energias renováveis

7.261 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.261
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
183
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
309
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

energias renováveis

  1. 1. Energias renováveis <br />e<br />Energias <br />não-renováveis<br />
  2. 2. Introdução<br /><ul><li>Com este trabalho pretendemos expandir o nosso conhecimento no ramo das energias renováveis e das energias não-renováveis.
  3. 3. Decidimos apresentar este trabalho em PowerPoint pois como o objectivo das energias renováveis é não poluir o ambiente, achamos que devíamos seguir esta ideia de não poluição.</li></li></ul><li>O que é a energia?<br /><ul><li>A energia é tudo o que produz ou pode produzir acção, podendo por isso tomar as mais variadas formas: Energia mecânica, calorífica, gravítica, eléctrica, química, magnética, radiante, nuclear, etc. Tudo isto são manifestações de energia.</li></li></ul><li>O que é a energia renovável?<br /><ul><li>A energia renovável é aquela que é obtida de fontes naturais capazes de se regenerar, e portanto virtualmente inesgotáveis, ao contrário dos recursos não-renováveis.
  4. 4. São conhecidas pela imensa quantidade de energia que contêm, e porque são capazes de se regenerar por meios naturais.</li></li></ul><li>Fontes de energias renováveis<br /><ul><li>Energia solar
  5. 5. Energia das marés
  6. 6. Energia das ondas
  7. 7. Biomassa
  8. 8. Energia eólica
  9. 9. Energia geotérmica
  10. 10. Biogás
  11. 11. Energia hídrica</li></li></ul><li>Energia solar<br /><ul><li>A energia solar é a energia que é captada da energia luminosa do Sol e que é posteriormente utilizada pelo Homem. Esta utilização pode ser mais rústica (usar directamente para aquecimento de água) ou mais complexa, em que é transformada em energia mecânica ou eléctrica. </li></li></ul><li>Vantagens<br /><ul><li>A energia solar não é poluente;
  12. 12. A poluição que decorre do fabrico dos equipamentos é controlável;
  13. 13. A manutenção necessária a estas centrais é mínima;
  14. 14. A potência dos painéis solares aumentou e o seu custo decaiu, tornando-se uma solução ainda mais viável;
  15. 15. A instalação de centrais de captação solar não pretende enormes investimentos em linhas de transmissão.</li></li></ul><li>Desvantagens:<br /><ul><li>Devido às condições climatéricas podem surgir variações na quantidade de energia produzida;
  16. 16.  Durante a noite não existe produção, o que leva a que a energia produzida durante o dia tenha que ser armazenada;
  17. 17. As formas de armazenamento de energia solar que existem são pouco eficientes quando comparadas com as formas de armazenamento de petróleo, gás ou até energia hidroeléctrica;
  18. 18. Locais do mundocom latitudes médias e altas sofrem quebras de produção bruscas durante os meses de Inverno pois estão menos expostos à luz solar e locais com frequência de nebulosidade também padecem do mesmo problema.</li></li></ul><li>Energia hídrica<br /><ul><li>A energia hídrica ou hidroeléctrica provém da força das águas. Aproveitando os desníveis naturais de um rio, ou mesmo criando desníveis é possível aproveitar a energia da força do seu caudal.</li></li></ul><li>Vantagens<br /><ul><li>Há produção de energia eléctrica sem necessidade de poluição;
  19. 19. Dá-se retenção de água a nível regional que pode ser utilizada, se potável, para fins variados (rega, turismo, por exemplo);
  20. 20. Possível regulação do fluxo de inundações de um rio.</li></li></ul><li>Desvantagens:<br /><ul><li>A construção de centrais hidroeléctricas geralmente exige a formação de grandes reservatórios de água, o que provoca profundas alterações nos ecossistemas.;
  21. 21. Dependendo do tipo de relevo e da região onde se encontra o empreendimento, as hidroeléctricas podem também ocasionar o alagamento de terras e o deslocamento de populações ribeirinhas.</li></li></ul><li>Energia eólica<br /><ul><li>Provém do vento. Tem sido aproveitada desde a antiguidade para navegar ou para fazer funcionar os moinhos. É uma das grandes apostas para a expansão da produção de energia eléctrica.</li></li></ul><li>Vantagens<br /><ul><li>É uma fonte de energia segura e renovável;
  22. 22. Não polui;
  23. 23. Suas instalações são móveis, e quando retirada, pode-se refazer toda a área utilizada;
  24. 24. Tempo rápido de construção (menos de 6 meses);
  25. 25. Recurso autónomo e económico;
  26. 26. Cria-se mais emprego.</li></li></ul><li>Desvantagens:<br /><ul><li>Provoca poluição sonora;
  27. 27. Causa grandes mudanças na paisagens.</li></li></ul><li>Energia geotérmica<br /><ul><li>Provém do aproveitamento do calor do interior da Terra, permitindo gerar electricidade e calor.</li></li></ul><li>Vantagens<br /><ul><li>É uma fonte limpa de energia; não é necessário queimar combustível; a produção de energia eléctrica é aceitável.</li></li></ul><li>Desvantagens<br /><ul><li>Cria instabilidade geológica no local onde é instalada; 
  28. 28. Em certos casos pode ser fonte de poluição sonora.</li></li></ul><li>Energia das marés<br /><ul><li>É obtida através do movimento da subida e descida do nível da água do mar.</li></li></ul><li>Vantagens<br /><ul><li>Não é poluente;
  29. 29. Causa pouco impacto ambiental.</li></li></ul><li>Desvantagens<br /><ul><li>Ofornecimento não é continuo;
  30. 30. Apresenta baixo rendimento.</li></li></ul><li>Energia das ondas<br /><ul><li>Consiste no movimento ondulatório das massas da água, por efeito do vento. Pode aproveitar-se para produção de energia eléctrica.</li></li></ul><li>Vantagens<br /><ul><li>Não polui;
  31. 31. É útil para ilhas isoladas e regiões costeiras.</li></li></ul><li>Desvantagens<br /><ul><li>Custos de exploração elevados;
  32. 32. Só em sítios específicos é que se consegue aproveitar a energia.</li></li></ul><li>Biomassa<br /><ul><li>Trata-se do aproveitamento energético da floresta e dos seus resíduos, bem como dos resíduos da agropecuária, da indústria alimentar ou dos resultantes do tratamento de efluentes domésticos e industriais. A partir da biomassa pode produzir-se biogás e biodíesel.</li></li></ul><li>Vantagens<br /><ul><li>Baixo custo de aquisição;
  33. 33. Não emite dióxido de enxofre;
  34. 34. As cinzas são menos agressivas ao meio ambiente que as provenientes de combustíveis fósseis;
  35. 35. Menor corrosão dos equipamentos (caldeiras, fornos);
  36. 36. Menor risco ambiental;
  37. 37. Recurso renovável;
  38. 38. Emissões não contribuem para o efeito estufa.</li></li></ul><li>Desvantagens<br /><ul><li>Menor poder calorífico;
  39. 39. Maior possibilidade de geração de material particulado para a atmosfera. Isto significa maior custo de investimento para a caldeira e os equipamentos para remoção de material particulado;
  40. 40. Emissão de dióxido de carbono para a atmosfera.</li></li></ul><li>Biogás<br /><ul><li>O biogás é considerado um combustível gasoso que possui um conteúdo energético muito elevado, semelhante ao do gás natural. Consideramos o biogás um gás inflamável, produzido por microrganismos.</li></li></ul><li>Vantagens<br /><ul><li>A produção do biogás é importante visto que pode ser a solução para alguns dos nossos problemas da disponibilidade de combustível no meio rural;
  41. 41. Reduz os custos provocados pelo transporte do gás em causa;
  42. 42. Proporciona uma melhor qualidade de vida e poderá evitar a desertificação nas aldeias;
  43. 43. Estimula o produtor rural, possibilitando uma nova fonte de rendimento.</li></li></ul><li>Desvantagens<br /><ul><li>Ocorre a formação de um gás tóxico (sulfídrico). 
  44. 44. É necessária a escolha adequada do material utilizado na construção de um biodigestor, pois a formação de gases corrosivos implica, a longo prazo, um mais elevado custo de manutenção.</li></li></ul><li>O que é a energia não-renovável?<br /><ul><li>A energia não-renovável é aquela que se obtém de fontes que, a curto ou longo prazo, se podem esgotar, exemplos: Petróleo bruto, carvão, gás natural e urânio.</li></li></ul><li>Fontes de energias não-renováveis<br /><ul><li>Petróleo bruto
  45. 45. Gás natural
  46. 46. Carvão
  47. 47. Urânio</li></li></ul><li>Petróleo bruto<br /><ul><li>Substância oleosa, inflamável, geralmente menos densa que a água, com cheiro característico e coloração maioria variada (geralmente preto). É composta na sua por uma grande variedade de hidrocarbonetos. É uma rocha sedimentar biogénica.</li></li></ul><li>Vantagens<br /><ul><li>Reservas para mais de 100 anos;
  48. 48. Elevado poder energético;
  49. 49. Facilmente transportado entre países;
  50. 50. Não implica a utilização de vastas áreas de solo.</li></li></ul><li>Desvantagens<br /><ul><li>A manutenção, em certos países, de preços baixos permite o aumento de resíduos e não encoraja a procura de energias alternativas;
  51. 51. Poluição da atmosfera;
  52. 52. Poluição das águas (acidentes).</li></li></ul><li>Gás natural<br /><ul><li>Mistura de gases (principalmente metano) encontrado frequentemente em combustíveis fósseis, isolado ou acompanhando o petróleo.</li></li></ul><li>Vantagens<br /><ul><li>Bom sistema de distribuição para os níveis de uso actuais; 
  53. 53. Fácil de obter;
  54. 54. Melhor  fonte de energia para o aquecimento de espaços. </li></li></ul><li>Desvantagens<br /><ul><li>Disponibilidade muito limitada como mostrado por faltas durante o inverno nos países frios;
  55. 55. Poderia ser o contribuinte principal do aquecimento global; 
  56. 56. Caro para geração de energia; 
  57. 57. A grande oscilação dos preços conforme  a oferta e a procura.  </li></li></ul><li>Carvão<br /><ul><li> É uma substância de coloração negra e de firme consistência (rocha sedimentar biogénica), amplamente utilizada como combustível.</li></li></ul><li>Vantagens<br /><ul><li>Vastas reservas 225 a 900 anos;
  58. 58. Elevado poder calorífico.</li></li></ul><li>Desvantagens<br /><ul><li>Graves alterações ao nível dos solos, atmosfera e recursos hídricos;
  59. 59. Elevado uso dos solos (incluindo a actividade mineira);
  60. 60. Possibilidade de graves consequências ao nível da saúde humana;
  61. 61. Elevadas emissões de gases com efeito de estufa. </li></li></ul><li>Urânio<br /><ul><li>À temperatura ambiente, o urânio encontra-se no estado sólido . É um elemento metálico radioactivo pertencente à família dos actinídeos.</li></li></ul><li>Vantagens<br /><ul><li>O combustível é barato; 
  62. 62. É a fonte a mais concentrada de geração de energia;
  63. 63. O resíduo é mais o compacto de toda as fontes; 
  64. 64. Base científica extensiva para todo o ciclo; 
  65. 65. Fácil de transportar como novo combustível; 
  66. 66. Nenhum efeito estufa ou chuva ácida.  </li></li></ul><li>Desvantagens<br /><ul><li>É a fonte de maior custo por causa dos sistemas de emergência, de contenção, de resíduo radioactivo e de armazenamento; 
  67. 67. Requer uma solução a longo prazo para os resíduos armazenados em alto nível na maioria dos países; 
  68. 68. Proliferação nuclear potencial.  </li></li></ul><li>Conclusão<br /><ul><li>A energia manifesta-se à nossa volta e nas actividades que desenvolvemos de muitas formas: nada acontece sem energia. A energia faz parte do Universo.
  69. 69. As fontes de energiapodem ser renováveis ou não renováveisconforme o tempo que leva a repor-se a energia que delas vai sendo utilizada.
  70. 70. O século XX recorreu essencialmente a energias poluentes ou sujas, como o petróleo que nos rodeia., gás natural ou carvão. O século XXI irá abrir as portas às energia limpas,que além de não serem poluentessão inesgotáveis.</li></li></ul><li>Bibliografia<br /><ul><li>http://xeque.dsoc.uevora.pt/~fb/7ano/plano7.pdf
  71. 71. http://www.ageneal.pt/DirEscrita/upload/docs/M%C3%B3dulos%20III_IV%20e%20V.pdf
  72. 72. http://www.comciencia.br/reportagens/nuclear/nuclear20.htm
  73. 73. http://tudoenergia.home.sapo.pt/Energia.htm
  74. 74. http://tudoenergia.home.sapo.pt/Energias_n_renovaveis.ht</li></li></ul><li>E.B 2.3 Abação <br />Turma E do 7.º ano<br /> Daniela Oliveira N.º 1<br /> Anabela Leite N.º 2<br /> José Pereira N.º 13<br /> Luís Marques N.º 14<br /> Tiago Sousa N.º 21<br />

×