,a

&fã/ Han;  T/ /ru/ [wri/ (z/ r/«i : yin/ Jo FÇ/ /eyrc - 
Í
. Dz-u/ ;i/ rze/ ¡íar

Ge2!>zur2¡: ~a

Pouso Alegre,  17 de...
Táxi/ rrenan¡ / ruurv/ za/  a?  .Jiu/ Ato @Qt/ ÃO e - 

Gabinete Pa/ “lante/ ttare

Copasa no tocante à proteção de nascen...
ÉCÍMC/ Wá Ti/ Á// z/r-r/ /a/   ; Wo/ Mo “gt/ deparei - 

Gain/ nele Parlamentar

para consumo final,  inclusive abastecime...
kÉ/ (Í/ l/(l/ (I ^ / Áu. «2-/ /i««Q/ › . Jiu/ Jo nçí/ /e/ gpal - «T»

¡Çfefibinetee . Peii/ airientar'

hídrica,  a fim de...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ofício sugerindo Decreto de Estado de Alerta

320 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
320
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
147
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ofício sugerindo Decreto de Estado de Alerta

  1. 1. ,a &fã/ Han; T/ /ru/ [wri/ (z/ r/«i : yin/ Jo FÇ/ /eyrc - Í . Dz-u/ ;i/ rze/ ¡íar Ge2!>zur2¡: ~a Pouso Alegre, 17 de outubro de 2014. yzcéghaw _19//0/&0/7_ / z , xa Oficio N° 157/2014 Ao Exmo. Sr. Agnaldo Perugini Prefeito Municipal Senhor Prefeito, Cumprimentando-o cordialmente, sirvo-me do presente. observando a previsão dos Institutos Climatológicos e os níveis de água no Rio Mandú e Sapucaí, ainda, na ausência de comunicação oficial da Empresa Concessionária de Água, sugere ao Poder Executivo, a convocação da Defesa Civil para decretar ESTADO DE ALERTA para Escassez de Água no município de Pouso Alegre, para que sejam tomadas todas as medidas possíveis, de imediato pelos motivos que seguem: Considerando as inúmeras vezes em que, por meio de meu mandato, alertei sobre o eventual problema de escassez de água e os desdobramentos negativos desse colapso; Considerando o não pagamento, por parte da empresa concessionária, a Copasa, da outorga pela captação de água; Considerando a cobrança de taxa de esgoto de 90% sobre o valor da água, mas que não é tratado em sua totalidade; Considerando a ausência de investimentos da Vereador Maurício Tutty - PROS Gabinete O4 - Câmara Municipal de Pouso Alegre I Avenida São Francisco, 320 - Primavera Email: mauricio. tutt cm a. m . ov. br l vereadormtutty. b1ogspot. com. br
  2. 2. Táxi/ rrenan¡ / ruurv/ za/ a? .Jiu/ Ato @Qt/ ÃO e - Gabinete Pa/ “lante/ ttare Copasa no tocante à proteção de nascentes e áreas de preservação permanente; Considerando o lançamento irregular de esgoto nos rios Mandu e Sapucaí Mirim, já comprovado por imagens e vídeos, que causaram, só neste ano, a mortandade de centenas de milhares peixes, além dos riscos oferecidos à saúde; Considerando a ausência de uma medida mais ampla de educação ambiental, a ñm de propiciar a diminuição e/ ou consumo consciente da água; Considerando a proposta de implantação do IPTU Verde, no qual as edificações que adotarem medidas sustentáveis obterão incentivo fiscal por parte do Poder Público; Considerando a proposta de implantação do Ecocrédito, no qual os proprietários rurais que se tomaram produtores de águas, protegendo nascentes e mananciais, ganharão incentivos por meio da criação de uma “moeda verde": Considerando a Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRH), instituída pela Lei n° 9433, que já estabelece alguns instrumentos voltados à racionalização do uso dos recursos hídricos, conforme a seguir: “A outorga A outorga tem por objetivo assegurar o controle qualitativo e quantitativo do uso da água e deve ser requerida para os seguintes casos: (i) quando há derivação ou captação de parcela da água existente em um corpo d 'água Vereador Maurício Tutty - PROS Gabinete 04 - Câmara Municipal de Pouso Alegre | Avenida São Francisco, 320 - Primavera z ! Email: mauricio. tutty@cmpa. mg. gov. br | vereadomitutty. blogspot. com. br / ç/f/ QIÉF
  3. 3. ÉCÍMC/ Wá Ti/ Á// z/r-r/ /a/ ; Wo/ Mo “gt/ deparei - Gain/ nele Parlamentar para consumo final, inclusive abastecimento público, ou insumo de processo produtivo; (ii) nos casos de extração de água de aqüifero subterrâneo para consumo _final ou insumo de processo produtivo; (iii) quando houver lançamento em corpo de água de esgotos e demais residuos líquidos ou gasosos, tratados ou não, com o fim de sua diluição, transporte ou disposição final; (iv) no caso de uso de recursos hídricos com _fins de aproveitamento dos potenciais hidrelétricas: (iv) outros usos que alterem o regime, a quantidade ou a qualidade da água existente em um corpo de água. A cobrança pelo uso da água A cobrança pelo uso da água é uma remuneração pelo uso de um bem público, cujo preço é fixado a partir de um pacto entre os usuários da água, a sociedade civil e o poder público no âmbito dos Comitês de Bacia Hidrográfica - CBHs, a quem a Legislação Brasileira estabelece a competência de pactuar e propor ao respectivo Conselho de Recursos Hídricos os mecanismos e valores de Cobrança a serem adotados na sua área de atuação Considerando evitar a necessidade de se fazer cumprir o disposto na Lei n° 11.445/2007, de saneamento básico, traz, em seu artigo 46: “em situação crítica de escassez ou contaminação de recursos hídricos que obrigue à adoção de racionamento, declarada pela autoridade gestora de recursos hídricos', o ente regulador poderá adotar mecanismos tarifários de contingência, com objetivo de cobrir custos adicionais decorrentes, garantindo o equilibra financeiro da prestação do serviço e a gestão da demanda Considerando a alteração nesta mesma lei, promovida pela Lei n° 12.862/2013, que inclui o inciso XIII no art. 2°: “adoção de medidas de fomento à moderação do consumo de água Considerando que os órgãos de monitoramento meteorológico em todo o Brasil já decretaram Estado de Observação em relação à crise Vereador Maurício Tutty - PROS Gabinete O4 - Câmara Municipal de Pouso Alegre | Avenida São Francisco, 320 - Primavera Email: mauriciolutt cm a. m . ov. br| vereadorrntutty. blogspot. com. br , ' »um t' l / _// -/ r' j, ,
  4. 4. kÉ/ (Í/ l/(l/ (I ^ / Áu. «2-/ /i««Q/ › . Jiu/ Jo nçí/ /e/ gpal - «T» ¡Çfefibinetee . Peii/ airientar' hídrica, a fim de que os municípios se organizem e divulguem a situação para a população se preparar e tomar medidas preventivas. Observando a previsão dos Institutos Climatológicos e os niveis de água no Rio Mandú e, ainda, na ausência de comunicação oficial da Empresa Concessionária de Água, solicito ao Poder Executivo, a convocação da Defesa Civil para decretar ESTADO DE ALERTA para Escassez de Água no município de Pouso Alegre, para que sejam tomadas todas as medidas possíveis, de imediato. Considerando que o mandato desse vereador sempre busca apontar os problemas e propor soluções, encaminho a Vossa Excelência o Projeto de Lei que Institui o Programa Municipal de Conservação, uso racional e reaproveitamento das , bem como, reitero o pedido de envio do projeto de Lei que trata do IPTU Verde e faça a revisão e ampliação do pagamento via UF M no Projeto de Lei do Ecocredito. Nada mais havendo a tratar. reitero meus préstimos de elevada estima e consideração, agradeço antecipadamente e subscrevo-me. Atenciosamente, «A ' z# 'x / “Mauricio Tutty Vereador Vereador Maurício Tutty - PROS Gabinete 04 - Câmara Municipal de Pouso Alegre l Avenida São Francisco, 320 - Primavera Email: mauricio. tutty@cmpa. mg. gov. br | vereadormtutty. blogspot. com. br

×