Montesquieu (1689- 1755)   2º ano               .
Principais ideias Preocupação         fundamentada         no   modo   de    funcionamento do governo.   As leis e o pod...
Três Poderes Legislativo: Criar e aprovar as leis. Executivo: Exercido por aquele que executa as  leis relativas à admin...
Leis “As leis escritas ou não, que governam os povos, não são fruto do  capricho ou do arbítrio de quem legisla. Ao contr...
Fragmentos "A religião é menos um tema de santificação do que um tema de    discussões que pertence a todos“.   "Recebem...
Montesquieu 2º ano
Montesquieu 2º ano
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Montesquieu 2º ano

3.091 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.091
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
127
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Montesquieu 2º ano

  1. 1. Montesquieu (1689- 1755) 2º ano .
  2. 2. Principais ideias Preocupação fundamentada no modo de funcionamento do governo. As leis e o poder são suas grandes questões. Leis refletem as condições da natureza e a cultura de um povo. A religião deve se desvincular da política. Crítica ao absolutismo. Divisão dos três poderes (legislativo, executivo e judiciário). Influência das ideias de Locke e da Inglaterra do século XVIII – onde o rei é fiscalizado pelo parlamento.
  3. 3. Três Poderes Legislativo: Criar e aprovar as leis. Executivo: Exercido por aquele que executa as leis relativas à administração pública – no caso de uma monarquia – o rei. Judiciário: Responsável pela, aplicação conservação e fiscalização das leis. Essa divisão influencia a política até hoje. A intenção da divisão dos poderes é a não concentração do poder – a fiscalização mútua.
  4. 4. Leis “As leis escritas ou não, que governam os povos, não são fruto do capricho ou do arbítrio de quem legisla. Ao contrário, decorrem da realidade social e da História concreta própria ao povo considerado. Não existem leis justas ou injustas. O que existe são leis mais ou menos adequadas a um determinado povo e a uma determinada circunstância de época ou lugar. O autor procura estabelecer a relação das leis com as sociedades, ou ainda, com o espírito dessas”. Montesquieu Princípio da identidade nacional e soberania das nações.
  5. 5. Fragmentos "A religião é menos um tema de santificação do que um tema de discussões que pertence a todos“. "Recebemos três educações diferentes: a dos nossos pais, a dos nossos mestres e a do mundo. O que aprendemos nesta última, destrói todas as ideias das duas primeiras“. "As leis, no sentido mais amplo, são as relações necessárias que derivam da natureza das coisas“. "Quando vou a um país, não examino se há boas leis, mas se as que lá existem são executadas, pois boas leis há por toda a parte" "As viagens dão uma grande abertura à mente: saímos do círculo de preconceitos do próprio país e não nos sentimos dispostos a assumir aqueles dos estrangeiros“. "Para se tornar verdadeiramente grande, é preciso estar ao lado das pessoas, e não acima delas." "Leis inúteis enfraquecem as leis necessárias." "Defenderei sempre o direito de discordarem de mim." "Só o poder limita o poder." [O Espírito das Leis, Livro XI, Capítulo IV]

×