Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
E-­‐Government	
  
Por	
  um	
  novo	
  modelo	
  de	
  Estado	
  na	
  
Sociedade	
 ...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  Estado	
  Parceiro	
  
	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Modelos	
  de	
  Estado	
  
3
	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  Estado	
  	
  
	
  	
  ...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
“Estamos
juntos!”
Pós-­‐NPM	
  
Uma	
  vaga	
  de	
  normaBvidade	
  
4
Joined	
  up	...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Impacto	
  da	
  Reforma	
  
do	
  Estado	
  em	
  Portugal	
  
Desempenho	
  da	
  A...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
54%	
  respondentes	
  em	
  100	
  inquiridos	
  
6	
  
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Impacto	
  da	
  Reforma	
  do	
  Estado	
  em	
  
Portugal	
  e	
  na	
  Europa	
  
...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Os	
  caminhos	
  da	
  
Mudança	
  
8	
  
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Onde	
  começar?	
  
9	
  
Pessoas	
  e	
  
Cultura	
  
Processos	
  e	
  
Tecnologia...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Transformação	
  cultural	
  da	
  AP	
  
(Mais	
  do	
  mesmo)	
  
10	
  
Valores	
 ...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
As	
  TIC	
  na	
  Modernização	
  AdministraBva	
  nos	
  úlBmos	
  40	
  anos	
  
U...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
MoBvações	
  para	
  a	
  Reforma	
  em	
  Portugal	
  (OCDE)	
  
Pressões	
  políBco...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Será	
  que	
  é	
  possível	
  cortar	
  em	
  pessoas	
  e	
  
tecnologias	
  sem	
...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
MoBvações	
  ideológicas	
  para	
  o	
  e-­‐Gov	
  
Gestão	
  Privada	
  
melhor	
  ...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
MoBvações	
  ideológicas	
  para	
  o	
  e-­‐Gov	
  
E-­‐Gov	
  para	
  	
  
aumentar...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
É	
  urgente	
  uma	
  ruptura	
  no	
  foco	
  
Orientação	
  
ao	
  
Poder	
  
Orie...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Foco	
  no	
  Cidadão	
  
Fases	
  de	
  transformação	
  da	
  AP	
  
Departamentos	...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
ConBnuamos	
  a	
  construir	
  castelos	
  
em	
  vez	
  de	
  serviços	
  
18	
  
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Uma	
  nova	
  
visão	
  
Eficiência	
  e	
  
ProduBvidade	
  
19	
  
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Não	
  vale	
  a	
  pena	
  criar	
  novas	
  buzzwords	
  
sem	
  resolver	
  velhos...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Desafios	
  para	
  Portugal	
  
Coesão	
  Social	
  
Trabalhar	
  melhor	
   Solidari...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Existem	
  caminhos	
  
alternaIvos	
  para	
  a	
  
Reforma	
  do	
  Estado	
  
22	
...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Saber	
  usar	
  os	
  recursos	
  financeiros	
  
Redução da
Despesa
Redundâncias
Des...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Processos	
  e	
  
Tecnologias	
  
e-­‐Government	
  
24	
  
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Compramos	
  para	
  melhorar?	
  
Temos?	
  
Usamos?	
  
Precisamos?	
  
25	
  
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Mudança	
  
26	
  
Novas	
  Tecnologias	
   Novos	
  Paradígmas	
  
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
   27	
  
É	
  preciso	
  Brar	
  a	
  cabeça	
  da	
  areia	
  
e	
  sair	
  para	
  fo...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Estágios	
  de	
  maturidade	
  do	
  e-­‐government	
  	
  
28	
  
Estamos
aqui
Pres...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Pessoas	
   Empresas	
   Veículos	
   Território	
  
…	
  
…	
  
Evento	
  de	
  vida...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Dados	
  
IdenBficação	
  
Património	
  
Localização	
  
Infrações	
  
Dívidas	
  
Re...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Documentos	
  
orientados	
  aos	
  
dados,	
  contextuais	
  
e	
  dinâmicos	
  
31	...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Dos	
  documentos	
  aos	
  processos	
  
32	
  
Poder	
  sobre	
  
os	
  papéis	
  
...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Um	
  verdadeiro	
  “Licenciamento	
  Zero”	
  
com	
  formulários	
  simples,	
  din...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Servir	
  e	
  proteger	
  os	
  cidadãos	
  
(com	
  canais	
  de	
  dados	
  seguro...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Serviços	
  disponíveis	
  com	
  o	
  Cartão	
  do	
  Cidadão	
  
A	
  MINHA	
  VIAT...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Eventos	
  de	
  vida	
  -­‐	
  Serviços	
  
36	
  
Impostos	
  
Saúde	
  
Educação	
...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Públicos	
  /	
  Papéis	
  
37	
  
Criança	
  /	
  
Jovem	
  
Deficiente	
  
Idoso	
  ...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Nascimento	
  
Nacionalidade	
  
Família	
  
Saúde	
  
Proteção	
  Social	
  
Seguran...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
“Bolo	
  de	
  noiva”	
  da	
  Interoperabilidade	
  
39	
  
Tecnológica	
  
SemânIca...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Que	
  Bpo	
  de	
  interoperalidade	
  de	
  dados?	
  
40	
  
Dinâmicos,	
  
person...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Redes
Sociais Mobilidade
Análise
de Dados
Anytime – Anywhere
Just in Time – Just in C...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Internet	
  das	
  Coisas	
  
Imagine um mundo
onde as coisas
estão sempre
conectadas...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
O	
  Trabalho	
  hoje...	
  
•  Mobilidade	
  constante	
  
•  Permanentemente	
  con...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
As	
  Pessoas	
  
44	
  
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Desaparecimento	
  de	
  47%	
  das	
  profissões	
  atuais	
  
devido	
  à	
  informa...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Desgaste	
  dos	
  empregos	
  intermédios	
  
46	
  
A tecnologia está a substituir ...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Paradoxos	
  e	
  
Desafios	
  
47	
  
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Poder	
  e	
  controlo	
  
Aumentar	
  o	
  controlo	
  políBco	
  
sobre	
  a	
  bur...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Opções	
  gesBonárias	
  
Dar	
  prioridade	
  às	
  
poupanças	
  
Dar	
  prioridade...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Liberalizar	
  ou	
  centralizar?	
  
Público Privado
Centralização
Autonomia
50	
  
...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Conciliar	
  conformidade	
  legal	
  
e	
  resultados	
  (performance)	
  
	
  
51	
...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Estamos	
  a	
  querer	
  avançar	
  para	
  o	
  
e-­‐Governance	
  
com	
  a	
  Soc...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Conciliar	
  os	
  tempos	
  e	
  as	
  
racionalidades	
  
53	
  
Tempo	
  e	
  
rac...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Se	
  alguém	
  faz	
  
…	
  alguém	
  desfaz	
  
54	
  
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Inovar	
  e	
  servir	
  
O	
  papel	
  do	
  CIO	
  
Criar	
  valor	
  sustentável	
...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Coordenar	
  é	
  servir	
  os	
  outros	
  
56	
  
“É	
  melhor	
  liderar	
  a	
  p...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Complexidade	
  da	
  Governance	
  dos	
  SI/TI	
  
para	
  o	
  e-­‐Government	
  
...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
O	
  dilema	
  da	
  AMA	
  
Quem	
  regula,	
  quem	
  arbitra	
  e	
  quem	
  faz?	...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Apesar	
  de	
  já	
  exisBrem	
  muitas	
  coisas	
  feitas	
  
precisamos	
  arruma...
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Quebrar	
  barreiras…	
  
60	
  
Luís	
  Vidigal	
  (Jan	
  2015)	
  
Obrigado	
  
61	
  
Telefone:	
  +351	
  963459044	
  
Skype:	
  luis.vidigal1	
  	
 ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Entre Arquivos - Conferência em Portimão - jan 2015

588 visualizações

Publicada em

Luis Vidigal - Entre Arquivos - Conferência em Portimão em 24 jan 2015 sobre "E-Government - Por um novo modelo de Estado na Sociedade da Informação "

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
588
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
25
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Entre Arquivos - Conferência em Portimão - jan 2015

  1. 1. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   E-­‐Government   Por  um  novo  modelo  de  Estado  na   Sociedade  da  Informação    Luís  Vidigal   PorBmão,  24  de  Janeiro  de  2015   1  
  2. 2. Luís  Vidigal  (Jan  2015)                  Estado  Parceiro                  Governance                  New  Public  Service   Interesses do Estado Interesses do Cidadão O Estado controla O Cidadão controla Cidadão Democracia Sec XXI                                Estado  Neo-­‐Liberal                                Regulador                                        New  Public  Management   Cliente Negócio Anos 80 Modelos  de  Estado   Estado  Providência   Administração   Weberiana   Administrado Burocracia Anos 20 Estamos aqui 2  
  3. 3. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Modelos  de  Estado   3                Estado                      Distribuído                    e  em  Rede                  New  Public  Service   Sec XXI Est                aEstado                                  Descentralizado                                          New  Public  Management   Anos 80 Estado   Centralizado   Administração   Weberiana   Anos 20
  4. 4. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   “Estamos juntos!” Pós-­‐NPM   Uma  vaga  de  normaBvidade   4 Joined  up   Government   TransformaIonal   Government   Whole  of   Government   New  Weberian   Restauração dos valores do Serviço Público CollaboraIve   Governance  
  5. 5. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Impacto  da  Reforma   do  Estado  em  Portugal   Desempenho  da  AP  nos  úlBmos  5  anos   (Facetas  chave  da  reforma  segundo  Hammerschmid  et  al.,  2013)     QuesBonário  do  GR@P  da  APDSI   entre  7  e  9  de  Outubro  de  2014     5  
  6. 6. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   54%  respondentes  em  100  inquiridos   6  
  7. 7. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Impacto  da  Reforma  do  Estado  em   Portugal  e  na  Europa   (Por  ordem  de  impacto  em  Portugal)   7   0   1   2   3   4   5   6   7   Coerência  e  coordenação  políBca   Eficácia  das  políBcas  públicas   MoBvação  dos  funcionários  e  aBtudes  face  ao   AtraBvidade  do  setor  público  como  empregador   Envolvimento  e  parBcipação  do  cidadão   Coesão  social   Custo  e  eficiência   Transparência  e  abertura  à  sociedade   Inovação   Os  cidadão  acreditam  na  administração  pública   Qualidade  do  serviço   Tratamento  equitaBvo  dos  cidadãos   Redução  da  burocracia   Igualdade  de  acesso  aos  serviços   Comportamento  éBco  dos  trabalhadores  do  setor   Portugal   Europa   QuesBonário  do  GR@P  da  APDSI  (2014)  e  Curry,  Dion  (2014),  The  Crystal  Ball  of  Public  AdministraBon  Reform:  What  future   predicBons  tell  us  about  the  present.  COCOPS  Working  Paper  No.  15,  June  2014   5,3   4,7  
  8. 8. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Os  caminhos  da   Mudança   8  
  9. 9. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Onde  começar?   9   Pessoas  e   Cultura   Processos  e   Tecnologia  
  10. 10. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Transformação  cultural  da  AP   (Mais  do  mesmo)   10   Valores   tradicionais   •  Hierarquia  do   controlo   •  Conformidade   •  Impessoalidade   do  trabalho   •  Autoridade   através   da  posição   •  Paradigma   comando-­‐ controlo   Novos  valores   culturais  espectáveis   •  Accountability   •  Abertura   •  Transparência   •  Eficiência   •  Eficácia   •  Autoridade   através  da   liderança   •  Cultura  de   Gestão   •  Empowerment  do   Cidadão   •  Diálogo  de  políBcas   •  Normalização  das   condições  de  emprego   •  Delegação  da   autoridade   •  Foco  na  orientação  ao   desempenho   •  Liderança  baseada  na   confiança   Instrumentos  de   Reforma   Huerta  Melchor,  O.  (2008),  "Managing  Change  in  OECD  Governments:  An   Introductory  Framework",  OECD  Working  Papers  on  Public  Governance,  No.  12  
  11. 11. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   As  TIC  na  Modernização  AdministraBva  nos  úlBmos  40  anos   Um  caminho  marginal  à  Reforma   11  
  12. 12. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   MoBvações  para  a  Reforma  em  Portugal  (OCDE)   Pressões  políBco-­‐financeiras  e  ideológicas   “PoliBcal-­‐managerial  elite”  do  Ministério  das  Finanças  e  da  AP   12   Huerta  Melchor,  O.  (2008),  "Managing  Change  in  OECD  Governments:  An   Introductory  Framework",  OECD  Working  Papers  on  Public  Governance,  No.  12  
  13. 13. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Será  que  é  possível  cortar  em  pessoas  e   tecnologias  sem  alterar  os  processos?   13   Poupar  558  milhões    por  ano  em  TIC  
  14. 14. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   MoBvações  ideológicas  para  o  e-­‐Gov   Gestão  Privada   melhor  que  a   Gestão  Pública   (NPM)   Pressupostos   E-­‐Gov  para     aumentar  a   eficiência  e  a   eficácia  da  AP   ExpectaIvas  UBlização  das  TIC  induzida   por  fornecedores  privados   Autonomia  de  Gestão  e   Empresarialização   Experimentalismo  avulso     de  “gestores”  privados   Concorrência  entre   serviços  públicos   Orientação  ao  markeBng   insBtucional   Instrumentos  de  Reforma  (NPM)   14  
  15. 15. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   MoBvações  ideológicas  para  o  e-­‐Gov   E-­‐Gov  para     aumentar  a   eficiência  e  a   eficácia  da  AP   ExpectaIvas   Captura  do  estado  por  parte   de  interesses  privados   Desagregação   organizacional  do  estado   MulBplicidade  de  repositórios   e  entropia  informacional   Enfraquecimento  e   descredibilização  do  estado   Orientação  e  fecho  em  ciclos   políBcos  de  curto  prazo   Realidades   15  
  16. 16. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   É  urgente  uma  ruptura  no  foco   Orientação   ao   Poder   Orientação   ao   Cidadão   16  
  17. 17. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Foco  no  Cidadão   Fases  de  transformação  da  AP   Departamentos   isolados   Fornecedores   de  serviços   integrados   AP  integrada   e  centrada   no  Cidadão   Cidadãos   Al-­‐Khouri,  Ali  M.  (2011),  An  InnovaBve  Approach  for  e-­‐Government  TransformaBon.  InternaBonal  Journal  of  Managing   Value  and  Supply  Chains  (IJMVSC)  Vol.  2,  No.  1,  March  2011     17  
  18. 18. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   ConBnuamos  a  construir  castelos   em  vez  de  serviços   18  
  19. 19. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Uma  nova   visão   Eficiência  e   ProduBvidade   19  
  20. 20. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Não  vale  a  pena  criar  novas  buzzwords   sem  resolver  velhos  problemas   Andrea  Di  Maio  (2012)   20  
  21. 21. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Desafios  para  Portugal   Coesão  Social   Trabalhar  melhor   Solidariedade   ProduIvidade   21  
  22. 22. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Existem  caminhos   alternaIvos  para  a   Reforma  do  Estado   22   Redução  do  Estado   •  Redução  de  efeBvos   •  Corte  de  salários  e  pensões   •  Venda  de  aBvos   Estado Austeridade   Fazer  menos   com  muito  menos   Ganhos  (radicais)   de  Eficiência  e  ProduBvidade   AutomaIzação  do  Estado   •  e-­‐Government   •  Desmaterialização   •  Interoperabilidade   •  Prioridade  ao  Cidadão   •  Colaboração   •  ParBlha     Crescimento Fazer  muito  mais   com  menos   -­‐85%  
  23. 23. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Saber  usar  os  recursos  financeiros   Redução da Despesa Redundâncias Desintegração Incoerências Incompatibilidades Conflitos de Poder Desperdícios … Aumento do Investimento Interoperabilidade Partilha Reutilização Tranparência Rapidez Rigor … 23  
  24. 24. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Processos  e   Tecnologias   e-­‐Government   24  
  25. 25. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Compramos  para  melhorar?   Temos?   Usamos?   Precisamos?   25  
  26. 26. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Mudança   26   Novas  Tecnologias   Novos  Paradígmas  
  27. 27. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   27   É  preciso  Brar  a  cabeça  da  areia   e  sair  para  fora  da  “caixa”  
  28. 28. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Estágios  de  maturidade  do  e-­‐government     28   Estamos aqui Presença na Web Interacção Transacção Transformação e-Democracia Salto   Tecnológico   Salto   Tecnológico   Salto   Cultural   Salto   Polí3co   AutomaIzação   dos  serviços   que  existem   Transformação   dos  serviços   da  AP   Tempo / Complexidade / IntegraçãoTempo / Complexidade / Integração Benefícios/Custos Adaptado  de  Siau  &  Long  (2005)  
  29. 29. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Pessoas   Empresas   Veículos   Território   …   …   Evento  de  vida  1   Evento  de  vida  2   Evento  de  vida  3   Evento  de  vida  4   Evento  de  vida  n   Repositórios  parIlhados   Dados   Cidadão   Arquitetura  de  dados  e  serviços  (Urgente)   CRUD.Gov   •  Quem  Cria?   •  Quem  Usa?   •  Quem  Atualiza?   •  Quem  Apaga?   29  
  30. 30. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Dados   IdenBficação   Património   Localização   Infrações   Dívidas   Rendimento   Educação   Saúde   etc.   Documentos         Dinamicos,   personalizados,   contextuais  e   orientados  ao   cidadão   Um  canal  seguro  e  privado  para  o  cidadão   orientado  a  um  evento  de  vida   “Only  Once”   “Just  in  3me”   “Just  in  case”   Repositórios  únicos   Serviços  públicos  orientados  aos  dados   30  
  31. 31. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Documentos   orientados  aos   dados,  contextuais   e  dinâmicos   31  
  32. 32. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Dos  documentos  aos  processos   32   Poder  sobre   os  papéis   Poder  sobre   os  fluxos  
  33. 33. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Um  verdadeiro  “Licenciamento  Zero”   com  formulários  simples,  dinâmicos,   contextuais  e  transparentes   Estrutura  e  clarifica  regras   para  aprovação   (Não  são  necessários  programadores)   Escolhas  e  decisões   just  in  Bme  /  case   (Simples  e  transparentes)   Back  Office   (Funcionários  públicos)   Front  Office   (Cidadãos)     33  
  34. 34. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Servir  e  proteger  os  cidadãos   (com  canais  de  dados  seguros)   34  
  35. 35. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Serviços  disponíveis  com  o  Cartão  do  Cidadão   A  MINHA  VIATURA   •  Registo  automóvel   •  Carta  de  Condução  -­‐   revalidação   •  Carta  de  Condução  -­‐  segunda   via   •  Carta  de  Condução  -­‐  alteração   de  elementos   •  Documento  Único  Automóvel  -­‐   segunda  via   •  Imposto  Único  de  Circulação  –   pagamento   OS  MEUS  IMPOSTOS  E   CONTRIBUIÇOES   •  Declaração  de  IRS  -­‐  entrega   •  Informação  Empresarial   Simplificada  –  declaração  anual   •  Dívidas  fiscais  -­‐  consulta   •  Reclamações  graciosas  às   Finanças   •  IRS  -­‐  simulação   •  Situação  contribuBva  -­‐  consulta   35   A  MINHA  CASA   •  Alteração  de  morada   •  CerBdão  permanente  de  registo   predial   •  Avaliação  de  prédio  urbano  –   simulação   A  MINHA  FAMÍLIA   •  CerBdão  permanente  de  registo  civil   •  Início  do  processo  de  casamento   •  Abono  de  família  para  crianças  e   jovens   •  Subsídio  parental  inicial   •  Subsídio  por  adoção   A  MINHA  SAÚDE   •  Consulta  médica  no  centro  de  saúde   -­‐  marcação   •  Lista  de  espera  para  cirurgia  -­‐   consulta   •  Registo  Nacional  de  Utentes  –   consulta   A  MINHA  CULTURA   •  Biblioteca  Infoeuropa  –  consulta   A  MINHA  SEGURANÇA   •  Queixa  às  forças  de  segurança   A  MINHA  EMPRESA   •  Criação  de  empresa   •  Alteração  de  órgãos  sociais   •  Alteração  de  capital  social   •  CerBdão  permanente  de   registo  comercial   •  Licenciamento  industrial   •  Licenciamento  de  veículos   O  MEU  EMPREGO   •  Subsídio  de  desemprego  
  36. 36. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Eventos  de  vida  -­‐  Serviços   36   Impostos   Saúde   Educação  /   Cultura   Empresa   Emprego   Carro  /   Mobilidade   Habitação   Família   Nascer  /   Morrer   Segurança  /   Defesa   Poupança  e   Consumo   JusIça   Proteção   Social   Ambiente   Nacionalidade  
  37. 37. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Públicos  /  Papéis   37   Criança  /   Jovem   Deficiente   Idoso   Mulher   Condutor   Estudante   Emigrante   Viajante   Criminoso   Trabalhador   Aposentado   Turista   Situação  de   Carência   Doente   Empresário  
  38. 38. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Nascimento   Nacionalidade   Família   Saúde   Proteção  Social   Segurança  /  Defesa   Educação  /  Cultura   Ambiente   Habitação   Carro  /  Mobilidade   JusBça   Impostos   Empresa   Emprego   Poupar  /  Consumir   Morte   Criança  /  Jovem   Mulher   Estudante   Trabalhador   Empresário   Doente   Deficiente   Situação  carência   Emigrante   Imigrante   Viajante   Turista   Condutor   Criminoso   Aposentado   Idoso   Tabela  de  Públicos  /  Eventos  de  Vida  (Serviços)   Eventos  /   Serviços   Públicos   /  Papéis   38
  39. 39. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   “Bolo  de  noiva”  da  Interoperabilidade   39   Tecnológica   SemânIca   Organizacional   “Peopleware”  
  40. 40. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Que  Bpo  de  interoperalidade  de  dados?   40   Dinâmicos,   personalizados,   contextuais     orientados  ao   cidadão     Dados  para   Serviços   Dinâmicos,   contextuais,   em  bruto  e   orientados  ao   negócio     Dados  para   Negócio   Dados   caóIcos   Pessoas   Empresas   Veículos   Territorio   …   …   Life  Event  1   Life  Event  2   Life  Event  3   Life  Event  4   Life  Event  n   Shared  Repositories   CiIzens   Arquitetura     de  Dados   O  que  nos   falta  fazer  
  41. 41. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Redes Sociais Mobilidade Análise de Dados Anytime – Anywhere Just in Time – Just in Case 41   “Clouds” As  grandes  tendências  
  42. 42. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Internet  das  Coisas   Imagine um mundo onde as coisas estão sempre conectadas à Internet e interagem com pessoas e outras coisas 42  
  43. 43. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   O  Trabalho  hoje...   •  Mobilidade  constante   •  Permanentemente  conectados   •  Acesso  a  dados  e  processos   •  Criação  de  relatórios  em  tempo  real   •  ProaBvidade  processual   43  
  44. 44. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   As  Pessoas   44  
  45. 45. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Desaparecimento  de  47%  das  profissões  atuais   devido  à  informaBzação   45   Frey†,  Carl  Benedikt  &  Michael  A.  Osborne  (2013).  The  Future  of  Employment:  How  SuscepBble  are  Jobs  to  ComputerisaBon?  Oxford  University  Engineering  Sciences   Department  and  the  Oxford  MarBn  Programme  on  the  Impacts  of  Future  Technology,  in  Workshop  “Machines  and  Employment”,  September  17th   Parar  Avançar   A  AP  está  aqui  
  46. 46. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Desgaste  dos  empregos  intermédios   46   A tecnologia está a substituir progressivamente empregos de competências médias, aumentando a polarização OCDE  (2014).  Policy  Challenges  for  the  Next  50  Years.  Economic  Policy  Paper,  July  No.  9   “Mediadores de Cidadania”  
  47. 47. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Paradoxos  e   Desafios   47  
  48. 48. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Poder  e  controlo   Aumentar  o  controlo  políBco   sobre  a  burocracia   Gestores  livres   para  gerir   Dar  poder  aos  consumidores   de  serviços   PolíIcos   Gestores   Cidadãos   48   Polli~,  Christopher  &  Geert  Bouckaert  (2011),  Public  management  reform:  A  compara<ve  analysis,  Oxford,  Oxford  University  Press.  
  49. 49. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Opções  gesBonárias   Dar  prioridade  às   poupanças   Dar  prioridade  à   melhoria  da  qualidade   do  serviço  público   Poupança   Qualidade   49   Polli~,  Christopher  &  Geert  Bouckaert  (2011),  Public  management  reform:  A  compara<ve  analysis,  Oxford,  Oxford  University  Press.  
  50. 50. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Liberalizar  ou  centralizar?   Público Privado Centralização Autonomia 50   As TIC permitem dar autonomia centralizando a informação Integração central e fortalecimento do Estado
  51. 51. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Conciliar  conformidade  legal   e  resultados  (performance)     51   Legalidade   Gestão   Boa  Gestão  Pública  
  52. 52. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Estamos  a  querer  avançar  para  o   e-­‐Governance   com  a  Sociedade       sem  primeiro  resolver  o   e-­‐Government   dentro  do  estado   52   Colaboração   ParIcipação   Transparência   Confiança   Outside   Inside  
  53. 53. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Conciliar  os  tempos  e  as   racionalidades   53   Tempo  e   racionalidades   PolíIcas       Tempo  e   racionalidades   AdministraIvas  
  54. 54. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Se  alguém  faz   …  alguém  desfaz   54  
  55. 55. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Inovar  e  servir   O  papel  do  CIO   Criar  valor  sustentável   ouvindo  e  moBvando  a  AP   e  a  sociedade   55  
  56. 56. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Coordenar  é  servir  os  outros   56   “É  melhor  liderar  a  parBr  de  trás  e  dar   o  protagonismo  aos  outros,   principalmente  quando  alcançamos  o   sucesso”         Nelson  Mandela  
  57. 57. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Complexidade  da  Governance  dos  SI/TI   para  o  e-­‐Government   57   Serviços  TIC   ICT  Governance  dos  SI/TI   Governo   Alinhamento   Influência   CiIzen   Administração  Direta  do  Estado  Adm  Indireta   O  Que  falta   O  Que  já  temos  hoje  
  58. 58. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   O  dilema  da  AMA   Quem  regula,  quem  arbitra  e  quem  faz?   58   E-­‐Government   Lojas  e  Espaços   do  Cidadão  
  59. 59. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Apesar  de  já  exisBrem  muitas  coisas  feitas   precisamos  arrumar  a  casa   e  repensar  o  estado  à  luz  da  Sociedade  da  Informação   59   Representações  Únicas   Processos  Básicos   orientados  a  eventos  de  vida   Repensar  as  estruturas    
  60. 60. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Quebrar  barreiras…   60  
  61. 61. Luís  Vidigal  (Jan  2015)   Obrigado   61   Telefone:  +351  963459044   Skype:  luis.vidigal1     Blog:  h~p://mudaroestado.blogspot.com   Facebook:  h~p://www.facebook.com/lvidigal   Linkedin:  h~p://www.linkedin.com/in/luisvidigal   Twiwer:  @luisvidigal   Apresentações:  h~p://www.slideshare.net/vidigal   Papers:  h~ps://ulisboa.academia.edu/LuisVidigal  

×