COMO DEVE SER A REDE DE
ATENDIMENTO AO USUÁRIO
DE DROGAS?
Hewdy Lobo Ribeiro
Psiquiatra Forense
Psiquiatra ProMulher
IPq-H...
Perfil de Usuários
Perfis de Usuários
DQ= Dependência
Química
Causas, Consequências,
Cuidados
BIOLÓGICOS PSICOLÓGICOS
SOCIAIS
Tipos de Serviços e Perfil
Atendido
• Unidades Básicas de Saúde e Programa Saúde da Família
• Centro de Referência Especia...
Outros Parceiros
• Alcoólicos Anônimos/Narcóticos Anônimos
• ALANON/ NARANON
• Pastoral da Sobriedade
• Amor Exigente
• Gr...
Fluxos
• Exemplo paciente em Síndrome de
Abstinência Alcoólica Grave
• Exemplo usuário de Maconha
• Exemplo dependente de ...
Populações Especiais
• Gestantes
• Adolescentes
• Situação de Rua
• Comorbidade Psiquiátrica
• Demanda Judicial- tratament...
Crack, é Possível Vencer
• Prevenção – Educação
• Cuidado – Rede Tratamento
• Autoridade – Combate tráfico e crime
Crack, é Possível Vencer
• Consultório na Rua
• CAPS AD 24h
• Enfermarias especializadas
• Unidades de Acolhimento Adulto
...
Programa Recomeço
• Ampliação Leitos
• Samu
• Missão Belém
• Lacan
• Santa Carlota
• Unad
• Cartão Recomeço
– Instituições...
Conclusão
• Múltiplos serviços para múltiplas
demandas
– Perfil do consumo (uso, abuso, DQ)
– Tipos de prejuízos (clínico,...
Obrigada!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Como deve ser a rede de atendimento ao usuário de drogas?

1.406 visualizações

Publicada em

Aula ministrada pelo Dr. Hewdy Lobo e pela psicóloga especialista em dependência química Ana Carolina Schmidt de Oliveira pela Eventials em 05/06/2013.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.406
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como deve ser a rede de atendimento ao usuário de drogas?

  1. 1. COMO DEVE SER A REDE DE ATENDIMENTO AO USUÁRIO DE DROGAS? Hewdy Lobo Ribeiro Psiquiatra Forense Psiquiatra ProMulher IPq-HC-FMUSP CREMESP 114681 Ana Carolina S. Oliveira Psicóloga Esp. Dependência Química CRP 06/99198
  2. 2. Perfil de Usuários
  3. 3. Perfis de Usuários DQ= Dependência Química
  4. 4. Causas, Consequências, Cuidados BIOLÓGICOS PSICOLÓGICOS SOCIAIS
  5. 5. Tipos de Serviços e Perfil Atendido • Unidades Básicas de Saúde e Programa Saúde da Família • Centro de Referência Especializado de Assistência Social • Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas • Centro de Atenção Psicossocial • Centro de Atenção Psicossocial Infantil • Ambulatórios Saúde Mental • Residência Terapêutica/ Moradia Assistida/ Unidade de Acolhimento • Centro de Convivência • Consultório de Rua • Pronto Socorro • Hospital Geral • Comunidades Terapêuticas • Enfermarias
  6. 6. Outros Parceiros • Alcoólicos Anônimos/Narcóticos Anônimos • ALANON/ NARANON • Pastoral da Sobriedade • Amor Exigente • Grupos de Igrejas • Inciativas de ONGs • Defensoria Pública
  7. 7. Fluxos • Exemplo paciente em Síndrome de Abstinência Alcoólica Grave • Exemplo usuário de Maconha • Exemplo dependente de Cocaína em sua primeira busca por tratamento • Exemplo paciente com Comorbidade Psiquiátrica
  8. 8. Populações Especiais • Gestantes • Adolescentes • Situação de Rua • Comorbidade Psiquiátrica • Demanda Judicial- tratamento compulsório
  9. 9. Crack, é Possível Vencer • Prevenção – Educação • Cuidado – Rede Tratamento • Autoridade – Combate tráfico e crime
  10. 10. Crack, é Possível Vencer • Consultório na Rua • CAPS AD 24h • Enfermarias especializadas • Unidades de Acolhimento Adulto • Unidades de Acolhimento Infanto- Juvenil • Comunidades Terapêuticas • Parceria com outros equipamentos: CRAS, CREAS UPAs, SAMU, UBS.
  11. 11. Programa Recomeço • Ampliação Leitos • Samu • Missão Belém • Lacan • Santa Carlota • Unad • Cartão Recomeço – Instituições Especializadas – Editais – 3000 dependentes – R$ 1350 – Maiores 18 anos
  12. 12. Conclusão • Múltiplos serviços para múltiplas demandas – Perfil do consumo (uso, abuso, DQ) – Tipos de prejuízos (clínico, psiquiátrico, social) – Gravidade – Histórico de tratamento (tentativas passadas) – Motivação – Necessidade daquele momento
  13. 13. Obrigada!

×