Um excelente debate ocorrido em roma

260 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
260
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Um excelente debate ocorrido em roma

  1. 1. DEUS EXISTEUm excelente debate ocorrido em Roma(21.02.2000) entre o então cardeal JosephRatzinger (atual Papa Bento XVI) e ofilósofo, jornalista e ateu Paolo Floresd’Arcais. Com a mediação do judeu GadLerner. Acreditar em Deus, fé, religião)(Eu separo este trecho do debate , o qual oCardeal Joseph Ratzinger, na minhapessoal opinião ! faz uma espetaculardefesa do aborto)Só gostaria de dizer: se Santo Agostinho,com uma determinada ciência natural desua época, tinha certeza – assim como SãoTomás de Aquino depois, com Aristóteles –de que a animação se produz só depois deum determinado período de tempo, e antesnão existe um ser dotado de alma, não háindivíduo humano, isso não põe em dúvidao princípio de que nenhum homem, pormais fraco e indefeso que esteja, e maisainda carente de uso de razão, pode sermorto. O problema empírico é: quandocomeça o ser humano. Para Agostinho, eespero que para todos nós, éabsolutamente certo que se alguém éhomem, é intocável. Depois vem a outraquestão, que é: a partir de que momentoVictor Sterling Franco Página 1
  2. 2. DEUS EXISTEse um é homem. O fato de que a ciênciaaristotélica – que considera que se podefalar de alma a partir de três ou seis meses– não é correta, hoje todos nós sabemos. Esegundo meus conhecimentos de biologia,na realidade esse ser leva consigo, desde oprimeiro momento, um programa completodo ser humano, que mais tarde sedesenvolve. Mas o programa está já lá, epor isso se pode falar de um indivíduo. Enós dissemos….nós não podemosdogmatizar um resultado das ciênciasnaturais, e por isso dissemos quenaturalmente esperamos pesquisasulteriores; não queremos dogmatizar tudoaquilo que na atualidade parece ser aposição mais convincente, maisdocumentada. Mas dissemos: mesmo queessas posições não fossem corretas, pelomenos existe uma hipótese fundamentada,uma probabilidade fundamentada, ou, pelomenos, uma possibilidade de que poderiase tratar já de um ser humano. E essaprobabilidade, que não certeza e simprobabilidade, já não nos permite mataresse ser, porque, provavelmente pelomenos, é um ser humano. Essa é a nossalógica sobre esta questão. [...] Também éverdade que, digamos, a atenção à defesaVictor Sterling Franco Página 2
  3. 3. DEUS EXISTEda vida humana, hoje, é maior que nopassado e, nesse sentido, também há umacaracterística específica de nosso século,no qual vivemos, aliás, também umacrueldade e um desprezo pelo ser humanoque deveriam nos fazer despertar.”Meu comentário pessoal ; uma defesaperfeita e destaco (desde o primeiromomento, um programa completo do serhumano, que mais tarde se desenvolve.Mas o programa está já lá, e por isso sepode falar de um indivíduo;uma probabilidade fundamentada, ou, pelomenos, uma possibilidade de que poderiase tratar já de um ser humano. E essaprobabilidade, que não certeza e simprobabilidade, já não nos permite mataresse ser, porque, provavelmente pelomenos, é um ser humano. Essa é a nossalógica sobre esta questão)Victor Sterling Franco Página 3

×