Apostila de Língua Portuguesa do Instituto Bíblico

1.702 visualizações

Publicada em

Apostila de Língua Portuguesa do Instituto Bíblico Vida da Cristã Vida de São Luis de Montes Belos.

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.702
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
81
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apostila de Língua Portuguesa do Instituto Bíblico

  1. 1. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 1 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES Aluno(a): _________________________________________________________
  2. 2. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 2 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES INTERPRETAÇÃO TEXTUAL X INTERPRETAÇÃO BÍBLICA Quando falamos de interpretação de texto logo nos lembramos dos tempos de escola, nos quais, tínhamos professores que possuíam suas próprias maneiras de ensinar a interpretar um texto. Ao observarmos a palavra de Deus podemos perceber que a interpretação das escrituras sagradas deve ser realizada de maneira espiritual, mas também de maneira sistemática, isto é, obedecendo alguns parâmetros como contexto histórico, geográfico, profético, tempo verbal, concordância dentre outras ferramentas. Para que a interpretação da palavra de Deus não fuja do seu contexto original é necessário compreender alguns pontos que são de suma importância no momento dos estudos: Ore e peça ao Senhor o Espírito de sabedoria e revelação: Antes de ler a palavra ore, fale com o Senhor para que te ensine. (1 João 2:27 - E a unção que vós recebestes dele, fica em vós, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine; mas, como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis.) Analisar o contexto: Salmos diz: “Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Salmos 1:2. Conheça o tempo histórico no qual o livro lido foi escrito, quem o escreveu, para quem foi destinado, Antigo ou Novo Testamento); Texto alegórico ou Literal: o texto alegórico é um texto simbólico ou profético que tem como objetivo a intepretação de valores e princípios. Jesus utiliza muito bem esta modalidade quando ensina aos discípulos as diversas parábolas na bíblia. (*Veja as 44 parábolas de Jesus e suas respectivas referências nos anexos deste material)
  3. 3. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 3 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES Temos alguns exemplos de textos alegóricos e parábolas também no Antigo Testamento. (estudo em anexo); Busque saber o original de algumas palavras: Quando estudamos a palavra de Deus observamos o quanto algumas traduções fazem com que os textos históricos percam a originalidade semântica1 . Portanto, é sempre bom ter em mãos um bom dicionário bíblico com o original das palavras para facilitar sua compreensão e não te colocar em uma “fria hermenêutica”. Além desses questionamentos acima citados, reflita também nessas perguntinhas que vão te ajudar a nortear seus estudos. 1. Quem escreveu/falou a passagem e para quem era endereçada? 2. O que a passagem diz? 3. Existe alguma palavra ou frase nesta passagem que precise ser examinada com mais precisão? 4. Você conhece o significado de todas as palavras do versículo em questão? 5. Qual é o contexto imediato? 6. Quais são os versículos relacionados ao assunto da passagem e como eles afetam a compreensão desta? 7. Qual é o fundo histórico e cultural? 8. Qual a conclusão que eu posso tirar desta passagem? 9. As minhas conclusões concordam ou discordam de áreas relacionadas nas Escrituras ou com outras pessoas que já estudaram esta passagem? 10. O que eu posso aprender e aplicar à minha vida? .::COLOCANDO EM PRÁTICA::. Leia Mateus 25 (A parábola das 10 virgens) e responda as 10 perguntas acima de acordo com a aula e com o que você compreendeu sobre interpretação. 1. Quem escreveu/falou a passagem e para quem era endereçada? ______________________________________________________________ 1 Originalidade semântica é a tradução literal da palavra em seu original no qual foi escrito. Qual o verdadeiro sentido da palavra em questão.
  4. 4. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 4 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES 2. O que a passagem diz? ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ 3. Existe alguma palavra ou frase nesta passagem que precise ser examinada com mais precisão?_______________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ 4. Você conhece o significado de todas as palavras do versículo em questão? ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ 5. Qual é o contexto imediato? ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ 6. Quais são os versículos relacionados ao assunto da passagem e como eles afetam a compreensão desta? ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ 7. Qual é o fundo histórico e cultural? ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ 8. Qual a conclusão que eu posso tirar desta passagem? ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ 9. Os meus estudos foram de encontro com as outras ministrações ou revelações que já ouvi sobre essa passagem? ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ 10. O que eu posso aprender e aplicar à minha vida? ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ ______________________________________________________________
  5. 5. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 5 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES O que eu entendi da aula? _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________
  6. 6. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 6 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES A PONTUAÇÃO E SUAS INFLUÊNCIAS NA LEITURA DA PALAVRA A pontuação numa frase ou texto exerce incrível poder, pois estabelece sentido e compreensão e dessa forma, poderemos interpretá-los melhor. A pontuação representa o cérebro de um texto ou frase, afinal, de que adianta corpo, sem cérebro? Portanto, quando ler algo, atente-se para sua pontuação. Podemos dizer que a pontuação é ritmo do texto, isto é, ela institui as pausas, mudanças de tons vocais, finalizações dentre outras funções fonéticas. Jesus ao contar as parábolas, sem dúvida utilizava a pontuação e a entonação correta durante sua fala. Vejamos o quanto uma boa pontuação é importantíssimo para a compreensão de um texto. Texto 01: Show da língua portuguesa! 'Senhor Adolfo, um homem rico, mas muito solitário, após um dia de trabalho cansativo em seu escritório, estava muito mal. De repente, Sr. Adolfo caiu ao chão e agonizando, pediu papel e caneta. Escreveu assim: 'Deixo meus bens a minha irmã não a meu sobrinho jamais será paga a conta do padeiro nada dou aos pobres. ' Morreu antes de fazer a pontuação. A quem deixava a fortuna? Eram quatro concorrentes. 1) O sobrinho fez a seguinte pontuação: 02) A irmã chegou em seguida. Pontuou assim o escrito: 3) O padeiro pediu cópia do original. Puxou a brasa pra sardinha dele:
  7. 7. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 7 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES 4) Aí, chegaram os descamisados da cidade.. Um deles, sabido, fez esta interpretação: Moral da história: “A vida pode ser interpretada e vivida de diversas maneiras. Nós devemos deixar aquele que escreveu nossa história pontuá-la, colocar as vírgulas necessárias, os pontos finais e assim teremos uma vida em sua presença.” E isso faz toda a diferença... No geral, os sinais de pontuação servem para representar pausas na fala, nos casos do ponto, vírgula e ponto e vírgula; ou entonações, nos casos do ponto de exclamação e de interrogação, por exemplo. Além de pausa na fala e entonação da voz, os sinais de pontuação reproduzem, na escrita, nossas emoções, intenções e anseios. Faça um exercício mental: Imagine Jesus Cristo ensinando uma multidão sem microfone, sem caixa acústica, somente com sua voz. Imagine-o contando à multidão a parábola do Semeador. Será que o fez como uma ladainha em um só tom? Claro que não. Leia o texto abaixo e conheça um pouco da função de cada um dos sinais de pontuação. Anotações importantes ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ __________________
  8. 8. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 8 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES .:: COLOCANDO EM PRÁTICA ::. 1. Escreva quais sinais de pontuação você encontrou no texto. _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ 2. Observando o diálogo dos sinais de pontuação, escreva a função de cada um deles abaixo, utilizando aquilo que você aprendeu com o texto. _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ Anotações importantes ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___________________ ___
  9. 9. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 9 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ 3. Para você, por que é importante compreender os sinais de pontuação durante a leitura bíblica? _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ OS SINAIS DE PONTUAÇÃO E SUA FUNÇÃO São diversos os sinais de pontuação e tem função distinta em um texto. Veja e relembre: 1. Vírgula (,) É usada para: a) Dar uma pequena pausa na frase. a) Separar termos que possuem mesma função sintática na oração: “O menino berrou, chorou, esperneou e, enfim, dormiu.” Nessa oração, a vírgula separa os verbos. b) separar expressões explicativas, conjunções e conectivos: isto é, ou seja, por exemplo, além disso, pois, porém, mas, no entanto, assim, etc. c) separar os nomes dos locais de datas: Brasília, 30 de janeiro de 2009. 2. Ponto-final (.) É usado ao final de frases para indicar uma pausa total: a) Não quero dizer nada. b) Eu amo minha família. E em abreviaturas: Sr., a. C., Ltda., vv., num., adj., obs.
  10. 10. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 10 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES 3. Ponto de Interrogação (?) O ponto de interrogação é usado para: a) Formular perguntas diretas: Você vai ao culto hoje? Querem participar da Conferência no próximo semestre? Aceita um cafezinho? b) Para indicar surpresa, expressar indignação ou atitude de expectativa diante de uma determinada situação: - O quê? Não acredito que você não vai na aula de Português do Instituto Bíblico! (atitude de indignação) - Jesus morreu por mim quando eu ainda era pecador! Será que mereço tudo isso? (surpresa) - Qual será minha nota na disciplina de Português no Instituto? Será a mesma que imagino? (expectativa) 4. Ponto de Exclamação (!) Esse sinal de pontuação é utilizado nas seguintes circunstâncias: a) Depois de frases que expressem sentimentos distintos, tais como: entusiasmo, surpresa, súplica, ordem, horror, espanto: Oh glória! Jesus é lindo! (entusiasmo) Jesus é o campeão! (surpresa) Por favor Senhor Jesus, mude minha situação! (súplica) Que coisa! Jesus mandou satanás arredar de Pedro! (espanto) Jesus disse ao endemoninhado: SAI DELE! (ordem) Observações dignas de nota: A. Quando a intenção comunicativa expressar, ao mesmo tempo, questionamento e admiração, o uso dos pontos de interrogação e exclamação é permitido. Observe: B. Quando se deseja intensificar ainda mais a admiração ou qualquer outro sentimento, não há problema algum em repetir o ponto de exclamação ou interrogação. Note:
  11. 11. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 11 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES 3. Ponto e vírgula (;) É usado para: a) separar itens enumerados: A armadura de Deus se resume em: - cingir-se com a verdade; - couraça da justiça; - sandálias da preparação do evangelho da paz; - escudo da fé; - espada do Espírito; b) separar um período que já se encontra dividido por vírgulas: “Vós, servos, obedecei a vossos senhores segundo a carne, com temor e tremor, na sinceridade de vosso coração, como a Cristo; Não servindo à vista, como para agradar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus; Servindo de boa vontade como ao Senhor, e não como aos homens.” Efésios 6: 5-7 4. Dois-pontos (:) É usado quando: a) se vai fazer uma citação ou introduzir uma fala: Respondeu-lhes Jesus: Credes agora? João 16:31 Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar. João 11:23 Responderam-lhe: A Jesus Nazareno. Disse-lhes Jesus: Sou eu. E Judas, que o traía, estava com eles. João 18:5 E Pedro, tomando a palavra, disse-lhe: Explica-nos essa parábola. Mateus 15:15 b) se quer indicar uma enumeração: Jesus disse-lhe: Levanta-te, toma o teu leito, e anda. João 5:8 Disse-lhe Jesus: Vai, chama o teu marido, e vem cá. João 4:16 5. Aspas (“”) São usadas para indicar: a) citação de alguém: - " O pecado sempre apaga a luz, e a fé fica trêmula em meio as trevas da comunhão rompida" - Kenneth E. Hagin - "Se você acreditasse metade do tanto que você pede, você receberia." - Smith Wigglesworth - "Na vida não importa saber se estou ao lado de Deus. O que importa realmente é saber se Deus está ou não ao meu lado." - Abraham Lincoln
  12. 12. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 12 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES b) expressões estrangeiras, neologismos, gírias: Nada pode com a propaganda de “outdoor”. 6. Reticências (...) São usadas para indicar supressão de um trecho, interrupção ou dar ideia de continuidade ao que se estava falando: - Você pode até ler muito a bíblia, mas se não praticar... - O pecado não se dá bem com as trevas, então... - Pare de mentir, senão... 7. Parênteses ( ) São usados quando se quer explicar melhor algo que foi dito ou para fazer simples indicações. Observe esse texto em João 4 1. E quando o Senhor entendeu que os fariseus tinham ouvido que Jesus fazia e batizava mais discípulos do que João (Ainda que Jesus mesmo não batizava, mas os seus discípulos), Deixou a Judéia, e foi outra vez para a Galiléia. 9. Disse-lhe, pois, a mulher samaritana: Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana? (porque os judeus não se comunicam com os samaritanos). (Porque andamos por fé, e não por vista). 2 Coríntios 5:7 8. Travessão (–) O travessão é indicado para: a) Indicar a mudança de interlocutor em um diálogo: - O que você faz para edificar sua fé? - Eu oro em língua e medito na palavra. E você? - Eu também oro e medito, mas a prática também é importante. - Isso é verdade. b) Separar orações intercaladas, desempenhando as funções da vírgula e dos parênteses: - Precisamos crer na palavra de Deus – disse o pastor confiante. - Não aja desta maneira – disse o pai preocupado com o filho. c) Colocar em evidência uma frase, expressão ou palavra: - Receberão a coroa somente aqueles que perseverarem – os vencedores. - Gostaria de elevar as palavras daquele que era, que é e que há de vir – Jesus Cristo.
  13. 13. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 13 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES ELEMENTOS BÁSICOS DA COMUNICAÇÃO De acordo com o dicionário Priberan COMUNICAÇÃO (latim communicatio, -onis) significa: 1. Informação; participação; aviso. 2. Transmissão. 3. Notícia. 4. Passagem. 5. Ligação. 6. Convivência. 7. Relações. 8. Comunhão (de bens). "comunicação", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008- 2013, http://www.priberam.pt/DLPO/comunica%C3%A7%C3%A3o [consultado em 17-02- 2015]. Também se entende a comunicação como o intercâmbio de informação entre sujeitos ou objetos, isto é, a ligação de um sujeito a outro sujeito ou de um objeto a outro objeto. Para que haja uma comunicação efetiva são necessários alguns elementos básicos que apresentaremos agora:  emissor / remetente – elemento que emite, que fala, que expõe, codifica a mensagem, isto é, aquele que transforma uma ideia em palavras, símbolos ou sons.  receptor / destinatário – elemento que recebe a mensagem, decodifica a mensagem, interpreta, entende.  mensagem – é o conteúdo transmitido pelo emissor; seja ele um símbolo, um som ou palavras gráficas.  código - conjunto de signos usado na transmissão e recepção da mensagem. (letras, símbolos, sons)  referente – o assunto, a situação que envolve o emissor e o receptor e o contexto linguístico;
  14. 14. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 14 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES  canal – meio físico pelo qual circula a mensagem e a conexão psicológica. O canal pode ser um diálogo, um recado, carta, e-mail, mensagem escrita de diversas maneiras (whatsapp, facebook, sms, fotos) SÃO ELEMENTOS CONTITUINTES DA COMUNICAÇÃO A palavra de Deus não é diferente. Ela tem um sentido, um objetivo. O objetivo da palavra de Deus é mostrar Jesus para a salvação de todo aquele que crê. ((JJoo 33::1166)) OO tteexxttoo ppooddee sseerr ddeeffiinniiddoo ccoommoo uumm ccoonnjjuunnttoo ddee ppaallaavvrraass,, qquuee jjuunnttaass ffoorrmmaass uummaa ffrraassee ee qquuee uunniiddaass aass ffrraasseess ffoorrmmaamm uumm tteexxttoo.. OO tteexxttoo éé uumm ccoonnjjuunnttoo ddee ffrraasseess qquuee tteemm ccoommoo oobbjjeettiivvoo ttrraazzeerr uummaa mmeennssaaggeemm aaoo lleeiittoorr.. Intencionalidade Discursiva Observe a imagem ao lado. Quais são as intenções desses dois “IRMÃOS”? O que cada um pensa do outro? São as intenções, explícitas ou implícitas, existentes na linguagem dos interlocutores que participam de uma situação comunicativa. Veja o exemplo: - Por favor! Me joga uma corda que eu estou me afogando! - E além disso ainda quer se enforcar? (Jô Soares, Veja, 20/05/92) Na piada, o locutor, ao pedir uma corda, naturalmente deseja ser socorrido, prendendo-se a ela. O interlocutor, entretanto, interpreta sua pergunta como se o locutor desejasse se enforcar. O humor é extraído do fato de as personagens não levarem em conta um princípio básico das interações verbais: a intencionalidade discursiva.  Texto: é uma unidade linguística concreta, percebida pela audição (na fala) ou pela visão (na escrita), que tem unidade de sentido e intencionalidade comunicativa.
  15. 15. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 15 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES Linguagem DENOTATIVA E CONOTATIVA A Língua pode ser dividida essencialmente em dois grandes grupos linguísticos utilizando-se de duas formas principais de locução. Linguagem DENOTATIVA E CONOTATIVA. Vamos conhecer e definir cada uma dessas funções da língua. Pode ser chamada FUNÇÃO REFERENCIAL ou COGNITIVA. CARACTERÍSTICAS • Independente do emissor ou do receptor, o mais importante no contexto é o assunto, o tema ou a informação (REFERENCIAL) • Exemplo: textos de imprensa, dos noticiários, dos livros e apostilas, da Bíblia, dos críticos, enfim, das informações em todos os sentidos. Uma das principais características da Função DENOTATIVA é dizer somente aquilo que está expresso no texto ou na fala de emissor e tem sentido LITERAL. Nesta forma de linguagem não são atribuídos as múltiplas interpretações, ambiguidade nem sentidos diferenciados. “ESSA LINGUAGEM DIZ O QUE ELA QUER DIZER!!!” Na citação ao lado, não há outras interpretações ou devaneios interpretativos. Diz exatamente e literalmente do achado da Arca de Noé. Somente isso. A linguagem CONOTATIVA é também conhecida como linguagem LITERÁRIA, ou seja, um texto LITERÁRIO é aquele em que predominam as múltiplas interpretações, a CONOTAÇÃO das palavras, DUPLICIDADE DE SENTIDO, FIGURAS DE LINGUAGEM. “Foram encontrados vestígios da veracidade do dilúvio milenar citado nas escrituras bíblicas. Segundo cientistas, foi descoberto uma barca com medições comparadas à “arca de Noé” justamente nas montanhas de Ararate.”
  16. 16. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 16 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES Exemplos de Linguagem CONOTATIVA CANTARES 2 1 Eu sou a rosa de Sarom, o lírio dos vales. 2 Qual o lírio entre os espinhos, tal é a minha amada entre as filhas. 3 Qual a macieira entre as árvores do bosque, tal é o meu amado entre os filhos; com grande gozo sentei-me à sua sombra; e o seu fruto era doce ao meu paladar. 4 Levou-me à sala do banquete, e o seu estandarte sobre mim era o amor. 5 Sustentai-me com passas, confortai-me com maçãs, porque desfaleço de amor.
  17. 17. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 17 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES Coerência é a ligação lógica entre as ideias centrais em uma frase ou texto que cumpre o objetivo de repassar uma informação coerente e completa sobre determinado assunto. Um TEXTO COERENTE não tem contradições e não sofre mudanças de tema. Jesus ao ensinar aos discípulos sobre alguns valores, contava parábolas e histórias coerentes que clareavam o ensino e faziam com que todos pudessem compreender. Observando a charge acima podemos ver a coerência adaptada ao dia 1º de Abril e à fala dos políticos. 1. O que o personagem da charge quis dizer com sua fala? _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _______________________________________________________________ Observe a frase abaixo: “Estava andando sozinho na rua, ouvi passos atrás de mim, assustado nem olhei, saí correndo, era um homem alto, estranho, tinha em suas mãos uma arma...” 2. Escreva onde está a(s) falta(s) de COERÊNCIA na frase acima. _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _______________________________________________________________ Conseguiu compreender então o que é a COERÊNCIA. Nada mais é do que a relação lógica das ideias, sem contradições. Uma ideia complementa a outra. Observe outra frase sem COERÊNCIA. “Estava voltando para casa, quando vi na calçada algo que parecia um saco de lixo, cheguei mais perto para ver o que acontecia...”
  18. 18. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 18 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES Onde está a INCOERÊNCIA? Se uma pessoa vê algo similar a um saco de lixo é obvio que o objeto não vai se mover ou realizar qualquer outra coisa e consequentemente não vai acontecer nada. 3. Reescreva a frase acima, retirando esta incoerência. Faça com que a frase seja COERENTE. _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _______________________________________________________________ A coesão é a correta ligação entre os elementos de um texto, entre as próprias frases e entre os vários parágrafos. Pode-se dizer que um texto é coeso quando os conectivos (pronomes, conjunções, pronomes relativos) e também a preposição são empregados corretamente. A coesão está ligada às palavras escritas e como elas são usadas já a COERÊNCIA está ligada às ideias que se quer passar. Veja alguns exemplos de frases sem COESÃO. Jesus lá no poço falou com a mulher que vai pegar água no poço. A vida cristã precisa mudar do mundo ser diferente dele. Nas dificuldades da vida que tem que vencer pra gente ser vencedor. 1. Organize as frases acima para que se tornem COESAS. a. ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ b. ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ c. ______________________________________________________________ ______________________________________________________________
  19. 19. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 19 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES Leia o texto de Clarice Lispector com atenção. O que precisamos fazer para reverter a situação de extrema tristeza e desapego que a autora se encontra para uma situação de Amor para com seu amado? Analise as frases e responda: a. Lendo o texto ao lado o que você pode perceber quanto aos sentimentos da autora? __________________________ __________________________ __________________________ __________________________ __________________________ b. Como você chegou a esta conclusão?________________ ________________________ ________________________ ______________________________________________________________ ___________________________________________________________ c. Quanto a COERÊNCIA E COESÃO eles estão bem organizados? Você conseguiu compreender a mensagem que a autora quis nos repassar? ______________________________________________________________ ______________________________________________________________ _____________________________________________________________ d. Faça outra leitura. Agora comece a ler o texto da última frase para cima. O sentido do texto foi alterado? Explique. _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _______________________________________________________________ e. Lendo o texto de baixo para cima, qual a conclusão final que você pode tirar enquanto leitor, da vida da personagem em relação ao seu amor? _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _______________________________________________________________
  20. 20. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 20 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES Trânsito Luzia Fialho, Leandro Rangel, Paola Teodoro Porta, banco, cinto chave, afogador. Ufa! Acelera, engata, foi! 2ª, 3º, 4ª, sinaleira, freio. Laranja, jornal, esmola, acelera, engata, foi! Salvador França, Ipiranga. Acelera, engata, foi! Ôpa! ficou Congestionamento Liga rádio - Voz do Brasil... Desliga. Calor, cigarro, estacionamento lotado! Fila. 1. O poema de Luzia Fialho, Leandro Rangel e Paola Teodoro tem um estilo próprio que tem objetivo repassar uma informação. Qual informação você pode compreender com a leitura desse poema? _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ 2. O que você notou de diferença desse poema para os demais que você já leu? _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ 3. Podemos dizer que este texto está COESO E COERENTE? Explique. _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________ _____________________________________
  21. 21. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 21 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES .:: Figuras de LINGUAGEM ::. FIGURAS DE LINGUAGEM são estratégias que o escritor pode aplicar no texto para conseguir um efeito determinado na interpretação do leitor. São formas de expressão mais localizadas em comparação às funções da linguagem, que são características globais do texto. .::Metáfora::. Consiste no emprego de uma palavra fora de seu sentido próprio, tendo como base uma comparação subentendida. A Bíblia é rica em linguagem metafórica. A metáfora afirma de modo inconfundível que uma coisa é outra totalmente diferente. O termo origina-se de dois vocábulos gregos que significam estender. Um objeto é equiparado a outro. Aqui temos dois exemplos do uso de metáforas: Pois o Senhor Deus é sol e escudo (Sl 84:11); Ele é o meu refúgio e minha fortaleza (Sl 91:2). Eu sou o bom pastor (Jo 10:11). Eu sou a videira verdadeira (Jo 15:1). Eu sou a porta (Jo 10:7). Eu sou o pão da vida (Jo 6:35). Eu sou o caminho, a verdade e a vida (Jo 14:6). Nas passagens supracitadas, tudo o que é relacionado ao Sol, ao escudo, ao refúgio e à fortaleza é transferido para o Senhor Jesus. O Sol, por exemplo, é fonte de luz, calor e poder. A vida na Terra depende das propriedades do Sol. Portanto, o Senhor como Sol é a fonte de toda a vida. Dependemos dele. Tudo vem dele e para Ele. Diga ALELUIA!
  22. 22. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 22 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES .::Imagens Metafóricas::. a. Qual foi a comparação utilizada na imagem ao lado? ___________________________ ___________________________ __________________________ b. A imagem conseguiu, a seu ver, cumprir sua missão de trazer uma mensagem? Explique. ___________________________ ______________________________________________________ 1. Leia os versículos abaixo sobre a palavra de Deus e escreva quais METÁFORAS foram utilizadas e quais comparações foram feitas. Não copie o versículo somente as comparações. a. Jr 23:29: _____________________________________________________________ __________________________________________________________________ b. Jr 23:29: : ______________________________________________________________ _____________________________________________________________________ c. Lc 8:11: : _______________________________________________________________ _____________________________________________________________________ d. Ef 5:25 e 26:_____________________________________________________________ _____________________________________________________________________ e. Hb 4.12: : _____________________________________________________________ _________________________________________________________________ f. Tg 1:23 e 24: : _____________________________________________________________ _________________________________________________________________ “Estas metáforas mostram o poder e a importância da Palavra de Deus. A Bíblia deve ser lida e meditada diariamente sempre com muita oração. Se assim não fizermos ficaremos raquíticos e anêmicos espiritualmente sujeitos a quedas frequentes diante do pecado. Como alguém já disse: ou a Bíblia nos afasta do pecado, ou o pecado nos afasta da Bíblia.” Pr. Eber Jamil
  23. 23. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 23 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES EUFEMISMO Consiste na substituição de uma expressão desagradável ou injuriosa por outra inócua ou suave. Falamos da morte mediante eufemismo: “ele passou para o outro lado”, “bateu as botas” ou “foi para uma melhor”. Observe e escreva o que a Bíblia fala da morte dos cristãos. At. 7:60: _________________________________________________________ _________________________________________________________________ 1 Ts. 4:13-15:______________________________________________________ _________________________________________________________________ Observe como procede essa troca: O personagem irado, difama o outro personagem com palavras injuriosas. Logo depois, ele suaviza esses adjetivos com palavras menos afrontosas. Até finalizar elogiando-o. O EUFEMISMO é essa substituição de uma palavra forte por outra mais suave. Observe esta outra charge. Qual foi a substituição que a garotinha realizou para suavizar o assunto? _________________________ _________________________ _________________________ _________________________ _________________________
  24. 24. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 24 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES .:: COMPARAÇÃO ::. Consiste na comparação entre dois elementos por meio de suas características comuns. Normalmente se emprega uma conjunção comparativa ( como, tal qual, assim como, etc). A palavra de Deus é riquíssima dessa figura de linguagem. A todo o momento podemos ver Deus sendo comparado a alguma coisa e nos comparando também. Escreva quais comparações foram feitas nos versículos abaixo. 1 Pedro 1:24: ______________________________________________________ _______________________________________________________________ Salmos 102:11 ______________________________________________________ _______________________________________________________________ Cantares 4:3 ______________________________________________________ _______________________________________________________________ Apocalipse 2:18 _____________________________________________________ _______________________________________________________________ Salmos 1:3 ______________________________________________________ _______________________________________________________________ Gêneses 22:17 _____________________________________________________ _______________________________________________________________ .:: Hipérbole ::. A Hipérbole constitui numa afirmação exagerada em que se diz mais do que o significado literal com o objetivo de ênfase. Descreva quais afirmações exageradas você percebeu nos versículos abaixo. Observe alguns exemplos. Chorei rios de lágrimas por você! Você me mata de raiva! Todo mundo vai estar no culto amanhã! Eu sei que você está babando no meu carro! Dt 1.28 __________________________________________________________ _______________________________________________________________ I Sm.18:7________________________________________________________ ________________________________________________________________ Sl. 6:6 __________________________________________________________ _______________________________________________________________
  25. 25. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 25 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES Sl. 119:136 _______________________________________________________ ________________________________________________________________ Antropomorfismos Atribui-se a Deus formas humanas e atividades físicas Sl. 33:18 “Eis que os olhos do Senhor estão sobre os que o temem, sobre os que esperam na sua benignidade” Sl. 34:16”A face do Senhor está contra os que fazem o mal, para desarraigar da terra a memória deles”. Tg. 5:4  “Eis que o salário que fraudulentamente retivestes aos trabalhadores que ceifaram os vossos campos clama, e os clamores dos ceifeiros têm chegado aos ouvidos do Senhor dos exércitos”. Busque outros 2 exemplos e escreva-os abaixo. _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _______________________________________________________________ .:: Antropopatismos ::. Atribui-se a Deus sentimentos e paixões humanas. Leia os versículos abaixo e escreva quais sentimentos foram atribuídos ao Senhor Deus. Gn. 6:5-6 ____________________________________________________ _____________________________________________________________ Dt. 13:17 ____________________________________________________ _____________________________________________________________ Ef. 4:30 ____________________________________________________ _____________________________________________________________ Ml.1:1-3 ____________________________________________________ _____________________________________________________________
  26. 26. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 26 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES Prosopopéia Usa-se esta figura quando se personificam as coisas inanimadas atribuindo-lhes ações de pessoas. Sl. 85:10-11 “A benignidade e a fidelidade se encontraram; a justiça e a paz se beijaram. A fidelidade brota da terra, e a justiça olha desde o céu”. Is. 35:1 “O deserto e a terra sedenta se regozijarão; o ermo exultará e florescerá” Encontre as prosopopeias dos demais versículos abaixo. I Co. 15:55 ________________________________________________ _____________________________________________________________ Tg. 5:4 ____________________________________________________ _____________________________________________________________ I Pd. 2:8 __________________________________________________ _____________________________________________________________ IRONIA (Do Grego Eironeia - "Simulação") Faz-se uso da ironia quando se expressa o contrário do que se quer dizer, mas sempre de tal modo que se faz ressaltar o sentido verdadeiro. A ironia é uma maneira de ridicularizar indiretamente sob a forma de elogio. Com frequência vem marcada pelo tom de voz de quem fala, o que torna difícil, às vezes, distinguir uma ironia num texto a não ser que o contexto ajude. Encontre a ironia em cada um dos textos sagrados. REFERÊNCIAS Marcos 15:31 “De igual modo, os principais sacerdotes com os escribas, escarnecendo, entre si diziam: Salvou os outros, a si mesmo não pode salvar-se;” II Sm. 6:20  _________________________________________________ _____________________________________________________________ I Rs. 18:27  __________________________________________________ _____________________________________________________________ Mateus 27:40  ________________________________________________ _____________________________________________________________
  27. 27. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 27 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES Pleonasmo Repetição de palavras ou no acréscimo de palavras semelhantes que em nossa língua parecem redundantes. Temos inúmeros exemplos de pleonasmos. Observe alguns exemplos de pleonasmos na bíblia. Veja um exemplo e complete os demais. Jó 42:5  “Com os ouvidos eu ouvira falar de ti; mas agora te vêem os meus olhos”. Mt. 2:10 _____________ _______________________ _______________________ _______________________ Jo.11:43  ______________ _______________________ _______________________ ______________________ Gn.31:54a _______________________________________________________ _______________________________________________________________ Veja alguns exemplos bem engraçados.
  28. 28. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 28 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES Para que a oração tenha significado, são necessários alguns termos básicos: os termos essenciais. A oração possui dois termos essenciais, o SUJEITO e o PREDICADO. Sujeito: termo sobre o qual o restante da oração diz algo, isto é, a PESSOA que REALIZA ou SOFRE alguma ação. Podemos dizer que a AÇÃO é um VERBO, isto é, uma AÇÃO, ESTADO ou FENÔMENO DA NATUREZA. O Sujeito pode vir acompanhado por um ADJETIVO. Adjetivo é a palavra que qualifica e dão características ao substantivo. O Senhor é BOM e a sua misericórdia dura para sempre. Observe o quadro explicativo abaixo.
  29. 29. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 29 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES ANOTAÇÕES: _____________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________
  30. 30. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 30 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES ANOTAÇÕES: _____________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ _________________________________________________________________ ______________________________________________________________ _________________________________________________________________
  31. 31. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 31 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES As parábolas de Jesus Cristo – AULA 01 Uma parte importante dos ensinamentos de Jesus, foi constituída por parábolas. Embora não fosse novidade o uso desta técnica, a análise leva a crer que ele a usou com mais propriedade e em maior quantidade, comparativamente aos outros livros da bíblia. Este modo de expor tem sido entendido como uma técnica pedagógica, cujo objetivo é apresentar um raciocínio e uma conclusão, por detrás de uma breve narração, facilitando sua memorização e permitindo que o ensinamento de fundo, possa surgir gradativamente na mente dos ouvintes, até a sua plena compreensão. Pode ser considerada também, como uma forma de deixar escondido um ensinamento para aqueles que ainda não apresentam condições de entendimento e, concomitantemente, evitar um certo desgaste a Jesus, gerado no hábito, comum daquela época e povo, de se discutir a obediência das leis mosaicas. A correta interpretação das parábolas possibilita o fenômeno da sua aplicação universal em todos os tempos, adaptada às situações análogas. Pesquisas no âmbito da comunicação constataram que o maior obstáculo à compreensão de uma mensagem é a tendência dos homens em pré julgar. Nesse sentido, a parábola possui a grande vantagem de não predispor os ouvintes a censura prévia, facilitando sua assimilação. A definição de parábola é "narração alegórica na qual o conjunto de elementos evoca, por comparação, outras realidades de ordem superior ou moral". De suas características, surge uma força que leva o ouvinte a refletir sua conclusão. Um bom exemplo de parábola do antigo testamento está em II Samuel 12:1-14, conhecida como "o profeta Natan repreende a Davi". De maneira geral, a parábola difere da alegoria por ser mais extensa e exigir maior coerência e correlação entre seus elementos. Alegoria é a exposição de um pensamento sob forma figurada (metáfora) ou uma sequência de metáforas que significam uma coisa nas palavras, outra no sentido. Alguns autores adotam também o termo símile que quer dizer comparação de coisas semelhantes. "Vós sois a luz do mundo" é uma metáfora; "como um cordeiro mudo diante daquele que o tosquia" é um símile. "Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, ficará só, mas se morrer, produzirá muito fruto" [João 12:24] é uma alegoria.
  32. 32. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 32 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES Em comparação com as parábolas judaicas, as de Cristo possuem a diferença fundamental de forçarem o ouvinte a tomar uma posição sobre o assunto. Sua estrutura impele as pessoas a refletirem sobre sua conclusão. Existe um aspecto positivo que parece sobressair em relação aos demais. É seu poder de invadir o tempo e as gerações, despertando o mesmo interesse (senão maior), permitindo sempre que os homens possam ampliar, a cada instante, o sentido dos ensinamentos que transmite. Por tudo isso, bom proveito! Escolha uma parábola para ler e boas reflexões. A relação das 44 parábolas para estudo Parábolas Lucas Mateus Marcos João 1. O semeador 8: 4- 8 13: 3- 9 4: 3- 9 2. O grão de mostarda 13:18-19 13:31-32 4:30-32 3. Os maus vinhateiros 20: 9-18 21:33-44 12: 1-11 4. A figueira que secou 21:29-31 24:32-33 13:28-29 5. Diante do juiz 12:58-59 5:25-26 6. A geração de hoje 7:31-35 11:16-19 7. O espírito impuro volta à casa 11:24-26 12:43-45 8. O fermento 13:20-21 13:33 9. A ovelha desgarrada 15: 4- 7 18:12-14 10. Banquete para os pobres 14:16-24 22: 2-14 11. O ladrão 12:39-40 24:43-44 12. O criado fiel e prudente 12:42-48 24:45-51 13. Cem moedas de prata 19:12-27 25:14-30 14. A semente que brota da terra 4:26-29 15. O porteiro 13:34-36 16. O joio entre o trigo 13:24-30 17. O tesouro escondido 13:44 18. A pérola preciosa 13:45-46 19. A rede 13:47-50 20. O servo cruel 18:23-35 21. Os operários da vinha 20: 1-16 22. Os dois filhos 21:28-32 23. As dez virgens 25: 1-13 24. O juízo final 25:31-46 25. Os dois devedores 7:41-43 26. O bom samaritano 10:30-37 27. O amigo que chega de viagem 11: 5- 8 28. O avarento insensato 12:16-21 29. O retorno do senhor 12:35-28 30. A figueira estéril 13: 6- 9 31. A porta estreita 13:24-30 32. A escolha dos lugares 14: 8-11
  33. 33. INTITUTO BÍBLICO VIDA CRISTÃ VIDA de SÃO LUIS DE MONTES BELOS 33 Língua Portuguesa, Gramática, Interpretação de textos e a Palavra de Deus – PROFESSOR VINÍCIUS FAGUNDES 33. A escolha dos convidados 14:12-14 34. A edificação da torre 14:28-30 35. Rei que vai guerrear 14:31-33 36. A moeda perdida 15: 8-10 37. O filho pródigo 15:11-32 38. O administrador infiel 16: 1- 8 39. O rico avarento e Lázaro 16:19-31 40. Criados inúteis 17: 7-10 41. A viúva e o juiz iníquo 18: 1- 8 42. O fariseu e o publicano 18: 9-14 43. O bom pastor 10: 1-16 44. A videira e os ramos 15: 1- 8

×