1 ano

406 visualizações

Publicada em

sócrates e sofistas

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
406
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
210
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1 ano

  1. 1. Filosofia
  2. 2. Será que não é melhor investigar o sujeito que pergunta pelas coisas (o ser humano) do que investigar as coisas? COSMOLÓGICO ANTROPOLÓGICO
  3. 3. Os Sofistas
  4. 4. Contexto histórico • Época de lutas políticas e intenso conflito de opiniões. • Atenas vence os Persas, assumindo a hegemonia.
  5. 5. Educação >educação racionalista e democrática >destinada a formação do cidadão >substitui a educação tradicional, religiosa, conservadora e aristocrática.
  6. 6. Areté • A partir disso, a areté (virtude política) seria praticada livremente e igualmente por todos. • A democracia é dialogal e dialética. O lógos (inteligência), assume papel preponderante.
  7. 7. Areté praticada por todos
  8. 8. Sofistas >Críticos aos mitos tradicionais >Se opunham aos pré-socráticos >Substituíram a natureza o principal objeto de reflexão pela arte da persuasão (RETÓRICA).
  9. 9. >Sofistas: Professores ambulantes, cobravam pelos ensinamentos. >Atraiam a juventude ansiosa para participar da vida pública. > Interessavam-se pelo homem e pelo seu lugar na sociedade.
  10. 10. Sócrates
  11. 11. • Sócrates existiu? • Sócrates “real” • Sócrates “personagem” Procura-se
  12. 12. Nascido em Atenas, Sócrates (470-399 a.C.), não deixou nada escrito. >Aconselhava às pessoas a buscar o auto-conhecimento. > Ética (ethos – costumes) > Moral (moris – costumes)
  13. 13. • “Conhece a ti mesmo.” – a alma humana está “grávida” da verdade. :mensagem escrita na entrada do templo de Apolo, e proferida por Sócrates. • “Só sei que nada sei”!
  14. 14. >Perguntador incansável, irritante, dialogava com todos sobre variados assuntos. >Interrogava as pessoas sobre as coisas que hipoteticamente deveriam saber e verificava que não sabiam.
  15. 15. Diálogo >parecia querer ele mesmo aprender com o seu interlocutor. Diálogo possui duas fases:
  16. 16. Ironia (do grego “interrogação”) • Sócrates interrogava as pessoas e depois atacava suas respostas • procurava evidenciar as contradições afirmadas, os novos problemas que surgiam
  17. 17. Confutação • Seu objetivo inicial era demolir, o orgulho, a arrogância e a presunção do saber. • “Sei que nada sei”
  18. 18. Maiêutica • > Novamente, Sócrates lhes propunha uma série de questões. • com a continuidade do diálogo, Sócrates ajudava as pessoas a lembrar do que já sabiam, (pensava que a sabedoria estava dentro de nós -inata).
  19. 19. >No entanto, foi condenado à morte devido à sua atividade filosófica. >Acusado de subversão, por não reconhecer os deuses do Estado, >Introduzir novos deuses (demônios) >E de corrupção da juventude.
  20. 20. PHYSIS > PSYCHÉ • Psyché – alma humana - É a melhor parte do ser humano (o diferencia das demais coisas) “a alma coincide com a nossa consciência pensante e operante, com a nossa razão e com a sede da nossa atividade pensante e eticamente operante. A alma é o eu consciente, é a personalidade intelectual e moral”.
  21. 21. ALMA: manancial das ideias Ideias morais Ideias intelectuais PENSARAGIR “uma pessoa faz o mal simplesmente por IGNORÂNCIA, nada mais.”
  22. 22. • Buscam o sucesso e ensinam como consegui-lo. • Para ter sucesso, é necessário fazer carreira. • Se gabam de saberem tudo e de ensinarem a todos. • Aprender é coisa facílima. • O valor de qualquer conhecimento ou lei moral é relativo. • Busca só a VERDADE. • Para se chegar à verdade é preciso abrir mãe da riqueza, honra, prazeres e CONHECER A SI MESMO. • “Só sei que nada sei”. • Aprender não é fácil; é um processo lento e progressivo. • Existem conhecimentos e leis morais com valores universais.
  23. 23. SÓCRATES AUTO-CONHECIMENTO “Conhece-te a ti mesmo” ALMA [= psyché] (grávida do conhecimento) MÉTODO DIALÉTICO (DIÁLOGO) 1) IRONIA 2) CONFUTAÇÃO 3) MAIÊUTICA DEUS (UNO, PURO E PERFEITO) Ideias morais (bom/mal) Ideias intelectuais (falso/verdadeiro) PARTURIR “demônio” Só sei que nada sei.

×