Piolhos e Lêndeas

2.206 visualizações

Publicada em

Slides sobre Piolhos e lêndeas destinados ao 4º ano do fundamental.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.206
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.006
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Piolhos e Lêndeas

  1. 1. - Inseto parasita muito rápido e ativo - Mede cerca de 2.5mm - Tem cor marrom-acinzentado - Não voa e não pula - Reproduzem-se em pequenos ovos (lêndeas) - Rápida multiplicação e contágio - Devem ser tratados prontamente quando identificados
  2. 2. Ovos que o piolho-fêmea deposita na raiz do cabelo São responsáveis Pela multiplicação dos insetos Pela dificuldade na eliminação
  3. 3. * Doença provocada pela infestação de Pediculus humanus (piolho) e lêndeas * Atinge preferencialmente crianças em fase escolar
  4. 4. Criança infestada por piolhos e lêndeas
  5. 5. Três tipos: Capilar (Pediculus humanus capitis) Corporal (Pediculus humanus corporis) Pubiano (Phthirus pubis)
  6. 6. Pois costumam andar mais tempo juntas Trocam acessórios de cabelo (tiaras, faixas, escovas...) Têm cabelos mais compridos
  7. 7. Atacam igualmente crianças e adultos, mas os pequenos, principalmente os maiores de 2 anos de idade ficam mais sujeitos, pois a queratina da derme é mais tênue.
  8. 8. Contato físico direto Pegar emprestado escova de cabelo ou pente de pessoas infestadas Pegar emprestado peças do vestuário de cabeça Compartir toalhas e roupa de cama Animais não transmitem piolhos Faça inverno ou faça verão, as possibilidades de contágio são as mesmas.
  9. 9. Do sangue obtido através de mordidas no couro cabeludo da pessoa parasitada Em média cada piolho dá de 5 a 7 mordidas por dia
  10. 10. Piolho se alimentando Grupo de Piolhos se alimentando repare no sangue em suas cavidades abdominais
  11. 11. Atingem a maturidade Macho e Fêmea começam a reproduzir Produz num ciclo de vida de 30 a 35 dias 120 a 140 ovos (lêndeas) Tornam-se piolhos novos 10 dias Após duas semanas
  12. 12. Coceira Irritação no couro cabeludo Erupções na nuca Feridas no couro capilar Assim que o problema seja detectado, deve-se começar um tratamento imediatamente!
  13. 13. Por parte das crianças Vergonha Por parte dos professores Medo Por parte dos responsáveis Falta de conhecimento
  14. 14. Uma das maiores barreiras enfrentadas pelas crianças “Olhe, não brinque com Fulano, porque ele tem piolho e você pode acabar pegando também” A criança: - Sente-se isolada - Fica sozinha - Entra em depressão
  15. 15. -Anemia - Reações Alérgicas - Coceira - Feridas -Inflamação - Infecção bacteriana secundária - Queda de cabelo - Queda do couro capilar
  16. 16. A condição social de uma pessoa não significa em nada quanto as chances dela pegar piolho O piolho que afeta a cabeça do pobre é o mesmo que faz a cabeça do rico coçar!
  17. 17. -Perda da concentração durante as aulas - Perda do sono - Vergonha
  18. 18. Piolhos não morrem por asfixia e nem por afogamento, mas sim por desidratação E as lêndeas não morrem por conta de remédios que sejam aplicados, elas têm que ser removidas do cabelo
  19. 19. Piolho gosta de cabelos limpos, assim, somente manter os cabelos limpos não é suficiente para anular o risco de infestação. Mesmo depois que os piolhos e as lêndeas forem removidos do cabelo e do couro cabeludo, o perigo de contraí-los de volta ainda pode existir

×