TABAGISMO:COMO TRATARHewdy Lobo RibeiroPsiquiatra ForensePsiquiatra ProMulherIPq-HC-FMUSPCREMESP 114681Ana Carolina S. Oli...
Epidemiologia• Brasil– 200 mil pessoas morrem/ ano– 44% uso na vida– 10% dependente• OMS- mata 6 milhões no mundo/ ano.• T...
Tratamento no Brasil• SUS (UBS, CAPS AD, Enfermarias, Hospital Universitário...)• Privado (parcerias entre profissionais a...
Legislação Brasil• PORTARIA Nº 442 DE 13 DE AGOSTODE 2004– SUS- atenção básica e media e altacomplexidade– Abordagem cogni...
DiagnósticoDependência - critérios diagnósticos• 3 critérios em um ano• Fissura• Uso maior que o pretendido• Tolerância• S...
Diagnóstico Motivacional• Pré- contemplação• Contemplação• Preparação• Ação• Manutenção
Psicoeducação• Consequências individuais, familiares (fumopassivo, exemplo), sociais ($$, saúde pública, ambientais -desma...
Benefícios• Biológicos20 m: a pressão e a pulsação voltam ao normal8 h: taxas de nicotina e de monóxido de carbono caem pe...
• BiológicosAos 30 anos: há o ganho de quase 10 anos deexpectativa de vidaAos 40 anos: ganho de 9 anos de expectativa de v...
• Biológicos– Reduz chance• Impotência• Dificuldade em ficar grávida; parto prematuro;aborto; baixo peso do bebê ao nascer...
Benefícios• Psicológicos• Lidar com problemas• Lidar com sentimentos• Autoeficácia• Ansiedade/ irritabilidade/ depressão• ...
Informações Doença• Nicotina é droga, causa dependência• Síndrome de Abstinência• Depois que parar não deve fumar “nemum c...
Metodologias• Parar abruptamente• Parar um cigarro por dia• Adiar o primeiro cigarro do dia• Parar sozinho, com ajudapsico...
Grupo/ Individual• TCC– Metas; Crenças; Lidar com a fissura; Mudançasde Comportamentos...• Treinamento de Habilidades Soci...
Grupos• 10 a 15 participantes• Início: 4 sessões iniciais, estruturadas,preferencialmente semanais• Depois: 2 sessões quin...
Tratamento Medicamentoso• Terapia de Reposição de Nicotina– Adesivo– Goma– Outros• Antidepressivos– Cloridrato de bupropio...
Obrigada!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tabagismo: como tratar?

1.373 visualizações

Publicada em

Palestra online ministrada pela Psicóloga Ana Carolina e pelo psiquiatra Dr. Hewdy Lobo pela Eventials em 15/05/2013.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.373
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tabagismo: como tratar?

  1. 1. TABAGISMO:COMO TRATARHewdy Lobo RibeiroPsiquiatra ForensePsiquiatra ProMulherIPq-HC-FMUSPCREMESP 114681Ana Carolina S. OliveiraPsicólogaEsp. DependênciaQuímicaCRP 06/99198
  2. 2. Epidemiologia• Brasil– 200 mil pessoas morrem/ ano– 44% uso na vida– 10% dependente• OMS- mata 6 milhões no mundo/ ano.• Tabagismo- principal causa de morte evitável do mundo.• Global Burden of Disease Study (2010)- 1a hipertensão e 2atabagismo- maior fator de risco para a saúde.• OMS (2009)- tabaco sozinho causa 71% das mortes porcâncer de pulmão no mundo. Tabaco responsável por 18%das mortes em países de alta renda.
  3. 3. Tratamento no Brasil• SUS (UBS, CAPS AD, Enfermarias, Hospital Universitário...)• Privado (parcerias entre profissionais autônomos, hospitais,ambulatórios convênios...)
  4. 4. Legislação Brasil• PORTARIA Nº 442 DE 13 DE AGOSTODE 2004– SUS- atenção básica e media e altacomplexidade– Abordagem cognitivo- comportamental+material de apoio+ tratamentomedicamentoso (se necessário)– Disponibilização de medicamento
  5. 5. DiagnósticoDependência - critérios diagnósticos• 3 critérios em um ano• Fissura• Uso maior que o pretendido• Tolerância• Síndrome de Abstinência• Troca de prazeres/Tempo excessivo gasto• Persistência no uso mesmo com prejuízos• Tentativas mal sucedidas, quantidade, frequência.• Diagnóstico Comorbidades
  6. 6. Diagnóstico Motivacional• Pré- contemplação• Contemplação• Preparação• Ação• Manutenção
  7. 7. Psicoeducação• Consequências individuais, familiares (fumopassivo, exemplo), sociais ($$, saúde pública, ambientais -desmatamento, agrotóxicos, agricultores doentes, incêndio,poluição)• Benefícios *• Informações sobre a doença• Metodologias• Estratégias grupais e medicamentosas• Sites: INCA, WHO, CRATOD, Vida Mental,cartilhas internet
  8. 8. Benefícios• Biológicos20 m: a pressão e a pulsação voltam ao normal8 h: taxas de nicotina e de monóxido de carbono caem pela metade e o oxigêniovolta ao normal12 h: o nível de monóxido de carbono em seu sangue normalizaEntre 12 e 24 h: seu pulmão já funciona melhor48 h: a nicotina é eliminada, melhorando o olfato e o paladar3 semanas: respiração fica mais fácil e a circulação sanguínea melhora2 a 12 semanas: a função pulmonar aumenta1 a 9 meses: tosse, barulhos na respiração e problemas respiratórios diminuem6 meses: diminuem as infecções respiratórias1 ano: risco de morte por doença cardiovascular cai pela metade5 anos: risco de derrame é igual a de um não fumante10 anos: risco de morte por câncer de pulmão cai por volta de 50%, e o de câncerde boca, garganta, esôfago, bexiga, colo do útero e pâncreas também caem.15 anos: risco de doenças do coração é o mesmo que um não fumante.20 anos: o risco de câncer é próximo ao de quem nunca fumou.
  9. 9. • BiológicosAos 30 anos: há o ganho de quase 10 anos deexpectativa de vidaAos 40 anos: ganho de 9 anos de expectativa de vidaAos 50 anos: ganho de 6 anos de expectativa de vidaAos 60 anos: ganho de 3 anos de expectativa de vidaApós início de doença com risco de vida: rápido benefício,pessoas que param de fumar após ter um ataquecardíaco reduz a chance de ter outro ataque em 50%.
  10. 10. • Biológicos– Reduz chance• Impotência• Dificuldade em ficar grávida; parto prematuro;aborto; baixo peso do bebê ao nascer• Risco de doenças em fumantes passivos, inclusivede crianças (doenças respiratórias e infecções deouvido).
  11. 11. Benefícios• Psicológicos• Lidar com problemas• Lidar com sentimentos• Autoeficácia• Ansiedade/ irritabilidade/ depressão• Sociais• IBGE (2008) ano- hm R$ 1071,24, e as ml R$ 753,60• Meio ambiente• Exemplo crianças e adolescentes• Saúde pública
  12. 12. Informações Doença• Nicotina é droga, causa dependência• Síndrome de Abstinência• Depois que parar não deve fumar “nemum cigarrinho” – não há cura• Pode estar associado com outra questãode saúde mental: depressão, ansiedade,outras
  13. 13. Metodologias• Parar abruptamente• Parar um cigarro por dia• Adiar o primeiro cigarro do dia• Parar sozinho, com ajudapsicoterapêutica, e se necessário comajuda medicamentosa
  14. 14. Grupo/ Individual• TCC– Metas; Crenças; Lidar com a fissura; Mudançasde Comportamentos...• Treinamento de Habilidades Sociais– Assertividade; Dizer não; Resolução deProblemas...• Prevenção da Recaída– Após refeições, conflitos, café, álcool– Carro, telefone, intervalos• Elaboração do luto
  15. 15. Grupos• 10 a 15 participantes• Início: 4 sessões iniciais, estruturadas,preferencialmente semanais• Depois: 2 sessões quinzenais, com osmesmos participantes• Final: 1 reunião mensal aberta, com aparticipação de todos os grupos, paraprevenção da recaída, até completar 1ano.
  16. 16. Tratamento Medicamentoso• Terapia de Reposição de Nicotina– Adesivo– Goma– Outros• Antidepressivos– Cloridrato de bupropiona• Critérios, posologia, orientações, contraindicações, efeitos colaterais• Tratamento comorbidades
  17. 17. Obrigada!

×