Modelo molecular de
um gás
Nomes: Darlei K., Douglas M., Giovane A., Isabel S.,
Viviane D. E.
•

Um gás é constituído de partículas ("moléculas")
de volume desprezível e massa m.

•

As moléculas obedecem às leis de ...
Numero alto de moléculas;
 Movimento constante;
 A pressão que um gás exerce sobre as
paredes do recipiente que o contém...







Os físicos do século XIX obtiveram uma
expressão matemática, relacionando a
pressão exercida por um gás com as...
p

1 N
mv ²
3 V
Resultado intuitivo;
 Quanto maior o recipiente menos a
pressão exercida pelo gás;
 Quanto maior a massa da molécula mai...


A expressão p=(1/3) (N/V) mv² pode ser
escrita assim:

pV

1
Nmv ²
3

Interpretação cinética da
temperatura


Comparando-a com a equação de um gás
ideal, pV=nRT conclui-se que:

1
Nmv²
3

nRT


Como N 0 (número de Avogadro) é o
número de moléculas que existe em 1mol
e n, o número de mols que corresponde a
N molé...




Substituindo esse valor de N na igualdade
anterior:

1
n N 0 mv²
3
mv ²

3

nRT
OU

R

N

T
0


Dividindo se os dois membros dessa
igualdade por 2:

1
mv ²
2

3
2

R

N

T
0
O primeiro membro dessa expressão
representa a energia cinética média das
moléculas, representado por C
E
=(1/2)mv²
N 0 ),...


A temperatura absoluta, T, de um gás está
relacionada cm energia cinética média,
EC
de suas moléculas pela expressão:

...
Físico Austríaco e professor de
Matemática e Física em várias
universidades da Europa.
 Seu principal trabalho foi o
dese...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Modelo molecular de um gás.

3.599 visualizações

Publicada em

Física

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.599
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modelo molecular de um gás.

  1. 1. Modelo molecular de um gás Nomes: Darlei K., Douglas M., Giovane A., Isabel S., Viviane D. E.
  2. 2. • Um gás é constituído de partículas ("moléculas") de volume desprezível e massa m. • As moléculas obedecem às leis de Newton e tem movimento desordenado devido às colisões. • As colisões são elásticas, com duração e alcance desprezíveis. • O número de moléculas é muito grande. Modelo cinético de um gás
  3. 3. Numero alto de moléculas;  Movimento constante;  A pressão que um gás exerce sobre as paredes do recipiente que o contém se deve às incessantes e contínuas colisões das moléculas do gás contra as paredes do recipiente;  Cálculo cinético da pressão
  4. 4.      Os físicos do século XIX obtiveram uma expressão matemática, relacionando a pressão exercida por um gás com as seguintes grandezas: N- número total de moléculas no recipiente; V- Volume do recipiente; m- massa de cada molécula; v²- média dos quadrados das velocidades das moléculas;
  5. 5. p 1 N mv ² 3 V
  6. 6. Resultado intuitivo;  Quanto maior o recipiente menos a pressão exercida pelo gás;  Quanto maior a massa da molécula maior a sua quantidade de movimento;  Quanto maior a média dos quadrados das velocidades das moléculas maior será a força que cada molécula exercerá ao colidir contra a parede do recepiente;  Analisando a expressão concluímos que :
  7. 7.  A expressão p=(1/3) (N/V) mv² pode ser escrita assim: pV 1 Nmv ² 3 Interpretação cinética da temperatura
  8. 8.  Comparando-a com a equação de um gás ideal, pV=nRT conclui-se que: 1 Nmv² 3 nRT
  9. 9.  Como N 0 (número de Avogadro) é o número de moléculas que existe em 1mol e n, o número de mols que corresponde a N moléculas, temos: N n N0
  10. 10.   Substituindo esse valor de N na igualdade anterior: 1 n N 0 mv² 3 mv ² 3 nRT OU R N T 0
  11. 11.  Dividindo se os dois membros dessa igualdade por 2: 1 mv ² 2 3 2 R N T 0
  12. 12. O primeiro membro dessa expressão representa a energia cinética média das moléculas, representado por C E =(1/2)mv² N 0 ), que aparece no  O quociente (R/ N segundo membro é constante pois tanto R quanto são constantes. Esse quociente é representado por K e denominado constante de Boltzmann.  Dessa maneira chegamos à seguinte 3 expressão: EC 2 kT  0
  13. 13.  A temperatura absoluta, T, de um gás está relacionada cm energia cinética média, EC de suas moléculas pela expressão: 3 EC 2 kT  Em que k é a constante de Boltzmann.
  14. 14. Físico Austríaco e professor de Matemática e Física em várias universidades da Europa.  Seu principal trabalho foi o desenvolvimento da Mecânica Estatística.  Suas ideias foram fortemente atacadas por muitos daqueles que não acreditavam na teoria atômica.  Ludwig Boltzmann (1844-1906)

×