Domínios morfoclimático - Araucária

896 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado à disciplina Biogeografia.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
896
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
50
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Domínios morfoclimático - Araucária

  1. 1. UNIVERSIDADE CATÓLICA DO SALVADOR DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS ARAUCÁRIA ALUNOS: JADSON MACÊDO THALES ANDRADE VERA LÚCIA Salvador, 2015
  2. 2. ROTEIRO • CONCEITOS DE DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS • SITUAÇÃO GEOGRÁFICA • LOCALIZAÇÃO • MAPA DE LOCALIZAÇÃO • CARACTERÍSTICA DO POVOAMENTO • CONDIÇÕES AMBIENTAIS E ECONOMICAMENTE SUSTENTÁVEIS • RELEVO • SOLO • CLIMA • HIDROGRAFIA • FLORA • FAUNA • IMPACTOS AMBIENTAIS • CURIOSIDADES • REFERÊNCIAS
  3. 3. CONCEITOS DE DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS • Os domínios morfoclimáticos brasileiros são definidos a partir das características climáticas, botânicas, pedológicas, hidrológicas e fitogeográficas; com esses aspectos é possível delimitar seis regiões de domínio morfoclimático. • Devido à extensão territorial do Brasil ser muito grande, vamos nos defrontar com domínios muito diferenciados uns dos outros. Esta classificação feita, segundo o geógrafo Aziz Ab’Sáber (1970), dividiu o Brasil em seis. Fonte:https://www.algosobre.com.br/geografia/dominios-morfloclimaticos-brasileiros-os-segundo-aziz-ab-saber.Acesso:24/11/2015
  4. 4. • I – Domínio Amazônico – região norte do Brasil, com terras baixas e grande processo de sedimentação; clima e floresta equatorial; • II – Domínio dos Cerrados – região central do Brasil, como diz o nome, vegetação tipo cerrado e inúmeros chapadões; • III – Domínio dos Mares de Morros – região leste (litoral brasileiro), onde se encontra a floresta Atlântica que possui clima diversificado; • IV – Domínio das Caatingas – região nordestina do Brasil (polígono das secas), de formações cristalinas, área depressiva intermontanhas e de clima semi-árido; • V – Domínio das Araucárias – região sul brasileira, área do habitat do pinheiro brasileiro (araucária), região de planalto e de clima subtropical; • VI – Domínio das Pradarias – região do sudeste gaúcho, local de coxilhas subtropicais. Fonte:https://www.algosobre.com.br/geografia/dominios-morfloclimaticos-brasileiros-os-segundo-aziz-ab-saber.Acesso:24 /11/2015
  5. 5. SITUAÇÃO GEOGRÁFICA Encontrado desde o sul paulista até o norte gaúcho, o domínio das araucárias ocupa uma área de 400.000 km², abrangendo em seu território cidades importantes, como: Curitiba, Ponta Grossa(PR),Lages(SC),Caxias do Sul(RGS), Passo Fundo(RGS), Chapecó(SC)e Cascavel(PR). Fonte:https://www.algosobre.com.br/geografia/dominios-morfloclimaticos-brasileiros-os-segundo-aziz-ab-saber.Acesso:24/11/2015
  6. 6. LOCALIZAÇÃO • Localiza-se no sul do Brasil, estendendo-se pelos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. • A região da araucária insere-se às partes mais altas das montanhas do Sul, nos planaltos, onde ocorrem até altitudes médias de 600 a 800 m, e em alguns poucos lugares em que ultrapassam 1.000 m. O limite inferior destas matas situa-se entre 500 e 600 m nos estados do Sul, sendo que ao norte este limite situa-se algumas centenas de metros acima. Fonte: http://ambientes.ambientebrasil.com.br/natural/biomas/floresta_com_araucaria_(mata_de_pinhais).html. Acesso: 22/11/2015
  7. 7. MAPA DE LOCALIZAÇÃO Fonte: Elaborado por Jadson Macedo-Novembro/2015
  8. 8. CARACTERÍSTICAS DO POVOAMENTO • A região das araucárias foi povoada no final do século XIX, principalmente por imigrantes italianos, alemães, poloneses, ucranianos etc. • Com isto, os estrangeiros diversificaram a economia local, o que tornou essa região uma das mais prósperas economicamente. Caracterizado por colônias de imigração estabelecidas pela descendência estrangeira, podemos destacar como principais pontos, as cidades de: Blumenau – SC , colônia alemã; Londrina – PR, colônia japonesa; Caxias do Sul – RS, colônia italiana. • Mas a vinda desses imigrantes não foi só boa vontade do governo daquela época. • O Brasil tinha acabado de terminar a sua guerra com Paraguai, que deixou muitas perdas em sua população, em virtude disso a solução foi atrair imigrantes europeus e asiáticos. Fonte: https://www.algosobre.com.br/geografia/dominios-morfloclimaticos-brasileiros-os-segundo-aziz-ab-saber.Acesso:24/11/2015
  9. 9. CONDIÇÕES AMBIENTAIS E ECONOMICAMENTE SUSTENTÁVEIS • Percebe-se atualmente que esta arbórea quase desapareceu dessa região, devido à descontrolada exploração da araucária para produção de celulose. • Devido este solo ser utilizado há anos vêem a ocorrer uma erosividade considerada. Em virtude do mesmo, surge a técnica de manejo agrícola chamada plantio direto, que evidencia uma proteção ao solo nu em épocas de pós-safra. • Nesse sentido, o domínio morfoclimático das araucárias, que compreende uma importante área no sul brasileiro, detém um nível de conservação e reestruturação vegetal considerável. Mas não se deve estagnar esse processo positivo, pois necessitamos muito dessas terras férteis que mantém as economias locais. Fonte: http://ambientes.ambientebrasil.com.br/natural/biomas/floresta_com_araucaria_(mata_de_pinhais).html. Acesso: 22/11/2015
  10. 10. RELEVO O relevo onde se localiza a Mata de Araucária é caracterizado por planaltos ondulados com terrenos sedimentares e basálticos, constituídos por médias altitudes (entre 800 e 1.300 metros. Os solos apresentam variação em sua composição, podendo ser pobres em minerais em algumas áreas, e outras (representadas pela maioria) possuem grande fertilidade natural. Os rios são perenes, ou seja, apresentam água durante o ano inteiro. Fonte:http://ambientes.ambientebrasil.com.br/natural/biomas/floresta_com_araucaria_(mata_de_pinhais).html. Acesso: 22/11/2015
  11. 11. SOLO O solo é formado principalmente por latossolos brunos e também é encontrado latossolos roxos, cambissolos, terras brunas e solos litólicos. Com estas características, o solo detém uma alta potencialidade agrícola, como: milho, feijão, batata, etc. As morfologias do relevo se destacam por uma forte ondulação até um montanhoso, o que o representa num solo de fácil adesão a processos erosivos, iniciados pela degradação humana e social. Fonte:https://www.algosobre.com.br/geografia/dominios-morfloclimaticos-brasileiros-os-segundo-aziz-ab-saber.Acesso:24/11/2015
  12. 12. CLIMA • O clima da região é subtropical, Localizada abaixo do trópico de Capricórnio, a região pertence a uma zona temperada com uma temperatura média entre 14º e 22ºC anualmente. com chuvas regulares e estações relativamente bem definidas: o inverno é normalmente frio, com geadas frequentes e até neve em alguns municípios do Rio Grande do Sul, e o verão razoavelmente quente. As temperaturas variam de 30ºC, no verão, até alguns graus negativos, no inverno rigoroso. • A umidade relativa do ar está relacionada à temperatura, com influência da altitude. Assim, nas zonas mais elevadas, a temperatura não é suficientemente elevada, diminuindo a umidade produzida pelas chuvas. As médias mais elevadas são resultados da influência oceânica sobre o clima e da transpiração dos componentes das matas pluviais existentes. Os maiores índices pluviométricos são registrados nos planaltos, com chuvas bem distribuídas. Fonte:http://ambientes.ambientebrasil.com.br/natural/biomas/floresta_com_araucaria_(mata_de_pinhais).html. Acesso: 22/11/2015
  13. 13. Climograma – Curitiba(Paraná) 165 142 127 90 99 98 89 74 115 134 124 150 0 5 10 15 20 25 0 20 40 60 80 100 120 140 160 180 Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Precipitação(mm) Temperatura(°C) (mm) (°C) Gráfico elaborado pelos autores: Fonte de dados climáticos: http://www.bdclima.cnpm.embrapa.br. Acesso em: 13/11/2015
  14. 14. 176 198 186 97 97 75 95 92 127 126 129 146 0 50 100 150 200 250 0 5 10 15 20 25 30 Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Precipitação(mm) Temperatura(°C) (mm) (°C) Climograma – Florianópolis Stª Catarina) Gráfico elaborado pelos autores: Fonte de dados climáticos: http://www.bdclima.cnpm.embrapa.br. Acesso em: 13/11/2015
  15. 15. 100 109 104 86 95 133 122 140 139 114 104 101 0 5 10 15 20 25 30 0 20 40 60 80 100 120 140 160 Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Precipitação(mm) Temperatura(°C) (°C ) Climograma – Porto Alegre (Rio Grande do Sul) (mm) Gráfico elaborado pelos autores: Fonte de dados climáticos: http://www.bdclima.cnpm.embrapa.br. Acesso em: 13/11/2015
  16. 16. Rio Camaquã Rio Pelotas Rio Vacacaí Rio Gravataí Rio Canoas Rio Piratini Rio Guaíba Rio da Várzea Rio Chapecó Rio Quaraí Rio Torrinhas Rio das Antas Rio Ibicuí Rio Santa Rio do Abrânio Rio Pantanoso Rio Iguaçu Rio Taquari Rio Jacuizinho Rio Jacuí Mirim Rio Ijuí Rio Toropi Rio Apuae Rio Erexim Rio Itajaí Rio Tubarão Rio Soturno Rio da Sapata Rio Ivaí Rio Uruguai Rio Cadeia Rio Peixe Rio Maria Santa Principais rios da região Sul do Brasil:
  17. 17. FLORA • No Planalto Meridional Brasileiro, com altitudes superiores a 500 m, destaca-se a área de dispersão do pinheiro-do-paraná (Araucaria angustifolia), que já ocupou cerca de 2,6% do território nacional. Dos 100 mil quilômetros quadrados de matas de araucária que cobriam São Paulo e os estados da região Sul restam apenas 2%. • Nestas florestas, coexistem representantes da flora tropical e temperada do Brasil, sendo dominadas, no entanto, pelo pinheiro- do-paraná. • As florestas variam em densidade arbórea e altura da vegetação e podem ser classificadas, de acordo com aspectos de solo, como aluviais, (ao longo dos rios), submontanas (que já inexistem) e montanas (que dominavam a paisagem). Fonte: http://ambientes.ambientebrasil.com.br/natural/biomas/floresta_com_araucaria_(mata_de_pinhais).html. Acesso: 22/11/2015
  18. 18. Características - flora - Os pinheiros predominam nesta área, principalmente as coníferas. - O pinheiro típico e mais presente na Mata dos Pinhais é a araucária angustifólia. - As árvores são altas, possuindo, em média, de 20 a 50 metros de altura e tronco com diâmetro de cerca de 90cm - As folhas dos pinheiros possuem o formato de agulha. A reprodução ocorre quando as sementes são levadas pelo vento. - As coníferas possuem um formato triangular. Sendo que no topo são mais estreitas (pontudas) e na base mais largas. Fonte:http://www.suapesquisa.com/geografia/vegetacao/mata_pinhais.htm. Acesso em 24 /11/2015
  19. 19. Fonte:http://ambientes.ambientebrasil.com.br/natural/biomas/floresta_com_araucaria_(mata_de_pinhais).Acesso 23/11/2015
  20. 20. Principais usos da araucária Essa árvore nativa do Brasil foi, por muitos anos, alvo da exploração indiscriminada e, por isso, hoje é considerada uma espécie ameaçada de extinção. A planta pode ser usada para variados fins, incluindo-se o artesanato e o uso medicinal. A madeira dessa planta apresenta coloração amarelada e o cerne não se diferencia significativamente do alburno. • Ela é usada principalmente para fabricar caixas, ripas, lápis, compensados, pranchas, palitos de fósforo, tábua de ressonância dos pianos, entre outros. • Além dessas utilizações, a araucária também pode ser usada na produção de papel, e os nós de pinho (segmento de galho embutido no tronco) servem como substituinte do carvão mineral. A resina dessa árvore também é muito utilizada na indústria por fornecer alcatrão, óleos e outras substâncias. A araucária também pode ser usada no reflorestamento e no paisagismo. Fonte:http://www.brasilescola.com/biologia/araucaria.htm. Acesso em 24/11/2015
  21. 21. Fauna ameaçada de extinção Aves 2010 - Legenda 8 gaivota-de-rabo- preto 70 junqueiro-de-bico-reto 12 pararu 72 coperete 16 gavião cinza 87 macuquinho-do-brejo 18 gavião-pombo- pequeno 88 papo-branco 25 jacutinga 96 choquinha-pequena 28 sanã-cinza 103 bicudinho-do-brejo 42 arapaçu-platino 111 bicudinho-do-brejo 49 cardeal-amarelo 115 mara-catarinense 53 cigarra- verdadeira 125 maria-da-restinga 61 veste-amarela 131 pica-pau-de-cara-amarela 65 lenheiro 133 albatroz-real, albatroz-real- meridional 67 corredor- crestudo 141 papagaio-da-cara-roxa, chauá 69 rabudinho 142 papagaio-charão Fonte: http://mapas.ibge.gov.br/tematicos/fauna-ameacada-de-extincao.html.Acesso em: 25/11/2015
  22. 22. Impactos Ambientais Possuindo muitas madeiras de grande valor econômico - o próprio pinheiro-do- Paraná serve para construção, bem como fonte de celulose - esta formação vegetal foi muito devastada pelo homem nos últimos anos, correndo agora o risco de desaparecer. Fonte:http://desenvolvimentosustentavel-fefralema.blogspot.com.br/2009/12/impactos-ambientais-em-biomas.html.Acesso em 25/11/2015 Segundo a União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN),Mais de 700 espécies de plantas e animais foram adicionadas à lista nas três categorias de ameaça, elevando o total para 20.934. Entre elas, estão várias espécies de coníferas (árvores com flores em forma de cones ou pinhas, como os pinheiros), que são os maiores e mais antigos seres vivos do planeta. A situação de todo o grupo foi reavaliada, e concluiu-se que 34% das espécies de coníferas estão ameaçadas de extinção. Uma das que correm mais risco é a araucária, ou pinheiro-do- paraná, classificada desde 2006 como criticamente ameaçada. A espécie teve sua área de ocorrência reduzida nas últimas décadas por causa da conversão de matas nativas em áreas de agricultura e silvicultura.
  23. 23. Curiosidades• Os pinheiros são muito utilizados na decoração natalina em diversas partes do mundo. É a árvore símbolo do Natal. • Como localizam-se em regiões subtropicais, as coníferas possuem uma anatomia específica, adaptada as condições climáticas da região. Em formato de cone, não acumulam neve em seus galhos. • Em 24 de junho de cada ano é comemorado o Dia Nacional da Araucária. • A semente, também conhecida por pinhão, é uma rica reserva energética, constituída principalmente por amido, proteínas e lipídios. Ela é muito usada na alimentação. Além disso, ela é usada tradicionalmente no combate à azia e anemia. As folhas e a casca também são utilizadas na medicina popular. • Desse tipo de mata pode-se extrair pinheiro- do-paraná, usado em marcenaria e a erva- mate para fazer o chimarrão Fonte: http://www.suapesquisa.com/geografia/vegetacao/mata_pinhais.htm. Acesso em 23/11/2015
  24. 24. REFERÊNCIAS • https://www.algosobre.com.br/geografia/dominios-morfloclimaticos- brasileiros-os-segundo-aziz-ab-saber. Acesso em 14/11/2015 • http://ambientes.ambientebrasil.com.br/natural/biomas/floresta_com_ar aucaria_(mata_de_pinhais). • http://tanyluchetty.blogspot.com.br/2011/10/floresta-de-araucarias.html • http://mapas.ibge.gov.br/tematicos/fauna-ameacada-de-extincao.html • http://www.brasilescola.com/biologia/araucaria.htm • http://www.bdclima.cnpm.embrapa.br/resultados/balanco.php?UF=&CO D=166 • http://desenvolvimentosustentavel- fefralema.blogspot.com.br/2009/12/impactos-ambientais-em- biomas.html. Acesso em:25/11/2015 • http://www.suapesquisa.com/geografia/vegetacao/mata_pinhais.htm. Acesso em 23/11/2015 • http://ambientes.ambientebrasil.com.br/natural/biomas/floresta_com_ar aucaria_(mata_de_pinhais).Acesso 23/11/2015 • https://www.algosobre.com.br/geografia/dominios-morfloclimaticos- brasileiros-os-segundo-aziz-ab-saber.Acesso:24/11/2015 Disponível em:

×