1BrazilJS02.08.2012PORTO ALEGRE/RS
Sumário             2    Evento;    Organização;    Conteúdo;    Conclusão;
Evento                                                                3    Foco na linguagem de programação JavaScript (J...
Evento                            4    14 palestras (alto nível);
Organização                                                                   5    Alto Eventos:         Excelente Organ...
Organização   6
Contéudo                                                           7   30.08        jQuery: The Next 5 Years;        Te...
Breaking limits on JavaScript with                                             8mobile HTML5   Ele cita que 5% dos desenv...
Web app ou aplicativo nativo?                                                 9Tenha o melhor dos dois!   Renato é engenh...
Tracking.js                                                                  10   Eduardo Lundgren, líder de desenvolvime...
JS on TV                                                                      11    A principal delas é garantir que o co...
Como não virar um Zumbi: Kit de                                                     12sobrevivência   Em sua apresentação...
The next console generation will be                                            13the last   O que ele quis dizer é que o ...
Interagindo com a web além do                                                   14teclado e mouse   Daniel Filho trabalha...
Conclusão                                                                    15    Valeu cada minuto;    Aprendi que JS ...
Conclusão                                                                 16 “Estamos mais conscientes de nosso papel na q...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

BrazilJS 2012

627 visualizações

Publicada em

Resumo do que foi apresentado no BrazilJS, 2012.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
627
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
108
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

BrazilJS 2012

  1. 1. 1BrazilJS02.08.2012PORTO ALEGRE/RS
  2. 2. Sumário 2  Evento;  Organização;  Conteúdo;  Conclusão;
  3. 3. Evento 3  Foco na linguagem de programação JavaScript (JS);  O que é o JavaScript?  Criada por Brendan Eich em 1995;  Objetivo:  Páginas dinâmicas;  Interação com a página;  Acessar informações de outras aplicações.  30 e 31 de Agosto, em Porto Alegre, no Teatro Bourbon Country;
  4. 4. Evento 4  14 palestras (alto nível);
  5. 5. Organização 5  Alto Eventos:  Excelente Organização;  Início das palestras as 9:20h;  Todos os dias haviam 2 coffee-breaks (1 manhã / 1 tarde), cada um com 20 min;  Estrutura física:  Teatro excelente;  Ponto negativo:  Microfonia nos fones de ouvido (tradução simultânea);
  6. 6. Organização 6
  7. 7. Contéudo 7 30.08  jQuery: The Next 5 Years;  Testing Sucks;  Breaking limits on JavaScript with mobile HTML5;  Web app ou aplicativo nativo? Tenha o melhor dos dois!;  tracking.js;  JS on TV;  ES6 Deep Dive: Symbols, Generators, Structs; 31.08  Alta Performance em Aplicações JavaScript;  Como não virar um Zumbi: Kit de sobrevivência;  Estilizando Folhas de Estilo com estilo;  The next console generation will be the last;  Interagindo com a web além do teclado e mouse;  An Introduction to Grunt;  Palestra: The State of JavaScript
  8. 8. Breaking limits on JavaScript with 8mobile HTML5 Ele cita que 5% dos desenvolvedores web realmente desenvolvem, 40% deles tem a intenção de desenvolver e o restante não sabe nem por onde começar. É como andar em um campo minado, segundo Max; Desenvolver web móvel não é a mesma coisa que desenvolver web desktop, é necessário reaprender algumas coisas, pois existem zilhões de plataformas móveis diferentes para se lidar; Algumas estatísticas mostram que a grande maioria do público americano usa iOS seguido de Android. Já no Brasil, o Android é líder, seguido de, acredite se quiser, Symbian S40 da Nokia, alguns desconhecidos e logo a seguir iOS. Evidenciando a importância de se estar atento ao público alvo; Max finalizou sua apresentação com alguns conselhos, como, não seja mais um na multidão, performance é importante, tenha boas práticas, não seja um fanático, seja multi plataforma efuturefriend.ly. Além de:
  9. 9. Web app ou aplicativo nativo? 9Tenha o melhor dos dois! Renato é engenheiro do Google alocado no Brasil e um dos responsáveis na gigante por levar o melhor da experiência nativa para um contexto web. O meio são as Chrome Packaged Apps que oferencem APIs com acesso a aspectos antes disponíveis apenas para aplicações nativas. Através de uma CPA, conceito ainda em desenvolvimento, é possível desenvolver com acesso direto ao hardware, por exemplo. Atualmente há suporte apenas para o Chrome Beta, Canary e Developer, mas futuramente estará disponível na versão estável. A aprensentação terminou com uma demonstração impressionante de um CPA controlando as luzes do teatro Tudo e muito mais pode ser encontrado no Github e também em http://developer.chrome.com/apps. Assistir: http://www.youtube.com/watch?v=0QRO3gKj3qw
  10. 10. Tracking.js 10 Eduardo Lundgren, líder de desenvolvimento na Liferay, iniciou sua palestra falando sobre IHC e Realidade aumentada. Utilizou alguns exemplos de hardware que já são mais conhecidos, como Kinect, PS Move e Wii. Eduardo apresentou uma API que está desenvolvendo em JavaScript para rastrear objetos em imagens da câmera do usuário. Sua utilização não depende de nenhum plugin e parece bem simples de se utilizar (em browsers modernos, obviamente). Atualmente ele faz o rastreamento com identificação de cores e está em desenvolvimento um algoritmo nomeado como HAFT (Hand and Face Tracking) para identificar rosto e mãos das pessoas. Assistir: http://trackingjs.com/
  11. 11. JS on TV 11 A principal delas é garantir que o conteúdo apareça na área central do televisor, visto que alguns modelos possuem uma margem externa à área visível que é utilizada para outros recursos. Ele também lembra que, diferente de computadores, as tvs possuem um local de destaque na sala. Sendo assim, é importante pensar em aplicativos sociais, que possam ser compartilhados com toda a família. Ele também mostra que não é necessário um televisor para desenvolvimento. A Opera disponibiliza duas ferramentas para fins de teste: o Opera TV Emulator e o Opera Dragonfly para depuração. A Opera também disponibiliza templates e outras ferramentas específicas para televisores emDev.Opera. Acessar: http://www.opera.com/business/tv/emulator/ http://www.youtube.com/watch?v=4pj-wfHQJMA
  12. 12. Como não virar um Zumbi: Kit de 12sobrevivência Em sua apresentação, Zeno mostrou diversas ferramentas que podem ser utilizadas para iniciar, agilizar e otimizar o desenvolvimento de um projeto. Existem muitas opções, mas qual devemos utilizar? Bom, isto só depende de você e da sua necessidade! O sucesso da aplicação não depende da ferramenta e sim em como ela é aplicada
  13. 13. The next console generation will be 13the last O que ele quis dizer é que o padrão dos gamers mudou. Aquele perfil do nerd gordinho hardcore gamer socado no quarto está virando exceção. O novo perfil de gamer é bem mais casual, impulsionado pela grande variedade de dispositivos móveis. Por uma questão de mercado, os novos jogos precisam atender a esse perfil de gamer. Sendo assim, devido à sua portabilidade, o HTML5 torna-se uma poderosa ferramenta para o desenvolvimento de jogos. : http://hildr.luminance.org/Lumberjack/Lumberjack.html
  14. 14. Interagindo com a web além do 14teclado e mouse Daniel Filho trabalha no IG como desenvolvedor front-end, colaborou com os projeto Move the Web Forward, Color Grep e recentemente desenvolveu o Mditor (editor markdown). Em sua apresentação, Daniel falou sobre webRTC (Web Real-Time Communication), um projeto que através de APIs JavaScript permite a comunicação em tempo real através do browser. Através das APIs apresentadas possibilitamos uma interação maior do usuário com a web, ao invés de usar apenas mouse e teclado podemos interagir através de audio e vídeo. Daniel mostrou diversos demos, dentre eles jogos que utilizam a câmera para detectar movimentos do usuário e diveros filtros de vídeo. Isso tudo desenvolvido em JavaScript! Os demos mostrados podem ser encontrados em http://shinydemos.com/getusermedia/ e mais informações sobre o webRTCem http://www.webrtc.org/
  15. 15. Conclusão 15  Valeu cada minuto;  Aprendi que JS está além de uma linguagem de segundo plano se comparando a linguagens como Python e Ruby;  Há milhares de possibilidades criativas para se construir com ela, só basta estudar;  Existe várias ferramentas para estudo, sendo necessárias estudá-las e identificar as melhores para cada situação;  FirefoxOS: http://www.mozilla.org/en-US/b2g/;
  16. 16. Conclusão 16 “Estamos mais conscientes de nosso papel na qualidade do que se tem feito nos projetos, estamos mais maduros quanto ao uso de boas práticas, estamos mais alertas quanto a questão - antes nem pensadas - de performance(...) Enfim, o evento mostrou que existe um universo a ser explorado lá fora e muito trabalho a ser feito. Mostrou também que a comunidade está forte e capacitada para desbravá- lo.” por Andre Fonseca;

×