FREINET E ÉLISE http://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A9lestin_Freinet
Seus dias de escola foram profundamente desagradáveis, e afetaram seus métodos de ensino e desejo de reforma. Em  1915  fo...
 
Aula Passeio
 
Aula Passeio ( Também chamada aula das descobertas )           Por acreditar que o interesse da criança não estava na esco...
Sócrates,  Aristóteles  e principalmente Jesus  davam aulas passeios.
Tipógrafo
“ A sala de aula deve ser prazerosa e bastante ativa, pois o trabalho é o grande motor da pedagogia”.
As aquisições não são obtidas pelo estudo de regras e leis, como às vezes se crê, mas sim pela experiência. Estudar primei...
"ninguém avança sozinho em sua aprendizagem,  a cooperação é fundamental".
Correspondência Interescolar          É uma atividade em que a criança faz a aprendizagem da vida cooperativa, uma classe ...
Ninguém gosta de trabalhar sem objetivo, atuar como máquina, sujeitando-se a rotinas nas quais não participa.  É fundament...
A pedagogia Freinet é centralizada na criança e baseada sobre alguns princípios:          - senso de responsabilidade     ...
Texto Livre          É a base da livre expressão, pode ser um desenho, um poema ou pintura. A criança determina a forma, o...
Preocupados com o excesso de crianças em sala de aula lançam uma campanha nacional por 25 alunos por classe.
Livro da vida : caderno no qual os alunos registram suas impressões, sentimentos, pensamentos em formas variadas, o qual f...
Auto-Avaliação          A criança registra o resultado do seu trabalho em fichas de auto-avaliação que permitem constantes...
A democracia de amanhã prepara-se pela democracia na escola. Um regime autoritário na escola não seria capaz de formar cid...
A criança e o adulto não gostam de imposições autoritárias.  A criança e o adulto não gostam de uma disciplina rígida, qua...
JESUS, MODELO DE MESTRE   Ele era claro, preciso, objetivo Seu quadro era o chão, O giz – seu próprio dedo. Usava como ilu...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Freinet

14.936 visualizações

Publicada em

VIDEO SOBRE O EDUCADOR FREINET

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
14.936
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
593
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
319
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Freinet

  1. 1. FREINET E ÉLISE http://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A9lestin_Freinet
  2. 2. Seus dias de escola foram profundamente desagradáveis, e afetaram seus métodos de ensino e desejo de reforma. Em 1915 foi recrutado pelo exército francês, ocasião em que teve uma lesão pulmonar causada por gases tóxicos A adversidade não consegue desmotivar um idealizador...
  3. 4. Aula Passeio
  4. 6. Aula Passeio ( Também chamada aula das descobertas )         Por acreditar que o interesse da criança não estava na escola e sim fora dela, Freinet idealizou esta atividade com o objetivo de trazer motivação, ação e vida para a escola .
  5. 7. Sócrates, Aristóteles e principalmente Jesus davam aulas passeios.
  6. 8. Tipógrafo
  7. 9. “ A sala de aula deve ser prazerosa e bastante ativa, pois o trabalho é o grande motor da pedagogia”.
  8. 10. As aquisições não são obtidas pelo estudo de regras e leis, como às vezes se crê, mas sim pela experiência. Estudar primeiro regras e leis é colocar o carro na frente dos bois.
  9. 11. "ninguém avança sozinho em sua aprendizagem, a cooperação é fundamental".
  10. 12. Correspondência Interescolar        É uma atividade em que a criança faz a aprendizagem da vida cooperativa, uma classe se corresponde com a outra. Depois dos professores terem se comunicado e organizado a forma. Podem enviar: cartas, textos, fitas, vídeos, desenhos e e-mail.
  11. 13. Ninguém gosta de trabalhar sem objetivo, atuar como máquina, sujeitando-se a rotinas nas quais não participa. É fundamental a motivação para o trabalho.
  12. 14. A pedagogia Freinet é centralizada na criança e baseada sobre alguns princípios:        - senso de responsabilidade        - senso cooperativo        - sociabilidade        - julgamento pessoal        - autonomia        - expressão        - criatividade        - comunicação        - reflexão individual e coletiva        - afetividade
  13. 15. Texto Livre        É a base da livre expressão, pode ser um desenho, um poema ou pintura. A criança determina a forma, o tema e o tempo para sua realização. Porém se a criança desejar que seu texto seja divulgado deverá passar pela correção coletiva. Imprensa Escolar        Seu ponto de partida são as entrevistas, pesquisas, vivências e aulas-passeio . Freinet usava o tipógrafo. Todo processo de construção e impressão é coletivo. Correção        Para o texto ser divulgado é necessário que esteja perfeito e a correção é fundamental. Ela pode ser feita coletivamente, ou em auto-correção. Freinet acredita que o "erro" deva ser trabalhado com a criança para que ela perceba e faça o acerto.
  14. 16. Preocupados com o excesso de crianças em sala de aula lançam uma campanha nacional por 25 alunos por classe.
  15. 17. Livro da vida : caderno no qual os alunos registram suas impressões, sentimentos, pensamentos em formas variadas, o qual fica como um registro de todo o ano escolar de cada classe Plano de trabalho : atividade realizada em pequenos grupos que sob a orientação do educador, com base em um dado tema, desenvolvem um plano a ser realizado num certo intervalo de tempo (ESCOLA DA PONTE)
  16. 18. Auto-Avaliação        A criança registra o resultado do seu trabalho em fichas de auto-avaliação que permitem constantes comparações entre os trabalhos realizados. Segundo Freinet o aluno e o professor devem se avaliar regularmente.
  17. 19. A democracia de amanhã prepara-se pela democracia na escola. Um regime autoritário na escola não seria capaz de formar cidadãos democratas
  18. 20. A criança e o adulto não gostam de imposições autoritárias. A criança e o adulto não gostam de uma disciplina rígida, quando isto significa obedecer passivamente uma ordem externa
  19. 21. JESUS, MODELO DE MESTRE   Ele era claro, preciso, objetivo Seu quadro era o chão, O giz – seu próprio dedo. Usava como ilustração o que mais perto estava E à vista de todos! Como uma árvore, a natureza uma criança. Tinha apenas duas turmas de alunos: Os doze e a multidão. Sua sala de aula tinha por teto o céu E por banco a própria relva. Dava, às vezes, aulas particulares, como à Samaritana. Aulas audiovisuais, enquanto caminhava, Aulas diurnas, Noturnas... como a Nicodemos. Ensinava no mar, em terra firme, No monte ou em casa, No templo ou caminhando. O esboço de suas aulas estava em sua própria mente; Preparava-o, preparando-se em Oração ao Pai. Incansável MESTRE, Seu tempo de ensinar era SEMPRE.

×