Iluminismo II: as Revoluções inglesas

411 visualizações

Publicada em

INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA
Campus São José

ILUMINISMO II: As revoluções inglesas

Professor Viegas Fernandes da Costa
14/04/2014.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
411
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Iluminismo II: as Revoluções inglesas

  1. 1. ILUMINISMO II (As Revoluções Inglesas) Profº Viegas Fernandes da Costa
  2. 2. LIBERALISMO ECONÔMICO (SÉCULO XVIII) “Deixai fazer, deixai passar e o mundo marcha sozinho”. Fisiocratas: criticam o mercantilismo (que previa a intervenção do Estado) e defendiam as atividades econômicas naturais (agricultura, mineração e extrativismo) como as principais fontes de riqueza. Adam Smith afirmava que o trabalho produtivo, e não a agricultura, era a verdadeira fonte de riqueza. David Ricardo, Thomas Malthus, John Stuart Mill etc...
  3. 3. REVOLUÇÕES BURGUESAS: Revoluções que romperam com o Antigo Regime, eliminando o absolutismo e o mercantilismo.
  4. 4. REVOLUÇÕES INGLESAS DO SÉCULO XVII -burguesia e pequena nobreza uniram-se para assumir o poder. -consolidação do parlamentarismo. - Revolução Puritana (1640) – República de Cromwell Causas: Crise de sucessão após a morte de Elisabeth I (1603) Políticas autoritárias de Carlos I Tentativa de impor aos escoceses o anglicanismo Cobrança de novos impostos Oliver Cromwell e Carlos I morto, tela de Paul Delaroche (1797-1856)
  5. 5. Insatisfação generalizada obriga o rei a convocar o Parlamento em 1640. -Parlamento inglês era composto por duas Câmaras: Câmaras dos Lordes e Câmara dos comuns. - Câmara dos Lordes: nobreza clerical e nobreza temporal, que eram proprietários da maior parte das terras, e controlavam boa parte da administração pública e da justiça. - Câmara dos comuns: grande burguesia e pequena nobreza rural.
  6. 6. -Surgimento do Exército de Novo Tipo, liderado por Oliver Cromwell e que reunia combatentes da pequena burguesia e da plebe (puritanos). Setores deste exército defendiam a distribuição de terras (reforma agrária). Estes setores foramduramente perseguidos por Cromwell. - Em 1649 foi ordenada a decapitação de Carlos I por traição e fundada a República. A Câmara dos Lordes foi extinta e Cromwell assume a presidência do Conselho de Estado. -A guerra civil gera pobreza, falta de alimentos e insatisfação popular. - Cromwell elimina as resistências, e passa a ser visto como um tirano. Dissolveu o Parlamento. Logo após sua morte, em 1658, é sucedido pelo filho e a República Puritana chega ao fim.
  7. 7. A execução de Carlos I. National Galleries of Scotland
  8. 8. Cromwell, autointitulado Lorde Protetor.
  9. 9. Revolução Gloriosa (1680) -Após Carlos II tentar isentar católicos de taxas e indicar líderes destes para cargos no governo, é deposto e substituído por Guilherme de Orange da Holanda (Revolução Gloriosa) -Novas Leis: - Toleraction Act concedeu liberdade religiosa aos cristãos (exceto católicos). - Bill of Rights: conjunto de leis que submetia o julgamento dos indivíduos a um júri, condenou punições cruéis e multas exageradas e submeteu o poder do rei ao parlamento.
  10. 10. INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA Campus São José ILUMINISMO II: As revoluções inglesas Professor Viegas Fernandes da Costa 14/04/2014.

×