02             Arte digitalProfª Ma. Venise Paschoal de Melo                            UFMS
[Arte Digital:]Definição: produção digital como arte quandoconceitualmente se utilizam aspossibilidades do computador ou d...
[Arte Digital:]Desde o seu desenvolvimento na décadade 1940, o computador foi uma máquinadestinada fundamentalmente a solu...
[Arte Digital:]ENIACElectronic Numerical Integrator Analyzer andComputero poder de processamento era suficiente paraproces...
[Arte Digital:]A idéia era construir um computador para quebrarcódigos de comunicação e realizar vários tipos decálculos d...
[Arte Digital:]Escola de Códigos e Criptogramas tinha sidoincumbida de decifrar os códigos militares nazistas,um trabalho ...
[Arte Digital:]             Eniac 1945
[Arte Digital:]             Eniac 1945
[Arte Digital:]1960, os primeiros cientistas começaram a criargráficos com o computador, tratava-se apenas deuma experiênc...
[Arte Digital:]Segundo Abraham Moles e Max Bense, o ato criativocomputacional se divide sempre em dois momentos:- o da con...
Georg Nees, Platik 01, 1965
Georg Nees, Scchoter, 1965
Michael Noll,3Dimensional Projection Of A Rotating     4Dimensional Hypercube, 1962
Michael Noll,GaussianQuadratic, 1963
Bela Julesz,Computergraphicic, 1965
W. Franke       Light Forms, 1963.Oscilogramas pendulares,fotografias de um monitor.
W. Franke       Light Forms, 1963.Oscilogramas pendulares,fotografias de um monitor.
W. Franke       Light Forms, 1963.Oscilogramas pendulares,fotografias de um monitor.
W. Franke       Light Forms, 1963.Oscilogramas pendulares,fotografias de um monitor.
W. Franke       Light Forms, 1963.Oscilogramas pendulares,fotografias de um monitor.
W. FrankeColor raster, 1975
W. FrankeColor raster, 1975
Cybernetic Serendipity (1968) exposição queapresentou realizações internacionais decaráter contemporâneo, produzidas com o...
Domaremos o encanto transcendental docomputador e impediremos que sirva o poderestabelecido. É este o posicionamentoadequa...
Os novos meios estão em situação delibertar a arte de sua situação de paralisia eautocontemplação e manda-la para opróximo...
Em 1970, o artista Manfred Mohr apresentouno Museu de Arte Moderna em paris aexposição intitulação Une EsthétiqueProgrammé...
Manfred Mohr,Scratch Code, 1969
Manfred Mohr,p.049, 1970
Manfred Mohr,p.050, 1970
Manfred Mohr,p.120, 1977
Manfred Mohr,p.197, 1977
Manfred Mohr,p.198, 1977
Manfred Mohr,p.137, 1977
Manfred Mohr, apresenta o cubo comoforma em discussão, os algoritmos seconstroem continuamente, um sobre ooutro, seguido u...
Vera Molnar,Mondrian Derange, 1974
Vera Molnar,Transformations, 1974
Para a artista Vera Molnar o quadrado eas linhas se apresenta em seu trabalhocomo elementos constantes;
Charles Csuri ,Random War, 1968
John WhitneyArabesque, 1975
John WhitneyArabesque, 1975   vídeo
Mark Wilson, 1975
Mark Wilson, 1975
Nos anos 1980 surge o computadordenominado Commodore C64, o primeirocomputador a dispor de uma interfacegráfica (ícones, d...
Comodore 64, 1980
Douglas Englebart na década de 60 pensouno conceito de WYSIWYG (what you see iswhat you get, ou “o que você vê é o que voc...
Mouse, Douglas Engelbart
Xerox Star, 1981
Xerox Star
Lisa, Apple, 1983
Lisa Apple
Macintosh, Apple, 1984
Amiga, Commodore , 1985
Windows1.0, Microsoft , 1985
1980, o artista Yoichiro Kawaguchidesenvolve algoritmos que simulam ocrescimento, um dos primeiros artistas autilizar soft...
Yoichiro Kawaguchi,animação 3D, 1980     vídeo
Em muitos aspectos, a década de 1990 foi umaépoca de transição para a arte digital: com oaparecimento da World Wide Web e ...
Os artistas souberam aproveitar daspossibilidades do compartilhamento edistribuição em rede (internet) gerando asestéticas...
AscII Art: American Standart Code for IformationInterchage – Código padrão para o intercâmbiode Informação.Trata-se de um ...
ASCII ART, Keneth Knowlton
ASCII ART, Keneth Knowlton
ASCII ART, Keneth Knowlton
Vuk Cosik,ASCII art, 2004
Vuk Cosik,ASCII art, 2004
Vuk Cosik,ASCII art, 2004
Inseridos na idéia de utilizar a WWW,internet como ferraementa, o trabalhosLegibile City, do artista Jeffrey Shaw(1992) fo...
Legibile City, Jeffrey Shaw,1992                      vídeo
Roman Verostko, 2004 – traz em suaobra pensamentos filosóficos, na sériePearl Park Scriptures (2004), as formasdesenhadas ...
Roman Verostko, Pearl Park Scriptures, 2004
Roman Verostko, Pearl Park Scriptures, 2004
Roman Verostko, Pearl Park Scriptures, 2004
A colagem, técnica que há muito tempo transita noâmbito das artes visuais, também está presente naarte digital, os primeir...
James Faure Walker, produz obrashíbridas, provenientes da pintura, dosgráficos gerador por computador, dafotografia, etc, ...
James Faure Walker, Kyoto, 2002
James Faure Walker, Floral, 2004
James Faure Walker, 2004
James Faure Walker, 2004
James Faure Walker, 2004
Experimentação 011. Desenho a partir de algoritmos:http://www.potatoland.orgp-soupFourSolid2. SACII Art:http://www.typorga...
Aula 02 arte digital
Aula 02 arte digital
Aula 02 arte digital
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 02 arte digital

1.668 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.668
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
41
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 02 arte digital

  1. 1. 02 Arte digitalProfª Ma. Venise Paschoal de Melo UFMS
  2. 2. [Arte Digital:]Definição: produção digital como arte quandoconceitualmente se utilizam aspossibilidades do computador ou da internetcomo um resultado que não seriaalcançável com outros meios.Linguagem e estética computacional.
  3. 3. [Arte Digital:]Desde o seu desenvolvimento na décadade 1940, o computador foi uma máquinadestinada fundamentalmente a solucionarde forma rápida experiências científicas ecomplexas operações de cálculo.Matemática
  4. 4. [Arte Digital:]ENIACElectronic Numerical Integrator Analyzer andComputero poder de processamento era suficiente paraprocessar apenas 5.000 adições, 357multiplicações e 38 divisões por segundo, bemmenos até do que uma calculadora de bolso
  5. 5. [Arte Digital:]A idéia era construir um computador para quebrarcódigos de comunicação e realizar vários tipos decálculos de artilharia, por exemplo, as trajetórias demísseis com maior precisão, para ajudar as tropasaliadas durante a Segunda Guerra Mundial.Porém, o ENIAC acabou sendo terminado exatos 3meses depois do final da Guerra e acabou sendousado durante a guerra fria, contribuindo porexemplo no projeto da bomba de Hidrogênio.
  6. 6. [Arte Digital:]Escola de Códigos e Criptogramas tinha sidoincumbida de decifrar os códigos militares nazistas,um trabalho urgente e secreto, pois havia umamáquina alemã, denominada "Enigma", que geravamensagens em código, supostamente indecifráveis.Era totalmente automático e podia realizar cálculossem intervenção humana.Pesava 28 toneladas e ocupava uma área de 72m².
  7. 7. [Arte Digital:] Eniac 1945
  8. 8. [Arte Digital:] Eniac 1945
  9. 9. [Arte Digital:]1960, os primeiros cientistas começaram a criargráficos com o computador, tratava-se apenas deuma experiência, pois as máquinas ainda eramenormes e ocupavam salas inteiras.1965, Abraham Moles desenvolveu a Estética daInformação, discutindo a relação entre Arte eComputador, validando a arte computacional comoparte da arte contemporânea, com o destino dealterar conceitos da estética e da cultura do pós-moderno.
  10. 10. [Arte Digital:]Segundo Abraham Moles e Max Bense, o ato criativocomputacional se divide sempre em dois momentos:- o da concepção (humana) e o da execução(maquinal),- o da criação essencial (realizada pelo artista) e o dacriação secundária ou variacional (realizada pelamáquina).O artista concebe o modelo da obra a realizar(programa), a máquina desenvolve eexecuta as múltiplas realizações concretas dessemodelo dentro de um campo de possíveis.
  11. 11. Georg Nees, Platik 01, 1965
  12. 12. Georg Nees, Scchoter, 1965
  13. 13. Michael Noll,3Dimensional Projection Of A Rotating 4Dimensional Hypercube, 1962
  14. 14. Michael Noll,GaussianQuadratic, 1963
  15. 15. Bela Julesz,Computergraphicic, 1965
  16. 16. W. Franke Light Forms, 1963.Oscilogramas pendulares,fotografias de um monitor.
  17. 17. W. Franke Light Forms, 1963.Oscilogramas pendulares,fotografias de um monitor.
  18. 18. W. Franke Light Forms, 1963.Oscilogramas pendulares,fotografias de um monitor.
  19. 19. W. Franke Light Forms, 1963.Oscilogramas pendulares,fotografias de um monitor.
  20. 20. W. Franke Light Forms, 1963.Oscilogramas pendulares,fotografias de um monitor.
  21. 21. W. FrankeColor raster, 1975
  22. 22. W. FrankeColor raster, 1975
  23. 23. Cybernetic Serendipity (1968) exposição queapresentou realizações internacionais decaráter contemporâneo, produzidas com oapoio de um computador, atuando nos camposdas artes visuais, música, literatura e dança.
  24. 24. Domaremos o encanto transcendental docomputador e impediremos que sirva o poderestabelecido. É este o posicionamentoadequado para solucionar problemascomplexos na sociedade das máquinas(Computer Technique Group - CTG).
  25. 25. Os novos meios estão em situação delibertar a arte de sua situação de paralisia eautocontemplação e manda-la para opróximo milênio.
  26. 26. Em 1970, o artista Manfred Mohr apresentouno Museu de Arte Moderna em paris aexposição intitulação Une EsthétiqueProgrammée, a primeira mostra de artegerada por computador apresentada em ummuseu. Viveu uma má experiência,recebendo tomates por utilizar “umaferramenta de guerra”.
  27. 27. Manfred Mohr,Scratch Code, 1969
  28. 28. Manfred Mohr,p.049, 1970
  29. 29. Manfred Mohr,p.050, 1970
  30. 30. Manfred Mohr,p.120, 1977
  31. 31. Manfred Mohr,p.197, 1977
  32. 32. Manfred Mohr,p.198, 1977
  33. 33. Manfred Mohr,p.137, 1977
  34. 34. Manfred Mohr, apresenta o cubo comoforma em discussão, os algoritmos seconstroem continuamente, um sobre ooutro, seguido uma linha muito restrita. vídeo
  35. 35. Vera Molnar,Mondrian Derange, 1974
  36. 36. Vera Molnar,Transformations, 1974
  37. 37. Para a artista Vera Molnar o quadrado eas linhas se apresenta em seu trabalhocomo elementos constantes;
  38. 38. Charles Csuri ,Random War, 1968
  39. 39. John WhitneyArabesque, 1975
  40. 40. John WhitneyArabesque, 1975 vídeo
  41. 41. Mark Wilson, 1975
  42. 42. Mark Wilson, 1975
  43. 43. Nos anos 1980 surge o computadordenominado Commodore C64, o primeirocomputador a dispor de uma interfacegráfica (ícones, desktop e upli clique).O primeiro computador pessoal da IBM foiapresentado em 1981, e em 1983 surge oprimeiro Macintosh, com uma interfaceque iria modificar por completo oentendimento de visualização de imagenspor computador (ver aula interface).
  44. 44. Comodore 64, 1980
  45. 45. Douglas Englebart na década de 60 pensouno conceito de WYSIWYG (what you see iswhat you get, ou “o que você vê é o que vocêtem”, ele e sua equipe criaram o processadorde texto, o mouse e as janelas com menus.
  46. 46. Mouse, Douglas Engelbart
  47. 47. Xerox Star, 1981
  48. 48. Xerox Star
  49. 49. Lisa, Apple, 1983
  50. 50. Lisa Apple
  51. 51. Macintosh, Apple, 1984
  52. 52. Amiga, Commodore , 1985
  53. 53. Windows1.0, Microsoft , 1985
  54. 54. 1980, o artista Yoichiro Kawaguchidesenvolve algoritmos que simulam ocrescimento, um dos primeiros artistas autilizar software 3D na arte.
  55. 55. Yoichiro Kawaguchi,animação 3D, 1980 vídeo
  56. 56. Em muitos aspectos, a década de 1990 foi umaépoca de transição para a arte digital: com oaparecimento da World Wide Web e 1994, aspossibilidades gráficas com o computadormelhoravam consideravelmente, por outro ladoo mercado artístico continuava fechado à maiorparte dos artistas desta nova tendência, ospreconceitos de uma arte que se afastavacompletamente da tradição determinava avisão dos críticos e do público da época.
  57. 57. Os artistas souberam aproveitar daspossibilidades do compartilhamento edistribuição em rede (internet) gerando asestéticas da Net. Art.
  58. 58. AscII Art: American Standart Code for IformationInterchage – Código padrão para o intercâmbiode Informação.Trata-se de um código gerado por caracteres,forma de se apresentar gráficos, quando asinterfaces eram limitadas na geração devisualização de imagens.Atualmente é utilizado como linguagem eestética da arte coputacional. vídeo extra
  59. 59. ASCII ART, Keneth Knowlton
  60. 60. ASCII ART, Keneth Knowlton
  61. 61. ASCII ART, Keneth Knowlton
  62. 62. Vuk Cosik,ASCII art, 2004
  63. 63. Vuk Cosik,ASCII art, 2004
  64. 64. Vuk Cosik,ASCII art, 2004
  65. 65. Inseridos na idéia de utilizar a WWW,internet como ferraementa, o trabalhosLegibile City, do artista Jeffrey Shaw(1992) foi uma das primeiras instalaçõesinterativas que tiveram um repercussãopositiva para a época.
  66. 66. Legibile City, Jeffrey Shaw,1992 vídeo
  67. 67. Roman Verostko, 2004 – traz em suaobra pensamentos filosóficos, na sériePearl Park Scriptures (2004), as formasdesenhadas são acompanhadas de textostransformados em uma linguagem denovos sinais gerados por algoritmos.
  68. 68. Roman Verostko, Pearl Park Scriptures, 2004
  69. 69. Roman Verostko, Pearl Park Scriptures, 2004
  70. 70. Roman Verostko, Pearl Park Scriptures, 2004
  71. 71. A colagem, técnica que há muito tempo transita noâmbito das artes visuais, também está presente naarte digital, os primeiros arquivos são datados de1960.Por vezes a colagem servirá para gerar umdistanciamento da realidade, como puraexperimentação e por outro lado o objetivo é degerar uma fusão quase imperceptível entreimagens de modo a gerar um ilusão dehomogeneidade.
  72. 72. James Faure Walker, produz obrashíbridas, provenientes da pintura, dosgráficos gerador por computador, dafotografia, etc, erando uma abertura átotal experimentação.
  73. 73. James Faure Walker, Kyoto, 2002
  74. 74. James Faure Walker, Floral, 2004
  75. 75. James Faure Walker, 2004
  76. 76. James Faure Walker, 2004
  77. 77. James Faure Walker, 2004
  78. 78. Experimentação 011. Desenho a partir de algoritmos:http://www.potatoland.orgp-soupFourSolid2. SACII Art:http://www.typorganism.com/ASCII o matic3. Net Art:http://www.doodlebuzz.com/

×