Cnc e impressora 3 d

741 visualizações

Publicada em

CNC

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
741
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cnc e impressora 3 d

  1. 1. Maquinas de controle numérico computadorizado (CNC) e Impressora 3D ALUNOS: JOÃO PEDRO LIMA DOS SANTOS JORGE MOREIRA DA COSTA JUNIOR
  2. 2. Controle Numérico (NC) o Controlar uma máquina-ferramenta por meio de um " programa" é conhecido como Controle Numérico, ou NC. o É uma técnica para dar instruções para a máquina no formato de um CÓDIGO que consiste de números, letras, pontuações e outros símbolos - a máquina responde esta informação codificada numa maneira precisa e ordenada para realizar várias funções de um processo específico oTécnica antiga.
  3. 3. Controle Numérico (NC) O Controle Numérico pode ser utilizado em: o Aplicações que utilizam máquinas ferramentas, onde está envolvida a remoção de materiais . o Aplicações que não utilizam máquinas-ferramentas. (linhas de montagem, manipulação de materiais, inspeção e medida)
  4. 4. Controle Numérico (NC) COMPONENTES DE UM SISTEMA NC: 1. Programa de Instruções. 2. Unidade de Controle. 3. Equipamento de Processamento (Máquina).
  5. 5. Controle numérico computadorizado (CNC) O controle numérico computorizado é um sistema NC que utiliza o computador como unidade de controle de uma máquina ferramenta. A função mais básica de qualquer CNC é o controle do movimento de forma automática, precisa e consistente; Toda máquina CNC tem dois ou mais movimento de direção chamados de eixos; Os dois tipos mais comuns de eixos são os Lineares e os Rotacionais.
  6. 6. Eixos o As CNC’s possuem um certo número de eixos principais, normalmente dois ou três. Por norma são os eixos X,Y e Z. o Para além dos eixos principais, algumas CNC’s possuem também eixos complementares. Dispõem de mesas giratórias e/ou cabeça orientável.
  7. 7. Exemplos de eixos
  8. 8. Máquinas de CNC mais comuns o Torno (lathe) A peça é segura e rodada enquanto uma ferramenta cortante se move para produzir a forma desejada. Constituída por dois eixos o Fresadora (Mill) A peça é fixa numa mesa (poderá ter dois ou três eixos) e trabalhada por uma ferramenta rotativa. É a máquina de ferramentas mais versátil pois pode produzir formas de contorno plano, formas com superfícies tridimensionais e formas cilíndricas.
  9. 9. Torno
  10. 10. Fresadora
  11. 11. Esquemático de um sistema CNC
  12. 12. Sistema de medidas o São normalmente utilizados dispositivos (sensores) que permitem determinar a velocidade e a posição. A precisão do sistema de medida influencia directamente a precisão da máquina. oSensores de posição. oSensores de velocidade. Os sensores mais utilizados são os encoders
  13. 13. IMPRESSORA 3D  O que é ?  Estrutura Física  Como a impressora 3D funciona ?  Métodos de Impressão 3D  Softwares.
  14. 14. IMPRESSORA 3D  Visão Geral  Contexto Histórico A primeira impressão 3D registrada, ocorreu em 1984. (Chuck Hull)
  15. 15. IMPRESSORA 3D  Estrutura Física o Bico Extrusor o Rolo de Filamento o Mesa de impressão o Motores
  16. 16. IMPRESSORA 3D
  17. 17. Modelagem por Fusão e Depósito (FDM) • Esse é o modelo mais comum de impressora 3D e funciona de maneira surpreendentemente simples. • MATÉRIA PRIMA: Filamento Plástico. • O bico extrusor aquece e puxa o filamento. • O material derretido é depositado em camadas na base. • A plataforma desce e permite a criação da próxima camada. • Uma nova camada é formada.
  18. 18. Sinterização Seletiva a Laser (SLS) • MATÉRIA PRIMA: Partículas de Plástico ou Metal. • A câmara de impressão é preenchida com as partículas. (niveladas pela própria máquina) • Um laser fusiona o pó formado e cria a primeira camada. • Um rolo passa por cima da camada depositando mais pó. • Uma nova camada é formada.
  19. 19. Estereolitografia (SLA) • MATÉRIA PRIMA: Resina líquida. • Um recipiente é preenchido com a resina líquida que reage à luz ultravioleta. • Um laser de alta potência é projetado no líquido criando uma camada. • A plataforma central desce e a camada anterior é coberta com liquido novamente. • Uma nova camada é criada sobre a anterior.
  20. 20. Obrigado a todos!!

×