Relatór reflexcrític.vaniacanteiro

208 visualizações

Publicada em

analise critica

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
208
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatór reflexcrític.vaniacanteiro

  1. 1. Relatório de Reflexão Crítica Cursos de Formação Contínua de Professores 1 – IDENTIFICAÇÃO AÇÃO Designação da ação INTEGRAÇÃO DE FERRAMENTAS DIGITAIS NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM INCLUSIVO Nome do formador Ana Paula Rocha 2 – IDENTIFICAÇÃO FORMANDO Nome do formando Vânia Marlene Moreno Canteiro Escola Escola Secundária D. Luísa de Gusmão Nível Ensino Básico Grupo Recrutamento 510 Situação profissional contratada Email vaniacanteiro@gmail.com 3 – REFLEXÃO CRÍTICA 3.1 – MOTIVOS DE INTERESSE NA AÇÃO DE FORMAÇÃO (RAZÕES JUSTIFICATIVAS PARA FREQUENTAREM A FORMAÇÃO) Nos dias de hoje em que os nossos alunos são “bombardeados” com informação, de formas muito variadas e apelativas, é cada vez mais difícil encontrar estratégias motivadoras e inovadoras para utilizar na sala de aula. Com esta formação pretendia encontrar ferramentas de trabalho diferentes, que me permitissem criar materiais apelativos para as minhas aulas, de forma a suscitar o interesse e motivação dos alunos. Embora já seja frequente a utilização de vídeos, internet e outros recursos tecnológicos nas minhas aulas, por vezes, tenho alguma dificuldade no tratamento e compilação da informação recolhida para mostrar de forma apelativa aos alunos. Com o domínio de algumas ferramentas da Web 2.0, esta tarefa torna-se bastante mais simples. Por outro lado, e tendo em conta que também tenho formação em Educação especial, pretendia encontrar ferramentas que pudessem auxiliar no apoio aos alunos com NEE (Necessidades Educativas Especiais). Em determinadas patologias estes recursos podem constituir uma base fundamental de comunicação com estes alunos contribuindo para
  2. 2. Relatório de Reflexão Crítica Cursos de Formação Contínua de Professores compensar, aliviar ou neutralizar as incapacidades, limitações e restrições da participação nas atividades. 3 – REFLEXÃO CRÍTICA 3.2 – APRECIAÇÃO CRÍTICA DAS VERTENTES TEÓRICAS E PRÁTICAS DA AÇÃO (IDENTIFICAÇÃO DAS TEMÁTICAS ABORDADAS E DAS METODOLOGIAS UTILIZADAS; REFERÊNCIA CRÍTICA AOS CONTRIBUTOS DA FORMAÇÃO PARA O DESEMPENHO PROFISSIONAL) Na minha prática letiva recorro frequentemente à utilização de meios audiovisuais. As ferramentas da web 2.0 são efetivamente uma forma de produzir recursos que podem apoiar o processo de ensino-aprendizagem. A ferramenta que mais utilizo é o PowerPoint, contudo apresenta algumas limitações que muitas vezes implicam o recurso a outros meios. As três ferramentas que utilizei vieram responder, de facto, a algumas dificuldades e lacunas que já tinha sentido. Todas elas revelaram potencialidades diferentes e bastante úteis. Com base nas opções oferecidas num Think-Tac-Toe, as ferramentas escolhidas foram: Powtoon, mindomo e screencast-o-matic. Assim produzi três recursos para utilizar num tema que leciono no 7º ano de ciências físico-químicas: O Sistema Solar. A primeira que utilizei foi o Powtoon. Esta ferramenta tem muitas potencialidades, e pareceu- me uma ótima alternativa ao PowerPoint que utilizo regularmente. O tema escolhido é bastante visual sendo fundamental mostrar diversas imagens e vídeos na sua lecionação. Esta ferramenta permitiu conjugar tudo num único recurso o que é bastante vantajoso. Aqui pude, por exemplo, integrar na apresentação dois vídeos e selecionar apenas os minutos mais importantes para mostrar aos alunos. Esta funcionalidade é uma mais-valia, pois permite que a aula não tenha aqueles momentos de “quebra” em que se abre o vídeo e se coloca no ponto pretendido e em que normalmente os alunos se distraem.
  3. 3. Relatório de Reflexão Crítica Cursos de Formação Contínua de Professores O design do Powtoon é bastante apelativo, o que permite criar conteúdos que facilmente captam a atenção dos alunos. Foi uma ferramenta que gostei particularmente e pretendo continuar a utilizar. A segunda ferramenta utilizada o Mindomo. Esta ferramenta pareceu-me bastante interessante para aqueles temas em que é importante que os alunos visualizem a relação entre os vários conteúdos. Ao iniciar este trabalho pensei em algo muito simples, como um resumo mostrando a relação entre diferentes conteúdos. Contudo, à medida que fui explorando a ferramenta, fui descobrindo imensas potencialidades como a introdução de imagens e vídeos, que permitiu preparar uma aula muito completa e abrangente. A sua utilização é bastante intuitiva, facilmente se inserem tópicos e subtópicos à medida que são necessários, que podem ser realçados com cores atrativas. Esta é uma ferramenta bastante apelativa fazendo convergir os diferentes estilos de aprendizagem dos alunos, sejam eles mais cinestésicos, auditivos ou visuais. Além da exploração na aula podemos recomendar aos alunos a investigação deste recurso em casa, uma vez que lhes permite aceder a páginas web, com mais informação e curiosidades sobre estes conteúdos, que nem sempre à oportunidade de explorar na aula. A sua utilização em casa pode servir ainda no apoio ao estudo, uma vez que acaba por sistematizar todos os conteúdos de forma muito simples e apelativa. A última ferramenta utilizada foi screencast-o-matic. Esta ferramenta revelou-se excelente para situações em que é necessário sobrepor os comentários num vídeo, ou mesmo faze a sua dobragem quando não está em português. Esta ferramenta é bastante útil quando não se dispõe de um editor de vídeo mais completo. Permite gravar tutoriais com alguma facilidade sem precisar de instalar novos programas, como por exemplo o camtasia (bastante útil e versátil, mas com instalação). Por fim, penso que é importante salientar que a compilação dos trabalhos no e-portfólio também permitiu a familiarização com a utilização e dinamização de um blog. Sendo este um veículo de informação e comunicação muito usual nos dias de hoje e no qual não tinha muitos
  4. 4. Relatório de Reflexão Crítica Cursos de Formação Contínua de Professores conhecimentos, a sua construção constituiu também uma aprendizagem que considero bastante positiva. Esta formação foi uma mais-valia para a minha prática docente, permitindo-me atualizar e aperfeiçoar conhecimentos, capacidades e competências. 3 – REFLEXÃO CRÍTICA 3.3 – CONCLUSÕES Penso que consegui, de uma forma geral, atingir os objetivos desta formação. Considerei pertinentes e adequados os conteúdos abordados e as metodologias seguidas. A elaboração de trabalhos em grupo foi também uma mais-valia, pela prática colaborativa, reflexão e debates promovidos. No decurso da ação, a partilha de trabalhos e a troca de ideias entre colegas foi bastante positiva e enriquecedora. Apesar de ser uma formação à distância, foi possível a interação com os colegas e partilha de experiências. Considero que as estratégias utilizadas ao longo dos vários módulos foram adequadas, existindo flexibilidade para que cada um ajustasse as tarefas às especificidades da sua área disciplinar, bem como pudesse gerir o tempo para a sua realização da melhor forma. O balanço da ação é bastante positivo, desenvolvi todas as tarefas com grande empenho e dedicação e recebi todo o apoio da formadora. Na minha prática letiva irei utilizar as ferramentas com as quais me familiarizei o que irá certamente enriquecer a minha prática pedagógica. 4 – BIBLIOGRAFIA https://www.powtoon.com/tutorials/ http://www.screencast-o-matic.com/channels/c6l6Y7VIm https://www.youtube.com/watch?v=nyiISHl1Ua8

×