Ferramentas da Web 2.0   e as Comunidades       De Prática
Web 2.0:• nova forma de utilização da Internet por usuários e desenvolvedores;• visa incentivar a criatividade, o comparti...
Póvoa (2007), faz uma síntese dos principais padrões da web 2.0: A Web como plataforma: os sites se tornam verdadeiros ap...
Exemplos de serviços gratuitos disponíveis na Web 2.0I.   Edição colaborativa de conteúdo: Blogs e Wikis.II. Comunicação: ...
Blogs e Wikis: grande potencial de uso educacional.Blogs: são um espaço autoral que permitem publicaçãode conteúdos, que p...
PENSE...A apropriação das ferramentas e serviços da Web2.0, com base em uma teoria pedagógica é umprocesso que envolve est...
As Comunidades de Prática e a Web 2.0 Comunidade de Prática é mais do que um agregado de pessoas definidaspor algumas car...
 A Web 2.0 não se refere à atualização das especificações técnicasda Internet, mas a uma mudança na sua política de desen...
Novos desafios se abrem para que os professoresconheçam essas ferramentas e saibam como extrairtodo o seu potencial para a...
Referências:COSTA, Rosa Maria E. M.; MARINS, Vânia. Aula 4ª - Ferramentas da   Web 2.0 e as Comunidades de Prática. Dispon...
Esta apresentação é aberta à inclusão de novos slidessobre o tema, onde cada um pode dar suacontribuição, acrescentando no...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ferramentas da web 2.0 e as comunidades de prática

267 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Ferramentas da web 2.0 e as comunidades de prática

  1. 1. Ferramentas da Web 2.0 e as Comunidades De Prática
  2. 2. Web 2.0:• nova forma de utilização da Internet por usuários e desenvolvedores;• visa incentivar a criatividade, o compartilhamento e a colaboração deconteúdos e serviços;• mídias sociais: são tecnologias e práticas on-line, usada por pessoaspara disseminar conteúdo, provocando o compartilhamento de opiniões,ideias, experiências e perspectivas.• é muito mais que tecnologia, é também uma questão de atitude. Éagilidade de desenvolvimento, é não tentar fazer como sempre foi feito.
  3. 3. Póvoa (2007), faz uma síntese dos principais padrões da web 2.0: A Web como plataforma: os sites se tornam verdadeiros aplicativos. Simplicidade: interfaces mais intuitivas. Redes sociais: ampliação dos espaços de comunicação e trocas dede experiências. Flexibilidade no conteúdo: o usuário gera, classifica e edita oconteúdo.
  4. 4. Exemplos de serviços gratuitos disponíveis na Web 2.0I. Edição colaborativa de conteúdo: Blogs e Wikis.II. Comunicação: Skype, Messenger, Gmail.III. Grupos de discussão: Yahoogroups.IV. Redes Sociais: Orkut, MySpace, Facebook.V. Compartilhamento de arquivos: Google Docs, Slideshare, Zoho, Flickr, Youtube, 4shared.VI. Compartilhamento e edição online de imagens: Adobe Photoshop Express.VII. Categorização de assuntos com seus endereços de páginas: Del.icio.us.VIII. Mapas mentais: peraltrees.
  5. 5. Blogs e Wikis: grande potencial de uso educacional.Blogs: são um espaço autoral que permitem publicaçãode conteúdos, que podem ser construídoscooperativamente.Fotologs: permitem que os usuários compartilhemdocumentos visuais.Wikis: permitem edição colaborativa de conteúdos.
  6. 6. PENSE...A apropriação das ferramentas e serviços da Web2.0, com base em uma teoria pedagógica é umprocesso que envolve estudo e criatividade porparte dos professores.Observa-se um número ainda incipiente deexperimentos de uso das ferramentas da Web 2.0em cursos dos mais diferentes níveis.
  7. 7. As Comunidades de Prática e a Web 2.0 Comunidade de Prática é mais do que um agregado de pessoas definidaspor algumas características, são pessoas que aprendem, constroem efazem a gestão do conhecimento, Wenger (2002). Estágios de uma comunidade de prática: Fase Potencial: pessoas encaram uma situação problema. Fase de Coalizão: as pessoas se agrupam e reconhecem os seus potenciais. Fase Ativa: engajamento de todos para desenvolver estratégias e a prática das atividades. Fase de Dispersão: diminui o contato entre os membros, mas se comunicam quando necessário. Fase de Memórias: a comunidade faz parte da identidade individual de cada um, colecionam memórias e as repassam.
  8. 8.  A Web 2.0 não se refere à atualização das especificações técnicasda Internet, mas a uma mudança na sua política de desenvolvimento,difusão e uso. Um ponto em comum entre as novas ferramentas é que elas têm umperfil de utilização mais voltado para a abordagem sócio-interacionista. No entanto, novos questionamentos se colocam: como abordar o uso educacional da Web 2.0 de modo mais motivadorpara os alunos de maneira que, o foco não recaia sobre a tecnologia, massim, nos temas trabalhados?
  9. 9. Novos desafios se abrem para que os professoresconheçam essas ferramentas e saibam como extrairtodo o seu potencial para apoiar os processoseducacionais. Desenvolver novas estratégias de ensino-aprendizagem, que estimulem o interesse e a motivaçãodos alunos no processo de aprendizagem.
  10. 10. Referências:COSTA, Rosa Maria E. M.; MARINS, Vânia. Aula 4ª - Ferramentas da Web 2.0 e as Comunidades de Prática. Disponível em: http://pigead. lanteuff.org/mod/resource/view.php?id=4702. Acesso em: 19/06/2012.
  11. 11. Esta apresentação é aberta à inclusão de novos slidessobre o tema, onde cada um pode dar suacontribuição, acrescentando novos tópicos ou indicandosugestões de leituras, links, blogs, etc.Criado por: Vilmoni Geraldo Garcia.

×