Cinomose canina

18.084 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina, Tecnologia
0 comentários
13 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.084
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
13
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cinomose canina

  1. 1. Cinomose Canina WWW.VETLABORATORIO.COM.BR
  2. 2. CINOMOSE CANINA <ul><li>A cinomose canina é uma das mais importantes doenças infecciosas em cães de todo o mundo. No Brasil a infecção pelo vírus da cinomose é endêmica e pode resultar em doença multissistêmica aguda ou subaguda, altamente contagiosa. Com freqüência, sinais clínicos neurológicos podem ocorrer durante a fase aguda da doença, várias semanas ou meses após. </li></ul>
  3. 3. CINOMOSE <ul><li>A proteção contra infecção natural durante as primeiras semanas de vida é dada pela transferência passiva de imunoglobulinas. </li></ul><ul><li>Há uma variação individual no nível de proteção, dependendo da imunidade materna (título de anticorpos) e da quantidade de colostro ingerido pelo filhote </li></ul>
  4. 4. CINOMOSE <ul><li>Quando o nível de anticorpos atinge o limiar mínimo os cães se tornam susceptíveis à infecção natural </li></ul><ul><li>Após a exposição ao agente infeccioso, desenvolve-se uma imunidade relativamente longa, com os anticorpos persistindo durante muitos anos </li></ul>
  5. 5. CINOMOSE <ul><li>Resquícios da imunidade passiva interferem na vacinaçãodos animais, por ser o antígeno vacinal neutralizado pelos anticorpos circulantes. </li></ul><ul><li>Níveis ainda suficientemente altos de anticorpos para bloquear a resposta à vacinação podem falhar na proteção da infecção pelo agente virulento. </li></ul><ul><li>Idealmente, o cão deve ser vacinado quando se tornar soronegativo, assegurando-se a máxima resposta sorológica pós-vacinal, associada com a proteção de mais longa duração </li></ul>
  6. 6. Sinais Clínicos e Achados Físicos <ul><li>Os cães infectados pelo vírus da cinomose podem manifestar uma combinação de sinais e/ou lesões respiratórias, gastrintestinais, cutâneas e neurológicas que podem ocorrer em seqüência ou simultaneamente. </li></ul>
  7. 7. Sinais Clínicos e Achados Físicos <ul><li>Vários sinais neurológicos podem ocorrer e a mioclonia geralmente é considerada a manifestação clássica da infecção. A lesão no SNC é apresentada na forma de três síndromes clínicas conhecidas como encefalomielite dos cães jovens, encefalomielite multifocal dos cães adultos e encefalite dos cães idosos </li></ul>
  8. 8. Diagnóstico <ul><li>O diagnóstico da cinomose geralmente baseia-se nos sinais clínicos típicos em um cão jovem (2-6 meses) que tenha uma história de vacinações inadequadas e possibilidades de exposição ao vírus </li></ul>
  9. 9. Diagnóstico <ul><li>No entanto essa manifestação clínica não é tão freqüente, quando esses não ocorrem, o apoio laboratorial é necessário para confirmar a doença </li></ul>
  10. 10. Exames Laboratoriais <ul><li>Dentre os principais achados de hemograma temos a neutropenia, caracterizada pela redução absoluta do número de neutrófilos segmentados, que pode ser explicada por três mecanismos fisiopatogênicos, tais como a diminuição de produção pela medula óssea, a destruição e o aumento da demanda tecidual </li></ul>
  11. 11. Exames Laboratoriais <ul><li>O vírus tem tropismo por células linfóides e pode ocasionar linfopenia transitória que coincide com o primeiro pico virêmico e febril, sendo que esse evento ocorre usualmente antes da manifestação neurológica. Após esse período o número de linfócitos retorna aos valores normais. </li></ul>
  12. 12. Exames Laboratoriais <ul><li>O VetLab oferece vários exames para cinomose e a escolha do melhor exame depende da fase em que se encontra o vírus. </li></ul>
  13. 13. Cinomose, Pesquisa do Corpúsculo de Lentz <ul><li>Realize apenas em filhotes com os primeiros sintomas clínicos, o resultado positivo é diagnóstico definitivo, mas o resultado negativo deve ser interpretado com muita cautela. </li></ul>
  14. 14. Cinomose –Ag <ul><li>Este é um excelente método, pois é rápido e barato, recomendamos seu uso sempre que o animal apresenta os sintomas clássicos. Resultados falso negativos ocorrem quando a amostra certa não é avaliada, por exemplo, na fase neurológica da doença a amostra enviada deverá ser líquor pois pode ocorrer uma não liberação viral no sangue em secreções nesta fase da doença. Em outras fases da doença enviar sempre soro e secreção ocular. </li></ul>
  15. 15. Cinomose IgM <ul><li>É o melhor método quando o animal está em fase aguda (3 a 4 semanas de exposição ao vírus). Vacinações em menos de 35 dias podem apresentar-se com falso positivos. </li></ul>
  16. 16. Cinomose IgG <ul><li>É mais utilizado em diagnóstico em animais que nunca foram vacinados para cinomose, títulos vacinais podem persistirem por até 3 anos. </li></ul><ul><li>É ideal para se avaliar o status imune contra a cinomose, resultando em um teste para se avaliar a necessidade ou não de se revacinar o animal para cinomose. </li></ul>
  17. 17. Cinomose Ag por PCR <ul><li>As mesmas considerações para o exame por imunocromatografia, mais a sensibilidade deste método é maior. </li></ul>
  18. 18. Cinomose Total Ag + IgM + IgG Método de escolha
  19. 19. Tratamento Não há medicamentos anti-virais ou agentes quimioterápicos de valor prático para o tratamento específico da cinomose em cães, antibióticos de amplo espectro são indicados para o controle das infecções bacterianas secundárias, líquidos, eletrólitos, vitaminas do complexo B e complementos nutricionais são indicados para terapia auxiliar
  20. 20. VetLab laboratório de Referência Fonte: http://vetlaboratorio.blogspot.com/search/label/cinomose http://www.qualittas.com.br/documentos/Cinomose%20Canina%20-%20Revisao%20de%20Literatura%20-%20Brunno%20Medeiros%20dos%20Santos.PDF http://www.scielo.br/pdf/bjvras/v38n5/9716.pdf http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-09352003000100018&script=sci_arttext&tlng=es

×