SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
AS MUDANÇAS FAZEM O MUNDO
GIRAR!!!
 Reforço do que já é praticado
(Ensino tradicional)
 Mudança na concepção de Currículo
(Cultura Digital / Conectivismo)
NOVAS TECNOLOGIAS NA ESCOLA PARA QUÊ?
LABORATÓRIO SALA DE AULA BIBLIOTECA
OUTROS ESPAÇOS
DA U.E.
EVOLUÇÃO
CURRICULO TECNOLOGIA
CURRICULO
TECNOLOGIA
CURRICULO TECNOLOGIA
Utilização da tecnologia de
forma descontextualizada e
alheia ao currículo.
Utilização da tecnologia para
ilustrar alguns conteúdos em
dias e horários pré-definidos.
Integração total ao currículo,
lançando mão de diversos
recursos tecnológicos para o
sucesso do mesmo de forma
significativa e
contextualizada.
“O webcurrículo está a favor do projeto pedagógico. É o currículo que se
desenvolve por meio das tecnologias digitais de informação e comunicação,
especialmente mediado pela internet. Não se trata mais do uso eventual da
tecnologia, mas de uma forma integrada com as atividades em sala de aula.”
Como integrar efetivamente essas tecnologias ao currículo escolar e ao
projeto pedagógico?
A primeira coisa é ter a tecnologia disponível. É por isso que não se
observam resultados tão favoráveis quando há apenas um laboratório para
toda a escola. A tecnologia tem de estar na sala de aula, à mão no momento
da necessidade. Pode ser um pequeno laboratório na sala ou um
computador por aluno. Não que o laboratório não deva existir. Ele precisa
estar na escola, mas passa a ser ressignificado. O laboratório é para uma
atividade mais sofisticada, que exige recursos de uma
reconfiguração, digamos, mais pesada e atualizada.
Beth Almeida
O QUE FALAM POR AÍ...
Beth Almeida
Revista Nova Escola Online – Entrevista 1 e 2
NOSSA REALIDADE – EMEB NEUSAMACELLARO
O que já fazemos O que podemos melhorar
Utilização do laboratório de Informática
de forma contextualizada ao currículo.
Utilizar com maior autonomia o
laboratório, inclusive nos horários de
agendamento sem a Pape.
Iniciativa de exploração dos Laptops
sem resistência ao novo.
Buscar meios de utilização dos Laptops
e outros recursos a fim que os mesmos
possam contribuir com os conteúdos e
atividades planejadas.
Abertura à novas idéias e formas de
aprendizagens diferentes.
Utilizar mais a Web como forma de
produção e publicação diminuindo o
fluxo de impressões e mídias utilizadas
(CDs, pendrive), dando assim função
social atual as mesmas.
Investimento em uma postura crítica e
investigativa por parte dos alunos.
Criar funcionalidade às pesquisas,
investindo no protagonismo infantil e na
autoria em rede.
COMEÇAR NAS PEQUENAS
COISAS
Detalhar melhor os planejamentos em parceria com o
Pape, descrevendo todas as etapas para conhecimento de todos os
envolvidos;
Investir na autonomia na aula, principalmente em atividades que não
requerem a presença do Pape;
Utilizar o laboratório mais vezes através do agendamento, tornando-o
um espaço favorável em diversos momentos do planejamento e da prática
docente;
Trabalhar por rodízios de acordo com o planejado, utilizando o papel
do Pape para auxiliar na extensão do planejamento além do laboratório e
com recursos variados;
Utilizar os Laptops de forma mais efetiva e contextualizada.
Criar uma prática de produção na Web e outras formas pensando assim
no uso consciente de papel e tinta na produção final dos projetos.
EXEMPLO
Tomemos como exemplo o trabalho realizado pelos 2ºanos do ciclo II no
ano passado, onde os alunos criaram um calendário 2012 com edição de
imagem. Como poderia ficar este trabalho hoje.
VEJAMOS AS ETAPAS
Apresentação do
projeto, exemplo de
produto e caminho a
percorrer
Pesquisa sobre a
biografia de Alfredo
Volpi
Pesquisa de imagem
sobre o artista e
escolha de uma para
salvar.
Pesquisa de imagem
sobre o artista e escolha
de uma para salvar.
Fotografar os alunos
na pose em que se
imaginam na obra.
Apresentar o programa
para edição da imagem
recortando o fundo.
Recortar o fundo da
foto.
Recortar o fundo da foto.
Recortar o fundo da
foto.
Inserir a foto editada
no quadro do Volpi
Inserir a foto editada
no quadro do Volpi
Fechar as imagens
editadas em uma só.
Apresentar o calendário
e as modificações que
farão.
Customizar calendário Customizar calendário Imprimir Entregar aos alunos.
Branco: s/ Pape – Amarelo: c/ Pape
O QUE GANHAMOS COM ISSO?
O maior ganho é sem dúvida a mudança de postura em relação ás NTICs,
mudança esta que será percebida por todos, principalmente pelos alunos e
comunidade escolar, mas podemos destacar alguns pontos interessantes:
Alargamento da relação Professor – Pape nos bastidores e
planejamento;
Reconhecimento do valor da tecnologia para auxiliar na rotina de classe
e não mais um recurso a ser utilizado;
Ampliação do uso de outros recursos tecnológicos muitas vezes
esquecidos;
Diversificação dos espaços físicos para o uso da tecnologia.
TROCANDO EM MIÚDOS
Geralmente na
seção ou outro
lab.
Agendamento
Formação UCA
ou reunião.
Agendamento
Projetos
específico ou
a combinar
Atendimento Lab
•1ª séries
•Apresentação de projeto
•Utilização de programas e ferramentas
•Finalização e fechamento de trabalhos
Atendimento Laptop
•Uso de softwares
•Sites de pesquisas
•Atividades iniciadas
•Aula expositiva
Robótica na
grade.
Possibilidade
de aula dupla
RECADINHOS DO CORAÇÃO
Laboratório
Planejamento – Instrumento.
Lista com organização dos
alunos no Lab.
Inicio do planejado – Março.
Impressão
Robótica – replanejamento.
Laptops
Laptops – 40+170.
Carrinho para transporte.
Access Point e rede.
Nova organização para
utilização.
Carrinho para carregamento e
pontos de acesso.
Planejamento
Obrigada pela atenção!!!
SÓ COMEÇA VOAR QUEM SE LANÇA DE
ALGUM LUGAR!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto Final MíDias
Projeto Final MíDiasProjeto Final MíDias
Projeto Final MíDiasgisle
 
Tecnologia e educação leide
Tecnologia e educação leideTecnologia e educação leide
Tecnologia e educação leideDri Leide
 
Webquests - Uma aventura na web
Webquests - Uma aventura na webWebquests - Uma aventura na web
Webquests - Uma aventura na webMilena Jorge
 
Metodologias ativas para o ensino presencial, híbrido e remoto ea d
Metodologias ativas para o ensino presencial, híbrido e remoto ea dMetodologias ativas para o ensino presencial, híbrido e remoto ea d
Metodologias ativas para o ensino presencial, híbrido e remoto ea dIgor Paim III
 
Portfolio de curso adão
Portfolio de curso  adãoPortfolio de curso  adão
Portfolio de curso adãoadao1
 
Orientações para a realização do projeto
Orientações para a realização do projetoOrientações para a realização do projeto
Orientações para a realização do projetoJuliana Leão Machado
 
Projetoramos
ProjetoramosProjetoramos
Projetoramosgulega
 
Reflexão módulo 2 - Vera Oliveira
Reflexão módulo 2 - Vera OliveiraReflexão módulo 2 - Vera Oliveira
Reflexão módulo 2 - Vera OliveiraVera Oliveira
 
Sociedade em rede ferramentas da web 2-0 - corrigido
Sociedade em rede   ferramentas da web 2-0 -  corrigidoSociedade em rede   ferramentas da web 2-0 -  corrigido
Sociedade em rede ferramentas da web 2-0 - corrigidoAlice_brandao
 
Reflexão módulo 3 - vera oliveira
Reflexão módulo 3 - vera oliveiraReflexão módulo 3 - vera oliveira
Reflexão módulo 3 - vera oliveiraVera Oliveira
 
Pesquisa e aprendizagem em um ambiente construtivista
Pesquisa e aprendizagem em um ambiente construtivistaPesquisa e aprendizagem em um ambiente construtivista
Pesquisa e aprendizagem em um ambiente construtivistaWeb Currículo PUC-SP
 
Poster ativ 2_11_francineide
Poster ativ 2_11_francineidePoster ativ 2_11_francineide
Poster ativ 2_11_francineidefrancineidebr
 

Mais procurados (17)

Projeto Final MíDias
Projeto Final MíDiasProjeto Final MíDias
Projeto Final MíDias
 
Tecnologia e educação leide
Tecnologia e educação leideTecnologia e educação leide
Tecnologia e educação leide
 
Webquests - Uma aventura na web
Webquests - Uma aventura na webWebquests - Uma aventura na web
Webquests - Uma aventura na web
 
Portfolio
PortfolioPortfolio
Portfolio
 
Metodologias ativas para o ensino presencial, híbrido e remoto ea d
Metodologias ativas para o ensino presencial, híbrido e remoto ea dMetodologias ativas para o ensino presencial, híbrido e remoto ea d
Metodologias ativas para o ensino presencial, híbrido e remoto ea d
 
Portfolio de curso adão
Portfolio de curso  adãoPortfolio de curso  adão
Portfolio de curso adão
 
Orientações para a realização do projeto
Orientações para a realização do projetoOrientações para a realização do projeto
Orientações para a realização do projeto
 
Projetoramos
ProjetoramosProjetoramos
Projetoramos
 
Reflexão módulo 2 - Vera Oliveira
Reflexão módulo 2 - Vera OliveiraReflexão módulo 2 - Vera Oliveira
Reflexão módulo 2 - Vera Oliveira
 
Sociedade em rede ferramentas da web 2-0 - corrigido
Sociedade em rede   ferramentas da web 2-0 -  corrigidoSociedade em rede   ferramentas da web 2-0 -  corrigido
Sociedade em rede ferramentas da web 2-0 - corrigido
 
Como fazer um Hangout no Google+ com seus alunos
Como fazer um Hangout no Google+ com seus alunos  Como fazer um Hangout no Google+ com seus alunos
Como fazer um Hangout no Google+ com seus alunos
 
Reflexão módulo 3 - vera oliveira
Reflexão módulo 3 - vera oliveiraReflexão módulo 3 - vera oliveira
Reflexão módulo 3 - vera oliveira
 
Educação inovadora
Educação inovadoraEducação inovadora
Educação inovadora
 
Aula 4
Aula 4Aula 4
Aula 4
 
Pesquisa e aprendizagem em um ambiente construtivista
Pesquisa e aprendizagem em um ambiente construtivistaPesquisa e aprendizagem em um ambiente construtivista
Pesquisa e aprendizagem em um ambiente construtivista
 
eportefolio
eportefolioeportefolio
eportefolio
 
Poster ativ 2_11_francineide
Poster ativ 2_11_francineidePoster ativ 2_11_francineide
Poster ativ 2_11_francineide
 

Destaque

Nicole TICs na Educação
Nicole TICs na EducaçãoNicole TICs na Educação
Nicole TICs na EducaçãoNicole Cóia
 
O uso das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) por professores...
O uso das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) por professores...O uso das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) por professores...
O uso das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) por professores...Angelo Branco
 
Tic’s na educação profa. suzy dayse
Tic’s na educação profa. suzy dayseTic’s na educação profa. suzy dayse
Tic’s na educação profa. suzy dayseTony
 
Uso das TIC na Educação - Prefeitura Municipal de Uberaba
Uso das TIC na Educação - Prefeitura Municipal de UberabaUso das TIC na Educação - Prefeitura Municipal de Uberaba
Uso das TIC na Educação - Prefeitura Municipal de Uberabamariaassuncao
 
Aprendizagem com aplicativos digitais na escola 3.0
Aprendizagem com aplicativos digitais na escola 3.0Aprendizagem com aplicativos digitais na escola 3.0
Aprendizagem com aplicativos digitais na escola 3.0Simpósio Hipertexto
 
O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa
O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa
O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa Jamille Rabelo
 
Apresentacao Artigo Desafios Das Tic S Na Educacao
Apresentacao Artigo Desafios Das Tic S Na EducacaoApresentacao Artigo Desafios Das Tic S Na Educacao
Apresentacao Artigo Desafios Das Tic S Na EducacaoAna Beatriz
 
A importância das TICs na educação
A importância das TICs na educaçãoA importância das TICs na educação
A importância das TICs na educaçãomagalipaula
 
Tecnologia da informação e comunicação
Tecnologia da informação e comunicaçãoTecnologia da informação e comunicação
Tecnologia da informação e comunicaçãoRenyelle Meira
 
O Uso da Informática Na Aula De PortuguêS
O Uso da Informática Na Aula De PortuguêSO Uso da Informática Na Aula De PortuguêS
O Uso da Informática Na Aula De PortuguêSguest99ce03
 
O ensino de Língua Portuguesa e as TIC
O ensino de Língua Portuguesa e as TICO ensino de Língua Portuguesa e as TIC
O ensino de Língua Portuguesa e as TICEdilaniajati
 
Exemplo de algumas atividades realizadas no curso TIC na Educação na E.M. And...
Exemplo de algumas atividades realizadas no curso TIC na Educação na E.M. And...Exemplo de algumas atividades realizadas no curso TIC na Educação na E.M. And...
Exemplo de algumas atividades realizadas no curso TIC na Educação na E.M. And...rmarangon07
 
Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro Isabel Aguiar
 
Rebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blogRebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blogIsabel Aguiar
 
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870Isabel Aguiar
 
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILIsabel Aguiar
 
SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889Isabel Aguiar
 
A EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXA EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXIsabel Aguiar
 
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIOQUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIOIsabel Aguiar
 

Destaque (20)

Nicole TICs na Educação
Nicole TICs na EducaçãoNicole TICs na Educação
Nicole TICs na Educação
 
O uso das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) por professores...
O uso das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) por professores...O uso das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) por professores...
O uso das novas Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) por professores...
 
Tic’s na educação profa. suzy dayse
Tic’s na educação profa. suzy dayseTic’s na educação profa. suzy dayse
Tic’s na educação profa. suzy dayse
 
Uso das TIC na Educação - Prefeitura Municipal de Uberaba
Uso das TIC na Educação - Prefeitura Municipal de UberabaUso das TIC na Educação - Prefeitura Municipal de Uberaba
Uso das TIC na Educação - Prefeitura Municipal de Uberaba
 
Aprendizagem com aplicativos digitais na escola 3.0
Aprendizagem com aplicativos digitais na escola 3.0Aprendizagem com aplicativos digitais na escola 3.0
Aprendizagem com aplicativos digitais na escola 3.0
 
Tics na Educação
Tics na EducaçãoTics na Educação
Tics na Educação
 
O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa
O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa
O uso da tecnologia nas aulas de língua portuguesa
 
Apresentacao Artigo Desafios Das Tic S Na Educacao
Apresentacao Artigo Desafios Das Tic S Na EducacaoApresentacao Artigo Desafios Das Tic S Na Educacao
Apresentacao Artigo Desafios Das Tic S Na Educacao
 
A importância das TICs na educação
A importância das TICs na educaçãoA importância das TICs na educação
A importância das TICs na educação
 
Tecnologia da informação e comunicação
Tecnologia da informação e comunicaçãoTecnologia da informação e comunicação
Tecnologia da informação e comunicação
 
O Uso da Informática Na Aula De PortuguêS
O Uso da Informática Na Aula De PortuguêSO Uso da Informática Na Aula De PortuguêS
O Uso da Informática Na Aula De PortuguêS
 
O ensino de Língua Portuguesa e as TIC
O ensino de Língua Portuguesa e as TICO ensino de Língua Portuguesa e as TIC
O ensino de Língua Portuguesa e as TIC
 
Exemplo de algumas atividades realizadas no curso TIC na Educação na E.M. And...
Exemplo de algumas atividades realizadas no curso TIC na Educação na E.M. And...Exemplo de algumas atividades realizadas no curso TIC na Educação na E.M. And...
Exemplo de algumas atividades realizadas no curso TIC na Educação na E.M. And...
 
Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro
 
Rebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blogRebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blog
 
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
 
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
 
SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889
 
A EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXA EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIX
 
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIOQUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
 

Semelhante a Tecnologia Educacional

Seminário tecnoeduc
Seminário tecnoeducSeminário tecnoeduc
Seminário tecnoeducjbatista_rs
 
As tendências do laboratório de informática nas instituições de ensino
As tendências do laboratório de informática nas instituições de ensinoAs tendências do laboratório de informática nas instituições de ensino
As tendências do laboratório de informática nas instituições de ensinoElizabeth Fantauzzi
 
O uso de novas tecnologias no ensino de Geografia
O uso de novas tecnologias no ensino de GeografiaO uso de novas tecnologias no ensino de Geografia
O uso de novas tecnologias no ensino de GeografiaLarissa Gomes
 
Portfolio de curso adão
Portfolio de curso  adãoPortfolio de curso  adão
Portfolio de curso adãoadao1
 
Por que utilizar tecnologias nas escolas?
Por que utilizar tecnologias nas escolas?Por que utilizar tecnologias nas escolas?
Por que utilizar tecnologias nas escolas?AnnaTayla
 
ARTIGO DO ELSON_124441.pptx
ARTIGO DO ELSON_124441.pptxARTIGO DO ELSON_124441.pptx
ARTIGO DO ELSON_124441.pptxmario oliveira
 
Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0
Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0
Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0leneviana
 
Relatório final oficina de formação isabel ricardo
Relatório final  oficina de formação isabel ricardoRelatório final  oficina de formação isabel ricardo
Relatório final oficina de formação isabel ricardoJoão Alves Ribeiro Ferreira
 
A Pratica Pedagógica e as ferramentas da WEB 2.0
A Pratica Pedagógica e as ferramentas da WEB 2.0A Pratica Pedagógica e as ferramentas da WEB 2.0
A Pratica Pedagógica e as ferramentas da WEB 2.0marciardaia
 
Apresentação1 do 3º encontro
Apresentação1 do 3º encontroApresentação1 do 3º encontro
Apresentação1 do 3º encontromaucandido
 
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESOFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESjosemilia17
 
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESOFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESjosemilia17
 
OFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVES
OFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVESOFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVES
OFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVESjosemilia17
 

Semelhante a Tecnologia Educacional (20)

Seminário tecnoeduc
Seminário tecnoeducSeminário tecnoeduc
Seminário tecnoeduc
 
As tendências do laboratório de informática nas instituições de ensino
As tendências do laboratório de informática nas instituições de ensinoAs tendências do laboratório de informática nas instituições de ensino
As tendências do laboratório de informática nas instituições de ensino
 
Apresentacao Mestrado Tecn Ed PUC-SP
Apresentacao Mestrado Tecn Ed PUC-SPApresentacao Mestrado Tecn Ed PUC-SP
Apresentacao Mestrado Tecn Ed PUC-SP
 
O uso de novas tecnologias no ensino de Geografia
O uso de novas tecnologias no ensino de GeografiaO uso de novas tecnologias no ensino de Geografia
O uso de novas tecnologias no ensino de Geografia
 
Apresentação do lie
Apresentação do lieApresentação do lie
Apresentação do lie
 
Ativ1 4 lucileide-nascimeto
Ativ1 4 lucileide-nascimetoAtiv1 4 lucileide-nascimeto
Ativ1 4 lucileide-nascimeto
 
Portfolio de curso adão
Portfolio de curso  adãoPortfolio de curso  adão
Portfolio de curso adão
 
Por que utilizar tecnologias nas escolas?
Por que utilizar tecnologias nas escolas?Por que utilizar tecnologias nas escolas?
Por que utilizar tecnologias nas escolas?
 
Webquest slide TIC
Webquest slide TICWebquest slide TIC
Webquest slide TIC
 
ARTIGO DO ELSON_124441.pptx
ARTIGO DO ELSON_124441.pptxARTIGO DO ELSON_124441.pptx
ARTIGO DO ELSON_124441.pptx
 
Conahpa 2013 AeN JP
Conahpa 2013 AeN JPConahpa 2013 AeN JP
Conahpa 2013 AeN JP
 
Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0
Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0
Experiência de uso educacional de ferramenta web 2.0
 
Relatório final oficina de formação isabel ricardo
Relatório final  oficina de formação isabel ricardoRelatório final  oficina de formação isabel ricardo
Relatório final oficina de formação isabel ricardo
 
A Pratica Pedagógica e as ferramentas da WEB 2.0
A Pratica Pedagógica e as ferramentas da WEB 2.0A Pratica Pedagógica e as ferramentas da WEB 2.0
A Pratica Pedagógica e as ferramentas da WEB 2.0
 
Apresentação1 do 3º encontro
Apresentação1 do 3º encontroApresentação1 do 3º encontro
Apresentação1 do 3º encontro
 
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth AlmeidaWie2010 Formacao UCA Beth Almeida
Wie2010 Formacao UCA Beth Almeida
 
Apresentaçãocurso
ApresentaçãocursoApresentaçãocurso
Apresentaçãocurso
 
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESOFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
 
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESOFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
 
OFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVES
OFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVESOFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVES
OFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVES
 

Último

22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaaCarolineFrancielle
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxSolangeWaltre
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfrarakey779
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-carloseduardogonalve36
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 

Último (20)

22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 

Tecnologia Educacional

  • 1. AS MUDANÇAS FAZEM O MUNDO GIRAR!!!
  • 2.  Reforço do que já é praticado (Ensino tradicional)  Mudança na concepção de Currículo (Cultura Digital / Conectivismo) NOVAS TECNOLOGIAS NA ESCOLA PARA QUÊ? LABORATÓRIO SALA DE AULA BIBLIOTECA OUTROS ESPAÇOS DA U.E.
  • 3. EVOLUÇÃO CURRICULO TECNOLOGIA CURRICULO TECNOLOGIA CURRICULO TECNOLOGIA Utilização da tecnologia de forma descontextualizada e alheia ao currículo. Utilização da tecnologia para ilustrar alguns conteúdos em dias e horários pré-definidos. Integração total ao currículo, lançando mão de diversos recursos tecnológicos para o sucesso do mesmo de forma significativa e contextualizada.
  • 4. “O webcurrículo está a favor do projeto pedagógico. É o currículo que se desenvolve por meio das tecnologias digitais de informação e comunicação, especialmente mediado pela internet. Não se trata mais do uso eventual da tecnologia, mas de uma forma integrada com as atividades em sala de aula.” Como integrar efetivamente essas tecnologias ao currículo escolar e ao projeto pedagógico? A primeira coisa é ter a tecnologia disponível. É por isso que não se observam resultados tão favoráveis quando há apenas um laboratório para toda a escola. A tecnologia tem de estar na sala de aula, à mão no momento da necessidade. Pode ser um pequeno laboratório na sala ou um computador por aluno. Não que o laboratório não deva existir. Ele precisa estar na escola, mas passa a ser ressignificado. O laboratório é para uma atividade mais sofisticada, que exige recursos de uma reconfiguração, digamos, mais pesada e atualizada. Beth Almeida O QUE FALAM POR AÍ... Beth Almeida Revista Nova Escola Online – Entrevista 1 e 2
  • 5. NOSSA REALIDADE – EMEB NEUSAMACELLARO O que já fazemos O que podemos melhorar Utilização do laboratório de Informática de forma contextualizada ao currículo. Utilizar com maior autonomia o laboratório, inclusive nos horários de agendamento sem a Pape. Iniciativa de exploração dos Laptops sem resistência ao novo. Buscar meios de utilização dos Laptops e outros recursos a fim que os mesmos possam contribuir com os conteúdos e atividades planejadas. Abertura à novas idéias e formas de aprendizagens diferentes. Utilizar mais a Web como forma de produção e publicação diminuindo o fluxo de impressões e mídias utilizadas (CDs, pendrive), dando assim função social atual as mesmas. Investimento em uma postura crítica e investigativa por parte dos alunos. Criar funcionalidade às pesquisas, investindo no protagonismo infantil e na autoria em rede.
  • 6. COMEÇAR NAS PEQUENAS COISAS Detalhar melhor os planejamentos em parceria com o Pape, descrevendo todas as etapas para conhecimento de todos os envolvidos; Investir na autonomia na aula, principalmente em atividades que não requerem a presença do Pape; Utilizar o laboratório mais vezes através do agendamento, tornando-o um espaço favorável em diversos momentos do planejamento e da prática docente; Trabalhar por rodízios de acordo com o planejado, utilizando o papel do Pape para auxiliar na extensão do planejamento além do laboratório e com recursos variados; Utilizar os Laptops de forma mais efetiva e contextualizada. Criar uma prática de produção na Web e outras formas pensando assim no uso consciente de papel e tinta na produção final dos projetos.
  • 7. EXEMPLO Tomemos como exemplo o trabalho realizado pelos 2ºanos do ciclo II no ano passado, onde os alunos criaram um calendário 2012 com edição de imagem. Como poderia ficar este trabalho hoje. VEJAMOS AS ETAPAS Apresentação do projeto, exemplo de produto e caminho a percorrer Pesquisa sobre a biografia de Alfredo Volpi Pesquisa de imagem sobre o artista e escolha de uma para salvar. Pesquisa de imagem sobre o artista e escolha de uma para salvar. Fotografar os alunos na pose em que se imaginam na obra. Apresentar o programa para edição da imagem recortando o fundo. Recortar o fundo da foto. Recortar o fundo da foto. Recortar o fundo da foto. Inserir a foto editada no quadro do Volpi Inserir a foto editada no quadro do Volpi Fechar as imagens editadas em uma só. Apresentar o calendário e as modificações que farão. Customizar calendário Customizar calendário Imprimir Entregar aos alunos. Branco: s/ Pape – Amarelo: c/ Pape
  • 8. O QUE GANHAMOS COM ISSO? O maior ganho é sem dúvida a mudança de postura em relação ás NTICs, mudança esta que será percebida por todos, principalmente pelos alunos e comunidade escolar, mas podemos destacar alguns pontos interessantes: Alargamento da relação Professor – Pape nos bastidores e planejamento; Reconhecimento do valor da tecnologia para auxiliar na rotina de classe e não mais um recurso a ser utilizado; Ampliação do uso de outros recursos tecnológicos muitas vezes esquecidos; Diversificação dos espaços físicos para o uso da tecnologia.
  • 9. TROCANDO EM MIÚDOS Geralmente na seção ou outro lab. Agendamento Formação UCA ou reunião. Agendamento Projetos específico ou a combinar Atendimento Lab •1ª séries •Apresentação de projeto •Utilização de programas e ferramentas •Finalização e fechamento de trabalhos Atendimento Laptop •Uso de softwares •Sites de pesquisas •Atividades iniciadas •Aula expositiva Robótica na grade. Possibilidade de aula dupla
  • 10. RECADINHOS DO CORAÇÃO Laboratório Planejamento – Instrumento. Lista com organização dos alunos no Lab. Inicio do planejado – Março. Impressão Robótica – replanejamento. Laptops Laptops – 40+170. Carrinho para transporte. Access Point e rede. Nova organização para utilização. Carrinho para carregamento e pontos de acesso. Planejamento
  • 11. Obrigada pela atenção!!! SÓ COMEÇA VOAR QUEM SE LANÇA DE ALGUM LUGAR!