Fisiologia do crescimento

9.283 visualizações

Publicada em

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.283
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
167
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fisiologia do crescimento

  1. 1. FISIOLOGIA DOCRESCIMENTOVanessa Lys Boeira
  2. 2. GrelinaGHRH GHGHIH IGF1Estradiol InsulinaTestosterona T3/T4
  3. 3. FUNÇÕES FISIOLÓGICAS DO GH Hormônio somatotrópico, somatotropina Induz crescimento em tecidos capazes de crescer Tamanho das células e MitosesApós a união das epífises e diáfises dos ossos longos nãoocorre crescimento adicional do osso em comprimento.A maioria dos tecidos do corpo pode continuar a crescer portoda a vida
  4. 4. EFEITOS METABÓLICOS DO GH Síntese proteica + transporte de a.ác através das membranas + transcrição DNA RNAm + tradução de RNAm Utilização de ác graxos induz liberação de ác graxos do tec. adiposo + ác graxos livres no sangue + conversão em Acetil- CoA energia
  5. 5. EFEITOS METABÓLICOS DO GH Utilização de carboidratos - captação de glicose nos tecidos + produção de glicose no fígado + secreção de insulina Resistência a insulina Glicemia Efeito diabetogênico do GH
  6. 6. EFEITOS DO HORMÔNIO1. Deposição aumentada de proteínas para células condrocíticas e osteogênicas2. Velocidade aumentada da reprodução dessa células3. Conversão de condrócitos em céls osteogênicas:  Induz a deposição específica de novo osso
  7. 7. MECANISMOS DE CRESCIMENTO DOOSSO Ossos longos crescem em comprimento , nas cartilagens epifisárias Deposição da cartilagem em novo osso, alongando a diáfise e empurrando a epífise A cartilagem epifisária é utilizada progressivamente até o final da adolescência , quando há fusão das diáfises e das epífises
  8. 8. MECANISMOS DE CRESCIMENTO DOOSSO Espessura Osteoblastos: depositam osso novo sobre a superfície do osso velho Osteoclastos: removem o osso velho Deposição > Reabsorção: aumento da espessura do osso GH: estimula osteoblastos Os ossos podem aumentar de espessura a vida toda sob a ação do GH
  9. 9. IGF1 O GH exerce seus efeitos através de substâncias intermediárias: Somatomedinas ou fatores de crescimento semelhantes a insulina (IGF) GH fígado secreção de IGF crescimento A concentração de IGF1 acompanha a velocidade de crescimento O GH atua diretamente ou através de IGF1?
  10. 10. IGF1 GH: meia vida curta ~20 min IGF1: meia vida longa, liga-se fortemente a ptna transporadora PTH: regula a transcrição de IGF1 no osso Inanição, anorexia: IGF1 GH GHRH Somatostatina GH IGF 1
  11. 11. IGF1 E GH Deficiência de IGF1: mesmo com presença de GH não há crescimento ( Pigmeus africanos) O GH estimula a produção de proteínas ligadoras de IGF O fator limitante da habilidade de IGF em produzir crescimento é a hipoglicemia Tratamento com IGF+ GH é mais eficaz que o tratamento com IGF GH IGFBP3 menor indução de hipoglicemia
  12. 12. IGF 1 E GH O IGF1 é utilizado como marcador da secreção de GH. Diagnóstico de Acromegalia e Gigantismo
  13. 13. REGULAÇÃO DA SECREÇÃO DE GH Secreção pulsátil Relaciona-se com nutrição, estresse, estímulos: Aumenta nas primeiras 2 hs de sono profundo Inanição Hipoglicemia ou baixa concentração de ác graxos no sangue Exercécio Traumatismo Deficiência no receptor de GH: nanismo Laron
  14. 14. EFEITO DA INSULINA O GH não consegue estimular IGF na ausência de insulina Ratos hipofisectomizados só apresentaram crescimento normal na presença dos dois hormônios GH e Insulina interagem de modo sinérgico para promover o crescimento Cada um deles promove a captação de diferentes aminoácidos
  15. 15. EFEITO DO HORMÔNIO TIREÓIDEO Manifesta-se principalmente em crianças Indivíduos hipotireóideos: retardo na velocidade de crescimento Indivíduos hipertireóieos: aumento na velocidade de crescimento A criança fica mais alta antes da idade normal Os ossos amadurecem mais rapidamente e as epífises se fecham mais cedo A altura final no adulto pode ser encurtada
  16. 16. PAPEL DOS HORMÔNIOS SEXUAIS Estrogênio: É necessário para o fechamento das placas epifisárias dos ossos longos em ambos os sexos 17ß estradiol: efeito calciotrópico e anabólico (+absorção de cálcio) Regula a função de osteoblastos e osteoclastos Favorece formação e não reabsorção óssea
  17. 17. PAPEL DOS HORMÔNIOS SEXUAIS Testosterona Contribui na puberdade para aceleração no processo de crescimento Aumenta a quantidade total de matriz óssea Provoca retenção de cálcio: espessura óssea
  18. 18. PAPEL DA GRELINA Produção: estômago Produz aumento na secreção de GH Receptor GHS do tipo 1 (GHS1a)
  19. 19. CURVAS DE CRESCIMENTO
  20. 20. CURVAS DE CRESCIMENTO
  21. 21. VELOCIDADE DE CRESCIMENTO
  22. 22. ALVO GENÉTICO Meninos[(est Pai)+(est Mãe+13) ± 8,5]÷2 Meninas[(est Mãe)+(est Pai-13) ± 8,5]÷2

×