Neste     estudo     verificaremos  através   doProcessamento Linguístico e de suas técnicasexperimentais, se existem dife...
Processamento Linguístico          Psicolinguística                                         ExperimentalShallow Structure ...
• Repúdio à visão monolíngue dos bilíngues• Defesa de um modelo que contemple as  especificidades dos bilíngues• Contrapos...
•••
•
• Contato com a língua possivelmente acontece  ainda na fase fetal• Não existe comprovação de uma mudança  repentina na ha...
A Gramática dos Aprendizes de L2Shallow Structure Hypothesis (Clahsen e Felser, 2006):Aprendizes tardios possuem gramática...
A Contribuição do Processamento              LinguísticoMuller (2005): bilíngues X aprendizes de L2• Técnica Experimental:...
GRÁFICO. 1 - Ondas cerebrais doprocessamento de bilíngues e aprendizes deL2.(Fonte: Clahsen & Felser, 2006. p.9).
Wartenburger (2003): bilíngues X aprendizes comaquisição a partir de 6 anos X aprendizes tardios comproficiência inferior ...
Outras ferramentas do Processamento             Linguístico:• Eyetracker (movimento ocular): mapeamento  de sacadas e fixa...
Vantagem do Processamento              LinguísticoPermite capturar efeitos de linguagem de umamaneira on-line, ou seja, de...
O processamento linguístico de bilíngues e aprendizes de l2   tópicos de psicolinguística 2011-2
O processamento linguístico de bilíngues e aprendizes de l2   tópicos de psicolinguística 2011-2
O processamento linguístico de bilíngues e aprendizes de l2   tópicos de psicolinguística 2011-2
O processamento linguístico de bilíngues e aprendizes de l2   tópicos de psicolinguística 2011-2
O processamento linguístico de bilíngues e aprendizes de l2   tópicos de psicolinguística 2011-2
O processamento linguístico de bilíngues e aprendizes de l2   tópicos de psicolinguística 2011-2
O processamento linguístico de bilíngues e aprendizes de l2   tópicos de psicolinguística 2011-2
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O processamento linguístico de bilíngues e aprendizes de l2 tópicos de psicolinguística 2011-2

664 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
664
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O processamento linguístico de bilíngues e aprendizes de l2 tópicos de psicolinguística 2011-2

  1. 1. Neste estudo verificaremos através doProcessamento Linguístico e de suas técnicasexperimentais, se existem diferenças noprocessamento entre bilíngues clássicos eaprendizes tardios de uma segunda língua.Poderemos aqui, atestar importantes teorias quetentam explicar o funcionamento da gramática doaprendiz tardio, através do uso de ferramentas etécnicas experimentais comumente empregadaspela Psicolinguística Experimental no campo daaquisição e processamento de L2.
  2. 2. Processamento Linguístico Psicolinguística ExperimentalShallow Structure Hypothesis (Clahsen e Felser, 2006):Aprendizes tardios possuem gramática de aquisição de L2 rasa.
  3. 3. • Repúdio à visão monolíngue dos bilíngues• Defesa de um modelo que contemple as especificidades dos bilíngues• Contraposição aos testes de nivelamento elaborados através de uma abordagem monolíngue• Bilíngues vistos como bilíngues e não como 2 monolíngues• Contraposição à nomenclaturas como “falso bilíngue” e “bilíngues especiais”
  4. 4. •••
  5. 5.
  6. 6. • Contato com a língua possivelmente acontece ainda na fase fetal• Não existe comprovação de uma mudança repentina na habilidade linguística de aquisição/aprendizagem após a puberdade• Processo gradativo de fechamento da GU que varia de pessoa para pessoa
  7. 7. A Gramática dos Aprendizes de L2Shallow Structure Hypothesis (Clahsen e Felser, 2006):Aprendizes tardios possuem gramática de aquisição de L2 rasa.Dá conta de processar estruturas modestas da língua, mas nãode processar estruturas longas ou mesmo ambíguas, como: The servant liked the secretary of the boss who was reading a letter. (O empregado gostou da secretária do chefe que estava lendo uma carta) Quem estava lendo a carta? A secretária ou o chefe?
  8. 8. A Contribuição do Processamento LinguísticoMuller (2005): bilíngues X aprendizes de L2• Técnica Experimental: ERPs (Event related potential)• Estruturas utilizadas: plural do substantivo.
  9. 9. GRÁFICO. 1 - Ondas cerebrais doprocessamento de bilíngues e aprendizes deL2.(Fonte: Clahsen & Felser, 2006. p.9).
  10. 10. Wartenburger (2003): bilíngues X aprendizes comaquisição a partir de 6 anos X aprendizes tardios comproficiência inferior aos demais• Técnica Experimental: fMRI (ressonância magnética)
  11. 11. Outras ferramentas do Processamento Linguístico:• Eyetracker (movimento ocular): mapeamento de sacadas e fixações que o olho faz em milésimos de segundos quando em leitura de texto ou imagem.• Self Paced Reading (leitura auto monitorada): através da leitura na tela do computador, fornece indícios on-line da velocidade do processamento linguístico.
  12. 12. Vantagem do Processamento LinguísticoPermite capturar efeitos de linguagem de umamaneira on-line, ou seja, de uma forma maismicro e reflexa que a forma mais macro utilizadapela linguística aplicada atravésde, principalmente, técnicas off-line (testes denivelamento, questionários, etc.)

×