Marislovsk_Work

434 visualizações

Publicada em

slide apresentação economia brasileira na EACH USP

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
434
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Marislovsk_Work

  1. 1. As empresas Estatais e o Programa de Privatização do Governo Collor Arlei – Jailta – Michel – Paulo E. – Paulo F. - Vladimir
  2. 2. Introdução <ul><li>O objetivo do artigo de Castelar e Giambiagi é o de explicar quais aspectos técnicos e políticos que motivaram o programa de privatização do governo Collor. </li></ul>(Paulo F.)
  3. 3. A mudança no papel do Estado <ul><li>Fatores que motivaram o endividamento Estatal </li></ul><ul><li>A necessidade de complementar o processo de desenvolvimento com o estabelecimento no país de uma indústria pesada; </li></ul><ul><li>A substituição de importações; </li></ul><ul><li>Questões de segurança nacional; </li></ul><ul><li>A necessidade de ocupar “espaços vazios” e aumentar a lucratividade; </li></ul><ul><li>A nacionalização de empresas privadas em setores difíceis; </li></ul><ul><li>Já nos anos “70/80, a estatização de empresas privadas mal administradas; </li></ul>(Paulo Ed.)
  4. 4. A mudança no papel do Estado <ul><li>“ No período 1947-80, o PIB brasileiro cresceu a uma taxa média anual de 7,5%, enquanto a participação da indústria de transformação no PIB subia de 20% para 32%. Quatro décadas de rápido crescimento e uma das mais importantes experiências de desenvolvimento em todo mundo atestam o sucesso dessa estratégia intervencionista na época e nas condições em que foi adotada.” </li></ul>(Paulo Ed.)
  5. 5. Fatores Conjunturais <ul><li>O governo entende como vital a redução do déficit público. </li></ul><ul><li>Evitar emissão de moeda e auferir receita. </li></ul><ul><li>Transmitir o ônus do investimento ao setor privado. </li></ul><ul><li>Abater a dívida pública com a receita das vendas. </li></ul><ul><li>Aumentar sua capacidade gerencial em áreas “tradicionais”. </li></ul><ul><li>(…) sobretudo: </li></ul><ul><li>CREDIBILIDADE – O governo quer demonstrar aos seus credores que está fazendo o esforço necessário para reduzir o déficit público e também fomentando investimento e poupança. </li></ul>(Paulo Ed.)
  6. 6. Fatores Estruturais <ul><li>Ambiente favorável à redefinição do papel do Estado na economia </li></ul><ul><li>Crise no modelo econômico desenvolvimentista. </li></ul><ul><li>(fiscal / investimentos / gerenciamento – dívida social ) </li></ul><ul><li>Dificuldade competitiva ambiente globalizado (microeletrônica) </li></ul><ul><li>(…) sobretudo: </li></ul><ul><li>Apoio à privatização – O debate sobre a privatização estava mais coeso e refletiu em legislações e decretos no fim dos anos 80 e, sobretudo, no inicio da década de 90. </li></ul>(Paulo Ed.)
  7. 7. O papel das Estatais na economia (Arlei)
  8. 8. O papel das Estatais na economia (Arlei)
  9. 9. As EE’s e a privatização no Brasil <ul><li>Empresas Estatais x Déficit Público </li></ul><ul><li>Fonte de desequilíbrio das finanças </li></ul><ul><li>De uma necessidade de financiamento operacional de 2,6% do PIB em 1989, as empresas estatais passaram a apresentar um déficit médio de 0,43% do PIB entre 1990 e 1998. </li></ul><ul><li>Esse comportamento das NFEE está relacionado ao fato de que, entre 1990 e 1998, o número de empresas estatais federais reduziu-se de 186 para 92. Seus gastos totais, acompanhando a redução do número de empresas sob responsabilidade do governo federal, reduziram-se de 13,63% para 6,65% do PIB, e o contingente de empregados reduziu-se de 801.716 para 367.984. </li></ul>(Arlei)
  10. 10. Investimento público nas EE’s <ul><li>Participação do governo federal no capital das EE’s. </li></ul>(Arlei)
  11. 11. As Estatais privatizáveis <ul><li>Parcela minoritária do setor produtivo estatal; </li></ul><ul><li>Concentração na área de metalurgia, petroquímica e fertilizantes; </li></ul><ul><li>Adiamento da privatização dos setores de serviços de utilidade pública, transporte e comunicações; </li></ul><ul><li>Necessidade de Regulação Estatal; </li></ul>(Arlei)
  12. 12. Fases de privatização (Arlei)
  13. 13. Antecedentes / PND & Impactos <ul><li>entre 1981 e 1989, 38 privatizações; </li></ul><ul><li>na maior parte, empresas de pequeno porte e casos de reprivatização; </li></ul><ul><li>Criado em 1990, operacionalizado pelo BNDES </li></ul><ul><li>Objetivos do PND </li></ul><ul><li>Meios de pagamento aceitos </li></ul><ul><li>Com a privatização o governo ficaria liberado dos dispêndios com investimentos nas empresas </li></ul><ul><li>Os maiores benefícios se dava com a liquidez dos ativos. </li></ul>(Jailta)
  14. 14. Preço de venda & forma pagamento . <ul><li>FHC – Explicando o porque da privatização (2 min). </li></ul><ul><li>Youtube </li></ul><ul><li>A determinação do preço de venda </li></ul><ul><li>O uso das dívidas do setor público como moeda </li></ul>(Vladimir)
  15. 15. Questões de debate <ul><li>Dilapidação de um patrimônio? </li></ul><ul><li>A aceitação da dívida pública como moeda, um jeitinho brasileiro de privatização? </li></ul>(Michel)
  16. 16. Consistência com outras políticas <ul><li>Redução da dívida pública como principal objetivo </li></ul><ul><li>Dificuldades para a implementação do programa de privatização </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>A privatização não foi suficiente para atingir todos os objetivos aventados pelo governo </li></ul>(Michel)
  17. 17. Conclusão <ul><li>Crise da visão desenvolvimentista abertura à visão gerencialista. </li></ul><ul><li>Segundo autores o II PND não teve maior impacto por barreiras legais, entre elas a não inclusão das empresas de telecomunicações. </li></ul><ul><li>Do ponto de vista fiscal, o benefício é a orientação gerencial (eficiência) das empresas, após a privatização. </li></ul><ul><li>Melhoria da imagem do país no mercado internacional; </li></ul><ul><li>ponto negativo : Impactos do insucesso do Plano Collor I e concentração industrial (vendas de empresas para concorrentes, clientes ou fornecedores) </li></ul>
  18. 18. Questões para sala <ul><li>1- Segundo o texto, as EE’s possuem uma face privada e outra pública. Explique essa afirmação pontuando se esta dupla face acarreta um impacto negativo sobre a eficiência econômica das mesmas. 2- De que forma o insucesso do Plano Collor I influiu na consolidação do PND? </li></ul>

×