SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Baixar para ler offline
Segurança da Informação
Informação é o resultado do processamento,
manipulação e organização de dados. O uso intelectual da
informação representa uma modificação (quantitativa ou
qualitativa) no conhecimento.
Embora não seja único fator responsável pela construção
do conhecimento podemos afirmar que a informação é de
extrema importância para essa construção.
Nesse contexto entendemos que seja muito importante
cuidar da sua segurança.
A Segurança da Informação está relacionada à
proteção de um conjunto de dados, no sentido de
preservar o valor que possuem para um indivíduo ou uma
organização. Uma informação só é considerada segura
quando atende a três requisitos básicos:
Confidencialidade
Integridade
Disponibilidade
PLANEJAMENTO DAS AULAS
Confidencialidade
Essa característica está relacionada ao fato
de que somente pessoas autorizadas tenham
acesso a informação.
PLANEJAMENTO DAS AULAS
Integridade
A informação tem integridade quando
chega ao seu destino com as características
originais, ou seja, sem sofrer nenhuma alteração
(proposital ou acidental).
PLANEJAMENTO DAS AULAS
Disponibilidade
Tão importante quanto os requisitos
descritos anteriormente (confidencialidade e
integridade) a disponibilidade da informação é
fundamental para que a mesma tenha utilidade.
Poder acessar a informação, de forma
automática e a qualquer momento, é
extremamente importante.
Armazenamento digital
Uma das características marcantes da sociedade
atual é transição do armazenamento das informações do
formato analógico para o formato digital. Se por um lado
esse tipo de armazenamento diminuiu o espaço físico para
guardar as informações por outro fez com que ficassem mais
vulneráveis.
Computação em nuvem
• Armazenamento
• Compartilhamento
• Colaboração
• Software livre
• Diminuição de custos
Computação em nuvem
• Dropbox
• Google
• Skydrive
Computação em nuvem
http://www.youtube.com/watch?v=BgTpA5kIk2U
Ameaças a segurança da informação
As ameaças relacionadas a informação são aquelas que
vão incidir sobre os aspectos:
•Confidencialidade (quando a informação é acessada por
pessoas não autorizadas)
•Integridade (quando por falta de conhecimento ou de forma
intencional as informações são modificadas por pessoas não
autorizadas)
•Disponibilidade (quando de forma proposital ou acidental
deixamos de ter acesso as informações)
Tipos de Ataques
Interceptação:
Considera-se interceptação o acesso a informações por
entidades não autorizadas (violação da privacidade e
confidencialidade das informações).
Tipos de Ataques
Interrupção:
Pode ser definida como a interrupção do fluxo normal das
mensagens ao destino.
Tipos de Ataques
Modificação:
Consiste na modificação de mensagens por entidades não
autorizadas, violação da integridade da mensagem.
Tipos de Ataques
Personificação:
Considera-se personificação a entidade que acessa as
informações ou transmite mensagem se passando por uma entidade
autêntica, violação da autenticidade.
Spam
Spam é o termo usado para referir-se aos e-mails não solicitados,
que geralmente são enviados para um grande número de
pessoas. Quando o conteúdo é exclusivamente comercial, esse
tipo de mensagem é chamada de UCE (do inglês Unsolicited
Commercial E-mail).
Phishing
Em computação, é uma forma de fraude eletrônica,
caracterizada por tentativas de adquirir informações sigilosas, tais
como senhas e números de cartão de crédito, ao se fazer passar
como uma pessoa confiável ou uma empresa enviando uma
comunicação eletrônica oficial, como um correio ou uma
mensagem instantânea. Na prática do Phishing surgem
artimanhas cada vez mais sofisticadas para "pescar" (do inglês
fish) as informações sigilosas dos usuários.
http://www.youtube.com/watch?v=irnt0O6OuO0
http://www.youtube.com/watch?v=TI0VFlb4c7c
Cuidados com a Informação
Segurança física
Considera as ameaças físicas como incêndios, desabamentos,
relâmpagos, alagamento, acesso indevido de pessoas, forma inadequada de
tratamento e manuseamento do material.
Segurança lógica
Atenta contra ameaças ocasionadas por vírus, acessos remotos à rede,
backup desatualizados, violação de senhas, etc.
Importante destacar que a segurança da informação deve contemplar cuidados
com os ataques intencionais (virtuais e físicos) bem como contra acidentes, que
ocorrem pelo não conhecimento e /ou falta de atenção de quem esta
manipulando a informação.
Os elementos da política de segurança
A Disponibilidade: o sistema deve estar disponível de forma que
quando o usuário necessitar, possa usar. Dados críticos devem
estar disponíveis ininterruptamente.
A Utilização: o sistema deve ser utilizado apenas para os
determinados objetivos.
A Integridade: o sistema deve estar sempre íntegro e em
condições de ser usado.
A Autenticidade: o sistema deve ter condições de verificar a
identidade dos usuários, e este ter condições de analisar a
identidade do sistema.
A Confidencialidade: dados privados devem ser apresentados
somente aos donos dos dados ou ao grupo por ele liberado.
Biometria
[bio (vida) + metria (medida)] é o estudo estatístico das
características físicas ou comportamentais dos seres vivos.
Os sistemas chamados biométricos podem basear o seu
funcionamento em características de diversas partes do corpo
humano, por exemplo: os olhos, a palma da mão, as digitais do
dedo, a retina ou íris dos olhos.
http://www.youtube.com/watch?v=EgJW89Wzm1A
Texto:
SEGURANÇA COMO ESTRATÉGIA DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO
Marcos Aurelio Pchek Laureano e Paulo Eduardo Sobreira Moraes
http://www.ppgia.pucpr.br/~euclidesfjr/SEGURANCA_DA_INFORMACAO/economia_tecnologia_seguranca_2005.pdf
Blog sobre computação em nuvem:
http://escreveassim.com.br/2011/01/26/futuro-computacao-nuvem/
Dropbox:
https://www.dropbox.com/
Google:
https://www.google.com.br
Skydrive
https://skydrive.live.com
Informações sobre segurança da informação
http://www.cetic.br/
Referências
Trabalho 2
1) O que muda em relação a segurança da informação na sociedade atual?
2) Qual a importância da segurança da Informação para as empresas?
3) Quais as características necessárias para que possamos considerar que uma informação
seja segura?
4) O que diferencia um vírus de um programa qualquer, como um editor de textos, por
exemplo?
5) O que diferencia um hacker de um cracker?
6) O que é um antivírus? E qual deve ser a sua principal característica?
7)Qual a diferença entre segurança física e segurança lógica?
8)Quais os benefícios da biometria para a segurança da informação? E sobre qual aspecto da
segurança dos dados ela incide?
9)O que você entende por computação em nuvem? Qual a implicação do uso dessa tecnologia
para as empresas e para a sociedade como um todo?
10) Quais as ações que você realiza ou deveria realizar para manter a segurança das suas
informações (pessoais/profissionais)?
Observações:
• Este trabalho pode ser feito em grupo com no máximo 6 (seis) alunos
• Discutido em sala
• Enviado para o e-mail: vwnunes@gmail.com com o assunto: ICC Niterói trabalho 2
• Não esquecer de colocar o nome dos componentes do grupo no trabalho

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Conceitos básicos de segurança da informação
Conceitos básicos de segurança da informaçãoConceitos básicos de segurança da informação
Conceitos básicos de segurança da informação
Carlos De Carvalho
 
Trabalho de Sistemas para internet
Trabalho de Sistemas para internetTrabalho de Sistemas para internet
Trabalho de Sistemas para internet
si03grupo1
 
Aula 18 segurança da informação
Aula 18   segurança da informaçãoAula 18   segurança da informação
Aula 18 segurança da informação
Luiz Siles
 
Virus de Macro e Spy
Virus de Macro e SpyVirus de Macro e Spy
Virus de Macro e Spy
Mario Kleber
 

Mais procurados (19)

Introdução à Segurança da Informação
Introdução à Segurança da InformaçãoIntrodução à Segurança da Informação
Introdução à Segurança da Informação
 
Segurança da informação - Parte 3
Segurança da informação - Parte 3Segurança da informação - Parte 3
Segurança da informação - Parte 3
 
Segurança da informação
Segurança da informaçãoSegurança da informação
Segurança da informação
 
Conceitos básicos de segurança da informação
Conceitos básicos de segurança da informaçãoConceitos básicos de segurança da informação
Conceitos básicos de segurança da informação
 
64441203 seguranca
64441203 seguranca64441203 seguranca
64441203 seguranca
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Segurança da Informação | Enttry Software
Segurança da Informação | Enttry SoftwareSegurança da Informação | Enttry Software
Segurança da Informação | Enttry Software
 
Monografia Heraldo
Monografia HeraldoMonografia Heraldo
Monografia Heraldo
 
Trabalho de Sistemas para internet
Trabalho de Sistemas para internetTrabalho de Sistemas para internet
Trabalho de Sistemas para internet
 
Segurança da informação
Segurança da informaçãoSegurança da informação
Segurança da informação
 
Aula 18 segurança da informação
Aula 18   segurança da informaçãoAula 18   segurança da informação
Aula 18 segurança da informação
 
Segurança da Informação
Segurança da InformaçãoSegurança da Informação
Segurança da Informação
 
Abin aula 01-1
Abin   aula 01-1Abin   aula 01-1
Abin aula 01-1
 
Segurança da informação - Aula 02
Segurança da informação - Aula 02Segurança da informação - Aula 02
Segurança da informação - Aula 02
 
Virus de Macro e Spy
Virus de Macro e SpyVirus de Macro e Spy
Virus de Macro e Spy
 
Cartilha
CartilhaCartilha
Cartilha
 
Segurança da informação
Segurança da informaçãoSegurança da informação
Segurança da informação
 
Palestra Sobre Segurança de Informações
Palestra Sobre Segurança de InformaçõesPalestra Sobre Segurança de Informações
Palestra Sobre Segurança de Informações
 
Tecnologias da Informação: Mecanismos de Segurança
Tecnologias da Informação: Mecanismos de Segurança Tecnologias da Informação: Mecanismos de Segurança
Tecnologias da Informação: Mecanismos de Segurança
 

Destaque

Informação e Inteligência Competitiva aula 7
Informação e Inteligência Competitiva aula 7Informação e Inteligência Competitiva aula 7
Informação e Inteligência Competitiva aula 7
Vicente Willians Nunes
 
Informação e inteligência competitiva aula 5
Informação e inteligência competitiva aula 5Informação e inteligência competitiva aula 5
Informação e inteligência competitiva aula 5
Vicente Willians Nunes
 
Informação e Inteligência Competitiva - aula1
Informação e Inteligência Competitiva - aula1Informação e Inteligência Competitiva - aula1
Informação e Inteligência Competitiva - aula1
vicente nunes
 
Informação e inteligência competitiva aula 3
Informação e inteligência competitiva aula 3Informação e inteligência competitiva aula 3
Informação e inteligência competitiva aula 3
vicente nunes
 
Informação e inteligência competitiva aula 6
Informação e inteligência competitiva aula 6Informação e inteligência competitiva aula 6
Informação e inteligência competitiva aula 6
Vicente Willians Nunes
 
Aula chefiaeliderana-24-04-2010-100425111201-phpapp01
Aula chefiaeliderana-24-04-2010-100425111201-phpapp01Aula chefiaeliderana-24-04-2010-100425111201-phpapp01
Aula chefiaeliderana-24-04-2010-100425111201-phpapp01
Erica Rodrigues
 
Aula de chefia e liderança curso de nivelamento rápido
Aula de  chefia e liderança curso de nivelamento rápidoAula de  chefia e liderança curso de nivelamento rápido
Aula de chefia e liderança curso de nivelamento rápido
Aderivaldo Cardoso
 
Modelo Planejamento EstratéGico 2009 Ppt
Modelo   Planejamento EstratéGico 2009   PptModelo   Planejamento EstratéGico 2009   Ppt
Modelo Planejamento EstratéGico 2009 Ppt
Dawison Calheiros
 

Destaque (17)

Informação e Inteligência Competitiva aula 7
Informação e Inteligência Competitiva aula 7Informação e Inteligência Competitiva aula 7
Informação e Inteligência Competitiva aula 7
 
Informação e inteligência competitiva aula 4
Informação e inteligência competitiva aula 4Informação e inteligência competitiva aula 4
Informação e inteligência competitiva aula 4
 
Informação e inteligência competitiva aula 5
Informação e inteligência competitiva aula 5Informação e inteligência competitiva aula 5
Informação e inteligência competitiva aula 5
 
Informação e Inteligência Competitiva - aula1
Informação e Inteligência Competitiva - aula1Informação e Inteligência Competitiva - aula1
Informação e Inteligência Competitiva - aula1
 
Informação e inteligência competitiva aula 3
Informação e inteligência competitiva aula 3Informação e inteligência competitiva aula 3
Informação e inteligência competitiva aula 3
 
Informação e inteligência competitiva aula 6
Informação e inteligência competitiva aula 6Informação e inteligência competitiva aula 6
Informação e inteligência competitiva aula 6
 
Aula chefiaeliderana-24-04-2010-100425111201-phpapp01
Aula chefiaeliderana-24-04-2010-100425111201-phpapp01Aula chefiaeliderana-24-04-2010-100425111201-phpapp01
Aula chefiaeliderana-24-04-2010-100425111201-phpapp01
 
Aula de chefia e liderança curso de nivelamento rápido
Aula de  chefia e liderança curso de nivelamento rápidoAula de  chefia e liderança curso de nivelamento rápido
Aula de chefia e liderança curso de nivelamento rápido
 
Elaboração de Planejamento Estratégico e Ferramentas de Implementação
Elaboração de Planejamento Estratégico e Ferramentas de ImplementaçãoElaboração de Planejamento Estratégico e Ferramentas de Implementação
Elaboração de Planejamento Estratégico e Ferramentas de Implementação
 
Planejamento Estratégico: Conceitos, Ferramentas e Aplicações
Planejamento Estratégico: Conceitos, Ferramentas e AplicaçõesPlanejamento Estratégico: Conceitos, Ferramentas e Aplicações
Planejamento Estratégico: Conceitos, Ferramentas e Aplicações
 
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICOPLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
 
Apostila completa planejamento estratégico
Apostila completa planejamento estratégicoApostila completa planejamento estratégico
Apostila completa planejamento estratégico
 
Planejamento Estrategico
Planejamento EstrategicoPlanejamento Estrategico
Planejamento Estrategico
 
O que é liderança
O que é liderançaO que é liderança
O que é liderança
 
Planejamento estratégico para igrejas
Planejamento estratégico para igrejasPlanejamento estratégico para igrejas
Planejamento estratégico para igrejas
 
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança   lider coach, feedback, des ...
Aula 03, 04, 05 e 06 gestao pessoas e liderança lider coach, feedback, des ...
 
Modelo Planejamento EstratéGico 2009 Ppt
Modelo   Planejamento EstratéGico 2009   PptModelo   Planejamento EstratéGico 2009   Ppt
Modelo Planejamento EstratéGico 2009 Ppt
 

Semelhante a Informação e inteligência competitiva aula 2

Auditoria em tecnologia da informação
Auditoria em tecnologia da informaçãoAuditoria em tecnologia da informação
Auditoria em tecnologia da informação
Artur Nascimento
 
Segurança da informação
Segurança da informaçãoSegurança da informação
Segurança da informação
Aron Sporkens
 
Aula si
Aula siAula si
Aula si
doimao
 
Seguranca e Controle
Seguranca e ControleSeguranca e Controle
Seguranca e Controle
crisdresch
 
Politica de segurança da informação definição importância elaboração e imple...
Politica de segurança da informação definição  importância elaboração e imple...Politica de segurança da informação definição  importância elaboração e imple...
Politica de segurança da informação definição importância elaboração e imple...
Diego Souza
 
Gestão da segurança da informação
Gestão da segurança da informaçãoGestão da segurança da informação
Gestão da segurança da informação
Rafaela Karoline
 

Semelhante a Informação e inteligência competitiva aula 2 (20)

Tecnologia da Informação AVM aula 2
Tecnologia da Informação AVM aula 2Tecnologia da Informação AVM aula 2
Tecnologia da Informação AVM aula 2
 
Conceitos TI
Conceitos TIConceitos TI
Conceitos TI
 
Auditoria em tecnologia da informação
Auditoria em tecnologia da informaçãoAuditoria em tecnologia da informação
Auditoria em tecnologia da informação
 
Segurança da informação
Segurança da informaçãoSegurança da informação
Segurança da informação
 
Segurança da Informação: Proteção no ambiente Virtual
Segurança da Informação: Proteção no ambiente VirtualSegurança da Informação: Proteção no ambiente Virtual
Segurança da Informação: Proteção no ambiente Virtual
 
Tecnologia da informação aula 2
Tecnologia da informação   aula 2Tecnologia da informação   aula 2
Tecnologia da informação aula 2
 
Confidencialidade.pdf
Confidencialidade.pdfConfidencialidade.pdf
Confidencialidade.pdf
 
Aula si
Aula siAula si
Aula si
 
Serviços Confiáveis - CNASI 2015 (Tiago Tavares)
Serviços Confiáveis - CNASI 2015 (Tiago Tavares)Serviços Confiáveis - CNASI 2015 (Tiago Tavares)
Serviços Confiáveis - CNASI 2015 (Tiago Tavares)
 
A IMPORTÂNCIA DO USO DE ESTRATÉGIAS DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES
A IMPORTÂNCIA DO USO DE ESTRATÉGIAS DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕESA IMPORTÂNCIA DO USO DE ESTRATÉGIAS DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES
A IMPORTÂNCIA DO USO DE ESTRATÉGIAS DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO NAS ORGANIZAÇÕES
 
Seguranca e Controle
Seguranca e ControleSeguranca e Controle
Seguranca e Controle
 
Politica de segurança da informação definição importância elaboração e imple...
Politica de segurança da informação definição  importância elaboração e imple...Politica de segurança da informação definição  importância elaboração e imple...
Politica de segurança da informação definição importância elaboração e imple...
 
56299593 seguranca
56299593 seguranca56299593 seguranca
56299593 seguranca
 
Segurança e Auditoria de Sistemas
Segurança e Auditoria de SistemasSegurança e Auditoria de Sistemas
Segurança e Auditoria de Sistemas
 
Segurança da informação - Maio 2011
Segurança da informação - Maio 2011Segurança da informação - Maio 2011
Segurança da informação - Maio 2011
 
Engenharia Social.docx
Engenharia Social.docxEngenharia Social.docx
Engenharia Social.docx
 
Aula 1 - Introdução a Segurança da Informação
Aula 1 - Introdução a Segurança da InformaçãoAula 1 - Introdução a Segurança da Informação
Aula 1 - Introdução a Segurança da Informação
 
Aula 1 semana
Aula 1 semanaAula 1 semana
Aula 1 semana
 
Gestão da segurança da informação
Gestão da segurança da informaçãoGestão da segurança da informação
Gestão da segurança da informação
 
Capítulo I: A segurança de sistemas da informação & aspectos sociotécnicos
Capítulo I: A segurança de sistemas da informação  &  aspectos sociotécnicosCapítulo I: A segurança de sistemas da informação  &  aspectos sociotécnicos
Capítulo I: A segurança de sistemas da informação & aspectos sociotécnicos
 

Último

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
anapsuls
 

Último (20)

PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docxGeometria para 6 ano retas angulos .docx
Geometria para 6 ano retas angulos .docx
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 

Informação e inteligência competitiva aula 2

  • 1.
  • 2. Segurança da Informação Informação é o resultado do processamento, manipulação e organização de dados. O uso intelectual da informação representa uma modificação (quantitativa ou qualitativa) no conhecimento. Embora não seja único fator responsável pela construção do conhecimento podemos afirmar que a informação é de extrema importância para essa construção. Nesse contexto entendemos que seja muito importante cuidar da sua segurança.
  • 3. A Segurança da Informação está relacionada à proteção de um conjunto de dados, no sentido de preservar o valor que possuem para um indivíduo ou uma organização. Uma informação só é considerada segura quando atende a três requisitos básicos: Confidencialidade Integridade Disponibilidade
  • 4. PLANEJAMENTO DAS AULAS Confidencialidade Essa característica está relacionada ao fato de que somente pessoas autorizadas tenham acesso a informação.
  • 5. PLANEJAMENTO DAS AULAS Integridade A informação tem integridade quando chega ao seu destino com as características originais, ou seja, sem sofrer nenhuma alteração (proposital ou acidental).
  • 6. PLANEJAMENTO DAS AULAS Disponibilidade Tão importante quanto os requisitos descritos anteriormente (confidencialidade e integridade) a disponibilidade da informação é fundamental para que a mesma tenha utilidade. Poder acessar a informação, de forma automática e a qualquer momento, é extremamente importante.
  • 7. Armazenamento digital Uma das características marcantes da sociedade atual é transição do armazenamento das informações do formato analógico para o formato digital. Se por um lado esse tipo de armazenamento diminuiu o espaço físico para guardar as informações por outro fez com que ficassem mais vulneráveis.
  • 8.
  • 9. Computação em nuvem • Armazenamento • Compartilhamento • Colaboração • Software livre • Diminuição de custos
  • 10. Computação em nuvem • Dropbox • Google • Skydrive
  • 12. Ameaças a segurança da informação As ameaças relacionadas a informação são aquelas que vão incidir sobre os aspectos: •Confidencialidade (quando a informação é acessada por pessoas não autorizadas) •Integridade (quando por falta de conhecimento ou de forma intencional as informações são modificadas por pessoas não autorizadas) •Disponibilidade (quando de forma proposital ou acidental deixamos de ter acesso as informações)
  • 13. Tipos de Ataques Interceptação: Considera-se interceptação o acesso a informações por entidades não autorizadas (violação da privacidade e confidencialidade das informações).
  • 14. Tipos de Ataques Interrupção: Pode ser definida como a interrupção do fluxo normal das mensagens ao destino.
  • 15. Tipos de Ataques Modificação: Consiste na modificação de mensagens por entidades não autorizadas, violação da integridade da mensagem.
  • 16. Tipos de Ataques Personificação: Considera-se personificação a entidade que acessa as informações ou transmite mensagem se passando por uma entidade autêntica, violação da autenticidade.
  • 17. Spam Spam é o termo usado para referir-se aos e-mails não solicitados, que geralmente são enviados para um grande número de pessoas. Quando o conteúdo é exclusivamente comercial, esse tipo de mensagem é chamada de UCE (do inglês Unsolicited Commercial E-mail).
  • 18. Phishing Em computação, é uma forma de fraude eletrônica, caracterizada por tentativas de adquirir informações sigilosas, tais como senhas e números de cartão de crédito, ao se fazer passar como uma pessoa confiável ou uma empresa enviando uma comunicação eletrônica oficial, como um correio ou uma mensagem instantânea. Na prática do Phishing surgem artimanhas cada vez mais sofisticadas para "pescar" (do inglês fish) as informações sigilosas dos usuários.
  • 21.
  • 22. Cuidados com a Informação Segurança física Considera as ameaças físicas como incêndios, desabamentos, relâmpagos, alagamento, acesso indevido de pessoas, forma inadequada de tratamento e manuseamento do material. Segurança lógica Atenta contra ameaças ocasionadas por vírus, acessos remotos à rede, backup desatualizados, violação de senhas, etc. Importante destacar que a segurança da informação deve contemplar cuidados com os ataques intencionais (virtuais e físicos) bem como contra acidentes, que ocorrem pelo não conhecimento e /ou falta de atenção de quem esta manipulando a informação.
  • 23. Os elementos da política de segurança A Disponibilidade: o sistema deve estar disponível de forma que quando o usuário necessitar, possa usar. Dados críticos devem estar disponíveis ininterruptamente. A Utilização: o sistema deve ser utilizado apenas para os determinados objetivos. A Integridade: o sistema deve estar sempre íntegro e em condições de ser usado. A Autenticidade: o sistema deve ter condições de verificar a identidade dos usuários, e este ter condições de analisar a identidade do sistema. A Confidencialidade: dados privados devem ser apresentados somente aos donos dos dados ou ao grupo por ele liberado.
  • 24. Biometria [bio (vida) + metria (medida)] é o estudo estatístico das características físicas ou comportamentais dos seres vivos. Os sistemas chamados biométricos podem basear o seu funcionamento em características de diversas partes do corpo humano, por exemplo: os olhos, a palma da mão, as digitais do dedo, a retina ou íris dos olhos.
  • 26. Texto: SEGURANÇA COMO ESTRATÉGIA DE GESTÃO DA INFORMAÇÃO Marcos Aurelio Pchek Laureano e Paulo Eduardo Sobreira Moraes http://www.ppgia.pucpr.br/~euclidesfjr/SEGURANCA_DA_INFORMACAO/economia_tecnologia_seguranca_2005.pdf
  • 27. Blog sobre computação em nuvem: http://escreveassim.com.br/2011/01/26/futuro-computacao-nuvem/ Dropbox: https://www.dropbox.com/ Google: https://www.google.com.br Skydrive https://skydrive.live.com Informações sobre segurança da informação http://www.cetic.br/ Referências
  • 28. Trabalho 2 1) O que muda em relação a segurança da informação na sociedade atual? 2) Qual a importância da segurança da Informação para as empresas? 3) Quais as características necessárias para que possamos considerar que uma informação seja segura? 4) O que diferencia um vírus de um programa qualquer, como um editor de textos, por exemplo? 5) O que diferencia um hacker de um cracker? 6) O que é um antivírus? E qual deve ser a sua principal característica? 7)Qual a diferença entre segurança física e segurança lógica? 8)Quais os benefícios da biometria para a segurança da informação? E sobre qual aspecto da segurança dos dados ela incide? 9)O que você entende por computação em nuvem? Qual a implicação do uso dessa tecnologia para as empresas e para a sociedade como um todo? 10) Quais as ações que você realiza ou deveria realizar para manter a segurança das suas informações (pessoais/profissionais)? Observações: • Este trabalho pode ser feito em grupo com no máximo 6 (seis) alunos • Discutido em sala • Enviado para o e-mail: vwnunes@gmail.com com o assunto: ICC Niterói trabalho 2 • Não esquecer de colocar o nome dos componentes do grupo no trabalho