SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Treinamento de Integração NR 1
Responsabilidades do Colaborador

•   Com Relação à Empresa:
•   • Conhecer os objetivos da empresa e da área em que
•   está locado.
•   • Manter-se atualizado e respeitar as normas e
    procedimentos
•   existentes na empresa.
•   • Conhecer as possibilidades de recursos da empresa
•   para a realização dos trabalhos, buscando e sugerindo
•   alternativas.
•   • Utilizar adequadamente e racionalmente os
•   recursos, como materiais, ferramentas, impressos
•   e suprimentos. Evitar o desperdício.
Responsabilidades do Colaborador
• Zelar pelos equipamentos, máquinas, acessórios
  e ferramentas colocados à disposição
• para o trabalho.
• Manter sigilo sobre os assuntos, documentos e
  serviços tratados em reuniões de trabalho e na
  empresa.
• Evitar o desperdício de tempo e empenhar-se no
  desenvolvimento de um trabalho produtivo e
  com qualidade.
Com Relação a si mesmo
• Estar sempre bem informado.
• Tratar com cortesia e respeito os colegas de
  trabalho, clientes e pessoas que tenha contato
  em nome da empresa.
• Propor a sua chefia alternativas e dar sugestões
  para melhorias em devidas situações.
• Preocupar-se com seu auto-desenvolvimento
  profissional.
• Utilizar uniforme e prezar por sua apresentação
  pessoal, cuidando de sua aparência e higiene
  pessoal.
Com Relação ao Cliente
• Atender as necessidades do cliente, com
  qualidade e de forma ágil.
• Atender aos clientes prontamente, com
  educação, atenção, cordialidade e respeito.
• Saber ouvir, ter paciência, ser compreensivo, dar
  orientação e encaminhamentos de forma correta.
• Reconhecer os direitos dos clientes.
• Estabelecer vínculo com o cliente e acolher suas
  demandas com resolubilidade.
Procedimentos Proibidos
• Permitir a entrada de menores de idade ou
  pessoas sem autorização prévia na empresa.
• Copiar, reproduzir ou fornecer dados sigilosos
  da empresa, como informações ou
• documentos para pessoas estranhas.
• Filmar, fotografar, captar imagens e sons
  dentro da empresa, sem a devida autorização
  da gerência.
Procedimentos Proibidos
• Desenvolver atividades particulares ou de
  terceiros nas dependências da empresa.
• Vender
  roupas, jóias, cosméticos, rifas, serviços, qualq
  uer outro produto ou promover empréstimo
  de dinheiro na empresa.
• Consumir, portar ou vender bebidas
  alcoólicas, entorpecentes ou substâncias que
  causem qualquer tipo de dependência, no
  recinto da empresa
Procedimentos Proibidos
• Apresentar-se em estado de embriaguez.
• Fumar em locais não autorizados.
• Praticar jogos de azar, loterias, bingos e
  outros, dentro da empresa.
• Portar armas, de qualquer espécie.
• Agredir física ou verbalmente outro funcionário
  ou pessoas que tenha contato em nome da
• empresa.
Procedimentos Proibidos
• Operar veículos, equipamentos e máquinas
• para os quais não esteja habilitado ou
• autorizado pela empresa.
Segurança do Trabalho
• Será considerada falta grave a inobservância
  das instruções expedidas para a prevenção de
  acidentes, bem como a não utilização de
  aparelhos, equipamentos e protetores
  individuais fornecidos pela empresa.
Ordem de Serviço
Ordem de Serviço
• Ordem de Serviço é um documento para
  orientar e informar os trabalhadores da
  empresa, quais são os riscos que irá encontrar
  no ambiente de trabalho e na execução de
  suas atividades, para que o mesmo possa ter
  alguns cuidados e realizar procedimentos para
  sua proteção.
Ordem de Serviço
• Conforme NR01, item 1.7, alínea “b”, a Ordem de
  Serviço sobre Segurança e Medicina de
  Trabalho, cabe ao empregador fazer sua
  elaboração, onde sua emissão é obrigatória.
• A obrigatoriedade da Ordem de Serviço está
  incluída no artigo 157, inciso II da CLT –
  Consolidação das Leis Trabalhistas, que nos diz:
• “instruir os empregados, através de ordens de
  serviço, quanto às precauções a tomar o sentido
  de evitar acidentes do trabalho ou doenças
  ocupacionais;”
Segurança do Trabalho
            • Verifique onde
              estão situados os
              extintores em seu
              setor e instrua-se de
              como manuseá-los.
              Em caso de
              princípio de
              incêndio, tente
              combatê-lo
              observando seus
              limites.
Classes de incêndio

• Os incêndios são classificados de acordo com as
  características dos seus combustíveis. Somente com o
  conhecimento da natureza do material que está se
  queimando, pode-se descobrir o melhor método para
  uma extinção rápida e segura.
 A - MADEIRA, PAPEL E ALGODÃO

 B - LÍQUIDOS INFLAMÁVEIS


 C - EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS ENERGIZADOS

     OUTRAS CLASSES NÃO COMUNS
NÃO

NÃO   NÃO

NÃO   NÃO   NÃO   NÃO
Segurança do Trabalho
• Os equipamentos elétricos dos escritórios
  (máquinas                                     de
  escrever, calculadoras, microcomputadores, impr
  essoras, fax, ar-condicionado, outros) devem
  sempre ser desligados ao final do expediente.
• Sempre que ocorrer alguma anormalidade no
  sistema elétrico, comunique ao Téc. De
  Manutenção e/ou gerência imediatamente. Caso
  perceba            algum            equipamento
  desligado, certifique-se de que o mesmo não
  esteja em manutenção antes de ligá-lo.
Segurança do Trabalho
• Não deixe abertas as gavetas de mesas ou
  arquivos, bem como portas de armários e
  prateleiras, pois alguém poderá esbarrar
  nelas.
• Evite deixar fios esticados ou emaranhados
  pelo piso, sempre há risco de tropeços e
  quedas. Que também poderão provocar curto-
  circuitos.
Segurança do Trabalho
Segurança do Trabalho
• Ao descer ou subir escadas utilize sempre o
  corrimão e não corra.
• Jamais ligue vários aparelhos em uma só
  tomada, através de Benjamins. Esta
• prática poderá causar curto-circuito, dando
  origem a um princípio de incêndio devido ao
  superaquecimento.
Segurança do Trabalho
• Os serviços administrativos também devem
  obedecer aos critérios de
  segurança, organização e limpeza. Faça do seu
  local de trabalho um ambiente seguro e
  agradável.
• Não pratique atos inseguros.
Segurança do Trabalho
• Todo funcionário deverá usar o Equipamento de
  Proteção Individual, correspondente ao serviço
  ou atividade, conforme estabelecido pela
  Segurança do Trabalho.
• Nenhum equipamento poderá ser instalado sem
  um prévio planejamento e autorização de
• uma pessoa competente da área.
• Não é permitida a realização de serviços
  provisórios (quebra-galhos) que ofereçam riscos
  aos trabalhadores, ao imóvel e ao patrimônio em
  geral.
Segurança do Trabalho
• É proibido o uso de blusa de manga comprida
  para trabalhar com tornos, furadeiras, serras e
  máquinas rotativas.
• Usar luvas adequadas para a lavagem de peças
  e/ou creme protetor contra produtos
  químicos.
• Não utilizar ar comprimido para a limpeza
  pessoal.
Segurança do Trabalho
• O operador de maçarico e soldador
  deve, antes de iniciar e após terminar o
  serviço de corte ou solda de peças, pedir à
  CIPA/chefia uma inspeção ao local de
  trabalho. Assim, proceder-se-á a verificação
  da proximidade de inflamáveis, cabo de
  força, mangueira de gás, etc.
Segurança do Trabalho
• Antes de levantar qualquer objeto, analise o
  peso deste; ao levantá-lo, fazer força com os
  músculos da perna, permanecendo com as
  costas na vertical.
• Se o peso for demasiado peça auxílio a um
  colega ou transporte o objeto por outro meio
  (carrinho, etc.).
Eliminação dos Atos Inseguros
• Procure conhecer o seu trabalho e permaneça
  sempre alerta.
• Onde houver riscos, use os Equipamentos de
  Proteção Individual específicos.
• Se os Equipamentos de Proteção Individual
  forem insuficientes, leve ao conhecimento da
  CIPA ou segurança do trabalho para que esta
  providencie o equipamento adequado.
Eliminação dos Atos Inseguros
• Ao executar serviços acima do nível do
  piso, use escada em bom estado e
  equipamentos indicados, evitando improvisar
  pilhas de estrados ou caixas que poderão
  ocasionar quedas.
• OBRIGADO PELA SUA PRESENÇA
• CONTAMOS COM A SUA COLABORAÇÃO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Das Imagens Feias
Das Imagens FeiasDas Imagens Feias
Das Imagens Feias
Ainoan
 

Mais procurados (20)

Nr 18 Segurança na Industria da Construção
Nr 18 Segurança na Industria da Construção Nr 18 Segurança na Industria da Construção
Nr 18 Segurança na Industria da Construção
 
Treinamento segurança do trabalho
Treinamento segurança do trabalho Treinamento segurança do trabalho
Treinamento segurança do trabalho
 
Nr 35 protemar
Nr 35 protemarNr 35 protemar
Nr 35 protemar
 
NR - 06 EPI (Oficial)
NR - 06 EPI (Oficial)NR - 06 EPI (Oficial)
NR - 06 EPI (Oficial)
 
Nr 12
Nr 12Nr 12
Nr 12
 
Treinamento nr 11 07052021
Treinamento nr 11  07052021Treinamento nr 11  07052021
Treinamento nr 11 07052021
 
NR - 18 Construção Civil (Oficial)
NR - 18 Construção Civil (Oficial)NR - 18 Construção Civil (Oficial)
NR - 18 Construção Civil (Oficial)
 
NR 18 - Condições de Meio Ambiente e Trabalho na Industria da Construção
NR 18 - Condições de Meio Ambiente e Trabalho na Industria da ConstruçãoNR 18 - Condições de Meio Ambiente e Trabalho na Industria da Construção
NR 18 - Condições de Meio Ambiente e Trabalho na Industria da Construção
 
Treinamento NR 12
Treinamento NR 12Treinamento NR 12
Treinamento NR 12
 
Nr18
Nr18Nr18
Nr18
 
Das Imagens Feias
Das Imagens FeiasDas Imagens Feias
Das Imagens Feias
 
Treinamento NR 18 .pptx
Treinamento NR 18  .pptxTreinamento NR 18  .pptx
Treinamento NR 18 .pptx
 
Integração de Segurança
Integração de SegurançaIntegração de Segurança
Integração de Segurança
 
Aula - NR 06 - EPI.ppt
Aula - NR 06 - EPI.pptAula - NR 06 - EPI.ppt
Aula - NR 06 - EPI.ppt
 
Treinamento sobre epi
Treinamento sobre epiTreinamento sobre epi
Treinamento sobre epi
 
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVOIntegração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
 
Treinamento para operador de empilhadeira
Treinamento para operador de empilhadeiraTreinamento para operador de empilhadeira
Treinamento para operador de empilhadeira
 
Movimentação e içamento de cargas
 Movimentação e içamento de cargas Movimentação e içamento de cargas
Movimentação e içamento de cargas
 
Planejamento das atividades de sms
Planejamento das atividades de smsPlanejamento das atividades de sms
Planejamento das atividades de sms
 
Integração de segurança - modelo completo
Integração de segurança - modelo completoIntegração de segurança - modelo completo
Integração de segurança - modelo completo
 

Destaque

Treinamento de Ordem de Serviço
Treinamento de Ordem de ServiçoTreinamento de Ordem de Serviço
Treinamento de Ordem de Serviço
Tst_Thiago
 
28 modelos de ordens de servicos mega seguranca do trabalho
28 modelos de ordens de servicos   mega seguranca do trabalho28 modelos de ordens de servicos   mega seguranca do trabalho
28 modelos de ordens de servicos mega seguranca do trabalho
quantizar
 
Os pedreiro
Os   pedreiroOs   pedreiro
Os pedreiro
Bor Ges
 
Ordem de servio geral
Ordem de servio geralOrdem de servio geral
Ordem de servio geral
Montacon
 
Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)
Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)
Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)
Jupira Silva
 
Modelo de os 3
Modelo de os 3Modelo de os 3
Modelo de os 3
Montacon
 

Destaque (20)

Treinamento de Ordem de Serviço
Treinamento de Ordem de ServiçoTreinamento de Ordem de Serviço
Treinamento de Ordem de Serviço
 
Nr 1 disposições gerais
Nr 1   disposições geraisNr 1   disposições gerais
Nr 1 disposições gerais
 
28 modelos de ordens de servicos mega seguranca do trabalho
28 modelos de ordens de servicos   mega seguranca do trabalho28 modelos de ordens de servicos   mega seguranca do trabalho
28 modelos de ordens de servicos mega seguranca do trabalho
 
Ordem de serviço operador de empilhadeira
Ordem de serviço operador de empilhadeiraOrdem de serviço operador de empilhadeira
Ordem de serviço operador de empilhadeira
 
Ordem de serviço eletricista
Ordem de serviço eletricistaOrdem de serviço eletricista
Ordem de serviço eletricista
 
Nr1 disposições gerais
Nr1  disposições geraisNr1  disposições gerais
Nr1 disposições gerais
 
Ordem de Serviço de Segurança Técnico segurança no trabalho
Ordem de Serviço de Segurança Técnico segurança no trabalhoOrdem de Serviço de Segurança Técnico segurança no trabalho
Ordem de Serviço de Segurança Técnico segurança no trabalho
 
Integração segurança
Integração segurançaIntegração segurança
Integração segurança
 
Os aux.limpeza e higiene (1) (1)
Os  aux.limpeza e higiene (1) (1)Os  aux.limpeza e higiene (1) (1)
Os aux.limpeza e higiene (1) (1)
 
ordem de serviço
ordem de serviçoordem de serviço
ordem de serviço
 
O.s para padeiros
O.s para padeirosO.s para padeiros
O.s para padeiros
 
Integração de segurança
Integração de segurançaIntegração de segurança
Integração de segurança
 
Integração de Segurança do Trabalho 2012
Integração de Segurança do Trabalho 2012Integração de Segurança do Trabalho 2012
Integração de Segurança do Trabalho 2012
 
Os pedreiro
Os   pedreiroOs   pedreiro
Os pedreiro
 
Ordem de servio geral
Ordem de servio geralOrdem de servio geral
Ordem de servio geral
 
NR 01 até NR 35 em pdf
NR 01 até NR 35 em pdfNR 01 até NR 35 em pdf
NR 01 até NR 35 em pdf
 
Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)
Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)
Nr 36 apresentação - padrão - workshop (1)
 
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPI
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPITreinamento de Segurança no Trabalho e EPI
Treinamento de Segurança no Trabalho e EPI
 
Modelo de os 3
Modelo de os 3Modelo de os 3
Modelo de os 3
 
Aula Nr 1 - Introdução a GHO - A Viagem Através dos Tempos
Aula Nr 1 - Introdução a GHO - A Viagem Através dos TemposAula Nr 1 - Introdução a GHO - A Viagem Através dos Tempos
Aula Nr 1 - Introdução a GHO - A Viagem Através dos Tempos
 

Semelhante a Treinamento de integração nr 1 upload

treinamentodeintegraonr1upload-130117162851-phpapp02_converted_by_abcdpdf.pptx
treinamentodeintegraonr1upload-130117162851-phpapp02_converted_by_abcdpdf.pptxtreinamentodeintegraonr1upload-130117162851-phpapp02_converted_by_abcdpdf.pptx
treinamentodeintegraonr1upload-130117162851-phpapp02_converted_by_abcdpdf.pptx
aureliofaria41
 
Manualdeseguranadacarpintaria 140108112010-phpapp01
Manualdeseguranadacarpintaria 140108112010-phpapp01Manualdeseguranadacarpintaria 140108112010-phpapp01
Manualdeseguranadacarpintaria 140108112010-phpapp01
Veras Reis Reis
 

Semelhante a Treinamento de integração nr 1 upload (20)

treinamentodeintegraonr1upload-130117162851-phpapp02_converted_by_abcdpdf.pptx
treinamentodeintegraonr1upload-130117162851-phpapp02_converted_by_abcdpdf.pptxtreinamentodeintegraonr1upload-130117162851-phpapp02_converted_by_abcdpdf.pptx
treinamentodeintegraonr1upload-130117162851-phpapp02_converted_by_abcdpdf.pptx
 
Integração Terceiros.ppt
Integração Terceiros.pptIntegração Terceiros.ppt
Integração Terceiros.ppt
 
Apresentação1.pptx
Apresentação1.pptxApresentação1.pptx
Apresentação1.pptx
 
11 manualdesaudeeseg
11 manualdesaudeeseg11 manualdesaudeeseg
11 manualdesaudeeseg
 
232107594-Treinamento-Serra-Policorte.pptx
232107594-Treinamento-Serra-Policorte.pptx232107594-Treinamento-Serra-Policorte.pptx
232107594-Treinamento-Serra-Policorte.pptx
 
NR01 - APRESENTAÇÃO
NR01 - APRESENTAÇÃONR01 - APRESENTAÇÃO
NR01 - APRESENTAÇÃO
 
Curso CIPA Segurança do Trabalho nwn.pptx
Curso CIPA Segurança do Trabalho nwn.pptxCurso CIPA Segurança do Trabalho nwn.pptx
Curso CIPA Segurança do Trabalho nwn.pptx
 
MANUAL DE INSTRUÇÕES MARTELETE PERFURADOR/ROMPEDOR MPR 826k SUPERTORK
MANUAL DE INSTRUÇÕES MARTELETE PERFURADOR/ROMPEDOR MPR 826k SUPERTORKMANUAL DE INSTRUÇÕES MARTELETE PERFURADOR/ROMPEDOR MPR 826k SUPERTORK
MANUAL DE INSTRUÇÕES MARTELETE PERFURADOR/ROMPEDOR MPR 826k SUPERTORK
 
232107594 treinamento-serra-policorte
232107594 treinamento-serra-policorte232107594 treinamento-serra-policorte
232107594 treinamento-serra-policorte
 
620987355-NR18-Treinamento-de-Integracao.ppt
620987355-NR18-Treinamento-de-Integracao.ppt620987355-NR18-Treinamento-de-Integracao.ppt
620987355-NR18-Treinamento-de-Integracao.ppt
 
Manual seguranca
Manual segurancaManual seguranca
Manual seguranca
 
07 aula meio ambiente
07 aula meio ambiente07 aula meio ambiente
07 aula meio ambiente
 
EPI para Atividade Eletrica, Mecânica e o Fator Humano.
EPI para Atividade Eletrica, Mecânica e o Fator Humano.EPI para Atividade Eletrica, Mecânica e o Fator Humano.
EPI para Atividade Eletrica, Mecânica e o Fator Humano.
 
Manualdeseguranadacarpintaria 140108112010-phpapp01
Manualdeseguranadacarpintaria 140108112010-phpapp01Manualdeseguranadacarpintaria 140108112010-phpapp01
Manualdeseguranadacarpintaria 140108112010-phpapp01
 
232107594 treinamento-serra bancada
232107594 treinamento-serra bancada232107594 treinamento-serra bancada
232107594 treinamento-serra bancada
 
NR 12.pptx
NR 12.pptxNR 12.pptx
NR 12.pptx
 
Curso NR 18.ppt
Curso NR 18.pptCurso NR 18.ppt
Curso NR 18.ppt
 
Ordem de serviço operador de maquina perfuratriz
Ordem de serviço operador de maquina perfuratrizOrdem de serviço operador de maquina perfuratriz
Ordem de serviço operador de maquina perfuratriz
 
espaço_confinado,_palestra.pptx
espaço_confinado,_palestra.pptxespaço_confinado,_palestra.pptx
espaço_confinado,_palestra.pptx
 
Riscos da Profissão Cozinheiro
Riscos da Profissão CozinheiroRiscos da Profissão Cozinheiro
Riscos da Profissão Cozinheiro
 

Mais de Vinicius Loiola Beserra

Mais de Vinicius Loiola Beserra (6)

Simple harmonic motion problem
Simple harmonic motion problemSimple harmonic motion problem
Simple harmonic motion problem
 
Integral com raiz quadrada e raiz a quarta
Integral com raiz quadrada e raiz a quarta Integral com raiz quadrada e raiz a quarta
Integral com raiz quadrada e raiz a quarta
 
Digitalizar0001
Digitalizar0001Digitalizar0001
Digitalizar0001
 
Regra do produto com três funções polinomaisi
Regra do produto com três funções polinomaisiRegra do produto com três funções polinomaisi
Regra do produto com três funções polinomaisi
 
Ache o valor de x e y no sistema de equações abaixo
Ache o valor de x e y no sistema de equações abaixoAche o valor de x e y no sistema de equações abaixo
Ache o valor de x e y no sistema de equações abaixo
 
Ache a assíntota vertical e faça um esboço do gráfico da função
Ache a assíntota vertical e faça um esboço do gráfico da funçãoAche a assíntota vertical e faça um esboço do gráfico da função
Ache a assíntota vertical e faça um esboço do gráfico da função
 

Último

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 

Último (20)

Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 

Treinamento de integração nr 1 upload

  • 2. Responsabilidades do Colaborador • Com Relação à Empresa: • • Conhecer os objetivos da empresa e da área em que • está locado. • • Manter-se atualizado e respeitar as normas e procedimentos • existentes na empresa. • • Conhecer as possibilidades de recursos da empresa • para a realização dos trabalhos, buscando e sugerindo • alternativas. • • Utilizar adequadamente e racionalmente os • recursos, como materiais, ferramentas, impressos • e suprimentos. Evitar o desperdício.
  • 3. Responsabilidades do Colaborador • Zelar pelos equipamentos, máquinas, acessórios e ferramentas colocados à disposição • para o trabalho. • Manter sigilo sobre os assuntos, documentos e serviços tratados em reuniões de trabalho e na empresa. • Evitar o desperdício de tempo e empenhar-se no desenvolvimento de um trabalho produtivo e com qualidade.
  • 4. Com Relação a si mesmo • Estar sempre bem informado. • Tratar com cortesia e respeito os colegas de trabalho, clientes e pessoas que tenha contato em nome da empresa. • Propor a sua chefia alternativas e dar sugestões para melhorias em devidas situações. • Preocupar-se com seu auto-desenvolvimento profissional. • Utilizar uniforme e prezar por sua apresentação pessoal, cuidando de sua aparência e higiene pessoal.
  • 5. Com Relação ao Cliente • Atender as necessidades do cliente, com qualidade e de forma ágil. • Atender aos clientes prontamente, com educação, atenção, cordialidade e respeito. • Saber ouvir, ter paciência, ser compreensivo, dar orientação e encaminhamentos de forma correta. • Reconhecer os direitos dos clientes. • Estabelecer vínculo com o cliente e acolher suas demandas com resolubilidade.
  • 6. Procedimentos Proibidos • Permitir a entrada de menores de idade ou pessoas sem autorização prévia na empresa. • Copiar, reproduzir ou fornecer dados sigilosos da empresa, como informações ou • documentos para pessoas estranhas. • Filmar, fotografar, captar imagens e sons dentro da empresa, sem a devida autorização da gerência.
  • 7. Procedimentos Proibidos • Desenvolver atividades particulares ou de terceiros nas dependências da empresa. • Vender roupas, jóias, cosméticos, rifas, serviços, qualq uer outro produto ou promover empréstimo de dinheiro na empresa. • Consumir, portar ou vender bebidas alcoólicas, entorpecentes ou substâncias que causem qualquer tipo de dependência, no recinto da empresa
  • 8. Procedimentos Proibidos • Apresentar-se em estado de embriaguez. • Fumar em locais não autorizados. • Praticar jogos de azar, loterias, bingos e outros, dentro da empresa. • Portar armas, de qualquer espécie. • Agredir física ou verbalmente outro funcionário ou pessoas que tenha contato em nome da • empresa.
  • 9. Procedimentos Proibidos • Operar veículos, equipamentos e máquinas • para os quais não esteja habilitado ou • autorizado pela empresa.
  • 10. Segurança do Trabalho • Será considerada falta grave a inobservância das instruções expedidas para a prevenção de acidentes, bem como a não utilização de aparelhos, equipamentos e protetores individuais fornecidos pela empresa.
  • 12. Ordem de Serviço • Ordem de Serviço é um documento para orientar e informar os trabalhadores da empresa, quais são os riscos que irá encontrar no ambiente de trabalho e na execução de suas atividades, para que o mesmo possa ter alguns cuidados e realizar procedimentos para sua proteção.
  • 13. Ordem de Serviço • Conforme NR01, item 1.7, alínea “b”, a Ordem de Serviço sobre Segurança e Medicina de Trabalho, cabe ao empregador fazer sua elaboração, onde sua emissão é obrigatória. • A obrigatoriedade da Ordem de Serviço está incluída no artigo 157, inciso II da CLT – Consolidação das Leis Trabalhistas, que nos diz: • “instruir os empregados, através de ordens de serviço, quanto às precauções a tomar o sentido de evitar acidentes do trabalho ou doenças ocupacionais;”
  • 14. Segurança do Trabalho • Verifique onde estão situados os extintores em seu setor e instrua-se de como manuseá-los. Em caso de princípio de incêndio, tente combatê-lo observando seus limites.
  • 15. Classes de incêndio • Os incêndios são classificados de acordo com as características dos seus combustíveis. Somente com o conhecimento da natureza do material que está se queimando, pode-se descobrir o melhor método para uma extinção rápida e segura. A - MADEIRA, PAPEL E ALGODÃO B - LÍQUIDOS INFLAMÁVEIS C - EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS ENERGIZADOS OUTRAS CLASSES NÃO COMUNS
  • 16. NÃO NÃO NÃO NÃO NÃO NÃO NÃO
  • 17. Segurança do Trabalho • Os equipamentos elétricos dos escritórios (máquinas de escrever, calculadoras, microcomputadores, impr essoras, fax, ar-condicionado, outros) devem sempre ser desligados ao final do expediente. • Sempre que ocorrer alguma anormalidade no sistema elétrico, comunique ao Téc. De Manutenção e/ou gerência imediatamente. Caso perceba algum equipamento desligado, certifique-se de que o mesmo não esteja em manutenção antes de ligá-lo.
  • 18. Segurança do Trabalho • Não deixe abertas as gavetas de mesas ou arquivos, bem como portas de armários e prateleiras, pois alguém poderá esbarrar nelas. • Evite deixar fios esticados ou emaranhados pelo piso, sempre há risco de tropeços e quedas. Que também poderão provocar curto- circuitos.
  • 20. Segurança do Trabalho • Ao descer ou subir escadas utilize sempre o corrimão e não corra. • Jamais ligue vários aparelhos em uma só tomada, através de Benjamins. Esta • prática poderá causar curto-circuito, dando origem a um princípio de incêndio devido ao superaquecimento.
  • 21. Segurança do Trabalho • Os serviços administrativos também devem obedecer aos critérios de segurança, organização e limpeza. Faça do seu local de trabalho um ambiente seguro e agradável. • Não pratique atos inseguros.
  • 22.
  • 23. Segurança do Trabalho • Todo funcionário deverá usar o Equipamento de Proteção Individual, correspondente ao serviço ou atividade, conforme estabelecido pela Segurança do Trabalho. • Nenhum equipamento poderá ser instalado sem um prévio planejamento e autorização de • uma pessoa competente da área. • Não é permitida a realização de serviços provisórios (quebra-galhos) que ofereçam riscos aos trabalhadores, ao imóvel e ao patrimônio em geral.
  • 24. Segurança do Trabalho • É proibido o uso de blusa de manga comprida para trabalhar com tornos, furadeiras, serras e máquinas rotativas. • Usar luvas adequadas para a lavagem de peças e/ou creme protetor contra produtos químicos. • Não utilizar ar comprimido para a limpeza pessoal.
  • 25. Segurança do Trabalho • O operador de maçarico e soldador deve, antes de iniciar e após terminar o serviço de corte ou solda de peças, pedir à CIPA/chefia uma inspeção ao local de trabalho. Assim, proceder-se-á a verificação da proximidade de inflamáveis, cabo de força, mangueira de gás, etc.
  • 26. Segurança do Trabalho • Antes de levantar qualquer objeto, analise o peso deste; ao levantá-lo, fazer força com os músculos da perna, permanecendo com as costas na vertical. • Se o peso for demasiado peça auxílio a um colega ou transporte o objeto por outro meio (carrinho, etc.).
  • 27. Eliminação dos Atos Inseguros • Procure conhecer o seu trabalho e permaneça sempre alerta. • Onde houver riscos, use os Equipamentos de Proteção Individual específicos. • Se os Equipamentos de Proteção Individual forem insuficientes, leve ao conhecimento da CIPA ou segurança do trabalho para que esta providencie o equipamento adequado.
  • 28. Eliminação dos Atos Inseguros • Ao executar serviços acima do nível do piso, use escada em bom estado e equipamentos indicados, evitando improvisar pilhas de estrados ou caixas que poderão ocasionar quedas.
  • 29.
  • 30. • OBRIGADO PELA SUA PRESENÇA • CONTAMOS COM A SUA COLABORAÇÃO