Novos Paradigmas na Gestão de Pessoas

4.301 visualizações

Publicada em

Palestra realizada por Dr. Washington Franco Mathias, da FEAUSP, no Grande Auditório, no dia 11 de julho de 2009.

6º Congresso de Humanização da Saúde em Ação - realizado pela HC-FMUSP e Associação Viva e Deixe Viver

Publicada em: Saúde e medicina, Negócios
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.301
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
41
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Novos Paradigmas na Gestão de Pessoas

  1. 1. NOVOS PARADIGMAS NA GESTÃO DE PESSOAS WASHINGTON F. MATHIAS
  2. 2. ESTÓRIAS - O HOSPITAL JARAGUÁ EM 1990 - VANDERBILT EM 2001 - O MÉDICO QUE NÃO OLHAVA NOS MEUS OLHOS
  3. 3. FUNDAÇÃO INSTITUTO DE ADMINISTRAÇÃO <ul><li>ENCONTRAR UM MÉDICO QUE ACREDITIDA EM GESTÃO </li></ul><ul><li>ENCONTRAR PROFESSORES COM UMA VISÃO DIFERENTE </li></ul><ul><li>O CURSO GESTÃO DO CONSULTÓRIO </li></ul><ul><li>O MBA GESTOR MÉDICO DA MEDIAL </li></ul>
  4. 4. UM CASO DE GESTÃO (indústria de serviços/comércio) <ul><li>NW </li></ul><ul><li>X </li></ul><ul><li>HB </li></ul>
  5. 5. HB <ul><li>Estabelecida há muito tempo </li></ul><ul><li>Domina o mercado há anos </li></ul><ul><li>Líderes: poderosos em termos políticos e econômicos </li></ul><ul><li>A HB vem obtendo o apoio de governos sucessivos </li></ul><ul><li>Recursos tecnológicos, acesso a financiamento </li></ul>
  6. 6. NW <ul><li>Fundada recentemente </li></ul><ul><li>Não tem as vantagens da HB </li></ul><ul><li>Líderes: imigrantes e refugiados </li></ul><ul><li>Sede: longe, em uma cidade de província. </li></ul><ul><li>Não possui amigos influentes </li></ul><ul><li>NW estava desrespeitando a lei ao entrar no mercado da HB </li></ul><ul><li>Os custos da NW eram o dobro dos da HB </li></ul>
  7. 7. ENTRETANTO <ul><li>Em um curto período de tempo a NW controlava 80% do mercado. </li></ul><ul><li>Era muito mais rentável </li></ul><ul><li>E a monopolista HB estava à beira da falência </li></ul>
  8. 8. COMO ISTO OCORREU? <ul><li>A NW descobriu um modo de servir ao consumidor de modo melhor </li></ul><ul><li>Por estar mais perto dele </li></ul><ul><li>Por ser mais responsivo às suas necessidades </li></ul><ul><li>Por estar atenta às realidades mutáveis do mercado </li></ul>
  9. 9. COMO ISTO OCORREU? <ul><li>A NW fez uma série de inovações organizacionais: </li></ul><ul><ul><li>Simplificou a estrutura de fornecedores, eliminando os intermediários </li></ul></ul><ul><ul><li>Evitou a burocracia excessiva, ao mesmo tempo que assegurava que as informações relevantes fossem compartilhadas e que as pessoas certas entendessem as decisões </li></ul></ul>
  10. 10. COMO ISTO OCORREU? <ul><li>Recrutou pessoas para as posições operacionais que estavam dispostas a aceitar responsabilidades, então deu-lhes autoridade para atuar de modo responsável </li></ul><ul><li>Estabeleceu um sistema de recompensas que encorajava o comportamento empreendedor </li></ul>
  11. 11. EM RESUMO <ul><li>A NW desenvolveu uma nova estratégia: </li></ul><ul><li>PESSOAS </li></ul><ul><li>ESTRUTURA ORGANIZACIONAL </li></ul><ul><li>PROCESSOS DE GESTÃO </li></ul><ul><li>CULTURA ORGANIZACIONAL </li></ul>
  12. 12. O QUE OCORREU COM A HB? <ul><li>Inicialmente não tomou conhecimento da ameaça colocada pela NW </li></ul><ul><li>Sabia da sua vantagem de custos </li></ul><ul><li>Seus métodos haviam funcionado por anos </li></ul><ul><li>Provavelmente não percebeu as vantagens da nova estratégia e estutura organizacional da NW </li></ul>
  13. 13. O QUE OCORREU COM A HB? <ul><li>A resposta da HB foi lenta, mesmo depois que a NW tinha adquirido uma grande participação no mercado </li></ul><ul><li>Depois a HB respondeu, copiando a abordagem da NW </li></ul><ul><li>Isto só ocorreu depois que os líderes da empresa foram substituídos por outros </li></ul>
  14. 14. O QUE OCORREU COM A HB? <ul><li>No fim, a grande vantagem de custos da HB aniquilou a NW </li></ul><ul><li>Como resultado, a HB comprou a NW. </li></ul>HB: HUDSON BAY CO. Fundada em 1670. A aquisição da NW ocorreu em 1820. A HB continua operando até Hoje no varejo do Canadá.
  15. 15. GESTÃO DE PESSOAS <ul><ul><ul><ul><li>SALÃO SOHO </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>X </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>HOSPITAL SHOULDICE </li></ul></ul></ul></ul>
  16. 16. GESTÃO DE PESSOAS • QUAL A ESTRATÉGIA DA ORGANIZAÇÃO • QUAIS AS COMPETÊNCIAS, HABILIDADES ATITUDES E COMPORTAMENTOS PARA PODER IMPLEMENTAR A ESTRATÉGIA
  17. 17. GESTÃO DE PESSOAS • POLÍTICAS E PRÁTICAS: - RECRUTAMENTO - SELEÇÃO - TREINAMENTO - COMPENSAÇÃO - AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO - ESPECIALIZAÇÃO - ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO
  18. 18. GESTÃO DE PESSOAS • EM QUE MEDIDA ESTAS POLÍTICAS SÃO INTERNAMENTE CONSISTENTES • EM QUE MEDIDA ESTAS POLÍTICAS PODEM PRODUZIR AS COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS
  19. 19. ESTRATÉGIA • O QUE É UMA ESTRATÉGIA • QUAL A FUNÇÃO DA ESTRATÉGIA NA ORGANIZAÇÃO • OS COMPONENTES DA ESTRATÉGIA
  20. 20. ESTRATÉGIA <ul><li>FORMULAR A ESTRATÉGIA </li></ul><ul><li>COMUNICAR A ESTRATÉGIA </li></ul><ul><li>IMPLEMENTAR A ESTRATÉGIA </li></ul>
  21. 21. ESTRATÉGIA DELIBERADA X EMERGENTE Estratégia Emergente INTENÇÃO ESTRATÉGICA ESTRATÉGIA DELIBERADA ESTRATÉGIA NÃO REALIZADA ESTRATÉGIA REALIZADA
  22. 22. ESTRATÉGIA E GESTÃO URGENTE E NÃO IMPORTANTE NÃO IMPORTANTE E NÃO URGENTE IMPORTANTE E URGENTE IMPORTANTE E NÃO URGENTE URGÊNCIA IMPORTÂNCIA
  23. 23. ESTRATÉGIA E GESTÃO SÍNTESE ANÁLISE
  24. 24. FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA AMBIENTE EXTERNO X AMBIENTE INTERNO
  25. 25. FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA AMBIENTE EXTERNO OPORTUNIDADES X AMEAÇAS
  26. 26. FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA AMBIENTE INTERNO PONTOS FORTES X PONTOS FRACOS
  27. 27. FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA AMBIENTE EXTERNO <ul><li>ECONOMIA FECHADA </li></ul><ul><li>ECONOMIA ABERTA </li></ul><ul><li>TECNOLOGIA </li></ul>
  28. 28. <ul><li>RESERVAS DE MERCADO </li></ul><ul><li>INFLAÇÃO ALTA </li></ul><ul><li>RIVALIDADE PEQUENA </li></ul>FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA AMBIENTE EXTERNO: economia fechada
  29. 29. FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA AMBIENTE EXTERNO: economia aberta ● FIM DAS RESERVAS ● INFLAÇÃO SOB CONTROLE ● RIVALIDADE AUMENTA
  30. 30. FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA AMBIENTE INTERNO ● O ENCAIXE ENTRE O AMBIENTE EXTERNO E O AMBIENTE INTERNO ● O CONCEITO DE VALOR
  31. 31. FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA AMBIENTE INTERNO: CADEIA DE VALOR INFRA-ESTRUTURA DA EMPRESA M A R G E M RECURSOS HUMANOS TECNOLOGIA LOGÍSTICA OPERAÇÕES MARKETING E VENDAS SERVIÇOS VALOR ATIVIDADES DE APOIO ATIVIDADES PRIMÁRIAS
  32. 32. <ul><li>• ABORDAGEM DE PROCESSO </li></ul><ul><li>ELOS VERTICAIS </li></ul><ul><li>TRADE OFF </li></ul><ul><li>ESCOPO: estreito ou amplo </li></ul>FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA AMBIENTE INTERNO: CADEIA DE VALOR
  33. 33. • ELOS: otimização • ELOS: coordenação • ENCAIXE: A cadeia de valor do comprador FORMULAÇÃO DA ESTRATÉGIA AMBIENTE INTERNO: CADEIA DE VALOR
  34. 34. COMUNICAÇÃO DA ESTRATÉGIA • MODELO DE NEGÓCIO • BALANCED SCORECARD
  35. 35. MODELO DE NEGÓCIO <ul><li>NARRATIVA </li></ul><ul><li>TESTE DOS NÚMEROS </li></ul>É uma simplificação conveniente das hipóteses no contexto da estratégia
  36. 36. MODELO DE NEGÓCIO <ul><li>COMO VAI ENTREGAR VALOR PARA O CLIENTE </li></ul><ul><li>EM QUAL SEGMENTO VAI ATUAR </li></ul><ul><li>QUAIS AS ATIVIDADES (CADEIA DE VALOR) </li></ul><ul><li>QUAIS OS CUSTOS E QUAIS AS MARGENS </li></ul>
  37. 37. MAPA ESTRATÉGICO FINANCEIRA CLIENTE PROCESSOS APRENDIZAGEM E CRESCIMENTO RENTABILIDADE VALOR PARA O ACIONISTA A LONGO PRAZO CRESCIMENTO DA RECEITA PREÇO PRAZO GESTÃO OPERACIONAL GESTÃO DO CLIENTE GESTÃO DA INOVAÇÃO REDUÇÃO DE CUSTO DESEMPENHO Equipe Competências Capacitações HARDWARE SOFTWARE ORGANIZAÇÃO CONHECIMENTO
  38. 38. IMPLEMENTAÇÃO DA ESTRATÉGIA ARQUITETO ORGANIZACIONAL ESTRATÉGIA ATIVIDADES ORGANIZAÇÃO AMBIENTE DESEMPENHO
  39. 39. IMPLEMENTAÇÃO DA ESTRATÉGIA VARIÁVEIS COMPLEMENTARES DUAS VARIÁVEIS SÃO COMPLEMENTARES QUANDO: ● EXECUTAR (MAIS DE) UMA DELAS ● AUMENTA OS RETORNOS DE EXECUTAR (MAIS DE) A OUTRA
  40. 40. IMPLEMENTAÇÃO DA ESTRATÉGIA • PESSOAS • ARQUITETURA • ROTINAS • CULTURA
  41. 41. Besanko, D. e outros – Economics of Strategy. 4th. Edition. John Wiley & Sons. Kaplan, R. S. & Norton, D. P. – Mapas Estratégicos. Campus. Magretta, J. – O que é gerenciar e administrar. Campus. Mintzberg, H. e outros – The Strategy Process. 4th Edition. Prentice Hall. Porter, M. E. Competitive Advantage. The Free Press. Roberts, J. The Modern Firm. Oxford University Press. BIBLIOGRAFIA
  42. 42. MUITO OBRIGADO! [email_address]

×