SlideShare uma empresa Scribd logo

7 03 a degradação do ambiente internacional

1) O documento descreve a disseminação do fascismo na Europa e em outros continentes nos anos 1930, com diversos países adotando ditaduras fascistas como Itália, Alemanha e Portugal. 2) As democracias europeias resistiram à expansão do fascismo por alguns anos, mas acabaram cedendo aos avanços territoriais da Alemanha até que a II Guerra Mundial teve início com a invasão da Polônia em 1939. 3) A guerra começou com vitórias do Eixo, mas os Aliados acabaram venc

1 de 21
História A - Módulo 7
Crises, embates ideológicos e mutações culturais
na primeira metade do século XX
Unidade 3
A degradação do ambiente internacional
http://divulgacaohistoria.wordpress.com/
2017_2018
Módulo 7, História A 2
3.1. A irradiação do fascismo pelo mundo (não é de aprofundamento)
3.1.1 Na Europa
Ao longo dos anos 30 as ditaduras fascistas disseminaram-se pela
Europa:
Itália (1923), Portugal (1926), Alemanha (1933), Bulgária, Estónia e
Lituânia (1934), Grécia (1936);
1938 – A Alemanha anexa a Checoslováquia, após os acordos de
Munique. A região dos Sudetas era de maioria alemã;
Em 1938 – A Alemanha anexa a Áustria (Anschluss);
Módulo 7, História A 3
1939 – Termina a guerra civil espanhola com a vitória dos
franquistas;
Apenas um punhado de países europeus mantinham uma
democracia parlamentar: França, Inglaterra, Holanda, Países
Nórdicos e Suíça;
Módulo 7, História A 4
3.1.2 Noutros continentes
Na América Latina: Brasil Argentina, Chile são alguns dos países
onde governavam ditaduras de cariz fascista;
No Oriente , o Japão, em 1933 os militares ultranacionalistas sobem
ao poder, e iniciam imediatamente um ambicioso plano
expansionista;
Alguns destes governos fazem pactos e acordos;
A Itália e a Alemanha apoiaram os franquistas na guerra civil
espanhola;
Módulo 7, História A 5
Em 1936, Hitler e Mussolini, assinam o Eixo Roma-Berlim;
Em 1939 assinam o Pacto de Aço;
A Alemanha assina com o Japão o Pacto Anto-Komitern, também
conhecido por Eixo Berlim-Tóquio, mais tarde a Itália e a Espanha
aderiram;
3.2 Reações ao totalitarismo fascistas (não é de aprofundamento)
3.2.1 Das hesitações face ao imperialismo e à guerra civil
espanhola à aliança contra o eixo nazi-fascista
Módulo 7, História A 6
A Itália, a Alemanha e o Japão, nos anos 30 violaram
sistematicamente a ordem internacional e inviabilizam qualquer
ação da SDN;
Em 1931, o Japão invade a Manchúria, em 1933, declara guerra à
China e retira-se da SDN;
Em 1935, a Itália iniciou a conquista da Abissínia (atual Etiópia);
Módulo 7, História A 7
Em 1936, violando os acordos do tratado de Versalhes, os alemães
remilitarizam a Renânia;
Em 1937, Hitler, proclama o espaço vital alemão (lebensraum);
Em 1938, a Alemanha, anexa a Áustria, os Sudetas e perante a
passividades das democracias anexa a Checoslováquia;
As democracias cederam perante as intenções expansionistas de
Hitler e assinaram o Tratado de Munique;
Módulo 7, História A 8
Em abril de 1939, a Itália anexou a Albânia;
Em 1939, Hitler assinou um pacto de não agressão com a URSS;
No dia 1 de setembro, a Alemanha, invade a Polónia e no dia 3, a
França e a Inglaterra declaram guerra à Alemanha;
Iniciou-se a II Guerra Mundial;
Módulo 7, História A 9
3.2.2 A mundialização do conflito
Módulo 7, História A 10
Principais acontecimento da II Guerra Mundial
As vitórias da Alemanha e seus aliados
1 de setembro de 1939 – Invasão da Polónia;
maio de 1939 – Invasão da Noruega, Dinamarca, Holanda, Bélgica e
França;
Verão de 1939 – Batalha de Inglaterra (aérea);
3 de fevereiro de 1941 – Desembarque do Africakorps em África;
22 de junho de 1941 – Invasão da União Soviética;
7 de dezembro de 1941 – Ataque do Japão a Pearl Harbor;
Módulo 7, História A 11
Os alemães iniciaram a guerra com uma tática que lhes conferiu
grandes vitórias, a guerra relâmpago (Blitzkrieg);
A Polónia rendeu-se m 3 semanas;
Em abril de 1940 a Dinamarca e a Noruega rendem-se;
Em maio invade a Bélgica e a Holanda e em meados de junho a
França rende-se;
Módulo 7, História A 12
Hitler de seguida planeia a invasão da Inglaterra, e ordenou o seu
bombardeamento;
Entre agosto e setembro de 1940, deu-se a Batalha de Inglaterra,
batalha completamente aérea que terminou com a vitória da Royal
Air Force (RAF) sobre a (Luftwaffe);
Módulo 7, História A 13
Em junho de 1941, rompe o pacto com Estaline e invade a URSS
(operação Barbarrosa);
Em 3 meses o exército alemão chego às portas de Moscovo;
Os russos conseguiram resistir;
O rigoroso inverno russo provocou imensas baixas no exército
germânico;
Módulo 7, História A 14
Principais acontecimento da II Guerra Mundial
A inversão da guerra
julho de 1942 – Batalhas de Midway e Guadalcanal no Pacífico;
outubro de 1942 – Batalha de El Alamein (tanques) em África;
setembro de 1942 – Início da batalha de Estalinegrado;
Módulo 7, História A 15
No inverno de 1942 o exército alemão é derrotado na Batalha de
Estalinegrado;
A 7 de dezembro de 1941, os japoneses atacam Pearl Harbor;
Os EUA entram na guerra;
Em 1942 combate-se no Norte de África;
Módulo 7, História A 16
Principais acontecimento da II Guerra Mundial
As vitórias dos aliados
6 de junho de 1944 – Desembarque na Normandia (França);
Reconquista pelos EUA dos territórios no Pacífico;
fevereiro de 1945 – Conferência de Ialta:
8 de maio de 1945 – Rendição alemã;
julho e agosto de 1945 – Conferência de Potsdam;
Módulo 7, História A 17
Principais acontecimento da II Guerra Mundial
As vitórias dos aliados
6 de agosto de 1945 – lançamento de uma bomba nuclear sobre
Hiroxima;
9 de agosto – lançamento de uma bomba atómica sobre Nagasaki;
2 de setembro de 1945 – rendição do Japão;
Módulo 7, História A 18
A partir de 1943 inicia-se a derrocada das forças do Eixo:
A Alemanha é derrotada no Norte de África;
No mesmo ano os Aliados invadem a Sicília, em junho de 1944
Roma é conquistada e termina o regime fascista;
Em 1943, os exércitos russos obrigam os alemães a recuarem;
Módulo 7, História A 19
No dia 6 de junho dá-se o dia D, o desembarque na Normandia;
Hitler suicida-se no dia 30 de abril
No dia 2 de maio de 1945, o exército soviético conquista Berlim;
A Alemanha rende-se no dia 7;
O Japão rende-se no dia 2 de setembro, depois dos EUA terem
lançado duas bombas atómicas sobre as cidades de Hiroxima e
Nagasáqui;
Módulo 7, História A 20
In O tempo da História, 2009, Porto Editora
Módulo 7, História A 21
Esta apresentação foi construída tendo por base a seguinte
bibliografia:
FORTES, Alexandra; Freitas Gomes, Fátima e Fortes, José, Linhas da
História 12, Areal Editores, 2015
COUTO, Célia Pinto, ROSAS, Maria Antónia Monterroso, O tempo da
História 12, Porto Editora, 2013
Antão, António, Preparação para o Exame Nacional 2014, História A,
Porto Editora 2015
Catarino, António Luís, Preparar o Exame Nacional de História A,
Areal Editores, 2015
2017/2018

Recomendados

7 01 as transformações das primeiras décadas do século xx blogue
7 01 as transformações das primeiras décadas do século xx blogue7 01 as transformações das primeiras décadas do século xx blogue
7 01 as transformações das primeiras décadas do século xx blogueVítor Santos
 
7 02 o_agudizar_anos 30
7 02 o_agudizar_anos 307 02 o_agudizar_anos 30
7 02 o_agudizar_anos 30Vítor Santos
 
8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico
8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolítico
8 01 nascimento e afirmação de um novo quadro geopolíticoVítor Santos
 
7 03 a degradação do ambiente internacional
7 03 a degradação do ambiente internacional7 03 a degradação do ambiente internacional
7 03 a degradação do ambiente internacionalVítor Santos
 
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunosVítor Santos
 
7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_1_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xxVítor Santos
 
A construção do modelo soviético
A construção do modelo soviéticoA construção do modelo soviético
A construção do modelo soviéticoCarlos Vieira
 
A regressão do demoliberalismo
A regressão do demoliberalismoA regressão do demoliberalismo
A regressão do demoliberalismohome
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

9 01 fim da guerra fria
9 01 fim da guerra fria9 01 fim da guerra fria
9 01 fim da guerra friaVítor Santos
 
9 02 a viragem para uma nova era
9 02 a viragem para uma nova era9 02 a viragem para uma nova era
9 02 a viragem para uma nova eraVítor Santos
 
A reconstrucao posguerra
A reconstrucao posguerraA reconstrucao posguerra
A reconstrucao posguerraPatrícia Alves
 
9 01 fim da guerra fria
9 01 fim da guerra fria9 01 fim da guerra fria
9 01 fim da guerra friaVítor Santos
 
A questão colonial e o 25 de abril
A questão colonial e o 25 de abrilA questão colonial e o 25 de abril
A questão colonial e o 25 de abrilCarlos Vieira
 
Historia a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumoHistoria a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumoEscoladocs
 
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1Joana Filipa Rodrigues
 
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunosVítor Santos
 
O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...
O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...
O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...Susana Cardoso Simões
 
Implantação do Marxismo-Leninismo na Rússia
Implantação do Marxismo-Leninismo na RússiaImplantação do Marxismo-Leninismo na Rússia
Implantação do Marxismo-Leninismo na Rússiahome
 
9 03 portugal no novo quadro internacional
9 03 portugal no novo quadro internacional9 03 portugal no novo quadro internacional
9 03 portugal no novo quadro internacionalVítor Santos
 
6 04 portugal uma sociedade capitalista dependente
6 04 portugal uma sociedade capitalista dependente6 04 portugal uma sociedade capitalista dependente
6 04 portugal uma sociedade capitalista dependenteVítor Santos
 
9 03 portugal no novo quadro internacional
9 03 portugal no novo quadro internacional9 03 portugal no novo quadro internacional
9 03 portugal no novo quadro internacionalVítor Santos
 
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugalVítor Santos
 
7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xxVítor Santos
 
Portugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardasPortugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardashome
 

Mais procurados (20)

9 01 fim da guerra fria
9 01 fim da guerra fria9 01 fim da guerra fria
9 01 fim da guerra fria
 
Modulo 8 e 9 historia A 12ºano
Modulo 8 e 9 historia A 12ºanoModulo 8 e 9 historia A 12ºano
Modulo 8 e 9 historia A 12ºano
 
9 02 a viragem para uma nova era
9 02 a viragem para uma nova era9 02 a viragem para uma nova era
9 02 a viragem para uma nova era
 
A reconstrucao posguerra
A reconstrucao posguerraA reconstrucao posguerra
A reconstrucao posguerra
 
9 01 fim da guerra fria
9 01 fim da guerra fria9 01 fim da guerra fria
9 01 fim da guerra fria
 
A questão colonial e o 25 de abril
A questão colonial e o 25 de abrilA questão colonial e o 25 de abril
A questão colonial e o 25 de abril
 
Teste modulo 7
Teste modulo 7Teste modulo 7
Teste modulo 7
 
Historia a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumoHistoria a-12-ano-resumo
Historia a-12-ano-resumo
 
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
História A, 12º ano, Módulo 9, Unidade 1
 
O Estado Novo
O Estado NovoO Estado Novo
O Estado Novo
 
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos
8 02 portugal do autoritarismo à democracia alunos
 
O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...
O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...
O imobilismo político e crescimento económico português do pós II Guerra Mund...
 
Implantação do Marxismo-Leninismo na Rússia
Implantação do Marxismo-Leninismo na RússiaImplantação do Marxismo-Leninismo na Rússia
Implantação do Marxismo-Leninismo na Rússia
 
9 03 portugal no novo quadro internacional
9 03 portugal no novo quadro internacional9 03 portugal no novo quadro internacional
9 03 portugal no novo quadro internacional
 
6 04 portugal uma sociedade capitalista dependente
6 04 portugal uma sociedade capitalista dependente6 04 portugal uma sociedade capitalista dependente
6 04 portugal uma sociedade capitalista dependente
 
9 03 portugal no novo quadro internacional
9 03 portugal no novo quadro internacional9 03 portugal no novo quadro internacional
9 03 portugal no novo quadro internacional
 
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
 
7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
 
Portugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardasPortugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardas
 
Frentes populares
Frentes popularesFrentes populares
Frentes populares
 

Semelhante a 7 03 a degradação do ambiente internacional

Slide periodo entre guerras e segunda guerra
Slide periodo entre guerras e segunda guerraSlide periodo entre guerras e segunda guerra
Slide periodo entre guerras e segunda guerraIsabel Aguiar
 
Período Entre Guerras & II Guerra Mundial
Período Entre Guerras & II Guerra MundialPeríodo Entre Guerras & II Guerra Mundial
Período Entre Guerras & II Guerra Mundialdayanbotelho2
 
10_2_A _2_Guerra_mundial_violência.pdf
10_2_A _2_Guerra_mundial_violência.pdf10_2_A _2_Guerra_mundial_violência.pdf
10_2_A _2_Guerra_mundial_violência.pdfVítor Santos
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundialTiagodavid
 
10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução
10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução
10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstruçãoVítor Santos
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialElton Zanoni
 
Aula 21 2ª guerra mundial
Aula 21   2ª guerra mundialAula 21   2ª guerra mundial
Aula 21 2ª guerra mundialJonatas Carlos
 
II guerra mundial
II guerra mundialII guerra mundial
II guerra mundialgdfsabc
 
Aula - Segunda Guerra Mundial
Aula - Segunda Guerra MundialAula - Segunda Guerra Mundial
Aula - Segunda Guerra Mundialgleisonfvilela
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundialguestd2595e
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialLutero Ramos
 
3º ano segunda guerra mundial (1939 – 1945)
3º ano   segunda guerra mundial (1939 – 1945)3º ano   segunda guerra mundial (1939 – 1945)
3º ano segunda guerra mundial (1939 – 1945)Daniel Alves Bronstrup
 

Semelhante a 7 03 a degradação do ambiente internacional (20)

Slide periodo entre guerras e segunda guerra
Slide periodo entre guerras e segunda guerraSlide periodo entre guerras e segunda guerra
Slide periodo entre guerras e segunda guerra
 
Período Entre Guerras & II Guerra Mundial
Período Entre Guerras & II Guerra MundialPeríodo Entre Guerras & II Guerra Mundial
Período Entre Guerras & II Guerra Mundial
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
Ww2
Ww2Ww2
Ww2
 
Apresentação Segunda Guera Mundial
Apresentação Segunda Guera MundialApresentação Segunda Guera Mundial
Apresentação Segunda Guera Mundial
 
II Guerra Mundial
II Guerra MundialII Guerra Mundial
II Guerra Mundial
 
10_2_A _2_Guerra_mundial_violência.pdf
10_2_A _2_Guerra_mundial_violência.pdf10_2_A _2_Guerra_mundial_violência.pdf
10_2_A _2_Guerra_mundial_violência.pdf
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução
10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução
10 2 a _2_guerra_mundial_violência_reconstrução
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
A 2ª Guerra Mundial
A 2ª Guerra MundialA 2ª Guerra Mundial
A 2ª Guerra Mundial
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
Aula 21 2ª guerra mundial
Aula 21   2ª guerra mundialAula 21   2ª guerra mundial
Aula 21 2ª guerra mundial
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
II guerra mundial
II guerra mundialII guerra mundial
II guerra mundial
 
Aula - Segunda Guerra Mundial
Aula - Segunda Guerra MundialAula - Segunda Guerra Mundial
Aula - Segunda Guerra Mundial
 
2 guerra mundial
2 guerra mundial2 guerra mundial
2 guerra mundial
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
3º ano segunda guerra mundial (1939 – 1945)
3º ano   segunda guerra mundial (1939 – 1945)3º ano   segunda guerra mundial (1939 – 1945)
3º ano segunda guerra mundial (1939 – 1945)
 

Mais de Vítor Santos

5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf
5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf
5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdfVítor Santos
 
5_01_a revolução americana_francesa_outras.pdf
5_01_a revolução americana_francesa_outras.pdf5_01_a revolução americana_francesa_outras.pdf
5_01_a revolução americana_francesa_outras.pdfVítor Santos
 
10_1_As dificuldades económicas dos anos 1930.pdf
10_1_As dificuldades económicas dos anos 1930.pdf10_1_As dificuldades económicas dos anos 1930.pdf
10_1_As dificuldades económicas dos anos 1930.pdfVítor Santos
 
9_ano_9_4_sociedade_cultura_num_mundo_em_mudança.pdf
9_ano_9_4_sociedade_cultura_num_mundo_em_mudança.pdf9_ano_9_4_sociedade_cultura_num_mundo_em_mudança.pdf
9_ano_9_4_sociedade_cultura_num_mundo_em_mudança.pdfVítor Santos
 
9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf
9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf
9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdfVítor Santos
 
9_ano_9_2_a_revolução_soviética.pdf
9_ano_9_2_a_revolução_soviética.pdf9_ano_9_2_a_revolução_soviética.pdf
9_ano_9_2_a_revolução_soviética.pdfVítor Santos
 
9_ano_9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia.pdf
9_ano_9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia.pdf9_ano_9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia.pdf
9_ano_9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia.pdfVítor Santos
 
03_05 As novas representações da humanidade.pdf
03_05 As novas representações da humanidade.pdf03_05 As novas representações da humanidade.pdf
03_05 As novas representações da humanidade.pdfVítor Santos
 
03_04 A renovação da espiritualidade e da religiosidade.pdf
03_04 A renovação da espiritualidade e da religiosidade.pdf03_04 A renovação da espiritualidade e da religiosidade.pdf
03_04 A renovação da espiritualidade e da religiosidade.pdfVítor Santos
 
03_03 A produção cultural.pdf
03_03 A produção cultural.pdf03_03 A produção cultural.pdf
03_03 A produção cultural.pdfVítor Santos
 
03_02 O alargamento do conhecimento do Mundo.pdf
03_02 O alargamento do conhecimento do Mundo.pdf03_02 O alargamento do conhecimento do Mundo.pdf
03_02 O alargamento do conhecimento do Mundo.pdfVítor Santos
 
03_01 a geografia cultural europeia.pdf
03_01 a geografia cultural europeia.pdf03_01 a geografia cultural europeia.pdf
03_01 a geografia cultural europeia.pdfVítor Santos
 
02_03_Valores vivências e quotidiano.pdf
02_03_Valores vivências e quotidiano.pdf02_03_Valores vivências e quotidiano.pdf
02_03_Valores vivências e quotidiano.pdfVítor Santos
 
02_02_o espaço português.pdf
02_02_o espaço português.pdf02_02_o espaço português.pdf
02_02_o espaço português.pdfVítor Santos
 
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdfVítor Santos
 
01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf
01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf
01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdfVítor Santos
 
01_02_o_modelo_romano.pdf
01_02_o_modelo_romano.pdf01_02_o_modelo_romano.pdf
01_02_o_modelo_romano.pdfVítor Santos
 
01_01_o_modelo_ateniense.pdf
01_01_o_modelo_ateniense.pdf01_01_o_modelo_ateniense.pdf
01_01_o_modelo_ateniense.pdfVítor Santos
 

Mais de Vítor Santos (20)

5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf
5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf
5_02_a revolução francesa_RESUMO.pdf
 
5_01_a revolução americana_francesa_outras.pdf
5_01_a revolução americana_francesa_outras.pdf5_01_a revolução americana_francesa_outras.pdf
5_01_a revolução americana_francesa_outras.pdf
 
10_1_As dificuldades económicas dos anos 1930.pdf
10_1_As dificuldades económicas dos anos 1930.pdf10_1_As dificuldades económicas dos anos 1930.pdf
10_1_As dificuldades económicas dos anos 1930.pdf
 
9_ano_9_4_sociedade_cultura_num_mundo_em_mudança.pdf
9_ano_9_4_sociedade_cultura_num_mundo_em_mudança.pdf9_ano_9_4_sociedade_cultura_num_mundo_em_mudança.pdf
9_ano_9_4_sociedade_cultura_num_mundo_em_mudança.pdf
 
9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf
9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf
9_ano_9_3_Portugal da primeira república à ditadura militar.pdf
 
9_ano_9_2_a_revolução_soviética.pdf
9_ano_9_2_a_revolução_soviética.pdf9_ano_9_2_a_revolução_soviética.pdf
9_ano_9_2_a_revolução_soviética.pdf
 
9_ano_9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia.pdf
9_ano_9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia.pdf9_ano_9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia.pdf
9_ano_9_1_ apogeu e declinio da influencia europeia.pdf
 
03_05 As novas representações da humanidade.pdf
03_05 As novas representações da humanidade.pdf03_05 As novas representações da humanidade.pdf
03_05 As novas representações da humanidade.pdf
 
03_04 A renovação da espiritualidade e da religiosidade.pdf
03_04 A renovação da espiritualidade e da religiosidade.pdf03_04 A renovação da espiritualidade e da religiosidade.pdf
03_04 A renovação da espiritualidade e da religiosidade.pdf
 
03_03 A produção cultural.pdf
03_03 A produção cultural.pdf03_03 A produção cultural.pdf
03_03 A produção cultural.pdf
 
03_02 O alargamento do conhecimento do Mundo.pdf
03_02 O alargamento do conhecimento do Mundo.pdf03_02 O alargamento do conhecimento do Mundo.pdf
03_02 O alargamento do conhecimento do Mundo.pdf
 
03_01 a geografia cultural europeia.pdf
03_01 a geografia cultural europeia.pdf03_01 a geografia cultural europeia.pdf
03_01 a geografia cultural europeia.pdf
 
02_03_Valores vivências e quotidiano.pdf
02_03_Valores vivências e quotidiano.pdf02_03_Valores vivências e quotidiano.pdf
02_03_Valores vivências e quotidiano.pdf
 
02_02_o espaço português.pdf
02_02_o espaço português.pdf02_02_o espaço português.pdf
02_02_o espaço português.pdf
 
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
02_01_A identidade civilizacional da Europa Ocidental.pdf
 
01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf
01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf
01_03_espaço_civliziçacional_a_beira_mudança.pdf
 
01_02_o_modelo_romano.pdf
01_02_o_modelo_romano.pdf01_02_o_modelo_romano.pdf
01_02_o_modelo_romano.pdf
 
01_01_o_modelo_ateniense.pdf
01_01_o_modelo_ateniense.pdf01_01_o_modelo_ateniense.pdf
01_01_o_modelo_ateniense.pdf
 
0_história_A.pdf
0_história_A.pdf0_história_A.pdf
0_história_A.pdf
 
Cronologia prec
Cronologia precCronologia prec
Cronologia prec
 

Último

2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoMariaJoão Agualuza
 
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...Prime Assessoria
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...GraceDavino
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...Prime Assessoria
 
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioDeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioIsabelPereira2010
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Prime Assessoria
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...azulassessoriaacadem3
 
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...azulassessoriaacadem3
 
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.Prime Assessoria
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...azulassessoriaacadem3
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...excellenceeducaciona
 

Último (20)

2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
 
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
 
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial AniversárioDeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
DeClara n.º 73 fevereiro 2024 edição especial Aniversário
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
2. Qual a extensão dos Direitos Fundamentais às pessoas que se encontram sob ...
 
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
 
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 

7 03 a degradação do ambiente internacional

  • 1. História A - Módulo 7 Crises, embates ideológicos e mutações culturais na primeira metade do século XX Unidade 3 A degradação do ambiente internacional http://divulgacaohistoria.wordpress.com/ 2017_2018
  • 2. Módulo 7, História A 2 3.1. A irradiação do fascismo pelo mundo (não é de aprofundamento) 3.1.1 Na Europa Ao longo dos anos 30 as ditaduras fascistas disseminaram-se pela Europa: Itália (1923), Portugal (1926), Alemanha (1933), Bulgária, Estónia e Lituânia (1934), Grécia (1936); 1938 – A Alemanha anexa a Checoslováquia, após os acordos de Munique. A região dos Sudetas era de maioria alemã; Em 1938 – A Alemanha anexa a Áustria (Anschluss);
  • 3. Módulo 7, História A 3 1939 – Termina a guerra civil espanhola com a vitória dos franquistas; Apenas um punhado de países europeus mantinham uma democracia parlamentar: França, Inglaterra, Holanda, Países Nórdicos e Suíça;
  • 4. Módulo 7, História A 4 3.1.2 Noutros continentes Na América Latina: Brasil Argentina, Chile são alguns dos países onde governavam ditaduras de cariz fascista; No Oriente , o Japão, em 1933 os militares ultranacionalistas sobem ao poder, e iniciam imediatamente um ambicioso plano expansionista; Alguns destes governos fazem pactos e acordos; A Itália e a Alemanha apoiaram os franquistas na guerra civil espanhola;
  • 5. Módulo 7, História A 5 Em 1936, Hitler e Mussolini, assinam o Eixo Roma-Berlim; Em 1939 assinam o Pacto de Aço; A Alemanha assina com o Japão o Pacto Anto-Komitern, também conhecido por Eixo Berlim-Tóquio, mais tarde a Itália e a Espanha aderiram; 3.2 Reações ao totalitarismo fascistas (não é de aprofundamento) 3.2.1 Das hesitações face ao imperialismo e à guerra civil espanhola à aliança contra o eixo nazi-fascista
  • 6. Módulo 7, História A 6 A Itália, a Alemanha e o Japão, nos anos 30 violaram sistematicamente a ordem internacional e inviabilizam qualquer ação da SDN; Em 1931, o Japão invade a Manchúria, em 1933, declara guerra à China e retira-se da SDN; Em 1935, a Itália iniciou a conquista da Abissínia (atual Etiópia);
  • 7. Módulo 7, História A 7 Em 1936, violando os acordos do tratado de Versalhes, os alemães remilitarizam a Renânia; Em 1937, Hitler, proclama o espaço vital alemão (lebensraum); Em 1938, a Alemanha, anexa a Áustria, os Sudetas e perante a passividades das democracias anexa a Checoslováquia; As democracias cederam perante as intenções expansionistas de Hitler e assinaram o Tratado de Munique;
  • 8. Módulo 7, História A 8 Em abril de 1939, a Itália anexou a Albânia; Em 1939, Hitler assinou um pacto de não agressão com a URSS; No dia 1 de setembro, a Alemanha, invade a Polónia e no dia 3, a França e a Inglaterra declaram guerra à Alemanha; Iniciou-se a II Guerra Mundial;
  • 9. Módulo 7, História A 9 3.2.2 A mundialização do conflito
  • 10. Módulo 7, História A 10 Principais acontecimento da II Guerra Mundial As vitórias da Alemanha e seus aliados 1 de setembro de 1939 – Invasão da Polónia; maio de 1939 – Invasão da Noruega, Dinamarca, Holanda, Bélgica e França; Verão de 1939 – Batalha de Inglaterra (aérea); 3 de fevereiro de 1941 – Desembarque do Africakorps em África; 22 de junho de 1941 – Invasão da União Soviética; 7 de dezembro de 1941 – Ataque do Japão a Pearl Harbor;
  • 11. Módulo 7, História A 11 Os alemães iniciaram a guerra com uma tática que lhes conferiu grandes vitórias, a guerra relâmpago (Blitzkrieg); A Polónia rendeu-se m 3 semanas; Em abril de 1940 a Dinamarca e a Noruega rendem-se; Em maio invade a Bélgica e a Holanda e em meados de junho a França rende-se;
  • 12. Módulo 7, História A 12 Hitler de seguida planeia a invasão da Inglaterra, e ordenou o seu bombardeamento; Entre agosto e setembro de 1940, deu-se a Batalha de Inglaterra, batalha completamente aérea que terminou com a vitória da Royal Air Force (RAF) sobre a (Luftwaffe);
  • 13. Módulo 7, História A 13 Em junho de 1941, rompe o pacto com Estaline e invade a URSS (operação Barbarrosa); Em 3 meses o exército alemão chego às portas de Moscovo; Os russos conseguiram resistir; O rigoroso inverno russo provocou imensas baixas no exército germânico;
  • 14. Módulo 7, História A 14 Principais acontecimento da II Guerra Mundial A inversão da guerra julho de 1942 – Batalhas de Midway e Guadalcanal no Pacífico; outubro de 1942 – Batalha de El Alamein (tanques) em África; setembro de 1942 – Início da batalha de Estalinegrado;
  • 15. Módulo 7, História A 15 No inverno de 1942 o exército alemão é derrotado na Batalha de Estalinegrado; A 7 de dezembro de 1941, os japoneses atacam Pearl Harbor; Os EUA entram na guerra; Em 1942 combate-se no Norte de África;
  • 16. Módulo 7, História A 16 Principais acontecimento da II Guerra Mundial As vitórias dos aliados 6 de junho de 1944 – Desembarque na Normandia (França); Reconquista pelos EUA dos territórios no Pacífico; fevereiro de 1945 – Conferência de Ialta: 8 de maio de 1945 – Rendição alemã; julho e agosto de 1945 – Conferência de Potsdam;
  • 17. Módulo 7, História A 17 Principais acontecimento da II Guerra Mundial As vitórias dos aliados 6 de agosto de 1945 – lançamento de uma bomba nuclear sobre Hiroxima; 9 de agosto – lançamento de uma bomba atómica sobre Nagasaki; 2 de setembro de 1945 – rendição do Japão;
  • 18. Módulo 7, História A 18 A partir de 1943 inicia-se a derrocada das forças do Eixo: A Alemanha é derrotada no Norte de África; No mesmo ano os Aliados invadem a Sicília, em junho de 1944 Roma é conquistada e termina o regime fascista; Em 1943, os exércitos russos obrigam os alemães a recuarem;
  • 19. Módulo 7, História A 19 No dia 6 de junho dá-se o dia D, o desembarque na Normandia; Hitler suicida-se no dia 30 de abril No dia 2 de maio de 1945, o exército soviético conquista Berlim; A Alemanha rende-se no dia 7; O Japão rende-se no dia 2 de setembro, depois dos EUA terem lançado duas bombas atómicas sobre as cidades de Hiroxima e Nagasáqui;
  • 20. Módulo 7, História A 20 In O tempo da História, 2009, Porto Editora
  • 21. Módulo 7, História A 21 Esta apresentação foi construída tendo por base a seguinte bibliografia: FORTES, Alexandra; Freitas Gomes, Fátima e Fortes, José, Linhas da História 12, Areal Editores, 2015 COUTO, Célia Pinto, ROSAS, Maria Antónia Monterroso, O tempo da História 12, Porto Editora, 2013 Antão, António, Preparação para o Exame Nacional 2014, História A, Porto Editora 2015 Catarino, António Luís, Preparar o Exame Nacional de História A, Areal Editores, 2015 2017/2018