Espaços do sagrado e Filosofias da India

269 visualizações

Publicada em

apresentação na semana acadêmica do Curso de Yoga - Faculdades Integradas Espirita - Curitiba-Pr

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
269
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Avasthā – há quatro estados de consciência:
    Jagrat - a consciência normal de vigília 
    svapna [swapna] - sonhar em sono profundo 
    suṣupti [sushupti] - sem sonhos 
    turiya - literalmente, "o quarto", a consciência espiritual.

     Black Yajur Veda. – ver fases da cosnciencia no maytri upanishad – ajur veda negro e branco
  • Há uma ampla gama de referências teóricas em escritos sagrados e técnicas de ascetismo que podem variar sensível ou significativamente e que buscam orientar o fiel/discípulo para atingir níveis mais elevados de consciência;
  • A EXPERIÊNCIA DO SAGRADO PERPASSA PELOS SENTIDOS
    O SAGRADO É UMA EXPERIÊNCIA DE INTEGRAÇÃO ENTRE HOMEM E A NATUREZA, ENTRE A ALMA INDIVIDUAL E O TRANSCENDENTE (NÃO CONSCIENTE E INTUITIVA)
    A CIÊNCIA É SUBJETIVA: BUSCA DA INTEGRAÇÃO DO EU COM A TOTALIDADE DO SELF
    ACEITA A RACIONALIZAÇÃO MAS TRANSCENDEM-NA PORQUE ESTA É UM MEIO MAS NÃO O FIM DA EXPERIÊNCIA CÓSMICA DE INTEGRAÇÃO
    TEM UMA VISÃO INTEGRADORA MENTE-CORPO
  • Espaços do sagrado e Filosofias da India

    1. 1. DR. VLADIMIR LUÍS DE OLIVEIRA FACULDADES INTEGRADAS “ESPÍRITA” Semana acadêmica do curso de Yoga - 2015" 1 outubro - 2015
    2. 2. 2
    3. 3. Por que estudar espaços do Sagrado em estados místicos da Índia? Os objetivos consistiram em:  Identificar a necessidade de se estudar a espacialidade do sagrado em estados de êxtase ou SAMADHI/MOKSHA.  Elaborar uma matriz explicativa destes estados modificados de consciência e seu vínculo com o sagrado.
    4. 4. Espaços do Sagrado: Estados místicos de consciência induzirem a uma mudança completa na percepção da espacialidade do sagrado.  EMC colocam-se para além dos espaços dos templos e de lugares santos, onde há peregrinações religiosas. 4
    5. 5. A REVOLUÇÃO PARADIGMÁTICA DA GEOGRAFIA CULTURAL E A REPRESENTAÇÃO ESPACIAL DO SAGRADO Ciência e Religião na modernidade, apresentam-se em campos opostos. As tentativas de se restabelecer um diálogo entre CIÊNCIA E RELIGIÃO apareceram em diferentes momentos do pensamento ocidental: na antropologia, sociologia, psicologia, história, filosofia e, mais tardiamente na geografia. Nos anos 80, com o advento do enfoque cultural na geografia; tornou possível organizar um campo de pesquisas chamado de “GEOGRAFIA DO SAGRADO”.
    6. 6. Na reflexão Geográfica é possível identificar os seguintes espaços do sagrado:  1) A reprodução material dos templos e de lugares sagrados.  2) Interpretação dos mitos e das lendas na definição espaço e tempo:  3) Relativização do espaço e do tempo enquanto uma experiência mística direta: 6
    7. 7. 1) A reprodução material dos templos e de lugares sagrados. 7
    8. 8. 2) Interpretação dos mitos e das lendas na definição espaço e tempo: 8 Vitória de Indra sobre o dragão Vritra COSMOS NA BOCA DE KRISHNA SAMSARA BUDISTA
    9. 9. 3) Relativização do espaço e do tempo enquanto uma experiência mística direta: 9
    10. 10. CAMINHAR LENTAMENTE PARA A ILUMINAÇÃO... “Os órgãos são os cavalos, a mente são as rédeas, o intelecto é o cocheiro, a alma é o passageiro e o corpo é a carruagem. Se os cavalos são muito fortes e não obedecem às rédeas, e se o cocheiro não tem discriminação, então o passageiro sofre. Mas se os cavalos, os órgãos, estão bem controlados pelas rédeas, a mente, e o cocheiro possuir discriminação, então o passageiro, a alma, chega a seu destino.” (VIVEKANANDA – RAJA YOGA) Fonte: BAGAVAT GITA Filme: SAMADHI POR YOGANANDA 10
    11. 11. ESTADOS MODIFICADOS DE CONSCIÊNCIA, QUAIS SÃO AS FONTES ESCRITAS DO PENSAMENTO HINDU?  Mandukya Upanishad (Séc.I ou II d.C.) 6.ª - ATHARVA VEDA  Maytri Upanishad (1000 a.C.) - AJURVEDA NEGRO 11
    12. 12. DOCUMENTOS HISTÓRICOS – TRADIÇÃO DOS MITOS INDIANOS – ATHARVA VEDA Há quatro estados de consciência (ATMAN): • Vaishvanara - a consciência normal de vigília • Taijasa - sonhar em sono profundo • Susupta – DORMIR sem sonhos • Turiya - literalmente, "o quarto", a consciência espiritual. DESPERTO (GROSSEIRO) SONHO (SUTIL) SONO SEM SONHO (CAUSAL) ESTADO ALTERADO DE CONSCIÊNCIA FONTE? Mandukya Upanishad (Séc.I ou II d.C.) 6.ª do Atharva Veda 12
    13. 13. DOCUMENTOS HISTÓRICOS – TRADIÇÃO DOS MITOS INDIANOS – AJURVEDA NEGRO Há quatro estados de consciência (ATMAN): • Jagrat - a consciência normal de vigília • svapna [swapna] - sonhar em sono profundo • suṣupti [sushupti] - sem sonhos • Turiya - literalmente, "o quarto", a consciência espiritual. DESPERTO (GROSSEIRO) SONHO (SUTIL) SONO SEM SONHO (CAUSAL) ESTADO ALTERADO DE CONSCIÊNCIA FONTE? maytri upanishad (1000 ac.) ajurveda negro 13
    14. 14. Princípios da filosofias Místicas indianas moksha karma 14 Yoga Philosophy: In Relation to Other Systems of Indian Thought. P. 8 Surendranath Dasgupta
    15. 15. SISTEMA SAMKHYA- YOGA O SISTEMA MIMANSA- VEDANTA O SISTEMA NYAYA- VAISHESHIKA OS DÁRSHANAS OU ESCOLAS METAFÍSICAS MAIS IMPORTANTES: AFIRMAM OS VEDAS BUDISMO JAINISMO KARVACAS NEGAM A AUTORIDADE DAS ESCRITURAS VÉDICAS FILOSOFIAS MÍSTICAS ORTODOXAS FILOSOFIAS MÍSTICAS NÃO-ORTODOXAS 15
    16. 16. A EXPERIÊNCIA MÍSTICA DO SAGRADO ENVOLVE: Escritos sagrados Técnicas de ascetismo Ampliação da consciência 16
    17. 17. Os modelos espaciais no misticismo Hindu MAHAKASHA UNIVERSO FÍSICO CHITTAKASHA SONHOS PENSAMENTOS E IMAGENS SHIDDAKASHA ESPAÇO DO CONHECIMENTO E DAS EXPERIÊNCIAS ESPIRITUAIS 17
    18. 18. AS REPRESENTAÇÕES DO SAGRADO EM TORNO DO SAMADHI/MOKSHA ALTERAÇÃO DA PERCEPÇÃO/PSIQUE EXPERIÊNCIA DE INTEGRAÇÃO/ANIMA. NOS MITOS MONISTAS NÃO HÁ DIFERENCIAÇÃO ENTRE A EXPERIENCIA DA ALMA E TRANSCENDÊNCIA DURANTE O SAMADHI. NÃO HÁ CONSCIÊNCIA ESPACIAL OU TEMPORAL NO SAMADHI NOS MITOS DUALISTAS O EXTASE É APENAS UM REFLEXO INDIRETO DA TRANSCENDÊNCIA 18
    19. 19. DIFERENCIAÇÕES DA PERCEPÇÃO DO SAGRADO EXPERIÊNCIA EXTÁTICA NO SAMADHI EXPERIÊNCIAS “MÁGICAS” NAS PRÁTICAS MÁGICAS TRADICIONAIS; 19
    20. 20. OS PENSAMENTOS MÍSTICOS NO ORIENTE O PENSAMENTO METAFÍSICO DIALOGA COM “AS PRÁTICAS MÍSTICAS SUPERIORES”. (DASGUPTA). MÍSTICAS UPANISHADICAS MÍSTICAS YOGUES MÍSTICAS BHATKTIS MISTICISMO SUPERIOR MISTICISMO INFERIOR 20
    21. 21. RESUMINDO, as filosofias místicas indianas apontam que as experiências do sagrado: SENTIDOS INTEGRAÇÃO HOMEM-NATUREZA/ ALMA INDIVIDUAL- TRANSCENDÊNCIA CIÊNCIA DA SUBJETIVAÇÃO: EGO-SELF RACIONALIZAÇÃO COMO MEIO, MAS NÃO COMO FIM 21
    22. 22. A HISTÓRIA, OS MITOS, O SAGRADO E O ÊXTASE RELIGIOSO 22
    23. 23. RUDOLF OTTO (1869-1937) “O NUMINOSO É UMA EXPERIÊNCIA IRRACIONAL E QUE NÃO PODE SER EXPLICADO EM CONCEITOS (...), É INDICADO PELO SENTIMENTO E DESENCADEADO NA PSIQUE” O QUE É O SAGRADO?
    24. 24. O QUE É MITO? “REPRESENTA A REALIDADE DO SAGRADO” MIRCEA ELIADE “É A REPRESENTAÇÃO DE UMA FORMA SIMBÓLICA QUE EXPRESSA A CONSCIÊNCIA RELIGIOSA” CASSIRER “NARRATIVA POÉTICA DO SAGRADO ATRAVÉS DE METÁFORAS.” GREGORY BATESON ESTAS REPRESENTAÇÕES OPÕE-SE À MATRIZ FILOSÓFICA GREGA 24
    25. 25. SURENDRANATH DASGUPTA (1887–1952)  ANÁLISE COMPARADA ENTRE AS FILOSOFIAS MÍSTICAS DA ÍNDIA 25
    26. 26. MIRCEA ELIADE (1907-1986)  MITO - UMA VERDADE SAGRADA  TEMPO DOS MITOS – “O ETERNO RETORNO”  ESPAÇO PROFANO x ESPAÇO SAGRADO  REPRESENTAÇÕES DO SAGRADO NAS FILOSOFIAS MÍSTICAS.  O XAMANISMO E AS TÉCNICAS ARCAICAS DO ÊXTASE.  A FILOSOFIA DO YOGA NA TRADIÇÕES HINDU. 26
    27. 27. COMO É ENTENDIDA A CONSCIÊNCIA NO OCIDENTE?  REFLEXÕES INTERESSANTES FORAM DADAS NO CAMPO DA FILOSOFIA E ACABARAM INFLUENCIANDO OUTRAS CIENCIAS SOCIAIS.  CONSCIÊNCIA É ENFATIZADA ENQUANTO RAZÃO OU PERCEPÇÃO.  EM MENOR INSTÂNCIA COMO PROCESSO NEUROBIOLÓGICO OU AINDA COM MENOR ALCANCE COMO INTUIÇÃO. 27
    28. 28. LIVROS SAGRADOS E CONSCIÊNCIA CÓSMICA não são peculiaridades do pensamento hindu: 1) '' O Reino de Deus está dentro de Você e a Sua volta; não em prédios de madeiras ou pedras. Rache uma lasca de madeira e EU estarei lá; Levante uma pedra e ME encontrará.” Evangelho de São Thome 2) "Cuando abro mis ojos al mundo exterior, me siento como una gota de agua en el océano; pero cuando cierro mis ojos y miro interiormente, veo el universo completo como una burbuja levantándose en el océano de mi corazón." Hazrat Inayat Khan "La Sinfonía Divina" 3) E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. Cor, cap.13, ver. 2 4) Para descubrir la inmensidad de las profundidades divinas, se impone el silencio. Arjuna y Krishna en el Baavagad Gita 5) Los objetos externos son incapaces de dar plena felicidad al corazón del hombre. Upanishad 6) Yo no soy mi cuerpo; soy más. Yo no soy mi habla, mis órganos, el oído, el olfato; eso no soy yo. La mente que piensa, tampoco soy yo. Si nada de eso soy, entonces , ¿quién soy?. La conciencia que permanece, eso soy. Ramana Maharshi 28
    29. 29. EIS ALGUMAS TÉCNICAS DE ASCETISMO E CONSCIÊNCIA CÓSMICA:  SAMPRAJNATA SAMADHI – Desaparece todas as flutuações mentais, permanecendo apenas as impressões latentes. (Pequeno Samadhi/samashi com semente).  ASSAMPRAJNATA SAMADHI -– é um Samadhi elevado em que em que o yogin atinge o Jiva-mukta, e o ser está totalmente incondicionado. (grande samadhi/samadhi sem semente) 29
    30. 30. ASSAMPRAJNA SAMADHI  É o ápice da concentração obtido através da cessação das atividades da mente (chitta).  Pelo Vedanta é chamado de NIRVIKALPA  Na escrituras Baktis é chamado de CHETANA SAMADHI 30
    31. 31. DIFERENTES MANIFESTAÇÕES DE SAMPRAJNATA SAMADHI 1) SAVITARKA – Samadhi obtido através do questionamento; 2) NIRVIRTARKA – Significa sem qualquer questionamento. Baseia-se na concentração dos cinco elementos fora do contexto de espaço e tempo; 3) SAVICHARA – significa com discriminação. Baseia-se na concentração dos cinco elementos no espaço e tempo; 4) NIRVICHARA – significa sem discriminação. Concentram-se nos cinco elementos eliminando a consciência de tempo e espaço. 5) SANANDA – obtido através de técnicas meditativas onde a mente é colocada como objeto da meditação desprovidas de qualidades ativas (rajas) e densas (tamas). 6) ASMITA – neste estado o indivíduo está consciente apenas do ego (asmita), separado do rajas e tamas. Estes praticantes são chamados de videhi, quer dizer, aqueles que perderam a consciência do corpo denso. A libertação é atingida quando as pequenas individualidades são extintas. 31
    32. 32. TRANSE MÍSTICO E CONSCIÊNCIA: QUAL É SUA RELAÇÃO NA DIMENSÃO ESPAÇO-TEMPO? A EXPERIÊNCIA EXTÁTICA DO SAGRADO É A EXPERIÊNCIA DO ESPAÇO SEM ESPACIALIDADE É UMA EXPERIÊNCIA FORA DO TEMPO (ELIADE) É UMA EXPERIÊNCIA DE INTEGRAÇÃO COM O SELF (JUNG) 32
    33. 33. ALGUMAS CONCLUSÕES:  A experiência religiosa extraordinária em sua dimensão ontológica é irracional (OTTO, 2007) e inconsciente (JUNG, 2008).  O Samadhi é uma experiência fenomênica, recorrentemente descrita nos mitos que é trans-racional, que se coloca para além do espaço e do tempo.  As religiosidades orientais apontam para a necessidade de racionalização da religião, enquanto meio para se alcançar o êxtase religioso (Samadhi/Mokha/Turya).
    34. 34. ALGUNS DOS ARTIGOS PRODUZIDOS: 1) OLIVEIRA, Vladimir Luís de. ESPAÇOS DO SAGRADO NA TRADIÇÃO YOGA-SAMKHYA: UMA RELEITURA DOS TEXTOS SAGRADOS DA ÍNDIA. In: ANPUH - 50 ANOS, 2011, SAO PAULO. XXVI SIMPOSIO NACIONAL DE HISTÓRIA. SAO PAULO: ANPUH, 2011. Disponível em: < http://www.snh2011.anpuh.org/resources/anais/14/1300924652_ARQUIVO_ESPACOSDOSAGRADONATRADICAOYOGA.pdf> 2) OLIVEIRA, Vladimir Luís de. AS AMBIVALÊNCIAS ENTRE MONISMO E DUALISMO NA FILOSOFIA DO YOGA-SAMKHYA: UMA REFLEXÃO SOBRE OS ESPAÇOS DO SAGRADO A PARTIR DO PENSAMENTO DE GREGORY BATESON. In: VI SEMINARIO DE RELIGIAO E SOCIEDADE: O ESPAÇO DO SAGRADO NO SEC XXI, 2011, CURITIBA. VI SEMINARIO DE RELIGIAO E SOCIEDADE: O ESPAÇO DO SAGRADO NO SEC XXI. CURITIBA : NUPPER, 2011. 3) OLIVEIRA, Vladimir Luís de. As filosofias místicas do hinduísmo: as polarizações entre o sistema Yoga-Samkhya e o sistema Vedanta-Mimansa. In: Religião, cultura e identidades: 2.º Encontro Regional – religião e religiosidades Anpuh– PR/SC. ANAIS DO II ENCONTRO DO GT REGIONAL RELIGIÃO E RELIGIOSIDADES ANPUH PR/SC & DA 40ª SEMANA DE HISTÓRIA DEHIS/UEPG. RELIGIÃO, CULTURA E IDENTIDADES. Ponta Grossa : Editora aos Quatro Ventos, 2011. . Disponível em: <http://eventos.uepg.br/semanadehistoria/_pdf/anais_40_semana_historia.pdf> 4) OLIVEIRA, Vladimir Luís de. A representação do espaço do sagrado em estados de êxtase no pensamento místico indiano. In:Revista Ra’ega: o espaço geográfico em análise. Disponível em: <http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs/index.php/raega/article/viewFile/30425/19707> 5) OLIVEIRA, Vladimir Luís de. Entre o espaço do sagrado e o êxtase místico: a busca de uma nova epistemologia para o saber geográfico Disponível em: <http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/relegens/article/view/39097/23881>

    ×