. Um amigo trabalhou durante muito tempo em uma empresa muito boa. Quando saiu, recebeu uma boa quantia. Ele não queria trabalhar para ninguém. E me falou a ideia que teve: – Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho experiência com clientes, com o capital e você com a mão de obra. Topei. Deu certo. Trabalhei até os 17 anos. Eu fazia de tudo: desde serviços de office boy até administrativos. Foi um tempo bom. Hoje, com 18 anos, trabalho com ele novamente, mas de outra forma. Penso dessa maneira e segue uma dica para quem está começando: tenha paciência e aprenda. Para quem está iniciando a luta fará muita diferença! A Curriculum, site de empregos que atua na América Latina, fez uma lista com o levantamento das áreas mais promissoras nos próximos anos. Ela mostra que grandes eventos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, já impulsionam alguns setores. Confira a lista abaixo Saúde Hotelaria 19,9 % 49,9 % Pesquisas »» »» As áreas mais promissoras no Brasil»» As áreas mais promissoras no Brasil Por: Bianca Ferreira Saldanha e Daniela Ferreira de Souza (AMAI) – Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho– Ah, Juan, uma metalúrgica! Eu tenho fará muita diferença!fará muita diferença!fará muita diferença!fará muita diferença! A Curriculum, site de empregos que atua na América Latina, fez uma lista com o levantamento das áreas mais promissoras nos próximos anos. Ela mostra que grandes eventos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas, já impulsionam alguns setores. Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »»Pesquisas »» 3 » Engenharia Eletrônica R$1.204,50 4 » Economia R$ 1.165,58 5 » Engenharia Civil: R$ 1.100,58 6 » Engenharia Mecânica: R$ 1.051,48 7 » Marketing: R$ 1.030,29 8 » Eletrotécnica: R$ 989,73 9 » Engenharia Elétrica: 924,85 10 » Administração Hospitalar: R$ 916,33 1º Mc Donald’s 2º Predicta 3º Chentech 4º Tempo Serviços 5º Rhede Reciclar 6º Zema 7º Edsha do Brasil 8º Gazin 9º Vizagio 10º Pharma R$ 916,33 Engenharia Mecatrônica R$ 1.259,23 2Engenharia de Produção R$ 1.436,72 1
  • 8. TE ED. 07 | JANEIRO 2013O TRAMPO E EU08 Dicas para: Entrevista de emprego Por: Cristhyan de Almeida e Thiago Oliveira Mota (ACAM) 1 Mantenha boa postura durante toda a entrevista. Ela pode ser um de seus diferenciais. Vai te ajudar a expressar confiança naquilo que você está dizendo e passar uma melhor imagem para o entrevistador. 2 Evite falar gírias. Buscar uma linguagem culta e respeitando a norma padrão é essencial para obter um bom desempenho durante a entrevista. Lembrando que não é necessário falar de uma forma muito com- plicada, procure se expressar com palavras simples, de preferência, que você conheça muito bem o significado. 7 Procure não fazer rodeios com suas respostas. Objetividade é muito importante no momento em que você estiver respondendo ao entrevistador. Além de tornar a entrevista algo menos maçante, revelará muitos aspectos sobre a sua personalidade e contribuirá para que sua entrevista flua da melhor maneira possível. 3 Mantenha contato visual com o entrevistador o tempo todo. O contato visual é um dos principais sinais de autoconfiança que você pode transmitir para alguém. Também vai ajudar a demonstrar certeza em tudo aquilo que você está falando. 9 Nunca minta para o entrevistador. As pessoas que realizam as entrevistas não estão ali por mero acaso. Não seria muito inusitado se sua entrevista fosse feita por um psicólogo, portanto, caso você mentisse ele certamente iria perceber e você pode entrar em contradição. Fora o constrangimento, ficaria a impressão de que você é uma pessoa que não possui ética. 8 Pesquise sobre a empresa. Essa pesquisa é muito importante, e o entrevistador lhe dará alguns pontos quando perceber que você de fato se interessa pela empresa e pelo cargo. 6 Não decore suas respostas. Caso você não responda com naturalidade, esteja certo de que o entrevistador irá perceber e isso pode te custar alguns pontos. Incorpore as respostas, responda apenas o que deve responder. Porém não tente memorizar nenhum discurso ou roteiro, para não ser surpreendido no momento da entrevista. 4 Não esqueça o currículo. Levá-lo para a entrevista de emprego é algo imprescindível. Muitas vezes, o entrevistador irá conduzir a entrevista com base em seu currículo. Por meio dele é que terá as primeiras impressões e noções de suas habilidades e competências. 5 Vista-se adequadamente. Seu traje não deve compor nada de muito exagerado, se vista de acordo com a ocasião. Aqui vão algumas dicas para você montar o seu look no dia da entrevista: »Não utilize roupas decotadas ou muito curtas; »Use sempre roupa social ou esporte fino; »Não use maquiagem muito pesada; »Use um perfume mais suave, pois o entrevistador pode ter o olfato sensível. »Suas roupas devem combinar, principalmente, meias e calça; »Procure optar por um sapato preto.
  • 9. TE ED. 07 | JANEIRO 2013 09O TRAMPO E EU Muitas vezes o mercado de trabalho passa a impressão de ser algo fácil de ingressar, mas isso não é verdade. Os cursos preparatórios estão justamente para auxiliar o jovem a entrar para no mercado e, por isso, são muito importantes para garantir seu desempenho no trabalho e para o seu currículo. Cursos Vestibulares preparatórios técnicos •INSCREVA-SE NA MAIOR QUANTIDADE DE VESTIBULARES POSSÍVEIS • FAÇA CURSOS PRÉ-VESTIBULARES • ESTUDE Muitos dos vestibulares são gratuitos. Então, há grandes oportunidades em mãos, não custa nada inscrever-se não é? Para quem deseja fazer faculdade, o vestibular auxilia até mesmo em uma bolsa de 100%. Por mais que você possa rever alguns conteúdos por conta própria, alguns como: matemática, física, química e biologia, dão sempre mais trabalho e são quase que obrigatórios terem um professor para explicar. Os cursos pré-vestibulares ensinam o que é preciso nessas matérias para conseguir boa nota no vestibular. Obviamente devemos estudar não acha? Mas foque o máximo que puder, pois o vestibular abre grandes portas para quem quer ingressar na faculdade. Planeje seu tempo para que possa estudar tranquilamente, sem que algum imprevisto o atrapalhe. Ter um idioma a mais no currículo pode ser um diferencial enorme, tanto para conseguir o emprego como para aumentar o piso salarial. Idiomas como inglês e espanhol são importantíssimos no mercado de trabalho hoje em dia e podem te abrir muitas portas. Ultimamente o mercado de trabalho está com falta de técnicos, então os investimentos em cursos técnicos são essenciais para os jovens. Com isso terá mais chances de conseguir um cargo maior em uma empresa que deseja. de idiomas
  • 10. TE ED. 07 | JANEIRO 2013O TRAMPO E EU10 É hora de conquistar o primeiro emprego! Mas e aí, o que é certo fazer? Como se comportar? Nossa...Quantas dúvidas! É natural surgirem várias dúvidas quando chega a hora de conseguir o primeiro emprego. Seguem as dicas! Tomar conhecimentos de vagas por meio de amigos (a chamada “indicação”), ou de sites, jornais, entre outros. Verificar o perfil da vaga (escolaridade, idade) e se você se enquadra ou não no perfil. Formular um currículo. Entregá-lo no local de interesse (não se pode esquecer que o currículo é o seu cartão de visita, ou seja, prepare-o com muito carinho!). Na hora da entrevista, se vista com cores neutras. Nada de saias, vestidos curtos ou blusas com decotes. Use calças sociais, porém, dependendo da vaga, pode até ser jeans, mas de cor escura. Acessórios (brincos, anéis, colares) discretos, quanto menor, melhor. Maquiagem e esmalte devem ser bem clarinhos. Estude o currículo antes de uma entrevista, tenha conhecimento de si, pratique a autoconfiança. Isso será o seu diferencial. Vamos lá, faça a diferença! Jovem Aprendiz O que é ser um... Por: Herbert de Lima, Marcos Henrique e Renan Augusto (ACAJI) Por: Herbert de Lima, Marcos Henrique e Renan Augusto (ACAJI) O RAP DO TRAMPO E EU Compositores - Karina Oliveira e Levi Candido Cantor - Juan Oliveira (AMAI) É algo relativo, que me ajuda a viver A minha profissão é linda de se ver As horas passam e as experiências vão crescendo E o Trampo e Eu desenvolvendo talentos Segura aí, vai vendo Atividade, competência com nossos direitos E o PPT e seus alunos, lutando sempre por respeito O Programa Jovem Aprendiz é uma ação do Ministério do Trabalho e Emprego, que determina que empresas de médio e grande porte reservem cotas que variam entre 5 a 15% para contratarem jovens de 14 a 24 anos. O horário de trabalho dos jovens que participam do Programa deve ser de 4, 6 ou 8 horas, dependendo do estabelecimento e do programa de curso. Já os menores de 18 anos não podem exercer atividades perigosas, trabalhar em horário noturno, realizar hora extra e também desenvolver trabalho externo, como office boy. Essa é mais uma opção para o jovem que está à procura de um emprego. Meu Primeiro Emprego
  • 11. PPTRELATOS E EXPERIÊNCIAS DO PROGRAMA PREPARAÇÃO PARA O TRABALHO P 11AÇÃO COMUNITÁRIA É um programa muito bom, porque aprendemos a trabalhar em equipe e lidar com as diferenças de opiniões. Mais disposição, porque antes do programa eu tinha um pouco de preguiça e o PPT me trouxe mais motivação. • Os educadores, que ensinam de modo diferente, com mais atenção e dedicação. • O PPT se diferencia dos outros por não ser apenas teórico, mas bastante prático. Estou gostando bastante, pois antes eu era muito desorganizada e, comeu era muito desorganizada e, com o PPT, tive uma visão diferente de como me preparar melhor e cumprir meus compromissos. Organização e responsabilidade. Mudei muito, senti o peso deMudei muito, senti o peso de como se eu fosse realmente uma funcionária, com tarefas e deveres a cumprir. • Ele nos ensina a nunca desistir e• Ele nos ensina a nunca desistir e aumenta a visão do que estamos fazendo. • Autoconfiança. Vou me sentir muito mais segura em uma entrevista de emprego. Estou gostando e aprendendoEstou gostando e aprendendo muito sobre nossa postura em uma empresa. Responsabilidade. Não conseguiaResponsabilidade. Não conseguia fazer nenhum trabalho na escola, e hoje sim, pois os educadores do PPT me influenciaram a melhorar. • Aprendi várias coisas importantes• Aprendi várias coisas importantes sobre minha futura carreira profissional. • No PPT se conquista mais responsabilidade. Festa – Balada da Amizade Por: Bruna Oliveira, Nathalia Araújo e Tainá Áires de Lima (AMAI) O objetivo da festa foi ensinar que não precisamos consumir bebida alcoólica para nos divertir. As educadoras nos surpreenderam com uma festa que animou a todos. Dia “D”... Este foi um dia em que fizemos dinâmicas que todos participaram e um precisou do outro. Dividimos em três grupos: os cegos, os mudos e os amarrados. Os mudos receberam a informação e tiveram que transmitir para os amarrados que orientaram os cegos a cumprirem a missão. O mais difícil foi compreender os mudos e guiar os cegos a fazerem as atividades. O propósito foi mostrar que precisamos uns dos outros. Por: Bruno A Partezani, Daiana Fedelix e Giovana de Carvalho (Paulo VI) Reunimos depoimentos de jovens PPTs em uma tabela para comparar as respostas. Confira! Jonatas Pedroso 17 anos Péricles Leão 16 anos16 anos Thayna Montovani Thayna Montovani Thayna 15 anos15 anos Qual sua opinião sobre o PPT? Qual foi a maior mudança depois de sua entrada no PPT? Aponte dois principais motivos que te levam a indicar o PPT a outros jovens. E o que acontece então nesse PPT ? E o que acontece então nesse PPT ?Vamos ver?
  • 12. P ED. 07 | JANEIRO 2013PPT12 PPTPor: Daiana Fedelix da Silva (Paulo VI) Deixei minha TV E vim aqui pro PPT Oportunidades encontrei Um futuro brilhante avistei O eixo Cultural Foi bacana, foi legal Aprendi a me expressar Em mim mesmo confiar No eixo Autogestão Não foi fácil, não. Tive que me conhecer E trabalhar muito para crescer Já no eixo Trabalho Não preciso nem dizer Responsabilidade e competência É o que mais podemos aprender Foi uma experiência incrível Que nunca vou esquecer Vou lembrar todos os dias Da minha Família PPT Quem sou eu? Por: William Ribeiro (São José) Sou uma pessoa persistente que não desiste do que quer! Me apego fácil às pessoas em minha volta E às vezes esqueço que algumas delas são passageiras. Até hoje uma das melhores escolhas foi ter participado do PPT. Não é difícil dizer quem sou eu, Difícil é saber quem eu vou ser... Estou em uma fase de diversas escolhas, Que são decisivas para o meu futuro. Encontro apoio em minha família biológica E na família do coração chamada Família PPT. Eu sou uma pessoa divertida que apesar de todos os desafios. Insisti em sorrir e a não desistir! Pense em você Pense no seu presente Pense no seu futuro Pense na sua vida Enfim, pense de modo geral Pense nas oportunidades Pense na qualidade Pense se vai valer a pena Enfim, faça uma análise Pense no profissionalismo, Pense na qualificação Pense no desenvolvimento social Enfim, pense no PPT Não deixe de pensar em valores Por: Valéria Rodrigues (AMAI) Não deixe deNão deixe deNão deixe de pensar em valorespensar em valorespensar em valores
  • 13. P ED. 07 | JANEIRO 2013 13PPT As mudanças que o PPT proporcionou na vida de meu filho Por: Valéria Rodrigues, Matheus Renan Barbosa, Nayara Batista de Oliveira e Luiz Henrique Mendes (AMAI) Em termos profissionais, meu filho está se superando, pois formalmente tem postura, é esforçado. Com todas essas mudanças, fui na primeira reunião e pude perceber o quanto os educadores do PPT se preocupam com o desenvolvimento dos jovens. Farei o que preciso for para ver meu filho bem empregado e com um orçamento que dê para sustentar sua família. Ótimo! Minha filha adquiriu mais responsabilidade. Ficou mais centrada nos seus objetivos. Está conseguindo se comunicar melhor. Em casa não para de falar de suas experiências positivas no PPT, de como está sendo produtivo e como renderá na vida profissional. Além disso, passa a maior parte do seu tempo focada nas atividades escolares e do programa. Com isso, não fica tanto em frente ao computador e com outras coisas que a distraem. Minha filha nunca deu trabalho, ou fez coisas erradas. Sinto que ela está evoluindo, tanto na vida, quanto na mente. Nilzete Barbosa, responsável pela jovem Valéria Rodrigues. Aminha filha tem evoluído muito. Tanto em termos pessoais, como profissionais. O PPT está servindo para estimular sua capacidade e clareza no que diz. Também notei mais responsabilidade nos seus compromissos e deveres. Isso, de fato, é muito importante para o mercado de trabalho, que virá posteriormente. Estou sentindo muito orgulho dela e que, por consequência, que ela tenha uma vida bem confortável financeiramente. É mais importante ela estar focada no PPT a ter que ficar em casa ou até mesmo fazendo coisas erradas. Adriana Batista, responsável pela jovem Nayara Batista. Rosângela Silva, responsável pela jovem Matheus Renan Desde que meu filho iniciou o PPT não tenho como falar suas mudanças, pois são muitas! Isso, sem dúvida, foi o que eu sempre quis. Começando por suas responsabilidades e maturidade muito notória: só o vejo honrando com seus compromissos e até mesmo fazendo algumas coisas relacionadas ao que ele aprende no PPT. Estou muito contente com isso e só tenho que agradecer ao PPT por essas mudanças repentinas! Benedita Mendes, responsável pela jovem Luiz Henrique
  • 14. P ED. 07 | JANEIRO 2013PPT14 Por: Bruna Oliveira, Nathália Araújo e Tainá Áires de Lima (AMAI) O PPT é fundamental aos jovens, pois permite a nossa “sobrevivência” no mercado de trabalho, levando em consideração que as pessoas são vistas na sociedade de acordo com a função que exercem. Quando entramos no PPT, estamos aceitando os valores e as regras, combinados de forma coletiva. PP Eixo autogestão Aborda vários temas que são fundamentais, como o Projeto de Vida, que prioriza o que há de mais importante em nossas vidas. Eixo trabalho Ensina a utilizar a tecnologia em nosso favor, explora cada ferramenta e informa os riscos que corremos ao usá-la incorretamente. Eixo cultural Estimula o dinamismo, a perda da timidez, ensina a ter postura e utilizar a criatividade. “Concluo o PPT e inicio o curso da minha vida. Sei que vou encontrar degraus aos quais vencerei passo a passo. Conto com uma grande ajuda, graças a tudo que aprendi neste programa. Levarei estes ensinamentos pelo resto da minha vida, tanto pessoal quanto profissional. Cada atividade que eu fiz foi com muita dedicação, que vou usar tudo. Não tenho muito que falar apenas agradecer pela oportunidade e também não somente por terem ensinado, mas por me fazerem aprender. Gostei de ter vivido cada momento, por ter feito novos amigos, ocupado as minhas tardes que eu sei que terei um ótimo retorno. ” Maike Matos, 16 anos “O PPT foi muito importante para a minha vida. Ensinou-me vários assuntos sobre o mercado de trabalho e me ajudou a ver melhor minhas qualidades e os pontos a serem melhorados.” Elizama Pereira Barros, 17 anos “Para mim o PPT foi uma oportunidade, pois consegui desenvolver algumas habilidades que não conhecia e também me preparei para o mercado de trabalho ”. Lays dos Santos Silveira, 18 - Ex PPT do 1º Semestre 2012. Documentários “O PPT foi uma experiência que mudou o meu eu, desde a minha personalidade à minha forma de falar, pensar e agir. Posso dizer em uma palavra que o PPT representa SUPERAÇÃO. ” Willian Alencar Silva,19 - Ex PPT do 1º Semestre de 2012.
  • 15. P ED. 07 | JANEIRO 2013 15PPT Por: Ketlin Rozemberg, Thayná Mantovani, Isabela de Melo Pereira e Guilherme Oliveira Passos (Paulo VI) J ovens de Responsa é um programa desenvolvido pela AMBEV (Companhia de Bebidas das Américas), em parceria com ONGs de todo o país, com intuito de prevenir o uso indevido do álcool por menores de 18 anos. No início, contava com quatro ONGs e, em 2012, saltou para 18 organizações. Uma das ONGs parceiras é a Ação Comunitária. Os jovens atendidos pelo Programa Preparação para o Trabalho (PPT) desta organização tiveram a oportunidade de conhecer a proposta “Jovens de Responsa” e acessar conteúdos voltados para a conscientização sobre o uso do álcool na juventude. Os jovens demonstraram bastante curiosidade pelo assunto abordado e se identificaram por meio de suas próprias experiências. Todas as “ONGs de Responsa”, como são conhecidas, têm a função de criar atividades específicas de inclusão social, cultural, esportiva, de acordo com o local. Tudo é acompanhado de perto pela AMBEV que organiza regularmente um workshop com as instituições para que todos estejam por dentro de suas atividades e possam trocar experiências. O programa atua também com os comerciantes de regiões de baixa renda, em busca de bares que vendem bebida a menores. Orientam o consumidor a beber de forma correta, e os comerciantes que cumprem os combinados, ganham a reforma de seu estabelecimento. Em 2011 mais de 355 bares foram sensibilizados com a iniciativa. E desde sua criação, o Jovens de Responsa conseguiu impactar mais de 4.300 jovens. Então galera! Já está mais do que provado que para passar momentos agradáveis com amigos e se divertir não são necessários o álcool e nem embriaguez. Jovens de Responsa e PPT Vamos ter o consumo consciente, com responsabilidade!
  • 16. P ED. 07 | JANEIRO 2013PPT16 Por: Fabiana Flores, Jenifer Diana, Jennifer Dias e Laís dos Santos (ACAJI) O Programa de Preparação para o Trabalho (PPT) é oferecido para jovens de 15 anos e meio a 21 anos e que estejam cursando, no mínimo, a 8ª série. O PPT prepara os jovens para o mercado de trabalho e ainda vai além: trabalhando também o pessoal de cada um. Afinal, o pessoal e o profissional caminham lado a lado. Composto por três eixos – Autogestão, Cultural e Trabalho, o programa oferece a oportunidade de desenvolver o seu projeto de vida, jornal da comunidade, mediação de leitura, conhecimentos culturais, informática e noções de escritório. Ou seja, é completo! Conheça o PPT! Por: Bruna Oliveira, Nathalia Araújo e Tainá Áires de Lima (AMAI) EX-PPT Entrevista com Nome: Thais dos Santos Coelho Idade: 19 anos Organização: Núcleo Socioeducativo Nossa Senhora Aparecida / Jardim Pedreira Educadores: Paulo, Isabel e Roney Ano: 2008 Então, vai ficar aí parado? Lógico que não! Busque informações e inscreva-se em uma organização mais próxima da sua casa e que ofereça o PPT. No mês das crianças fizemos uma festa com o PML: com pintura facial, sorteio de livros, esculturas de balões, mediação, brincadeiras. Foi um PML diferente! q PML Nem sempre acontece como planejamos. Mas,é um projeto que me ajudou muito em algumas escolhas. q Projeto de Vida Visitamos a Empresa Macro, a Bolsa de Valores, o Pátio do Colégio, o Sport Club Corinthians e o Centro de São Paulo. q Atividades Externas Fizemos uma peça abordando temas como preconceito, trabalho infantil, furto, brigas, álcool e drogas, com base em histórias reais. q Finalização do PPT
  • 17. SE CUIDAQUALIDADE DE VIDA, BEM ESTAR, ESPORTES, NUTRIÇÃO E SAÚDE SC 17AÇÃO COMUNITÁRIA Ai! Espinhas!Eu tenho O que causa? As principais causas das espinhas são: a alteração hormonal, estresse, falta de limpeza no rosto, oleosidade, maquiagem vencida, cremes gordurosos, se alimentar de frituras, refrigerantes e gorduras, protetor solar não adequado para a pele, fatores genéticos e exposição solar. Como Prevenir? Para ter um rosto limpo e sem espinhas devemos remover a maquiagem e não dormir com ela. Tome cuidado com os produtos que usa no rosto, dependendo do produto pode causar espinhas. Comer produtos mais saudáveis como: frutas, legumes, vitaminas e verduras. Não usar o cabelo cobrindo o rosto e não ficar muito tempo no sol. Dica: antes de dormir passe um pouco de própolis com um algodão sobre o rosto, que ajuda na prevenção. Espremer: Sim ou Não? Não podemos espremer espinhas, pois isso pode causar sequelas como cicatrizes e manchas, além de poder causar uma infecção facial. Comer chocolates causa espinhas? Muitos jovens evitam comer chocolate com medo de ficar cheio de espinhas, porém isso ainda não foi comprovado cientificamente. Muitas pessoas comem chocolate para amenizar uma ansiedade e tensão, e o resultado é o aparecimento de espinhas, mas não pelo chocolate e sim pelo estresse e alteração hormonal. Quando for comer um chocolate, faça sem pensar que ele causará as espinhas. Por: Leticia de Araujo Santana e Fernanda Bittencourt Gonçalves (Paulo VI) Mais informações: www.toquedapele.com/2010/02/dicas.html / clinicapedrocavalcanti.com.br/tag/pele / www.garotasmodernas.com
  • 18. MATÉRIA DE CAPA CAPAMATÉRIA DE CAPA 18 AÇÃO COMUNITÁRIA C Muitas perguntas surgem na mente de um jovem e algumas delas são: O que leva uma pessoa a exagerar no uso do álcool? Será que é por influência de amigos? É a curiosidade de experimentar algo diferente? Seja qual for o motivo, tudo pode se tornar muito perigoso, afinal, quanto mais se consome mais prejudicial será. Muitas vezes no embalo de uma música, na balada, o jovem começa com uma simples “cervejinha”, mas não demora nada, o perigo se aproxima, pois começa o exagero até chegar ao ponto de perder a noção dos próprios atos. Então, o arrependimento da forma como se comportou. A pergunta que sempre deve ficar martelando na cabeça do jovem é: o exagero no consumo do álcool serve para quê? O Governo do Estado de São Paulo criou uma lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos. O motivo é que o álcool pode causar dependência química e, em excesso, provoca graves males à saúde. Porém, mesmo sendo proibida para menores, a ingestão de álcool por adolescentes cresceu nos últimos anos e é hoje um grande problema de saúde pública, já que depois de dependente do álcool, a criança ou adolescente, terá problemas psicológicos e físicos. No PPT da Villaregia, em Itapecerica da Serra, os jovens tiveram algumas aulas para discutir sobre o uso de álcool e também prepararam um encontro para discutir com os pais. Foi um encontro totalmente esclarecedor e de conscientização e, para finalizar, os jovens convidaram os pais para uma dinâmica bem divertida e com a participação de todos, inclusive dos educadores. Fique esperto! Baladas A influência do Álcool na vida dos jovens Por: Gleice Silva, Igor Henrique, Jonathan Nascimento e Thaynara Moreira (ACAJI) sem Por : Lucas Rodrigues, Herikles André Danilo (Villaregia) Álcool: Proibição que Gera Prevenção!
  • 19. C ED. 07 | JANEIRO 2013 19MATÉRIA DE CAPA Plantão Jornal da Comunidade Com uma Balada sem Álcool, o ACAJI mostrou para os jovens do PPT do segundo semestre de 2012 que não é preciso uso de bebida alcoólica para se divertir! Confira uma entrevista com Igor Henrique (15 anos), um dos jovens que participou da festa: Como você reagiu quando soube que não teria bebida alcoólica na festa? R: Fiquei um pouco desanimado, pois com a bebida eu poderia “me soltar” mais e curtir mais a festa. E como foi a festa, pra você? R: No começo fiquei um pouco tímido, mas depois fui me soltando e me diverti bastante com meus amigos do PPT. E no final da festa, o seu conceito de não ter bebida alcoólica para se divertir, mudou? R: Mudou, porque eu me diverti e não precisei de bebidas alcoólicas.
  • 20. SC ED. 07 | JANEIRO 2013SE CUIDA20 Ginecologista Urologista e FD Vergonha Muitos jovens sentem muita vergonha de ir ao médico quando se trata das “partes íntimas”. É comum entre as mulheres ir ao ginecologista pelo menos uma vez ao ano. Elas são mais cuidadosas, vaidosas e quase sem nenhum preconceito ou vergonha. Já entre os homens isso já não é comum, pois não se sentem muito bem em ir a um urologista. Pensam no lado “machista”, que “isso é coisa de mulher” e muitas vezes acabam passando por apuros e até uma doença grave. FD Porque devemos ir? Devemos ir porque com saúde não se brinca e é sempre bom prevenir. Os adolescentes conhecem cada vez mais cedo os prazeres sexuais, sem a prevenção ou sem consultar um médico e, com isso, o número de doenças aumenta a cada ano. FD Que doenças podem ser prevenidas? No caso das mulheres, além da gravidez precoce, podem ser prevenidas doenças como infecção vaginal e até mesmo câncer no colo do útero. Nos homens podem ser prevenidas doenças sexualmente transmissíveis, infecção na próstata, torção do testículo e até câncer. Não importa: devemos sempre prevenir. FD Observação Citamos alguns exemplos, para que você saiba que deve ir ao ginecologista ou ao urologista, não só quando começa a ter relação sexual, mas também quando passa da fase criança à pré-adolescência. Mais informações: www.abcdasaude.com.br/artigo.php?688 | www.unfpa.org.br/Arquivos/guia_sexualidade.pdf Por: Letícia de Araújo Santana e Crislaine Rodrigues Paixão (Paulo VI) F D “Fui ao ginecologista somente uma vez, fiquei com muita vergonha e com medo de como poderia ser. Era um médico homem, ele me examinou e ficou tudo bem.” Monize da Silva, 21 anos “Costumo ir ao ginecologista uma vez por ano. Nas primeiras vezes me senti muito mal, mas depois peguei amizade com o meu médico. Ele é homem e me examina.” Thayna Montovane, 15 anos Depoimentos “Fui ao ginecologista somente uma vez, fiquei com muita vergonha e com medo de como poderia ser. Era um médico homem, ele me examinou e ficou tudo bem.” Nas primeiras vezes me senti muito mal, mas depois peguei amizade com
  • 21. SC ED. 07 | JANEIRO 2013 21SE CUIDA Música ajuda a melhorar a saúde? Sim, a música nos ajuda e muito! De acordo com especialistas, mover o corpo na dança pode ajudar a eliminar muitas doenças e ter disposição sempre. A dança é uma arte para a qual me entrego de corpo e alma. Sou quem realmente sou quando danço, e me sinto bem dançando. Sinto que me ajuda a melhorar a disposição e a minha saúde. Gosto de aprender e ensinar. Muitas músicas nos descrevem, algumas letras nos tocam e nos deixam tristes. Mas, outras nos deixam muito felizes! A música é muito importante! É como uma companhia, principalmente para os adolescentes que amam um fone de ouvido, ouvindo uma boa música de seu gosto. Aí vai um conselho: dance, cante, ensine. O importante é se movimentar e ser feliz! Rap do Se Cuida! Por: Aline dos Santos Silva (AMAI) A vida é só uma, então se cuida Um dia ela acaba e você nem vai ver A vida é assim com todo mundo Não tem como ser diferente com você Pense no futuro Pense no futuro, sempre Um dia ele se vai e você fica esperando voltar Para poder planejar Como será daqui para frente? Vou esperar Vamos esperar sentados? Não espere, não aguarde, não se cale O mundo não espera, ele anda e você fica E é assim É a árvore da vida seguindo a sua rotina Só cabe a você entrar nela para mudar É pra mudar É pro mundo mudar Faça a diferença Seja a diferença Deixa o seu legado aí pro mundo ver O melhor que você pode ser Curiosidades! Por: Ingrid Talita Batista da Silva (AMAI) Se cuida!!! Se cuidar faz parte da vida. O organismo humano é composto por aproximadamente 75% de água e ela forma diversos sais minerais para o corpo. A água é considerada solvente universal, pois é capaz de dissolver várias substâncias. Ela transporta nutrientes e resíduos das células e participa na manutenção da temperatura do organismo. Por: Bruno Almeida (AMAI) Você tem sono excessivo? Veja o que pode ser! Por: Ketlin Rozemberg, Thayná Mantovani, Isabela de Melo Pereira e Guilherme Oliveira Passos (Paulo VI) Muitas pessoas têm sono excessivo durante o dia e, para maioria delas, é consequência de uma noite mal dormida ou uma madrugada em claro por conta de trabalhos escolares. Em alguns casos não se trata de uma sonolência normal, e será que todos sabem que o sono pode ser uma doença? Narcolepsia. Esse é o nome da doença que mais estranhamento causa. Muitas pessoas a conhecem como “preguiça”. No entan- to, é uma doença pouco conhecida e atinge um em cada dois mil indivíduos. Seu diagnóstico é extremamente difícil, podendo che- gar a dois anos para obtê-lo corretamente. O principal sintoma é o sono excessivo, além de fraqueza do cor- po quando acordado, incapacidade de falar ou mover-se durante o sono (ou quando acabado de acordar) e ainda alucinações. Não há uma cura para a Narcolepsia e o tratamento inclui remédios, além de mudanças no estilo de vida que podem atenuar os sintomas. Muitas receitas preparadas com ovos crus, como a cobertura de bolo podem conter bactérias. Se alimentar bem, também é importante. Você sabia?
  • 22. TÔ NA ÁREA! T! 22 AÇÃO COMUNITÁRIA PARTICIPAÇÃO SOCIAL, VOLUNTARIADO, AÇÕES MUNDIAIS, ATUAÇÃO NA COMUNIDADE, CIDADANIA E AÇÕES COLETIVAS T!T! PARTICIPAÇÃO SOCIAL, VOLUNTARIADO, AÇÕES MUNDIAIS, ATUAÇÃO Jovens que participaram dessa ação: z Natalia da Silva Santos z Gabriela Pereira da Silva z Gabriel Lima Campos z Talita Santana dos Santos z Davi de Sousa Geronimo z Jonas de Sousa Geronimo z Jailma da Purificação Leite z Whashington Rodrigues de Carvalho na rua do Ação de limpeza Bairro Por: Natalia da Silva Santos (AMAI) Na AMAI percebemos que a rua e a calçada estavam constantemente sujas e não existiam cestos de lixo. Resolvemos então fazer uma limpeza geral e organizarmos o espaço. O projeto foi muito bem executado pelo grupo: chegamos e fizemos realmente o que tínhamos que fazer. Tivemos o apoio dos moradores e a atividade foi um sucesso! Todos estavam muito envolvidos com o projeto e todos os vizinhos da rua nos deram permissão para colocarmos as fotos no jornal que mostram o antes e o depois.
  • 23. T! ED. 07 | JANEIRO 2013 23TÔ NA ÁREA! Por: Elizama Pereira Barros e Yanka Cristina Ribeiro (São José) Em um breve levantamento sobre os assuntos que mais incomodam a população do nosso bairro, verificamos que a quantidade de lixo nas ruas e a violência são os que mais preocupam a nossa comunidade, seguido da falta de calçadas para pedestres e sinalização adequada. Com o objetivo de conscientizar a população sobre os cuidados com a coleta seletiva realizamos o Movimento ReutilizAção, que reuniu o Centro Social São José - PPT, CEI Manacás, CEI Ana de Fátima, Cooperativa Grajaú e Ação Comunitária. Quais os principais problemas que a população da Vila São José enfrenta diariamente? Luiz das Neves Silva – Eu vivo com minha família há mais de 30 anos aqui nesse bairro. Meus filhos cresceram aqui. O que me preocupa um pouco é a quantidade de lixo nas ruas. Há alguns anos quando chovia alagava tudo aqui no Largo São José. As pessoas mesmo vendo tudo isso, não se alertam para o futuro, jogam de tudo nas ruas. Eu tenho dois netinhos e gostaria que eles pudessem brincar nas ruas como os pais deles fizeram, só que agora não dá. As ruas estão sujas e perigosas. Ariosvaldo Mendes – Sou aposentado e moro nesse bairro há 17 anos. As coisas não andam boas. É muita violência. Nas pracinhas vemos agora muitos moradores de rua usando drogas. O lugar onde eles ficam geralmente tem muita sujeira que é outra coisa que me preocupa. Lá em casa separo garrafas e papelão. Só que fico nervoso quando os catadores mexem em todo meu lixo. MOVIMENTODE ReutilizAÇÃO! Por: Andrielly Albuquerque (ACAM) O que é ação cidadã? É uma atividade desenvolvida pelo eixo Trabalho, na qual é proposta a realização de uma festa para arrecadar fundos para a comunidade. Nesta atividade o principal é trabalhar com metas, um organograma e uma hierarquia para que o objetivo seja alcançado. A festa ajuda a adquirir habilidades como: trabalhar sob pressão, em equipe, organização, comunicação, entre outras. Ação Cidadã... UMA VIAGEM AO NORDESTE A Festa Nordestina foi bastante produtiva, pois me mostrou o verdadeiro significado de trabalhar em equipe, além de conseguir bater a meta proposta. Me senti realizada por ter participado deste projeto. Janaina Schindler, 15 anos A festa do meu semestre foi bem organizada, apesar de algumas pessoas não aceitarem outra opinião, teve um grande sucesso. Muito trabalho sob pressão, mas no final a recompensa foi muito grande. Já nesse semestre foi bem organizada, a comida estava muito boa, foi muito lucrativa e nesse dia o pessoal conseguiu trabalhar em equipe, foi muito boa. Foi um trabalho de grande sucesso. Os jovens são demais! Rosangela Viera Caetano, 19 anos, educanda do 1º Semestre de 2012 DEPOIMENTOS os cuidados com a coleta seletiva realizamos o Movimento ReutilizAção, que reuniu o Centro Social São José - PPT, CEI Manacás, CEI Ana de Fátima, Cooperativa Grajaú e Ação Comunitária. Quais os principais problemas que a população da Vila São José enfrenta diariamente? Eu vivo com minha família há mais de 30 anos aqui nesse bairro. Meus filhos cresceram aqui. O que me preocupa um pouco é a quantidade de lixo nas ruas. Há alguns anos quando chovia alagava tudo aqui no Largo São José. As pessoas Eu tenho dois netinhos e gostaria que eles pudessem brincar nas ruas como os pais Sou aposentado e moro nesse bairro há 17 anos. As coisas não andam boas. É muita violência. Nas pracinhas vemos agora muitos moradores de rua usando drogas. O lugar onde eles ficam geralmente tem muita sujeira que é outra coisa que me preocupa. Lá em casa separo garrafas e papelão. Só que fico nervoso quando os NORDESTE
  • 24. T! ED. 07 | JANEIRO 2013TÔ NA ÁREA!24 No Brasil temos vários grupos de movimentos juvenis que, por meio dessa manifestação cultural, vêm se organizando e desenvolvendo várias ações de protagonismo juvenil. A Nação Hip Hop Brasil, de São Paulo, é um desses movimentos que vêm discutindo alguns programas e projetos, dentre os quais: |» Democratização; |» Pontos de cultura acessíveis à periferia e que trabalhem os elementos do Hip Hop; |» Incentivo, com apoio técnico, à produção cultural dos jovens a periferia; |» Respeito pelo movimento. JuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenil Protagonismo Mas, o que é o HIP HOP? Um movimento cultural? Social? Juvenil? Graffiti Break É o movimento do corpo por meio da dança. Hip Hop Um movimento de cultura juvenil, que reúne diferentes manifestações artísticas. Rap(rhythm and poetry) Ritmo e poesia, a expressão músico-verbal proferida pelo MC (mestre de cerimônias). Representando as artes plásticas por desenhos coloridos feitos por grafiteiros, nas ruas das cidades espalhadas pelo mundo. JuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenil ProtagonismoProtagonismoProtagonismoProtagonismoProtagonismoProtagonismo JuvenilJuvenilJuvenil Protagonismo JuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenil Protagonismo JuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenil Protagonismo JuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenilJuvenil Protagonismo JuvenilJuvenilJuvenil Protagonismo BreakBreak É o movimento do corpo por meio da dança. Por : André Queiroz, Rafaela Giovanna, Barbara Lousi (Villaregia) A cada dia cresce o número de jovens que estão descobrindo novos caminhos e possibilidades de viver melhor nas periferias das grandes cidades. Eles fazem parte do Movimento Hip Hop, que é um meio de mobilização, conscientização política e exercício da cidadania e, é claro, de manifestação artística e cultural. Dia do Talento Intervenção no Centro Social São José Por: Maike Matos (São José) O Dia do Talento foi aberto para a comunidade com atividades que animaram o público. O evento contou com: oficina de graffiti, apresentações de dança e música, sarau de poesias e palestra sobre o uso consciente da água. Foi de grande importância participar da intervenção, pois pude conhecer um pouco mais sobre o graffiti, que muitas vezes é visto como vandalismo. Na mesma oficina tive oportunidade de conhecer técnicas para me aprimorar nessa arte e um pouco de sua história. Creio que não foi só proveitoso para mim, como para o Centro Social São José também, pois pudemos deixar o espaço com a “nossa cara”. Na finalização grafitamos o muro da organização. Fico feliz de ter deixado a nossa marca. O evento aconteceu com o apoio da Ação Comunitária e da empresa Passarelli.
  • 25. T! ED. 07 | JANEIRO 2013 25TÔ NA ÁREA! “Estamos na área, estamos na E.E. Condomínio Carioba Recanto Marisa. Acabamos de chegar. São 15h e acontece agora o intervalo das quintas séries.” Depois do término, fomos para a 5ª D. Nessa sala ficamos, o professor nos deixou a vontade. Passamos as regras. A sala estava uma bagunça, e o Whashington falou: – Quem está me ouvindo bata uma palma! – Quem está me ouvindo faça silêncio! E deu certo. Fizemos uma fila de garotos e outra de garotas. Descemos com eles e fomos para o pátio, realizamos a dinâmica “da pipoca” e depois a “do limãozinho”. No começo foi difícil. A Luana perguntou se eles estavam gostando, e eles responderam: “não!” Ficamos um pouco tristes, mas não desanimamos. Então fomos para o pátio fazermos as dinâmicas, tirar fotos e filmar tudo. Com a dinâmica eles se animaram muito, “todo movimento”, “trenzinho”, “July Baby” e “melancia”. Para nossa surpresa, quando estávamos nos despedindo das crianças, elas não queriam que terminasse, e gritavam: “Não termina, estamos gostando.” Mas tivemos que deixá-los. E seguiram a rotina do dia na escola. O PML é uma experiência incrível. Com o contato com crianças, as levamos para o mundo da leitura. O objetivo é colocar em prática algumas ações como trabalho em grupo, planejamento, organização das salas, leitura, dinâmicas etc. Afinal, por que o PML é importante? Por: Jessica Karoline Costa da Silva (AMAI) #… No começo as crianças não estavam muito interessadas. Mas conseguimos conquistar a confiança e o carinho delas. Fiquei muito feliz com o trabalho do grupo (Rafaela, Gessica Cristina, Jessica Carolina, Jonas e a colaboração especial de Whashington, Jailma, e Davi). - Luana Thainá de Almeida #… Na minha experiência com o PML de hoje tive que controlar minhas emoções, pois foi um dia diferente e desafiador. E também um dia produtivo para todos nós. - Gessica Cristina Rodrigues de Souza #… Foi um pouco difícil no começo. Mas, no final, deu tudo certo. Isso nos ajudou, nos trouxe aprendizado e diversão. - Aelma de Jesus Bonfim Por: Jessica Karoline Costa da Silva, Luana Thaina de Almeida, Rafaela Coimbra Portela, Aelma de Jesus Bonfim e Gessica Cristina Rodrigues de Souza (AMAI) T!T! “Estamos na área, estamos na E.E. Condomínio Carioba Recanto Marisa. Acabamos de chegar. sala ficamos, o professor nos deixou a vontade. Passamos as regras. A sala estava uma bagunça, Por: Jessica Karoline Costa da Silva (AMAI) Vivência do PML em uma escola estadual Com foco na formação dos educadores como mediadores de leitura para biblioteca, escola, creches e núcleossocioeducativos, o projeto começou em 1997, com aparceria da Fundação Abrinq com o Colégio Equipe e o Banco Citibank como financiador. Assim que os alunos do Colégio Equipe iniciaram com a mediaçãode leitura para jovens do Heliópolis, surgiu o Projeto Jovem Mediadorde Leitura, em parceria com A Cor da Letra. A proposta era que osjovens e adolescentes da periferia pudessem atuar como mediadoresnas comunidades voluntariamente. Em 2001 foi criado o Projeto Mudando a História com patrocínioda Nokia, no intuito de realizar capacitações a novos jovens.A partir de 2010, já sem o financiamento, os jovense as instituições continuaram a se mobilizarem para que o Projeto continuasse. Histór ia do PML Depoimentos de jovens que participaram desse PML
  • 26. JUNTOS & MISTURADOSDIVERSIDADE, COMPORTAMENTO, OPINIÃO E CULTURA JM 26 AÇÃO COMUNITÁRIA Cultura na periferiaPor: Liliane Rodrigues (Núcleo de Comunicação) H á muitos bairros periféricos na cidade de São Paulo, onde habitam a maior parte da população paulistana, sendo as crianças e os jovens os que prevalecem como maior parte da periferia. Para afastar esses jovens da violência são realizadas atividades pequenas, que infelizmente ainda não conseguem alcançar a todos, mas ONGs, associações e algumas pessoas tomam iniciativas para criar atividades atrativas, tais como: dar aulas de teatro, dança, e artes plásticas, isso para gerar uma expansão cultural e o jovem conhecer melhor a sua cultura e outros costumes diferentes dos seus. Essas atitudes (que por alguns ainda são vistas como uma besteira e perda de tempo) proporcionam uma convivência melhor entre os jovens, além de dar oportunidades para aqueles que não têm condições de pagar aulas, mas que desejam seguir uma carreira artística.
  • 27. JM ED. 07 | JANEIRO 2013 27JUNTOS & MISTURADOS Alguns adolescentes e crianças se reúnem em centros culturais de sua cidade para aprender diversas atividades como: teatro, ballet, Hip Hop, crochê, jogos, artes, entre outros. No programa Escola da Família (que funciona aos finais de semana das 9h ás 18h), estudantes bolsistas de universidades “tomam conta” da escola para levar ensino e diversão para os moradores do bairro onde se encontra a instituição. É um local onde os jovens podem se reunir para jogar futebol, andar de skate e encontrar os amigos. Além dessas atividades tem o Acessa Escola (que funciona de segunda a sexta das 7h ás 20h), lá os estudantes podemacessarainternet,fazertrabalhosescolares e entrar em suas redes sociais, tudo totalmente gratuito! E mais: podem fazer uso da biblioteca e participar do grêmio estudantil. Finais de semana parados em casa nunca mais! Por: Thalita Moreira (Núcleo de Comunicação) Por: Mayara Santos Tavares (Núcleo de Comunicação) Por: Liliane Rodrigues (Núcleo de Comunicação) A dança é uma das formas artísticas de expressar um sentimento ou passar uma mensagem específica. Ela está presente em algumas religiões como forma de adoração há muito tempo e, através desta forma, foram nascendo outras formas de dança e com outras várias finalidades. “A dança é a minha vida e não existe esse papo de “não sei dançar”, acredito que o simples movimento que se faz ao andar já é uma forma de se expressar, pois ninguém anda igual ao outro e, isso mostra como você é, trazendo sua personalidade. A dança também é isso: trazer sua personalidade, sua forma de ser a cada passo que você der.” Participo de um grupo chamado Family Lockers faço aula de Loking “o pai” do hip hop, da dança urbana. Por ter sido o pioneiro de todos os tipos de dança urbana, ela é uma modalidade pouco conhecida, é dançada com funk antigo, como James Brown e requer muita energia para ser dançada, pois a música pede isso. O grupo foi formado com o término do PPT na organização Centro de Convivência Santa Dorotéia. Um educador da ONG teve a vontade de montar esse grupo com a finalidade de abrir um espaço para os jovens, pois eles só trabalham com crianças, e para o grupo do PPT não se separar. Estamos com 5 meses de aula e já fizemos várias apresentações. É um grupo novo, não são todos ex PPTs, mas já nos consideramos uma família. Ao ritmo da dança Gostos Musicais Oficinas de teatro Ballet e Hip Hop Existem vários gêneros e subgêneros de músicas para agradar a todos os gostos. Mas na prática não é assim... Sempre há controvérsias sobre um estilo musical e outro. E ainda há “cam- panhas” conhecidas como “Doe um fone para um funkeiro”, “Unidos contra o Rock”, “Uni- dos contra o sertanejo”, “Unidos contra One Direction”, etc. Muitos julgam, expõem uns aos outros, já que os seus determinados gostos influem no seu modo de se vestir, gerando assim agressões físicas e verbais. Muitos dizem que os estilos musicais não influenciam na personalidade, mas não é o que ocorre realmente - afirma o professor Adrian North, da universidade esco- cesa Heriot-Watt, que estuda os vínculos entre as personalidades das pessoas e o tipo de música que gostam de ouvir. Enfim, os gostos musicais abrangem o estilo de vida e a personalidade das pessoas.
  • 28. JM ED. 07 | JANEIRO 2013JUNTOS & MISTURADOS28 Diversidade Sexual Todas as pessoas, independente de praticarem ou não o sexo, possuem sexualidade desde a infância. Quando atingem a adolescência vão direcionando seu olhar, seus interesses para o sexo que lhes é mais atraente. Como a maioria das pessoas tem orientação heterossexual, ou seja: se interessam pelo sexo oposto, convencionou-se que esse é o comportamento “normal”. Dessa forma, as pessoas que não seguem esse modelo acabam, muitas vezes, sendo apontadas pela sociedade e às vezes pela própria família, como anormais, doentes, pervertidas entre outras classificações preconceituosas. A descoberta é um dos pontos mais importantes na formação dos adolescentes e com isso geram dúvidas e questionamentos que ele faz para si mesmo. A homossexualidade e/ou bissexualidade fazem parte do processo, descoberta e “amadurecimento sexual” para alguns indivíduos essa fase é importante para definir seu tipo de relacionamento sexual no futuro. Hobby da galera Quando chega o final de semana, bate aquela dúvida: “O que vou fazer hoje?” Independente do estilo e da classe social, há vários lugares onde os jovens podem passar seu dia, por exemplo: museus, teatros, cinemas, feiras culturais e parques. nNomuseuémaisparapessoasqueseinteressamporconhe- cimento, tanto pelo passado como pelos tempos atuais; n O teatro e o cinema podem ser escolhidos pelo gosto dos jovens, (comédia, drama, romance, etc.); n A feira cultural é frequentada por quem gosta de arte e cultura; n O parque é um ambiente calmo, para pessoas que gostam deler,fazerpiqueniquecomafamília,passarumtempocom os amigos ou até mesmo com quem gosta. Os melhores parques encontrados no estado de São Paulo: Parque Vila Lobos: Localizado na Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 1655 Alto de Pinheiros (próximo a estação Vila Lobos da CPTM). Parque Ibirapuera: Localizado na Av. Pedro Álvares Cabral, Moema. Parque do Lago Francisco Rizzo (Parque do Riso): Localizado na Rua Alberto Giosa, 320, Quinhaú / Embu das Artes. Parque das Hortênsias: Localizado na Pça. Miguel Ortega, 500 Taboão da Serra (em frente à prefeitura). A dica foi dada agora divirta-se! Por: Ariana de Abreu (Núcleo de Comunicação) Para se proteger na internet nunca coloque seus dados pessoais em sites que você não conhece, pois algumas pessoas podem ter acesso e utilizarem essas informações para descobrir o que você faz, onde mora, poden- do até te roubar ou violentar. Segurança da criança na internet é impor- tante, por isso, sempre informe para uma criança não utilizar determinados sites e bloqueá-los, como os de bate-papo e simi- lares, para que ela não corra maiores riscos com pessoas desconhecidas. Antes de comprar algo pela internet, pesquise sobre a empresa, a loja, ou então per- gunte a alguém que já comprou nesse local. Ver se está tudo seguro mesmo para que você não tenha gastos indevidos e o produto não chegue. Gosta de interagir? Como se cuidar na Internet? Por: Whashington Rodrigues de Carvalho (AMAI) com pessoas desconhecidas. Antes de comprar algo pela internet, pesquise sobre a empresa, a loja, gunte a alguém que já comprou nesse local. Ver se está tudo seguro mesmo para que você não tenha gastos indevidos e o produto Por: Mayara Santos Tavares (Núcleo de Comunicação)
  • 29. PLANTAR E COLHERPROBLEMAS AMBIENTAIS, PESQUISAS E SOLUÇÕES PC 29AÇÃO COMUNITÁRIA Atualmente as empresas e ONGs estão se preocupando muito com o meio ambiente. A exemplo disso, a Bayer criou o programa “Bayer Jovens Embaixadores Ambientais”. E claro que os jovens não poderiam ficar de fora! Por isso, foi discutido o tema cidadania na Semana da Participação da Vida Pública do PPT da Villaregia, quando cada cidadão deve plantar uma sementinha, para que o nosso mundo melhore. Com isso, tornaram-se protagonistas de uma história revitalizando uma praça que fica próxima a organização. Deixe você também sua marca e plante sua sementinha! Conheça mais sobre o projeto Bayer Jovens Embaixadores Ambientais em: http://www.bayerjovens.com.br/pt/home/ Por: Aline Santos Pereira, Ana Beatriz Saturino e Jaqueline Maria de Jesus (Villaregia) Ambientais Embaixadores
  • 30. PC ED. 07 | JANEIRO 2013PLANTAR E COLHER30 Lixo eletrônico é todo material eletroeletrônico que perde a validade, ou seja, não está bom para uso e, por isso, precisa ser descartado. E é aí que surge o grande problema: onde jogar esse lixo? Sabe quando temos em casa um computador velho, sem funcionamento, ou até mesmo pilhas, baterias, televisão e queremos desfazer desses materiais e não sabemos como? Pois bem, com o grande avanço das novas tecnologias está se produzindo mui- to lixo eletrônico, que é jogado em local errado, ou seja, junto com o lixo comum que acaba poluindo o meio ambiente. Demo- rando milhares de anos para se decompor, além de causar graves danos à saúde. Nós, jovens, estamos cada vez mais contribuindo para isso: queremos tecnologias novas, mas o que fazer com as antigas? Fique ligado, aí vão algumas dicas de como desfazer-se de forma correta dos lixos eletrônicos: I O primeiro passo para evitar a poluição do meio ambiente é fazer a coleta seletiva em casas, escolas e empresas. O lixo eletrônico deve sempre ser separado dos resíduos orgânicos e dos materiais recicláveis (papel, plástico, metal). I Para não provocar a contaminação e poluição do meio ambiente, o correto é fazer o descarte em locais apropriados como empresas e cooperativas que atuam na área de reciclagem. I Celulares e suas baterias podem ser entregues nas empresas de telefonia celular. Elas encaminham estes resíduos de forma a não provocar danos ao meio ambiente. Faça a sua parte! O meio ambiente agradece! Ei, você aí! É, você mesmo! Me diz o que é poluição sonora? O que? Não sabe? Pois então, poluição sonora são ruídos que causam estresse, incômodo, agressividade, aumento de pressão, surdez etc. Como de costume nós, jovens, temos a mania de escutar música no fone de ouvido no último volume. Às vezes o som está tão alto que o colega que está ao lado consegue escutar a música que está tocando em nossos fones. Além disso, existem aquelas pessoas, que ligam o som do carro ou até mesmo em casa num volume muito alto, sem se preocupar com o próximo que não é obrigado a ouvir a mesma música que se ouve. Importante lembrar que ouvir música alta no fone pode trazer problemas de audição. E incomodar os vizinhos da nossa comunidade ouvindo música com volume alto pode causar desentendimento entre as pessoas. E isso não é legal. Bom senso e educação não fazem mal a ninguém. Não é mesmo? Poluição Sonora Lixo Eletrônico Entrevista Andréa Souza » educadora do ACAJI Qual tipo de poluição que mais a incomoda? Sons altos, carros com funk muito alto. Esse som causa algum estresse específico? Sim, um grande incômodo e a sensação de impotência por não poder fazer nada para não causar conflitos. Você acha que a poluição sonora do dia a dia acaba sendo motivo de tanto estresse para a sociedade? Sim, pois as pessoas ficam com a mente sempre cheia e não há muitos momentos de rela- xamento, o que acaba levando as pessoas a um estresse muito alto que pode causar doenças. alto que o colega que está ao lado consegue escutar a música que está tocando em nossos fones. Além disso, existem aquelas pessoas, que ligam o som do carro ou até mesmo em casa num volume muito alto, sem se preocupar com o próximo que não é obrigado a ouvir a mesma música que se ouve. ACAJIACAJIACAJI Você acha que a poluição sonora do dia a dia acaba sendo motivo de tanto Sim, pois as pessoas ficam com a mente sempre cheia e não há muitos momentos de rela- xamento, o que acaba levando as pessoas a um estresse muito alto que pode causar doenças. Por: Bruna Karoline Santos, Gabriela Cristina da Silva, Gabriel Moura, Samara Nunes e Valéria Silva (ACAJI) Por: Bruna Karoline Santos, Gabriela Cristina da Silva, Gabriel Moura, Samara Nunes e Valéria Silva (ACAJI) Nós, jovens, estamos cada vez mais contribuindo para isso: queremos tecnologias novas, mas o que fazer com as antigas? O primeiro passo para evitar a poluição do meio ambiente é fazer a coleta seletiva em casas, escolas e empresas. O lixo eletrônico deve sempre ser separado dos resíduos orgânicos e dos Para não provocar a contaminação e poluição do meio ambiente, o correto é fazer o descarte
  • 31. PC ED. 07 | JANEIRO 2013 31PLANTAR E COLHER Você sabe o que é Tecnologia Verde? Muitas empresas adquiriram a tecnologia verde pensando em preservar o meio ambiente. Essa tecnologia são todos os produtos que as empresas produzem e que não atingem o meio ambiente como: carros elétricos, carregador de celular solar etc. Um dos carros que colaboram com o meio ambiente é o E-Buster. A parte mais importante deste carro é o seu motor elétrico de 114 HP [horse power, ou seja, potência do motor] movido por uma bateria de íon-litio de 315kg. Isso já diminuiu a poluição, pois não utiliza nenhum tipo de combustível. Outro produto é o carro Seed que colabora com o meio ambiente por ter baixíssimo nível de poluição sonora, sem poluição atmosférica e seu consumo é até cinco vezes menor se comparado a um carro flex e a maior parte dos componentes deste carro é de origem reciclável. O carregador de celular solar colabora com o meio ambiente por não consumir energia elétrica. Além disso, o uso é prático e eficaz e tem benefícios que em qualquer lugar que o consumidor esteja pode recarregar seu aparelho celular. Essas empresas também intencionam conquistar a população que está disposta a diminuir os danos ao planeta. Com isso ganhamos todos, pois essa atitude faz com que novos produtos sejam fabricados com menor impacto ao meio ambiente. Mas não é só dessa maneira que podemos ajudar. Cabe também adotar a economia verde em nossas vidas. Podemos reciclar, não jogar lixo nas ruas, preservar o meio ambiente em nossa comunidade para que possamos ter um futuro melhor. Por: Augusto Angelo da Silva, Thiago da Silva Kuhnen e Isabela de Melo Pereira (Paulo VI) Mas não é só dessa maneira que podemos ajudar. Cabe também adotar a economia verde em nossas vidas. Podemos reciclar, não jogar lixo nas ruas, preservar o meio ambiente em nossa comunidade para que possamos ter um futuro melhor.
  • 32. É TUDO NOSSOEXPERIÊNCIAS, RELATOS E ACONTECIMENTOS DA COMUNIDADE TN 32 AÇÃO COMUNITÁRIA Por: Thalita Moreira (Núcleo de Comunicação) A prefeitura de Embu Guaçu instalou academias ao ar livre para incentivar a prática de atividades físicas e melhorar a qualidade de vida da população. As academias foram instaladas nas praças Eunice Domingues da Silva (Cipó), Heitor Freire de Carvalho (próxima à Escola Paschoal Carlos Magno – Jardim Brasil) e na Área de Lazer do Jardim São Paulo. Nesses espaços podem ser encontrados equipamentos como: surf, simulador de caminhada, rotação dupla diagonal e vertical, alongador, esqui, multiexercitador, pressão de pernas, remada sentada e simulador de cavalgada. Segundo especialistas, esses equipamentos exercitam várias partes do corpo, mas alertam que os usuários devem fazer uma caminhada ou corrida antes do uso da academia, para evitar lesões musculares. em Embu Guaçu Academia ao ar Livre Agora é só reunir a família e praticar exercícios totalmente gratuitos! Diversão em dose dupla!
  • 33. TN ED. 07 | JANEIRO 2013 33É TUDO NOSSO TNTN Por: Ariana de Abreu (Núcleo de Comunicação) A entrevista que segue foi realizada por uma jovem dentro da sua comunidade. Ela buscou informações sobre o Programa Preparação para o Trabalho (PPT) por meio do contato com alunos, ex-alunos e educadores participantes. Entrevistacom ex-alunos do curso PPT Lucas Marçal: O curso Preparação Para o Trabalho é oferecido pela Ação Comunitária, uma ONG que divulga projetos em várias regiões da cidade de São Paulo. Indicado para jovens de 15 a 21 anos, onde o jovem pode descobrir até sua vocação em algo que nunca pensou que conseguiria. Para fazer o curso você precisa comparecer em uma das organizações mais próximas do seu bairro ou município. O curso tem duração total de 5 meses e é composto por três eixos: Trabalho, Cultura e Autogestão. Explique o que é o PPT? Explique o que é o PPT? Como os jovens reagem ao primeiro dia de curso? Como os jovens reagem ao primeiro dia de curso? Quais habilidades adquiridas no curso? Quais habilidades adquiridas no curso? O que você achou quando acabo curso?O que você achou quando acabo curso? O que você achou da atividade Simulado do Processo Seletivo? O que você achou da atividade Simulado do Processo Seletivo? Gleice Souza: No primeiro dia é tudo muito difícil , pois não nos conhecemos, somos tímidos, e ainda tem aquele que não gosta de participar. Eude Santos: Ficamos tímidos porque não conhecemos ninguém e com medo de falar alguma besteira. Gleice Souza: Aprendemos a nos expressar e a falar corretamente, e a desenvolver nossa expressão corporal e raciocínio lógico. Eude Santos: Aprendi a falar em público e a lidar com situações difíceis. Baby Mello: Aprendi a ter foco nos meus objetivos e a trabalhar em equipe. Lidia Santo: Muito bom! É um simulado que nos dá a oportunidade de por nossos conhecimentos adquiridos em prática e aprendemos como nos comportar numa entrevista. Thaisa Chavez: O processo seletivo foi uma forma de nos preparar para uma entrevista. Eles fizeram parecer real, nos avaliaram e deu muito certo! Depois desse processo seletivo fictício eu pude me conhecer cada dia mais. Leonardo Securio: Gostei bastante, pois prepara o jovem para um futuro processo seletivo em alguma empresa, com muitas dicas, dinâmicas, além de como se comportar, o que fazer e como se vestir, particularmente gostei muito! Thaisa Chavez: Quando acabou o curso senti muita falta das atividades que eu e meus colegas produzíamos. Mas hoje coloco em prática tudo o que aprendi. Fico feliz de saber que eu participei de um projeto desses. Leonardo Securio: Fiquei muito triste, porque não iria mais ver a maioria dos meus amigos e educadores, além de ser difícil achar um curso que foge da rotina como o PPT, mas ao mesmo tempo, consegue ser tão legal e que a maioria adora e quando acaba sente saudade. TN
  • 34. ED. 07 | JANEIRO 2013AÇÃO COMUNITÁRIA34 Todos os nossos serviços são gratuitos e nossos recursos são provenientes de aportes de empresas parceiras, da Lei Rouanet e também do FUMCAD (Fundo Municipal da Criança e do Adolescente). Visite nosso site www.acomunitaria.org.br Curta nossa página no Facebook www.facebook.com/acaocomunitaria A Ação Comunitária é uma ONG sem fins lucrativos, fundada em 1967, que trabalha pela inclusão e proteção social de crianças, adolescentes e jovens por meio da educação. Localizada na região do Campo Limpo, zona sul da cidade de São Paulo, conta com a parceria de mais de 30 organizações de bairro na implantação de seus diversos programas socioeducacionais: Acreditamos que educação transforma vidas e que juntos poderemos fazer muito mais. É um programa para crianças de até 5 anos. Focado no estímulo oportuno para desenvolvimento de competências e habilidades para a vida. Primeiras LetrasPrimeiras Letras Programa de educação complementar no contraturno escolar, recebe crianças e adolescentes de até 15 anos, com muito foco no protagonismo juvenil. Crê-SerCrê-Ser Para adolescentes e jovens de 15 anos e meio até 21, o programa foca na capacitação para o primeiro emprego com técnicas dinâmicas e atraentes aos jovens. Preparação Para o Trabalho Preparação Para o Trabalho Para jovens a partir dos18 anos, os cursos oferecidos formam garçons e garçonetes e também vendedores de loja por meio de técnicas de vendas. Cursos Profissionalizantes Cursos Profissionalizantes Você Conheçe a AÇÃO COMUNITÁRIA? Você Conheçe a AÇÃO COMUNITÁRIA?
  • 35. É um programa semestral da Ação Comunitária, que tem como objetivo desenvolver aspectos pessoais e profissionais em jovens de 15 e meio a 21 anos, auxiliando a inserí-lo no mercado de trabalho. Em outras palavras, o programa trabalha ética, moral, planejamento, comportamento, vocabulário, iniciativa, desenvoltura, entre outros, que vão te ajudar no momento de conquistar aquele tão sonhado primeiro emprego. Além disso, o PPT te ajuda a montar o seu Projeto de Vida, em que você analisa sua realidade, vê como pode mudar aquilo que não gosta e vai caminhando rumo a tudo aquilo que deseja para seu futuro... legal, né? ; ) Esta pode ser sua chance de começar a realizar muitos de seus sonhos! Entre no nosso site e preencha seu cadastro, que entraremos em contato! www.acomunitaria.org.br
  • 36. D urante a construção do F5 os jovens que tem interesse em investir na criatividade podem elaborar desenhos relacionados com o projeto desenvolvido ao longo do semestre. Ao final desse processo eles participam de um concurso que escolherá o desenho vencedor por meio de uma votação via rede social NING. SE LIGA NESSA!!!